Posts Tagged ‘ideologia’

Ideologias: A incompleta abordagem da Ciência Acadêmica e a explicação da Matrix/DNA

terça-feira, maio 28th, 2019

xxxxx

https://www.youtube.com/watch?v=uMWfVMAVYhI

Resposta da Matrix/DNA: ( publicada no Youtube em 28/5/19 sob pseudonimo Pablo Fonseca)

Boa analise mas com alguns problemas:

1) Não tem como entender ideologia sem descer `as origens da psique humana. O que veio a ser ideologias humanas foram os três instintos herdados dos antepassados animais que dividem o sistema social na selva e se projetaram como divisores do poder nos sistemas sociais humanos. O grande predador fornece a energia agressiva, e a iniciativa da posse, `as classes dominantes, a presa forneceu a inercia e a fraqueza da classe dominada. Não existem guerras entre estas duas classes, isso é automático como na selva. Quem gera conflitos ideológicos são os instintos do médio predador – lobos, hienas- porque a classe media baixa quer sempre ocupar o lugar dos predadores no poder, e tentam jogar as presas contra o inimigo, assim se entende Lenine, Fidel Castro, Lula, etc.

Já havia ideologia na idade antiga quando se disputava que ” meu deus é o certo e escolheu nosso povo, seu deus é errado você é pagão e merece ser escravizado”, etc. Fernando tenta ser imparcial mas quando não vai nas origens e começa com Marx – havia ideologia no feudalismo, na monarquia – ele sugere que neoliberalismo seja reação, quando é continuismo.

2) O predador humano necessita não apenas controlar as presas pela força física das suas armas atuais, porque presas humanas usam flechas, drones e são maior numero. Então descobriu o controle mental baseado na ocultação e mentira sobre a realidade, como fazem as religiões que inventaram. O maior problema é a distorção dos fenômenos e eventos naturais que assim dessincroniza a evolução da razão humana do caminho seguido pela evolução das forças naturais, condenando a especie a extinção. A nova visão do mundo denominada Matrix/DNA está descobrindo que a maioria das interpretações religiosas e cientificas atuais dos fenômenos naturais estão com seus significados errados. Por exemplo, quando ensina estudantes que a evolução biológica surgiu por si mesma separada da anterior evolução cosmológica tem que inventar a mentira de uma origem da vida por um agente inexistente ( o acaso construtivo magico) e assim distorce todos os mecanismos da evolução para sustentar o darwinismo social cujos valores justificam sua dominação e entorpecem a razão dos dominados.

Outros importantes detalhes não foram mencionados.

A posicao desidiologica da Matrix/DNA perante evento politico na USP

terça-feira, fevereiro 26th, 2019

xxxx

Um auto-exorcizado dos instintos animais que não tem mais ideologias não torce para nenhum dos dois lados nesta ocorrência ( ver artigo e video com links abaixo). Porem, com certeza a USP consome ao menos algum centavo do dinheiro publico, quer dizer, do meu dinheiro. E isto me obriga a entrar na ocorrência. Nao admito que nenhum professor onde meu dinheiro esta sendo consumido desperdice o tempo de aula onde deve ser ensinado apenas a materia especifica, para falar a favor ou contra qualquer ideologia, politica, religiao, minorias, etc. Este professor tem que ser punido com uma suspensão de no minimo 6 meses e uma multa para me devolver o dinheiro gasto.
 
Mas temos tambem que sempre vigiar e criticar onde se expressam os instintos animalescos tendentes a grandes e medios predadores e presas, para elevar a humanidade ‘a sua transcendencia. Ou seja, onde o instinto predador se expressa – como no caso deste debil mental ainda animalizado, com diploma – temos que nos vestir de presa e e usar o discurso da presa para contra-atacar seu discurso; onde o instinto de medio predador se expressa geralmente usando como muleta a ideologia comunista que seria o governo pelas presas, temos que nos vestir de predador e usar o discurso do predador para contra-atacar seu discurso. Entao vamos contra-atacar o discurso deste predador?
 
Simples. Se a escola não expulsa-lo, os alunos devem se retirar da classe quando esse extremado conservador do instinto predador herdado dos animais carnívoros entrar… Eu apenas lhe faria uma pergunta: “Mostre algum calo nas maos, ou prove que alguma vez na vida produzistes algum dos produtos de necessidade básica que consumistes, alem de tudo que voce vampirizou dos pobres, a quem deve sua vida parasitaria, a escola em que ganhastes seu diploma, e até a roupa que vestes pelas quais voce fingiu que pagou escudado na sua gang de parasitas que não pagam o real valor do trabalho produtivo  dos pobres…”
Onde o comentario foi publicado:

A Direita, a Esquerda, e o DNA-Lixo: Como e porque cada um tem uma das três ideologias

domingo, novembro 18th, 2018

xxxx

Humanos se dividem por ideologias, ditas “direita” e “esquerda”. Cada qual acredita que está ao lado da Verdade Última. E sabemos que não sabemos qual e` a Verdade Última, ou se existe mesmo uma. Disso se deduz que ambos estão investindo suas vidas numa aposta, e no escuro. Uma roleta russa.

Sei que nessas alturas tanto os direita como esquerda estarão afirmando que não existe roleta russa, que eles estão no caminho certo porque eles sabem a Verdade. Não, não sabem. São mentes inferiorizadas porque não conseguem em seus raciocínios considerarem as imensidões desconhecidas deste mundo no tempo e no espaço.

Quanto aos não-direitistas (que inclue os ideólogos esquerdistas e a massa neutra), creio ser mais fácil detectar a causa do porque assim o são. Veem e sentem na ideologia direitista os fenômenos do parasitismo, do comensalismo ou predatismo, e da vitima. E` natural que todo humano sinta aversão ao parasitismo e predadorismo porque estes lhes causam as doenças e mortes. Mas tanto os direitistas quanto a grande massa do povo parecem não interessados em atuarem contra estes males que vem da Natureza bruta projetados nos seus sistemas sociais. Assim como muitos humanos aceitam passivamente as doenças, a existência de vírus e bactérias, e ate mesmo as suas tragédias perpetradas por grandes animais predadores – porque acreditam que nada se possa fazer contra elas – assim a grande massa aceita a existência de humanos parasitas e predadores. Conformam-se com o que acreditam que o mundo é e não poderia ser mudado. A falta de uma cosmovisão racional os impede de verem que na Natureza existem os estados de ordem e de caos, que constituem ciclos que se alternam, e que a biosfera deste planeta emergiu do estado de caos, e que e` possível que a inteligencia possa transformar o caos em ordem. Onde não exista parasitismo e predadores. O atraso na vinda dessa cosmovisão racional e` perpetrado pelos predadores da direita quando inventam as religiões sugerindo que o mundo dos humanos e` assim no estado de caos e sempre sera enquanto o estado de ordem vira apenas depois da morte, e as enfiam nos cérebros dessa grande massa.

Mas o que dizer dos esquerdistas militantes por sua ideologia? Vamos pular eles e falar primeiro dos direitistas. O que se passa na cabeça de um direitista quando ele vê os “pobres”? Na minha opinião, não se passa nada de racional. Apenas funciona neste momento a psique modelada por uma carga genética que foi herdada dos antepassados irracionais que fizeram o papel de predadores e nos quais a incipiente psique e conhecida como “instintos animais”. Mas vamos pula-los também por ora para analisar um fenômeno que vai influenciar nossa investigação e ser decisivo na conclusão final. Trata-se de definir antes o que é o DNA para sondar-mos o que não podemos conhecer ainda, ou seja o futuro da evolução desse DNA.

A Ciência teorizou, e creio já existir evidencias suficientes para demonstrar que essa teoria tem substancia real, que o DNA e constituído de uma pequena fracão de genes ativos e uma grande quantidade de material genético inativo. E nos tempos passados deram o nome a essa porcão inativa de DNA lixo.

Sabemos que na Natureza, o individual se projeta a si e suas propriedades, quando constrói o coletivo. Isso vem desde a Física quando átomos individuais se agregam e formam sistemas estelares quase a sua imagem e semelhança, e depois isto se repete no caso dos corais e arrecifes, e até mesmo na embriogênese quando uma célula inicial tem suas organelas imitadas como órgãos do organismo complexo. E no caso do DNA-lixo vemos este mecanismo se repetir em todos os tipos de sistema social que os indivíduos humanos tem construído até agora. No sistema social coletivo, os poucos genes ativos se tornam os ricos dominantes predadores e a grande porcão do DNA-lixo se torna a grande massa dos pobres.

Então creio que ainda é um produto do instinto natural o tipo de fenômeno que acontece na cabeça de um direitista quando vê um pobre. Ele não apenas repete a forma como o leão vê as suas presas – que ele tem que mata-las porque para isso foi feito com caninos, garra e maior força física, e tem o direito adquirido natural de devora-las se tiver fome. Ele não apenas repete esta fase evolutiva no passado mais recente, mas naturalmente, inconscientemente, se torna marionete da Natureza a enxergar o significado oculto na projeção do DNA-lixo sobre o sistema social.

