Descoberta mais uma evidencia para a Matrix/DNA: Protons e Neutrons com seus seis quarks apresentam a mesma imagem e configuacao do DNA, portanto, os seis QUARKS foram a formula universal e nossos ancestrais!

xxxx

Quarks criados pelo ciclo vital

Quarks criados pelo ciclo vital By Incnis MrsiOwn work, CC BY-SA 3.0, Link

 

O pouco que sabemos dos quarks ja e suficiente para apontar varias evidencias de que eles estao dentro do tronco da arvore da evolucao universal, ou seja, eles participaram e participam da única linhagem evolucionaria universal do sistema natural universal. Se isto estiver correto, os quarks ja eram uma das formas iniciais do sistema universal, uma forma que esta para o DNA como a forma de morula esta para um adulto humano. O DNA e uma auto projeção evolucionaria dos quarks, como uma morula e uma auto projeção evolucionaria para um corpo humano adulto.

Indícios como evidencias:

1 ) Os seis tipos de quarks se apresentam em seis diferentes pesos de massa. E teoria acadêmica com pouca possibilidade de visualização sugere que quarks tem formatos de pontos, todos eles. Entao se variam os tamanhos seria muito dificil detectar. Mas a varia a massa interna. Na figura abaixo foi calculado a massa do mais leve quark como sendo uma bolinha. A partir dessa bolinha-unidade foram calculando os outros pesos dos outros quarks e representando-os como se fossem diferentes tamanhos da bola. Portanto, e por enquanto, o que sabe-se que muda nos quarks e a forma ou densidade interna da massa e não o tamanho.

A Matrix/DNA nota que a formula universal para sistemas sempre tem seis partes principais, as quais se apresentam sem seis pesos, tamanhos, formas, etc., diferentes. Isto, segundo a formula descobriu, e porque o sistema universal e’ montado pelo ciclo vital, o qual produz a variação das formas de um corpo. E isso nos leva a suspeitar e arrolar como evidencia que o os quarks formam um sistema, são partes de um sistema, e possuem o principio vital do sistema universal.

2) Os seis quarks se dividem em termos de forssa, deduzidas das suas interações em tres quarks fracos (d,s,b) e tres fortes (u,c,t) como podemos ver na segunda figura abaixo. O proton e constituído apenas de tres quarks, u + u + d, como podemos ver na figura 3.  Enquanto isso, o neutron, que esta a seu lado e forma com ele um par dentro do nucleo dos atomos, tambem e’ formado por tres quarks, u+d+d, como podemos ver na figura 4. Ora, o que existe na Natureza em que existe um par lateral e cada um tem tres elementos ? A formula da Matrix/DNA, a unidade fundamental de informacao do DNA que e constituída por dois nucleotides laterais e suas bases, etc. Poderíamos desenhar o proton no lado esquerdo da tela e o neutron no lado direito,  de forma que seus quarks fossem expostos externamente, e obteríamos exatamente a mesma imagem do DNA, com seus dois açúcares laterais expondo suas bases externamente. não posso fazer o desenho aqui agora mas vou descrever:

A grande molécula de “açúcar” em um nucleotídeo liga-se a duas bases que na soma tem tres moléculas menores, sendo que uma base tem so uma molécula e a outra tem duas moléculas. Proton e neutron são a mesma configuracao. vamos imaginar que proton se tornou no futuro o açúcar na haste esquerda e neutron o açúcar na haste direita.  O proton liga-se a uma base com dois quarks que seria a guanina no futuro, e outra base com apenas um quark, que seria a citosina no futuro; ao seu lado o neutron tambem tem uma base com dois quarks que seria a timina no futuro, e mais uma base com um so quark que seria adenina no futuro. As divisões em bases púricas e pirimidinas ( se me lembro bem estes nomes) seria a divisao entre tres os tres quarks u e os tres quarks d que formam o par. Eu arrolo tudo isto como forte evidencias de que os seis quarks são partes de uma forma do sistema natural que foi antepassado do DNA, que o DNA foi construída da maneira que e obedecendo as particulas que o compoem e o modelo que elas determinaram trazidas geneticamente da evolucao cosmologica, e que o sistema quark e tão nosso parente e ancestral como o são as bactérias e os repteis.

