Posts Tagged ‘Luz’

Luz e Conhecimento Humano: o tanto que revela a mais o quase-infravermelho

sábado, junho 15th, 2019

xxxxx

A informação neste artigo de que:

“O espectrômetro da Cassini visualiza o Cosmos na luz visível e na quase-infravermelha…

E’ de grande valia para a Matrix/DNA. Segundo ela sugere, o conhecimento humano mesmo sobre o mundo material ainda é muito pouco devido aos nossos poucos e fracos sensores cerebrais captarem apenas o que é refletido pela faixa da luz visível e pelo que vibra na mesma intensidade dessa faixa, quando se sabe que existem 7 faixas no total, e que apenas o conjunto total destas sete faixas podem revelar toda a verdade sobre qualquer objeto material. O fato de que uma mera e tímida entrada em outra faixa vizinha da visível, a quase-infravermelho, mudou tanto as teorias anteriores, descartou elementos que se pensava existir e revelou outros elementos dos quais nada se sabia, demonstra como cada nova inserção nestas faixas invisíveis vão mudar nossa visão do mundo. ( veja meu comentário publicado no artigo e copiado abaixo) 

Saturno em detalhes: Nave Cassini revela aspectos do gigante gasoso

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/ciencia-e-saude/2019/06/14/interna_ciencia_saude,762749/saturno-em-detalhes-nave-cassini-revela-aspectos-do-gigante-gasoso.shtml

Trechos relacionados com este tema:

” Os dados capturados pelo espectrômetro de Cassini, chamado espectrômetro de mapeamento visível e infravermelho (VIMS), por sua vez, solucionaram um mistério. O instrumento, que visualizou os anéis na luz visível e quase-infravermelha, esclareceu a composição dos anéis. Enquanto os cientistas já sabiam que a água congelada era o principal componente, o mapa descartou gelo de amônia e de metano como ingredientes, algo que se imaginava existir.”

“… as novas observações permitem uma visão muito mais aprofundada dos anéis do que se tinha. “Agora, todo mundo tem uma visão mais clara do que está acontecendo. Essa resolução extra (da imagem dos anéis) respondeu muitas perguntas, mas muitas outras permanecem”, admite, em nota.”

Avatar 
Mais um indicio de que os estudantes e acadêmicos/intelectuais em geral devem baixar suas bolas arrogantes e serem mais sensatos e humildes. Nos ainda quase nada sabemos do Cosmos e portanto nossas teorias estão muito distante da verdade. Louco aquele que acredita numa visão de mundo formulada com base nestas teorias, como por exemplo, a de que a formação de astros e sistemas se dão pelo acaso de livres movimentos de forças físicas brutas. O produto final destes sistemas astronômicos foi uma célula vital com uma supercomplexidade estonteante, portanto quem a produziu – só pode ter sido este sistema astronômico – tem que ser muito mais complexo do que nossas teorias estão sugerindo, e mais complexa foi sua formação. Os elementos e forças naturais que apareceram na célula viva como propriedades da vida tem que estarem neste sistema embutidos e atuantes de alguma forma, apenas não somos capazes de capta-los. Observe como uma simples e tímida inserção apenas no inicio de uma nova faixa do espectro eletromagnético da luz – o quase-infravermelho – mudou tantas crenças descartando existência de elementos supostos na teoria e revelando elementos dos quais nunca se suspeitou. Os meus cálculos e modelos teóricos estão sugerindo uma total diferente visão destes sistemas estelares e galácticos porque usei métodos investigativos diferentes e considerei a máxima de que “filho de peixe, peixinho sera”, ou seja, os sistemas biológicos aqui devem ter recebido os princípios para suas propriedades destes sistemas que já existiam, portanto estou procurando-os, e por isso estou notando que novas descobertas que estavam previstas nos meus modelos são feitas apenas quando avançamos a tecnologia com maior poder de captação em alguma das outras seis faixas alem da visível. Os interessados no conhecimento devem manterem-se alertas contra teorias vendidas como verdades e mentes abertas para surpresas que vão mudar nossos conceitos atuais.

 

Tecnicas para pensar a Natureza: Inside Einstein’s Mind

quinta-feira, junho 13th, 2019

xxxx

A forma como Einstein raciocinou sobre a Natureza. Faltou ele perceber o mais importante sobre a luz: o codigo para organizar a materia em sistemas, ou seja, o codigo vital. Observo aqui agora que pode-se cortar o DNA em muitos pedaços, mas ele estará estruturado no seu menor pedaço, uma unidade fundamental de informação, que tem o template para todo o resto. A luz tambem, podemos ver apenas uma porcao dela, passando por nos, mas se cortar-mos um faixa dela, teremos todo o codigo vital. Inclusive sua menor particula, o foton, contem a formula do todo.

https://www.youtube.com/watch?v=tfSMcDqnh00

A primeira fotografia tirada da luz como onda e partícula, e a explicação da Matrix/DNA

quinta-feira, junho 6th, 2019

xxxxx

https://socientifica.com.br/2019/05/01/a-primeira-fotografia-ja-tirada-da-luz-como-particula-e-onda/

A primeira ‘fotografia’ já tirada da luz como partícula e onda

Saber sobre a luz é importante para conhecer-te a ti mesmo ( suas células, órgãos e até as sinapses dos seus pensamentos são povoados por fótons de luz e montados por uma formula que vem da luz) e para alavancar nossa ciência e tecnologia. A maioria não se interessa por conhecer o que os olhos não veem e a boca não come, mas assim permanecem os animais, humanos tem que ultrapassarem esta forma aprendendo a profundidade invisível das coisas. E mesmo o mais leigo pode observar luzes com interesse e descobrir o que nunca ninguém percebeu. Einstein criança ficava olhando os fachos de luz da lua das estrelas que passavam nas copas das arvores, com paixão e curiosidade. Eu, mero filosofo naturalista estudando sistemas naturais na selva fui levado por minha investigação a teoria de que o DNA veio de uma Matriz que monta galaxias e átomos, com isso escrevendo uma nova versão da historia natural universal e esta me levou ao Big Bang onde os cálculos indicam que essa Matriz surgiu na forma das ondas de luz emitidas naquele evento. Então a imagem de uma onda de luz no espectro eletromagnético me levou a perceber que uma onda de luz nasce, vive e morre como nos, com um ciclo vital, encriptado na sua anatomia! O Universo com todos seus sistemas foram montados por uma formula natural que hoje vemos numa unidade fundamental de informação do DNA mas que passou por átomos, galaxias e construiu a primeira célula viva! Isso funciona como uma especie de genoma de seja la quem ou que gerou este universo ( alguns diriam ser o “genoma de Deus”, mas um agnóstico como eu não opina nada aqui), como uma placenta, dentro do qual esta coisa desconhecida esta se reproduzindo geneticamente! Veja como ela nasce num raio gama que tem a energia maior e vibração de um baby, como ela cresce, como ela se torna madura na cor verde que é a quarta faixa da onda, como ela morre e de fragmenta na forma de Raios X. O código da vida encriptado na anatomia dinâmica de uma onda de luz! Queres melhor saúde organizando todos os micro e macros sistemas do seu corpo? Entenda a luz, seus fótons, sua mente pode interagir com eles, e conduza-os a consertarem os sistemas que estão errados ou doentes no seu corpo… eu ao menos, fazendo assim, não tomo um comprimido nos últimos 40 anos e tenho saúde e energia admirável. Posso estar todo errado… mas evidencias sugerem que não e talvez esteja mais próximo da verdade vendo a luz dessa maneira. Aprenda tudo sobre a luz, ela contem a chave dos grandes mistérios e esse conhecimento vai lhe ajudar muito, ao menos com mais paz e alguma felicidade na vida. Qual o invisível comando, o software, que comanda genes e DNA? Uma network de fótons constituindo ondas que funcionam como sistemas e suas partes são as sete faixas ou frequências das ondas de luz.

“A luz se comporta como uma partícula e como uma onda.”

