Posts Tagged ‘Karl’

Estrelas Nuas, Estrelas com Vestidos Transparentes ou Baby-Estrelas com Fraldas?

quinta-feira, março 26th, 2009

(Comentario da Matriz sobre o artigo “Stellar Striptease”, The Economist, May 31st 2003) 

Uma nova informacao vinda do espaco sideral tem dividido os estudiosos da Astronomia em tres grupos: 

1) O grupo radical da Teoria Nebular acredita que as estrelas estao quase nuas porque usam vestidos transparentes;

2) O grupo moderado da Teoria Nebular defende que as estrelas estao nuas mas nao totalmente, ainda estao fazendo striptease;

3) O grupo de um so’ da Teoria da Matriz reza que, pelos seus modelos, tratam-se de estrelas recem-nascidas ainda usando fraldas…

Vamos ver no final quem vai ganhar nessa historia…

O seguinte: A Dra Elizabeth Lada da University of Florida e Karl Haish, da University of Michigan, observaram quatro aglomerados estelares das constelacoes de Orion e Perseus, e mediram a quantidade de radiacao infra-vermelha e microondas vindo de cada aglomerado. Tal radiacao e’ emitida pela poeira estelar quente, tanto que se uma estrela jovem parece brilhante em tais comprimentos de ondas a teoria supoe que a estrela esta’ rodeada por um disco de poeira.  E’ da analise destas radiacoes que se tem calculado o tipo de disco, assim como o tamanho e as idades dos aglomerados e suas estrelas. De acordo com a Teoria Nebular, se um aglomerado nao apresenta mais o disco de poeira e’ porque o aglomerado tem mais de tres milhoes de anos. Isto porque a poeira teria tornado-se planetas, o gaz teria tornado-se suas atmosferas, portanto, teria desaparecido a poeira normalmente vista em torno de estrelas muito novas que ainda nao possuem planetas. Mas a Dra. Lada tem quase certeza que nestas estrelas jovens nao existem os discos de poeira. Suas aparelhagens e tecnicas de observacao sao tao sensiveis que mesmo a uma distancia de mil anos-luz teriam captado os discos de poeira em torno ate’ de pequenos asteroides. E a Dra Lada explica: ” Se as pessoas querem acreditar (alooo, pessoal radical da Nebular…) que planetas se formam normalmente em volta de estrelas, principalmente das T-Tauri, elas terao que pensar em maneiras de permitir isto acontecer em 3 milhoes de anos, ao inves dos 10 milhoes calculados pela teoria.”

Resumindo, a Teoria Nebular ditou os textos dos livros escolares do mundo todo onde expoe a suposta formacao dos sistemas solares, mas cujos processos indicam que a gestacao de planetas tomariam cerca de 10 milhoes de anos. E justamente estes sistemas tipo T-Tauri sao arrolados como bons exemplos da teoria. Agora, com esta nova informacao os teoricos da “Nebular” estao em maus lencois, pois terao que rever os processos e comprimir tudo a ponto de encaixar os tres milhoes de anos onde antes cabiam 10. E como as estrelas T-Tauri normalmente sao cobertas pelos discos de poeira, e estas agora nao os possuem, acham que elas fizeram striptease e chamam-nas de estrelas nuas. 

Mas Jeff Bary e David Weintraub nao estao alegres e aceitando isto assim. Dizem eles: ” A observacao que a fina poeira desaparece rapidamente nao e’ razao para pensar que a manufatura de planetas deve ser um trabalho apressado de 3 milhoes de anos. Tudo o que e’ necessario ‘e uma parcial consolidacao em algum tipo de grandes objetos intermediarios que poderiam ser esperados na formacao de planetas….” Eles usartam outro tipo de observacao de raio-X e concluiram: ” Estrelas nuas, parece-nos, nao sao inteiramente nuas. Elas estao justamente vestidas num diafano e incipiente sistema solar”.

Mas ai’ entra tambem na discussao a Teoria da Matriz, dizendo que se o disco de poeira existe mas e’ muito debil, a estrela nao esta’ em idade de fazer striptease, ou ela ainda ‘e uma baby recem-nascida e a pouca roupagem significa apenas suas fraldas ou tao velha que ja’ esta’ batendo as botas.  Sao duas alternativas possiveis aqui:

1) A Dra. Lada observou os astrobabies na posicao intermediaria entre Funcao 1 e 2, quando a esfera luminosa que ‘e germe estelar e vai constituir o nucleo dos astros seguintes esta’ saindo do horizonte de eventos de um buraco negro e de fato ali deve existir um cinturao deste tipo de estrelas envolvidas nesta pouco densa nuvem de poeira;

2) Ou as estrelas observadas estao na posicao intermediaria entre a Funcao 6 e 7, quando a estrela muito velha comeca a se desfazer e os primeiros fragmentos mantidos por sua gravitacao continuam a orbitarem nas suas proximidades.

Portanto, a Teoria da Matriz absorve com facilidade mais este dado real e continua em pe. Quanto aos teoricos defensores da Teoria Nebular – como diz o artigo – esta e’ uma ma’ noticia, pois terao que refazer calculos e encontrarem uma maneira de encaixar o novo dado em seus modelos.

Mas este ‘e um artigo sob construcao ainda e veremos objecoes, debates, etc.