Posts Tagged ‘Jesus Cristo’

Cristo realmente existiu em Jesus? Veja vídeo e a opinião deste autor

terça-feira, maio 7th, 2019

xxxxx

Pense bem… Se você fosse um ser muito mais evoluído sentado agora numa varanda num planeta distante e observando estrelas e planetas, com uma mente universal chegando na Terra, vendo os humanos, 85% da populacao na tortura dessa miseria, e sentisse vontade de ajudar com seu poder tecnologico, o que voce faria? Nada! Como Jesus nao fez nada. Porque nao se da bisturi e diploma de medico a crianca nos primeiros dias da escola. E todo poder ou bem material, como naves, alta tecnologia, alimentos, seriam imediatamente sacados pelos ricos, aumentando ainda mais seu poder sobre os pobres. Todas as causas da nossa miseria decorre de ainda termos os tres instintos dos animais. O grande predador que ocupa a classe rica, o medio predador da classe media e o instinto da presa que aprisiona a classe trabalhadora. Seria prejuizo futuro mudar o cerebro extraindo estes instintos como seria dar o paraiso a quem ia se eternizar com estes instintos. O extraterrestre mais evoluido que nos observa nada deve fazer agora por nos. Apenas disseminar as exatas mensagens que no lento tempo da evolucao incentivassem os humanos a irem se auto-exorcizando destes instintos. Por isso suspeito que Cristo foi um extraterrestre que usou o corpo de um humano apenas para deixar uma suave mensagem. Para que a mensagem fosse transmitida foi necessario um pouco de teatro marcante como a crucificacao, etc.

O titulo do video esta errado, a questao crucial e’ se Cristo, como Deus, existiu no humano Jesus. Fico abismado ao ver o povo brasileiro vivendo tanto em funcao de um livro mitologico estrangeiro, feito por povo analfabeto cujo conhecimento do mundo era tao pobre que acreditavam que o sol se move. E decoram as lendas, os nomes dos personagens das fabulas… infelizmente estes cerebros infantis que como criancas falam com fantasmas invisiveis teria melhor se mantido no estado do antepassado macaco, pois ao inves de serem livres trepados em arvores se tornaram os escravos modernos pelo efeito de regras morais inventadas pelos senhores de escravos.

O sangue de Jesus Cristo: não humano?!

sexta-feira, outubro 26th, 2018

xxx

Para um agnóstico filosofo naturalista, penso que esta tese é possível. Extra-terrestres com Ciência poderiam inserir com luz um código genético com poderes acrescidos no cromossomas de uma mulher, fecundando-a. Portanto isto poderia ter ocorrido no caso de Jesus Cristo, como qualquer outro. Mas… enquanto não entende porque não existe uma organização cientifica forte, internacional, que não deixe casos como este vídeo perturbar a mente de pessoas sem investiga-lo a fundo, mantenho isto sob grandes reservas. Em todo caso, trata-se de bastante alimento para reflexões…

O jogo do empurra-empurra entre Deus e humanos

sexta-feira, junho 22nd, 2018

xxxx

Estou pensando como é engraçado o jogo de empurra-empurra entre alguns humanos e seus deuses. Quando chamo humanos para iniciar-mos uma cooperativa e/ou unidade de produção explicando que essa é a unica alternativa para saírem da pobreza e salvarem essa Natureza, a maioria diz que não cabe a nos resolver estes grandes problemas humanos e sim a Deus. Mas os fatos nos mostram que os deuses estão ausentes na solução destes problemas e parecem dizer que deixam as soluções ao livre-arbítrio dos humanos. Fica um empurrando para o outro… Raios,… nesse empurra-empurra ninguém vai fazer nada até que seja tarde demais…
 
E’ como a outra historia da segunda vinda:
– ” Jesus volte logo, me leve daqui…”
– ” Mas antes de Eu voltar e para Eu voltar e’ preciso que vindes a Mim…”
– ” Mas como vou a ti se nao voltas aqui?…ir ai eu nao vou, nao posso…”
– ” Então se você não vier a Mim eu não vou a você…”

Alienigenas Conscientes teriam razoes para introduzirem aqui um Jesus Cristo fazendo exatamente o que a lenda diz que fez

segunda-feira, julho 31st, 2017

xxxxx

Surpreendente! O estudioso da natureza que aplicou o metodo mais cetico, extremamente materialista, em sua pesquisa, sem qualquer desvio mistico, chega a uma cosmovisao, a qual indica que inteligencias extraterrestres mais evoluidas que a humana, teria como melhor metodo para influenciar e acelerar a evolucao da consciencia neste planeta, a introducao de uma especie de software num cerebro humano para fazer exatamente o que as escrituras antigas sugerem que Jesus Cristo e Budha fizeram!