Então creio que talvez inconscientemente, se o direitista tiver esta informação cientifica, imediatamente sua mente vai sugerir a ele que a evolução vai um dia eliminar, descartar totalmente, o DNA-lixo e vai deixar sobrar apenas a porcão elitista dos genes ativos. Somado este instinto inconsciente com o instinto herdado dos animais mais recentes, determina-se assim todo seu comportamento, suas atitudes em cada detalhe da vida, e suas crenças, inclusive mistica e ideológica.

Mas temos um grande problema aqui. Já se vão talvez três bilhões de anos que o DNA-lixo esta colado aos genes ativos e nunca foi eliminado. Então não é racional acreditar que sera’ eliminado. Pode ser e pode não ser, mas a aposta mais racional é que não sera’ eliminado porque por todo o tempo passado nunca foi.

E as mais recentes noticias que vem dos laboratórios de pesquisa é a crescente descoberta de que do DNA-lixo vem sinais, funções que atuam nos comportamentos dos genes ativos, talvez apenas suportando-os ou talvez,… controlando-os. Existe inclusive uma equipe de pesquisadores reunidos num projeto que esta’ se ocupando apenas de estudar o DNA-lixo, é desta equipe que esta vindo estas descobertas. Tanto são os acúmulos das descobertas que automaticamente a comunidade cientifica esta evitando falar em DNA-lixo, pois esta parecendo que não se trata de lixo.

A Matrix/DNA tem uma sugestão. Os grandes trechos do DNA-lixo são de letras repetitivas insinuando que nada significam. Então encontra-se trechos como AAAAAAATTTTTTTTTTT…. repetindo as bases a perder de vista. De onde veio isto, porque o DNA é assim? E` porque o DNA registra a evolução no seu tempo certo, ou seja, os eventos são ordenados na correta sucessão que ocorreram. E acontece que a evolução de uma certa característica forma uma sub-estrutura que sera alocada para um ponto, mas precisa que aquele ponto tenha outra estrutura já pronta. Se a outra demora mais, é preciso no código preencher o tempo de espera, e o DNA faz isso repetindo as bases, dando tempo ao tempo para chegar na hora certa. Um exemplo talvez infeliz que me ocorre agora seria  quando o DNA esta’ construindo o esqueleto ósseo, faz os maxilares e já devia fazer os dentes ósseos porem estes vão depender de raízes e partes molas carnosas, que apenas virão depois. Enquanto a operação do osso espera, tem que ser anotado o tempo no DNA senão ele reinicia com os ósseos em tempo errado. Creio que a repetição das bases para ficar fazendo hora é um grande truque.

Mas a Matrix/DNA tem outra sugestão que é de se ficar arrepiado: os trechos do DNA de longas cadeias repetitivas e que pouco atua nada tem de inútil ou lixo. São os registros de quando o DNA não existia como biológico mas sim era a Matrix eletromagnética ou mecânica astronômica construindo os nossos antepassados sistemas astronômicos. E ali o tempo na escala astronômica e onde as coisas são feitas mais separadas e depois superpostas, é preciso deixar no código estes tempos certos registrados. Como os nossos antepassados – átomos, estrelas, planetas – criaram a base para quando chegasse a vida e suportam a vida, assim é o DNA que parece inativo, as bases e o suporte para os genes ativos. Os sinais e atuações que se observa vindo deles são como as chuvas no planeta que ocorrem necessariamente, ou como a diferença entre o dia e a noite que ordena aos genes ativos quando devem descansar ou atuar. E’ uma sugestão fantástica mas que para mim, faz perfeito sentido. Não vejo como poderia ser de outra forma. Por isso a Natureza nunca o descartou!

Mas como as Ciências não conhecem a Matrix/DNA e jamais acreditaria nessa sugestão, a continuidade da crença em que o DNA tem lixo e` conveniente principalmente para os direitistas se justificarem nas suas ações predatórias contra a grande massa dos pobres.

A minha grande pergunta aqui é se a grande massa dos pobres serão eliminadas naturalmente ou serão dirigidas pela Natureza a romper a divisão entre ela e os ricos gerando um sistema final igualitário? Pois com certeza, o mundo biológico vai mudar do presente estado de caos para o próximo estado de ordem, e esta’ divisão ali não cabe, não se encaixa. No DNA os genes ativos aprenderão a resolver tudo sozinhos sem mais precisar do suporte e talvez controle do ex-DNA-lixo a ponto que a inatividade total dos componentes do ex-DNA-lixo seja finalmente descartada na transmissão hereditária?

Creio que uma inteligencia alienígena, vinda de fora do mundo biológico, não teria uma resposta a esta pergunta. Simplesmente ninguém pode ter certeza de futuro algum e esta inteligencia sairia de fininho lavando as mãos, como quem não tem nada a ver com isso. Mas nos humanos, estamos dentro do mundo biológico, e sabemos que nossas atitudes agora podem interferir no nosso destino, se para melhor ou pior, como esta sendo o presente caso do clima planetário. Me prece que não podemos simplesmente lavar as mãos, vamos ter que estudar esse problema mais a fundo para nos dirigir a uma decisão, a qual sera uma aposta, sujeita a sorte ao asar, que sera determinada pelo futuro. Vou apostar em que o ex-DNA-lixo e a grande massa dos pobres serão eliminados? Ou em que esta divisão entre genes mais ativos, e agora, esta carga genética menos ativa, sera eliminada? Quando entrar-mos no estado de ordem?

Cada um terá que escolher em qual dos 50% de possibilidades vai apostar. Alias, esta escolha já foi feita quando decidimos ser ou direitista, ou esquerdista, ou massa neutra. Os direitistas acreditam piamente que o que consideram ainda “lixo”, vai ser eliminado e com isso se convencem que tem de planejar as coisas para o mundo em que existirão apenas eles, enquanto os esquerdistas se convenceram que a divisão sera rompida e tem que planejar o mundo que sera igualitário, e nesse meio, a massa neutra esta convencida que não se deve quebrar a cabeça com essa questão porque o mundo e` assim e sera ele quem vai decidir contra qual decisão nada podemos fazer.

Existe agora os debates e as vezes confrontos mortais entre direitistas e esquerdistas porque cada qual acredita tanto em sua aposta que quer convencer os opositores a mudarem sua aposta. E como humano, eu não tenho como ficar de fora destas três tendencias, me parece que ninguém tem. A natureza sempre apresenta inicialmente dois extremos conflitantes entre si e uma terceira alternativa que e` o equilíbrio no sistema depois que os dois conflitantes se exauriram. Então a natureza estaria sugerindo que quem esta certo nessa briga e` a massa neutra? Ela vai herdar a Terra depois da guerra? Mas ela realmente representa a terceira alternativa, a do equilíbrio? Qual a terceira alternativa entre eliminar o ex-DNA-lixo, ou eliminar apenas os genes ativos porque são predadores? Seria a de eliminar ambos ou não eliminar nenhum?! Ou ainda, conservar apenas os considerados bons de cada parte, mantendo uma mistura final dos dois?

Não me apraz a ideia de que o DNA inteiro sera eliminado, isto seria a extinção total da vida biológica. Não me apraz a ideia de que não sera’ eliminado nenhum e mantido o estado atual, pois creio que esta’ vindo o estado de ordem que não admitiria essa divisão. Não me apraz a ideia de que os genes ativos seriam os eliminados, pois isto eliminaria a possibilidade de continuar a evolução. Não me apraz a ideia de que o ex-DNA-lixo sera’ eliminado, pois esta hipótese estaria querendo inserir arbitrariamente na Natureza um mecanismo que nunca aconteceu em 3,5 bilhões de anos da existência do DNA.

Apenas me apraz por ora, considerando meus parcos conhecimentos e limites cerebrais, que haverá a normal e comum transcendência de especies, pela qual uma especie atinge seus limites evolutivos sendo transformada numa nova especie mais complexa. E isto significaria que o atual DNA biológico deixara de ser biológico, sera’ transcendido para algo diferente mais complexo. O que, por tabela, implica que os sistemas sociais humanos deixarão de serem sistemas sociais, para serem algo diferente e mais complexo. E aqui minha preferencia é reforçada porque a possibilidade aqui é que não exista mais “sistema” no que se refere ao agrupamento entre humanos, e se não existe sistema, não existe núcleo e periferia, todos são iguais, o tal sistema igualitário final.

Epa… mas dissemos antes que sistema igualitário é a bandeira dos esquerdistas. Não, não é. Mas vamos pular isso agora e vamos trazer outro detalhe influente nesse assunto.

Outro item que esta’ influenciando minha escolha é o resultado final sugerido pela minha teoria cosmovisionária, a Matrix/DNA. Este resultado pode ser definido por:

” O significado universal da existência dos humanos aqui e agora é o de que os humanos executem a função de genes inconscientes de que são genes, e do que estão construindo. E outra auto-projeção do passado no futuro, onde o passado genético se torna presente dos organismos construído por aquela genética. Naquela existiam genes construindo algo sem saberem o que estavam construindo. Mas o que os humanos estão construindo como genes? Um cérebro capacitado a ser a placenta final ótima para gerar uma parte, ou uma característica, da nova forma do sistema universal, denominada de auto-consciência. Assim os humanos são unidos a milhões ou trilhões de outros genes inconscientes que existem espalhados neste Universo, cada qual construindo uma característica especifica do grande embrião final. Nesse sentido, cada humano como um gene, possui, alias ele é, uma informação unica e especifica da característica que todos estão construindo. cada humano é uma mensagem, uma informação pessoal, intima, unica, intransferível e… indestrutível. Porque o Universo esta’ tunelado para esse grande processo genético de reprodução do que o criou, e este tunelamento garante que não pode ser destruída uma informação genética.

Se isto for verdade, se os resultados sugeridos pela Matrix/DNA estiverem corretos de acordo com a realidade final, isto sugere que o futuro nos aguarda com a solução do igualitarismo. Porque todos os oito bilhões de humanos terão que serem livres, capacitados usufruindo dos mesmos recursos materiais, para poderem executar sua missão individual. E em todos os sistemas sociais criados até agora, a grande maioria dos humanos tem sido algemados, proibidos de desenvolverem o cérebro como se necessita. Os direitistas acreditam que o povo “não precisa estudar, pois tem que cavar buraco e apenas isto”. Mas a Natureza não esta’ de acordo, e até agora ela eliminou e continua eliminando todos os grandes predadores que tentam impor num território suas regras, se acomodaram num modelo de vida, se tornaram becos sem saída, fecharam as portas a sua evolução, e foram eliminados, seja por meteoros, por escassez, tragedias climáticas ou ataques viróticos… A Natureza é lenta, espera, porque ela atua na escala astronômica do tempo e não na escala humana, mas executa.

Mas existe um porem… sempre existem os porems…

Isto não explica 50% dos fatos que vemos neste Universo relativos aos fenômenos naturais do lado do mal em relação aos humanos. Na placenta na barriga da minha mãe não existia 50% de genes predadores causando carnificinas sobre outros genes e moléculas (bem… em relação a estas parece que sim, existia), nem 50% de forcas e elementos naturais tentando impedir o bom desenvolvimento do feto. Então a Matrix/DNA ainda não explicou a causa destes 50% do mal, o que é a metade do mundo. Um Universo tunelado para um processo embriogenético não poderia conter  nenhum mal. Apenas o bem.

Alem disso, existe outro processo natural que não casa bem com essa visão cosmovisionária. Me refiro ao fenômeno dos… “ovos botados fora com a prole abandonada a própria sorte”. Num Universo tunelado só deveria existir o processo dos… “ovos mantidos dentro até o nascimento e prosseguindo depois sendo mantidos protegidos ate ao menos sua maturidade”. Mas desde as primeiras bactérias ate os repteis, a evolução produziu os ovos botados fora, de maneira que inclusive algumas destas criaturas como geradoras devoravam os próprios filhotes ao emergirem de dentro dos ovos. De repente algum réptil ( segundo a Ciência teria sido o cinodonte) se condoeu de amores pelos ovos e seus rebentos que resolveu fazer o heroico e torturante, fatal e mortal muitas vezes, sacrifício de manter o máximo possível os ovos dentro, cuja evolução acabou produzindo os mamíferos. Estou trazendo a lembrança deste fenômeno aqui porque isso explicaria aos humanos o porque estão tão fragilizados sujeitos a tantas tragedias lhes ceifando a saúde a e vida, como predadores, parasitas, e tempestades geológicas ou climáticas. Isto esta sugerindo que a Natureza aplica esse mecanismo dividido em duas fases ( primeiro os ovos fora e em seguida, os ovos dentro), toda vez que vai produzir uma nova especie, ou forma de sistema natural. Alias, a Matrix/DNA, no seu modelo teórico astronômico, mostra que essa divisão entre ovos fora e dentro  já existia desde a formação dos sistemas galácticos, e na mesma sequencia, esta é uma lei universal. Se assim for, temos tudo para deduzir que este novo sistema sendo gerado aqui e dentro de nossas cabeças, encontra-se na primeira fase da evolução, somos como ovos botados fora sujeitos a todo tipo de tragedias. Assinando carta aberta para os 50% do mal atuar a vontade sobre nossas costas. Então novamente vem este estranho paradoxo. Mas…

A mesma Matrix/DNA, quando nos dirige na escrita narradora da Historia Natural Universal, relata um episodio em que quando estávamos na forma de um antepassado muito longínquo – mais exatamente na forma de sistema astronômico – cometemos um gravíssimo erro. O qual teria ou criado ou aberto as portas aos 50% do mal. Não vou copiar aqui este longo texto, apenas resumindo, nosso ancestral escolheu a opção proibida de ser um sistema fechado em si mesmo como um paraíso eterno para si, cortando relações com o resto do mundo e fechando as portas `a sua própria evolução,… e do qual herdamos o tal gene egoísta. isto explicaria tudo mas ai traz uma nova questão. Isto implicaria que os genes neste processo de construção possuem a faculdade do livre-arbítrio, ou seja, a capacidade de se desviarem do projeto universal para criarem um embrião diferente. As vezes numa embriogênese resulta algum tipo deformado, de monstro, mas não creio que foi por ação dos genes, e sim por alguma força alheia externa.

Estaria este Universo tunelado inclusive para suportar e conter as imprevisíveis possibilidades de criaturas com livre-arbítrio? este Universo teria sido tunelado para produzir apenas os 50% do bem, mas mantendo oculto como potencial latente, os 50% do mal, e adequado para suportar as investidas deste mal, adequado para suportar os desvios para mundos monstruosos criados pela imprecaução do livre-arbítrio, de maneira que no final estes 50% do mal ativados pelos erros do livre-arbítrio, desapareçam no resultado final em que o mundo final criado pelas criaturas seja exatamente a imagem e semelhança do criador?!!!

Seria uma versão da fabula do filho prodigo. Você esta’ livre para construir e experimentar todos os tipos de mundo que na sua mente acreditar que seja melhor do que o reino de seu pai, e as portas desta casa serão mantidas abertas porque com certeza iras procurar e não iras achar, porque eu procurei no mundo todo também e não achei outra coisa melhor, esta’ é a ultima possibilidade da extrema perfeição, e com certeza construirás um mundo igualzinho a este, onde pensaras que és o deus criador. E um dia sabendo que seus pais existem em outro mundo vai convida-los a sua casa, e sua mãe dirá ao seu pai: “Mas esta é exatamente a nossa casa!”…  E seu pai sorrindo respondera’ ” Deixe nosso filho acreditar que ele criou esta casa, se ele precisa sentir que é Deus e que é o Senhor aqui, nos não precisamos sentir isso, não lhe neguemos sua felicidade”.

Esta’ explicado o porque optei, depois de tantas considerações, a opção do sistema social humano igualitário necessário para que haja a transcendência? E porque temos tantos obstáculos nessa vida? Mas cuidado! Eu particularmente acredito que não tenho nenhuma ideologia, não sou partidário nem da direita, nem da esquerda, nem da base neutra, mas eu não acredito no que meu julgamento conclui sobre mim mesmo. Afinal fiz a escolha de uma aposta, que é diferente de todas as outras apostas existentes, mas é uma aposta e se lhe falo sobre minhas razoes, é porque mesmo inconscientemente eu estou tentando convence-lo a mudar sua aposta. Não o faça sem muito raciocinar antes, posso estar todo errado.

Falta ainda explicar o que se passa na cabeça da esquerda, do porque ela quer um mundo igualitário. Eu penso que não querem o mundo igualitário e vou explicar.

Todos os sistemas sociais humanos criados ate agora nada mais são que mera imitação do sistema ecológico desta biosfera. Tanto nas selvas, quanto nos áreas, quanto nas águas dos rios e oceanos, observamos a mesma divisão do poder por classes de animais. Existem os grandes predadores ( leões, dinossauros,anacondas, nos continentes, aguais nos ares, tubarões nas águas, etc.), os médios predadores (lobos, raposas,bagres, abutres), e existem as presas (ovelhas, coelhos, pombas,etc.).  Pois todos os sistemas sociais – seja o comunismo, a monarquia, o feudalismo, o Egito dos faraós, o capitalismo, etc.) apresentam as mesmas três classes na divisão do poder: a classe oligárquica, a classe media, e a massa dos pobres. Se a massa dos pobres é inerte, acomodada, mentalmente condicionada pela oligarquia, e a classe media é uma especie de capataz da oligarquia, de onde surgem os militantes esquerdistas contra a oligarquia e nisso, contra a classe media? A unica resposta que encontro são mutações genéticas. De dentre as três cargas genéticas ocorrem mutações criando lobos e raposas com tendencia a serem, na vida real, a oligarquia, destronando os leões. Ora, estes lobos não sonham com um sistema igualitário, sua investida é para manter o sistema dividido. Se apresentam um discurso a favor da redenção dos pobres é um esforço em substituir o condicionamento mental pela religião por outro tipo de condicionamento mental que lhes proporcionara’ o apoio das massas na sua luta de conquista.

