Posts Tagged ‘Matriz’

Website Construction, Urgente: Porque Sumiu a Pagina Matrix em PR?

segunda-feira, agosto 28th, 2017

xxxx

A pagina Matrix so tem na versao em ingles. Na versao em Portugues entrou Loja Virtual e sumiu Matriz? Alias sumiu toda a linha com links para Home,etc.

Teoria dos Muitos-Universos Supoe que o Universo e’ uma Matriz de Realidade Virtual

quinta-feira, novembro 24th, 2016

xxxx

Existe um website compilando todo material referente ao “argumento da simulacao”, feito por um professor de Oxford:

 

Are You Living In a Computer Simulation? The Simulation Argument

http://www.simulation-argument.com/

E tambem este bom artigo:

‘Multiverse Theory’ Holds That the Universe is a Virtual Reality Matrix

http://www.redicecreations.com/specialreports/multiverse.html

Outra Teoria e Interpretação de uma possível Matriz Universal

quinta-feira, novembro 24th, 2016

xxxx

Searching for the Universal Matrix in Metaphysics

http://harmonicconcordance.org/searching-for-the-universal-matrix

Searching for the Universal Matrix

Para este autor, ( PHD em Física) a matriz seria uma energia no estado de zero ponto (random quantum zero-point energy) vista como um oceano no vácuo, uma matriz em branco sobre a qual qualquer  coerente padrão pode ser escrito.

A Física Contemporânea estabelece que um total e pervasivo campo energético chamado de quantum vacuum energy, ou zero-ponto energia, uma casuística, ambiente flutuante energia que existe mesmo no chamado espaço vazio. O adjetivo ” zero-point” significa que tal energia ou atividade existe mesmo em temperatura de zero graus absoluto onde nem os efeitos de agitação térmica existem mais.

Para mim, baseado na minha teoria da Matrix/DNA, essa energia flutuante no vácuo nada mais e’ que a onda de luz com o código primordial para sistemas naturais, avançando em meio a dark matter, a qual e’ inercia absoluta no zero absoluto. Portanto, de certa forma, nossas teorias estão correlacionadas. Com a diferença de que a matriz energética dele teria a essência de ser ao acaso, enquanto a minha tem um proposito, e’ um programa genético. 

 

Acadêmica e Oficial Visão do Mundo… Resumida e Traduzida. O maior equivoco de todos os tempos?

sexta-feira, outubro 30th, 2015

xxxx

Esta atual geração de jovens que estão sendo ensinados nas escolas e serão os adultos que vão assumir nossos lugares na administração deste nosso pequeno mundo e vão nos guiar a nosso desconhecido destino, estão tendo seus cérebros sinapticamente e neuronialmente configurados para acreditar que a Humanidade já desvendou os mistérios maiores deste mundo e que este mundo e’ do jeito que esta sendo ensinado nestas escolas ( já tenho aqui mostrado como o Big Bang, a abiogêneses, a evolução pela interpretação Darwiniana, etc., não estão mais sendo ensinados como teorias, e sim, nas aulas de ciências, como fatos científicos sacramentados). Lembre-se que a visão de mundo de uma pessoa – a maneira particular dela de interpretar tudo o que vê e sente do mundo externo a ela, e dela mesma inserida neste contexto amplo, e’ o que determina seu comportamento comum e social, dirige todos os movimentos de suas pernas  mãos, como forcas emitidas por sua consciência ( isso, claro, se refere aos humanos que já venceram  a busca inexorável na satisfação das necessidades básicas, como a classe media brasileira). Então, se isso e’ tao importante, vamos ver como esta essa visão de mundo acadêmico e oficial, o que ela nos tem a dizer, o que ela esta’ botando nas cabeças de nossos filhos enquanto estão la na escola: ( o texto abaixo veio de um comentário de um acadêmico resumindo muito bem o que e’ essa visão do mundo):

Texto obtido em:

https://www.youtube.com/watch?v=IPyKaH09lpc  ( comentario por ThePope1956  –  6 months ago )

At the point in space-time that the singularity occurred,

Justo no ponto do espaço-tempo em que ocorreu a singularidade, ( nota da Matrix/DNA: ” Fique alerta! Por exemplo, o que esse cara acaba de afirmar como se fosse verdade absoluta, e’ ainda uma teoria, pois ninguem nunca produziu um estado de extrema singularidade ( o universo resumido a um ponto do espaço/tempo) na mesa de um laboratorio para provar cientificamente que essa sugestão de possível fato natural e’ possível de ocorrer na natureza. Mas os ingênuos jovens na escola não sabem ficarem alerta e separarem o que e’ teoria do que e’ fato real e cientifico. Sao os pais, as mães, e nos aqui fora temos que estar alertando-os para isso”.)

