Origem da Vida: Artigo da Folha de São Paulo a pesquisar/comentar

Nasce a evolução biológica

http://mensageirosideral.blogfolha.uol.com.br/2015/02/02/nasce-a-evolucao-biologica/

Artigo baseado no paper da Nature: Titulo:

http://www.nature.com/articles/nchem.2155.epdf?referrer_access_token=oshAKy0ZvSj9oLopgUULWNRgN0jAjWel9jnR3ZoTv0NzqQres1DvpklEwDcTsFRhB8YVa65EolyFLo0B2pYkPaLqRi1jMWOKJKkVInURLRI_vcrY-lQAPtXZ-WbDghwc

Artigo: Mais um dos mistérios que cercam a origem da vida parece ter sido decifrado por um quarteto de cientistas na Alemanha. Eles basicamente descobriram como a evolução pode ter recebido o pontapé inicial da natureza, sem nenhuma ajuda externa.

Matrix/DNA: Qualquer pontapé na evolução que viesse de ajuda externa teria que ser “sobrenatural”. O problema do quarteto da Alemanha é que se esquecem que a Natureza não se limita à Terra e a evolução não foi criada/inventada pela Terra. Quando resolverem ampliar os limites de seu foco atual para as grandezas da Natureza e da evolução real e total, que são universais – como fazemos na Teoria da Matrix/DNA –  vão descobrir que existem mais elementos naturais dos que conhecem agora e vão ter que mudar totalmente esta teoria.

Talvez surpreenda, sobretudo para aqueles que se apegam a expressões “curinga” como “complexidade irredutível” para se esquivar do problema científico do surgimento da vida, o fato de a solução encontrada pelos pesquisadores — e testada em laboratório — ser de uma simplicidade franciscana.

Comece com microporos numa pedra aquecida, imersa em água. Nada diferente do que já se esperaria encontrar em rochas vulcânicas submersas nos oceanos da Terra, quatro bilhões de anos atrás. O único fator importante é que exista um gradiente de temperatura dentro do microporo — ou seja, que ele seja mais quente numa ponta e mais frio noutra. Algo que já aconteceria mesmo, naturalmente. Aí a “mágica” já está feita.

Os microporos assumem praticamente a função de protocélulas, promovendo a replicação de moléculas portadoras de informação genética, como RNA ou DNA.

Matrix/DNA Theory: Promovem?! Ou apenas favorecem o mecanismo da replicação? Este detalhe é muito importante que se elucide, pois a auto-replicação de uma configuração de átomos formando uma porção de matéria organizada nunca foi detectada antes do surgimento das moléculas organicas na Terra, pelas Ciências Naturais. Portanto teria sido um efeito totalmente inédito e vindo de fora da longa cadeia natural de causas e efeitos que começou com o Big Bang.  A palavra “promove” não deveria ser usada aqui porque passa a impressão ao leitor desavisado que o tal microporo “criou” o fenômeno da replicação. Enquanto não se mostrar que todas as fôrças e elementos naturais que seriam necessarios para criar esse novo fenômeno já existiam na Natureza, e que estas forças e elementos convergiram ao mesmo tempo para aquele microporo, a Ciência Humana não terá  provado que essa criação ocorreu e justamente ali.

A Teoria da Matrix/DNA explica a presença da replicação na matéria orgânica, porem vai buscar estas fôrças e elementos como componentes de sistemas naturais anteriores, não biológicos, tais como os sistemas atômicos e astronômicos. É possível que, não as propriedades deste planeta apenas, mas sim do sistema astronomico que envolve a Terra – segundo os modelos teóricos da Matrix/DNA – tenham se nanotecnologizado e se infiltrado nos microporos, porem existem alternativas mais viáveis e mais sensatas. Pelas quais a auto-replicação seria uma propriedade universal vinda desde ou antes mesmo do Big Bang.

xxxx

Comentario-chave publicado:

Existem outras alternativas mais sensatas que faria o mesmo que os cientistas alemães estão delegando aos microporos. Por exemplo, se a vida na Terra ao invés de começar no fundo oceânico, começou na praia – como está sugerindo a teoria da Matrix/DNA – tanto  o favorecimento e seleção das moléculas maiores, como a diferença de temperatura e a convecção laminar, poderiam terem ocorridos. Nas praias, a temperatura muda ao mudar o dia pela noite, as moléculas tem tempo para crescer quando a maré está baixa… mas nas praias todas as outras forças da natureza poderiam estarem presentes, como a indispensável luz do sol para qualquer processo vital, enquanto no fundo oceânico muitos destes  ingredientes estão faltando.

xxxx

Outro comentario publicado como resposta:

  • Your comment is awaiting moderation.
    Louis C. Morelli comentou em 03/02/15 at 3:15 amResponder

    Carlos0705: “Para a vida ter realmente surgido sem “ajuda externa”, seria necessário que a informação tivesse surgido por si só, sem a necessidade de uma fonte informante, o que se sabe ser impossível.”

    Minha resposta: ” Existe uma maneira dessa informação ter origem externa, sem ser sobrenatural. A fonte pode ser externa em relação ao planeta Terra, mas interna em relação ao sistema astronomico que a Terra pertence. Isto foi o que encontrou a teoria da Matrix/DNA: “todas as propriedades dos sistemas biológicos já existiam, em grau evolucionario anterior, nos sistemas astronomicos. Portanto, houve apenas a continuidade de uma evolução que já existia antes das origens dos sistemas biológicos ( aka, vida) aqui.