A Aposta de Pascal (Pascal’s Wager): Opinião da Matrix/DNA

Raízes Como Consciência Cósmica e Arvores como Consciências Humanas

Raízes Como Consciência Cósmica e Arvores como Consciências Humanas

Muito bom exercicio para desenvolver o intelecto é ler, ao menos, o  resumido texto na Wikipedia ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Aposta_de_Pascal ) ( a versão em Inglês está mais substancial). Mas qual foi a interpretação da Matrix/DNA sôbre êste tópico? Os nossos modêlos sugerem que o Universo é composto por hardware (comprovado) e software ( não comprovado, ainda confuso, mas racionalmente viável e quase inevitável). Viver segundo a sugestão dêstes modêlos é viver apostando na exist6encia de uma superior consciência, na qual, a nossa mente enquanto existindo como humanos, existe como uma espécie de bôlha densa num oceano de consciência cósmica.  Se isto estiver errado, talvez percamos um pouco das oportunidades de prazer e poder que a vida curta, real, oferece a alguns ( para muitos, como eu, que nasceu e foi criado como menor abandonado e nunca foi agraciado com alguma dádiva material, não existe livre-arbitrio e portanto não existem tais oportunidades, mas quem nasceu suportado por familias pode ter tais oportunidades). Ainda não avaliei profundamente quais seriam estas perdas. Mas tambem pode ter vantagens, como a de evitar depressões e acessos de furia incontida. Em todo caso, pelo menos imaginando-se existir uma consciência cósmica, deve ser um estado de inteligencia que ajude a ampliar os horizontes da nossa consciência individual, ao sempre nos lembrar que estamos num Universo e não apenas na nossa cidade. E se existe a consciência cósmica, temos que nos lembrar da hierarquia dos sistemas naturais, onde sistemas muito grandes e menos evoluidos como as galaxias, ou possiveis sistemas muito evoluidos em relação ao sistema corpo-humano, podem estarem influenciando através de suas informações flutuando no ar. Se supomos a existência de uma consciência cósmica como um sistema invisivel superior, estaremos sendo acessiveis à penetração de informações livres que dela porventura possam estar vindo. Se não aceitar-mos sus existência, estaríamos criando em volta de nós uma armaduara bloqueante para tais ‘hipotéticas informações.

Quem sou eu?

Quem sou eu?

Porem, penso que devemos fazer algum esforço para não cair no estado de Pascal, um estado religioso produzido pela aceitação da existencia de um Deus e humanamente descrito, pois assim estariamos reduzindo ou afugentando de nós a possível verdadeira consci6encia cósmica. Acho ser melhor não fechar a mente em torno de crenças sôbre propriedades, intenções, comportamentos, etc., dessa consciência cósmica. Nosso pequenino cérebro e recem-nascida consciência ainda não poderia entender nada dessa consci6encia superior. Não vejo em que essa aposta nesta possivel consciência cósmica possa prejudicar nossa qualidade de vida, a não ser, que a falta de escrupulos no gozo total dos prazeres seja uma vantagem e a vida seja apenas esta curta vida. Como disse, êste tópico é mentalmente saudavel, deve-se gastar alguns minutos pensando nêle, não devemos seguir a conclusão e crença de ninguem mais alem de nós mesmos, pois ninguem sabe nada a respeito.  Se você não sabe, existem pessoas que creem fielmente nessa consci6encia cósmica e numa versão moderna, mais ou menos bem informada cientificamente, como é o caso de Deepak Choprah. Êle tem website e colunas em conceituados jornais, como o Huffington Post. Ás vêzes estou trombando com seus artigos, alguns, fornecendo alimento para pensamentos. Mas nunca se esquecendo que êle é um ser na busca, tão cego quanto eu. A diferença entre nós é que 6ele acredita na sua cosmovisão e afirma ela tentando impô-la na mente de outras pessoas, enquanto eu tenho mêdo de ser um cego dirigindo outros cegos, pois poderiamos todos cair nos buracos da estrada, e eu seria o responsável, insuportável pêso de consciência. É um tópico muito importante, Pascal foi um grande pensador,  e se você tiver informações que possa me ajudar a desenvolver meu lado tambem, agradeço.

Tags: , , , , , , , , , , ,