Ideologias: A incompleta abordagem da Ciência Acadêmica e a explicação da Matrix/DNA

xxxxx

https://www.youtube.com/watch?v=uMWfVMAVYhI

Resposta da Matrix/DNA: ( publicada no Youtube em 28/5/19 sob pseudonimo Pablo Fonseca)

Boa analise mas com alguns problemas:

1) Não tem como entender ideologia sem descer `as origens da psique humana. O que veio a ser ideologias humanas foram os três instintos herdados dos antepassados animais que dividem o sistema social na selva e se projetaram como divisores do poder nos sistemas sociais humanos. O grande predador fornece a energia agressiva, e a iniciativa da posse, `as classes dominantes, a presa forneceu a inercia e a fraqueza da classe dominada. Não existem guerras entre estas duas classes, isso é automático como na selva. Quem gera conflitos ideológicos são os instintos do médio predador – lobos, hienas- porque a classe media baixa quer sempre ocupar o lugar dos predadores no poder, e tentam jogar as presas contra o inimigo, assim se entende Lenine, Fidel Castro, Lula, etc.

Já havia ideologia na idade antiga quando se disputava que ” meu deus é o certo e escolheu nosso povo, seu deus é errado você é pagão e merece ser escravizado”, etc. Fernando tenta ser imparcial mas quando não vai nas origens e começa com Marx – havia ideologia no feudalismo, na monarquia – ele sugere que neoliberalismo seja reação, quando é continuismo.

2) O predador humano necessita não apenas controlar as presas pela força física das suas armas atuais, porque presas humanas usam flechas, drones e são maior numero. Então descobriu o controle mental baseado na ocultação e mentira sobre a realidade, como fazem as religiões que inventaram. O maior problema é a distorção dos fenômenos e eventos naturais que assim dessincroniza a evolução da razão humana do caminho seguido pela evolução das forças naturais, condenando a especie a extinção. A nova visão do mundo denominada Matrix/DNA está descobrindo que a maioria das interpretações religiosas e cientificas atuais dos fenômenos naturais estão com seus significados errados. Por exemplo, quando ensina estudantes que a evolução biológica surgiu por si mesma separada da anterior evolução cosmológica tem que inventar a mentira de uma origem da vida por um agente inexistente ( o acaso construtivo magico) e assim distorce todos os mecanismos da evolução para sustentar o darwinismo social cujos valores justificam sua dominação e entorpecem a razão dos dominados.

Outros importantes detalhes não foram mencionados.

Tags: , , ,