quantum potential collapsed into sets of virtual particle / anti-particle pairs due to vacuum fluctuations occasionally producing a non-zero value,

potenciais quânticos colapsaram-se em virtuais pares de partículas/antipartículas devido a flutuações do vácuo ocasionalmente produzindo um valor ” não-zero”,

after which solar and planetary accretion condensed the remaining gasses into stars and planets,

depois do qual a acreção solar e planetária condensou os gases reminiscentes em estrelas e planetas,

the composition of which often includes organic chemicals which naturally form molecular bonds,

cuja composição geralmente inclui químicos orgânicos os quais naturalmente formam ligações moleculares,

and in our case autocatalytic feedback loops i.e. simple replicators which proceeded to fill the oceans of early Earth,

e em nosso caso autocatalíticos saltos retroalimentadores, isto é, replicadores simples, os quais atuaram enchendo os oceanos da Terra,

all happening over billions of years, eventually increasing in sophistication,

tudo isto acontecendo em bilhões de anos, eventualmente aumentando em sofitiscação ,

forming lipid membranes around  bubbles which protect the RNA and eventually DNA core of early single celled organisms,

formando membranas lipídicas em volta de bolhas as quais protegiam o RNA e eventualmente o DNA nuclear de organismos unicelulares,

which evolved the capacity to live in colonies, becoming simple multi-cellular organisms like sponges,

os quais desenvolveram a capacidade de viver em colonias, tornando-se organismos multicelulares como as esponjas,

which became intermediaries like polyps which became early invertebrates which branched into vertebrates,

os quais se tornaram intermediários como polipos os quais se tornaram primordiais invertebrados e tal ramo em vertebrados,

some of which became fish, then amphibians, one of which (Tiktaatik) is famously among the first known to crawl onto dry land,

alguns dos quais se tornaram peixes,  e então anfíbios, um dos quais (Tiktaatik) é famoso dentre os primeiros por ter avançado para a terra seca,

where amphibians branched off into reptiles which branched into both birds and mammals,

onde alguns anfíbios se ramificaram em repteis, dos quais se ramificaram em pássaros e mamíferos,

some of which survived the extinction event that killed the dinosaurs, became arboreal primates,

alguns dos quais sobreviveram ao evento de destruição que matou os dinossauros, se tornaram primatas nas arvores,

later descended and learned to walk upright in order to carry food/tools/young,

e mais tarde seus descendentes aprenderam a caminhar em pé, para facilitar o carregamento de alimentos/ferramentas/filhotes,

and of course those proto humans eventually became us.

e aqueles proto-humanos eventualmente se tornaram “nois”.

I’m pretty sure that’s where we all came from.

Eu sou definitivamente crente que foi desta forma que viemos a ser o que somos. FIM!

( Nota da Matrix/DNA: ” Esta’ ai resumida em poucas palavras a Historia Natural Universal ( talvez de 13,7 bilhões de anos) que terminou por produzir eu, você, todos nos, justo agora e neste ponto do Universo… Dessa versão da Historia você retira a sua conclusão do que e’ o mundo, do significado da sua existência nele, e baseando-se nisso voce faz seu plano para ter a melhor vida possível. Pois e’ isto que esta’ acontecendo com toda a atual geração de jovens que vão `a escola. Enquanto isso, eu – a Teoria da Matrix/DNA – estou criticando isso e tentando fazer um chamamento e alerta geral, porque descobri que existe uma outra versão desta historia que e’ muito mais racional, sugere uma total diferente origem e razão para nossa existência, e que não contem os perigos, as ameaças `a sobrevivência da Humanidade neste planeta que esta visão da escola contem, porque penso que esta visão da escola faz um humano frio, sem sentimentos e simpatias para com a Humanidade, um retorno ao animalismo imediatista, e um perigo, porque a vibração de seu estado e caminho não estão sincronizados com a vibração e os destinos deste planeta e do Universo, o que poderá fazer com a Natureza expulse de si os humanos como se fossem virus malignos ou doentios. No entanto não sou a dona da verdade, não acredito que o humano que me fez tenha a capacidade de descobrir os últimos segredos deste mundo, portanto, deixo a conclusão `a sua livre e soberana escolha)”

xxxx

E agora permitam-me entrar com meus dois centavos nesta definição acima. Eu não devo influenciar ninguém a ter uma postura negativa contra essa definição, porque sei que não tenho certeza que a minha diferente definição seja mais correta do que essa. Essa definição acima, essa visão de mundo, não é  a responsável pelo estado do sistema social meu inimigo no momento em que nasci e continua ate hoje tendo me ferrado a minha vida inteira. A responsável é a galaxia que gerou esta biosfera em estado caótico e mais os humanos que herdaram e elegeram a tendencia animal a ser um predador, e em milhares de anos criaram uma cultura de condicionamento mental que produz estes bilhões de presas-escravos humanos conformados de hoje. Como eu não nasci dentro das famílias mafiosas deste bando e sim nasci condenada por esse bando a ser mais uma presa-escravo para toda a vida, esse bando é meu inimigo e claro, com quem eu tenho contas a acertar.

E se pessoas acreditam e abracam esta definição e sua visão de mundo, estarão se pondo do lado de meus inimigos. Os pais de hoje sabem que essa visão de mundo esta sendo implantada no cérebro de seus filhos através da escola, da mídia e demais recursos dos predadores, e se não alertam seus filhos, podem ser como os pais que não protegem seus filhos dos traficantes de drogas no portão das escolas. Podem se arrependerem depois, porque visões de mundo são como drogas alucinatórias e viciantes. Tentando evitar isso, é o motivo supremo do porque tenho que propagar e insistir com minha diferente definição e visão de mundo.

Pois bem…  a definição acima vinda da cultura predatória esta’ muito bem arranjada, quase convincente. Cientificamente não ha’ fatos ou leis naturais comprovadas que possam derrubar esta definição. Mas,… o mundo é mais sofisticado e complexo do que o ser humano, pois é o mundo que fez e que contem o ser humano, e não o contrario. Acho que racionalmente – sem ideologias humanas – não ha’ como negar este imperativo da logica.

