Posts Tagged ‘cultura’

Desconstrucao da Cultura Tradicional Predatoria: “Armandinho”,… um Aliado?

quarta-feira, fevereiro 20th, 2019

xxxxx

Alexandre Beck, com suas tirinhas do “Armandinho”. Uma aguda perspicácia pelas hipocrisias praticadas pelas pessoas em geral, uma coragem de afrontar os poderosos nas suas hipocrisias – como os militares, os medicos, etc –  denunciando-as na forma de desenhos, tirinhas, tentando impregna-las com o humor para captar atencao. Com isso esta sendo ameaçado e atacado agressivamente pelos militantes destes poderes, mas continua determinado a continuar. Merece nosso acompanhamento e algum suporte, pois isto ajuda na missão de auto-exorcizar os tres instintos animalescos da psique humana.

https://revistatrip.uol.com.br/trip/o-pai-do-armandinho-o-menino-de-cabelo-azul-que-reflete-sobre-arte-a-politica-e-direitos-humanos?

O pai do menino de cabelo azul

“Uma amiga feminista negra me ensinou o que é o sentimento de uma mãe ao ensinar seu filho negro a se comportar na frente de agentes de segurança: não correr, não fazer movimentos suspeitos. Não imaginava essas reações negativas, negando a realidade, afinal eu já tinha publicado outras tiras mais ‘complicadas’ para um leitor conservador”

Matrix/DNA: Claro que isso é fato, é realidade. O que leva uma psique a se irritar e tentar evitar que a realidade seja dita e lembrada dentre o povo? O instinto predador na sua voraz obsessão de manter sua ordem no seu territorio, entre lobos e presas. E o leao fica ainda mais preocupado quando um discurso pode conduzir os lobos – seus capatazes na manutenção da ordem – a refletirem no que estao de fato fazendo, e como lobos são mais fracos que leoes na ideologia, isto pode balançar o comando.  Entao existe uma patrulha predadora vigiando e se manifestando. Como isso retarda a evolucao humana, é preciso buscar uma estratégia para minimizar os efeitos e poderes dessa patrulha. Sem confronta-la diretamente, claro, pois não se cutuca leao com vara curta.  

“Se todo mundo encarasse o mundo como uma criança, tudo seria mais simples. Nós precisamos aprender, ninguém nasce pronto. Sou da filosofia, área inquisitiva por excelência, e ainda assim demorei para me dar conta: nós não notamos nossos privilégios e, ao mesmo tempo, nossos obstáculos para entender o outro”, acrescenta Janyne.

Matrix/DNA: Investir algum tempo do intelecto imaginando-se uma crianca observando o comportamento das pessoas, perguntando-se curiosamente “porque” agem desta maneira, é uma boa estrategia para captar as hipocrisias da cultura predadora e do instinto da presa.

xxxx

Com poucas imagens e pouquíssimo texto, Alexandre leva o leitor a perceber diversas coisas e ainda retira dele um bom sorriso que vem junto com o pensamento: e não é verdade?”

xxxx

“Eu me considero afortunado, de verdade. A vida passa muito rápido, sempre digo. Então, a gente deve fazer da vida algo que possa trazer um bem para o mundo. Não viver uma vida egoísta, mesquinha, porque daqui pouco a gente vai embora. Fazer do mundo um lugar um pouquinho mais justo e humano. É o mínimo.”

xxxx

( Pesquisar no Google: Alexandre Beck Armandinho. Tem canal no Youtube. Para estudar apoio e contacto)

 

Entendendo como funciona e aumenta a atual divisao entre ideologias

sexta-feira, janeiro 25th, 2019

xxxx

How the Covington Catholic firestorm reinforced America’s divisions

https://www.msn.com/en-us/news/us/how-the-covington-catholic-firestorm-reinforced-americas-divisions/ar-BBSJVro?ocid=spartanntp

The  ongoing culture war.

… in this deeply divided America, most people live, work, learn, worship, protest and play inside of bubbles filled by people much like them. We all tend to like and hold in greater esteem people who are like us, people in our “group.” That dynamic contributes to clashes when the bubbles collide, resulting in viral moments of which no one should be proud and raising tensions around unstoppable demographic and social change.

“Everyone wants their side to be good, to be right, and the other to be clearly bad,” Motyl said. “But since we don’t watch the same news, we don’t read the same information and we don’t talk much to people with other perspectives, it’s as if we are actually living in different worlds where no one has really grasped the truth.”

… since the 1990s, something dramatic has taken shape: People’s average esteem for those who share their views has grown to around 90, while mistrust and “coldness” toward those who do not have slipped to an average of 10. Those on the other side of the political spectrum are no longer regarded as simply different but potentially evil or disreputable, many attributed the worst possible motives to those offering differing interpretations.

Starting in the 1960s, many white Christian conservatives left the Democratic Party for the Republican camp in opposition to expanding civil rights to African Americans. They rejected the race mingling and other social changes that would follow. And by the 1990s, when opposition to abortion, gay rights and later gay marriage ranked among the chief political concerns of conservative white Christians, right-leaning Catholics began to join this fold. At the time, white Christians represented a true majority. As recently as 2008, white Christians — Catholics and Protestants — made up 54 percent of the country. Today, that figure is 42 percent.

 

 

Show em video sugere como anda a mente da classe media do primeiro mundo: nihilismo?

sábado, novembro 17th, 2018

xxxx

Um bom momento como amostra do que se passa na cabeca e cultura da classe media do primeiro mundo. Nihilismo?

https://www.youtube.com/watch?v=F9pPgBlg4Ks

Bring Me The horizon – Shadow Moses (Royal Albert Hall)

Can you tell from the look in our eyes
We’re going nowhere?
We live our lives like we’re ready to die
We’re going nowhere
Can you tell from the look in our eyes
We’re going nowhere?
We live our lives like we’re ready to die
We’re going nowhere
I thought I buried you and covered the tracks
You’ll have to take this with your cold dead hands
I thought I buried you, what’s dead can never die
I thought I’d cut you loose, severed the feeling
I slipped through the cracks, and you caved in my ceiling
I thought I buried you, what’s dead can never die, fuck
Can you tell from the look in our eyes We’re going nowhere? We live our lives like we’re ready to die We’re going nowhere You can run, but you’ll never escape Over and over again Will we ever see the end? We’re going nowhere This is sempiternal Will we ever see the end? This is sempiternal Over and over, again and again Rise from the dead you say “Secrets don’t sleep till they’re took to the grave Signal the sirens, rally the troops Ladies and gentlemen, it’s the moment of truth” Can you tell from the look in our eyes We’re going nowhere? We live our lives like we’re ready to die We’re going nowhere You can run, but you’ll never escape Over and over again Will we ever see the end? We’re going nowhere Can you tell from the look in our eyes We’re going nowhere? We live our lives like we’re ready to die We’re going nowhere You can run, but you’ll never escape Over and over again Will we ever see the end? We’re going nowhere This is sempiternal Will we ever see the end? This is sempiternal Over and over, again and again

 

Desconstruindo a Cultura Matrix Predatoria: Welcome to Reality

sábado, janeiro 20th, 2018

xxxx

As informações que servem de nutrientes para o crescimento deste nosso feto de consciência só podem ser informações verdadeiras sobre os fatos, fenômenos e eventos da natureza universal. Como em toda infância, este feto de consciência interpretou tudo errado do mundo real, conversando com amigos fantasmas imaginários e impregnando todos objetos e adultos com uma aura magica. Entrando na segunda fase da infância, essa aura magica obteve um nome: Absoluto acaso magico. Aqui nesta cosmovisão da Matrix/DNA, estamos saindo das fases da infância, entrando na fase da criança, que vai aprendendo de tombo em tombo a substituir as causas magicas pela dureza do mundo real, que vai aprendendo a real procedência das coisas, e com isso tem que reinterpretar tudo no mundo. Como o nascimento do Universo se deu por uma explosão se estamos vendo similar evento no nascimento do homem acontecendo por um ato de fecundação? Então houve algo parecido com um bang, Porem a interpretação da geração anterior estava errada, precisamos consertar isso `a luz da realidade que vemos aqui e agora. Por isso temos aqui um capitulo dedicado ao estudo, `as estrategias, e ao desenvolvimento da desconstrução da cultura matrix do predador que tem dominado a mente infantil humana. Isto apenas se faz indo a fundo na natureza universal, em cada fenômeno e evento, e tentando arrancar de la a verdade, pois apenas a interpretação comprovadamente verdadeira pode ser o antidoto para as falsas interpretações arraigadas com vírus memeticos nos cérebros humanos. Estamos já sugerindo a hashtag desta bandeira:

Slogan do Capitulo: ( apenas penso em refazer a gravura, colocando como portão de fundo um portão de templo dando para um lugar iluminado, reino da sabedoria)

Desconstruindo a Cultura Matrix Predatória:

Welcome To Reality 

Desconstruindo a Cultura Predatoria

Bem Vindo `A Realidade

Desconstruindo a Matrix Cultural Predatoria

quarta-feira, novembro 8th, 2017

xxxx

” How do people know how to separate their own thoughts from the images imprinted on their brains by the machine?”

http://www.newphilosopher.com/articles/tune-in-tomorrow/

Tune in tomorrow

by Antonia Case on October 13, 2016
Matrix/DNA: ” O problema e’ que existem duas “machines”: a cultura milenar criada e alimentada pelos predadores humanos, e; a reproducao genetica do LUCA-maquina. Como combater as duas ao mesmo tempo, se a primeira esta alicercada na psique herdada dos animais, e a segunda ainda esta iniciando a ser imprimida?
xxxx

Memes: uma cadeia de causas e efeitos mentais, culturais, paralela `a cadeia de causas e efeitos geneticos.

segunda-feira, outubro 9th, 2017

xxxx

Inspirado no video: https://www.youtube.com/watch?v=DJhRONl7JEw

na altura do momento: 48:16

Memes sao as acoes dos genes-conscientes, ou seja, humanos, no nivel social e no seu nivel abstrato, cultural. Significa que o Sistema social e’ uma auto-projecao de um organismo/sistema, onde atos praticos na materia se tornam atos abstratos no social ou cultural.

Um importante fator a notar e’ que as pilulas anticoncepcionis e a camisinha, criadas pelos genes-conscientes, seguem uma direcao oposta aos genes biologicos, pois  interferem contra a tendencia genetica de se auto-reproduzir na maior quantidade possivel. Isto significa  que, enquanto a genetica foi produzida pelo caos e simplesmente segue as regras do caos sem planejar futuros, a mente humana criando os memes como a camisinha tenta mudar os atos do caos para atos de ordem, fazendo com que o fluxo da ordem se levante do caos.

Por outro lado foram projetados no nivel intermediario da psique ( intermediario entre genes biologicos e genes conscientes), os memes que vieram do caos, do animalismo, conhecidos como instintos primaries, selvagens, os quais  insistem em se manterem modelando todos sistemas sociais prioduzidos pela humanidade ate’ agora.  Como as tres tendencias instintivas: !) a grande ou 2) medio predadores,  e, 3) a presas. Para trazer a humanidade e o ambiente terrestre a um estado de ordem e’ preciso exorcizar estes memes vindo do animalismo caotico.

A cultura humana foi produzida pela sua biologia, porem, já existia cultura nas estrelas – revela a Matrix/DNA

sexta-feira, setembro 1st, 2017

xxxxx

Bom artigo sobre origens e desenvolvimento da cultura humana, defende a tese de que a biologia é a causa produtora da cultura. Por meu lado, fui consultar a formula da Matrix/DNA e conclui que a cultura humana esta’ para o sistema social humano assim como a identidade dos sistemas naturais estão para os sistemas, portanto, o que se entende por cultura já existia antes das origens dos sistemas biológicos. Postei um comentário explicando isso no artigo, o qual vai copiado abaixo do link:

O ser humano como um animal biologicamente cultural

https://universoracionalista.org/o-ser-humano-como-um-animal-biologicamente-cultural/?utm_medium=botao&utm_source=ur&utm_campaign=onesignal

O ser humano como um animal biologicamente cultural

Louis C. MorelliLouis C. Morelli – 1/9-set/2017

Good food for thought! Mas eu acrescentaria algo ao artigo. Dizer que a cultura é biológica leva a crer que a biologia criou a cultura pela primeira vez na Natureza, mas vou buscar fatos no passado quando ainda não existia a biológica organização da matéria para sugerir que cultura veio antes, seria uma constante universal. A formula universal para todos os sistemas naturais sugere que cultura é um nome para outra coisa existente mais profunda: a identidade de um sistema natural qualquer.

