Posts Tagged ‘anatomia’

Anatomia comparada por computador aplicada na busca do elo entre planta e animal. Fractals.

quinta-feira, agosto 9th, 2018

xxxx

Weird Prehistoric Plant Turns Out To Be Weird Prehistoric Animal: Ediacarans

https://www.popularmechanics.com/science/animals/a22676728/weird-prehistoric-plant-animal/?utm_source=facebook&utm_campaign=socialflowFBPOP&utm_medium=social-media

The riddle of the Ediacarans continues.

Stromatoveris artist representation

(obs: ler tambem o artifo na Science em:

These half-billion-year-old creatures were animals—but unlike any known today

http://www.sciencemag.org/news/2018/08/these-half-billion-year-old-creatures-were-animals-unlike-any-known-today )

Analise do artigo pela Matrix/DNA:

“It’s easy to identify an Ediacaran through their unique bodies, which are branched fronds taking the shape of fractals. Looking like long tubes that could grow up to six feet, Ediacaran fronds also had sub-fronds which replicated these patterns.”

Obs: Na evolução universal fractals estão em todos os lugares onde existem sistemas naturais porque os sistemas são criados por uma formula a qual cria também seus sub-sistemas e os sistemas resultantes das reproduções dos sistemas. Quanto mais distante das origens, ou seja, quanto mais complexo, for um sistema, mais difícil se torna notar os fractals. Como estes organismos são muito antigos significando que estavam próximos das origens da vida, devem ter copiado melhor as formas do ancestral astronomico. As faixas da palmeira lembra as faixas da espiral galáctica.

“Looking to classify their animals into a phylum, Hoyal Cuthill and Han ran a computer analysis using anatomical features to reconstruct evolutionary relationships.”

Obs: o método que apliquei na selva usando como ferramentas apenas lápis e papel e desenhando figuras – a anatomia comparada entre todos os sistemas naturais, vivos como os organismos e não-vivos como o ambiente geográfico – pode agora ser mais eficiente porque tem a sua disponibilidade os recursos dos computadores, com sua analise das características anatômicas ajudando a reconstruir a historia evolucionaria.

” S. psygmoglena was actually a hardy Ediacaran, holding on to life while the rest of the species died out.How did they die out? How did S. psygmoglena survive? These questions had previously been settled, with the Cambrian explosion being the answer. If Ediacarans were plants, they died out after the Cambrian explosion brought forth animal life on an unprecedented scale to the planet.”

Obs: Isto significa que a Explosão Cambriana foi a expressão  de algum conjunto de informações genéticas relacionadas com a transformação de algumas plantas em animais, as quais, depois de terem atuado antes nesta passagem, voltaram a atuar trazendo o aspecto animal fortemente sobre a existência vegetal. Como a diferença esta nos cloroplastos, talvez a Explosão Cambriana tenha destruído os cloroplastos e plantas, e as resultantes se comportaram como animal, sem fazer fotossíntese e portanto, procurando alimento. 

Isto indica que temos de pesquisar melhor o que foi a Explosão Cambriana.

” They came to their conclusion through studying Stromatoveris psygmoglena,  a marine species first discovered in 2006 that dates back to around 30 million years after Ediacarans supposedly died out.”

Obs: pesquisar este nome.

” Like the Ediacarans, these tiny animals shared several repeated, branched fronds with a fractal internal architecture. “I began thinking: My goodness, I’ve seen these features before,”

Obs: Aqui esta o verdadeiro talento do investigador naturalista. Ao concentrar a atenção em detalhes que a maioria dos comuns nem percebem e ao refletir sobre eles, ocorre a forte memorização. E quando depois em outra investigação, outro campo, um detalhe observado lembra o que esta na memoria, e procurar conexões entre os dois detalhes e’ normal, de onde são descobertos os “padrões”, patterns, que fundamentam leis, mecanismos e processos naturais que se repetem por toda a Natureza Universal.  Esta cientista estaria boa para ter andado comigo na selva…

“It seems that these creatures belong to a completely unique phylum, somewhere between sponges and more complex animals with digestive cavities like worms.”

Obs: estudar a anatomia de esponjas ao lado de minhocas e ao lado de Stromatoveris para ver se descubro algo, o que e’ possível porque tenho a formula da Matrix/DNA.

” The Ediacaran organisms represent the first major explosion of complex life on Earth, and they thrived for 30 million years. Their demise has been linked to the appearance of animals in the Cambrian Explosion, Hoyal Cuthill says. But that simple explanation doesn’t work as well if Ediacaran organisms were animals themselves, and some were still alive tens of millions of years later. “It’s not quite so neat anymore,” she says. “As to what led to their eventual extinction I think it’s very hard to say.”

Obs: A Matrix/DNA sugere que – se realmente o Ediacaran teve suprimido ou inibido seus cloroplastos transformando-o em animal – alguns efeitos colaterais podem ter prejudicado a sua sobrevivência ate leva-lo a sua extinção. Então teria sido uma causa interna ao organismo e não uma causa externa do ambiente.

 

 

 

 

 

Porque o DNA desenhou a mao humana nesta forma

segunda-feira, abril 9th, 2018

xxxx

A formula da Matrix/DNA nos conduziu a surpreendentes descobertas sobre as maos humanas, que podes ver na categoria “maos humanas”.

