Posts Tagged ‘matrix’

A Diferença Teórica Entre a Matrix de Max Planck e a Matrix/DNA

terça-feira, abril 10th, 2012

O grupo “Liberte-se do Sistema” postou no Google + o post abaixo que resultou na seguinte resposta da Matrix/DNA e fica aqui registrado porque abriu um tópico no qual eu não havia pensado antes.

Liberte-se do Sistema – Yesterday 8:57 PM – Public

Não existe o que chamamos de ‘matéria’, toda matéria surge e existe apenas em virtude de uma força que leva as partículas de um átomo a vibrar e manter equilibrado esse diminuto sistema solar que é o átomo. Temos de aceitar a existência de uma mente consciente e inteligente por trás dessa força. Essa Mente é a matrix de toda a ‘matéria’.
-Max Planck (Pai da Física Quantica)

Resposta da Matrix/DNA:

Louis Charles Morelli – Mas da mesma maneira que uma girafa não aplica inteligência para gerar uma nova girafinha, talvez a mente inteligente não aplica inteligência quando produz o mundo material. Talvez o mundo material seja como a placenta, destinada a ser descartada quando um embrião vem à luz. Pense nisso. Tambem precisa notar que entre uma mãe girafa e sua cria existe um elo como força essencial, que é o seu DNA. Talvez entre a mente cósmica consciente e o nosso mundo material, nossos corpos inclusive, exista tambem um elo, uma fôrça. Foi o que encontrei na selva amazonica estudando a biosfera: um padrão constante, persistente, em todos os sistemas naturais, o qual pode ser representado graficamente como uma fórmula, um diagrama de software, tal como está postado em meu website. Denomino-a de Matrix/DNA Universal. Esta fórmula natural seria o elo entre a mente cósmica e o Universo material, e agora estamos descobrindo que esta fórmula é feita essencialmente de luz pura. Quando um espectro de onda de luz vai do raio gama para o raio-X até chegar ao radio, êle apresenta o mesmo processo de um ciclo vital. Então a luz tem o código para imprimir dinamica, vida, à matéria. Isto significaria que a mente cósmica é uma fonte de luz original. Pense nisso… parece que estamos chegando perto…tocando as sandálias dos pés de Deus?

O DNA/Matrix Vindo das Galáxias

domingo, outubro 2nd, 2011

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

O DNA Matrix  Vindo das Galáxias

O DNA Matrix Vindo das Galáxias

Porque um DNA feito com flôres?! Se a Matrix no seu estado evolucionário e sua forma de building block de galáxias representa o aspecto negativo da Matrix que aconselhamos aqui combater?

Porque êsse extremo negativo da Matrix – que está aqui desenhado como LUCA – O Sistema Fechado, tenta nos cativar a consciência usando suas atrações mais belas. Tôdas os vegetais, árvores, flôres, são formados de fractais derivados do fractal matricial, e se há beleza natural nêles isto indica o poder de realização da matrix, seu esforço para a perfeição, em qualquer estado ela esteja. A sabedoria está em aplicar êsse poder realizador escolhendo o caminho do meio, entre o extremo negativo e o extremo positivo, dois estados não convenientes para a Matrix e para nós humanos, que somos a Matrix tambem.

Portanto, as flôres são belas, perfumadas, e a vamos querer em nosso planeta ajardinado. Nós vamos dedicar algum tempo nos lazeres à sua contemplação. mas jamis els vão hipnotizar-nos, enfeitiçar-nos pois acima delas vamos sobrepor as coisas ainda mais belas que serão produzidas pela nossa Consciência apoiada no caminho da sabedoria, nem negativista, nem positivista.

“Matrix”: O que é e como funciona a verdadeira “Matrix/DNA”

quinta-feira, abril 28th, 2011

Fui obrigado a “postar” um comentário num fórum do site abaixo devido a tanta discussão do tema. O comentário é uma nova maneira de explicar a Matriz/DNA.

http://www.adorocinema.com/filmes/matrix/comentarios/#Comment-63339

Louis C. Morelli em 28/04/2011

Vivemos numa realidade real ou virtual?  O que fazer para garantir sua liberdade.

É simples: se nós não criamo-mo-nos a nós próprios, fomos criados por algo e existimos sob a lei dêsse “algo”. Nenhum humano sabe com certeza o que é êsse algo, mas todos os fatos reais que conhecemos de fato são evidências para uma identificação dêsse algo: o mundo material. Êste é a “Matrix”. E nos resta apenas um caminho na busca da resposta: pesquisar êsse mundo material nas suas duas dimensões de tempo e espaço, ou seja, indo o mais longe possível no espaço e observar o futuro mais distante possível, além de tentar desvendar o passado mais longínquo possível. O resto, tôdas as crenças,… serão sempre meras conjecturas, teorias, opiniões. Ninguém de nós vai saber a verdade antes de morrer.