O maior interesse de alienigenas conscientes ao detectarem corpos com principios de auto-consciencia num planeta, e’ que estes fetos de consciencia cosmica facam seu trabalho, cumpram sua missao, da qual os alienigenas dependem quase que mortalmente. Pois cada bolha microscopica e fetal de consciencia que syurja em qualquer lugar deste universo, e’ a manifestacao de um gene semi-consciente que carrega em si uma informacao especifica, unica, intransferivel, sumamente necessaria, para a construcao do corpo do baby auto-consciente que devera nascer deste universo para uma dimensao alem dele. Se apenas um gene nao inserir sua informacao, nao cumprir sua missao cosmica, o baby nascera com um aleijao – um baby dentro do qual estarao fundidos numa so personalidade, todos os genes do universo, inclusive os alienigenas mais evoluidos, conscientes.

As leis naturais universais estao mais ou menos tuneladas para produzirem sistemas estelaress com “ambientes-placentas”, propicios para estes arroubos de genes se manifestarem, criarem as ferramentas adequadas para iniciarem o trabalho, as quais sao os sistemas biologicos, ou seres vivos. mas assim como algumas mulheres se engravidam sem terem as condicoes naturais para desenvolver a placenta ideal, assim sao estes ambientes. Existem forcas e elementos naturais que tem que estarem presente nas origens da vida para servirem num estagio posterior, porem, elas podem prejudicar o ambiente inicial. Um exemplo e’ a propriedade universal presente em todos os lugares e todos os tempos denominada dicotomia universal, a qual sempre que produz um elemento novo o faz dividido em pares opostos entre si. Se trata-se de temperatura, tem que haver o extremo frio e o extremo quente, se trata de reproducao sexual tem que haver a femea e o macho, e assim por diante. na verdade os humanos deram o nome errado de dicotomia pois esta propriedade tem sempre tres alternativas e nao apenas duas: tem a alternativa do meio+evolucao, que ‘e o produto final resultante das interacoes entre os dois opostos. Esta propriedade e’ mnecessaria para criar a infra-esturtura solida do universo, como as galaxias, os astros, porem mais tarde ela vai gerar um grande problema, o qual torna-se a grande dor de cabeca dos alienigenas e a qual justifica a insercao de Jesus Cristos nas infancias da auto-consciencia.

Pois esta proprieda mais tarde vai gerar nos cerebros animais ainda irracionais os tres instintos maleficos relacionados a divisao do poder: os instintos de grande predador, medio predador e de presa. E a humanidade herdou este cerebro de um antepassado que tinha os rtres instintos em si, pois ele era vegetariano como as presas, mas tinha caninos como os predadores, portanto carnivoro tambem. Como na epoca dos hebreus o instinto de grande predador de individuos mais fortes dominava as tribos, se qusisemmos introduzir um elemento que iniciasse o exercisismo da psique humana destes tres instintos, teriamos que falar uma mensagem mais contra o instinto predador e mais complacente com o instinto dominado, de presa. Foi justamente isso que Jesus fez em toda sua vida.

Outro motivo dos alienigenas seria a obediencia `a outra lei natural – a das duas fases evolutivas inevitaveis a toda nova forma do sistema natural universal (o qual e’ o baby cosmico que vem sendo desenvolvido desde o Big Bang), tal como esta nova forma denominada “auto-consciente”. As duas fases se referem ao seguinte processo:

a) Toda nova forma do sistema universal surge apos a degeneracao da forma anterior. Esta degeneracao produz um estado caotico ambiental contendo em seu meio os fragmentos…

(artigo a continuar…)

Bom Argumento a Favor do Cristianismo

domingo, outubro 16th, 2016

xxxx

Devemos sempre considerer os dois ( ou mais) lados de uma questao, antes de afirmar um julgamento. Por exemplo, o depoimento no texto abaixo, defendendo a ideia de que a moral crista, advinda de Jesus Cristo, seria a melhor moral para a humanidade, se fosse praticada por todos, e’ bastante convincente. O problema dos cristaos – na minha opiniao – e’ juntar os ensinamentos de Jesus ao livro absurdo, chamado de Bibilia, e toda a pessima moral que ela representa e produz. Meus sentimentos foram bem escritos por este autor, neste texto:” I, unlike you, have read the bible cover to cover.  Surely the most disgusting, vile, amoral text ever written by men that ends with the insane ramblings and intense hatred of Revelations.”

