Horizontal Gene Transfer (HGT) Foi Previsto Pela Matrix/DNA há 30 Anos Atrás

xxxx

No meio acadêmico sempre se pensou que não teria como passar genes de uma espécie para outra com a qual ela não se cruza. Mas ainda na selva há 30 anos atrás descobri uma fórmula para sistemas naturais pela qual, em dadas circunstancias como foi o evento das origens da vida na Terra, informações não apenas podem como devem passar de um sistema a outro. E isto incluía os sistemas naturais denominados seres vivos. tempos depois o meio acadêmico descobriu o fenômeno da transferência horizontal de genes, ou seja, alem dos genes serem passados de gerações a gerações, verticalmente, eles tambem se movem entre os genomas de distantes espécies. Exemplos incluem a absorção de bactéria por outra espécie ( isto foi como a mitocondria foi originada, uma teoria sugerida por Lynn Margulis; e estas mitocondrias, que eram antes bacterias livres, contribuiram com seus genes para os absorventes organismos); a transferencia de genes pigmentais de fungos para afídeos, os quais deram aos afídeos a cor  vermelha que muito os ajudam a se esconderem dos predadores; e a transferencia de várias enzimas de bactérias para insetos, as quais ajudaram os insetos a usarem novas plantas como alimento.

Segundo a história da evolução sugerida pela Matrix/DNA, as sementes da vida espalhadas largamente no Cosmos não são transmitidas para superfícies de planetas encerradas em um envoltório como são os genomas biológicos contidos dentro de uma membrana. Espermatozóides e óvulos são transmitidos completos e por inteiro, por isso só podem gerar uma forma de ser vivo, a forma da espécie emissora. Mas o primeiro “genoma” não  veio de um sistema biológico como os seres vivos na Terra, e sim do sistema astronomico ao qual a Terra pertence. Este genoma é liberado pela radiação de energia de estrelas como o Sol e pela radiação dos núcleos de planetas como a Terra, mas são fragmentados em seus menores bits-informação no espaço sideral e através de longos  tempos. Vizinhos fragmentos que se encontram em um ponto na superfície de um planeta se juntam em pequenos pacotes de informações, depois estes pacotes se juntam a outros pacotes, e como são pedaços de um sistema vivo, podem funcionar como pequenos pacotes, sendo esta a causa da grande diversidade da vida na Terra. Muitos pacotes apresentam brechas, lacunas, em seus DNA’s, as quais podem serem preenchidas se houver contacto com outro DNA ou RNA que contenha aquelas informações faltantes.  A fórmula da Matrix/DNA sugeriu que esta transferência horizontal de genes ocorreria em larga escala nas origens da vida e nas espécies mais simples, como nos procariotas unicelulares. Depois esta transferência se tornaria cada vez mais rara, porem podia perpassar todo o reino vegetal e animal até chegar no gorila, e isto porque a semente astronômica para sistemas biológicos só poderia gerar como ápice evolucionário uma maquina tão eficiente quanto a ancestral mas limitada a ela, o que não inclui os humanos. Com o genoma humano é ainda um sistema aberto, se houver HGT deve ser deléterio, piorando o genoma. Esta previsão vem ao encontro da teoria de alguns cientistas sugerindo que os alimentos transgênicos e outros tipos emparelhamento de genomas podem ser inclusive uma causa de canceres.

Muito tempo depois da selva, por volta do ano 2.ooo, tomei conhecimento que a primeira descoberta de HGT entre virus se deu em Seattle, em 1951; e em 1959 descobriu-se no Japão a HGT entre bactérias, o que era responsavel pela resistencia bacteriana aos antibióticos. Porem, a primeira suspeita de que HGT tambem estaria ocorrendo entre organismos complexos multicelulares ou eucariotas, data de 2005, anunciado por Bapteste et al., e se não me engano tambem por Lake e Rivera em 2007 quando disseram que “…adicional evidencias sugerem que a transferencia de genes pode tambem ser um importante mecanismo evolucionario na evolução dos protistas”.

A propósito, menciono aqui um artigo recente bem esclarecedor do tema:

 How often do genes move between distantly related species?

https://whyevolutionistrue.wordpress.com/2015/04/10/how-often-do-genes-move-between-distantly-related-species/#respond

E meu comentario postado naquele artigo ( o qual ninguem ali vai entender nada… mas… é meu dever fazê-lo): 

( Verificar se foi publicado). 

HGT from the RNA-world to gorillas was first suggested by the evolutionary model of Matrix/DNA Theory 30 years ago. The model suggests a formula containing all informations coming from the prebiotic world that works as sidereal seeds of life but alike biological genoma, these seeds are fragmented into its smallest bits-information which are spreaded in space and time. When these bits meets at any point that has the necessary conditions, like some planetary surfaces, they have the tendency of joining again in the equal sequence they were formed, making smaller packets of informations that can works as non-complete systems and this is the reason of diversity of life from a unique genoma. These packets maybe contains gaps due missing the right bits, which can be find at another packets, which produces HGT.  It must happens from initial organic molecules to gorillas, stopping here due gorillas are the evolutionary limit possible by those informations. If it happens with humans, like by transgenic food or meat consumption, HGT must be deleterious and the cause of several diseases, like cancer. At least, this is what is suggesting Matrix/DNA Theory.

Tags: