Ciclo de Cori (2)

(Artigo em Construcao)

O ciclo de Cori, ciclo dos Cori ou via glicose-lactato-glicose consiste na conversão da glicose em lactato, produzido em tecidos musculares durante um período de privação de oxigénio, seguida da conversão do lactato em glucose, no fígado.

Ver mais em : http://pt.wikipedia.org/wiki

Obs: esta imagem abaixo deve ser vista por ultimo (nao consigo cola-la no lugar devido).

ciclo-de-cori-na-matriz.PNG/Ciclo_de_Cori

Identificando os ciclos naturais com base no Software Matriz Universal abre um novo mundo de entendimento e amplia nossas possibilidades de controle da Natureza.

Nada estudamos ainda neste ciclo e aqui “colamos” apenas as promeiras impressoes e deducoes visuais. Vejamos algumas imagens do ciclo e depois a comparacao com o Software Matriz:

 

File:CiclodeCori-pt.svg.

Esquema geral do ciclo de Cori. As setas a vermelho (tracejado) mostram a direcção das reacções metabólicas envolvidas no ciclo numa situação de esforço físico. A verde (setas a pontilhado), as reacções que ocorrem no período de reoxigenação (descanso). (Imagem em Wikipedia, Autor:PatriciaR, trabalho proprio). 

 

 Esquema Quimico do Ciclo

 

..

.Diagrama do Software da Matriz Universal no Estado de Sistema Fechado

E abaixo, um primeiro ensaio da montagem entre a Formula Matricial e seu produto denominado Ciclo de Cori

 E a “montagem” continua na figura abaixo: (Bem, aqui deve ser vista a primeira figura.)

Lista de teses/conclusoes:

Pondo os tres quadros lado a lado ( as duas imagens do ciclo e a imagem do diagrama matricial) imediatamente percebemos a igualdade, a conexao, ou como o ciclo se assenta na formula. Ate’ aqui tenho entendido que o figado, no sistema “corpo humano” executa a Funcao 7 – funcao da limpeza do sistema e excrecao de materiais indesejados. Mas estou vendo que o figado tambem ‘e grande produtor de sustancias, como neste caso o glicogenio. Isto quer dizer que ele tambem pode representar a uniao da Funcao 7, que ‘e a ultima do circuito matricial, com a funcao seguinte, a Funcao 1, que ‘e a primeira do ciclo matricial. Pois a Funcao 1 – maternidade, gestacao, producao de todos os novos elementos que vao entrar no circuito – deve estar ai’ na producao do glicogenio. E quando situamos o figado na Funcao 1 e 7 a coisa toda adquire sentido logico. A partir daqui podemos analizar cada detalhe do ciclo e entender sua raiz na ancestralidade inclusive cosmica, seu significado, seus mecanismos ocultos, etc. Por exemplo, agora tenho um novo entendimento sobre o que ‘e lactose e penso nas espinhas normais que surgem no nosso corpo e expelem aquela massa branca, e entendo como e porque o sistema tem que expulsar aquilo, ja’ que deve ser composta por atomos dos quais ja foram retirados e usados toda a energia util, ou seja, em linguagem da Matriz, todas as particulas-informacao complementares que o organismo necessitava na sua auto-organizacao ou reposicao. Para “sentir” o processo ciclico mentalmente – `as vezes entendemos coisas, estamos vendo coisas importantes mas falta-nos palavras para comunica-las – e’ melhor pensarmos tambem na forma da Matriz como building block astronomico. Mas vamos abrir a lista de descricao das descobertas que sera’ ampliada toda vez que aprendermos algo novo sobre os elementos envolvidos neste processo e voltar-mos aqui:      

1) O glicogenio funciona como o material altamente energetico dentro do buraco negro, reserva de energia. Do glicogenio e’ obtido a glicose da mesma maneira que do buraco negro e’ emitido o nucleo incandescente de um novo astro.

2) O lactato esta’ na posicao do cadaver degradado. Portanto deve ser um material expelido do corpo para limpeza.

3) A glicolise funciona por mecanismos desenvolvidos a partir dos antigos mecanismos que produzem as reacoes nucleares em pulsares e estrelas;

4)… (este espaco e’ seu, pois sei que voce pode ver coisas importantes que eu nao vi’ ainda…) 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks

Tags:


U.S.A: Copyright Washington n. 000998487/2001-02-20 | Brasil: Reg. Dir. Autorais - Brasília n. 106.158/11-12-1995 | Louis Charles Morelli