Nêsse meio tempo, devemos tentar elaborar teorias bem fundamentadas em fatos e eventos reais, naturais, que possam ser demonstrados, ou seja, cientificas. Por meu lado tentei elaborar uma teoria, já que nenhuma das existentes me satisfazem. E como resultado final se apresentou uma “Matrix”. Trata-se de uma fórmula natural, uma fórmula de sistema natural que tem se encaixado em todos os sistemas naturais conhecidos até agora, desde átomos, a galáxias, ao corpo humano. Eu a apresento no meu website na forma de um simples diagrama de software porque assim é fácil entendê-la. Essa fórmula tem sido a responsável por conduzir a matéria – ou ao menos uma porção dela – a se organizar em sistemas e cada vez mais complexos, o que indica a veracidade de existir uma evolução universal.

A maior surprêsa surgiu quando percebí que o DNA é essa mesma fórmula, porém apenas a versão biológica dela, sendo que detectamos suas versões electro-magnética, atômica, astronômica e inclusive, quântica. Por isso dei-lhe o nome de “Matrix-DNA”.

Então essa fórmula – que é nossa verdadeira criadora e de todo o ambiente em que existimos – é um código. E há muitos indícios de que seja um código elaborado por uma inteligência. Mas seja como for (e desde que sua versão mais longínqua no passado é a de vórtices não-materiais, aos quais demonstro como podem ser uma variação do DNA), ela veio de algo existente antes das origens dêste Universo material.

Portanto a idéia dos dois irmãos filósofos ao fazerem êste filme onde viveríamos uma existência não-autonoma, e relacionarem a Matriz com o código do DNA foi muito feliz. Mas eu havia registrado os direitos autorais da teoria e modêlos da “Matriz-DNA” no Brasil dêsde 1989, e depois requerí os copyrights nos EUA em 2002, portanto anos antes de sair o filme ( os numeros dos registros estão no meu website).

Em ambos os registros tive que enviar os originais, os quais ficam na Biblioteca Nacional dos dois países disponíveis ao publico. Óbviamente quando ví o filme me sentí lesado e desconfiado de plágio, mesmo porque tem havido muitas cópias e usos de meu material por laboratórios inclusive europeus, por outros websites, e até mesmo a Secretaria da Educação (sem saber que o trabalho é de autoria de um brasileiro, pois meu website é fundamentado nos EUA), usou minhas imagens para inserir nos livros escolares.

Mas eu não acredito em plágio e prefiro outra hipótese. Nós estamos atingindo um nível evolucionário em que nossa mente é um novo sistema e está se estruturando na mesma configuração da fórmula da Matriz/DNA. Isto porque também o cérebro apresenta a mesma configuração. Mas essa mente tem a capacidade de ser auto-consciente, ou seja, pela primeira vez na História Universal um sistema natural pode olhar-se a si mesmo e de fora perceber que existe no espaço e no tempo. Quando isso acontece, êsse sistema percebe em si a existência da fórmula, da Matriz. Ora, isso deve ocorrer a nível da Humanidade inteira, claro que, primeiro com os que estavam estudando isso. Mas para os atrasados nessa área quando vêm a fórmula deve ocorrer um processo de auto-identificação, mesmo tão sutíl que não se o perceba de imediato. A descoberta da existência dessa Matriz está ocorrendo em todos os lugares (basta digitar a palavra “matrix” no Google Search e ver quantos websites), apesar de que a maioria ainda só perceba sombras e não se desperte para o seu significado.

Se a “Matrix” que emergiu das minhas investigações fôr a correta, o filme torna-se uma intuição visionária surpreendentemente real. Porque a Matriz é como uma bactéria que tanto pode ser benéfica ou maléfica, dependendo do nosso livre-arbitrio a qual das suas duas faces somos acessíveis. E a face da Matriz que foi a real criadora dos sistemas biológicos já tinha se fixado como soberana na criação do sistema astronomico que nos envolve, à qual o nosso planeta pertence. É a sua face boa para nós, como sêres apenas materiais, mas má para nós, como seres mentalizados, auto-conscientes. É a face do paraíso eterno, do nosso planeta ajardinado do futuro, porem, mecanizado, robotizado. Sem a liberdade e autonomia da mente. Exatamente como no filme.

Portanto êsse filme, mais a fórmula que apresento, ao menos para mim, é o alerta e o ensinamento do que devemos fazer para receber o inevitável  futuro Brave New World, porem tomando as precauções para que êle não aprisione nossa mente também.

Se alguem estiver interessado em observar a fórmula digite no Google: “A Matriz Universal dos Sistemas Naturais e Ciclos Vitais”.