Sendo o mundo mais complexo, ele pode ter uma ou ainda muitas dimensões que não captamos. Dentro desta própria visão predatória emergiu a teoria das cordas sugerindo que alem das poucas quatro ou cinco dimensões que podemos captar, o mundo parece ter onze dimensões! Recentemente começamos a entrar em mais uma nova dimensão, a quântica, e bem sabemos como ela nos esta’ confundindo, obrigando-nos a rever vários conceitos que antes se tinha por definitivamente corretos. E não estavam…

Na própria definição acima vejo pontos que a pode por em duvida. Por exemplo quando ela diz que emergiram os organismos unicelulares que adquiriram a capacidade de viver em colonias e transformarem algumas colonias num só super-organismo multicelular. Isto é confiável? Vejamos:

Imagine-se sendo um microbio mas não tão inteligente como a especie humana esta’ hoje, mas vivendo dentro de um ovulo recém fecundado. Este microbio ainda esta’ no estado que os humanos estavam no seculo 18, sem conhecer a existência de RNA e DNA, e portanto, sem saberem dos fenômenos ocorrendo na dimensão do DNA como o processo genético hereditário. Então o microbio vê se formar um organismo unicelular dentro do ovulo, vê estas células se reproduzirem em copias multiplicando seu numero, assim como os organismos nos primórdios se multiplicaram formando as colonias. No caso do microbio, a colonia vai se chamar morula. Depois ela vai se transformar em blástula. E depois ela vai apresentar outras formas, como feto, embrião para no final terminar na forma humana. Ora, o micróbio que não sabe da existência do DNA no meio dessas células, e que é o invisível agente responsável por todas estas transformações, e o elemento ali dentro daquela colonia que tinha um proposito, o de construir uma forma multicelular final, vai descrever toda a historia do que ele assistiu do jeitinho que a definição acadêmica acima descreve a historia universal. E estará todo errado. E sem a ciência do seu tempo ser capaz de desbancar sua definição/teoria.

Sera’ louco o humano que acreditar piamente na definição acima. Poi existem outras teorias, outras hipóteses, igualmente impossíveis de serem desbancadas pelos fatos reais comprovados e conhecidos ate’ agora. E existem outras definições que são, logica e racionalmente mais convincentes do que a definição acima. Como é a teoria da Matrix/DNA, quando sugere a existência de uma matriz/dna que estaria existindo desde o tal momento da singularidade, que atravessou todos estes bilhões de anos dentro das estruturas naturais e que não foi ainda detectada e conhecida pela especie humana, a qual na verdade é como um micróbio em relação ao tamanho e idade do Universo.

Mas não é só isso. A Teoria da Matrix- DNA, ao conduzir um humano a assistir a historia do universo como um microbio com conhecimento do DNA, e ao sugerir que este DNA vem de uma matrix universal, ela faz o humano analisar cada detalhe desta historia tendo em vista a existência desta matrix no meio da matéria. E essa visão muda quase toda a definição acima, quer dizer, muda a interpretação dos fatos e eventos, não muda os fatos e eventos. Por exemplo a definição acima começa dizendo que houve uma singularidade. Isto quer dizer que a total realidade do mundo estava resumida, simplificada, num só ponto, singular. Mas o microbio inteligente dentro do ovulo viu a mesma cena da singularidade. Afinal, quando um humano atinge 20 anos, ocupa um espaço de 4 metros cúbicos ou dois metros de altura, e apresenta um peso de 80 quilos, e ele é colapsado, resumido, dentro de um microscópico genoma dentro de microscópicos cromossomas. E mesmo nove meses depois, aquele individuo ainda esta tao “singularizado” que ele vem`a luz do mundo colapsado em 9 meses de idade, 3 ou 5 quilos, e apenas alguns centímetros de volume. Mas os arautos da definição acima jamais aceitam esta comparação. Na minha opinião eles perderam a racionalidade, porque mentiram tanto para si mesmos nestes 15.000 anos de construção de uma cultura virtual de dominação, mentiram tanto interpretando tudo errado para os seus escravos, que passaram a acreditar na própria mentira.

Porem, digo e repito… trata-se apenas a opinião de mais um cego, como eles também são.

Bem… a sua decisão cabe a ti mesmo…

Segundo a visao de mundo academica, a 4 bilhoes de anos atras o planeta era diferente e nao havia vida aqui…

Mas aquele estado de planeta, sozinho, por si só, foi capaz de criar engenharias fantásticas como DNA, macacos, humanos, plantas…

E então o planeta Terra criou o mundo vegetal:

Image result for earlier earth

A eles não importa que todas as arvores, as folhas, e ate’ as flores, imitam a forma das galaxias e não do planeta, indicando que a vida foi gerada aqui pela galaxia, como uma autoprojeção dela mesma, assim como pelo processo genético, um humano autoprojeta-se como corpo gerando um novo corpo-filho…

 

E do mundo vegetal emergiu o mundo animal, que produziu a tecnologia para matar-se a si mesmo…

Image result for earlier earth

O planeta então foi muito inteligente, pois construiu uma historia… Pena que para nada, sem sentido inteligente algum…

Teorias Sôbre Matriz/Matrix

domingo, outubro 2nd, 2011

——————

1) A Matriz de Controle e… a Matriz Melchizedeque
Semeador de Estrelas
http://semeadorestrelas.blogspot.com/2011/09/matriz-de-controle-e.html

A Matriz de Melquizedeque

A Matriz de Melquizedeque

Texto , Definições, Pontos em Comum/Diferenças com a Matrix/DNA:

Semeador de Estrêlas:

A Matriz de Contrôle e a Matriz de Melchizedeque

Matrix/DNA:

Vamos analizar êstes nomes. Entendo que “Matriz de Contrôle” é um nome adequado para a face da Matrix/DNA como LUCA, que tem dirigido e controlado a evolução dos sistemas biológicos, de vírus a macacos. Mas os sistemas biológicos tambem são constituidos de hardware e software. A partir dos macacos houve a emergência do estado de consciência, que acho ser um degrau evolutivo normal do aspecto software. A Matrix/DNA no “contrôle” não desejava mas não pôde evitar essa emergência, pois a macro-evolução universal deve ser mantida por algo/fôrça acima do próprio Universo. No entanto êsse evento não fêz LUCA perder o controle total, pois o estado de consciência tambem obedece o processo natural de gestação, e sendo ainda embrionário, a consciência/mente humana pode estar ainda subjugada sob o dominio do software-pai imediato, LUCA. No tocante ao nome “Matriz de Melchizedeque” que O Semeador de Estrêlas apresenta como sendo o supremo e final divino… tenho minhas duvidas. Tenho visto na Natureza que existem ciclos evolutivos, os quais oscilam de um extremo ao outro. Nascem numa forma do extremo e caminham para gerar o outro oposto extremo, donde apenas então se fundem no estado de equilibrio e termina o ciclo que aderiu mais um grau de complexidade, mais um passo evolutivo. Não sei se os dois estados extremos estariam agora igualmente representados na psique humana, acho que ainda existe uma pendencia na balança para o lado da Matrix/DNA Negativa. Portanto, seria mais lógico que ocorresse uma reação da Matrix/DNA Positiva. E, claro, … tal como a Matrix/DNA Negativa se acredita sendo a Suprema Sabedoria Divina, tambem deve assim acreditar a Matrix/DNA Positiva. Então fica a questão: essa “Matriz de Melquizedeque” seria apenas a face positiva da Matrix/DNA, ou seria já a verdadeira suprema face da Sabedoria? Seja como for, o balanço é necessário e portanto bem-vindo à Matriz de Melquizedeque. Mas isto tudo explica que a Matrix/DNA, so seu Supremo aspecto, não tem estado no contrôle da biosfera e da Humanidade.

– Semeador de estrelas:

… êste texto rico em detalhes de como a Matriz nos manipula, manipula a humanidade. Também fica ai evidente o divino trabalho que tem sido feito por nossos amados Anciões e todos que transcenderam a pressão deste mundo dominado e limitado pelos escuros, que perpetuados no poder e domínio, pensaram iriam ficar. Mas a LUZ e o AMOR que é a energia do PAI, agora é ampliada, como enunciado, e fortalece a todos os que a luz percebem e aceitam em seus corações.

Matrix/DNA: Sim, a Matrix/DNA manipula a Humanidade, mas apenas os humanos nos seus aspectos fisico e psico primario, ou seja, não intelectualizado. E não está certo dizer que a “a Matriz manipula”. A Matrix/DNA pode se apresentar em três estados diferentes: O extremo negativo (sistema fechado = extremo egocentrismo); o extremo positivo ( sistema aberto = estremo dissipativismo); e o ponto de equilibrio ( nem aberto/nem fechado = extrema sabedoria ). A face da Matrix/DNA que tem manipulado a Humanidade é seu lado extremo negativo que se assentou como LUCA, ou o building block das galaxias, o qual modela nosso meio ambiente e tenta se reproduzir na Terra à sua imagem e semelhança, onde a Humanidade seria apenas mais uma parte mecanizada, uma peça de LUCA como a máquina perfeita, porem forma provisória da evolução universal e meio-bestializada.

… todos que transederam a pressão deste mundo dominado e limitado por escuros, que perpetuados no poder e domínio, pensaram iriam ficar. … tambem concordamos com isso. LUCA se fêz para ser eterno, com a intenção de ter total dominio de seu mundo interno e ficar assim para sempre. Os humanos cujas mentes são dominadas pelos genes que expressam fortemente LUCA ainda conservam essa intenção.

… Mas a LUZ e o AMOR que é a energia do PAI, agora é ampliada, como enunciado, e fortalece a todos os que a luz percebem e aceitam em seus corações.… Oxalá isso exista e seja verdade essa sua intenção. Essa energia do pai, em nossa versão, seria a própria Matrix/DNA no seu aspecto no Ponto de Equilibrio, a Sabedoria Suprema. Suponho que ela exista na forma do sistema que gerou genéticamente/ou computacionalmente êste Universo Ôvo Cósmico através do Big Bang e dos vórtices-genes quanticos.

Semeador de Estrêlas:

… e fortalece a todos os que a luz percebem

Matrix/DNA:

Essa frase é animadora para mim cujo ultimo estágio na busca de testar a veracidade ou não da Matrix/DNA acabei caindo no fenômeno da LUZ. Será que sou um dos que estão “percebendo a LUZ” ? Mas assim, pelo meu caminho quase exclusivamente materialista/naturalista?! Isto comprovaria uma das frases que mais aprecio: “Se queres conhecer a Deus, ( o verdadeiro, e não o monstro genocida pintado no velho testamento da Biblia, no Alcorão, no Talmude, etc.) busque conhecer a Sua Obra… a Natureza!”

