Posts Tagged ‘big data’

A Retroalimentação Cientifica Reducionista Impedindo a Ampliação do Conhecimento Alem do Debilmente Perceptível

quarta-feira, fevereiro 20th, 2019

xxxx

Uma frase de Bill & Melinda Gates Foundation é fundamental:

“We like to think of data as being objective, but the answers we get are often shaped by the questions we ask. When those questions are biased, the data is too.”

“Nos gostamos de pensar sobre levantamento de informações como sendo objetivos, mas as informações que obtemos são geralmente formadas e selecionadas pelas questões que nos perguntamos. Quando estas questões são tendenciosas, as informações são também.”

Grande intuição e despertar na Fundação Bill e Melinda Gates! Só falta agora extrapolarem esta intuição para perceberem como e porque o nosso método cientifico reducionista atual e a tecnologia produzida por ele são um circulo vicioso se retroalimentando dentro uma faixa reduzida do amplo horizonte natural.

Esta frase esta’ no link:

https://www.gatesnotes.com/2019-Annual-Letter?WT.mc_id=02_12_2019_04_AL2019_MG-FB_&WT.tsrc=MGFB&WT.mc_id=20190212130700_AL2019_MG-FB&WT.tsrc=MGFB&linkId=63501570

As questões dos atuais financiadores da pesquisa cientifica – capitalistas privados e seus “governos” – aos cientistas é comumente “o que pode dar mais lucro, ou, como vamos lucrar com isso?”

A intenção por traz desta questão é inconsciente já que e uma armadilha terrível preparada para os próprios capitalistas. Essa questão conduz a Ciência a se afastar do objetivo de estar a serviço do humano para estar a serviço da maquina estupida astronômica que gerou nossos corpos e ainda domina nossa genética, cuja intenção, também inconsciente, e reproduzir-se aqui na forma da biosfera que funcione como uma maquina, onde o se seres vivos são apenas peças dela. Esta intenção conduziu insetos sem intelecto a montarem seus sistemas sociais – como as formigas, abelhas – estagnados para a evolução e onde os mais poderosos, como a rainha, se tornam escravos do próprio sistema.

Não é a questão que estava na mente dos fundadores do método cientifico, os pais do Iluminismo. Sua meta era erradicar as crenças produzidas por equivocadas e mal intencionadas interpretações da Natureza visando a dominação de ovelhas e lobos pelos leões (como agentes inconscientes da maquina), para tirar o grosso da humanidade da miséria e debilidade vital em que encontram. Então suas questões eram diferentes: “Qual o beneficio dessa pesquisa para a humanidade como um todo, ou o que devemos pesquisar para beneficiar resolvendo os atuais problemas da maioria da humanidade?”

São duas intenções modelando questões que buscam dois tipos diferente do conhecimento.

Mesmo a questão dos pais fundadores não era a mais nobre, sob a perspectiva de uma possível existente consciência cósmica. Enfase em beneficiar a maioria da população – os 51%, ou mais – significa beneficiar e retroalimentar a tendencia na acomodação termodinâmica inerte do instinto das massas, das presas, já que estas são sempre a maioria em números. Iriamos todos no rumo da extinção da mesma forma. E beneficiar a “humanidade” seria conduzi-la a outro destino suicida, já que a humanidade e uma forma provisória da evolução que tem de ser transformada em nova forma, superior. Portanto o conhecimento buscado por essa questão iria sempre afastar de nos o nosso ponto de transcendência dessa humanidade.

Então qual seria a questão com a intenção mais sabia, para conduzir mais sabiamente a humanidade ao destino de se aproximar e se tornar cada vez mais a consciência cósmica?

A questão ” Como essa pesquisa pode nos levar a transcendência do conhecimento atual” ?

Acho que também não, porque viveríamos mais como espíritos que homens, enquanto ainda somos homens e portanto, tendo que sobreviver na biosfera da Terra como homens e não como espíritos, com a melhor tecnologia possível.

A meu ver, a questão mais sabia seria aquela cuja intenção seja a de corrigir o limitador conhecimento produzido pelo método cientifico reducionista, principalmente buscando como inserir o fenômeno da luz natural nas pesquisas, sejam da Física, da Química, da Biologia, da Medicina e da Produção Econômica. Nos temos que acelerar a evolução dos nossos sensores naturais e instrumentos científicos que por enquanto apenas captam a faixa da luz visível, para realizar incursões nas outras seis faixas e suas novas dimensões naturais. Isto aumenta o custo para o financiador, adia o prazo dos resultados, ou seja, os atuais não participarão, então é preciso buscar outras formas de se auto-financiar estas pesquisas. A Ciência cooperativista comunitária? Não sera fácil pois teria que ser feita a revelia e reação negativa agressiva do “governo”, já que iria contra a supremacia dos produtos e interesses dos capitalistas e das ditaduras comunistas.

A questão com a intenção sabia tem que passar sim, pela busca da instalação do paraíso num planeta ajardinado, e isto é possível instalando um sistema de produção/consumo fechado em si mesmo na configuração da formula natural para sistemas fechados. Mas como isto levaria ao pior destino, a estupidez do zumbi sem permitir o acesso da substancia da consciência cósmica, sera’ preciso uma outra questão antes. A questão sobre a atual visão do mundo e dos valores humanos que dela são extraídos. Uma nova visão do mundo que enfatize os valores do estado pós-transcendência pode manter em constante atividade inquiridora do ser confortavelmente suportado por uma ambiente ideal. Uma nova visão do mundo que descubra os mecanismos e Leis naturais ainda desconhecidos, como o Principio natural da Solidariedade, um mecanismo que demonstra que a transcendência só sera obtida pela cooperação ao invés da competição, a qual sempre leva ao caos. E para isso essa nova visão de mundo que revelar os mecanismos variáveis que ainda são desconhecidos pela teoria da evolução por Darwin, o que a Matrix/DNA soube fazer.

Então como responder a Bill e Melinda Gates?

” Por favor, nos informe sobre qual método e quais as questões que seu dinheiro vai dirigir a busca de “dados”. Para detectar como sua intenção é “biased”, qual intenção ela encobre. Para que possamos debater esta intenção. As vezes, quando se tem fé absoluta que escolhemos a melhor intenção para o beneficio dos pobres e da humanidade, essa intenção pode estar conduzindo a humanidade a piores destinos.”  

Mas o fato importante aqui é registrar a frase de Bill & Melinda Gates, pois ela desmascara o que equivocadamente esta’ sendo considerada como a sagrada ciência