Posts Tagged ‘fótons’

The Photonic Field: O Que Decide Quem Sera’ Rico ou Pobre

quinta-feira, outubro 20th, 2016

xxxx

Uma nova tese dentro da Matrix/DNA Theory: The Photonic Field

( E mais abaixo veja como funciona ou nao a intuicao que leva a espetaculares descobertas no relato do sonho que tive ao dormir pensando nesta tese)

Eu tenho certeza que existe um fator alem do nosso observavel e conhecido natural que mantem uma pessoa pobre e outra, leva-a a ser sempre rica. Isto pelas ocorrencias reais que tenho visto nesta vida. Acreditei nisso na quarta vez que estive para por a mão no pote de ouro, aconteceu algo absurdo, inesperado, vindo do mundo externo, escorreguei e cai no zero onde nasci.

Para um filosofo naturalista, que aplicou o mais extremado materialism racionalista na sua investigação sobre a existência, esta afirmação e’ totalmente for a de contexto. Mas o que e’ tem que ser, não depende se gostamos ou não, e isto e’ fato, e já havia desistido de solucionar este mistério, pois em termos de metafisica, não tenho o menor acesso – se e’ que ela existe e que este seja um fenomeno metafisico.

Mas e’ impensavel qualquer outra solução. Esta pressão para baixo, para manter o humano no nivel baixo das condições de vida, ou esta força que empurra outros sempre para mais acima, para mais fortunas e sorte na vida, existe. Mas pelo mundo que conheço, não ha lugar para esta força, por isso, pensei ser algo metafisico. E por isso, depois da quarta vez, deixei de tentar. Contra algo invisivel e tao determinado, tao poderoso, não tenho como lutar.

Porem, hoje me ocorreu uma ideia, que pode mudar o significado desta força. Pode ser que ela não seja metafisica. Pode ser que ela seja feita de substancia conhecida, porem ainda pratica,mente intocavel e invisivel. Os fotons. A luz.

Primeiro descobri que apenas os fotons podem explicar como esta galaxia se reproduziu na forma de sistema celular, de ser vivo. Eles formariam entre si uma rede, uma network reproduzindo o sistema  ” building block astronomico”, em tamanho miniaturizado, microscopico.

Mas e se eles formam redes tambem nos tamanhos de planetas? Digo, uma aureola em volta da superficie do planeta, em que eles se infiltram na crosta de terra e na atmosfera. Assim, eles estariam conectados com suas copias microscópicas, as quais estão dentro dos corpos humanos., e todos os outros seres vivos.

Esta rede terrestre teria as sete faixas de frequencias/vibrações da luz, e cada corpo tem uma sua vibração, assim se daria a conexão. Acontece que uma faixa existe embaixo, subalterna a outras, e esta faixa, conectada e imposta a mesma vibração do corpo humano, o manteria embaixo, subalterno a outras pessoas com faixas de vibrações mais altas.

Tenho pensado muito ultimamente no instinto a predador e presa que esta’ na carga genética humana, herdada dos animais, e algumas vezes, surge soluções apenas se alem de ser uma força interna ao humano, ela for tambem externa, atuando a nivel social.

Isto me lembra outras teses relacionadas, como a camada terrestre do inconsciente coletivo da humanidade de Teilhard du Chardin, e a minha tese já ensaiada em outros artigos aqui, sobre o super-organismo de Gaia.

Estaria relacionado a isto, tambem, os assuntos ou teses especulativas sobre um campo magnético do corpo humano, e teses sobre a aura.

Bem,… por enquanto isto vai seguir o curso normal das teses, vou deixar a ideia solta no ar e burilando na cabeca. Esta tese esta for a do escopo da Matrix/DNA ( ao menos, me parece), não faz parte do feitio desta cosmovisao, mas sao demasiados fatos, demasiadas evidencias, então não posso ignora-la. Voltarei neste artigo sempre que algum avanco ou assunto relacionado houver.

xxxx

O Sonho Motivado pela Reflexao na Tese “The Photonic Field”

Inacreditavel,… mas parece que tam a ver.

Deitei pensando nesta tese, imaginei como seriam as imagens desta rede ao redor da Terra, peguei no sono e, de manha me lembrei de ter tido um sonho estranho.

Apareceu na minha frente um conhecido que não vejo a uns 30 anos, o qual me ofereceu um emprego e uma casinha abandonada num terreno longínquo para morar. O Nilo era um turco filho de um meio-rico e que ficou muito rico. Me lembro dele com certa repugnância e revolta pois era um tendente a grande predador e com isso esfolava o que podia das presas em que punha suas garras. Bruto e estupido, decidi pela demissão numa discussão, mas continuei morando no casebre enquanto ele não me expulsasse e eu ano arrumasse outro emprego.

Então no sonho o turco apareceu na frente do casebre e veio entrando. Mas logo na porta ele olhou para o teto e surpreso perguntou o que era aquilo. Olhei tambem e fiquei sem palavras. O teto estava todo coberto por aquela planta que sobe nas paredes,  e’ erva daninha, no Brasil chamam-na de trepadeira. Tinha muitas folhas, verdes, grandes, e o resto era cipo. Olhei para fora e notei que todo o quintal e os terrenos vizinhos estavam cobertos pela planta. Admirei como eu não havia visto aquilo, principalmente estando pendurado n teto, caindo sobre moveis. Mas na minha vida isso não tem sido novidade pois como filosofo quando estou no lugar da morada estou pensando muito longe e alem disso, devia estar atarefado procurando trabalho e enfrentando as dificuldades alem de que devia estar pronto para sair dali.

Eu respondi que, se ele quisesse, eu riria cortar tudo e inclusive as ramas que vinham dos terrenos vizinhos para impedir que retornasse. Ele balbuciou algo como ” não adianta pois nesta altura as sementes estão espalhadas por todo lugar. E fazendo um ar de maroto esperto ele disse:

” A solução aqui e’ “devolução”. Mandar de volta para onde veio.”

E acordei por aqui, acho que apenas isto lembro do sonho. Agora vamos a minha interpretação.

A planta de ramagem de cipo e folhas representa a rede fotônica. Ela esta na atmosfera terrestre em volta do planeta, por isso a vi no teto da casa e por volta da casa. O turco representa o grande predador que faz parte dos três instintos humanos herdados dos animais da selva no tocante a divisão de poder. O predador apareceu no sonho porque foi este assunto que no dia anterior comecei a pensar buscando uma solução de como exorcizar estes três instintos dos humanos.  E no desenrolar destes pensamentos me lembrei de outra tese onde ” o comando invisivel do DNA não esta dentro dos genes, mas sim fora deles, no mundo externo a eles. E me parece que a força que faz presas continuarem sendo presas mesmo quando elas tem tanta ou maior força do que os predadores, elas não se unem para usa-la. Parece que são dominadas mentalmente, ficam abobalhadas. reclamam que sofrem sob o jugo dos predadores, mas parece que gostam disso, nada fazem para mudar a situação. A não ser quando aparece um lider ou ocorre alguma catástrofe natural, mas estas tambem são forças externas as presas. Então, buscando como seria e onde estaria esta força externa, me lembrando da invasão de fotons nas origens da vida, no inconsciente coletivo, etc., me surgiu a ideia da network fotonica. Esta seria a força invisivel mantendo a humanidade imitando as regras selvagens dos animais na forma de seus sistemas sociais.

A imagem que me veio a mente durante o dia anterior ao sonho foi a de uma rede fotonica semelhante a rede neuronial com suas sinapses, no cérebro. Com a diferença de que a rede fotonica seria planetaria. Entrou ai tambem antigos pensamentos sobre a possibilidade do corpo humano ter um campo magnetico talvez da mesma natureza do campo magnetico da Terra.

Muita imaginação, aparentemente descabidas. mas como o cerebro guardou isso e sonhou com isso? Como e porque ele representou a rede fotonica com a trepadeira? Porque ele foi buscar uma lembrança muito antiga na memoria que pensava já esquecida, ao trazer o turco para a cena? Na época do turco eu nem sequer imaginava estas coisas de predadores e presas. Isto me apareceu na mente apenas uns 20 anos depois do turco, quando vivi na selva amazonica. Entao como o cérebro ligou o conceito de predador com a personalidade conhecida do turco? E porque o predador buscou sua face de astuto felino e disse” devolução”?!

As soluções encontradas tiveram que preencher certos e requisitos fundamentais antes de serem aceitas. Elas tem que obedecer a formalidade da logica, ou seja, o teorema da logica formal. Portanto tem de ser racional, fazer sentido `a luz do mundo real que experimento. Ela tem que apresentar um parâmetro real, factual, existente em algum outro lugar da Natureza. Por exemplo, minha teoria do que existe no centro da galaxia ( diferente da teoria do buraco negro, mas não muito), encontrou vários parametros ocorrendo em outros lugares da natureza.

Mas são soluções surpreendentes. Sao testaveis cientificamente, porem, uma ciencia com métodos diferentes dos atuais praticados e ditados por uma  visão do mundo inédita. Se eu vou encontrar uma solução para o comando invisivel do inconsciente coletivo responsavel por manter a carga genética humana com estes 3 instintos animais, sera mais uma solução espetacular. Que abrira as portas para novas investigações, novas ideias. Por isso registro aqui o sonho, para continuar a pensar na tese me lembrando da rede da trepadeira, do predador,… e de algo que parece importante.

Porque devolução?! Estaria sendo sugerido que o método ideal para erradicar essa erva daninha que e esta rede fotonica causando a manutenção dos instintos, ‘e manda-la de volta de onde veio? Mas ela veio da galaxia como sistema fechado em si mesmo. La já existe o fenomeno predador/presa.

Uma ideia me surge agora. Outra tese desenvolvida e’ a da onda de luz universal se desfazendo em fotons na sua ultima frequencia e estes fotons esparsos retornando a recompor a onda de luz, porem, com energia negativa e luz escura. Retornando ao Big Bang, onde volta ser reemitida como luz clara. Seriam esta rede fotonica e mais estes instintos a zona escura em que estes fotons retornam? Isto seria devolução.

Material para continuar a pensar nesta tese…..

xxxx

Pesquisa:

( Dar uma relida na energia de Reich e similares. Lembrar de ” as nuvens de pensamento, nourees, de Pietro Ubaldi)

 

 

 

Superposicao Quantica Desdobra-se nas Fases do Ciclo Vital?

terça-feira, outubro 18th, 2016

xxxx

O ultimo artigo aqui – sobre maos humanas  fala em superposicao de genes evoluindo para a separacao dos genes em ordem cronologica como no ciclo vital. Ha muito venho suspeitando que a superposicao quantica seria todas as diferentes formas de um corpo acontecendo  num so momento sob a perspectiva humana do tempo microscopico. Expliquei a incerteza de Heisenberg com essa teoria. E agora surge a possibilidade de que a enorme bagnca de formas monstriuisas nas origens da vida foi devido a superposicao de fotons, a qual foi repetida inicialmente pelos genes…..

Preciso desenvolver esta tese.

Fotons: A Memoria Eterna?

quinta-feira, dezembro 17th, 2015

xxxxx

Fotons não tem ” tempo” porque eles viajam `a velocidade da luz, onde tempo e’ zero. E fótons não decaem como as particulas, porque decaimento e’ uma ação do tempo. Então, se o fóton for realmente – como sempre sugeriu a Matrix/DNA Theory – o objeto na Natureza em que e’ registrado todo bit-informação ( relacionados `a natureza e portanto `a formula de Matrix e todos seus derivados) – esta’ explicado um monte de detalhes da Matrix/DNA.

Por exemplo, a sugestão da Matrix: ” Este Universo nada pode criar que ele não tenha recebido informação no momento do Big Bang e expansão da primeira onda de luz.

Para pensar neste domingo: A Luz, os fótons, e sua criação da Vida

domingo, abril 26th, 2015

xxxx

Fumaça e cinzas do vulcão Calbuco são vistas da cidade de Puerto Montt, 22 de Abril 2015. REUTERS

Imagem impressionante da erupção do  vulcão no Chile

Os meus cálculos da anatomia comparada entre sistemas naturais vivos e não-vivos e os  modelos teóricos resultantes destes cálculos estão sugerindo que ondas de luz natural são a primeira forma dos primeiros sistemas naturais surgidos neste Universo visível, e que tais ondas se fragmentam em partículas fótons, os quais adentram os átomos e os movem no sentido de se combinarem para reconstruir o modelo de sistema que formavam na onda de luz. Como uma onda de luz natural se propaga por vibrações que mudam suas formas e intensidades a partir da mais forte para as mais fracas, e estas sequencias de vibrações/frequências são exatamente igual a sequencia de mudanças de energia nos corpos vivos sujeitos ao ciclo vital, fica sugerido que uma onda de luz é algo pré-vivo, contem o primeiro código da vida – que é a origem do DNA e da genética – e assim a luz imprimiu a vida na matéria de éter do espaço sideral e assim surge a vida nos planetas como a Terra.

A partir deste resultado geral começam a surgir os problemas dos detalhes, os quais são minha ocupação atual tentando resolvê-los. Por exemplo, como e porque, após formar um sistema como a célula vital, estes fótons passam a multiplicar estas células e as conduzi-las para que formem o mesmo sistema agora mais ampliado, gerando os seres multi-celulares. Tenho em mente que não posso cair no equivoco de dar inteligencia ou propósitos a partículas como os fótons, assim como tem caído o pensamento cientifico moderno baseado no gene centrismo. Pensar que genes -os quais são meramente um bocado de átomos combinados de certas maneiras – possuem propósitos como o de se replicarem e se perpetuarem é ilógico. Portanto, se fótons não agem com intenções mas simplesmente obedecem as fôrças do ambiente e seus movimentos, e às fôrças naturais de atrações ou repulsões entre eles mesmos, é compreensível que reconstruam com a massa ou matéria o sistema de luz de onde vieram, mas uma vez que se assentam num sistema em equilíbrio e auto-suficiente como são as células vegetais, a razão lógica seria se tornarem sistemas fechados, individualistas, como são os sistemas galácticos que  formaram antes.

No entanto, e principalmente com a célula animal a qual prescinde da propriedade da fotossíntese e por isso tem que  ser um sistema aberto, estes fótons não param sua atividade na direção de formar sistemas cada vez mais complexos, e passam a construir uma projeção ampliada multicelular do formato do sistema individual celular. O que faz indivíduos formarem os coletivos? O fato constatado é que formam, desde os átomos se aglomerando para formarem rochas, água, até os pássaros se aglomerando em bandos em pleno espaço vazio e aberto. Mas porque partículas estupidas sem qualquer intenção e propósito são conduzidas e obrigadas a este comportamento? Quais as fôrças naturais responsáveis por isso?

Temos agora uma massa informe, uma população de bilhões de indivíduos denominados “neurônios”. A Natureza deve estar trabalhando para conectar e organizar estes indivíduos num sistema, que seja à imagem e semelhança do individuo, ou seja, do neurônio. Como  o nosso cérebro está sendo modelado, que tipo de exercícios e/ou pensamentos podemos fazer para facilitar e apressar a corrida ao cérebro mais complexo e quiçá, perfeito? Meu maior obstaculo nesta investigação é a falta de visualização do cérebro no seu total, em 3 dimensões, pois todas as imagens impressas que temos não mostram o interior e suas configurações, assim não estou conseguindo pegar o primeiro fio da meada que nos levará a descobrir a Matrix/DNA projetada no cérebro como sistema natural.

Este é mais um dos milhares de problemas dentro da Teoria da Matrix/DNA para pensar neste final de semana.  Imagine um humano que nunca viu nada do interior do corpo de animais nem de humanos, que saiba que humanos vem de barrigas mas não sabe como nem porque. Mas este humano é curiosos e tem necessidade de saber tudo, como era dentro da barriga que o fêz surgir do jeito que surgiu, o que existe no interior do seu corpo, etc.

Pois assim, tal como este humano totalmente ignorante da sua existência, é o ser que está fazendo esta investigação: um ser denominado “mente”, ou “uma auto-consciência”. Como auto-consciência eu não sei o que tem dentro e como funciona o cérebro que me fêz surgir assim, ou que ainda está me formando, não consigo ver nem entender como é meu corpo pois nem mesmo vejo a substancia de sou formado. Sinto que essa substancia é iluminada porque ela se forma a partir de sinapses elétricas, sinto que ela está se tornando mais uma forma complexa de sistema natural, e assim, eu, como ser final da evolução universal aqui e agora, me vejo conectado ao  principio deste universo porque toda essa história se começou com a mesma substancia do meu corpo: a Luz. Mas eu vou insistir e morrer tentando descobrir tudo isso.

Se alguém ler isto e tiver alguma pergunta ( se alguma outra auto-consciência é tão ignorante sobre sua existência como eu sou e está curiosa para resolver este mistério), pode fazê-la nos comentários abaixo ou enviar um e-mail para austriak727@hotmail.com.

E pensando neste e-mail, o nome “Austriak” foi emprestado de uma paranormal do Rio de Janeiro que disse ter entrado em contacto por telepatia com os alienígenas de uma esquadra de discos-voadores que esteve aqui em 1980 ( eu mesmo vi uma formação triangular se movendo no céu e pensei que eram bolas de fogo ou meteoritos incandescentes) e que o seu interlocutor alienígena disse se chamar Austriak e que era o comandante da esquadra do Império Galáctico sediado em Orion, Nébula, e que estava aqui porque este planeta e a vida que ele hospeda estavam correndo perigo devido a movimentos gigantescos no seu interior, e ele estava consertando isso.

Image result for esquadra de discos voadores

Claro que nada sei e nada acredito nem desacredito. Mas nesta semana houve um terremoto violento  no Nepal quase ao mesmo tempo que um vulcão no Chile entrou em erupção e parece-me que os dois fenômenos podem estarem relacionados. Se isto for, novamente o interior da Terra – o germe de estrela que ali está se desenvolvendo – está se remexendo inquieto, o que pode provocar a vinda urgente de Austriak. Oxalá ele acessasse nossa Internet, visse este artigo, e se decidisse me dar uma mãozinha nesta investigação do inferno… toda a Humanidade seria beneficiada. mas talvez Austriak pense como Spinoza que disse que “Deus não pode nos dar uma mãozinha fazendo milagres porque não pode violar a ordem natural que funciona de acordo com Suas próprias leis…”.

Image result for esquadra de discos voadores

Raios…, tamo fud… Talvez estejamos fazendo alguma coisa ou muitas coisas erradas aqui na superfície deste planeta de maneira que está afetando o embrião estelar lá dentro e ele reage dando chutes na barriga o que se traduz para nós aqui em terremotos e vulcões…

Vista de Puerto Varas, no sul do Chile, mostra o vulcão Calbuco. 22 de abril de 2015, EPA

O povo da aldeia assiste e ouve o rugir do vulcão