3) Enquanto os tres primeiros quarks são comuns na natureza formando todos os hadrons como os protons, os tres ultimos quarks, da terceira geracao, não são comuns, so surgem formados em colisões de alta energia, como nas radiações cósmicas e artificialmente, nos aceleradores de particulas terrestres. E os quarks da ultima geracao tem vida muito mais curta que os quarks da primeira, porque da mesma forma que são rapidamente formados com elevada energia, imediatamente decaem por radiação para a forma dos tres primeiros quarks. Ora isto significa que os tres ultimos representam a degeneração pela entropia. E isto nos lembra imediatamente a formula da Matrix/DNA: de F2 a F4 o fluxo de energia e crescente, o corpo e jovem e estável; de F5 a F7 tem inicio a entropia, o corpo e envelhece e decai. Mais uma evidencia de que quarks são uma forma da formula universal.

4) Porem, no DNA tem as pontes de hidrogênio conectando as moléculas. Onde estao as pontes conectando os quarks inclusive dos de um casal de proton e neutron, entre si? Hummm… vamos pedir socorro a adorável Wikipedia:

” Forces between quarks are mediated by gluons.”

Ai estao os correspondentes antigos dos hidrogênios. Mais uma evidencia de que o conjunto proton + neutron, com seus quarks dentro do nucleo atômico, são ‘a imagem e semelhança do DNA. E não poderia ser de outra forma. Uma única linhagem evolucionaria, um unico tipo de processo genetico hereditário, determina que tataraneto de peixe, peixinho sera.

Mais informacoes uteis:

There are six types, known as flavors, of quarks: up (u), down (d), strange (s), charm (c), bottom (b), and top (t). Up and down quarks have the lowest masses of all quarks. The heavier quarks rapidly change into up and down quarks through a process of particle decay: the transformation from a higher mass state to a lower mass state. Because of this, up and down quarks are generally stable and the most common in the universe, whereas strange, charm, bottom, and top quarks can only be produced in high energy collisions (such as those involving cosmic rays and in particle accelerators).

Figura 2:  The strengths of the weak interactions between the six quarks.

Three balls "u", "c", and "t" noted "up-type quarks" stand above three balls "d", "s", "b" noted "down-type quark". The "u", "c", and "t" balls are vertically aligned with the "d", "s", and b" balls respectively. Colored lines connect the "up-type" and "down-type" quarks, with the darkness of the color indicating the strength of the weak interaction between the two; The lines "d" to "u", "c" to "s", and "t" to "b" are dark; The lines "c" to "d" and "s" to "u" are grayish; and the lines "b" to "u", "b" to "c", "t" to "d", and "t" to "s" are almost white.

By Original work: [1]Modified by:TimothyRias – Derivative work, from public down work uploaded to en.wikipedia. original, Public Domain, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=7415772

Figura 3 = Proton

Three colored balls (symbolizing quarks) connected pairwise by springs (symbolizing gluons), all inside a gray circle (symbolizing a proton). The colors of the balls are red, green, and blue, to parallel each quark's color charge. The red and blue balls are labeled "u" (for "up" quark) and the green one is labeled "d" (for "down" quark).

A proton is composed of two up quarks, one down quark, and the gluons that mediate the forces “binding” them together. The color assignment of individual quarks is arbitrary, but all three colors must be present.
Figura 4 – Neutron
Quark structure neutron.svg

The quark content of the neutron. The color assignment of individual quarks is arbitrary, but all three colors must be present. Forces between quarks are mediated by

Tags: , , , ,