Posts Tagged ‘’

O Mundo Atomico

quinta-feira, junho 11th, 2009

Esta categoria visa registrar todas as breves solucoes ou explicacoes que intuimos quando somos informados de algum detalhe sobre os atomos e vemos alguma correspondencia deste detalhe na Matriz. Sempre que possivel, iremos juntando os registros visando compor uma nova teoria atomica.

Apesar de que o nosso conhecimento atual sobre o atomo ja’ e’ suficiente para que produzamos bombas que podem destruir o planeta, os modelos da Matriz esta’ sugerindo que o atomo tem ainda muitas caracteristicas desconhecidas. O atual eleito modelo atomico parece mais ser o modelo de um atomo morto, quando a Matriz esta’ sugerindo que o atomo apresenta em si todas as propriedades vitais. Pouco fiz ainda devido `a falta de tempo e tantos assuntos a desenvolver, mas apenas para se ter uma ideia da estranheza destas novas caracteristicas cito uma: a setima camada eletronica, quando tocada por um ou mais eletrons, apresenta as mesmas funcoes no atomo que um orgao denominado “figado” executa no corpo humano. Assim como estamos descobrindo que nossa mente sem tocar as particulas consegue dirigi-las ou alterar seus comportamentos, creio que chegara’ um dia em que a forca de nossa mente podera’ manipular atomos `a distancia, mesmo porque nossa mente e’ um sistema evoluido a partir do pre’-sistema atomico. Mas para chegar-mos la’ vamos ter que revolucionar nosso entendimento sobre o atomo, conhece-lo de verdade ja’ que dele quase nada sabemos ainda, e os modelos da Matriz podem vir a adicionar muitos novos conhecimentos, ate’ mesmo mudar totalmente o modelo teorico atual.

1) Teorizando o pre-sistema atomico; um novo modelo do atomo segundo a Matriz

     . Porque o atomo nao e’ um sistema, nem um proto-sistema, e sim um pre’-sistema? Mera classificacao temporaria para visualizar melhor a macro-evolucao, enquanto nao nos ocorre ideia e nomes melhores. O primeiro sistema real que a Natureza produziu foi o sistema biologico ou celular. O sistema biologico foi o produto evolutivo das configuracoes astronomicas, cuja organizacao material mais evoluida era o building block astronomico. Este de fato nao existia como sistema, ou seja, nao apresentava – ou nao “apresenta” – as conexoes entre as suas pecas, pois elas nada mais sao que as formas de um ciclo vital, e nao e’ possivel estabelecer um canal fixo de comunicacao entre duas formas ciclicas vitais de um mesmo individuo, ja que as duas nao podem existirem ao mesmo tempo. Mas mesmo que as conexoes fisicas entre as pecas nao existam, elas se conectam, assim como sabemos haver uma conexao entre a forma de Paulo-crianca com a forma de Paulo-adolescente. Esta inefavel existencia de uma organizacao material que nao e’ um sistema mas que apresenta todas as funcoes e caracteristicas de sistema vai chamar-se por ora, “proto-sistema”.

O proto-sistema foi/e’ uma fase na macro-evolucao. Estou mesmo suspeitando que foi uma das formas jovens do ciclo vital do sistema universal. E ele e’ descendente da ultima e mais evoluida organizacao material que existia quando ele surgiu: o atomo. Mais exatamente os atomos leves, menores, gazozos. O atomo parece ser um sistema: apresenta nucleo e periferia, todas suas partes estao conectadas entre si e cada parte executa uma funcao diferente, onde cada uma das sete camadas eletronicas executa uma das sete funcoes universais . Entao temos um problema: porque e como a Natureza teria avancado na direcao da construcao de um sistema, teria alcancado esse objetivo com o atomo, e depois teria regredido na direcao de um semi-sistema, como LUCA? Isto nao faz sentido.

Creio que a resposta sera’ encontrada aqui: antes de LUCA existiam apenas atomos leves, talvez ate’ mesmo um unico tipo de atomo, o hidrogenio, o qual tem um proton e um eletron, faltando o neutron. Preciso rever o hidrogenio para ver se tem as sete camadas eletronicas. Parece-me que o movimento orbital do hidrogenio e’ diferente dos outros atomos, que os dois se movem em circulo e nao um ao redor do outro. Se isto acontece entao ja’ esta’ explicado: aquele atomo nao era um sistema, pois nao tinha divisao entre nucleo e periferia.

Sabemos que os atomos pesados, solidos, com muitas super-particulas,  surgiram depois quando ja’ existiam as estrelas. E estes atomos pesados contem nucleo e periferia. Mas quando surgiram as estrelas, LUCA ja existia, ou seja, o proto-sistema ja existia. Teriamos entao que mudar a teoria dizendo que o primeiro sistema real criado pela natureza foi o atomico? A Macro-Evolucao teria encaminhado LUCA a produzir sistemas atomicos antes de produzir o primeiro sistema biologico? Ainda nao.