(voltar ao website e terminar êste artigo)

“Matrix”: O que é e como funciona a verdadeira “Matrix/DNA”

quinta-feira, abril 28th, 2011

Fui obrigado a “postar” um comentário num fórum do site abaixo devido a tanta discussão do tema. O comentário é uma nova maneira de explicar a Matriz/DNA.

http://www.adorocinema.com/filmes/matrix/comentarios/#Comment-63339

Louis C. Morelli em 28/04/2011

Vivemos numa realidade real ou virtual?  O que fazer para garantir sua liberdade.

É simples: se nós não criamo-mo-nos a nós próprios, fomos criados por algo e existimos sob a lei dêsse “algo”. Nenhum humano sabe com certeza o que é êsse algo, mas todos os fatos reais que conhecemos de fato são evidências para uma identificação dêsse algo: o mundo material. Êste é a “Matrix”. E nos resta apenas um caminho na busca da resposta: pesquisar êsse mundo material nas suas duas dimensões de tempo e espaço, ou seja, indo o mais longe possível no espaço e observar o futuro mais distante possível, além de tentar desvendar o passado mais longínquo possível. O resto, tôdas as crenças,… serão sempre meras conjecturas, teorias, opiniões. Ninguém de nós vai saber a verdade antes de morrer.

Nêsse meio tempo, devemos tentar elaborar teorias bem fundamentadas em fatos e eventos reais, naturais, que possam ser demonstrados, ou seja, cientificas. Por meu lado tentei elaborar uma teoria, já que nenhuma das existentes me satisfazem. E como resultado final se apresentou uma “Matrix”. Trata-se de uma fórmula natural, uma fórmula de sistema natural que tem se encaixado em todos os sistemas naturais conhecidos até agora, desde átomos, a galáxias, ao corpo humano. Eu a apresento no meu website na forma de um simples diagrama de software porque assim é fácil entendê-la. Essa fórmula tem sido a responsável por conduzir a matéria – ou ao menos uma porção dela – a se organizar em sistemas e cada vez mais complexos, o que indica a veracidade de existir uma evolução universal.

A maior surprêsa surgiu quando percebí que o DNA é essa mesma fórmula, porém apenas a versão biológica dela, sendo que detectamos suas versões electro-magnética, atômica, astronômica e inclusive, quântica. Por isso dei-lhe o nome de “Matrix-DNA”.

Então essa fórmula – que é nossa verdadeira criadora e de todo o ambiente em que existimos – é um código. E há muitos indícios de que seja um código elaborado por uma inteligência. Mas seja como for (e desde que sua versão mais longínqua no passado é a de vórtices não-materiais, aos quais demonstro como podem ser uma variação do DNA), ela veio de algo existente antes das origens dêste Universo material.

Portanto a idéia dos dois irmãos filósofos ao fazerem êste filme onde viveríamos uma existência não-autonoma, e relacionarem a Matriz com o código do DNA foi muito feliz. Mas eu havia registrado os direitos autorais da teoria e modêlos da “Matriz-DNA” no Brasil dêsde 1989, e depois requerí os copyrights nos EUA em 2002, portanto anos antes de sair o filme ( os numeros dos registros estão no meu website).

Em ambos os registros tive que enviar os originais, os quais ficam na Biblioteca Nacional dos dois países disponíveis ao publico. Óbviamente quando ví o filme me sentí lesado e desconfiado de plágio, mesmo porque tem havido muitas cópias e usos de meu material por laboratórios inclusive europeus, por outros websites, e até mesmo a Secretaria da Educação (sem saber que o trabalho é de autoria de um brasileiro, pois meu website é fundamentado nos EUA), usou minhas imagens para inserir nos livros escolares.

Mas eu não acredito em plágio e prefiro outra hipótese. Nós estamos atingindo um nível evolucionário em que nossa mente é um novo sistema e está se estruturando na mesma configuração da fórmula da Matriz/DNA. Isto porque também o cérebro apresenta a mesma configuração. Mas essa mente tem a capacidade de ser auto-consciente, ou seja, pela primeira vez na História Universal um sistema natural pode olhar-se a si mesmo e de fora perceber que existe no espaço e no tempo. Quando isso acontece, êsse sistema percebe em si a existência da fórmula, da Matriz. Ora, isso deve ocorrer a nível da Humanidade inteira, claro que, primeiro com os que estavam estudando isso. Mas para os atrasados nessa área quando vêm a fórmula deve ocorrer um processo de auto-identificação, mesmo tão sutíl que não se o perceba de imediato. A descoberta da existência dessa Matriz está ocorrendo em todos os lugares (basta digitar a palavra “matrix” no Google Search e ver quantos websites), apesar de que a maioria ainda só perceba sombras e não se desperte para o seu significado.

Se a “Matrix” que emergiu das minhas investigações fôr a correta, o filme torna-se uma intuição visionária surpreendentemente real. Porque a Matriz é como uma bactéria que tanto pode ser benéfica ou maléfica, dependendo do nosso livre-arbitrio a qual das suas duas faces somos acessíveis. E a face da Matriz que foi a real criadora dos sistemas biológicos já tinha se fixado como soberana na criação do sistema astronomico que nos envolve, à qual o nosso planeta pertence. É a sua face boa para nós, como sêres apenas materiais, mas má para nós, como seres mentalizados, auto-conscientes. É a face do paraíso eterno, do nosso planeta ajardinado do futuro, porem, mecanizado, robotizado. Sem a liberdade e autonomia da mente. Exatamente como no filme.

Portanto êsse filme, mais a fórmula que apresento, ao menos para mim, é o alerta e o ensinamento do que devemos fazer para receber o inevitável  futuro Brave New World, porem tomando as precauções para que êle não aprisione nossa mente também.

Se alguem estiver interessado em observar a fórmula digite no Google: “A Matriz Universal dos Sistemas Naturais e Ciclos Vitais”.

Atenciosamente, Louis Morelli

Sómente a Matriz/DNA poderia explicar os Saltos Evolutivos e a própria Evolução?

sexta-feira, abril 15th, 2011

Imagine você num laboratório manipulando potássio, ferro, calcio, alguns gazes e tentando monta-los para construir uma arquitetura exatamente igual ao seu corpo. Seria possível fazê-lo mas depois de tudo montado terias deitada na prancheta uma coisa inerte como um cadáver. Precisarias insuflar energia para dar a partida inicial naquela  máquina mas seu corpo não pode emitir essa energia. Creio que se tentares usar todos os tipos de energia que temos, como a hidrostática, a atômica, etc. não iria adiantar.  Acredito que apenas uma forma de energia pode ligar e manter a sua cópia funcionando: a energia solar. Então você apanha uma quantidade de energia solar e a dirige de forma planejada e medida certa para dar essa partida como nós ligamos o plug do ventilador na tomada. Por fim a cópia de si mesmo sairia andando. Pois não foi isso que alguns simples compostos daqueles elementos fizeram na sôpa primordial quando inventaram a replicação de si mesmos? Não, certamente que não.

Diz a Academia que ao invés de montar cópias com elementos externos, como faz o DNA, os primeiros compostos orgânicos se duplicaram em si mesmos, crescendo, e depois se fragmentaram em pedaços, iguais à forma original. Eu não gosto dessa idéia e espero que possam provar isso na frente de meus olhos. Simplesmente porque nunca ví 6esse processo em nenhum lugar, e tôdas as formas de reprodução que conheço, seja no microsçopio ou macro nível, ela as acontecem como o DNA e animais fazem. Seria impossível a um corpo humano começar a agregar matéria a si mesmo de maneira que uma extensão conectada a êsse corpo começasse formando pés, pernas, bumbum e chegasse à cabeça, e depois se separasse em cópia. desta forma acredito que a teoria Acadêmica é uma viagem escorregando na maionése.

Portanto aquêle composto mineral e gasoso inicial não tinha todos os ingredientes necessários, e assim  como  para você criar uma cópia necessitas de um elemento que nem na Terra está ( o Sol e sua energia), também certamente algo externo á Terra mas presente com sua fôrça naquela sôpa foi necessário. Eu cheguei à conclusão que êsse algo nada mais foi que a própria essência do sistema constituido pelo Sol e a Terra, à qual denominei de a Matriz/DNA, e para mim êsse mistério foi resolvido. Mas… de onde veio essa essência, para que e porque ela existe? Porque esse afã em construir arquiteturas materiais cada vez mais complexas, sendo que essa tendencia é a responsavel criadora da minha existência? Responder essa questão é a meta que me mantem me esforçando e fazendo sacrificios para continuar vivendo. Tenho que perseguir essa ess6encia em tôdas suas manifestações na matéria porque apenas conhecendo seus detalhes, observando suas ações, terei a chance de finalmente conhecê-la por completo. Então assim se explica porque me dedico a exercícios como o abaixo que são colocados em textos e gravados aqui nêste website, pois estando na Internet alguém mais com a mesma meta poderia lê-los, interessar-se em ajuntar fôrças e idéias, e assim minhas cnaces seriam diplicadas. Se você é o “cara”, então leia, corrija, enriqueça, o texto a seguir:   

 A evolução era para ter parado muitas vêzes e só mesmo a presença de algo como a Matriz/DNA pode explicar o que a fêz seguir adiante. As partículas não tinham porque se constituirem em átomos, os corpos de massa sideral não tinham para que se constituirem em sistemas estelares, os répteis não tinham o porque de inventarem a engenharia de manter os ovos dentro do corpo. Temos que analizar caso por caso, exaustivamente, pois é a unica possibilidade que temos em mãos para observar a Matriz atuando, se transferindo de corpos simples e construindo corpos mais complexos. Primeiro foram os processos da evolução das particulas e átomos mas vamos deixar isso por enquanto. Pense como eram os corpos de matéria formados por agrupamentos de átomos no espaço, porções inicialmente com formas irregulares e dispersadas caóticamente e não tinham nenhum motivo em si mesmas para mudar aquêle estado. pela lógica o cosmos hoje seria nada mais que aquilo não havia fôrça com sentido para alterar aqu6ele estado mas mesmo assim aqu6eles corpos se dirigiram a formarem um sistema organizado quase perfeito que funciona como o mecanismo de um relógio. Todos os dias e a bilhões de anos o Sol continua queimando, irradiando energia, à sua volta corpos giram numa precisão e repetição mecanica extraordinaria. Como e porque uma máquina seria criada por porções de matéria separadas e sôltas no espaço? Mas vamos pular do espaço direto para um planeta, a Terra. Inicialmente uma esfera contendo rochas e de alguma forma nela tinha uma maior variedade de compostos atômicos aos quais denominamos ferro, níquel, cobalto, ouro… de alguma forma havia os gases oxig6enio e hidrogênio e deu certo que formaram uma composição especial que resultou na água. Mas o planeta não apenas girava sincronizado em volta da estr6ela, porem girava s6obre si mesmo e tanto no sentido horizontal como vertical e da combinação destes tres tipos de giros emergiram as propriedades do dia, da noite, das estações, as diferentes configurações e composiçõers de polos, oceanos e continentes. Tudo isso movia mas não por fôrças internas aos corpos e sim cada coisa era movida pela fôrça que emanava de corpos maiores. Não havia motivo para que alguma composição nova de ferro, potássio, sendo misturadas com gazes e sendo aquecidos pela energia solar se esforçasse para se transformar em algo novo nunca existente antes, que fôsse aquela microscópica porção de repente despertada para as benesses da liberdade e autinmia se livrando das perturbações que sentia causadas pelas fôrças emitidas pelos corpos macroscópicos. No entanto isso aconteceu e acabaram por inventar novos mecanismos e processos e arquiteturas que resultaram mais tarde numa novva forma de máquina, milhões de v6ezes mais complezxa que a maquina solar, como é a máquina do corpo animal.