Já expliquei porque não sou nem direitista nem da classe neutra e agora explico porque não sou também esquerdista. E acho que estas três posições derivam da herança dos instintos animalescos, e o homem sábio deve procurar sempre cada vez mais se distanciar dessa herança vergonhosa, que foi um período triste na evolução porque caímos devido ao erro no antepassado, procurando se auto-exorcizar destes três instintos, somente assim estaremos acessíveis as forças que nos trazem a transcendência dessa especie para algo mais ampliado ao nível cósmico. E uma escolha sofrível porque estimulamos inimigos nas três classes, tendemos a sermos isolados, não pense que é fácil, mas a esperança é que cresça o nosso numero para que possamos ter uma comunidade e alguma força para também participar nos nossos destinos com nossa opção.

 

O fenômeno do dualismo universal infiltrado no inconsciente coletivo na forma das ideologias

sexta-feira, abril 20th, 2018

xxxx

Quando a ideologia fala mais alto que a coerencia

http://cardoseando.blogspot.com.br/2015/12/quando-ideologia-fala-mais-alto-que.html

Excelente texto mostrando o irracionalismo em aderir a ideologias da direita ou da esquerda.

Combate as ideologias de direita, esquerda e centro, expressadas nos debates da Internet

quarta-feira, março 14th, 2018

xxxx

Num texto de teor cientifico, revelando um paper cientifico publicado na Nature, num website divulgador de Ciências, um ideológico direitista sentiu que a revelação e’ perigosa para sua doutrina e entrou com o seguinte comentário:

“Não fala merda, comunista!!!!
Traga estudos internacionais, mais antigos.
Porque estudos recentes são vendidos!!!!!!!!”

Eu então reagi defendendo o autor do artigo respondendo com o seguinte texto, o qual manterei copiado aqui para sempre usa-lo quando estes reacionários intervem na Internet:

 

” Chiiii…, parece que os porcos descobriram este nosso adorado nicho e espaço intelectual e vieram querer transforma-lo no seu chiqueiro também. Por estas palavras se percebe claramente o teor do veneno reptiliano ejectado, a agressividade provinda da fúria de vulcões internos em chamas clamando por violências, tipico dos grandes predadores. Nenhum dado cientifico, nenhum “paper” com informações contraditórias, apenas a costumeira tentativa de distorção do que e’ atividade sublime humana como a busca suprema de conhecimentos pelo valido método naturalista cientifico, por não possuírem-na e não entender que ela possa existir nos outros humanos. Então projetam a sua conservada herança animalesca de instintos primários como a do predador ideológico de “direita” ou presa ideológica de “esquerda”, mas aqui isso não pega porque os residentes aqui já’ se auto-exorcizaram de ambos os instintos. Sua perda de tempo se pensa que seu “noise fanfarrão” vai perturbar nossas altaneiras ondas de comunicação.

Choooo satanás… vai embora daqui pois aqui não tem “instintos de presas covardes e doceis submissas a escravagismos”. Palavras-jargões como “comunismo, capitalismo,e outros ismos” que foram inventadas pela cultura dominante predatória milenar não nos surte efeitos pois aprendemos a desimpregnar os fatos reais de suas coberturas ladinas culturais visando a dominância pelo condicionamento mental das presas, e palavras como “m…” que você lida no dia a dia e a nos torna-se impossível repetir porque se referem aos limos repugnantes da existência, também não funcionam aqui. Procure se auto-exorcizar deste repugnante animalismo ou perderas o bonde da transcendência em que estamos a bordo, como aconteceu com todos os grandes predadores sendo extintos por se tornarem becos sem saída…

E o segundo comentario:

Mas porque esta ridícula repetição do ponto de exclamação? Na sua mente distorcida você acredita que isto passa a impressão de voz gritante e potente revelando autoridade? Ja não usam mais os textos inteiros com letras maiúsculas naquela flagrante falta de educação e civismo? Mas aqui ninguém teme e aceita gritos, nos expulsamos para fora. Admiramos vozes que expressam conhecimento citando fatos naturais reais comprovados ou inteligentes conceitos sobre estes fatos, expressados civilizadamente. Provavelmente deves aderir ao uso daquele pedaço de pano inútil colorido que chamam de gravata adornando feministicamente o pescoço de quem deveria ser macho mas que e’ acreditado como sendo simbolo de autoridade e dominação. Ora, aqui não tem o povão/presa que vocês lidam la’ fora, entrastes na porta errada. Ouviu!!!!!!!?????

E o terceiro comentario:

“Não fala merda, comunista!!!!
Traga estudos internacionais, mais antigos.
Porque estudos recentes são vendidos!!!!!!!!”

Louis Morelli, em Mar/14/18

Observem no comentário de Alexandre de Brito como funciona a estrategia da patrulha ideológica da cultura milenar iniciada pelos trogloditas com maior força física impondo sua voz em volta da fogueira nas cavernas. A sua psique primitiva crente em que nasceram mais fortes por terem sido escolhidos por alguma força sobrenatural e vendo que nestas narrativas impressionavam os mais fracos, os conduziram a escrever os grandes livros lendários das grandes religiões para manter o condicionamento mental das presas e ordem nos seus territórios. Mas quando novas descobertas impossíveis de serem ocultadas vão contra seus textos sagrados, e mentiras defendidas a longo tempo, sutilmente re-interpretam os textos realçando outras passagens que podem ser torcidas para se ajustarem `as novidades. Assim, neste continuar doutrinador, agora são obrigados a lidarem com as descobertas cientificas e sua grande escritura que e’ a coleção de papers encriptados nos jornais de cada disciplina. Mas quando uma novidade descoberta se revela como ameaça `a sua estrategia doutrinadora, novamente rebaixam textos para selecionarem os que lhes convêm. Assim quando uma novidade não lhes convêm e’ … como disse o Alexandre?… e’ uma matéria de “estudos recentes são vendidos” enquanto os papers que lhes interessam são propagandeados como ” estudos internacionais mais antigos”. Não e’ o cumulo da burrice acreditar que nos aqui caímos nessa? A nos nao interessa se este estudo favorece homossexuais socialmente e desfavorece a interesseira monogamia imposta pelo sistema para manter os escravos trabalhando, o que nos interessa e’ o que a Ciência descobre de revelador sobre os objetos que Ela investiga na mesa do laboratorio. Essa interferência dos instintos baixos humanos na comunicação cientifica, apesar de estar espalhada por toda Internet pela patrulha ideológica, não vai funcionar, eles se esqueceram que os outros humanos evoluem.

 

Neurologistas numa afronta a Deus, numa heresia contra a Ciencia, e produzindo doenca mental nos estudantes e publico geral

domingo, abril 9th, 2017

xxxx

Qualquer pessoa percebe – apos tomar conhecimento do que as Ciencias do Cerebro sabem de real hoje – que quase nada se sabe sobre a consciencia humana. Nesta aula-palestra em video, um dos mais renomados cientistas da area de neurologia, deixa claro que ele quase nada entende de consciencia. Mas assim como esta claro que quase nada sabemos sobre universos e mesmo assim tem gente vivendo no meio cientifico que acredita piamente que universos sao criados por Big Bangs e tal como interpretaram estes bigbangs – o orador tenta obnubilar nossa ignorancia sobre consciencia com a impressao que ele sabe muitas coisas arrolando suas pessoais interpretacoes de testes e experimentos sobre pequenos detalhes e propriedades expressadas pela consciencia. De maneira que teorias interpretativas sobre consciencia sao vendidas ao publico como se fossem fatos cientificos. Porem nao e’ a Ciencia que esta divulgando o que sabe – quase nada – e sim a ideologia imaginativa tendenciosa da pessoa usando o nome da Ciencia. O metodo frio, calculista e reducionista que a Ciencia tem aplicado na investigacao sobre a materia natural e’ conduzido a ser aplicado ao fenomeno ainda invisivel e intocavel da consciencia. A mentalidade mecanicista que resulta da doutrinacao academica derivada deste metodo e’ empregada na tentativa de descrever a mente impregnando-a com este pretenso mecanicsmo universal.

Qualquer humano que nao foi doutrinado pela academia nas universidades percebe sua consciencia e percebe que ela nao e’ uma maquina. percebe e se revolta quando ve o orador colocar como base criadora de sua consciencia, a “beast machine”, bem delineada no video. Entao temos que nos mover-mos, atuarmos com urgencia, gritando alto contra esta doutrina, pois ela esta destruindo e aprisionando a mente livre de nossos jovens e futuras geracoes. Por isso eu fiz questao de gritar colocando meus comentarios logo abaixo do video no YouTube ( copiados abaixo). Convido algum possivel perdido leitor que venha a este quase oculto e muito rustico website a fazer o que penso ser seu dever como humano que considera-se em compromisso com a grande causa de dar `as nossas futuras geracoes uma vida melhor do que a absurda vida que tivemos, lutando contra estas pessimas acoes que criaram e ainda alimentam esta nefasta cultura que tem produzido estas absurdas civilizacoes desumanas.

