Vida Sintética: Ressuscitem Pasteur para pegar o Craig Venter!

Synyhetic Biology

Synthetic Biology

Fonte: http://scicollege.net/archives/120

Veja artigo no Guardian.co.uk

http://www.guardian.co.uk/science/2010/may/20/craig-venter-synthetic-life-form

Craig Venter creates synthetic life form

Grande marco na história da Ciência e gigantesco passo para a Humanidade!

Na minha opinião, o que Venter fêz foi pular o capitulo iniciado teóricamente por Oparin e experimentado por Mulley/Urey que consiste na busca da redução da atmosfera e condições terrestres ao nível do que era a 4 bilhões de anos atrás para ver se da matéria abíotica obtem-se os componentes básicos da Vida. Esta pesquisa está meio abandonada porque tudo o que produz não dá os passos seguintes sózinho, ou seja, os aminoácidos surgidos na experiência de Urey ficam inertes e não se ligam em polímeros para formar o próximo passo, que seria as proteínas. Alem disso os aminoácidos de Urey não são os aminoácidos usados pela Vida. Então Craig preferiu observar um genoma pronto e copia-lo, pegamdo átomos, combina-los na forma de aminoácidos e outros componentes, etc. Inserindo isso numa bactéria ela se reproduziu passando o genoma sintético de Craig para os filhos, os quais agora devem ser filhos da mãe bactéria e do pai Craig. Estes filhos terão outros filhos indefinidamente, portanto uma nova espécie surgiu na Terra, carregando um sinal de Caim na testa, que são as quatro marcas d’àgua no genoma. Fantástico! Mas…

A maioria dos ateus e críticos das religiões vieram correndo à midia perguntando: “E como fica o criacionismo agora? Hein?”

No meu caso me perguntei imediatamente: “E como fica a Teoria da Matriz/DNA Universal agora”? Hein? Será que chegou a hora de por tudo no lixo e retirar-me de cena?”

Claro que êste evento vai me obrigar a reestudar a Teoria e compara-la com a nova situação. Mas já de antemão parece-me que a teoria não sofre nenhum abalo, ao contrário, parece que ela sai do episódio mais reforçada. Ela sugere que os átomos na superficie da Terra estão acessíveis a serem penetrados pelos fótons que vem da energia solar, que tais fótons são bits-informação de LUCA. O objetivo supremo dos fótons-genes é reproduzir o sistema de onde vieram, assim como se os chineses imigrantes em New York, tivessem dinheiro e material suficiente, criariam um bairro para morar reproduzindo o ambiente da China, na medida que permitisse os materiais e condições de New York. Ora, Craig Venter usou átomos da superfície terrestre, que contem imigrantes vindo de LUCA – o qual é a própria Terra mais o Sol formando um proto-sistema. O que êle fêz foi apenas substituir o grande meio ambiente – que é produzido por LUCA,  assim como nós produzimos tôda a medicina no acompanhamento da gestante e depois a sala do parto. Craig fêz em 10 anos o trabalho que a Natureza demorou bilhões de anos para fazer no período ultimo da biogêneses, quando ela já tinha feito os ingredientes.

Mas acho que poderíamos pregar uma peça no Craig, da mesma forma que Louis Pasteur pegou de jeito os defensores da teoria da geração espontânea. Pasteur esterilizou e lacrou herméticamente os frascos contendo a matéria que diziam gerar formas de vida como micróbios. Não foi gerado nada, provando que os principios vitais vinham pelo ar ou algo mais. Da mesma forma poderíamos tentar colher átomos de uma certa região profunda da Terra, que não têve contacto nem êles nem seus vizinhos, com a energia solar mas que também não foram de alguma forma alcançados pelas substâncias que sobem desde o nucleo do planeta. Na nossa linguagem da Matriz seriam átomos estéreis, os principios vitais vem de algo mais. Daríamos estes átomos a Craig e pediria para ele repetir a experiência . Se a Teoria da Matriz/DNA Universal estiver correta, êle jamais conseguiria copiar o genoma. Teria o mesmo problema dos pesquisadores no laboratório que tentam acrescentar pedaços de polímeros ou proteínas às  pequenas moléculas que se formam na Natureza e que deveriam evoluir para RNA ou DNA mas ao invés disso, quando chegam a certo ponto, suas duas pontas se atraem, se curvam e se conectam formando uma anel fechado para sempre. Porque? Porque átomos simples tem suas próprias fôrças de atração que os leva deterministicamente a se conectarem a átomos específicos tambem simples e constituirem arranjos que resultam em rochas, àgua, coisas inorgânicas. Mas os átomos usados por Venter são especiais, eles contem o principio vital. Nós teríamos fechado o frasco, provando que a matéria de Craig é estéril. Daria Pasteur na cabeça!

No entanto, vamos continuar analizando isso tudo, é muito recente para conclusões definitivas.

Abraços,

Louis Morelli

Tags: , , ,