Anatomia da Mao Humana

Anatomia da Mao Humana

Anatomia da Mao Humana

Human hands anatomy

Post no Facebook em 9/4/18:

Imita exatamente um building block do DNA porque ela foi feita por quem? Senao o DNA? E ela mostra exatamente como funciona o ciclo vital, porque este esta encriptado em cada building block, por isso o DNA da’ vida ao que cria . Toda cria tem imagem semelhante ao seu criador. Para entender: a palma representa a molecula de acucar na haste do DNA, 4 dedos representam as 4 bases e um dedo representa a base uracila, que e’ intermitente no codigo genetico. Veja como ela expressa o ciclo vital: a palma representa a mulher gravida ou utero da formacao; o mindinho e’ o baby, nascido da palma e quase inutil para fazer as coisas, o seguinte e’ o baby crescido como a crianca, o do meio e’ o jovem, o indicador e’ o adulto que conhece e indica a luz da sabedoria, o polegar e’ o velho encurvado, tambem desajeitado. Mas infelizmente o curriculum de Biologia nao ensina isso. Voce pode aprender googlando: ” A Matriz Universal dos Sistemas Naturais e Ciclos Vitais”.

Anatomia comparada entre sistemas naturais como imitação da anatomia comparada entre fosseis

terça-feira, março 13th, 2018

xxxx

A historia das origens e evolucao humana esta sendo decifrada pelo metodo da anatomia comparada entre fosseis. Assistindo aulas ou lendo livros de especialistas que montam esta historia vemos que se baseiam nas comparacoes entre face avancada ou face retraida, cranios maiores ou menores, caninos com desgaste nas pontas ou desgastes laterais, tamanhos de bracos e pernas para identificar se era um ser das arvores ou um terrestre bipedal, etc.

Lendo estes livros a noite toda nos porões das bibliotecas onde me escondia porque não tinha casa para dormir, e junto com os livros ora a favor da teoria da evolução, ou contra e a favor do criacionismo, percebi que havia uma lacuna na busca destes conhecimentos: o primeiro ser vivo completo e funcional foi uma célula biológica, a qual era um sistema, e não uma massa de átomos ou uma parte de sistema. Esta célula já trouxe consigo o método de reprodução por transmissão genética. N ao se conhecia ( e ainda não se conhece), quais as origens desta célula e do processo genético. Então me perguntava porque não utilizavam o mesmo método da anatomia comparada para aplica-lo na comparação entre todos os sistemas naturais para assim decifrarem estas origens e historia como faziam para decifrar a historia da evolução humana? Não fazia sentido, parecia uma falha infantil, e se ninguém fazia isso, eu poderia tenta-lo, apesar das faltas de recursos e da falta de tempo investido na luta pela sobrevivência. Fiz e deu no que deu: A cosmovisão da Matrix/DNA. Simples assim. não tem nenhuma revelação ou reivindicação extraordinária requerendo prova extraordinária, não tem nenhum golpe de gênio, o que tinha era uma certa falta de vontade de buscar a verdade.

Diferenças no trabalho entre Darwin e o autor da Matrix/DNA Theory

segunda-feira, setembro 11th, 2017

xxxx

Tem pessoas adiantando que estou me comparando a Darwin. Entao copio abaixo uma resposta que enviei a um destes criticos ( e a registro aqui porque com certeza tereii que envia-la a outros mais):
There are differences:
1) We both applied comparative anatomy, but, he applied the reductive method, working details, I applied systemic method, searching the division, location and relationships among systems, starting with the whole biosphere as unique system and calculated the reverse of evolution, arriving to a point. Then the point pointed out to the solar system, so, from the point I went to the whole Universe, applying now comparative anatomy and reverse mechanisms of evolution between living and non-living systems (atoms and astronomic systems): Here I discovered the mechanisms of cosmological evolution and that these mechanisms continuing to driven biological evolution. Darwin did not perceive it. So, I re-calculated evolution applying the Darwinian mechanisms plus the cosmological mechanisms. The final results explained all gaps in Darwinian theory.
2) The idea of evolution was existing before Darwin’s travel to the field, at the tropics. He went to confirm the idea. The idea about an evolutionary link between cosmological evolution and biological evolution, and the idea that those non-biological systems linked evolutionary to biological system must be formed by the same biological formula (an ancestor of DNA); the idea that the building blocks of galactic systems has expressed or not the seven properties of life; and the final idea that in fact, there is no evolution, but, merely, a universal process of reproduction of the thing that triggered the Big Bang… these ideas were nowhere at my time, never existed before, and till now I am the unique human being with these ideas and formulas, models, supporting them. plus 1.600 evidences enrolled at my website and lots more at home, and hundred of previous predictions from 30 years ago confirmed by data obtained by official Science. Neither I had these ideas before going to the field, it was the pure nature never touched by human beings that suggested them. My unique idea before was that the first cell system was the first complete and real living thing, systems only comes from prior systems, less evolved or not, biological or not, and nobody in any time has searched a system when searching the cause of life’s origins. I went searching such system that, probable, was inside the primordial soup.
3) Darwin worked limited to the planet Earth and stood in the field 4 years: he discovered micro-evolution, 3,5 billion years old, because biological evolution is micro: I stood in the field 7 years, putting all time the whole universe on the table when drawing and calculating my models, i worked with universal macro-evolution which is 13,8 billion years old;
4) There are ideas that you suspects it is real, you work hard on it, sometimes given your life for it, you build a new theory, but, reality approves one idea and not approve others. Biological evolution is approved already, Darwin was lucky. Universal evolution still is not approved and can be debunked ( I am almost convinced that it will not, but, not sure yet), I will lose. Still I will leave my contribution: nobody will do the same mistake again.