O cristianismo deveria romper com a Biblia, ter um outro livro apenas com a vida e ensinamentos de Jesus Cristo, principalmente desde que os autores da Biblia e seus seguidores foram contra Jesus.

mesmo assim teria dois fatos negativos neste livro so de Jesus: 1) Os contos sobre milagres, que certamente sao mentirosos; 2) As palavras suaves e doceis de Jesus nao seria nunca ouvidas pelos humanos com temdemcia a predadores, e assim seria pior, pois manteria as ovelhas como ovelhas para sempre, facil presas dos predadores.

O texto foi extraido do debate em:

 

https://www.youtube.com/watch?v=gHbYJfwFgOU

US Christians blaming gays for hurricanes, earthquakes and diseases is one of the many reasons that Christianity is dying so quickly in the US.  No one wants to be associated with hatred nor stupidity.

relating relating2 months ago

The issue is not what creationists say about one thing or the other. The issue is what the Bible says about proper laws of human behavior that would prevent humanity ending up in a self-destruction from which there is not any turning back.
We should blame all those that believe the foolishness Bill Nye believes in that prevented those young people in learning Jesus’ gospel rules of human behavior that could have prevented the disaster that we are seeing now in doing the destructive behavior in Milwaukee, Wisconsin, Syria and Afghanistan. If the people in all those places had been taught proper rules of human behavior by reading their Bibles every day and reading the Lord’s Prayer ever day the same way the Amish people do during each year of their eight grade of education, we would not see so many tens of thousands killing each other, we would not see so many people dying of drug overdose, we would not see honor killing as we see in some primitive societies, we would not see so many fatherless kids falling in violent crime as we are able to witness today.
It is time that atheists understand that their Emperor, Evolution, really has not clothes. The Bible giving us clear and concise rules of human behavior for making a civil society should have more authority telling us how life was originated in earth than those secularists and atheists that are preventing believers in Jesus to do their job.
Jesus assigned them over two thousand years ago to live up to and teach every person in earth to abstain from hating anyone, to abstain from killing other people, to abstain from practicing sexual perversity, to abstain from stealing, to abstain from making false accusations against any other person, to be proactive in dealing with our father and mother in an honorable way and being proactive in loving all other people as we love ourselves. While atheists and secularists prevent believers in Jesus Christ do the job assigned to them over two thousand years ago, those atheists and secularists have no choice but to be helpless when they see a situation like in in Milwaukee, Wisconsin, Syria and Afghanistan to get out of control while atheists, Bible haters and haters of Jesus as the son of God are preparing a horrendous nuclear arsenal able to wipe out humanity from earth.
xxxx
Mas ai vem o rebate, e o debate continua…
+relating –  All that can be supposed from your comments Relating is that you’ve never read the bible.  Stoning your family to death for apostasy has never been and will never be accepted as proper human behaviour. Your hobby has made you into a very angry man/woman, you should reflect on that. You needed someone to tell you to not murder people, why didn’t it say anything about priests or anybody else raping children? Jesus also promoted slavery, genocide and stoning women and children to death.

Como a Natureza Guiou a Evolução do Pensamento, do Codigo de Hammurabi a Jesus Cristo