Entenda isso olhando no meu avatar ao lado. Ele mostra dois tipos de corpos – um astro e um humano – que se transformam em varias formas durante sua existência devido ação da força do ciclo vital. Quando se une as duas pontas do ciclo – a inicial e a final – obtêm-se um circuito esférico que funciona como um sistema perfeito e auto-reciclável. O sistema é composto por sete partes cada uma executando uma função sistêmica. Estes dois corpos e seus ciclos vieram do comportamento da luz se propagando no tempo e espaço, o qual tem uma substancia, seja a dark matter ou o tal éter. As formas de cada corpo se tornam a onda fixa num dado momento em relação ao espaço, quando é uma partícula materializada enquanto as setas entre as formas/partículas representam o passar da luz em relação ao tempo. Então se numa medição fixamos a luz no espaço/tempo a vemos como partícula, senão, a vemos como as ondas das setas to tempo. Assim como se eu vejo seu corpo num dado momento, na forma de jovem, não posso vê-lo nas outras formas de baby ou idoso, mas sei que todas as formas estão embutidas na forma que vejo. Este era o principio da incerteza de Heisenberg: se vês a forma aqui e agora, não vez a historia do corpo como onda. No principio, esta formula de sistema foi formada com cada uma das sete formas dentro da onda de luz – desde os raios gama, ao ultra-violeta, o infra-vermelho, etc., ate os raios X – tomando a posição de cada forma vista no meu avatar. Obs: meu avatar supõe um humano hermafrodita, porque hermafrodita é este sistema astronômico que gerou os sistemas biológicos, tanto que a primeira forma de vida, um sistema celular, era hermafrodita. Muito, mas muito mesmo temos a aprender com a luz… ela parece ser a mão, o tentáculo material, usada na criação, observe-a com carinho e paixão, ela te revelara mais segredos, como revelou a Einstein.

” A luz viaja ao longo deste fio minúsculo em duas direções possíveis, como carros em uma rodovia. Quando as ondas que viajam em direções opostas se encontram, elas formam uma nova onda que parece estar no lugar”

Entenda isso observando meu avatar ao lado. Representa dois corpos – um astro e um humano – sendo movidos e transformados segundo o processo do ciclo vital. As setas representam que se trata de um circuito esférico, como um canal onde corre um fluxo de bits-informação, sempre carregados por fótons, genes ou DNA, conforme a natureza dos corpos. O circuito inteiro é a face de um sistema funcional. Esta face tem um lado esquerdo onde a energia esta em crescente, o corpo se forma e cresce; e um lado direito onde começa a entropia e a energia decresce, o corpo enfraquece e se fragmenta. Esta formula apareceu primeiro como onda de luz e ao atingir a placa de metal, a parte esquerda vai numa direção esquerda enquanto a outra vai na direção a direita. Elas se movem porque as duas estão incompletas, são filhas da necessidade, procurando sua outra metade. Quando as duas se encontram formam a formula completa, então a face inteira – o sistema – se estabiliza. Isto acontece em todo lugar, inclusive no seu cérebro, quando um novo pensamento sai do central hipocampo como um circuito que vai tentar percorrer o hemisfério esquerdo e depois o direito, colhendo as informações e funções de suas glândulas. Se o pensamento for importante as duas partes se estabilizam de volta no hipocampo na forma de mais uma informação a ser guardada na memoria. Tudo carregado por fótons de luz!

Luz: Parada como pano de fundo por todo o Universo, cada trecho gerando diferente ambiente

quarta-feira, maio 29th, 2019

xxxx

Devemos nossa atual compreensão desses mistérios ao gênio mais famoso que já existiu: Albert Einstein. Curiosamente, quando ele começou a desenovelar o significado de metros e segundos, réguas e relógios, sua ambição era (aparentemente) mais modesta. Einstein queria entender o comportamento da luz.

Àquela altura, na aurora do século 20, todo mundo estava mais ou menos satisfeito com a ideia de que a luz era uma onda, oscilando por um meio material chamado apenas de “éter luminífero”. Ninguém sabia o que ele era, mas toda onda precisa ter um meio para se propagar, certo? Como ter uma onda no mar sem água? Como ter uma onda acústica sem ar? Deveria haver algo que servisse como meio material para a luz.

( O que leva a dedução que o reprodutor natural antes do Big Bang emitiu um genoma que se situou numa area do mundo onde havia uma substancia para hospedar o genoma na forma de onda de luz. esta area do mundo se tornou este Universo.)

No fim do século 19, diversos experimentos tentaram detectar esse tal “éter”, medindo a variação da velocidade da luz através dele, mas tudo que conseguiram foi demonstrar que ela era sempre a mesma, pouco importando qualquer outro movimento. Na prática, era como se o éter não existisse.

Para além dos experimentos, as consagradas equações do eletromagnetismo formuladas por James Clerk Maxwell no século 19 pareciam sugerir que a velocidade da luz no vácuo era de fato sempre a mesma. Foram elas que instigaram Einstein, aos 16 anos, a pensar como seria apostar corrida com um raio de luz. E esse experimento mental o levaria, dez anos depois, à relatividade.
Para revolucionar a física, Einstein transformou o mistério em pressuposto: e se realmente a velocidade da luz no vácuo for sempre a mesma, independentemente de qualquer estado de movimento?

Dito assim, pode não parecer grande coisa, mas as conclusões são estonteantes. Quer ver? Imagine que você está num carro a 30 km/h e tem outro automóvel vindo na pista ao lado, na direção contrária, a outros 30 km/h. Você terá a impressão de que ele passará por você a 60 km/h. As velocidades se somam.

Agora, imagine que, em vez de um carro, quem está vindo na direção contrária é um raio de luz. Para não nos torturar com as contas, vamos imaginar que a velocidade dele fosse de apenas 100 km/h. O senso comum diria que você o verá se aproximar a 130 km/h (a sua velocidade somada à dele). Mas não. A velocidade que você medirá dele será de 100 km/h. E, se houver alguém parado à beira da estrada, ele também medirá 100 km/h. As velocidades não se somam.

Como é possível? Eis a chocante realidade: se a velocidade da luz é constante e igual para todos os observadores, o que deve variar são os quilômetros e as horas. O espaço e o tempo têm de ser relativos.

Em essência, em 1905, Einstein reescreveu Shakespeare. Já dizia Shakespeare, “o mundo todo é um palco”. Ok, mas que palco é esse? Pode existir uma pergunta mais fundamental do que, afinal de contas, o que são o espaço e o tempo? Não é o mundo todo que é um palco; em vez disso, cada observador tem seu próprio palco! E a única coisa que unifica todos os palcos é a constância da velocidade da luz, o que traz conclusões assustadoras e encantadoras. Exemplo: se fosse possível atingir a velocidade da luz, o tempo pararia por completo para você.

(E’ como se o genoma no tamanho do Universo esteja parado, e desde que da onda sem as particulas radicais livres, o mundo material vai se formando sobre ele)

Certo. Mas como não percebemos isso no dia a dia? Bem, a questão é que a velocidade da luz não é 100 km/h. É de estonteantes 300 mil km/s, um número tão grande, comparado às velocidades do cotidiano, que podemos “arredondar” esses pequenos efeitos sobre o espaço e o tempo para zero em condições normais.

Visão das varias frequências da luz – vídeo de supernova

sexta-feira, maio 3rd, 2019

xxxx

Bem… aqui esta nova informação sobre o espectro eletromagnético e ondas de luz. Temos aparelhos que, cada qual, vê numa radiação com frequência de onda especifica…

Luz: Raios gama e’ uma forma de luz invisivel com alevada energia

sexta-feira, março 8th, 2019

xxxx

“Many of the fission products decay rapidly and emit gamma radiation, an invisible yet highly energetic form of light

Isto significa que todas as outras formas de radiação são formas de luz, completando assim uma onda.

Luz, atuando como força e mais informações

domingo, março 3rd, 2019

xxxx

Nova tecnologia de imagem captura movimento de partículas quânticas com resolução sem precedentes

Nova tecnologia de imagem captura movimento de partículas quânticas com resolução sem precedentes

Os cientistas desenvolveram uma técnica de imageamento espaço-temporal única na escala nanométrica de femtossegundos e observaram a dinâmica do exciton-polariton em disseleneto de tungstênio, um material semicondutor, à temperatura ambiente.
Excitons – quasipartículas eletricamente neutras – têm propriedades extraordinárias. Eles existem apenas em materiais semicondutores e isolantes e podem ser facilmente acessados ​​em materiais bidimensionais (2D) com poucos átomos de espessura, como carbono e molibdenita. Quando esses materiais 2D são combinados, eles exibem propriedades quânticas que nenhum desses materiais possui sozinho.

Um novo estudo da Universidade de Tel Aviv explora a geração e propagação de excitons em materiais 2D dentro de um período de tempo pequeno sem precedentes e com uma resolução espacial extraordinariamente alta. A pesquisa foi conduzida pelo Prof. Haim Suchowski e pelo Dr. Michael Mrejen da Faculdade de Ciências Exatas Raymond & Beverly Sackler e publicada na Science Advances em 1º de fevereiro.

