Posts Tagged ‘Filosofia’

A Lenda da Verdade e da Mentira

quarta-feira, outubro 17th, 2018

xxxx

De um lado, estao os que gostam de viver no mundo das fantasias e acreditam que as origens dos humanos foram Adão e Eva, do Paraiso. Do outro lado, estao os tendentes a predadores que justificam-se como tiranos donos do territorio por acreditarem que os humanos vieram de macacos predadores. Acima destes e ocultos, estao alguns que acreditam que o corpo humano veio sim das selvas terrestres, porem a consciencia veio de outro lugar, uma região denominada de consciencia cosmica. Mas quem esta falando a verdade, ou a mentira? Um dia descobriras a verdade, e ela te libertara’ das amarras na Terra…

A imagem pode conter: 1 pessoa, ar livre

“Verdade não é a mentira”

Segundo uma lenda do século XIX, a Verdade e a Mentira se encontram um dia.

A Mentira diz à Verdade:

“Hoje é um dia maravilhoso “!

A Verdade olha para os céus e suspira:

“Pois o dia estava realmente lindo”

Elas passaram muito tempo juntas, chegando finalmente ao lado de um poço; a mentira diz à verdade:

“A água esta muito boa, vamos tomar um banho juntas?”

A verdade, mais uma vez desconfiada, testa a água e descobre que realmente a água está muito gostosa.

Elas se despiram e começaram a tomar banho. De repente, a Mentira sai da água, veste as roupas da Verdade e foge.

A Verdade, furiosa, sai do poço e corre para encontrar a Mentira e pegar suas roupas de volta.

O mundo, vendo a verdade nua, desvia o olhar, com desprezo e raiva.

A pobre Verdade volta ao poço e desaparece para sempre, escondendo-se nela, sua vergonha.

Desde então, a Mentira viaja ao redor do mundo, vestida como a Verdade, satisfazendo as necessidades da sociedade, porque, em todo caso…

“o Mundo não nutre nenhum desejo de encontrar a Verdade nua”

A mundialmente famosa pintura “A Verdade saindo do poço” Jean-Léon Gérôme, 1896.

..mas observem. A verdade um dia sai do poço. E de chicote!

— com Verdade.

Em defesa da Filosofia

terça-feira, outubro 9th, 2018

xxxx

Alguem postou o seguinte comentario em Google+:

It’s no secret that Richard Feynman had little respect for Philosophers: “It isn’t the philosophy that gets me, it’s the pomposity. If they’d just laugh at themselves! If they’d just say, ‘I think it’s like this, but Von Leipzig thought it was like that, and he had a good shot at it too.’ If they’d explain that this is their best guess … But so few of them do; instead, they seize on the possibility that there may not be any ultimate fundamental particle and say that you should stop work and ponder with great profundity. ‘You haven’t thought deeply enough; first let me define the world for you.’ Well, I’m going to investigate it without defining it!”Richard Feynman

E eu respondi com o seguinte comentario: ( em Out/09/18)

I don’t believe that a real philosopher said that…”let me define the world for you.” We are sure that our poor brain could not process such information. The first job of a real philosopher – before saying anything – when he gets the certificate is: search to know the maximum quantity of data, processes and natural laws collected by all scientific branches > put all these data over the table > try to connect all data with all those laws and process and adding his personal intuition of logic. He certainly will get a new world view never imagined before – that’s what I did getting my ” Theory of The Universal Formula Matrix/DNA Applied by Nature for All Natural Systems, from Atoms to Galaxies to Living Cell Systems”.
After that, it is not time yet for publishing it. It is time for searching evidences, seeing if the new data fit the previsions of the theory, etc. It is what I am doing now. It takes about 50 years of hard work before writing a thesis or a book ( like I am writing now).
Philosophy helps as the exorcist of non-rational animal inherited instincts, like the three that still drives all our social systems: 1) the instinct for big predator ( the 1%); 2) the instinct for medium predator (the medium class) and for prey ( the low class). We still have these absurd social systems due the lack of philosophy.
The difference between the most practical non-rational ancestors animals and those that has exorcized these instincts is due inquiring everything next and beyond… animals doesn’t do that.
And Science without philosophy only discover new things by accident, and those things only inside its actual scope, building a high non-humane technology that leads to the life and brain’s mechanicism. Plank was a philosopher, Einstein, Newton ( included a mystical one), Mendell…etc., because only with philosophy one think outside the box. But of course, one need to be a naturalist philosopher working at least with a small microscope and a small telescope… hands at work. And the better is doing what I did: living 7 years at the middle of Amazon jungle studying that whole biosphere. Like Darwin did 4 years at South America. I got the risk of building a new world view that can be everything wrong if a new data debunks it… but if it happen, I did not lose my life: I am showing to others not going in this way. Trial and error…

Grandes cientistas de ontem eram filósofos também: Comunicadores da Ciência de Hoje são contra a Filosofia

sábado, setembro 29th, 2018

xxxx

https://www.facebook.com/jswilkins/posts/10155664860895796?__tn__=-R

e debatido no Pharyngula:

https://freethoughtblogs.com/pharyngula/2018/09/29/that-wilkins-guy-loves-to-rub-it-in/#comments

Física Geral: Vídeo e Mapa mostra as Conexões entre todas as áreas da Física

sexta-feira, agosto 10th, 2018

xxxx

https://www.youtube.com/watch?time_continue=2&v=ZihywtixUYo

Este mapa genial mostra como tudo na física está conectado (clique no mapa para amplia-lo)

mapa-genial-como-tudo-na-fisica-está-conectado

mapa-genial-como-tudo-na-fisica-está-conectado

Meu comentário enviado ao artigo em Agosto/10/18: (verificar se passou pela moderação)

Atordoante a enorme complexidade deste mundo com tantos detalhes, e’ muita coisa para nosso pobre pequenino cérebro. Mas como o autor notou, a Física e a Matemática começaram pela Filosofia, foram ate as fronteiras do Universo, se depararam com um Big Bang no nível macro e com a espuma quântica no micro, e retornam sem as respostas que o agente móvel de tudo isso, a alma humana, queria saber desde o inicio. Por isso tudo retorna na Filosofia. Se a Ciência moderna chegar a seus limites de capacidades, caberá ao filosofo com sua índole multidisciplinar e autodidata, levantar todos os dados desde Física a Biologia e todas as teorias das tentativas de explicar o mundo, desde o I Ching ‘a Bíblia ‘a Doutrina Secreta, e colocar todos estes dados espalhados sobre a mesa pra tentar montar o grande quebra-cabeças. Obviamente ele não descobrira a Verdade, mas pode elaborar uma nova mais acurada interpretação, uma nova cosmovisão, que sera a teoria abrindo novas portas para a Ciência prosseguir.

Como filosofo naturalista eu fiz tudo isso e num ambiente inspirador adequado como retorno aos princípios da Natureza: na selva amazônica. Um dos métodos para montar o quebra-cabeças foi fazer o caminho da evolução universal ao reverso, partindo da Vida Biológica para regredir a Física e do pensamento sistêmico para se contrair ao reducionismo. Interessante foi o resultado mostrando que a Vida não esta apenas depois da Física, e sim também, antes dela. Assim como o corpo humano e’ formado do esqueleto ósseo como estrutura mecânica e depois seguido pelo revestimento de “soft meat” – carnes, gorduras, líquidos – mas e’ essa parte “soft” que gera o esqueleto e não o contrario, meus resultados apontaram que ao invés do minusculo átomo da Física deflagrando o Big Bang da Física, houve um sistema natural, vivo, também produzindo um evento de Big Bang, porem não físico e sim biológico, como a explosão da membrana do espermatozoide no ato da fecundação de um ovulo. A espuma quântica pode ser meramente a substancia de membranas separando universos. Enfim, uma tentativa tímida e ignorada brasileira, apenas mostrando que existe possibilidades de ultrapassar-mos as atuais barreiras com teorias que abrem um imenso leque de ideias para novos experimentos. Mas o mais importante ainda foi perceber que novas cosmovisões sugerem jamais imaginados significados para a existência deste feto de autoconsciência que carregamos em nossas cabeças-ovo: que ao Big Bang se seguira’ o dia do Big Birth e nos, fetos hoje, estaremos la’ assistindo o evento de nosso próprio nascimento para alem da espuma quântica. Sorria…

O Mistério da Auto-Consciência: o Fisicalismo, o Panpsiquismo, a Combinação de Mini-Consciências, Cosmopsiquismo/Idealismo ou Universal Reproducionismo da Matrix/DNA?

sábado, julho 7th, 2018

xxxx

https://hypescience.com/poderia-o-disturbio-de-personalidade-multipla-explicar-a-vida-o-universo-e-tudo-mais/comment-page-1/#comment-309846

Poderia o distúrbio de personalidade múltipla explicar a vida, o universo e tudo mais?

Meu comentario enviado a HypeScience (verificar se foi publicado):

Louis Morelli em Julho/07/2018

Todas estas complicadas e metafisicas suposições podem ser compiladas e resolvidas numa só racional e naturalista suposição: a de que neste Universo esta ocorrendo um mero processo de reprodução genética da coisa que o criou através de um Big Bang ( cujo evento e’ exatamente igual ao instante da fecundação que cria uma nova vida), a qual deve ser um sistema natural auto-consciente.
Um embrião de 8 meses já possui uma consciência enquanto dentro dele existem milhões de genes executando cada qual uma missão da qual devem ter alguma ofuscada consciência. Mas a coisa fica mais interessante quando descobrimos que os genes possuem como anatomia uma formula natural funcional igual a que se nota como formadora do cérebro, e desde que o cérebro e’ a estrutura da qual emerge a consciência, se deduz que a consciência esta sendo formada como uma nova forma de sistema natural e pela mesma formula.
Estas suposições emergiram como resultado dos meus cálculos e modelos teóricos elaborados pelo método da anatomia comparada entre todos os sistemas naturais conhecidos, de átomos a galaxias a cérebros. Como os modelos estão sugerindo que esta formula e’ constituída de fótons (biofótons) eu suspeito que o fenômeno da múltipla personalidade tem origem num defeito do “big bang” inicial de um indivíduo onde, ao invés de apenas uma copia da formula se manifestar, ao evento convergem varias copias ao mesmo tempo, consolidando algo como uma superposição quântica de camadas de luz, a qual se fixa durante a vida do individuo ( não admira que a DPI foi constatada laboratorialmente apenas em relacao a cegueira, que justamente envolve a luz).

Sei que resumir a coisa assim fica difícil de entender, para isso seria necessário dar uma olhada no meu website, nos modelos, na formula e nos métodos utilizados. Mas se temos um parâmetro real, físico, visível aqui perante nossos olhos, explicando a relacao de uma consciência sendo construída por múltiplas microscópicas consciências, para que vamos rebuscar teorias metafísicas? Estes exercícios filosóficos mentais são bonitos porem complicam, desviando a razão para uma área que cheira `a mistica desnecessariamente. Esta faltando a navalha de Occam para estes filósofos.

xxxx

Analise do texto e pesquisa dos links:

Distúrbio da personalidade múltipla – oficialmente conhecido como Distúrbio da Dissociativo de Identidade (DDI) – e’ uma condição na qual a psique dá origem a múltiplos centros de consciência operacionalmente separados, cada um com sua própria vida interior privada. Foi constatado laboratorialmente primeiro com a mulher que esporadicamente afirmava estar cega nada vendo apesar de ter os olhos normais e abertos, e o MRI constatou que a parte do cérebro relacionada com a visão estava inativa. Porem quando a mulher dizia estar vendo tudo, a mesma região estava ativa.

Realidade física e o problema difícil da consciência

De acordo com a visão metafísica dominante do fisicalismo (segundo a teoria do fisicalismo, todos os aspectos da realidade, inclusive estados mentais e afetivos, somente adquirem plena compreensibilidade e concretude se analisados como realidades físicas), a realidade é fundamentalmente constituída por coisas físicas externas e independentes da mente. Os estados mentais, por sua vez, devem ser explicáveis em termos dos parâmetros dos processos físicos no cérebro.

Um problema-chave do fisicalismo, no entanto, é sua incapacidade de compreender como nossa experiência subjetiva – como é sentir o calor do fogo, a vermelhidão de uma maçã, a amargura da decepção e assim por diante – poderia surgir de meros arranjos de coisas físicas.

O Problema difícil da consciência

Entidades físicas, como partículas subatômicas, possuem propriedades relacionais abstratas, como massa, spin, momentum e carga. Mas não há nada sobre essas propriedades, ou sobre a maneira como as partículas são organizadas em um cérebro, em termos das quais se pode deduzir como é o calor do fogo, a vermelhidão de uma maçã ou a amargura da decepção. Isso é conhecido como o “problema difícil da consciência”.

Panpsiquismo

Para contornar esse problema, alguns filósofos propuseram uma alternativa: essa experiência é inerente a toda entidade física fundamental na natureza. Sob esse ponto de vista, chamado “panpsiquismo constitutivo”, a matéria já tem experiência desde o início, não apenas quando se organiza na forma de cérebro. Até mesmo partículas subatômicas possuem alguma forma muito simples de consciência. Nossa própria consciência humana é, então, alegadamente constituída por uma combinação das vidas interiores subjetivas das inúmeras partículas físicas que compõem nosso sistema nervoso.

Problema de Combinação de Mini-Consciências

Como nada na ciência e na filosofia é muito fácil de ser explicado, o panpsiquismo constitutivo tem um problema crítico próprio: não há nenhuma maneira coerente de esclarecer como os pontos de vista subjetivos de várias partículas subatômicas poderiam se combinar para formar pontos de vista subjetivos de nível mais alto, como o meu e seu. Isso é chamado de “problema de combinação”.

Resposta da Matrix/DNA: Eles não se combinam, e sim se agregam pela evolução de um sistema inicial que foi fragmentado e volta a se reconstituir.  Exemplo: o genoma dos pais e’ um sistema dividido em duas copias diferenciadas que se fragmentam na fecundação para suas partículas genéticas se amalgamarem e tornarem-se um só sistema, igual ao anterior, com a maior complexidade emergida da mistura.

Cosmopsiquismo ou Idealismo

Uma forma de resolvê-lo é postular que, embora a consciência seja de fato fundamental por natureza, ela não é fragmentada como matéria. A ideia é estender a consciência para todo o tecido do espaço-tempo, em vez de limitá-la às partículas subatômicas individuais. Essa visão – chamada de “cosmopsiquismo” na filosofia moderna, mas que pode ser reduzida ao que classicamente tem sido chamado de “idealismo” – é que existe apenas uma consciência universal. O universo físico como um todo é a aparência extrínseca da vida interior universal, assim como o cérebro e o corpo vivos são a aparência extrínseca da vida interior de uma pessoa.

Resposta da Matrix/DNA: Na formação de um novo cérebro humano, emerge uma nova consciência sem conhecimento que e’ copia de uma existente consciência com conhecimento, a de seus pais, ou da especie humana. Porque não também em relacao ao sistema natural que esta se desenvolvendo dentro do Universo? Cada forma de vida em cada galaxia e’ uma nova consciência sem conhecimento que e’ copia de uma consciência com conhecimento do sistema antes e alem do Universo. Não se pode no entanto que pode-se estender esta consciência extra-universal a todo espaço-tempo existente, porque podem existir outros universos, populações de universos, cada qual com uma consciência distinta. E indo mais alem, pode ser que todas as distintas consciências de todos os universos sejam produzidas por uma consciência ainda superior a elas…  

Uma Unica Consciencia Universal se contradiz com as diferenciadas consciencias individuais?

Não é preciso ser um filósofo para perceber o problema óbvio dessa última ideia: as pessoas têm campos de experiência particulares e separados. Normalmente, não podemos ler os pensamentos de tudo que existe, nem estamos cientes do que está acontecendo no universo o tempo todo, certo? Seria bom, mas…

Portanto, para que o idealismo seja sustentável, é preciso explicar – pelo menos em princípio – como uma consciência universal dá origem a múltiplos centros de cognição privados, mas simultâneos, cada um com uma personalidade e senso de identidade distintos

Resposta da Matrix/DNA : Não existe esse problema quando entendemos que no Universo esta ocorrendo um processo de reprodução genética. Os genes são individualizados e separados na formação de um novo corpo enquanto o corpo não existe ainda no interior do universo ovular. Mas antes deste processo de embriologia eles se juntavam numa só consciência ( ou um casal de corpos de uma só especie) e depois do corpo formado voltam a ser uma consciência.

Solucao final academica: O DDI deve acontecer na relacao entre nossas consciências e a consciência universal. Os alter-egos

É aqui que entra a dissociação. Sabemos empiricamente que a consciência pode dar origem a muitos centros operacionalmente distintos de experiência simultânea, cada um com sua própria personalidade e senso de identidade.

Portanto, se algo análogo ao DDI acontece em um nível universal, uma única consciência universal poderia, como resultado, dar origem a muitos alter egos com vidas internas privadas, como a sua e a minha. Nesse caso, todos seríamos alter egos da consciência universal.

Se alguma forma de DDI universal acontece, os alter egos da consciência universal devem ter uma aparência extrínseca. Kastrup teoriza que essa aparência é a própria vida: os organismos metabolizadores são simplesmente o que os processos dissociativos de nível universal parecem.

Conforme ele explica ao portal Scientific American, o idealismo é uma visão tentadora da natureza da realidade, na medida em que elegantemente contorna dois problemas indiscutivelmente insolúveis: o problema difícil da consciência e o problema da combinação. A dissociação oferece um caminho para explicar como uma consciência universal pode se tornar muitas mentes individuais, proporcionando uma maneira coerente e empiricamente fundamentada de dar sentido à vida, ao universo e a tudo que existe.

xxxx

O artigo acima e’ traducao compilada de:

https://blogs.scientificamerican.com/observations/could-multiple-personality-disorder-explain-life-the-universe-and-everything/

Could Multiple Personality Disorder Explain Life, the Universe and Everything?

xxxx

Ver outros links nos dois artigos acima relacionados ao tema:

 

Adolescentes atuais apreciam Filosofia, apesar do esforço acadêmico em elimina-la

segunda-feira, abril 9th, 2018

xxxx

Grande noticia e oportunidade.  

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2018/04/09/filosofia-vira-aula-pop-entre-adolescentes.htm

Filosofia vira aula pop entre adolescentes…

” Em um momento em que a Filosofia perdeu espaço na grade curricular do ensino médio como uma disciplina obrigatória – o texto da reforma não coloca Filosofia e Sociologia como disciplinas específicas, mas como “estudos e práticas” …

Ver:

No Youtube: Alimente o Cerebro ( com 100.000 seguidores)

Na Netflix, a serie Merli

A Filosofia na Ciência e’ especulação inútil?

quarta-feira, fevereiro 14th, 2018

xxxx

https://universoracionalista.org/a-filosofia-da-ciencia-nao-e-especulacao-inutil-ela-nos-torna-cientistas-melhores/

A filosofia da ciência não é especulação inútil – ela nos torna cientistas melhores

E meu comentario enviado ao artigo em 2/14/18 ( aguardando moderação)

Penso que sem a filosofia naturalista os cientistas se tornam atiradores cegos e marionetes de manipuladores com interesses pessoais que não a busca de conhecimento. Vou tentar citar uns dois exemplos:1) Os cientistas se dividem entre deístas e ateus mas ambos acreditam nas origens da vida de maneira que ela aconteceu espontaneamente sem ter sido um mero prosseguimento evolucionário vindo da anterior evolução, dita cosmológica. Então temos esse exercito de cientistas na correria da busca de LUCA – the last universal ancestor – crendo que vão acha-lo fresquinho saindo de reações químicas entre os inorgânicos. Por separarem arbitrariamente a posterior evolucao biologica da anterior evolucao cosmologica, nao atentam para a busca de um elo evolucionario entre as duas historias. Assim criam um abismo entre dois blocos da historia natural e para preencher este abismo tem que recorrer ao imaginario: os ateus crendo num acaso magico e os deistas buscando provas do inteligente designer. Eu posso ser um lunatico anormal, mas para mim nao consigo entender como esta funcionando essa mentalidade. Por tudo o que e’ sagrado neste mundo, a Razao determina que a primeira celula biologica tem que ter sido gerada pelo sistema mais evoluido da evolucao cosmologica. Entao podem estarem tropecando na solucao, no elo perdido, sem o verem, pois nao o estao procurando. Mas o que tem a filosofia a ver com isto? Ora, e’ dom do filosofo buscar o conhecimento do que o mundo empirico e cientifico possui de dados reais e ficar jogando de quebra-cabecas, tentando conectar estes fatos para ver se extrai a grande figura. E quando o filosofo faz isso, ele tem que conectar as informacoes da evolução universal em nao separa-la. Copérnico, Einstein, Darwin, etc., não foram atiradores manipulados ou as cegas eles pensaram filosoficamente antes e perceberam que havia uma direcao de busca que a pratica cientifica reducionista não pode apontar. Quando eu pensei como filosofo ao tentar montar o quebra-cabecas facilmente desenhei a face do elo perdido e estou a sua procura, sabendo que na sopa dos inorganicos havia algo mais, e decisivo.

2) E’ impressionante o montante de videos no Youtube com fotos registrando Orbs e coisas que parecem insetos transparentes (pesquisem por exemplo Rick Kane). Muitos dos autores dizem que ja comunicaram organizacoes cientificas sugerindo metodos e instrumentos para capturarem estas “coisas”, mas o desprezo pela proposta e’ inquebrantavel. Porque? Porque tais “supostos” fenomenos foram antes impregnados com termos como paranormal, fantasmagorico, etc. ? Nao tanto, o motivo principal e’ que nenhum dos capitalistas financiadores da ciencia estao vendo alguma possibilidade de lucro imediato nisso. Um autor diz ter constatado que as “coisas” evitam o infra-vermelho, sao invisiveis `a nossa luz visivel, porem captadas por flashes. Nao e’ questao de acreditar ou nao, a Ciencia nao tem opiniao, tem fatos a pesquisar. Podemos estar perdendo a oportunidade de ter os primeiros sinais das realidades existentes em mundos paralelos revelados pelas outras 4 faixas das radiacoes eletromagneticas porque a Ciencia nao esta cumprindo o que veio a fazer tal como formulado pelos fundadores iluministas. Mas quem esta sugerindo que existem realidades que nao percebemos porque o espectro eletromagnetico sugere isso? Novamente a filosofia que tem tentado conectar as diferentes faixas da luz numa grande quadro inteligivel.

Do hermafroditismo ao bissexual: Qual a causa dessa transformação? A versão da Matrix/DNA

segunda-feira, janeiro 22nd, 2018

xxxxx

No site Filovida foi publicado este artigo que sucitou um comentario da Matrix/DNA copiado abaixo ( nao foi publicado no envio, talvez aguardando moderacao. Verificar)

http://filovida.org/blog/2015/12/06/a-arche-dos-sexos/

A Arché dos sexos

E meu comentario enviado em 22/jan/18

Louis C. Morelli:

Bruno, se você aprecia raciocinar este tema,existe uma nova “visão do mundo” que sugere bastante “food for thought”. Ela tende a unir os 10 bilhões de anos da evolução comologica com os ultimos 3,8 bilhões de anos da evolução biológica numa unica linha de evolução universal. Então ela sugere novos modelos teóricos ( como são os ditos “cientificos”) de átomos e astronômicos que apresentam de forma rudimentar as propriedades que mais tarde são encontradas mais evoluídas definindo os seres vivos.

E nestes modelos, tanto o hermafroditismo quanto a divisão dos seculos existiram muito antes das origens da vida, em níveis eletromagnéticos, mecanicistas, etc. E’ incrível como estão representados no modelo dos building blocks das galaxias, as formas dos órgãos genitais, a ejaculação dos espermatozoides e movimentos destes no espaço sideral, a embriogênese dos corpos, etc.

Se estes modelos forem os corretos, nasce um nova possibilidade sobre o mistério do porque uma célula hermafrodita se tornou bissexual: “Existe um unico sistema universal que se formou com o Big Bang e vem evoluindo, chegando `a forma humana. Então átomos, galaxias, são formas evolucionarias deste sistema, da mesma maneira que são células biológicas, corpos humanos. Toda vez que o sistema vai se transformar numa nova forma se repete um ciclo, em que a ultima forma se divide em duas forças iguais ou simétricas no genótipo porem opostas no fenótipo. Isto gera a famosa dualidade universal que produz o quente e o frio, o grande e o pequeno, etc. Inicialmente estas duas opostas se chocam em conflitos competitivos, com isso alimentam o caos ambiental que já foi produzido pela entropia que fragmenta a ultima forma, ate chegarem a um ponto de exaustão quando então começam a se aproximarem e unirem-se, terminando numa nova forma completa onde os dois se juntam num só corpo.

Segundo essa nova cosmovisão que se chama Matrix/DNA ( porque ela apresenta uma formula dinâmica que se encaixa como template para todos os sistemas naturais conhecidos, inclusive como sendo o template dos building blocks do DNA, o qual portanto, nada mais e’ que a forma biológica de uma Matrix universal), este ciclo ocorreu quando da nebulosa de átomos surgiram os sistemas estelares, quando da galaxia surgiu a célula vital, etc. No seu texto o método cientifico termina constatando a mudança do hermafroditismo para a sexualidade porem sem mostrar a causa dessa transformação, e os estudiosos relegam a uma hipotética “inteligencia” na Natureza como causa disso. Ora, não existe inteligencia na Natureza, a não ser, como diz a Matrix/DNA que a nossa embriogênese parece ser um projeto inteligente, o mesmo a genética, e então o que esta ocorrendo neste Universo-placenta nada mais e’ que um processo de reprodução genética do desconhecido sistema que existia antes do Big Bang. Por isso temos a impressão de inteligencia na Natureza. Se o post não te interessa, desculpe-me, pois eu gosto de conhecer todas as perspectivas… “A Matriz Universal dos Sistemas Naturais e Ciclos Vitais”, e’ o website desta cosmovisão.

Frases para a Matrix/DNA: ” O Todo, em Tudo”

segunda-feira, janeiro 22nd, 2018

Pxxxx

” O Todo, em Tudo”

Anaxágoras, me parece o nome, e parece ser um filosofo grego, parece que foi quem disse isso. Tratava-se de um assunto da filosofia mas que também era comentado entre padres do oriente cristão. Estes padres que se recolhiam isolados por dias, semanas, em jejum e meditação, diziam que a alma humana esta acima do humano natural e seus limites, ao que chamavam de “nus”( significava o intelecto, ou o espirito), ou algo parecido. O Nuns estaria acima do Logo, que significa a razao. Isto ia bater com o assunto na filosofia.

Para a Matrix/DNA, varias vezes a leitura e interpretações de seus modelos teóricos tem sugerido que a Natureza pratica a nanotecnologia, quando ela colapsa uma grande arquitetura mas mantendo sua infra-estrutura. Como e’ o caso de um adulto da especie humana com 100 quilos e dois metros ser reproduzido num genoma microscópico. Então vamos reservar esta lista para acrescentar os itens onde os modelos sugerem que o todo esta em tudo:

  1. Um fóton e’ uma copia miniaturizada do inteiro corpo da onda de luz de onde ele se desprendeu;
  2. A galaxia ( ou os building blocks dela) se projeta em inteiro através de sua luz estelar e outras, e fragmentadas em fótons eles penetram elétrons de átomos na superfície da Terra. Na tendencia e tentativa de reproduzirem o sistema de onde vieram, produzem os 3 bilhões de anos da abiogênese e terminam por criar a célula biológica, a qual imita a infraestrutura funcional do sistema astronomico;

PESQUISA:

Anaxagoras

Googlar : o todo em tudo”

Nuns (?)

Respeitáveis argumentos questionando a nossa posição como filósofos naturalistas e a teoria acadêmica da abiogêneses

segunda-feira, dezembro 18th, 2017

xxxx

Comentario extraido do youtube sobre o video:

https://www.youtube.com/watch?v=xyhZcEY5PCQ

niwrad – publicado mais ou menos em 30/11/2017

This video is a pseudoscience dressed up as science for the purpose of promoting a philosophy of naturalism – the belief that every phenomena that exists in nature is the product of natural processes.

Well, when we compare scientific knowledge about the behavior of natural processes with the naturalistic belief that these processes produced the collection of matter with the ability to use surrounding material to reproduce and maintain its structure(life), the pseudoscientific character of this belief is obvious. Every instance of knowledge gained through observation and experimentation shows that all processes in nature head toward a state of minimum total potential energy and NOT toward a state that will provide a collection of matter the ability to use surrounding material for its reproduction and maintenance. So believing in abiogenesis is believing that nature can do something we know from observation and experimentation it can’t do.

Este vídeo é uma pseudociência vestida como ciência com o objetivo de promover uma filosofia do naturalismo – a crença de que todo fenômeno que existe na natureza é o produto de processos naturais.

Bem, quando comparamos o conhecimento científico sobre o comportamento dos processos naturais com a crença naturalista de que esses processos produziram a coleção de matéria com a capacidade de usar o material circundante para reproduzir e manter sua estrutura (vida), o caráter pseudocientífico dessa crença é óbvio . Toda instância de conhecimento adquirida através de observação e experimentação mostra que todos os processos na natureza se dirigem para um estado de energia potencial mínima total e NÃO para um estado que providencie uma coleção de matéria a capacidade de usar o material envolvente para sua reprodução e manutenção. Então, acreditar na abiogênese é acreditar que a natureza pode fazer algo que sabemos de observação e experimentação que não pode fazer.

Resposta da Matrix/DNA:

De fato, eu desconheço na natureza alguma outra situação onde um certo arranjo de matéria torna-se auto-reprodutivo. Quanto ao segundo argumento, de que não existam parâmetros para uma porcão de matéria que mantenha sua estrutura não existem nem nos dados reais científicos, pois tudo esta sujeito a entropia e decai. Mas existem situações em outras circunstancias onde uma porcão de matéria mantem por um certo tempo sua estrutura e com um potencial inicial de energia: átomos, sistema estelar, galaxias. Ou não?

Voltando ao primeiro argumento, o fato de eu desconhecer não significa que não exista. Mesmo assim, temos um racional e forte modelo teórico – desconhecido da comunidade cientifica – em que uma simples porção de matéria seja reproduzida, pelo processo da auto-reciclagem. E’ o nosso modelo sobre os building blocks dos sistemas astronômicos. E neste modelo, a porcão de matéria formando uma estrutura utiliza material circundante, que e’ a energia de uma estrela fora do sistema.

Mas como se trata de uma teoria ainda não provada, o argumento contra a filosofia naturalista e’ respeitável, o que serve também inclusive para nos, defensores desta teoria não-cientifica que interpreta os fenômenos naturais por uma perspectiva diferente da visão cientifica acadêmica,  questionar a teoria da abiogêneses.

xxxx

O argumento matematico

Mathematics also contradicts this naturalistic belief since life is just a specific arrangement of matter, and in order for natural processes to find it, they must scan through its various arrangements. But given the fact that the ratio between non-living and living arrangements of matter is many orders of magnitude larger than the total number of matter rearrangements in the history of Universe, it is mathematically impossible to find life through matter rearrangement process.

Simply put, science disproves philosophy of naturalism, and shows that this video is a pure propaganda.