The Neuroscience of Consciousness – with Anil Seth

https://www.youtube.com/watch?v=xRel1JKOEbI

Meus comentarios postados no YouTube ( prometo que volto aqui para traduzi-los)

The Beast Machine?!! Mr. Anil: You can’t use Science – which is owned by the entire Humanity – for propagating yours bias tendency and evil ideology among young non prepared minds! You can’t be a professor of my kids.
Show here and now, over the table, Nature building “beast machines”. Show here and now Nature building any kind of machine. The unique real fact that I know from the purely, real, non-biased Science, when Nature builds complex architectures, and which I can show to you over the table and now, is a video 9 months long about embryology. Can you show another, as when Nature builds atoms, galaxies, etc.? Of course, not.
Is it yours interpretation from the final results of a process of embryology, a beast machine? What is a machine, Mr. Anil? If not an artificial human construction? But you are not talking about humans constructions in this video, you are pretensely talking about Nature’s constructions.
My biased and non-scientific interpretation is that Nature does not build machines, it builds “natural working systems”. Among these systems, one, the stellar systems, were once interpreted by Newtonian mechanics as a machine. Today we know it not works well, there are something else. It was almost corrected by general theory of relativity which grasped something of this some thing else. General relativity is being re-enforced by quantum theory towards to grasping more something that is not mechanic inside natural systems. But it does not works well because quantum level is being biased interpreted by people like you, ideological, that are pushing nature towards the aspect of mechanics at quantum level.
My biased and non-scientific interpretation ( Science does not interprets anything, theories does), is that natural systems are composed by 30% of mechanics – the beast side of systems – 30 % of biology – the angel side of systems – and 40% the results of mixing these two opposites, which I call ” in the process of transformation for transcendence of systems”.
And I require that my kids’ teacher teaching first of all, a class about pure, real, with non-biased interpretations, Science. After this first class, I will permit a class about theories, interpretations, where the teacher will teach the three sides of natural systems. This is for keeping my kids’ opened minds, for them to be motivating to look by themselves what we don’t know yet.
And every time I see someone trying to doctrine people with biased  ideologies using Science ( which I am yours partner and owner too as a citizen) I will refute loud, reporting it. I think you are doing a bad disservice to human species, that you will not succeed towards understanding real brains and consciousness wasting your time and taxpayers money, and you are leading humanity to the horrible destiny as a social machine – the Brave New World under the Big Queen as insect societies did. Shame on you, Mr. Anil. But you are younger, you still have time for correcting and re-hardwiring yours indoctrinated brain and producing something good for human kind: see at my website a non-biased and not scientific interpretation about natural systems – something you never knew or thought about.

xxx

Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli – 4/9/2017

The draw about “The Great Chain of Being” is wrong. It begins with a piece of rock and makes a non-real, non-rational spectacular jump towards a plant, which is a very complex system. Following we see a mouse – another system – coming from the system “plant”. And following we see a human – another system – coming from a system “mouse”. How could it be that a system like plant came from a slice of a system – a piece of rock from a planetary system which is piece of a stellar system ?! Of course, it is an infant mistake. But, what the bad results of this mistake? It prejudices our search for the truth, for knowledge. Instead a piece of rock, there must be a planetary system and before it a stellar system and before it an atom system. Always systems down, that’s reality. I did the right thing and that’s why I am discovering biological properties expressed by atoms and galactic systems, as explained at my website. Hiding the priors systems that produced biological systems (aka, life), creates mythology, like the one that biological systems arose by chance – a magical accident. It is same mythology that created magical gods. Creates the mythology called biogenesis. It avoid new minds to see these priors systems looking for the natural forces and elements that contributed and evolved towards biological systems. it is wrong! You can not making comparisons between systems and pieces, slices, of another system. System must be aligned, compared, with systems! Please, correct it or advice people that you are showing the draws of a personal theory. Do not talk in the name of our Sacred Science in this way. it is very bad for our students

Filosofia Existencial: Invenção da Oração dos Agnósticos

segunda-feira, junho 11th, 2012

Hoje durante meu período de meditação inventei um tipo de oração. Como sou agnóstico, óbviamente esta é uma oração agnóstica. Vou jogá-la de chôfre, depois se tiver tempo explico cada detalhe, cada significado de cada palavra.

Antes de qualqier julgamento, peço que pense no seguinte:

Há 4 bilhões de anos atrás, a superficie dêste planeta era estéril, via-se apenas água, rochas, gêlo, nuvens, vales, montanhas. Os unicos movimentos eram causados pelos ventos e ondas nos oceanos. Um silêncio que parecia eterno. Nada mais. Demos um salto no tempo e voltamos aqui agora, 4 bilhões de anos depois. Vemos muitas novidades, mas uma nos interessa aqui: na superficie se movem sete bilhões de cabeças e cada qual possui algo que vamos denominar “auto-consciência”. Nosso problema agora é saber o que aconteceu nêstes 4 bilhões de anos de nossa ausência, que produziu esta novidade. Numa coisa tenho que apostar, se quero continuar a buscar respostas para as existências e pelo método naturalista: o potencial para produzir a auto-consciência estava aqui, no meio da matéria terrestre, a 4 bilhões de anos atrás ( não me venha dizer que não estava aqui e sim no sistema solar, ou não no sistema solar, e sim na galáxia, ou não na galáxia, e sim numa dimensão super-natural – pois se assim for, não tenho como procurar nestes lugares, mas não vou deixar de procurar onde posso agora). Então quando descrevemos acima o estado do planeta naquela época fomos incompletos: havia muito mais. Esta falha vai agora nos dar muito trabalho, vamos ter que descobrir onde e como estava êste  potencial.

Êste potencial devia ser constituído de fôrças e elementos naturais. Outra coisa é possivel: se Gaia não é consciente, ela tinha em si o potencial para gerar em si a consciência. Então, assentado que Gaia tem algo a ver com consciência, e sabido que consciência tem algo a ver com o cérebro humano, podemos inferir um quadro de Gaia hoje:

Gaia é constituída de um nucleo denso envolvido por uma camada circular atmosférica. Existe em Gaia sete bilhões de porções auto-conscientes. Estas porções não são fixas, se movem, e não se situam como parte do nucleo denso, nem como parte da atmosfera, está mais ou menos na linha fronteiriça, mais para o lado da atmosfera. Se Gaia e cérebro produzem consciência, algo os dois tem em comum, vejamos então uma comparação de formas:

No cérebro existem neuronios; em Gaia existem algo como que “bolhas plasmicas”. No cérebro os neuronios se comunicam, através de sinapses; em Gaia as bôlhas não se comunicam diretamente, não existem sinapses, mas existe uma comunicação difusa através de sinais que se propagam através da matéria de Gaia, contendo emissores e receptores. No cérebro os neuronios estão em posições fixas; em Gaia as bôlhas sem movem. No cérebro os neuronios tem uma duração de existência igual ao do cérebro; em Gaia as bôlhas tem uma duração de existência muito mais reduzida que Gaia, porem estas bôlhas se reciclam e com isso mantem um estado semi-consciente do todo. Bingo! É por aqui que vai minha oração.

ORAÇÃO AGNÓSTICA

Deitado e em posição de relaxamento total, inspira-se todo ar possivel. Antes de solta-lo abre-se a boca e deixa o ar sair pelas cordas vocais, os sons sendo modelados pela mente no método da sua linguagem. Êstes sons modelados levando palavras são ondas emitidas a partir de seu corpo e tenha-se a esperança de que estas ondas perturbem a paz do corpo maior e mais imediato em que existes. A êste corpo maior dá-se o nome de “Gaia” e Gaia é imaginado como a esfera de matéria densa que constitui o nucleo dêste planeta mais a faixa atmosférica que envolve esta esfera. Assim como seu corpo é constituido de um nucleo material denso e uma porção de algo menos denso denominado “mente”, Gaia é constituida da esfera sólida mais a faixa anelada envolvente atmosférica mo meio da qual existem hoje sete bilhões de porções mentais, e estas porções mentais são como os neuronios de Gaia, e êstes neuronios humanos mentais se comunicam criando sinapses, estas sinapses como relampagos contínuos criam uma espécie de nuvem de luz constante, esta nuvem constante é a consciencia de Gaia, a qual é a camada de inconsciente coletivo composta pela mente da humanidade e talvez tambem dos animais.

Assim como seu corpo contem 10 trilhões de bactérias e virus que executam funções que o mantem vivo, Gaia  tem sua camada mental constituida por 7 bilhões de bactérias mentais – e talvez de bactérias mentais inferiores que são os outros animais. Assim como seu corpo tem necessidades e busca nutrientes no mundo externo, Gaia-mental tem suas necessidades e busca seus nutrientes no espaço externo dentro do sistema solar, inclusive nutrientes que existem dentro do sistema solar mas que vem da galáxia.