A mecânica quântica é uma teoria fundamental da física que descreve a natureza nas menores escalas de energia. “Nossa nova tecnologia de imagem captura o movimento de excitons em um curto espaço de tempo e em escala nanométrica”, diz o Dr. Mrejen. “Esta ferramenta pode ser extremamente útil para dar uma olhada na resposta do material nos primeiros momentos em que a luz a afetou.”

“Tais materiais podem ser usados ​​para desacelerar significativamente a luz para manipulá-la ou até mesmo armazená-la, recursos altamente procurados para comunicações e para computadores quânticos baseados em fotônica”, explica Prof. Suchowski. “Do ponto de vista da capacidade do instrumento, este tour de force abre novas oportunidades para visualizar e manipular a resposta ultrarrápida de muitos outros sistemas de material em outros regimes de espectro, como o alcance do infravermelho médio em que muitas moléculas vibram.”

Os cientistas desenvolveram uma técnica de imageamento espaço-temporal única na escala nanométrica de femtossegundos e observaram a dinâmica do exciton-polariton em disseleneto de tungstênio, um material semicondutor, à temperatura ambiente.

O exciton-polariton é uma criatura quântica gerada pelo acoplamento de luz e matéria. Devido ao material específico estudado, a velocidade de propagação medida foi de cerca de 1% da velocidade da luz. Nesta escala de tempo, a luz consegue viajar apenas algumas centenas de nanômetros.

“Sabíamos que tínhamos uma ferramenta de caracterização única e que esses materiais 2D eram bons candidatos para explorar um comportamento interessante na interseção ultra-rápida”, diz Mrejen. “Eu devo acrescentar que o material, o disseleneto de tungstênio, é extremamente interessante do ponto de vista de aplicações. Ele sustenta tais estados acoplados à matéria leve em dimensões muito confinadas, até a espessura de um átomo, à temperatura ambiente e na faixa espectral visível.”

Os pesquisadores estão agora explorando maneiras de controlar a velocidade das ondas semicondutoras, por exemplo, combinando vários materiais 2D em pilhas

Entrevista com uma Reptiliana?!

quinta-feira, fevereiro 28th, 2019

xxxxx

Texto  bastante  longo (umas 3 horas de leitura) e tão estranho que não sei se estou fazendo o certo divulgando-o aqui. Na minha opiniao, enquanto a Neurologia não descobrir como os nossos neurônios produzem, ou se relacionam com nossos pensamentos, não devo crer nem descrer do que o cerebro humano produz que eu não tenha conhecimento real, provado, sobre o assunto. E’ o caso do conteúdo deste artigo. Se isto for produto da imaginação humana, o que é essa imaginação para imaginar o que não existe, tirar algo do Nada?

O autor do artigo, o entrevistador, não é o dono do website “ContactoAlienigena”. O dono inclusive é contra a “suposta” entrevistada, dizendo nos comentarios abaixo que “reptilianos são malignos”, apesar da suposta entrevistada ter mencionado que ela não é uma reptiliana no sentido que humanos dizem. Mas o proprio dono do website tem uma historia estranha, quando diz ter o terceiro olho desenvolvido, que ve imagens de reptilianos, etc.

Os humanos tem seu DNA original deformado por engenharia genetica alienígena? Existem 14 species de extraterrestres visitando e até residindo na Terra? Existiriam cidades subterrâneas? A entrevistada diz que reptilianos comem carne; seria esta explicacao para tantos humanos sumindo, desaparecendo, indo para as listas dos desaparecidos, sem nunca retornarem? Sao hipóteses horríveis. Mas entao não existem deuses do bem, ou algumas especies  poderosas protegendo especies menos evoluídas, como nos protegemos caes e gatos? O que pensar disto tudo? Ou devemos fazer esforço para esquecer, não pensar nada, apostando todas as cartas na hipotese de que nada disso existe?

Algo que me chamou atencao no texto – porque tem alguma relacao com o que sugere a formula da Matrix/DNA, é a menção a um mundo contendo varias camadas de realidade, e camadas como membranas separando estas diferentes realidades, etc. A nossa formula sugere algo assim, quando calcula que teria de haver, mas não captamos, materia ou outra substancia em mais seis níveis que correspondence as outras seis faixas de vibração/frequências da luz universal. Mas o depoimento da entrevistada esta’ demasiado confuso, talvez prejudicado pela traducao.

