Para transformar a atual cultura escolar brasileira e mundial, de administradores, professores e estudantes.

Transforming School Culture Through Student Feedback: One School’s Experience

http://www.effectivephilanthropy.org/blog/2013/01/transforming-school-culture-through-student-feedback-one-schools-experience/

BY JEN VORSE WILKA | January 29th, 2013

In reflecting on Scott High School’s dramatic decrease in failure rates, Dr. Sapp says,

“I’ve been in the classes and working with the teachers. It’s not just teachers passing kids; it’s teachers intervening with kids, it’s teachers really pushing kids to get work done and to do quality work and to do things over and to try things again—and you can’t do that unless the kids know you care.”

But the best part for me is when Dr. Sapp talks about sharing the feedback with students, leading to a real conversation between students and the adults who are there to support their learning and growth. When learning is a partnership that includes the voice of the students, real change is possible. This is the key principle of YouthTruth and it’s why we’re excited to be expanding our survey to new schools around the country.

O curriculum educacional no Brasil falha tambem em dois aspectos fundamentais: 1) Não forma pessoas para terem a melhor atitude profissional e serem motivados a produzir com excelência; 2) Não forma cidadãos sociais combatendo a influência do gene egoísta individualista.

Os professores primarios ensinam a matéria como um fim em si e não como a ferramente para se o ser humano obter o real almejado fim, que é as melhores condições de sua existência. Principalmente “professoras” – intelectualmente dominadas pela natureza genético/psicológica feminina da tendencia a sistema fechados em si mesmos – não possuem o menor conhecimento de como tem funcionado as expreiencias humans que produziram criatividade e inovação, conservando assim a cultura que impõe ao estudante a idéia auto-depreciativa de que brasileiros não são feitos para participar do mundo criativo em ciência e tecnologia mesmo porque não tem como competir com estrangeiros altamente aparelhados para tal. É missão da Matrix/DNA mudar isso urgente, doa a quem doer.

Os estabelecimentos escolares estão totalmente errados. Por exemplo assisto uma professora na sala com um livro aberto sobre “vida na fazenda”mostrando uma foto de uma vaca e explicando que ela ‘da leite, tem bezerros, etc. Ora, nascidas e criadas nas cidades, muitas crianças jamais terão acesso a uma fazenda e até ver uma vaca real, e se tiver, terá que olhar a vaca parada e depois de uma cerca. De que adianta este ensino teórico? Os estabelecimentos escolares devem ser amplas unidades com vida rural, micro-instalações de extração de matérias primas e manufatura industrial, laboratórios, etc.

XXX

Verificar se no Brasil existe algo similar a esta agência que faz pesquisa entre estudantes para avaliar aproveitamento/sentimentos em relação à escola.

http://youthtruthsurvey.org/home

YouthTruth positions districts and schools to act on the data gathered – 85 percent of administrators agree that they have used YouthTruth data to make specific policy or programmatic decisions.


Tags: