Posts Tagged ‘global’

Governo Global Único: “O Livro”

quinta-feira, dezembro 21st, 2017

xxxx

Em que estou pensando? Que acabei de fazer mais uma daquelas grandes descobertas de jerico… A sociedade humana apenas seria perfeita se tivesse um governo global único, chamado… ” O Livro”. Nenhum humano no poder, apenas um Livro, o qual todos defenderiam ate com armas… pensei nisso agora quando li o discurso de um Rockfeller: ” Nos chamam de illuminatis, nos acusam, ao 1% mais rico. de conspirar-mos para derrubar todos os governos e instalar o governo global único. Se e’ disso que me acusam, sim, eu sou um conspirador e tenho orgulho dessa causa!”

Ai eu perguntaria a ele:

– ” Ok, você quer um governo unico. Porem um governo que aplicasse o seu sistema ideológico, um sistema dividido entre poucos ricos e muitos pobres trabalhando 30 anos no trabalho duro, enquanto os ricos ficam tomando “liqueur” na praia, com um tendo muitas terras e outros sem terra nenhuma, etc.. não e’?

-” Sim, o mundo e’ assim, sempre foi assim…”

– ” Não, o mundo não e’ assim, não ter que ser assim, e nunca foi assim antes dos humanos aparecerem aqui e antes dos seus ancestrais predadores criarem esse sistema porco que ai esta. Eu tambem quero um único governo porem antes tem que passar o trator e desmanchar tudo o que esta ai, fazendo tudo de novo e muito diferente. Basta imaginar um mundo onde todos serão iguais, escrever as regras que a gente vê nesse mundo, por tudo num livro, e o Livro sera o governo único…”

Mas essa ideia genial de jerico não veio de graça. Eu estava estudando a minha formula universal para sistemas naturais, onde um fator interessante ‘e que, apesar de não ter um líder comandante, o sistema tem um conjunto de regras que atua sobre todas suas partes, mantendo o equilíbrio termodinâmico, a homeostase, a longa sobrevivência, etc. Quer dizer, o sistema perfeito e’ governado por uma entidade abstrata que ele mesmo cria. Para um sistema social humano perfeito, estão entidade comandante abstrata seria um livro… Afinal não tem uns livros de ficção e lendas escritos a milhares de anos que continuam a dominar a mente de muitos humanos?

 

Porque e’ sua obrigacao ocupar-se e participar do debate sobre o aquecimento global

segunda-feira, maio 29th, 2017

xxxx

Na imagem acima vemos onde termina a macica área de gelo e começa a área de gelo esparso, no oceano do Polo Norte. Cientistas dizem que neste ano o gelo esparso começou dois meses antes do normal, e acreditam que isso se deve a elevação de temperatura do planeta. E isso pode causar uma tragedia humana ( leia artigo no link:

http://www.livescience.com/59291-early-collapse-of-arctic-ice-bridge.html?utm_source=notification

Como existem pessoas poderosas e políticos que dizem que existem cientistas que podem provar o contrario e que não devemos nos preocupar, acho que o certo seria ficar-mos em cima do muro esperando mais informações, dados científicos. Porem eu particularmente não vou ficar sem gritar e tentar participar do debate porque a minha visão do mundo sugere um fenômeno que indica que estes indivíduos poderosos e seus políticos não apenas podem estarem errados, mas são obrigados a errar neste assunto. Antes de prosseguir vou tentar descrever um quadro ocorrendo nas selvas da Africa.

Antílopes, elefantes, zebras e um sem numero de especies animais que se classificam como presas de predadores comem a relva verde no vale durante quase 24 horas por dia, trabalhando, transformando vegetais em suculenta carne. Acima do vale, nas colinas, dormem e descansam os tigres, leões. Quando estes sentem fome descem da colina para fazerem sua colheita do produto do trabalho das presas, a suculenta carne.

Uma das poucas atividades dos predadores na colina, ou quando rondando em volta do pasto das presas, é vigiar seu território, contra outros grandes predadores vizinhos ou contra médios predadores, como lobos, chacais, etc. Querem certificar que o sistema que eles impõem em seu território esteja funcionando em ordem, como os aristocratas das nações vigiam por si mesmos ou através de predadores médios confiáveis e contratados para ajudar na vigilância, se as leis da Constituição que eles fizeram quando seus ancestrais ocuparam um território, estão sendo obedecidas e o pais esta’ dentro da especie de ordem estabelecida por eles.

Os grandes predadores aceitam o mundo assim, como o encontraram, e como o mundo assim apenas os beneficiam, jamais iriam supor que o mundo poderia mudar para pior. Assim os aristocratas humanos acreditam que esta divisão entre muito ricos e muito pobres é o único mundo normal possível, e que assim foi criado por algum Deus deles, que lhes da’ a força e a sorte que lhes propiciam seus privilégios.