Atenciosamente, Louis Morelli

Porque, de repente, surge esta onda de descobertas da matriz universal por diferentes pessoas?

quinta-feira, março 24th, 2011

Não foram sómente os dois irmãos filósofos que foram a menos de uma década inspirados a imaginar o mundo humano controlado pela “Matrix”. Basta digitar essa palavra na busca do Google e surpreender-se com a avalancha de websites anunciando descobertas de uma matriz universal, tôdas com abordagens diferentes, quer dizer, os autores vieram ao mesmo ponto de chegada por caminhos diferentes e experiencias diferentes. É certo que houve na Antiguidade algumas seitas e filosofias já intuindo a existência de uma matriz universal como fórmula para a criação de tôdas as coisas, notadamente nas religiões orientais. Diferentes filósofos também a intuíram e lhes deram nome diferente, como Platão falou nos ‘arquétipos universais”, Leibniz imaginou as “Mônadas”, e até Plank, um dos fundadores da Toeria Quântica, mencionou sua crença na existência da matriz. Mas estas intuições foram isoladas e muito distantes entre si no tempo, por isso talvez a idéia não tinha ainda se tornada tão publica. Mas agora houve um surto da mesma intuição nos quatro cantos do planeta! Qual seria a explicação? Estaria isto relacionado com o outro grande surto nos dias atuais que tambem consiste na avalanche de websites de pessoas dizendo que estão recebendo mensagens, vozes, de seres espirituais de outros planetas, todos relacionados com a profecia Maia e 2012? Basta digitar no Google os nomes “Metraton”, ou “Povo de Pleiâdes”, ou “Archanjo Gabriel”e surpreenda-se. A maioria diz que estaria havendo uma mutação do DNA e da mente a nível coletivo. Estaria o tema “Matrix” relacionado com estas mutações?

Eu particularmente estou surprêso pois quando elaborei os modêlos da Teoria da Matriz/DNA não tinha conhecimento de ninguém falando em “matriz”. Quando assistí o filme quase caí de costas e de certa forma fiquei desapontado, não apenas porque alguem, 20 anos depois de eu ter registrado os direitos autorais, com maior poder financeiro correu na frente divulgando publicamente o que eu só tinha feito através de um obscuro website, porem mais preocupado fiquei porque usaram justamente aquêle nome e portanto iriam prejudicar minha divulgação, mas tambem porque a “Matrix” dêles não era a verdadeira matrix. A matriz universal ainda pode nos levar a um sistema onde seremos escravos virtuais, ela realmente é um código genético que pode ser transcrito como mostraram na tela do cinema, mas ela não está no nosso futuro e não será produzida pelo desvio em nossa evolução tecnológica: ela veio do nosso passado, desde nossos ancestrais astronômicos, e ela só será maligna no contexto sugerido pelo filme se ela reproduzir-se em nossa mente na sua forma de sistema fechado em si mesmo.

E muitos dos movimentos em tôrno da matriz sugerem sua forma benéfica, conectando-a com Deus, o sagrado, etc. Mas a onda atual seria indicação de que a matriz universal realmente exista? ( Embora nenhum dos atuais proponentes, nem eu, teria captado-a na sua inteira significância). E se sim, estaria se confirmando a teoria do consciente coletivo, tambem elaborada de várias maneiras, seja por Teilhard de Chardin, ou por Gustave Jung, ou ainda na forma das “nourées” de Pietro Ubaldi? Existe uma história que dizem ter sido um real experimento que bem elucidaria como funciona o pensamento coletivo quando uma nova face da natureza está-se revelando para o seu adequado e requerido nivel mental de evolução. Trata-se do relato denominado…

O centésimo macaco

Numa das inúmeras ilhas do Japão, na qual jogava-se batatas na praia para alimentar macacos, observou-se que um determinado indivíduo da comunidade de macacos, de uma das ilhas, começou a lavar as batatas antes de come-las. Sendo o macaco um animal sociável, pouco a pouco foi ensinando aos seus semelhantes como lavar as batatas para se livrar da areia e da sujeira.

Em várias das ilhas próximas havia outras comunidades de macacos, porém, sem a mínima possibilidade de contato ou troca de indivíduos entre as ilhas por causa da distância e da água. Curiosamente foi descoberto que, quando aproximadamente cem indivíduos da comunidade original do experimento já tinham aprendido a lavar batatas, membros de várias outras ilhas quase sincronicamente iniciaram o mesmo procedimento de lavagem das batatas. Havia algo, uma quantidade mínima ou crítica de indivíduos, responsável pelo processo de generalização desse aprendizado numa dimensão coletiva, partindo-se do aprendizado local de um grupo de indivíduos.

Isto é, como se houvesse uma memória pertencente a uma possível mente coletiva (inconsciente) dessa espécie de animais que passaria a servir de referência para os seus indivíduos. De forma semelhante isto parece ocorrer entre os seres humanos: o conhecimento dos símbolos e arquétipos (memórias coletivas inconscientes) pode nos conduzir para a construção de um modelo de compreensão da mente humana que não depende do tempo ou do local (o chamado inconsciente coletivo) – um depósito de conhecimentos e informações de nossa espécie, disponível para todos, especialmente evidente na linguagem dos sonhos, da arte ou da cultura (valores e comportamentos coletivos dos indivíduos).

Vamos acompanhar isso de perto e esperar para ver no que vai dar… Afinal, 2012 está perto…