Como a formula demonstra, sistemas são o conjunto de partes especificas e funcionais inter-conetadas dentro de um involucro qualquer. A soma de informações de cada parte gera o sistema que tem mais informação do que todas suas partes separadas. Porem, como estas partes interagem entre si gerando sub-partes que também interagem, mais informações internas são geradas, as quais não são agregadas `as partes, porem são acrescentadas ao conjunto total de informações que é o sistema. Com isso, o sistema gera uma identidade própria, diferente e muito maior que a identidade de cada parte.

E’ esta identidade de sistema que controla o equilíbrio interno ( que vem da evolução do equilíbrio termodinâmico nos sistemas “não-vivos”) entre todos os seus elementos. E isto acontece em qualquer sistema natural, desde os mais simples como átomos, sistemas estelares, galácticos, vegetais, bacterianos, etc. Pois esta identidade destes sistemas simples, muitos antes da biologia aparecer, que evoluiu para cultura quando a humanidade criou sistemas sociais.

Vendo ” cultura” por esta perspectiva se entende melhor este fenômeno, pois vamos buscar suas raízes, suas causas primeiras desde o Big Bang. E assim encontramos explicação para algo que é dito no artigo mas fica difícil de engolir: que novos genes são produzidos para encaminhar ao homem cultural. Não se trata de novos genes, a função e seu mecanismo já existia disponível na nossa herança dos sistemas não-biológicos, bastava expressa-la. E também acabamos de criar outra definição para cultura: é a identidade de um sistema. Cultura também pode ser a sua mente em relacao ao seu corpo como sistema, ou ainda, cultura é uma espécie de software que permeia um sistema natural físico, o qual é o hardware. Mas tudo isso que digo é resultante da minha interpretação dos modelos teóricos da Matrix/DNA Theory e posso estar cometendo erros de interpretação.

xxxx

O paragrafo notável do artigo que revela sua tese da cultura como produto biológico é o seguinte:

”  O ser cultural do homem deve ser entendido como biológico. Há mais do que um jogo de palavras na afirmação de que o homem é naturalmente cultural, ou ainda, de que a chave para a compreensão da natureza humana está na cultura e a chave para a da cultura está na natureza humana. O homem é a um só tempo, criatura e criador da cultura. Nas palavras de Morin (1973, p. 92), “o que ocorreu no processo de hominização foi uma aptidão natural para a cultura e a aptidão cultural para desenvolver a natureza humana”. Desse modo, “desaba o antigo paradigma que opunha natureza e cultura” (p. 94). Entretanto, apesar da força do argumento, mesmo várias décadas depois, ainda não se foi muito adiante.”

Natural ou Cultural: De onde vêm nossas aptidões e comportamentos?

sábado, junho 18th, 2016

xxxx

Um artigo com link abaixo toca numa importante questão existencial humana. Porem mais uma vez vemos que os investigadores científicos se espraiam nas superfícies dos fenômenos naturais, teimando em resistir a não entrar mais fundo para entender as raízes destes fenômenos, como estamos fazendo na Teoria da Matrix/DNA. Portanto, tambem não pude resistir a postar um comentário no artigo, o qual vai transcrito abaixo. Claro que a amplitude da minha abordagem causa desconforto aos superficiais, cuja reação e’ a de ignorar o básico pois isto mantem a ilusão do conhecimento.

O tema e’ importante como se pode ver pela questão inicial que ele propõe:

“um dos campos mais debatidos atualmente (em meio científico) e’  o problema do Natural versus Cultural, ou seja, o que o ser humano aprende, ou decorre do meio, versus o que é biológico, ou genético.”