Em todo caso, e no meu caso, leio estas coisas e procuro não me deixar influenciar por elas. Primeiro que não vejo nada que eu possa fazer para nos beneficiar, nos defender, ou ajudar outros seres. Segundo, porque, como as religioes místicas, podem de alguma forma prejudicarem o desenvolvimento do raciocínio. Mas tambem as leio e não as delego ao esquecimento, mantendo-as em suspenso, pois se houver alguma verdade e aparecer algum sinal sobre elas, eu perderia a oportunidade de pesquisar e aprender mais.

Entrevista com uma Reptiliana.(Atualizado)

https://contatoalienigena.blogspot.com/2015/07/entrevista-com-uma-reptilianaatualizado.html#at_pco=smlwn-1.0&at_si=5c77e26ca9c53e01&at_ab=per-2&at_pos=0&at_tot=1

A centelha de luz no Big Bang: casamento perfeito entre a teoria acadêmica e a teoria da Matrix/DNA

sexta-feira, fevereiro 22nd, 2019

xxxx

“Long, long time ago (and I mean really long, this is not a fairy tale), long like 13,7 billion years ago, there was only darkness. Suddenly, a spark of light smaller than an atom entered this darkness and tada, The Universe was born.

This light and the darkness, entangled in an eternal dance, created the 4 fundamental forces of The Universe (Gravity, Electromagnetism, Weak and Strong). The Universe started expanding and very soon the first quarks were created. Then the first electrons, the first protons, and all of this happened in the first second, like literally.”

Esta frase, assim colocada com estas palavras, veio elucidar em inglês como devo fazer minha narrativa em inglês,  e veio emparelhar melhor a minha teoria com a teoria acadêmica. Pois esta frase pode ser entendida como sugere minha teoria como descrevendo um evento de fecundação, com a luz-software/genoma trazendo todas as informações para um processo universal de reprodução. Portanto, ambas as teorias estão de acordo com o fato do evento. O que começa a diferir a partir de agora e’ devido ao mesmo fato ter sido visto por ângulos diferentes devido dois observadores localizados em diferentes pontos do espaço/tempo o que gerou a enorme diferença de interpretações do mesmo evento. Enquanto o observador acadêmico se encontra na civilização e no ambiente acadêmico o observador da Matrix/DNA se encontra isolado e na selva pristina amazônica. 

Frase encontrada no link:

https://www.lifecoachcode.com/2016/07/21/the-mind-blowing-chain-of-events-so-you-can-exist/

Don’t Believe In Destiny?! THIS Is The MIND-BLOWING Chain Of Events So YOU Can Exist…

No inicio havia apenas uma nuvem de substancia escura, cercada pelo nada. Começando a perder porcões que se despregavam da nuvem criou-se um principio de gravitação entre os pedaços dispersados e a grande nuvem de maneira que os pedaços retornavam a nuvem. Com o passar do tempo estas ocorrências se tornavam mais constantes e a nuvem começou  a rodopiar-se sobre si mesma, os encontros com seus pedaços criavam ondas e cristas de ondas se tornaram energia escura. Tantos raios de energia escura foram produzidos que num dado evento a explosão do encontro macico dentre eles criou a energia branca, e com ela se refletiu a luz…

Nada disso. Foi uma possibilidade que me ocorreu agora, mas não vou prosseguir nesta elucubração mental porque ela parece não ter muita sustentação. Mas como foi a real origem do Universo?

 

 

A Onda de Luz Original e a Formula da Matrix/DNA

quinta-feira, fevereiro 14th, 2019

xxxx.

Esta hipótese sugere que tudo o que foi construído neste Universo são formas de sistemas naturais – desde átomos a galaxias a seres humanos – e o agente construtor surgiu inicialmente na forma de uma onda de luz natural. Isto porque, a hipótese acredita que descobriu, a formula de todos os sistemas nada mais e’ que a anatomia dinâmica de uma onda de luz.