O atomo ja’ continha em si as instrucoes ou conceitos que viriam a surgir mais tarde nos seres ditos “vivos”.  Se os seres vivos sao sistemas constituidos das sete funcoes universais que de fato estao ali materializadas ou expressadas, na forma de orgaos, os atomos tinham orgaos abstratos que nao se expressavam continuamente e ao mesmo tempo. Os orgaos dos atomos estavam na forma das sete camadas eletronicas, porem elas eram apenas a metade da historia: cada camada eletronica torna-se um orgao funcional, ou expressa-se na forma de orgao especifico quando e’ tocada por um eletron ( ou quando tem completado a sua quantidade especifica de eletrons).

Entao o atomo – ao menos os tipos iniciais na evolucao – apresentam uma caracteristica muito curiosa. Voce ja’ imaginou como seria um homem que nunca apresentasse seu corpo inteiro num dado momento, mas apenas partes dele? Ou seja: num dado momento viriamos apenas um figado passando na rua, no momento seguinte aquele figado se transformaria num estomago… Realmente curiosa esta ideia: existiria um homem, mas todo seu corpo seria invisivel, com excessao da cabeca (nucleo) e de um orgao. Mas assim e’ o atomo de hidrogenio, que tem apenas um proton e um eletron.  Um atomo com dois eletrons apenas se tornaria na imagem de uma cabeca flutuando acima de um figado ligado a um estomago… 

Mas sabemos que a natureza e’ como nos homens: ela nao cria as coisas mais complexas ja’ prontas, ela faz a coisa passo a passo, metodicamente, assim como nos nao criamos os automoveis senao depois que tivessemos iniciado com as carrocas…

Enfim, para encerrar por hora este topico, chegamos a uma interessante ideia: O eletron em movimento dentro de um atomo, saltando de camada em camada, e expressando um diferente orgao ou funcao universal a cada camada que ele toca, assemelha-se aos dedos de um pianista, que ao tocar uma tecla expressa seu especifico tom musical.

Raios, assim tambem descobrimos que quando um piano e’ tocado por uma so mao, ele nunca se expressa por inteiro, aprentando apenas um som especifico a cada momento.

Bem, assim, vamos iniciando a construir nosso novo modelo atomico…

2) O que significa eletron subindo ou descendo camadas? Este fenomeno existente no nosso ancestral “atomo” viria a determinar os altos e baixos do nosso corpo! 

Ideia baseada no seguinte texto:

(Wikipedia) –  Electrons de Valencia:
Os electrões de valência têm a habilidade, como os electrões nas camadas mais interiores, de absorver ou libertar energia (fotões). Este ganho ou perda de energia poderá levar a que um electrão se mova para outro nível ou mesmo se libertar do átomo e da sua camada de valência.

-Quando um electron absorve/ganha mais energia, move-se para uma camada mais exterior dependendo da quantidade de energia o electrão contém e ganhou devido à absorção de um ou mais fotões

-Quando um electrão liberta/perde energia, então move-se para uma camada mais interna dependendo a quantidade de energia o electrão contém e perdeu devido à libertação de um ou mais fotões

Comentario pela Matriz:

Aqui vamos compreendendo mais um detalhe da forma como a macro-evolucao transformou o pre’-sistema atomico no proto-sistema LUCA. Eletrons ganhando energia vao subindo camadas, ou seja, se distanciando cada vez mais do nucleo e rumando para a periferia. Ora, num ciclo vital, ganha energia quem e’ novo, como um,baby e com esse ganho ele cresce. Com isso ele se distancia da mae, depois da casa materna, cada vez indo mais distante. Em LUCA, o individuo tem inicio na Funcao 1, que faz o papel da mae. O individuo vai se distanciando do nucleo e crescendo, e esse crescimento vai ate’ a fase de estrela, Funcao 6, quando ele adquire o maior tamanho possivel. Em termos humanos ele alcancou a fase de adulto pleno. Nesse percurso ele formou todo o lado esquerdo de LUCA.

Ora… a partir da fase de estrela, ou adulto pleno, o individuo comeca sua queda entropica. Cada vez ele vai mais se aproximando do nucleo, da Funcao 1. E’ obvio que o individuo esta’ perdendo energia. E assim ele desenha todo o lado direito do corpo de LUCA.

Entao podemos deduzir que estes dois movimentos dos eletrons no pre-sistema atomico evoluiram para os lados esquerdo e direito de LUCA. Com isso podemos inferir melhor o que esta’ acontecendo quando um eletron esta’ subindo ou descendo as camadas eletronicas. Sabemos que um eletron ascendente tem um corpo novo, faz os papeis das primeiras fazes da vida, ate’ o meio desta. E sabemos que os eletrons na direcao contraria possuem corpos idosos e fazem os papeis das ultimas fases da vida.