No caso da biosfera terrestre mudar por algum motivo alheio a ela, como aumento de temperatura, queda de meteoritos, etc., os grandes predadores são os primeiros a serem exterminados, pois nunca iriam se preparar para mudanças ou aceitar mudar seus vícios de acomodação. Por isso todos os grandes predadores de antigamente ou foram extintos ou estão sem futuro evolucionário, em vias de extinção, enquanto dos animais menores, mesmo das presas, alguns podem sobreviver e dar inicio a nova população terrestre.

Pois bem. os humanos vieram destas raízes animais. Mais exatamente, vieram de um ancestral não humano que era uma especie de 3 em 1, ou seja, era grande predador carnívoro, médio predador, e como presa, vegetariano também. Estes 3 instintos estão na genética humana e não são expressados na fase embrionaria, apenas um deles vai se manifestar como dominante dos outros dois dependendo das condições do berço materiais do berço em que nascem e da educação que vão receber da cultura da família em que nascem.

A genética vai aplicar este instinto dominante quando configurar as conexões neuroniais e expressar o seu tipo de psique. E’ possível ate mesmo que numa área da psique exista espaço para se anatomizar psiquicamente ou os grandes caninos do grande predador, ou os médios caninos dos médios predadores, ou a baba chorosa das presas. E uma vez expressado e materializado um dos três, por exemplo, os grandes caninos, o individuo vai ter a mentalidade igual dos leões na colina, com posse e conservação de território, total vampirismo sobre as suas presas que lhe pertencem, e se acreditar em Deus, se crera’ o escolhido para manter a ordem entre as suas presas-pagas acessíveis pelos demônios.

Então obviamente todos filhos de aristocratas vão ter uma psique modelada com grandes caninos e apenas sobrevivem se tiverem escravos. Na mentalidade deles o mundo foi feito assim para continuar assim por isso são radicalmente conservadores. Deus esta no alto vigiando para protege-los e a seu território, eternamente.

O que acontece quando alguém diz a um aristocrata que o seu sistema imposto a seu território esta alterando o clima, a geografia, e isto vai levar a mudança e até destruição do seu mundo? Ora isso é impossível, o mundo vem assim a bilhões de anos e Deus esta’ vigiando, para que sua estrela da sorte esteja sempre a brilhar. Quem vem dizer tal asneira tem que ser comunista querendo enganar com alguma conspiração ou plano oculto, mesmo que seja apenas uma maneira dele ganhar dinheiro.

Então, quando o assunto é aquecimento global, a opinião dos indivíduos poderosos em dinheiro e seus políticos e funcionários, não me interessa, ignoro-a totalmente e quando falam desligo ou mudo de canal. No entanto, posso manter a suspeita de que a denuncia de que esta’ havendo aquecimento global pela ação humana seja uma expressão intrínseca aos médios predadores que podem, ate mesmo inconscientemente, estarem conspirando para darem o golpe e assumirem o território, ou então, meramente, ganharem maiores fatias da carne suculenta. Então quando alguém da classe media alta ou seus políticos falam que o aquecimento e’ causado pelo homem, ouço um pouco mas não me deixo convencer cem por cento. Vou ouvir atentamente os cientistas que estão de fato botando suas mãos nas pesquisas, ainda com a ressalva de que também dentro os cientistas existem as três divisões entre instintos.

Quanto aos nascidos em berços pobres e doutrinados pela cultura feita pelos predadores para ser aceita pelas presas, qual sua reação perante a noticia de que estaria havendo aquecimento global e o culpado é o homem? Ora, como sempre, esta noticia entraria por um ouvido e sairia pelo outro, pois não sabem erguer a cabeça e desviarem mesmo por alguns instantes, os olhos da grama. Como sempre são inertes para tudo. E nisto concordamos com o conceito que deles fazem os grandes e médios predadores, porem o que difere e’ a nossa atitude em relacao a eles. os predadores querem conservar as presas assim, enquanto nos queremos motivar as presas a mudarem pois precisamos delas para o processo da nossa reprodução cósmica.

Resta então saber sobre aqueles que como eu, julgam que transcenderam o animal em si e já não mais funcionam movidos por algum dos 3 instintos. São os que querem um sistema sem território único mas sim dividido em partes iguais, que não aceitam passivamente serem empregados e nem querem ser patroes, sonham que todos sejam seus sócios. Como estes devem ser comportarem perante a questão? Ora, a nossa fraqueza devido nosso ínfimo numero não nos permite tomar parte nas decisões sociais. Então apenas nos resta estar atentos para criticar veementemente os argumentos quando aristocratas falam, ficarem atentos investigando os motivos quando a classe media fala, e ficar cutucando com energia as presas para que acordem e prestem atenção na questão, para que numa eventualidade sejam uma força na direcao da resposta correta. Então, tens que participar, ao menos estarás de consciência limpa se seus herdeiros chorarem o fracasso da humanidade nesta questão.

