Posts Tagged ‘’

A FACE DE LUCA (3)

sexta-feira, maio 15th, 2009

Abril | 12 | 2009

The ” Last Universal Common Ancestral”: O Deus caido do Paraiso e Criador da Vida na Terra 

 “Teoria da Matriz Universal dos Sistemas Naturais e Ciclos Vitais” 

Bom site para se atualizar sobre LUCA:

http://www-archbac.u-psud.fr/Meetings/LesTreilles/LesTreilles_e.html

Para se entender o LUCA segundo esta teoria, e’ preciso antes recordar o que e’ um ciclo vital, principalmente o humano: 

Ciclo Vital Humano

Ha’ 200 anos, desde a fantastica ideia de Charles Darwin, existe um exercito formado por neo-darwinistas atacando em todas as areas – da biologia molecular `a geologia – revirando a lama de pantanos e lodo do fundo dos oceanos, `a procura da criatura microscopica que teria sido o elo entre o mundo inanimado e o mundo dos seres vivos. Denominado “LUCA”, sigla inglesa para “Last Universal Common Ancestral”, este se tornaria o personagem provocador da maior revolucao no pensamento humano de todos os tempos, quando, em uma isolada e solitaria incursao de um filosofo naturalista nas regioes mais longinquas, selvagens e ainda intocadas da Selva Amazonica (ultima testemunha ainda virgem dos eventos nas origens da Vida ), observando sistemas naturais e aplicando o metodo da anatomia comparada entre sistemas vivos e inanimados, foi obrigado pelas pistas e evidencias acumuladas a levantar a cabeca para o ceu e, deslumbrado, ver a… Face de LUCA. 

LUCA foi e continua a ser a obra da Natureza mais espetacular de todos os tempos! Ele existe mas nao existe ao mesmo tempo. Ele contem uma estrutura como a do DNA, como qualquer outro ser vivo, mas nao se trata do DNA. Ele ‘e um maquina perfeita, um verdadeiro moto-continuo, porem ele morre como qualquer outro ser mortal. A seguir mostramos um retrato falado desse ser mais influente sobre nossas vidas ainda hoje:        

LUCA - The Last Common Ancestral

 LUCA e’ um PROTO-SISTEMA formado pelas suas diferentes FORMAS de seu proprio CICLO VITAL.     LUCA e’ a unidade fundamental (building block) de GALAXIAS e reproduz-se como NUCLEOTIDEO, o building block ou unidade fundamental de informacao do RNA e DNA.

Para entender o LUCA que existe mas nao existe, e’ preciso lembrar um retrato falado de todo corpo humano  tal como o meu e o seu, quando nos tambem existimos mas nao existimos. A explicacao esta’ num fenomeno descoberto pelo genial Fisico Heisenberg: se voce fixa um objeto no espaco para poder ve-lo, jamais o veras no tempo, e vice-versa.  Como consequencia desta Lei, o mundo so pode ver seu corpo como crianca ou entao como adulto, nunca as duas formas ao mesmo tempo. Por isso nunca ser humano algum tinha visto LUCA, quando na realidade ‘e impossivel deixar de ve-lo a cada momento que abrimos os olhos!

E esta e’ uma consequencia do que se denomina “Ciclo Vital”: os corpos mudam, tem suas formas transformadas a cada milionesimo de segundo, ou seja, em cada menor fracao de tempo possivel ele perdeu ou recebeu pelo menos alguma nova particula. Vejamos um quadro do ciclo vital humano: 

  

 (Bem, aqui vai aquela imagem do Ciclo Vital Humano que esta’ la’ no comeco do artigo porque ainda nao sei como colar ou arrastar imagens inseridas para o lugar correto). 

… Um desses microbios que vivem apenas algumas horas, nascem e morrem dentro de um corpo humano, jamais acreditaria que o corpo-universo onde ele existe muda tanto de forma, a ponto de um baby tornar-se um anciao de bengala na mao. Qualquer deles juraria que o corpo humano surge da forma que ele e milhares de suas geracoes o conhecem. Vai dai que acreditar na teoria da geracao espontanea de tais formas e’ um passo errado porem logico. Pois nos estamos a milhares de anos vendo as formas de astros no ceu, e agora podemos ve-los com potentes instrumentos, e ainda estamos cometendo o mesmo tipo de erro logico: cremos que cada forma de astro celeste surge por geracao espontanea, ao acaso! Mas… segure-se na cadeira: eles sao tao vivos quanto nos somos, neste aspecto. As cinco ou seis formas diferentes de astros que conhecemos… sao as formas de morula, embriao, baby, crianca , adulto, e ate’ a forma do cadaver! Os astros  – apesar da aparente forma esferica sem maior significado, tambem nascem, crescem, tornam-se sexualmente ativos, se reproduzem, tornam-se anciaos e morrem como cadaveres!

Qual seria a verdadeira foto sua, se um pretendente extraterrestre na Internet espacial lhe pedisse? Se mandasse uma atual, nao iria lhe dar muita informacao sobre como e quem es. Se mandasse uma na forma de baby… Enfim, a verdadeira e correta foto para uma inteligencia de outro mundo entender e conhecer a especie humana teria que conter ap menos suas sete formas principais e dar alguma pista mostrando que uma se transforma na outra. mas nossos somos inteligencias de outro mundo em relacao as especies astronomicas… Entendeu? Porque nunca vimos nosso tata-tataravo que esta no ceu, esta `ca nossa volta por todos os lados que nos viramos, estamos dentro de seu fossil, e ele esta dentro de nos, no nosso codigo genetico… e nao sabiamos que ele existe!  

Mas ai’ voce ja’ esta’ inquieto  e se perguntando: ” E como e’ que voce ve LUCA… como sabe de todas estas coisas, se ninguem o ve?”

Raios!… Agora voce me pegou de calca curta… Pois olho para traz, a 30 anos passados e la’ no meio da selva, quando numa madrugada de noite estrelada, sai’ fora da barraca para olhar no ceu e ver LUCA, … foram tantas coisas que concorreram para este desfecho que eu nao sei como explicar…

De fato, que algum dia pudesse passar por uma cabeca humana a ideia de que planetas se transformam em pulsares e estes em estrelas, que um pulsar e’ “marido” de uma “quasar”, que astros despejam no espaco ovulos e espermatozoides como algumas criaturas primitivas despejam nas aguas dos oceanos… parece mesmo coisa de louco! Mas tambem pareceria louco aos olhos de todos os microbios que vivem hoje no meu corpo aquele que viesse dizer que um baby se transforma num adulto, que um corpo ‘e o marido de outro, etc. Armadilhas da Relatividade Geral.

E a seguir vamos mais longe mostrando a “alma”, ou “aura” de LUCA: 

(Bem, continuaremos a falar de LUCA neste artigo voltando aqui sempre que nesta vida quase sem tempo sobre algum tempo…)    

DIAGRAMA DO PROTO-SISTEMA “LUCA” - The Last Universal Common Ancestral

DIAGRAMA DO PROTO-SISTEMA “LUCA” – The Last Universal Common Ancestral

Nome correto de LUCA e suas siglas?

O Ultimo Ancestral Não-Biológico Comum a todos Sistemas Biológicos – UANBCSB

The Last Non-Biological Ancestral Common for all Biological Systems – LNBACBS