Posts Tagged ‘lobos’

As origens e evolucao da classe media

quarta-feira, abril 3rd, 2019

xxxxx

Evolucao?

Evolucao?

 

Se nos descendemos de lobos, porque entao ainda existem lobos?
Fico pensando nos primeiros humanos que iniciaram a domesticacao de lobos. Porque e para que fizeram isso? pensei numa explicacao, mas ano tenho certeza. Acho que foi puro instinto herdado dos animais se transformando em intelligences humana. Pois os lobos ajudavam e eram permitidos existirem pelos leoes, porque rondavam os limites do territorio do leao e assim suas presas ovelhas não iam long, não escapavam com medo dos lobos. Os humanos notaram essa ajuda quando criavam cabras e gado. E tiveram a ideia de que se os lobos se tornassem amigos, podiam fazer melhor seu trabalho de capatazes, e em paga sempre ganhariam da carne das ovelhas. ASSIM NASCEU A CLASSE MEDIA.
– PREDADORES

Tiririca na simulação do computador corresponde ao boi na assembleia dos lobos

quinta-feira, março 22nd, 2018

xxxxxxx

Neste video o deputado Tiririca se despede do cargo dizendo aos demais deputados que “esta muito triste pelo que ele viu durante sete anos daqueles deputados que “nao estao trabalhando e se preocupando com o povo”. Nossa analise:

https://www.facebook.com/roberto.senatrindade/videos/1468267843299442/

 

Como se comportaria um boi que foi retirado do meio do gado e colocado no antro dos lobos e raposas com as regalias de ser respeitado e não devorado no ambiente? Para responder basta observar o deputado Tiririca.

Esta minha maneira de simular o desenvolvimento dos comportamentos humanos em cima de um software que representa o comportamento dos animais na selva, não e’ aprovada por mais ninguém alem de mim, mas aplico este método porque ele tem resultado na sugestão de muitas soluções para melhorar a vida humana que ninguém mais tem visto, e alem disso tem feito avançar meu conhecimento e entendimento da condição humana. O método funciona porque humanos e suas cidades são uma extensão dos animais e sua selva.

O boi e’ o Tiririca, o antro dos lobos e’ a assembleia visível ao publico, porque a verdadeira assembleia dos lobos acontece nos bastidores ocultos onde o Tiririca nunca foi convidado. Enquanto no alto da colina os grandes predadores que dirigem isto tudo espraiam-se nas orgias palacianas. Esta situação em que os leões permitem a um ou alguns bois subirem para a Assembleia de seus cães-de-guarda ( contra a vontade destes), apenas acontece quando os cães-de-guarda e todo aparato do sistema não esta’ dando o lucro desejado do vampirismo da energia das presas, porque as presas de alguma maneira não estão produzindo o requerido. Ao menos isto e’ o que vejo na simulação do computador.

Assim como as religiões criadas pelos predadores, essa aura do imaginário coletivo criada sob os nomes pomposos de “governo”, “politica”, “democracia” e tantas outras abstrações ilusórias, não afeta o poder de fato dos predadores, por isso ficam de portas abertas a médios predadores e ate’ quando as presas urram demais chorando as torturas, da-se um cala-boca no sentido de elegerem um boi ou uma vaca para passar pela porta, o que gera o efeito surpreendente de fazer as presas calarem o choro porque lhes reacendeu alguma esperança, e claro, ilusória.  sabem de antemão que o boi admitido não vai cheirar nem feder nada, porque boi nunca deixara’ de ser dominado pelo instinto de presa, o qual começa por entorpecer o cérebro inibindo qualquer busca de conhecimento mais elevado, o qual seria necessário para algum plano visando aproveitar a oportunidade para conquistar algum beneficio `a massa de presas. As portas abertas tem o efeito colateral de permitir a entrada furtiva daqueles nascidos dentre o gado porem com mutação genética tendente ao instinto de médio predador – que foi o caso do PT – e que pode causar prejuízos ao poder estabelecido, mas não vamos nos ocupar desse efeito colateral aqui. O Tiririca não foi este caso, o que se notou no seu semblante risonho tipico das presas de fazer brincadeiras da própria desgraça, que não se via nos semblantes carrancudos e barbudos dos elementos do PT.