Eu me baseio na minha cosmovisão, resumida na teoria Geral da Matrix/DNA. E seus modelos astronômicos sugerem que todos os planetas como a Terra inevitavelmente tendem a se aquecerem cada vez mais ate deixarem de serem planetas, transformando-se em pulsares. No núcleo da Terra existe um germe de estrela rodeado das camadas geológicas que fazem função de placenta contendo os nutrientes do germe, então a massa liquida incandescente e sob fusão nuclear vem comendo o planeta de dentro para fora, e quando mais perto da superfície do planeta estiver esta massa incandescente, mais elevada sera’ sua temperatura. Isto pode ser freado um pouco porque ao mesmo tempo que o planeta vai sendo comido sua massa de rochas vai perdendo peso e portanto o planeta vai escapando da gravidade solar e se afastando co calor da estrela. mas no final o calor que vem do interior prevalece. Então o aquecimento tem que existir naturalmente. Porem, ele pode ser acelerado pela ação do homem? E’ possível… ou não… mas isto não interfere muito na noção de que este sistema humano esta’ todo errado, o comportamento humano não esta’ sendo natural, ou seja, não esta em sintonia com os desígnios da natureza, e tem que mudar.

Tentáculo Global Tira o Fogão da Mãe e a Coloca na Esteira da Fabrica de Alimento Cozido

quinta-feira, novembro 26th, 2015

xxxxx

( Este artigo visa colocar todos os aspectos gerais do problema humano da alimentação na mesa ( não alimento na mesa da cozinha mas sim relatórios na mesa de debates…kikiki…), ao lado da formula da Matrix/DNA para buscar soluções)

Todo filosofo como eu e’ obrigado constantemente a sair correndo dos altos píncaros da filosofia para satisfazer sua necessidade de… alimentação ( e você pensou que eu ia dizer o que?). Ninguem ainda conseguiu se livrar desta “mardita” necessidade animalesca, primitiva, meio nojenta principalmente no seu aspecto carnívoro. Então apesar de ser coisa de animais o filosofo tem todos os dias que parar de conectar momentum quântico com os flashes de raios gama emitidos pelos quasares e pensar na alface, no fogão, na linguiça, o pão com manteiga. Mas ele não deixa de ser filosofo mesmo quando esta’ comendo a linguiça e portanto olha para o prato, para a linguiça e se pergunta:

– ” Porque?! De onde veio? Qual o significado existencial deste fenômeno chamado linguiça e como ele veio parar neste prato?!” – Pronto… ai começa uma salada de pensamentos revisando a cena da moedeira de carne, do gado nos matadouros públicos, da linha de esteira das fabricas cheia de mulheres tao frustradas por terem nascido sem ” aquilo” que ficam loucas a enfiar carne na tripa e fazendo um montão de salsichas.

Definição de uma fabrica de salsichas: ” Uma coleção de mulheres frustradas com seu sexo e que não conseguiram casamento obcecadas em fazerem moldes de salsichas, procurando descobrir a origem da vida para dar vida `a salsicha e procurando o molde da salsicha perfeita”. 

( Coitadas. Sao vitimas escravizadas e precisamos tira-las de la’, ao invés de ficar fazendo piadas da sua vida trágica). Portanto voltemos ao trabalho serio do filosofo que vai tentar neste almoço encontrar a solução mental para o problema global da alimentação.

Primeiro foi um ambiciosa família crescendo com uma mercearia, comprando a outra próxima e transformando esta família em seus empregados, e assim chegamos ao Pão de Açúcar, WallMart, etc.  E então as grandes redes de restaurante e corporações dos alimentos prontos convencem ser inviável “cada casa uma cozinheira” para pô-las todas em suas esteiras de produção mecânica em serie. A Humanidade nunca tinha suspeitado que tal armadilha a esperava logo na esquina. Mas…

Nos nunca iriamos dar os saltos evolucionários necessários para chegar as nossas aventuras e conquistas espaciais, se tivéssemos mantido o velho estilo de “cada casa, uma mãe, cozinheira”.  Primeiro porque o lar ainda e’ o lugar mais aconchegante, prazeroso e seguro que existe, não iriamos arrancar as pessoas de dentro dele para serem astronautas. Veja como acontece quando tentamos arrancar um dos cônjuges agarrados no seu lar nuclear atômico, ou o seo próton ou a dona nêutron, uma explosão atômica! O casal esperneia não permitindo separarem-nos, e prefere antes explodir o mundo! Segundo, que as mulheres perfazem a metade da população humana, e enquanto elas se mantiverem como domesticas, alienadas da mecânica, física, tecnologia, os homens sozinhos não conseguem construir o lar global aqui para se libertarem e conquistarem o Universo, e manterem a perpetuação de suas comunidades em cada lugar que forem conquistando.

