O que é a “Morte” – Pela Visão da Matrix/DNA

“Morte” é uma construção imaginaria humana para traduzir uma simples lei natural – a auto-degradação dos sistemas naturais, ou externamente imposta degradação – que é medida pela entropia. A entropia é apenas um mecanismo usado por um processo maior, chamado “Evolução” – outra construção cultural para se expressar o fato de que o Universo tem se deslocado do super-simples na direção do “mais complexo”. Sem este mecanismo não haveria evolução, pois todos os sistemas naturais, todas as criaturas tendem a se tornarem sistemas fechados em si mesmos, sob equilibro termodinâmico, como é a cena de um bilionário humano reinando em sua mansão. Portanto, sem a morte. a evolução seria interrompida para sempre. Mas qual a solução para esta estranha questão: se existe mortes, como ainda existe evolução? A resposta esta em que todos os sistemas naturais, inclusive humanos, são compostos de software e hardware. a morte se aplica aos hardwares e não aos softwares. Computadores são bons exemplos: enquanto gerações de hardwares são descartadas, eliminadas para sempre, o software Windows continua existindo, cada vez mais complexo.

( Tema inspirado num post visto no Facebook:

https://www.facebook.com/SandmanBrasil

Tags: , ,