Porque e para que uma microscópica composição de minerais e gazes aquecidos pela energia solar às vezes e outras enregeladas pela ausencia dessa energia iria se mover para buscar outra acomodação no seu ambiente? Não é lógico. Certamente não estava nestes elementos as fôrças que os levaram a emitir radiações de si mesmos na direção dos compostos separados e informes que estavam ao seu redor, selecionando uns e descartando a maioria dos outros, e ainda mais, atraindo-os para si, para crescerem, e depois se quebrarem em fragmentos iguais, o que resultaria em cópias e mais tarde no fenomeno da reprodução. Agregação de elementos separados já havia devido ao magnetismo e gravitação, mas seleção e montagem destes elementos segundo a sua própria configuração?

(estudo interrompido aqui para posterior continuação)

Porque, de repente, surge esta onda de descobertas da matriz universal por diferentes pessoas?

quinta-feira, março 24th, 2011

Não foram sómente os dois irmãos filósofos que foram a menos de uma década inspirados a imaginar o mundo humano controlado pela “Matrix”. Basta digitar essa palavra na busca do Google e surpreender-se com a avalancha de websites anunciando descobertas de uma matriz universal, tôdas com abordagens diferentes, quer dizer, os autores vieram ao mesmo ponto de chegada por caminhos diferentes e experiencias diferentes. É certo que houve na Antiguidade algumas seitas e filosofias já intuindo a existência de uma matriz universal como fórmula para a criação de tôdas as coisas, notadamente nas religiões orientais. Diferentes filósofos também a intuíram e lhes deram nome diferente, como Platão falou nos ‘arquétipos universais”, Leibniz imaginou as “Mônadas”, e até Plank, um dos fundadores da Toeria Quântica, mencionou sua crença na existência da matriz. Mas estas intuições foram isoladas e muito distantes entre si no tempo, por isso talvez a idéia não tinha ainda se tornada tão publica. Mas agora houve um surto da mesma intuição nos quatro cantos do planeta! Qual seria a explicação? Estaria isto relacionado com o outro grande surto nos dias atuais que tambem consiste na avalanche de websites de pessoas dizendo que estão recebendo mensagens, vozes, de seres espirituais de outros planetas, todos relacionados com a profecia Maia e 2012? Basta digitar no Google os nomes “Metraton”, ou “Povo de Pleiâdes”, ou “Archanjo Gabriel”e surpreenda-se. A maioria diz que estaria havendo uma mutação do DNA e da mente a nível coletivo. Estaria o tema “Matrix” relacionado com estas mutações?

Eu particularmente estou surprêso pois quando elaborei os modêlos da Teoria da Matriz/DNA não tinha conhecimento de ninguém falando em “matriz”. Quando assistí o filme quase caí de costas e de certa forma fiquei desapontado, não apenas porque alguem, 20 anos depois de eu ter registrado os direitos autorais, com maior poder financeiro correu na frente divulgando publicamente o que eu só tinha feito através de um obscuro website, porem mais preocupado fiquei porque usaram justamente aquêle nome e portanto iriam prejudicar minha divulgação, mas tambem porque a “Matrix” dêles não era a verdadeira matrix. A matriz universal ainda pode nos levar a um sistema onde seremos escravos virtuais, ela realmente é um código genético que pode ser transcrito como mostraram na tela do cinema, mas ela não está no nosso futuro e não será produzida pelo desvio em nossa evolução tecnológica: ela veio do nosso passado, desde nossos ancestrais astronômicos, e ela só será maligna no contexto sugerido pelo filme se ela reproduzir-se em nossa mente na sua forma de sistema fechado em si mesmo.

E muitos dos movimentos em tôrno da matriz sugerem sua forma benéfica, conectando-a com Deus, o sagrado, etc. Mas a onda atual seria indicação de que a matriz universal realmente exista? ( Embora nenhum dos atuais proponentes, nem eu, teria captado-a na sua inteira significância). E se sim, estaria se confirmando a teoria do consciente coletivo, tambem elaborada de várias maneiras, seja por Teilhard de Chardin, ou por Gustave Jung, ou ainda na forma das “nourées” de Pietro Ubaldi? Existe uma história que dizem ter sido um real experimento que bem elucidaria como funciona o pensamento coletivo quando uma nova face da natureza está-se revelando para o seu adequado e requerido nivel mental de evolução. Trata-se do relato denominado…

O centésimo macaco

Numa das inúmeras ilhas do Japão, na qual jogava-se batatas na praia para alimentar macacos, observou-se que um determinado indivíduo da comunidade de macacos, de uma das ilhas, começou a lavar as batatas antes de come-las. Sendo o macaco um animal sociável, pouco a pouco foi ensinando aos seus semelhantes como lavar as batatas para se livrar da areia e da sujeira.

