Posts Tagged ‘dimensoes’

Criaturas das outras seis dimensoes vivendo em nosso espaco e vestindo roupagens feitas de nuvens?

segunda-feira, fevereiro 12th, 2018

xxxx

Esta sai um pouco fora das ocupacoes da Matrix/DNA, pois sempre evitamos entrar nos campos onde comeca a metafisica, tais como universos paralelos, etc., porque temos muito trabalho buscando mais informacoes do nosso mundo visivel e procurando aplicacoes praticas urgentes.

Mas percebi hoje que tem um cara perseguindo obcecadamente uma teoria muito estranha, de aparencia metafisica, que cruza-se com previsoes sendo sugeridas pelas formulas e modelos da Matrix/DNA. Chama-se Rick Lane e  para ele nao e’ teoria, ja e’ verdade confirmada. Mas ninguem mais alem dele acredita nisso como ele acredita, apesar de muita gente estar preocupada e observando seu trabalho de investigacao. Para resumir, ele passa a vida observando principalmente o ceu imediato, as nuvens, os oceanos, etc., e tirando fotos com equipamento especial ( ja tem mais de 20.000 fotos como evidencias!) e dizendo que esta vendo nas formas criaturas alienigenas, discos voadores, etc. Um comentario dele explica algo:

Rick Kane:

“I have destroyed camera after camera during my discoveries, 6 in total, so I’m always trying out different cameras, probably 9 or 10 total. Technically my best camera was a Canon EOS Rebel T3i, but while it was great at capturing certain spectacular evidence, it was terrible at capturing the typical ‘Quantum Creatures’, and that is done with a pretty basic camera, preferably at least 12 megapixels, and a Nikon over a Canon. Both have certain benefits but my favorite images came from the Nikon. I really don’t know what it would be like capturing evidence in places other than here, which is the absolute perfect situation. It is a pristine location on the beach surrounded by millions of people. Find a spot like that and you may be surprised at what you come up with!”

Photo ” These are not contrails. Contrails are found at 25,000 to 40,000 feet, not 2,000 to 3,000 like the ‘cloud entity’ you see riding on this trail. Take a close look and you might just see someone looking right back at you.” – says Rick

Photo ” See how many faces you can find around these trails. The face in the upper right is almost too much to see. I stopped taking pictures of the skies because of scenes like this where you just can’t believe that what you’re seeing is real.” – says Rick Kane

 

A teoria e’ meio complicada, nao vou resumir aqui, mas sua teoria de repente tocou numa ferida da Matrix/DNA, uma sugestao que os modelos estao sugerindo que vai de encontro mais ou menos com o que o nosso teorico esta acreditando. A Matrix esta sugerindo que o nosso mundo tem sete diferentes dimensoes cada qual composta por material vibrando numa faixa especifica e revelado apenas pela sua especifica faixa de onda de luz do espectro eletromagnetico. Ou seja, nos so vemos, e so captamos o que ‘e revelado numa das sete faixas, a faixa do que chamamos de luz visivel, com sua especifica vibracao. E entao os modelos sugerem que estas outras seis dimensoes, suas coisas e suas criaturas podem esta ocupando o mesmo espaco que ocupamos, bem aqui ao nosso lado… Entao me veio a ideia de que, se isto for verdade, as criaturas que nao podemos ver e perceber com nossos limitados sensores cerebrais poderiam cair numa armadilha quando se posicionam nos espacos que tem nuvens, pois as nuvens se lhes agregariam a sua volta formando uma especie de roupagem. Um fantasma com roupas? De nuvens? Seja como for, se isso for verdade, seriam seres das tres dimensoes evolutivamente inferiores a nossa, p;ois nos estariamos na quarta faixa, justamente na do meio, e sobre nossa dimensao haveria mais tres, mais evoluidas que a nossa. E pela logica, os seres das dimensoes superiores poderiam atravessar as fronteiras e virem aqui interferindo em nosso mundo, porem os das inferiores nao podem. Isso e’ confortante pois os inferiores poderiam nos afetar negativamente.

CRUZAMENTO ENTRE RICK E A MATRIX/DNA

Rick nota em um de seus videos que as criaturas se juntam mais nas areas dos oceanos e entao ele supoe que se pudessemos fotografa-las nos fundos oceanicos veriamos maior concentracoes delas. Isto entao me remete a lembrar que do nucleo terrestre direto para os fundos oceanicos deve vir 0s fotons com os primeiros 50% de informacoes para formar o primeiro ser vivo. E entao mais uma vez, conclusoes se encontram: enquanto ele diz que sao “ancient aliens”, nos dizemos que aqueles fotons sao mais antigos inclusive de antes das origens da vida e recem chegados do nivel astronomico… Portanto, aliens antigos. E mais uma coisa bate: ele diz que sao elementais inferiors, na forma de insetos, enquanto a Matrix/DNA sugere que os primeiro 50% so formaram os seres vivos inferiores…

OUTRO CRUZAMENTO ENTRE RICK E A MATRIX/DNA

Em seus videos as fotografias nos causam certo desconforto e incredulidade porque elas sugerem uma quantidade absurda destas criaturas em nossos espacos. Mas uma coisa que ele diz poderia explicar isso, se juntarmos a Matrix/DNA. Ele diz que as criaturas parecem surgir ou aparecer com o a luz do sol. A Matrix/DNA sugere que a luz do sol se quebra em fotons que tentam se juntarem como sistemas e ficam flutuando ate verem uma oportunidade de porcioes atomicas promissoras para tentar penetra-los e materializarem-se.

Cruzamentos

Rick diz em seu video Quantum Leap que as Orbs lhe lembram cabecas humanas e lhe exprimem sensiveis impressoes humanas. A formula da Matrix/DNA ‘e um template da face humana. As partes da formula se encaixam bem com as partes da face, como olhos, boca, nariz, ouvidos. E nao so isso, vemos que tambem as funcoes das partes nas formulas correspondem a cada funcao do orgao na face. Mas Rick fantasia sugerindo que talvez sejam almas humanas. Pela Matrix/DNA, quando uma suficiente quantidade de fotons-genes se conectam, reproduzem a formula da Matrix, a qual depois se reproduz como face humana. Entao, pela Matrix/DNA, as Orbs nao estao relacionados a humanos, a nao ser na linhagem evolucionaria, porem, estas Orbs ja’ existiam antes das origens da vida.

xxxx

Entao deixei o seguinte recado para o cara da teoria e mais um discipulo seu ( Coogle+ de fev/12/18):

Hi, Rick/Benjamim – Your theory is really interesting and maybe it can be parallel to my theory. Maybe these parallel worlds exists but not as parallel universes and so, as the six other “slices” or dimensions that are not revealed to our sensors beyond our unique slice: the visible light. Look to the electromagnetic spectrum and think about it. There is a big secret in the general wave of light resulting from the seven “slices”: in a wave of light is encoded the force of vital cycles… in another words, it is the code for all functional natural systems, from atoms to galaxies to human bodies. When we link the terminal end to the initial end of this wave, we get a working formula for systems, which I called “Matrix/DNA”. So, if these clouds are hidden these creatures, we can not see then because we have no sensors for grasping their dimension but the clouds around them reveal their shape for us. There is a great possibility for to grasp more data since that all systems/creatures of these seven dimensions must be based on the same formula, which you can see at my website. I am just making a collection and studying the clouds of dusty/other things that the Hubble is getting from far away galaxies and constellations, because my models are suggesting that they are not only clouds but organs/pieces of hidden systems. By the way, coming from such different experiences and world views, we are going in the same direction… good luck for you…

Depois que escrevi o comentario fui descobrir que o Rick tem varios videos no YouTube, como o abaixo que e’ intrigante. Mas entao o video tocou fundo em outra sugestao dos modelos da Matrix/DNA. Esta sugere que a forma como o “dna”‘ dos sistemas anteriores aos biologicos, como atomos e galaxias, foi transmitido desintegrado em seus bits-informacao, os quais seriam particulas fotons, cada qual sendo a transportadora de uma informacao destes sistemas ancestrais dos sistemas vivos biologicos. E na superficie de astros como a Terra, onde a seara e’ boa para estas “sementes”, os fotons tendem a se juntarem, porem, primeiro com seus vizinhos no sistema de onde vieram, e depois se juntam os vizinhos dos vizinhos, e assim a configuracao sistemica anterior e’ reproduzida aqui. Mas estes que sao emitidos pela radiacao solar, pela energia do nucleo da Terra e vindo de radiacoes cosmicas, devem penetrar os eletrons dos atomos do planeta, assim como virus penetram as celulas, e entao assumer a direcao da maquinaria dentro dos atomos, para dirigi-los a formarem as combinagens na montage do novo sistema. Entao, se isto for verdade, todo o espaco dentro do sistema solar devem possuir estes pacotes de fotons, os quais sao semi-vivos, vao funcionar como genes vivos. Tudo bem, eu fiquei 30 anos com essa imagem na mente, uma imagem abstrata e teorica vinda dos resultados de meus calculos. E nestes 30 anos nao pensei muito no que seria o mundo destes genes semi-vivos feitos praticamente de luz, pois parece muito simples, parece que nada mais fazem do que procurer os atomos certos e move-los. Mas o video de Rick agora me deixa com a pulga atras da orelha. Ele supoe que as imagens de supostas criaturas que ele fotografa seriam ” Ancient Aliens” e “Nature Aliens and Entities”. Sim, os genes/fotons/semi-vivos poderiam ser chamados de alienigenas antigos, pois vieram de fora e antes das origens da vida. E Claro, seriam naturais, nada metafisico. Ele diz no video a palavra ‘elementais”. Sim, os semi-vivos seriam elementais…

Mas agora nao consigo imaginar aqueles diversificados pacotes de informacoes estelares existindo ainda aqui em formando um mundo de tal intense atividade, como o mundo humano, inclusive com tecnologias que parecem naves, etc… tudo feito com fotons? Raios, nao quero sequer pensar nisso, mas a coisa faria um sentido logico dos diabos e eu teria que abrir mais uma janela para o conhecimento, so que esta agora seria de tamanho descomunal, quando eu ainda penso que as coisas devem ser mais simples… Por via das duvidas, vou continuar a ver o que o Rick tem mais para dizer …

Videos do Rick Kane

https://www.youtube.com/watch?v=6Xm8aVJ9fr8

 

Um comentario postado no YouTube da’ o que pensar:

TheTradingmajic – 3 years ago

Why are you so stuck on aliens…they are interdiminsional beings. Some given the names of , Angels, Demons, and elementals ( fairies ). They are not from some other planet. They are from here.  Some entities can exist on multiple planes of vibration and some just one. Just as the weather is different depending upon your location, so is the level of vibration. That’s why some people can capture them on film and some cannot.

If you were to get off that alien kick of yours and realize they are not aliens, you could probably communicate with them since you have so much experience and recognition with them.  You want others to have open minds well, that means you too…Open means…All The Way Open…You’re trying to get away with half way open by trying to obtain a so called, objective, scientific level.  These so called laws of science don’t work on other realms and kingdoms as the ancients called them.  No we call it the quantum world.  When you get wide open you will be able to tell us a lot.  Till then, you will only get the teasers.  You must be special or they would not even let you see what you’ve seen.  Take off the shackles of man and be fully what you are clearly meant to be…

  • Assistindo agora: Grace Butler

Grace e’ bastante interessante. Ela mostra um texto escrito em seu computador e o autor se diz “alienigena” e entrou no seu computador porque achou ela o tipo de boa pessoa que precisam para divulgar suas mensagens e mostrar coisas de outras dimensoes ainda desconhecidas pelos humanos. Entao, segundo ela, desenvolveu um tipo de paranormalidade de terceiro olho e parece que desenvolveu nova tecnica de fotografia para captar orbs. Ela mostra centenas destas imagens e diz nao saber o que sao, porem ela faz o que fiz, procurando informacoes nas ciencias pesadas como a fisica, os desenhos e diagramas de particulas que os artistas cientificos imaginam, e ela esta encontrando muitas semelhancas entre estes desenhos e suas imagens, como eu encontrei comparando meus desenhos obtidos ao assistir alguem que parece clarividente e os diagramas cientificos.

Num outro texto que ela mostra no computador – e me parece que o texto e’ de Tesla – ela me desperta para o fato de que o texto diz se aproximar muito do que minhas formulas e modelos sugerem. O texto diz que existe um oceano de eter que serve de meio para a energia em particulas se moverem. Que ele nao sabe se essa energia e’ cinetica ou estatica. Se for estatica, a humanidade perde as esperancas nessa direcao, mas se forem moventes, cineticas ( e este lhe parece ser o caso), entao todas as portas para a nossa evolucao se abrem.

As aproximacoes deste texto com a minha teoria implica que minha teoria tem informacoes que ele nao tem, as quais eu precisaria passar para Grace para ver o que ela pensa. Minhas informacoes e’ que todas estas bolhas chamadas orbs sao formadas por fotons-genes vindos do ancestral sistema astronomico, as quais quando se encontram num mesmo ponto do tempo e do espacos tendem a se juntarem. A energia que flui no eter e’ produzida pela friccao das ondas eletromagneticas, ou ondas de luz, quando estas ondas se expandem apos serem emitidas por uma fonte, desconhecida, mas que a sua composicao e minhas descobertas sobre ela sugerem que sao emitidas por um corpo/sistema natural porem em outra dimensao, como sendo seu DNA ou codigo genetico. Ao penetrar e se expander no meio do eter essas ondas vao se fragmentando em suas particulas, os fotons, os quais se tornam assim a eseencia de todas as energias e que tem um poder de atracao gravitacional sobre o eter, de maneira que ele tende a ser atraido pelo foton e se condenser cada vez mais em densidade formando o corpo material do foton como uma especie de bolha, que seriam as orbs que Grace ve. Tudo isto foi deduzido quando calculei a maneira como um sistema astronomico antes das origens dos sistemas biologicos, ou seja, do que erroneamente chamamos de Vida, emite seus bits-informacao, ou genes semi-biologicos, semi-vivos, que penetram atomos dos planetas e os conduzem a reproduzir o sistema astronomico biologicamente devido a presenca de liquidos e sua quimica organica. Entao as orbs seriam realmente importantes – formadas por fotons que chegam a superficie e atmosfera terrestre vindos do germe estelar no nucleo planetario e vindo “de cima”, atraves da luz solar e radiacoes cosmicas de outros tipos de astros. Elas sao pacotes de fotons-genes, pacotes incompletos da formula da Matrix/DNA, que procuram penetrar a material planetaria para reproduzir seu corpo ancestral, ou talvez por se tornarem pacotes alem dos limites permitidos pela fisica nao conseguem mais se tornarem vivos e por isso existem como as especies de plantas e animais inferiores que nao mais sera aproveitados pela evolucao para se transcenderem em novas formas mais complexas. Assim podem serem chamados de “elementais”, e nao sei se sao beneficos ou parasitas dos corpos vivos, mas acho que podem ser ambos e quem determina isso seria o estado e escolhas da psique dos vivos.

Grace diz: Light is in form ation. It is forming us and informing us and everything else and entangled with all things else. Scientist are awakening to this fact and it’s a whole new way of thinking for them I suppose. ”

Quer dizer, ela diz justamente o que minhas formulas estao sugerindo. Porem, se minhas formulas sao realmente e naturalmente existentes e estao certas nas suas previsoes, eu estaria sabendo um segredo fundamental da luz que ela nao sabe: uma onda de luz e’ o principio ativo de todos os sistemas naturais existentes. Em outras palavras, na onda de luz mais original e simples, esta inscrito o codigo da vida. Pois basta unir as duas pontas de uma onda de luz e temos um sistema completo funcionando, onde suas faixas de diferentes frequencias e vibracoes, desde o radio ate o gamma ray, se tornam orgaos, pessas ativas com especificas funcoes, do sistema.

Por isso assisto os videos da grace Butler e procurarei contaco com ela:

 

https://www.youtube.com/watch?v=o_JFO6pErA0

Dimensões: Ultimo Conhecimento Cientifico Deste Fenomeno

quinta-feira, janeiro 7th, 2016

xxxx

” We perceive the world in classical three-dimensional terms, rather than the infinite number of objective realities offered up by the many-worlds interpretation of quantum mechanics.”

Isto significa que da quântica os cientistas obtém a interpretação dos muitos mundos com infinito numero de objetivas realidades, mas nosso complexo sensorial e atuais instrumentos científicos captam apenas 3 dimensões.

Então não e’ apenas a String Theory sugerindo pelo menos 11 dimensões.

Como este assunto e’ muito usado nos meus debates, e’ preciso que isto fique claro agora, dissipando a insegurança que eu tinha por falta de informação.