Sabendo-se que a Humanidade sera’ inevitavelmente extinta se ela não transformar a família nuclear em família universal no modelo sugerido pelo grande filosofo Jesus Cristo, vemos que a ação predatória das corporações esta sendo um mal necessário. Mas,… quando e’ que os seres humanos vão aprender a conduzir sua própria vida de maneira que o acaso e a Natureza não precisem mais escrever o certo por linhas tortas e aplicar cirurgias corretoras dolorosas? E’ claro que deve existir uma outra maneira mais saudável e menos dolorosa de tirar ( eu diria libertar), a mulher-mãe, do fogão, ao mesmo tempo que todos tenham uma boa alimentação. Eu mesmo, nas minhas super precárias condições, tive tempo para pensar e planejar um tipo de cidade, de sistema social, onde para cada cidade apenas uma praça de alimentação industrializada e automatizada, faria chegar a cada casa pelos tubos e caindo dentro do micro-ondas, o prato que o cidadão pedir. Mas ai, teria antes que ser uma cooperativa, sem fins lucrativos, pois e’ este fim lucrativo para uns poucos que emporcalha tudo.

Nesse momento o filosofo se lembra que o filosofo e’ o mais incapacitado individuo no fogão e no conhecimento de como anda a alimentação dos humanos. Eu sabia fazer omelete, batata frita e batata inteira cozida, mas parei de fazer batata cozida no dia que comecei a ler um livro ao lado da panela no fogo e só acordei quando a panela explodiu na minha cara e foi um corre-corre para não deixar o fogo se alastrar pela casa. Por isso o filosofo corre ao Google e digita pedindo  a ultima analise mais sucinta e completa sobre como anda a alimentação hoje. E antes de continuar esta apresentação da solução que vamos encontrar na formula da Matrix/DNA vou inserir a seguir o artigo encontrado, que vem bem a calhar por estar em vídeo e texto escrito ao mesmo tempo ( para acompanhar o video falado lendo o texto escrito clique no botão “show transcript”, abaixo do vídeo). Como esta’ em Inglês, vou ter que copiar o texto aqui e ir traduzindo-o na medida do possível. Então vamos la’:

Absurd Figure About Apples that Captures the Global Food Crisis

Absurda Situação Sobre Maças que Explica a Crise Global de Alimentos ( desculpe a falta do til na maça porque o tio caiu embaixo da mesa e não tenho tempo para procura-lo agora)

http://bigthink.com/videos/ruth-reichl-on-feeding-the-world-via-the-free-market

Ruth Reichl is the author of My Kitchen Year: 136 Recipes That Saved My Life which came out in September 2015.

Ruth Reichl e’ a autora de ” Meu Anus da Cuzinha ( ohhh, desculpe, quero dizer…) : Meu ano da Cozinha: 136 receitas que salvaram minha vida”

Ruth, former editor-in-chief of Gourmet Magazine and restaurant critic at both The New York Times and Los Angeles Times, says we have a food crisis.

Ruth, antiga editora-chefe do Gourmet Maganize e critica de restaurante para o New York Times e Los Angeles Times, diz que temos uma crise fud… ohhh… desculpe. Food crisis quer dizer, uma crise de alimentos. ( I don’t não sei porque me meto a traduzir! Olhe como escrevi ” magazine” ai atras… e voce passou batido hein?… Te peguei nesssa, cara…Bahhh)

But it’s not the crisis that most people are aware of. The specter of overpopulation has convinced many that the only way to feed large, undernourished populations is by growing more food — a lot more food.

Mas nao e’ a crise que a maioria das pessoas esta pensando. O espectro da superpopulacao tem convencido muitos que a unica maneira de alimentar grandes e famintas populacoes e’ produzindo mais alimentos – uma grande quantidade de mais alimentos.

( Retornar para concluir traducao. Tenho que parar agora porque o bule de cafe ta’ apitando na cozinha )

But that view ignores the fact that, for example, 70 percent of all apples grown in Mexico last year were thrown out, completely wasted. She explores other myths such as the belief that factory farms are more efficient that small, family-run farms. Finally she presents a new approach to solving our global food crisis. Reichl is the author of My Kitchen Year: 136 Recipes That Saved My Life, which came out in September 2015.