Hoje mesm0 acabei de descobrir – numa pesquisa bem diferente sobre genética, um pormenor que se aplica a este assunto. Descobri que a causa natural que impediu os aminoacidos obtidos pelo experimento de Muller/Urey darem o segundo passo na evolução do processo das origens da vida, que seria o salto para formar proteínas, e’ a mesma causa natural que esta’ impedindo os 53% da população de presas do Brasil (a população miscigenada de índios e negros), darem o segundo passo na evolução do cérebro que seria a saída do umbral do egoismo/individualismo tipico das presas, para entrar no portal do coletivismo social ( por sinal uma simulação semelhante a longa cadeia de aminoacidos em coletividade que compõem uma proteína). Esta causa e’ um ingrediente natural faltante, tanto no frasco do laboratorio do Muller/Urey quanto no cranio daqueles 53% da população. Cujo mesmo elemento notoriamente esta faltando no cérebro do Tiririca, um exemplar tipico dos 53%. Esta ingenuidade simplista o leva a declarar e mesmo acreditar que fez o seu trabalho direito, que cumpriu sua missão, mesmo tendo que contradizer-se em seguida revelando que nada fez, alem do que a Assembleia dos lobos lhe permitiu. Desperdiçou assim uma grande oportunidade dos 53% conquistarem um naco do território na calada da noite, Ele ainda acredita e diz que o salario era mais que suficiente para mante-los trabalhando nos assuntos do povo, enquanto em seguida confessa que durante seu mandato correu o pais fazendo seus shows de palhaço, obtendo renda extra. Ou seja, o tempo em que um verdadeiro e compromissado trabalhador na causa que ele diz representar e para a qual apela para “nobres sentimentos” que não existem dentro daquelas quatro paredes, empregaria como trabalho de casa, no estudo e busca do conhecimento dos assuntos pertinentes, era desviado para shows de palhaços.

Estes 53% da população contem milhões de copias da Matrix/DNA, cada qual com uma informação genética unica, pessoal, intransferível, e da qual necessitamos mortalmente se quisermos nascer numa condição transcendente e sem nenhum aleijão por falta do trabalho de algum gene. Então temos que empregar todo esforço possível na busca da elevação material e intelectual desta população, ao mesmo tempo que temos de lhes corrigir a visão de mundo totalmente errada na qual foram doutrinados pelos predadores, para que, fortes e livres, sigam o caminho da transcendência e não o caminho do Admirável Mundo Novo sob as malhas de algum Big Brother.

Neste sentido perdemos uma oportunidade, que foi oferecida pelo fenômeno Tiririca. Fora da Assembleia ele diz que correu o pais falando com o povo ( geralmente numa churrascada de bêbados a contarem piadas), pois ele tinha acesso apenas as presas, nunca ao meio dos lobos que elegem o resto da Assembleia e que possuem as informações sobre um segundo nível do escalão do sistema. Ora, as presas não tem nenhuma informação para orienta-lo a atuar na Assembleia a seu favor, e aqui deveríamos ter entrado nos, de alguma maneira nos inserido no meio do povo com quem ele conversava, para chamar sua atenção ao que estava deixando de fazer.

E o que Tiririca deixou de fazer na oportunidade de acelerar a evolução mental do povo para conquistarem fracões de melhorias de vida e conhecimento naturalista? Foi por isso que vi a necessidade de escrever e registrar este artigo abrindo mais um capitulo de pesquisa de um assunto muito importante e que tenho deixado passar despercebido. A pesquisa sobre quais os itens e métodos eficientes para promover esta evolução. Creio que mais uma vez a formula da Matrix/DNA nos fornecera muitas sugestões, pois ela contem o segredo do ingrediente faltante neste estagio do processo evolutivo, e o qual podemos identificar.

xxxx

Obs: esta pesquisa deve abrir um novo diferente capitulo

Pesquisa:

  1. Aplicando o MRI nos cérebros dos primitivos e dos “um grau evoluídos”, ver as diferenças das sinapses… (claro, estou brincando…)