Consciencia: o que e’.

xxxx

O psiquiatra Giulio Tononi disse:

“Todo mundo sabe o que é consciência: é aquilo que nos abandona toda noite quando dormimos sem sonhar e retorna na manhã seguinte quando acordamos.”

Existe outro fenomeno similar na Natureza. Todo anoitecer o Sol se esconde de nos e retorna na manha seguinte. Nao seriam os dois personagens – o Sol e a consciencia – tao diferentes, compartilhando o mesmo significado de existencia?

O Sol se poe toda a noite, mas ele não desaparece, não deixa de continuar existindo, no seu lugar. Nao seria a consciencia algo que existe em seu lugar, fora de nos ?

O Sol sai da nossa realidade visual e tátil durante a noite. Mas durante o dia ele volta a entrar na nossa bolha de existencia. Nao haveria atrelada ao nosso cerebro uma bolha na qual a consciencia entra quando acordamos e sai quando dormimos?

Mas ai somos levado a um pensamento exdruxulo, mas alentador: isso quer dizer que a consciencia entra em nos quando nascemos e sai quando morremos. Ela não morre quando morremos.

Se houver um inconsciente coletivo tal como Teilhard di Chardin imaginou, uma especie de camada atmosférica consciente do planeta formada por fragmentos dentro de cada cerebro humano, nos estaríamos inconscientemente vendo o SOL de todos os cantos da Terra onde e’ dia. Pois os 8 bilhoes de olhos – para o inconsciente coletivo seria apenas um so’. Entao no inconsciente coletivo deveria haver apenas uma visao do Sol, mesmo que nos individualmente vemos um fragmento dessa visao. Assim, talvez essa consciencia que vai e volta na verdade e’ uma so, pairando sobre todos nos… O que nos atrapalha e’ que somos uns “bolhas”, e isto acontece por causa do ego egoista individualista.

E la vem alguem querendo mais carona nessa carruagem de opiniões. Ele vem dizendo que a Humanidade e’ um individuo que tapa o olho esquerdo com uma mão e ve o SOL com apenas o outro olho que fica aberto na outra metade do planeta. Depois ela troca os olhos e ve o Sol na metade de ca. E assim vive sucessivamente trocando os olhos… Ele arremata que nunca consegue entender estes comportamentos esquisitos dessa Humanidade.

Eu ando por ai com aquelas arapucas de rede para pegar borboletas, tentando achar e pegar a minha consciencia. Ou a de outro que por acaso esteja perdida por ai. Um dia ainda agarro ela…

Tags: , , ,