Posts Tagged ‘materialismo’

A diferença entre o criador e o conhecimento cientifico

sábado, maio 11th, 2019

xxxx

Cientistas correram a criticar o Olavo de Carvalho comentando neste vídeo que ele teria errado tudo ao se meter em Ciências Físicas. Eu acho que erraram, postando o seguinte comentário ( e abaixo do vídeo o debate que se seguiu):

Meu cmentario: ” Olavo em nenhum momento profere o nome ” boson de Higgs”, porque o tópico dele aqui não é a Fisica e sim afirmar o desejo de um criacionista deísta perguntador, abalado com o boato de que os criacionistas materialistas teriam uma vitoria, usando a milenar logica deísta na qual Olavo é  um brilhante mestre com poderosos insights, porque esse também é seu desejo como deísta. O tópico é a diferença entre ato e dados. E’ a controvérsia entre criacionismo niilista ( definiram o bóson como “criador” do campo que atribui massa, etc.) e o criacionismo deísta, dois lados de uma mesma moeda metafisica. A Ciência lida com os n objetos observados num dado momento e descreve o que vê e isto é um dado. Depois repete o mesmo método com outros ou mesmos objetos em outro momento. Ela não conecta os dois momentos por isso ela não afirma que este objeto deste momento é a causa do outro objeto no outro momento. Quem tenta conecta-los são os humanos com suas teorias. Pois o ato do Olavo é o processo agente entre causa e efeito, criador e criatura, aqui esta’ a causa da sua atitude critica contra teóricos e não contra ciência, não significando isso que ele tenha provado sua versão do que é o agente do processo.

 

O Materialismo Cientifico é “Quase certamente Falso”? Livro a ler

quarta-feira, janeiro 30th, 2019

xxxx

Da revista Scientific American:

Is Scientific Materialism “Almost Certainly False”?

https://blogs.scientificamerican.com/cross-check/is-scientific-materialism-almost-certainly-false/

Sobre o livro (comprado, lendo):

“… pseudo-scientific speculation such as multi-universe theoriesand the anthropic principle (which says that the universe must be as we observe it to be because otherwise we wouldn’t be here to observe it). ”

Discordo que por esta definição o principio antrópico possa ser considerado pseudo-ciência. Ele expressa a mais pura logica. O problema é que ainda não podermos observar o Universo inteiro no espaço que ele ocupa nem conhecemos sua historia inteira, no tempo que ela ocupa, portanto não podemos ainda saber como o Universo é.

Thomas Nagel, are so unimpressed with science that they are challenging its fundamental assumptions. In his new book Mind and Cosmos: Why the Materialist Neo-Darwinian Conception of Nature Is Almost Certainly False…

Comprei o livro.

A genuine theory of everything, he suggests, should make sense of the extraordinary fact that the universe “is waking up and becoming aware of itself.”

Ele esta acertando na intuição, apenas cometendo um pequeno equivoco. De fato, algo no Universo esta despertando e se tornando consciente de si mesmo. Mas não e o Universo, em sua totalidade física, como aglomerado de galaxias. E sim algo dentro do universo, que e o sistema universal, sendo gestado, para o qual o Universo com suas galaxias  faz a função de placenta ou liquido amniótico. Ou ainda de ovo cósmico.

xxxx

A genuine theory of everything, he suggests, should make sense of the extraordinary fact that the universe “is waking up and becoming aware of itself.” In other words, the theory should show that life, mind, morality and reason were not only possible but even inevitable, latent in the cosmos from its explosive inception. Nagel admits he has no idea what form such a theory would take; his goal is to point out how far current science is from achieving it.”

Acertou em cheio. Essa teoria já existe, e nela e mostrado que a vida, a mente, moral e razão são inevitáveis emergirem porque no Universo esta ocorrendo um processo de reprodução, de algo que já tem estes atributos. Apenas, em qualquer processo de reprodução, os atributos vão emergindo em tempos que já exista estrutura do feto, ou embrião, para abriga-los.

xxxx

I was a bit disappointed by the dry, abstract style of Mind and Cosmos. The book seems aimed primarily at philosophers and scientists—that is, professionals—rather than lay readers.

xxxx

Stuart Kauffman has postulated the existence of a new force that counteracts the universal drift toward disorder decreed by the second law of thermodynamics. Kauffman suspects that this anti-entropy force might account for the emergence and evolution of life. Nagel mentions Kauffman’s theory of “self-organization” in a footnote but doesn’t elaborate on it.

pesquisar isto

xxxxx

Philosopher David Chalmers, Nagel’s colleague at New York University,

Deveria tentar comunicar com o depto de filosofia da Universidade de New York, o Nagel trabalha la e a universidade tem fomentado congressos neste tema.

xxxxxx

Meu comentario postado na Scientific American, em 1/30/19

Austriak:

There is a theory in the way that Nagel wants: “The Universal Matrix/DNA Formula for All Natural Systems”, at my website. It was found when a naturalist philosopher returned to pristine nature at Amazon jungle to search a world view begining from zero again and applying the systemic method. From the Big Bang to human consciousness, everything explained by a unique evolutionary lineage. Nagel makes a mistake when saying that the Universe is waking up. It is not the Universe but something inside the Universe that is coming under development, a unique natural system, that already got the shape of atoms, galaxies, living cell and now is getting the shape as consciousness. Scientific materialism has turned on to be mystical, due urban artificial life, reductionism and no systemic approach, and clean laboratories, so, we need a return to real nature, it has the right answer.

 

 

Materialismo darwinista x Biologia Quantica – Video

sábado, agosto 5th, 2017

xxxx

Ver:

https://www.youtube.com/watch?v=LHdD2Am1g5Y

Moderno Materialismo: Video Indaga > Certo ou Errado?

segunda-feira, fevereiro 13th, 2017

xxxx

Meus comentarios postado no Youtube:

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – fev – 2/12/2017

We are 8 billion semi-conscious genes building and nurturing inside our egg-heads with its placenta (the brain) the embryo of this ex-machine consciousness. We are wild and wrong because we came from a chaotic biosphere. Go to the jungle, the place we came from, and see chaos, violence, everywhere. But we are materialistic hardwares. The ex-machine consciousness came from somewhere beyond this material universe, as the software, sleeping at atoms, dreaming at galaxies, waking up at plants and animals, and is beginning to lift up, almost born baby, at humans and elsewhere there is intelligent life. So, we, Americans, are too much materialist? Are we prejudicing our soul’s mission? The biosphere and origins of life was chaotic due our ancestral creator – the Milk Way – going against this mission. It became a closed system in itself, the extreme expression of selfishness, paralysing its own evolution and the consciousness embryogenesis. A universal law – entropy and death – was necessary for correcting the big mistake and then, the galaxy felt as seeds over planets and began in a different way, as biological systems, opened systems. This was a punishment but also a new opportunity.
The ex-machine parents of consciousness are waiting their baby. The big mistake was divided into 8 billions slices, each one seeing and suffering the slices of its own mistake acting by the others. But, at same time, each other has one information necessary for building the baby. They need be free for studying because the mind grows by transforming informations of each detail of the natural world into the body of consciousness. They need accommodation for their body for studying and learning as well. When we are consumerist of superfluous we are sending to garbage the result of their hard work and time. We are prejudicing ourselves because they are not doing their mission, the baby (we as cosmic being) will born handicapped or will be aborted before the birth, due the transformations of our planet. Yes, I am a minimalist, I do not approve luxury. Materialism as luxury, consumerism of superfluous, is a return to the original sin – the closed system. But, maybe may theory about the meaning of life is wrong, so, each one must be free for following its own consciousness.
xxx
Cerberus – 2/12/2017
What spirit? Who ever discovered essence, no one, that’s who. You briefly live and die, as best you know how, at the time. There is only dirt or ash after death, that’s all the evidence will support. End of the story
Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli fev-2/13/2017
It is your right investing 100% of yours body patrimony and behavior on this materialistic belief. As it is their right – the mysticals fundamentalists – investing their 100% into their belief in a supernatural world. But, the materialistic Nature have shown that going to extremes are always bad. The best accommodation is at the middle-term, the equilibrium between the two extremes. I bet 50% on each alternative. But, Nature itself is sending signals that not everything dies at the body death. Biological systems were built by the soul of this galaxy composed by dark, negative, photons. These photons are composing a system just inside you just now. If this soul is living 13,8 billion years, why it will dy just with you?! Yours suggestion makes no sense..
xxxx
Are we too Materialistic?

Como Funciona o Design Misterioso Nêste Mundo

quinta-feira, agosto 2nd, 2012

Êste mundo complexo que aí está começou da simplicidade das particulas. Essa complexidade foi produto de algum desenho oculto ou mera sucessão de acasos fortuítos? Hoje  os homens se dividem em dois grandes grupos defensores de cada al.ternativa. Mas haveria apenas estas duas alternativas, extremamente opostas entre si? Não haveria uma terceira, oculta porque mais dificil de perceber, que reuniria os 50% de ac6ertos de cada uma e rejeitaria os 50% de êrros delas? Uma alternativa do equilibrio…   Como seria ela? Têm um desenho mas não tem um desenhador, o desenho está préviamente determinado mas ele se construirá através de suscessivos acasos ? Como poderia ser isso? Não tinha desenho nenhum , mas tambem os eventos ao acaso estão controlados pela maioria dos eventos sob um propósito, que não tem a intenção de construir um desenho final?  Cientificamente, ninguem sabe o que é o certo, ainda não se tem dados para provar nada. Mas cada ser humano tem o direito de escolher sua teoria preferida. Eu estou apostando na teoria que está sugerindo os modêlos da Matrix/DNA, que é meio-termista e é o seguinte:

Existiu um desenho arquitetural, ex-machine, que se desmanchou em suas informações como as particulas no Big Bang, as quais o estão reproduzindo.  Este desenho se refere a algo desconhecido, o qual tanto pode ser o pequeno átomo como concebido pelos físicos como pode ser um sistema natural inteligente. Então não existe propósito de desenho. Não existe desenhista. É a própria matéria do mundo através destas informações quem está desenhando, criando uma arquitetura, aumentando a complexidade. Mas… apesar de não existir o desenhista, êle é o próprio desenho. É o desenho que está sendo re-desenhado, mesmo que êle não o quisesse.

É dificil de entender? Mas todo embrião humano está na mesma situação. Ele é a espécie humana ( o desenho arquitetural) ele foi um desenho que se tornou informações em micro-particulas, estas informações o estão desenhando de novo, e ele não tem como evitar isso. O desenhador do embrião não está desenhando nada: é o pai que está na lavoura plantando batatas e a mãe que está no fôrno assando pão. Mas eles são os autores do desenho… sem o serem.

Prefiro esta teoria porque acho que uma teoria tem que estar de acordo com as leis naturais e o mundo que criou nossa Razão, portanto a teoria tem que ser racional, e para isso a teoria tem que apresentar um parametro factual conhecido aqui e agora. E não conheço outra teoria que faça isso.  A Teoria do Inteligente Designer pretende apresentar como parametro o fato que o homem produz desenhos inteligentes, um fenomeno conhecido por todos aqui e agora. Mas o que o homem faz não é natural no sentido de ser um mero produto da longa cadeia de causas e efeitos que já vem fluindo a 13,7 bilhões de anos. O homem utiliza elementos naturais para construir suas arquiteturas que ele desenha, mas sua umaginação vem de fora de ssa cadeia de causação, é como se um ser supernetural entrasse no meio da matéria e criasse estes desenhos unvasores da tranquilidade e lógica natural. E não existe comprovado nenhum fato ou evento em que se confirmou a apresença e atuação de algum ser supernatural construindo qualquer das coisas existentes na natureza complexa de hoje. Por isso não serve de paramentro racional.

Já os materialistas defendem que essa complexidade é produto do mero fluir daquela longa cadeia de causas e efeitos. O proceeso da contrução dessa complexidade foi lógico, racional. Porem as leis no inicio da cadeia poderiam serem outras e então existem mul possibilidades diferentes de mundos complexos. Temos 6esse aí por acaso, não porque tenha sido produzido pelo acaso, mas porque as leis iniciais são estas por acaso. Mas lhes falta mostrar uma outra gama de leis produzindo uma outra complexidade.  Nada disso existe conhecido na Natureza, portanto tambem não apresentam qualquer tipo de parametro.

Peça aos ID’s apresentarem a prova de sua teoria, o desenhador inteligente. Peçam aos materialistas apresentarem a prova de sua teoria, um universo diferente. Peçam a mim apresentar uma prova da minha teoria, e trago nos braços um bebê…

– “É… mas o bebê sxerviria de prova para os três…”

Não. Poderiam aprfesentar uma narrativa histórica cujo final fôsse o bebe. Mas os ID’s teriam que mostrar os pais fazendo e aplicando o desenho durante tôda a história de gestação do bebê, dentro do utero, para provar que é a mesma sua história. Os materialistas teriam que trazer outra coisa diferente do genoma e fazerem esse genoma repetir a mesma história da gestação do bebê dentro do utero.  E eu só preciso mostrar duas fotos, de dois bebês, o que foi o pai e o que foi a mãe no passado, mostrar como cresceram e como fizeram a contecer a mesma história do ultimo bebê dentro do utero.  Elementar…