quinta-feira, novembro 12th, 2009

“Olho por olho, dente por dente”, primeira lei do Código de Hammurabi,  foi a produção de uma mente ainda primitiva e limitada à visão da biosfera caótica terrestre onde feras devoram cordeiros. Dezessete séculos depois, surgiu Jesus Cristo sugerindo que a lei fosse mudada por algo como “Se te bateres numa face, oferecei a outra “. Esta foi uma produção de uma mentalidade incomensurávelmente maior, capacitada a perceber a outra face oculta da Natureza, com a ampla visão do estado de ordem e harmonia do Cosmos. A primeira seguiu à risca um visível mecanismo natural que foi traduzido na terceira Lei de Newton assim: “a cada ação corresponde uma reação de igual intensidade, porem, de sentido contrário”. Olho por olho, dente por dente. Mas a segunda foi baseada no fato de que no espaço sideral qualquer ação deflagradora de violência – tal como a explosão de uma supernova ou o choque de um cometa com um planeta – não produz uma reação violenta em cadeia, mas sim,  a força emanada da violência é absorvida e dissipada pela gravitação universal. Ao ofereceres a outra face estás absorvendo, dissipando e eliminando uma iniciativa violenta. Fantástico e lindo de morrer, o entendimento de como a evolução da mente humana entre Hammurabi e Jesus Cristo seguiu a mesma trajetória que a Natureza exibe quando vai da superficie da Terra ao Cosmos, contem inestimáveis fontes de material para reflexão e torna-se ao mesmo tempo um estimulo de esperança pois indica que a evolução está direcionando nossa mente para um destino de grandeza inimaginável. Hammurabi está para a Natureza da Terra assim como Jesus Cristo está para a Natureza cósmica que contem a Terra.  

Hammurabi foi rei do Império Babilônico  a 3.700 anos atrás, portanto a 17 séculos antes de Jesus Cristo vir ao mundo. Ele ficou conhecido pelo conjunto de leis chamado “O Codigo de Hammurabi”, um dos primeiros conjuntos de leis registrado na História. Estas leis foram escritas num tablete de pedra medindo 2,4 metros e foi achado em 1901.

codeofhammurabi.jpg  Código de Hammurabi na pedra original (clique e amplie a imagem para ver as inscrições)

 Este conjunto de leis para gerir uma sociedade foi o precursor do que hoje denominamos “Constituição Federal”. Interessante é discernir como estas leis revelam o caráter ou visão de mundo de nossos ancestrais em tempos remotos, leis que hoje parecem-nos absurdas mas que na época retratava o entendimento humano da Natureza, pois elas parecem mais as leis naturais que regulam a existência de animais na selva. Por exemplo, como naquela época se acreditava que o céu era imutável, ou seja, que os astros celestes existem eternamente na mesma forma e não se movem, e por isso era a morada dos deuses, Hammurabi (que contou ao povo uma história igual a que contou Moisés: teria sido o escolhido para receber dos deuses as leis escritas em pedra), projetou essa visão do espaço sideral no método em que gravou as leis, escolhendo a palavra escrita e em pedra pois assim aquelas leis permaneceriam também imutáveis.  

Existem 282 leis no Codigo de Hammurabi e torna-se um passeio do humor lendo-as, coisas aparentemente absurdas porem que tornam-se compreensíveis quando entendemos que um povo planeja um sistema social segundo o que ele pensa ser o mundo ou como o mundo funciona. Por exemplo, o sistema social do capitalismo selvagem ganhou força com a descoberta da Evolução e seus conceitos como o da competição pela sobrevivência e propagação dos mais fortes e espertos.

Vejamos alguns exemplos das leis de Hammurabi: 

– Se um homem ataca uma mulher grávida, causando a que ela venha a morrer, a filha do assaltante dever ser morta; 

 – Se alguém acusa um homem, e o acusado pular nas águas do rio e afundar, o acusador ganha a posse da casa do acusado. Mas se o acusado não afundar o rio prova que o acusado não é o culpado, então o acusador deve ser morto e o acusado fica com sua casa;

 Ora, observe como a realidade da Natureza bruta transparece nestas leis: o homem que ataca uma mulher retrata a fera macho que ataca a fêmea, ou a fera maior que ataca o cordeiro, esta fera tem um poder reconhecido e aceito porque lhe foi doado pela Natureza, e o macho não pode por isso ser castigado. Ao invés, vai sua filha que socialmente representa o cordeiro indefeso e manso… e saco de pancadas para todo mundo. Quando penso nisto e recordo como certos povos ainda tratam com opressão e depreciação suas mulheres, chego a concluir que o melhor método para educar os modernos representantes de Hammurabi, como os Saddam Hussein, os Bin Laden e os Talebãs da vida, seria tentar levar a eles de qualquer modo os modernos conhecimentos da astronomia e enfatizar que o firmamento é tão “natureza” como esta que aqui nos envolve.