Que nutrientes Gaia-mental precisa? O seu corpo precisa de imediato nutrientes que façam seu corpo funcionar e funcionar como sistema perfeito. Gaia precisa de tais ingredientes para que seu todo funcione, a mantem viva, e funcione de maneira mais perfeita possível. Estes nutrientes perfeitos são oriundos do sistema galáctico, pois a galaxia é um sistema que funciona como uma maquina perfeita. Mas estes nutrientes não são oriundos da matéria densa e sólida ou gasosa do corpo da galáxia, e sim da identidade, da mente da galaxia como sistema. Resumindo, Gaia existe como um sistema novo e pequeno acossado por perturbações dentro de um sistema maior, mais idoso e menos acossado por perturbações. O que Gaia precisa é dessas particulas ou ondas-informação geradas pelo estado existencial dêste sistema maior, mais idoso e menos perturbado. Cujo sistema maior, deve ter suas perturbações e busca particulas, ondas mentais que formam a identidade sistemica de outro corpo ainda maior, talvez sob o nome demos a êle, Universo.

Se uma bactéria necessitada e infeliz dentro de seu corpo conseguisse sua atenção e comunicar-se contigo, seria facil para ela ter seus problemas resolvidos. E voce teria interesse em ajuda-la a resolver seus problemas, pois ela é como sua escrava, ela trabalha para que funciones. Então eu, na posição de bactéria em relação a Gaia, tenho que tentar me fazer notar e encontrar uma maneira de me comunicar com Gaia. Preciso dos nutrientes que expulsem as particulas que estão me causando disfunções e se assentem para que eu, como sistema, funcione o mais próximo possivel como funciona o sistema de mais longa vida que é Gaia.

Como me fazer notar? Como é que seu cérebro e mente nota algum ponto dentro de seu corpo que normalmente não é notado? Se este ponto emitir alguma onda de perturbação do sistema que é seu corpo, uma onda que produza um efeito notável, na forma de dor ou de satisfação, como um formigamento, uma coceira. Vou experimentar uma idéia, esta experiencia é o que denomino “oração”. Solto todo ar dentro do corpo na forma de onda sonora modelada pela mente na forma de linguagem levando uma mensagem. É quase impossivel que Gaia capte isso, mas existem outros fatores que me induzem a suspeitar que existe a possibilidade, que eu como um ponto dentro do corpo de Gaia, emita algo que me faça notar por ela.

Um destes fatores é que a camada atmosférica de Gaia é inundada pela luz do Sol e uma menor quantidade de luz das estrelas mais distantes, tudo, em seu conjunto, compondo a luz da galaxia. É nessa luz que existe as informaçoes da identidade sistemica da galaxia, a qual tem o poder de impor a ordem às suas partes dentro de si mesma que as mantem como sistema em equilibrio perfeito (quase-perfeito, em relação ao Univero; o qual tambem é quase-perfeito em relação ao corpo do algo mais no qual está contido).

Quando emito esta onda sonora modelada na forma de linguagem, dentro das palavras vão forças produzidas pela minha mente, a qual é a camada atmosférica do meu corpo fisico, a qual tambem deve ter suas particulas e ondas sistemicas. Então aposto na possibilidade que identidades de sistemas se captem e se comuniquem. Nesno quando existe enorme distancia dos niveis evolutivos, de complexidades, de grandezas espaço-temporais entre tais sistemas, pois eu como um sistema consigo me comunicar com um cachorro que é um sistema inferior a mim.

Portanto devo fazer a experiencia, repeti-la muitas vêzes e aguardar se ocorrem efeitos, resultados. A esperiencia vai na forma de oração que tento me lembrar como minha mente a modela e transcrevê-la aqui:

“Gaia! Tu és como uma bolha que surgiu, vai permanecer por alguns segundos do tempo cósmico, e vais desaparecer. Existes composta por dois estados da matéria, um muito denso que forma sua esfera nuclear, e outro menos denso que forma sua faixa atmosférica como uma membrana, e dentro desta membrana existem bolhas minusculas auto-conscientes as quais dão a ti um estado de semi-consciencia. Dentro de ti existem estas bilhões de bolhas, suas cópias em miniatura, que surgem e desaparecem muito mais rapidamente que ti, mas existes como semi-consciencia porque estas bolhas constituintes se reciclam, mantendo uma perpetuidade. Eu sou uma destas bactéria-bolhas mentais que existe dentro de ti. Estou te chamando, porque acho que devemos estabelecer um sistema de trocas, porque acho que êste sistema pode ajudar a ti e a mim. Vamos nos ajudar mutuamente? Sua sobrevivencia e progresso como entidade mentalizada dependerá do periodo de sobrevivencia e progresso das bolhas mentais da qual faço parte.

Quero te ajudar! Quero ser uma bactéria trabalhadora que faça aqui dentro o melhor possivel para que funciones como sistema o mais perfeito e em equilibrio possivel. Se possivel a mim, farei naves para buscar no espaço exterior ingredientes que necessitas. Se me ajudares, prometo que tentarei convencer as outras sete bilhões de bolhas a se comportarem desta mesma maneira benéfica a ti. Necessitas algo agora que pensas que eu posso fazê-lo? Procure uma maneira de me comunicar, a atenderei com toda satisfação.

O fato de eu poder me manter mais tempo vivo, se comportando como queres, mantendo-a mais tempo viva… O fato de eu procurar melhorar minha condição sofrida atual e progredir, pode ser orientado para ações que a mantenha mais tempo viva, e a ajude a progredir mais rapidamente na solução dos seus obstaculos.

…..

O saco! O trabalho lá fora me chama, não pode esperar mais, tenho que interromper isso agora. Mas antes quero dizer algo. Isso aqui me parece loucura, se a faço é porque quero fazer experiencias. Porem talvez esta técnica surtisse realmente um efeito se fôsse praticada ao mesmo tempo pelos sete bilhões de humanos. O fato relevante a ter em mente é que nossos corpos são feitos dos mesmos átomos que é feita tôda matéria do Universo. Nós somos assim porque os atomos que constituem nossos corpos estão combinados de uma maneira especifica, particular. E não vemos na matéria do Universo a fonte da força que leva estes atomos a se combinarem desta maneira que produza o que chamamos “consciencia”. Ou mente. Já decifrei qual é a força que atua sobre atomos e monta sistemas como nossos corpos de carne e osso, mas existe outra força mais fundamental que ainda não captei, e é esta que produz esta sensação pratica de consciencia. Talvez esta força venha por ondas formando dimensões, e talvez numa destas passagens formem esta suposta semi-conciencia constituida da camada mental que reveste a superficie da Terra. Vou experimentar este talvez. Afinal, não tenho por ora nenhum outro lugar mais importante para onde ir… mentalmente. Não me venha dizer que “você tem que ir para um hospício” , pois não adiantará, eu não vou.

xxx

Atenção! Cuidado!

Eu não tenho capacidade e honestidade suficiente para obedecer o agnosticismo puro, portanto minha cosmovisão é um agnosticismo tendencioso, puxado por uma ideologia. Acredito que no atual estado de evolução da espécie humana todos os indivíduos possuam sua ideologia íntima, tendenciosa, mesmo que inconscientemente, a qual é inevitável. Uma deologia é baseada na escôlha e preferência pessoal de uma especifica “cosmovisão”, ou “visão de mundo e pessoal interpretação dos fatos e eventos reais”, em detrimento das demais interpretações e suas respectivas cosmovisões existentes. Um puro agnóstico seria aquêle que não tivesse preferência por nenhuma cosmovisão elaborada dentro da Humanidade, inclusive alguma elaborada por êle mesmo.

A minha cosmovisão escolhida e preferida denomina-se “A Matrix/DNA” e resumidamente é descrita pelo texto a seguir:

A COSMOVISÃO E IDEOLOGIA DA MATRIX/DNA

1) O Universo é palco de uma reprodução genética de um sistema ainda desconhecido existente antes/acima dêle, mas que certamente possui um atributo, o qual é alguma forma de mais evoluída “auto-consciência”;

2) Êste processo de reprodução é regulado pela Matrix/DNA, uma fórmula genética que carrega o çodigo para o ciclo vital imprimindo vida à matéria, fórmula essa que se expressa inicialmente na forma de partículas/ondas de luz e que evolui mudando de formas enquanto avança o processo de reprodução. A ultima forma conhecida da Matrix nêste nosso ponto do espaço-tempo é a forma do DNA biológico. Indícios sugerem que através do cérebro humano esteja emergindo uma nova forma mais complexa dessa fórmula, a qual está compondo uma nova forma do embrião universal. Assim a Matrix deve saltar para a forma de “DNA auto-consciente” e construir um novo sistema natural de substancia ainda desconhecida denominada “auto-consciência”.