Natural ou Cultural: De onde vêm nossas aptidões e comportamentos?

http://www.universoracionalista.org/natural-ou-cultural/

E o meu comentário enviado ( aguardando moderação):

Esta questão está resolvida pela Matrix/DNA World View, mas as duas visões misticas – deísta e materialista – impedem-nos de entender a solução. O primeiro DNA formado na Terra já veio com necessidades, tendencias ou instintos. Então onde e como começaram estes fenômenos naturais? Nos bilhões de anos de moléculas simples evoluindo na abiogênese? O racional e’ procurar na matéria do estado físico e anatômico do mundo dito não-vivo que criou estas moléculas, onde estavam os cepos primitivos que evoluiram para estas propriedades. Então encontramos lá, as sete forças naturais, e divididas em dois grupos, as negativas e as positivas. Por exemplo, a força centrifuga da expansão de uma onda de luz em meio a substancia espacial (dark matter) evoluiu hoje no humano na tendencia a obesidade, a necessidade extrema da gula, a ambição, a extroversao, etc. Ela fez as moléculas crescerem ate tornarem-se proteínas. A sua simétrica oposta, centrípeta de compressão, produziu no humano a introspecção, a timidez, etc. Todos os detalhes da carga genética e da cultura podem ser vistos nas suas raízes nascendo junto com o nascimento desta natureza universal. E sem conhecer isto nunca se entendera o que são.

E as características superiores de estados mentais como as emoções, sentimentos, que emergiram com os humanos? Ora a resposta esta debaixo de nossos narizes: um feto humano apenas emerge a consciência aos 6 ou 8 meses quando o cérebro esta formado para manifesta-la. Isto significa que a propriedade da consciência esteve presente como latência potencial durante 13,7 bilhões de anos esperando a evolução formar um cérebro com cortex cerebral. Como ela ja estava em potencial no DNA do feto desde o instante da fecundação.

Estas forcas estavam e formavam este sistema astronomico que evoluiu para sistema biológico, elas modelaram a carga genética que perpassou todas as especies biológicas. Mas quando não paramos ai,  nos aprofundamos mais no passado, vemos estas  forcas modelando os sistemas atômicos ( as forças nucelar fraca e forte, as forças moveis eletrônicas ou periféricas, etc.). E descendo ainda mais vemo-las compondo os vortices quânticos que pipocavam no limiar do Big Bang. E estes vortices surgiam pela resistência da dark matter ‘a expansão das ondas de luz deflagradas com o Big Bang. Um mero olhar de um onda e vê-se as sete forças ali, vindas do antes e alem do Big Bang.

Nos somos filhos diretos de uma maquina, a mais perfeita possível para a Natureza, tanto que ela e’ descrita pela mecânica Newtoniana. Esta maquina-sistema natural foi descoberta, temos sua completa anatomia e significados. O pensamento cientifico moderno ainda não atinou para soluções a questões deste tipo porque tornou-se to mistico quanto uma religião: separam a evolução cosmológica ( do Big Bang passando pelos sistemas atômicos e chegando nos astronômicos) da evolução biológica ( primeiros aminoacidos ao primata ancestral do homem). Separam a História Natural Universal em dois blocos sem nenhum elo evolutivo entre os dois, produzindo-se um vácuo no meio o qual tem que ser preenchido com o apelo ao milagre… a Vida teria surgido por acaso e não que  Universo, desde antes de sua origem estava tunelado como a placenta para produzir a Vida. Voces nunca vão entender de fato  carga genética e a cultura enquanto não se livrarem equivoco infantil. Este assunto levantado pelo Universo Racionalista daria um bom debate conosco da Matrix/DNA, desde que haja de fato a vontade de aprender a realidade e não aderir ‘a moda do pensamento dominante numa época temporária.

xxxx

E estendendo o assunto….

Não vamos saber oque somos enquanto o pensamento cientifico insistir neste erro crasso de nos separar da nossa real Natureza ( o que a Teoria da Matrix/DNA já compreendeu e resolveu). Os comportamentos instintivos são herdados dos primatas que foram herdados de metabolismos primitivos da primeira célula viva que foram herdados das forças naturais deste sistema natural que nos criou e dentro do qual existimos: este sistema astronomico. E estas forças de sistema vieram dos primeiros instantes do Universo, constando das 7  forças básicas que compõem uma completa onda de luz emitida como um vortex espiral.

