Poeira do Sahara dirigida ‘a Amazonia pelos mecanismos da formula universal dos sistemas naturais!

xxxx

Humanos ficam admirados com essa conectividade retro alimentadora e cibernética que ocorre no planeta, inclusive entre regiões separadas e muito distantes entre si. Sem conhecer a explicação natural real, não podem evitar as imaginações místicas, como pensar na causa como sendo um inteligente design. Mas a carnificina de um leão trucidando uma ovelha tambem acontece, não se pode cegar os olhos para o péssimo, estupido, design. E qual então a causa real deste fenomeno da poeira ser deslocada do Sahara para a Amazonia?

Simples copia da formula natural dos sistemas naturais. Veja o video e veja a explicação da Matrix/DNA na formula a seguir.

NASA | Satellite Tracks Saharan Dust to Amazon in 3-D

Sim, muito bonito e emocionante. Mas a Natureza situada apenas neste planeta não inventa nem cria nada do nada. Ela faz isso porque foi produzida pela mesma fórmula universal que construiu também seu corpo, como sistema natural que ele é. Vejamos uma síntese da formula:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Este detalhe do sistema planetario – o caso desta poeira – é uma replica de um mecanismo que a formula possui, situado entre as funcoes sistêmicas F6 e F1. Para ver melhor vamos trazer uma nova figura da formula ( desenho bastante rude porque foi feito na selva amazônica em 1980, com papel e lapis apenas):

Matrix/DNA: O template para todos os sistemas naturais, de átomos a nucleotideos a galáxias e células. O circuíto energético padrão.

Matrix/DNA: O template para todos os sistemas naturais, de átomos a nucleotideos a galáxias e células. O circuito energético padrão.

Nesta figura, quando a formula criou as galaxias, a poeira estelar provinda da desintegração de uma estrela (F6) vai formar uma nevoa de poeira que cria um vórtice rotativo no centro (F1), o qual vai ser coberto por esta poeira. Ao atrair poeira no ralo, o vórtice mistura-a com energia vinda com cometas e produz o liquido escaldante como ferro que vai ser o nucleo de novo astro. Portanto estamos vendo um mecanismo que auto-recicla um sistema, onde o cadaver do morto serve como alimento e matéria para formar o corpo novamente. Quando a formula foi transmitida deste sistema astronomico para produzir sistemas biologicos, como o corpo humano, este mecanismo se tornou o responsável para conduzir o alimento consumido pela mãe até a placenta e servir de nutrientes para o embrião. E quando a mesma formula cria o planeta como um sub-sistema, modela-o de maneira que o mais velho continente, o primeiro formado, que inclusive foi o berço da Humanidade, por estar mais velho, inicia-se a tornar-se desértico e a fragmentar-se. E para onde vão os fragmentos? Ora, tem que ir para o continente mais novo onde uma densa floresta retroalimenta a vida produzindo-a com abundancia, que é justo a America e nela, a Selva Amazônica.

A NASA teria que conhecer esta formula e o que ela ensina para alavancar sua Ciencia, mas… se estou isolado na selva amazônica, quando vou a New York continuo igualmente isolado e destinado a calar a minha boca… então… continuem tendo que suportar o tal do inteligente design… e atrasados na sua Ciencia e tecnologia. Sem conhecer esta formula, por exemplo, todas as simulações em computadores vao sugerirem soluções e explicações erradas.

 

Tags: ,