Então vejamos como uma onda de luz se representa na tela do computador medindo sua anatomia, no que chamamos de electromagnetic spectrum:

Light-The-Electro-Magnetic-Spectrum by MatrixDNA THeory

Ao observar e estudar esta senoide partindo de uma fonte (‘a direita) e se desfazendo em partículas ‘a esquerda percebemos que ela imita a formula universal para todos os sistemas naturais, a Matrix/DNA. Por consequência da formula, notamos que a onda de luz apresenta diferentes formas quando se propaga da mesma maneira que um corpo humano muda de formas sob ação do processo do ciclo vital. Estas mudanças de formas foram detectadas nas sete diferentes formas de astros celestes, sugerindo que também estes apareceram pela ação do ciclo vital. Inclusive anotamos no gráfico acima os nomes das formas humanas, dos astros, em cada faixa em que eles com propriedades comuns se encaixam.

Então descobrimos que uma onda de luz natural pode também ser convertida na formula universal. Mas tivemos um problema: pela Historia Cosmológica, a luz natural surgiu antes de todos os sistemas naturais conhecidos – desde as partículas, os átomos, etc. Então antes da formula entrar em ação construindo o primeiro sistema natural, já existia a luz, e com a formula.

Então a dedução obvia é que a primeira onda de luz original surgida antes ou junto com o Big Bang era a formula em si mesma, ou seja, nela estava encriptada a formula. E mais, a forma do corpo dessa onda de luz, a sua anatomia, era a formula em si mesma.

Em vista disso, procuramos desenhar a onda de luz na mesma forma em que temos representado a formula universal, ou seja, na forma de um diagrama simples de software.

Agora vamos puxar para cá a formula universal natural de todos os sistemas naturais:

The Universal Formula of MatrixDNA as Software/Closed System

The Universal Formula of MatrixDNA as Software/Closed System

E assim calculamos como uma onda de luz natural original pode ter se constituído na formula universal, Matrix/DNA.

É  preciso lembrar que um corpo humano muda de forma quase infinitas vezes numa unica existência. A cada milisegundo esta morrendo uma célula e outra sendo feita para ocupar o seu lugar, mas como nunca existe uma célula exatamente igual a outra, a copia que veio substituir veio com algum minimo detalhe diferente, o que significa que o corpo inteiro teve sua forma mudada – a cada milisegundo. Mas por facilidade de comunicação e conveniência de estudo resolvemos resumir todas estas quase infinitas formas em apenas sete formas principais: a de morula, blástula, feto, embrião, baby, criança, adolescente, jovem, adulto, idoso e cadáver. Geralmente resumimos as formas embrionarias apenas numa, o embrião, e omitimos a forma de cadáver. Então essa lembrança é para explicar que na formula-diagrama aparecem esferas intermediadas por setas. As esferas representam os sete estados do corpo, as setas representam o tempo percorrido pelas formas intermediarias que omitimos no desenho. Na verdade as esferas representam o corpo em relação a dimensão espaço, quando ele assume sua forma de partícula material, e as setas representam o corpo em relação a dimensão tempo, quando o corpo assume sua forma de onda do tempo.

Então juntando a onda de luz com a formula da Matrix, temos:

 

A fonte (F1) da luz original deve ter sido algo desconhecido por nos existente antes ou no momento do Big Bang, e no desenho a representamos com uma bateria, mas em todo o caso a função sistêmica continua sendo a mesma em todos os sistemas naturais ( no caso do corpo humano essa fonte é o genoma recebido dos pais e F1 é o ventre gerador).

xxxxx

 

 

MatrixDNA as Light Wave MatrixDNA as Light Wave 2

xxxx

 Questao postada no reddit -askphilosopher em 04/15/19
https://www.reddit.com/r/askphilosophy/comments/bdfeky/philosophy_naturalism_applied_at_amazon_jungle/

Philosophy naturalism applied at Amazon jungle discovers a new world view.What do you think?

 You know that all living beings has a formula-template, the DNA. A non scientific but the naturalist philosophy method of connecting the data searching to solve the big puzzle had as result that the DNA is merely a biological product coming from a formula-template that is encrypted into atoms and galaxies, the Matrix/DNA. Now, the observation of a electromagnetic spectrum has suggested that a natural light wave is the formula, and the initial shape of the formula is a light wave. You can see all pictures of this theory at ……….
If it is next to the final truth, it means a total revolutionary world view, where the first light wave from the Big Bang brought the code for all natural systems and life like a genome of the Creator, and that inside this Universe is occurring merely a genetic/computational process of reproduction and we – as all intelligent life forms at other worlds – are genes in this great work. Any philosopher jhere could say something? Thanks.