Posts Tagged ‘imigrantes’

Formação da Psique Brasileira: Errada, porém, qual a solução?

segunda-feira, setembro 10th, 2018

xxxx

https://www.bonde.com.br/digital-influencers-blog/beirada-niponica/dekasseguis-brasileiros-em-baixa-453019.html

Dekasseguis brasileiros em baixa

Envelhecidos e sem terem aproveitado as oportunidades de crescimento que o mercado proporcionou, pararam no tempo, e os que estão por aqui, continuam no chão das fábricas e nos serviços insalubres.
Poucos aprenderam a falar o idioma, outros nem adequados à cultura local estão.
Definitivamente os dekasseguis brasileiros estão em baixa.
Continuam vivendo em guetos, fazendo seus churrasquinhos nos finais de semana, esperando o tempo passar para ver no que tudo isso vai dar.
A dificuldade de integração com os nativos, a desunião na comunidade e a falta de interesse em adquirir novos conhecimentos deixaram os conterrâneos para trás na corrida por uma condição profissional e pessoal melhor

xxxx

meu comentario enviado ao artigo em set/10/18

Edison, eu gostaria de focar outro problema: qual a causa na formação da psique brasileira que produziu estes efeitos, que prejudicam-nos? Sem saber causas, não se encontram as soluções definitivas. Creio ser obvio que a causa esta’ no tipo da educação dos pais, das escolas, do governo. Impressionante é que os filhos e netos de japoneses, com uma educação paterna tão diferente, tenham desta forma sido influenciados pela educação escolar e social brasileira. Que povos com genética diferente convergiram para o mesmo tipo de psique acho ser prova de que a causa negativa não é genética, ao menos, não exclusivamente genética. Na minha opinião tudo começa a partir do colonialismo português, que modelou o governo e a educação social e escolar, extremamente para causar o individualismo, observando a cartilha maquiavelica do “dividir para reinar”, e incutir o complexo da inferioridade evolutiva, para tornar o servo submisso voluntário. Fui imigrante brasileiro nos USA, onde me naturalizei tornando-me cidadão americano e como veterano hoje procuro analisar estes imigrantes. Salvo a diferença de que daqui a maioria dos brasileiros enviavam dinheiro para o Brasil e retornaram com posses, os que foram ficando caíram na mesma situação do Japão. Nao entendi quando você insiste em notar em que erraram ao não estudarem se aperfeiçoando na profissão, pois acho requerer algo impossível, já que o imigrante, tanto la como ca, trabalha 70/80 horas semanais, não tem como evoluir e nem procurar convívio social. O mais notório é a incrível incapacidade de se associarem para coisas úteis, como comprar em conjunto e economizar, somarem economias e investirem como grupos, como fazem outras etnias melhor sucedidas aqui. Entao a solucao, na minha opinião, é detectar e combater em todos os detalhes os estímulos ao individualismo egoísta e ao complexo de inferioridade profissional. Quando fazes isto angarias de todos o mau olhado do ódio (exemplo, o post do Carlos aqui), pois estas criticando na alma, porém, não vejo outra solução. Voce ve?