Porque o rio seria o juiz que julga quem é culpado ou inocente? Penso que devido a Mesopotamia se situar nas regiões áridas e já alcançando os longos desertos, um rio ali devia ser considerado uma dádiva divina, como era acreditado ser o Nilo pelos egipcios. Para daí concluir que o rio seja um veículo utilizado pelos deuses para aplicarem sua justiça não falta muito.

Mas, 1700 anos depois chegou na Terra um homem que não mirava-se no exemplo da realidade imediata natural. Os seres humanos são produtos do caos, a nossa biosfera é governada pelo caos, quem disso duvida que faça como eu, vá viver isolado no inferno da selva amazônica. Aquela é a verdadeira face da Natureza aqui nas dimensões humanas e não o ambiente asfaltado das cidades modernas onde vivemos. Portanto não poderia ser de outra maneira que a mente humana, na sua infancia, se mirasse no exemplo da realidade que viceja à sua volta. Se atacado, seja um animal ou um homem, que procure reagir e empregar nesta reação uma força ao menos equivalente à do agressor, senão, adeus. Mais tarde com a evolução das Ciências e o aprofundamento da Física no conhecimento dos pormenores que regulam os processos entre os corpos, traduziu-se aquela regra natural no famoso dogma da ação e reação, mais exatamente nos palavras de Newton: “Para cada ação há sempre uma reação, oposta e de mesma intensidade.”. Mas quando a Física anunciou ao mundo aquele postulado ela não possuia os modernos instrumentos que revelaram verdades mais profundas da Natureza, a qual não termina na biosfera terrestre, porem se expande pelo espaço sideral. E basta olhar-mos para o céu estrelado para ter-mos a sensação de que lá reina a harmonia, a paz e o estado de ordem. Enquanto os primeiros cientistas ainda eram dominados por aquela visão primitiva da Natureza, foram construindo modelos astronomicos e uma cosmologia repleta de projeções das crenças humanas. Assim o céu foi povoado de eventos violentos, explosivos. E assim as estrelas foram definidas como horrendas fornalhas nucleares, enquanto em nossos modelos vemos uma outra face das estrelas mais ampla no tempo e no espaço, e nossa definição torna-se: “estrelas são como mães atarefadas em amamentarem seus rebentos (os planetas) com seu nectar energético e mantê-los aquecidos e protegidos sob suas asas gravitacionais” ( assim como uma galinha mantem seus rebentos). Eles percebem pontos no espaço que encerram corpos invisiveis mas manifestam sua presença pelos efeitos visiveis à sua volta e os definiram como fantasmagóricos buracos negros piratas e canibais a devorarem mundos inteiros. Nada disso! Os mesmos efeitos visiveis nos levaram a outra definição, à da existência dos buracos brancos rersultantes do turbilhonar de detritos de estrêlas mortas que se reciclam e geram novos astros. Alguém, olhando a olho nu o céu estrelado e exercitando suas naturais faculdades mentais para o Cosmos, sem prévios julgamentos, conseguiria mesmo imaginar algum evento violento por lá? Acontece que, sobre o asfalto ou dentro de salas com ar condicionado, substituindo o olho natural pelo olho da maquina fria do computador e substituindo a razão natural pelas acrobacias exageradas da matemática levadas ao seu ponto ultimo de saturação, fantasmas que não existem, eventos que jamais seriam imaginados, são imaginados e tornam-se tão críveis que vão parar nos textos dos livros escolares para infortunio de nossas crianças.

Todo novo ciclo da macro-evolução universal ( aqueles que fazem o primeiro sistema natural surgido com o Big Bang e denominado “universo” vir rolando e rolando e mudando de forma da super simples do inicio para arquitetura cada vez mais complexa) obedece a um mesmo roteiro: existe uma espécie (seja o sistema atômico, o astronomico ou o biológico) que em determinado momento ocupa o tôpo da Evolução; neste estado ela atingiu seu limite possivel de absorver novas informações e melhorar de qualidade aumentando sua complexidade; neste ponto esta espécie ( que reina absoluta onde se encontra, como os dinossauros reinaram na Terra, como o leão reinou na selva, a baleia no mar, a galáxia no espaço sideral), se acomoda num estado de equilibrio termodinâmico, se super-especializa num modo de existência, fecha as suas portas à evolução e torna-se um beco sem saída, um ramo lateral da àrvore da evolução que seca e se extingue; então a espécie em declinio degenerativo é fragmentada em seus bits-informação, misturada a uma nova paisagem onde altera a ordem do ambiente e promove o caos; mas é o caos necessário para que haja a mistura, a mutação, e a partir daí o reinicio de um novo fluxo do estado de ordem. Caos torna-se ordem, ordem torna-se caos quando almeja eternizar-se como perfeição absoluta, o que significa não-existência. Pois o Universo às nossas vistas parte do imediato caos visto e sentido na pele aqui para elevar-se ao estado de ordem alem dos céus. Ali, com o sistema galáctico ocupando o topo da evolução da matéria, o sistema universal se assentou, se acomodou num aparente equilibrio termodinâmico, por isso o “building block” das galáxias foi atacado pela entropia degenerativa, se fragmentou em seus bits-informação, os quais se tornaram os genes semivivos que vieram a constituir nas superficies dos planetas os primeiros sistemas biológicos. A evolução na sua marcha inexorável!

