Mutant genes linked to Parkinson’s in some: study – Visão da Matriz

A fórmula da Matriz é a de um sistema natural fechado quase-perfeito e com isso ela lança luz sôbre muitos fenômenos naturais. Pode contribuir muito nesta grande causa humana que é a de combater a tortura que sofremos devido as malfunções do sistema que é o nosso corpo. Ela oferece uma nova e nunca imaginada perspectiva de como olhar um fenômeno, sua disfunção, comparando-o com os mapas da Matriz. Por isso abrimos esta categoria, “doenças”. onde iremos registrando todas as noticias que nos interessam e na medida permitida pelo nosso escasso tempo, aduzindo comentários destas rápidas comparações. Frases que nos chamam atenção imediata são grifadas em vermelho e comentários em azul.

Sun Nov 15, 2009

http://news.yahoo.com/s/nm/us_parkinsons 

parkinson_disease.jpgDoença de Parkinson

HONG KONG (Reuters) – People of Japanese and European descent who have mutant versions of five genes may be at higher risk of developing Parkinson’s disease, two large teams of researchers have found.

The two independent studies, published in the latest issue of Nature Genetics, involved more than 25,000 participants in total and are the largest studies to date to try to uncover genetic associations behind Parkinson’s disease.

A study in Japan looked only at ethnic Japanese while a second study, in the United States, focused only on people of European heritage.

In the first study, Tatsushi Toda of Japan’s Kobe University and colleagues sequenced the genes of 2,011 participants with the disease and 18,381 others without the disease.

They found that those with the disease had variants of the genes PARK16, BST1, SNCA and LRRK2.

Pelo visto até aqui, a doença de Parkinson está ligada ao processo da entropia. Entropia é uma das maiores tragédias com que a Natureza brindou a espécie humana (e todos os sistemas naturais) pois ela significa a tortura pela degeneração e a morte. É determinada pela Natureza a acontecer em certa idade de um sistema, mas vamos tentar descobrir comno a Natureza enxerga, capta, essa idade, e tentar inibir essa capacidade dela captar isso, ou seja, vamos tentar prolongar cada vez mais o estado crescente e matura;cão do sistema corpo humano. Portanto os genes acima , temos que procurar maior informação possivel e ver onde estão localizados no DNA para tentar ver no DNA como está registrado o circuito do sistema. Já por esta informação apostasmos que estes genes estejam nos postos situados acima da função 4. 

In the second study, researchers led by Andrew Singleton at the National Institutes of Health‘s (NIH) laboratory of neurogenetics in the United States analyzed the genes of more than 5,000 patients of European ancestry who suffer from the disease and detected strong links between Parkinson’s and variants of the genes SNCA and MAPT.

The two teams later compared their data and found that variants of PARK16, SNCA and LRRK2 carry risk of Parkinson’s in both Japanese and European populations, while variants of BST1 and MAPT were population-specific.

“Because previous Parkinson’s genome-wide association studies were too small and lacked power, we worked together to compile and analyze the large data sets needed to identify the elusive genetic variations that play a role in this complex disease,” Singleton said in a statement.

“With this better understanding of the underlying genetic variants involved in the progress of this disorder, we have more insight into the causes and underlying biology of this disease.

“We hope this new understanding will one day provide us with strategies to delay, or even prevent, the development of Parkinson’s disease.”

Parkinson’s is a neurodegenerative disease that affects one to two percent of people over the age of 65.

Então provavelmente os genbes pertencem aos postosd da Função 7.  

 It is characterized by tremors, sluggish movement, muscle stiffness, and difficulty with balance.

Although medical treatments may improve symptoms, there are none that can slow down or halt the progression of the disease.

Sim, não há como evitar a entropia – isto seria eliminar o fenômeno da morte – portanto o segrêdo aqui é estudar todos os possiveis para prolongar os períodos de existências das funções de 2 a 5. 

(Reporting by Tan Ee Lyn; editing by Michael Roddy

Wikipédia

Na continuação deste estudo o artigo da wikipédia digitando-se “doença de Parkinson”é fundamental. Primeiras leituras:

O local primordial de degeneração celular no parkinsonismo é a substância negra, presente na base do mesencéfalo. Vamos então ao mesencéfalo:

a-matriz-universal-como-sistema-astronomico-e-como-celula-vital.jpg  matriz-em-forma-de-software-de-sistema-fechado.jpg     midbrainsuperiorcolliculus.png Mesencéfalo

O mesencéfalo está envolvido na recepção e coordenação de informações sobre a postura corporal.

Muito bom. O formato de LUCA está aí bem visivel. (Raios, a deficiência de se transportar uma imagem para cá estraga tudo! Veja a imagem em wikipedia). Como sabemos, tôda arquitetura no corpo humana são formas derivadas da fórmula da Matriz. Vejamos como ficou aqui esta derivação:

1) A substância negra corresponde ao circuito do sistema, comprovando nossa intuição acima. Com o avanço da entropia os bits-informação do fluxo inicia-se a massificacão deformadora do sistema, começam a sairem fora do canal e a misturar-se com a massa em outros pontos, o que significa a queda da capacidade de contrôle interno do sistema, o que resulta na queda do ritmo do fluxo de informação pelo circuito, enfim, significando cada vez maior lentidão de movimentos.

2) Red nucleus é justo a cópia da Função 1;

3) Superior colliculus é justamente a cópia do pulsar, ou Função 4. Portanto está ligado à função macho do sistema e sendo assim ela deve ter alguma emissão na direção do red nucleus ( a não ser que um sistema aberto desvie essa emissão).

4) Notável! Bem no centro do corpo referente ao pulsar ( superior colliculus)  existe um liquido, denominado “cerebral aqueduct”, da mesma maneira que no centro do pulsar existe o magma contendo as informações ativas do sistema. De fato, Luca foi aqui copiado e a cópia saiu pouco deformada, ou pouco derivada.

5) Spinothalamic tract and medial lemniscus representam  as demais arquiteturas intermediarias entre F1 e F4. Ou seja: planetas e estrelas no sistema astronomico, bases nitrogendas no sistema nucleotídeo, organelas como ribossomos, centríolos, no sistema celular;

( Tema parado aqui, no estudo dos artigos em wikipedia) 

xxxxx

Importante paper na Nature Reviews – Neurology (livre para ler, voltar a ele e analiza-lo):

Depression in Parkinson disease—epidemiology, mechanisms and management

http://www.nature.com/nrneurol/journal/v8/n1/fig_tab/nrneurol.2011.189_F1.html

Nature Reviews Neurology 8, 35-47 (January 2012) | doi:10.1038/nrneurol.2011.189

Dag Aarsland, Sven Påhlhagen, Clive G. Ballard, Uwe Ehrt & Per Svenningsson

FIGURE 1 | Neuronal factors and signaling pathways implicated in depression in PD.

Neuronios e os emissores e receptores de sinais

Tags: , ,