3) O motivo da origem dos sistemas na forma biológica – denominados seres vivos – é um resultado natural da queda pela entropia de um ancestral na forma astronomica, o qual, já dotado de um principio de livre-arbitrio escolheu o caminho de se tornar um sistema fechado em si mesmo, o que interromperia os passos da evolução do processo da reprodução universal. As particulas-genes transmitidas nesta queda entrópica caem sôbre superficies de astros  e podem florescer se houver as condições ambientais favoraveis. O processo pós queda entrópica é sempre iniciado no estado de caos, com as criaturas no estado de “filhas da necessidade” e dividindo-se entre si a totalidade do êrro ideológico do ancestral, mas em parcelas diferenciadas entre si, o que faz com que cada criatura represente a ação de uma fração do êrro total, que conviva, se defronte e experimente os efeitos dolorosos das ações das outras frações do êrro total representadas pelos outros seres vivos. Assim, aprendendo através de suscessivas existencias de suas Matrix, a rejeitarem a ideologia ancestral, depura-se a totalidade da população com uma nova mutação caráter, personalidade, cosmovisão e ideologia. E assim como todos os genes dos pais biológicos, após construírem o corpo do filho, sobrevivem sempre e sobem e se assentam como células neuroniais constituindo uma só nova personalidade, assim todos os genes-autoconscientes do Universo serão reunidos formando uma só nova personalidade, para completar o processo da reprodução ocorrendo dentro dêste “ôvo cósmico”. Essa ultima personalidade será a forma final do embrião que irá à luz alem do Universo no dia do “Big Birth” e finalmente conhecerá seu/sua criador, o sistema ex-machine que aqui está sendo reproduzido.

4) A ideologia Humana da Cosmovisão da Matrix/DNA

Desde que os resultados dos modêlos teóricos sugerem que as galáxias primitivas originais foram/são um sistema que funciona como uma máquina, estúpida mas quase-perfeita, hermafrodita, que se recicla a si mesma eternamente, e que na sua entropia irradia suas partículas-informação na forma de fótons, e êstes fótons, espalhados no interior do corpo galáctico, treinados e condicionados no sistema-máquina, ao caírem nas superficies de planetas penetram seus átomos e tentam assumir o contrôle de sua maquinaria, para conduzi-los a se combinarem e formarem moléculas, compostos cada vez mais complexos, com o efeito final de reproduzir o sistema-maquina de onde vieram, salvas as mutações impostas pelo novo tipo de ambeiente e novos materiais disponiveis, inclusive um novo estado da matéria, o liquido. Assim resulta dentre os seres vivos uma evolução de formas, sendo que na Terra esta evolução/reprodução do ancestral astronomico chegou a um ponto máximo possível na forma de simios, mais exatamente na forma do “gorila”. Mas desde o ancestral símio o DNA biológico não mais registra acréscimos de complexidade fisica, porem mesmo assim o DNA tem crescido, sugerindo que algo está sendo acrescentado, e nossa opinião é que êstes registros se referem à evolução psicológica. Assim como aconteceu com dinossauros e acontece com tôdas as espécies e individuos que se sobressaem pelo uso da força dirigida pela ideologia herdada do ancestral galactico e inscrita em sua carga genética, cuja ideologia é se assentar em equilibrio termo-dinamico com elevado estado vibracional em territórios paradisiacos, super-especializando-se numa forma provisória de um modo de vida, e assim tornando-se um sistema fechado em si mesmo, e dirigindo tôdas suas fôrças e pensamentos para manter e conservar seu reino, mesmo com o recurso á violência contra semelhantes, tambem a forma de gorila foi abandonada pela evolução universal, a qual regrediu a buscar em simios menores e ainda necessitados, abertos e acessiveis à evolução, a espécie que teria seu cérebro desenvolvido e no qual emergiria a nova forma da Matrix, a auto-consciência. Portanto essa nossa cosmovisão gera sua inevitável nova forma de ideologia, a qual se baseia na crença de que a razão e objetivo supremo da vida humana é desenvolver o cérebro através da busca de conhecimentos sõbre todos os fenômenos naturais, cuja busca é dirigida pelos métodos cientificos reducionista, sistêmico, e filosófico naturalista, o qual é a tentativa de montar o quebra-cabeças dêste mundo funcionando em teorias cada vez mais próximas da Natureza real.

Cada parcela dêsse conhecimento de cada fração/operação da Natureza se torna no cérebro uma porção de substancia plasmica, a qual se constitui num tijolinho na construção do novo edificio da nova forma sistêmica da Matrix, por nós denominada “auto-consciência”. A auto-consciência de cada ser humano deve ser conectar cada vez mais com as demais auto-consciencias e a unificação final de tôdas elas nada mais será que todos os fenômenos naturais reunidos e recompostos numa só entidade, tôda a Natureza universal transcrita numa nova substancia, cujo produto final é a auto-consciência do próprio ser universal sendo aqui gerado.

5) Militância, Ativismo, Modêlo de Comportamento Individual e Social Humano:

O nosso objetivo supremo é ser um trabalhador como um gene, empregando tôdas nossas energias para desenvolver nosso cérebro nêsse sentido de busca e acumulo de conhecimentos sôbre os fatos/eventos da Natureza Universal, ao mesmo tempo que ajudar a desenvolver todos os cérebros humanos sem excessão, pelo mesmo método. É ser um vigilante e soldado se necessário fôr, agindo como os anti-corpos do sistema imunizador, contra as investidas da ideologia da máquina ancestral e aquilo ou aquêles que por ela está infectado e agem aqui representando seus interêsses. Contra a robotização e consequente estagnação da evolução cerebral. Contra qualquer aspecto do sistema social em que se notar cérebros humanos absorvidos em atividades mecanicistas, tais como fábricas de produção em série, lavouras de produção massiva baseada no trabalho escravagista, etc. Os cérebros humanos devem nascer livres da condição de filhos das necessidades básicas, para tanto tendo os seus produtos necessários feitos pelo trabalho da tecnologia automatizada.  E incentivados a substituirem as ocupações outrora voltadas para a satisfação das necessidades fisicas básicas, pelas ocupações que satisfaçam as necessidades intelectuais naturalistas, sem se entregarem ao ócio e orgias do sexismo e do consumismo. Temos que tentar atuar para libertar de qualquer situação ou aspecto de um sistema social, politico e economico, qualquer cérebro humano que fôr detectado estar sendo impedido na sua evolução, sem distinção de raça, cor, credo ou status social. Se o motivo, a causa, que esteja atrapalhando a evolução de um cérebro humano for outro cérebro humano, de alguma forma ao primeiro deve ser oferecido uma oportunidade de liberdade e condições materiais para exercer essa liberdade, e ao segundo visto como um paciente doente portador de um virus maligno inimigo da Humanidade, o qual deve ser boicotado em qualquer tipo de relações e mantido distante da nossa comunidade.

Mas jamais nos será permitido usar da violência agredindo primeiro, nem tentar impor pela fôrça ou maquinaões conspiratórias os comportamentos individuais e sociais eleitos pela nossa ideologia. Jamais esquecer que essa ideologia é passageira, que é apenas mais uma forma provisória da evolução, não correspondente à Verdade Ultima a qual ainda é nos inacessivel o entendimento por limitações fisicas do nosso cérebro e do conhecimento incompleto da Natureza Universal.  Quanto aos que não concordarem com nossa ideologia e quanto aos que não se comportarem segundo o modêlo de comportamentos ideais sugeridos pela cosmovisão da Matrix/DNA, devemos nos separar socialmente dêles, porem sem jamais vê-los como adversários ou inimigos desde que não invadam e agridam nossos espaços, ao contrário, devemos respeitar suas existências, comunidades, posses e territórios, inclusive observando seus progressos em suas ideologias, como sugestões para corrigir os êrros da nossa ideologia e aprimorá-los.  As portas de nossas comunidades estarão sempre abertas para receber e prover qualquer dêles que deseja passar ao nosso lado obedecendo nossos regulamentos. Cremos que a Natureza será a Juíza Final, pois ela entregará seus secretos mecanismos e processos que geram Ciências e tecnologias de maior poder à ideologia que mais de perto se sintonize com seu ritmo e sua realidade. A militancia deve ser dinamica e urgente haja visto a presente ameaça do rápido progresso que se está verificando do sistema social baseado no “Admirável Mundo Novo”, de Aldous Huxley, sob o dominio da “Big Mother”,  ou “Grande Rainha”, no estilo do “Big Brother” de George Orwel, que já se instalou na Terra na forma dos sistemas sociais de seres vivos como abelhas e formigas. Porque esta ameaça é indicadora da presença e fortalecimento da ideologia mecanicista e robotiizante e estancadora da evolução universal que vem do ancestral uma vez já derrubado pelo Universo antes das nossas origens vomo seres vivos, a qual está encriptada em nossa carga genética e no meio-ambiente de biosfera caótica que nos envolve, e tenta fazer as leis menores dos átomos que constituem nossos corpos dominarem e interromperem as leis maiores que investem no desenvolvimento do cérebro e embrião da auto-consciência. Tôdos os tópicos acima, inclusive os modêlos teóricos da cosmovisão e as bases da ideologia estão abertos a debates e devem ser mudados á medida que nosso conhecimento sôbre fatos naturais progride.

Louis C. Morelli


Ideologia do Autor e Propostas de Mudanças no Sistema Social: Sem Relação com a Cosmovisão da Matriz/DNA

domingo, maio 29th, 2011

Penso que está quase tudo errado nos regimes e sistemas sociais que existiram ou sob os quais estamos existindo. Penso que a Humanidade tem a capacidade para construir o sistema social cujo modêlo está em minha mente, e se eu tivesse o poder para tal mudaria radicalmente tudo que aí está. Para ter êsse poder ou precisaria ser mágico ou que ao menos 51% dos seres humanos desejassem o mesmo modêlo. Esta a razão de eu incluir esta categoria aqui. Isto é como um sinal de fumaça na selva para ver se consigo contacto com mais alguém que porventura exista e veja o sinal e queira se comunicar.