Projetando o estado do espirito humano que ainda conserva resquicios de violência, sobre o desconhecido Cosmos na tentativa de adivinhar seus segrêdos o homem moderno ainda fala em “a grande explosão, ou o Big Bang”, para definir um ato de fecundação idêntico ao que vemos aqui na Terra quando o invólucro de um espermatozóide se rompe no centro de um óvulo e dá inicio a uma nova criação. Ou calcula que houve uma “explosão de supernova” quando na verdade o evento nada mais foi que a passagem de um pulsar que é a semente de uma estrela para o estado de estrela definida, passagem cujo mecanismo é o mesmo que faz na Terra uma semente desabrochar e revelar a portentosa criatura que ela contem ( se não entendes o que digo, dê uma olhada nos modelos cosmológicos da Teoria da Matriz/DNA Universal).

O que me intriga – e aqui digo “raios… e raios!!!”, foi o fato de há dois mil anos atrás um filósofo de origem humilde ter dado esse incomensurável salto evolutivo no estilo do ” Equilíbrio Pontuado” a teoria evolutiva de Stephen Jay Gould em 1972. Pois Jesus Cristo fêz sim – satisfazendo todos os requerimentos cientificos para tal – uma transposição da interpretação do mundo pelas criaturas limitadas à biosfera terrestre para a interpretação do mundo por elevados seres pensantes que já adivinham os segrêdos da mecânica sideral. Não era possível naquela época conhecer os dois lados da face da Natureza que se divide entre caos e ordem. A harmonia celeste era acreditada ser tal devido ser o reino dos deuses, portanto cheirava mais a um distante reino supernatural. Não havia na Terra nenhum fenômeno revelando a existência do estado de ordem natural. Então, raios, de onde aquele intrometido carpinteiro que vem bagunçar nossa filosofia no estudo da evolução do pensamento, extraiu essa idéia tão cientifica e certeira? Estoure um canhão de mil megatons mandando um torpedo com toneladas de explosivos explodir a abóbada celeste e o verás acontecer será um simples “pum” se perdendo espaço afora. Nenhuma reação. O Universo volta a face direita para quem lhe atinja a esquerda. Se aqui dizemos que grande é o coração de mãe e de inigualavel amor, no Cosmos dizemos que grande é a capacidade de tolerancia e perdão da gravitação universal. Ela jamais reage á violência com a violência.

Pois bem: vamos nos mirar nos exemplos do animais e continuar assim a construir sociedades com sistemas animalizados para todo o sempre ou vamos dar o salto evolutivo iniciando a mirar-nos nos exemplos dos elementos siderais e conseguir finalmente uma sociedade ordeira? Hammurabi ou Jesus Cristo? Bem… mesmo eu que conheço já os modelos da Matriz e percebí qual o destino desta história – portanto se eu como humano quisesse ser selecionado e não descartado pela evolução procuraria mudar o mais rápido possivel – não consigo oferecer a cara para quem me deu uma porrada… e parto para cima como um cavalo, imagino então o quanto será dificel e quanto tempo ainda vai demorar para a Humanidade se desligar da influência da realidade do ambiente que a rodeia.  Mas não está em nosso poder fazer essa escolha: a Natureza evolui assim, partindo de Hammurabi e indo na direção de Cristo, nossa mente é um produto dessa Natureza,  portanto dirigida não por nós mas pelas forças universais naturais e por isso está determinado que a mente humana em sua trajetória evolucionista deixará Hammurabi para trás e alcançará o patamar de Jeus Cristo.