Quanto ao comportamento desenvolvido pela experiencia humana – denominado cultural – e~o resultado da competição entre dominância e recessividade entre o geneticamente herdado da natureza bruta mais a agregação da entidade do sistema universal, o qual esta produzindo através dos nossos cérebros isto que denominamos :auto-consciência.

A nossa herança genética vem de um sistema fechado em si mesmo que funciona como uma maquina perfeita, tanto que e’ descrito pela mecânica, e Newtoniana. Em contraposição ao estado de sistema aberto em que os sistemas biológicos se tornaram, essa herança nos passou o gene egoísta e podemos ver na sua anatomia o fenômeno da existência de predadores e presas, protagonizado pelas suas partes internas. Os sistemas sociais de abelhas, formigas, imitam exatamente a configuração do sistema astronomico, e os humanos tem a liberdade de escolher entre os desígnios da materia bruta ou os designios da entidade consciente universal, que e’ tornar nossos cerebros o melhor equipamento e placenta para gestar este feto de conscienvia que carregamos, e dos quais somos como que genes

Desconstrução da Cultura Predatória Matricial de 10.000 anos: O Aliado NewsInsideOut.com

quarta-feira, abril 20th, 2016

xxxxx

https://newsinsideout.com

Launched in December, 2014, NewsInsideOut.com has begun its mission to expose a media-built matrix of fabrications being promoted against the public interest.

Backed by a cooperative of Truth journalists citing contractual rights to mainstream access, NewsInsideOut.com offers investigative reporting, news and opinions turning the matrix of manufactured consensual reality inside out. Reports from the site deconstruct memes (evolutionary principles in the spread of ideas and cultural phenomena) whose ongoing production was identified as a de facto mission of the current mainstream.

NewsInsideOut.com  represents a deliberate attempt to ensure that news from Truth movement journalists such as Jon Kelly and Alfred Lambremont Webre reaches a wider public arena in the mainstream media. Both Kelly and Webre have defined current YouTube, Facebook, and website presences known throughout the awakened communities. The NewsInsideOut.com site is focused on professional news publishing operations providing grounds for digital syndication (the means by which stories enter mainstream news outlets including radio, newspapers and television.

NewsInsideOut.com interviews and articles are in furtherance of our journalistic mission and protection from governmental interference under the First Amendment to the Constitution of the United States of America, the Charter of Rights and Freedoms of the Canadian Constitution, and the Magna Carta (UK) and are an absolute prohibition and bar to any imposition, criminal, equitable, common law, admiralty law, civil to NewsInsideOut.com‘s publication of true facts.

Desconstrução da Matrix/Cultura Virtual Predadora de 10.000 Anos

sexta-feira, abril 8th, 2016

xxxxx

O felino esperto método para manter o povo passivo e obediente é estreitar os limites do espectro de opiniões aceitáveis, mas dentro deste espectro, permitir toda liberdade de acaloradas discussões. Isto passara’ a impressão de que existe liberdade de expressão. ( Noam Chomsky)

No intuito de desmanchar o mundo todo errado que ai’ esta’ e construir um novo e diferente mundo no seu lugar, tem-se que elaborar estrategias para a desconstrução da cultura tradicional milenar.

Um exemplo desta restrição de aceitáveis assuntos se diz respeito ao assunto da macroeconomia, ou economia globalizada. Porque como e quando se imprime o dinheiro, em cada pais? Para as mãos de quem vai este dinheiro quando sai das maquinas de impressão? Quais são as principais pessoas/como agentes econômicos que começam a atuar nesse dinheiro? E etc… Ora, vê-se milhares de noticias nos jornais todos os dias sobre operações financeiras, comerciais, etc., as quais lidam com poucos valores em dinheiro. O grosso do dinheiro – que e’ o que deveria interessar a todas as pessoas do mundo, desde a faxineira ao padre, já que pautaram sua vida na ” busca pelo dinheiro” – nunca e’ comentado. Nos temos que fazer vazar estas informações desde sua fonte inicial.