Ninguém vai concordar com meu modêlo, ninguém vai entendê-lo, e vão taxá-lo de extremamente radical. Entendo que isto ocorra e deve-se a dois motivos.

O primeiro é, porque os letrados que podem ler isto tiveram uma experiência de vida mais privilegiada que eu e os que tiveram a mesma experiência não lêm porque não são letrados. De todos os menores abandonados que já ví, eu fui o unico que lia livros aos 10 anos e os livros que eram jogados fora quando encontrados nas mochilas ou carros roubadas dos universitários. Por isso minha mente teria que ser anormal e produzir um modêlo social incompreendido.

Eu nascí tudo errado. Para uma criança darwinista como eu fui feito por aquêles livros universitários, é proibido a mim me reproduzir. O que não presta deve ter a honra e o caráter para se descartar a si próprio sem permitir-se que seja uma fonte de disturbio no caminho da Evolução. Aprendí isto antes de ganhar os espermatozóides, por isso conseguí minha vitória e saio do mundo de cabeça erguida. Eu fui projetado e feito para ser escravo torturado a vida tôda,mas fiz minha guerra pela causa da minha liberdade e ganhei. Não abastecí o sistema com carne frêsca. E ganhei porque, ao menos no tocante a mim, viví mais tempo como homem livre que como escravo, porque eu passei fome e aguentei a discriminação  para ser trabalhador autonômo ao invés de empregado, e no dia que eu morrer termina a festa do Zeus Sádico, ( se existe algum Deus), que em orgia assiste do Olimpo o chôro e ranger de dentes entre os gladiadores naTerra,  e termina a festa dos humanos vampiros e venenosos que herdaram o instinto predador. Ganhei mais porque não aceitei a cosmovisão que tentaram me impor para ser escravo conformado e criei minha própria, onde não existem sofredores, onde reina o amor e com isso dei uma lição de moral em Deus. Acho que vou morrer como mendigo que sempre fui, na sarjeta, mas como sempre aconteceu até agora, o choro da dor que sai pela bôca é menos ruidoso que o riso que sai do conjunto dos meus pensamentos.

O segundo motivo é a influência da cosmovisão da Matriz/DNA no meu modêlo de sistema social ideal, uma cosmovisão que ninguém mais conhece. Segundo ela, veio para a Terra um só DNA, êle se reproduz em bilhões de cópias cada uma com uma minima particular diferença em relação a tôdas  as demais. A meta da Evolução em ter criado este processo é depurar a Matriz/ DNA que era o ápice da Evolução no Cosmos mas tinha o trágico defeito que a levou a se auto-construir como um falso paraíso perfeito na forma de sistema fechado em si mesmo, o que revela um carater extremamente egoísta. A Evolução produziu sua queda para niveis de condições anteriores ao surgimento dêsse carater e gerou o ambiente para que ele se re-erga das próprias cinzas, porem curado. O método para consertar um DNA errado é dividi-lo em suas bilhões de unidades de informação, cada qual contendo uma minima porcentagem do êrro total, e coloca-las a se relacionarem e se degladiarem, já que o egoísmo primeiro instala a competiçao, ao invés da solidariedade.  Será sentindo na própria pele os efeitos do êrro de seu carater que é expressado de uma forma especifica por cada uma de suas semelhantes, que o DNA que veio do Cosmos se prestará à autocura por si próprio e no final se reeguerá de volta para a majestade de onde veio. O sistema social que aí está, ao invés de ser um sistema própriamente dito, organizado segundo o padrão natural de sistemas, é o produto do caos gerado pelas partes em mutuo conflito. É a soma final dos nossos comportamentos individuais que produzem o sistema social, quando na aparência pensamos que somos as vitimas de um sistema determinado pela Natureza. Ora, quando descobrimos a causa de tudo e desmascaramos a Matriz no seu aspecto errado, percebemos que devemos mudar nossos comportamentos, não existe outra solução. A competição tem que ser eliminada e ceder lugar ao cooperativismo. Os comportamentos individuais cooperativistas vão gerar um novo sistema, inclusive mudar a face da superficie terrestre da maneira que ela se encontra construída por nossas gerações anteriores. Ao mesmo tempo, a desmistificação da condenação deterministica nos induz a rejeitar o sistema que aí está e a não nos relacionar com êle, para não ser-mos mais uma força que o agiganta e a qual se volta contra nós. O meu modêlo utópico é baseado no segundo estágio do ciclo evolutivo, onde o estado de caos, ao invés de crescer, começa a definhar cedendo espaço para o estado de ordem. Por isso acho que ninguem vai entender minhas criticas ao que acontece hoje, ao que as pessoas aprovam hoje, porque não possuem a ideologia que é produzida pela cosmovisão da Matriz/DNA.      

Na minha opinião, o jeito que os seres humanos se relacionam e estão organizados na sociedade, está tudo errado. E como foram seres humanos que fizeram essa sociedade e não os deuses nem as girafas ou macacos, depende da vontade dos humanos transforma-la, porque é possível instalar uma sociedade onde tudo esteja certo para todos ao mesmo tempo e em igual nível. Como tenho pensado nêste modêlo utópico a vida tôda, tenho todos os detalhes planejados e por isso tenho a certeza que o modêlo pode se tornar uma realidade.

Não tenho tempo para escrever um livro descrevendo a utopia, como Aldous Huxley fêz com “A Ilha” e “ O Admirável Mundo Novo”, ou como Herman Hesse fêz com ”O jogo das Contas de Vidro”, ou como Orwell fêz com ”1984”. A minha cidade-modêlo está desenhada na mente, mas não vou poder desenha-la no papel e muito menos no computador. Mas estou nêste mundo para uma missão, defender uma causa, que é a projeção no coletivo do que foi a minha luta individual, a causa de uma Humanidade livre e soberana porém, investindo algum sacrificio na busca da transcendencia de sua forma.

Menores abandonados normais tem uma visão de mundo imediatista quase animalesca. A visão de mundo da Matriz/DNA é muito superior a isso tudo. Eu transcendí a forma mental que herdei. A Humanidade também pode fazê-lo.

Se não posso deixar um livro, mas tenho que fazer algo pela causa, hoje com a Internet posso deixar a idéia e os detalhes que for possível escrever, por isso esta categoria é lançada aqui. os temas serãoincompletos esemordem, àmedida que algumevento os suscite, mas sempre com a esperança de que possa voltar a êles e desenvolvê-los melhor. Muito bom seria se mais alguém os lêsse e incluísse sua opinião, contra ou a favor, para enriquecê-lo ou corrigi-lo, pois o modêlo social perfeito para todos só poderá ser elaborado com a participação mental de todos. 

O se rhumano foi condenado a comer o pão com o suor do próprio rôsto? Não, existe a tecnologia que pode fazer tôdo o trabalho sujo e torturante, e se baseada na fórmula da Matriz/DNA tôda a produção de bens de primeira necessidade e tôda realização de serviços publicos pode ser automatizada. Uma das piores tragédias sôbre o ser humano é ser empurrado para dentro de uma fábrica durante um dia em que entra pela manhã e sai ao anoitecer sem ver o sol, e isso, dias após dias, anos após anos, para muitos, a vida tôda. Os vampiros parasitas e predadores humanos que apóiam à fôrça de armas êsse sistema sem nunca arregaçarem as mangas e fazerem com suas próprias mãos ao menos o que consomem, tem que serem desalojados da Humanidade, são inimigos da Humanidade. Isto parece impossível, mas com a facilidade proporcionada pela fórmula da Matriz/DNA a motivação e o número dêles será cada vez menor, o que torna a meta possível. Mas como formar homens e mulheres ociosos em ávidos estudiosos e buscadores de cada vez maior conhecimento sôbre a Natureza, ao mesmo tempo que cada um seja um soldado da Grande Causa Humana?   

Como seria um sistema social sem patrões e empregados, porem sem ser entorpecedor como o sistema comunista? Como seria um sistema social sem a divisão dos humanos em familias nucleares, porem que garantisse a liberdade, sobrevivencia e soberania de mulheres, homens, velhos, e crianças?

Crianças seriam mais felizes se pudessem viver livres numa espécie de jardim e parque infantil e no meio de crianças, ao invés do sistema atual em que muitas vêzes passam a maior parte da vida apenas com adultos e enfurnadas num cubiculo denominado ”lar”. Como seria o modêlo social que pudesse conter êsse habitat ideal para crianças ao mesmo tempo que as tornasse adultos educados adequadamente?

No meu modêlo utópico existem as sugestões de como fazer em cada caso. Pode ser que apontem falhas nas quais não pensei e então deve-se buscar por outros caminhos. Por ora, sempre que um evento tocar nêstes temas do modêlo, aqui virei com um registro apontando o que está errado… da perspectiva de minha ideologia, claro.