Viver ou juntar dinheiro? Mas…o humano é só corpo carnal? E a mente? Deixa-la morrer cêdo ou acelerá-la?

O texto nêste jornal é muito importante para a educação jovem. Mas acho que êle desvia o jovem do cuidado com sua existência tital, por isso incluí minha opinião copiada do que publiquei no Facebook do têxto:

Opinião dêste autor:

Êste “gastador” está aconselhando os jovens contra o “economizador”. Óbvio que a sabedoria está no meio-têrmo e esta, por exemplo, sugere não dar seu suado dinheiro de graça para parasitas que vendem “etiquetas na moda, caras”. Mas lembre-se que   êste aconselhador está falando apenas da vida do corpo biológico e nada sôbre o intelectual. Se alguem não alimentar o cérebro com informações sôbre a Natureza e a Humanidade e não exercitá-lo enquanto é jovem, o intelecto morre aos 40. Não mais será possível ressuscita-lo. A maioria dos idosos se apresentam como zombies inativos, enquanto poucos conservam a energia fantastica até a morte, proporcionada por uma mente sedenta de saber e motivada por um ideal, um sonho, muito maior do que se pode realizar: fazer a diferença, tentar inovar aprimorando algum detalhe de algum problema que esteja torturando sua geração. É melhor um velho pobre mas com essa exuberancia de vida que um rico morto prematuramente, ao menos é o que penso. Menos trabalho egoísta e consumismo, dedique um tempo a ler o que a Ciência sabe e está descobrindo na Natureza que é universal –  pois ela é a melhor mestra e nela estão as soluções que farão seus herdeiros cantarem seu sucesso ao invés de chorarem seu fracasso.( E aproveitando para vender meu peixe, dê uma olhada no meu website para entender o que é ser um velho pobre mas super ocupado com milhões de coisas a realizar. Porem sempre lembrando que todos os idosos erram e ninguem sabe quase nada, analise meu conselho com  pensamento critico e escolha o caminho de seu coração)♡

Tags: , ,