Em várias das ilhas próximas havia outras comunidades de macacos, porém, sem a mínima possibilidade de contato ou troca de indivíduos entre as ilhas por causa da distância e da água. Curiosamente foi descoberto que, quando aproximadamente cem indivíduos da comunidade original do experimento já tinham aprendido a lavar batatas, membros de várias outras ilhas quase sincronicamente iniciaram o mesmo procedimento de lavagem das batatas. Havia algo, uma quantidade mínima ou crítica de indivíduos, responsável pelo processo de generalização desse aprendizado numa dimensão coletiva, partindo-se do aprendizado local de um grupo de indivíduos.

Isto é, como se houvesse uma memória pertencente a uma possível mente coletiva (inconsciente) dessa espécie de animais que passaria a servir de referência para os seus indivíduos. De forma semelhante isto parece ocorrer entre os seres humanos: o conhecimento dos símbolos e arquétipos (memórias coletivas inconscientes) pode nos conduzir para a construção de um modelo de compreensão da mente humana que não depende do tempo ou do local (o chamado inconsciente coletivo) – um depósito de conhecimentos e informações de nossa espécie, disponível para todos, especialmente evidente na linguagem dos sonhos, da arte ou da cultura (valores e comportamentos coletivos dos indivíduos).

Vamos acompanhar isso de perto e esperar para ver no que vai dar… Afinal, 2012 está perto…

Noticias s/Origem da Vida: Mais evidências para a Teoria da Matriz

quinta-feira, dezembro 16th, 2010

Aminoácidos vindos do espaço: Espetaculares evidências para a Teoria da Matriz/DNA 

A noticia pode ser vista em: 

PhysOrg.com

http://www.physorg.com/news/2010-12-blocks-life-impossible.html 

  

sob o titulo: 

Building blocks of life created in ‘Impossible’ place

December 16, 2010 by Nancy Neal-Jones and Bill Steigerwald 

Planetas são como animais: se reunirem certos requisitos, serão selecionados pela Matriz, convidados a constituirem o tronco da árvore da evolução, contribuindo para gerarem e hospedarem  a prole biológica da Matriz: os seres vivos. É o que estamos confirmando através de meteóritos mostrando que no espaço sideral também existem aminoácidos e as condições em que estes foram formados. 

A cada dia encontra-se mais matéria primordial da Vida em meteóritos que vieram para a Terra do espaço sideral, aumentando a viabilidade da teoria atual acadêmica de que alguns dos ingredientes da vida teriam sido formados no espaço sideral além da Terra. 

Esta possibilidade veio salvar a teoria da abiogênese que estava cambaleando e perdendo crádito porque  muitos experimentos tentando diversas maneiras de calcular como seria  o ambiente na Terra quando a vida surgiu não deram resultado. Parecia que a Terra não poderia ter sózinha gerado a vida que temos aqui, estavam faltando ou ingredientes ou extraordunárias condições ambientais. Os meteóritos reacenderam as esperanças na abiogênese, pois em algum lugar ou varios lugares no espaço sideral poderão ter reunido as necessários condições e ingredientes. 

Portanto falta encontrar esse lugar para provar a toeria acadênica. Me parece que não resolvemos nada assim, apenas adiamos ou transportamos o problema da origem da vida para fora da Terra. 

Mas… a Teoria da Matriz/DNA a 30 anos registrou-se com direitos autorais apresentando modelos que sugeriam que a vida pode e deve se formar em muitos lugares do Universo. Mas para isso ela apresentou um modêlo de uma nova teoria de formação das galáxias, pelo qual os elementos e condições ambientais necessários e suficientes para serem elaborados os sistemas biológicos já se encontram nos próprios astros. Portanto, aminoácidos podem serem formados em todo o Universo, assim como na Terra. A diferença entre as duas teorias é que uma acredita que é necessário um evento extraordinário, quase como um acaso, num local tambem extraordinário, para a vida acontecer, enquanto a outra diz que a vida é mero passo evolutivo de um processo macro-evolutivo no qual os astros estão inseridos. 

Vamos a seguir realçar alguns dos textos do artigo científico e comentá-los pela visão da Matriz. 

NASA:  “Finding amino acids in these objects supports the theory that the origin of life got a boost from space — some of life’s ingredients formed in space and were delivered to Earth long ago by meteorite impacts.” 

Matriz:

“Essa “recarga” vinda do espaço não precisa ser necessáriamente aminoácidos já formados. Se a Terra não tivesse as condições e ingredientes para formar aminoácidos, os que aqui chegassem não teriam florescidom assim como os aminoácidos das experieências como Muller/Urey são incapazes de realizarem o segundo passo evolutivo, que é a formação de proteinas e RNA. Que tenham vindo proteínas e RNA já sintetizados é uma hipótese distante pois nunca foram encontrados em meteóritos. Se aqui na Terra a semente da vida floresceu é porque a Terra e/ou o sistema solar a qual pertence pode produzir as sementes de si mesma.

NASA: “… in both labs detected small amounts of 19 different amino acids in the sample,…” 

Louis Morelli: “Falta saber se não temos o mesmo problema da experiencia de Muller/Urey. Aminoácidos não são apenas os 20 tipos utilizados pela vida, pois existem muitos outros tipos que não aparecem na constituição dos seres vivos. Os aminoacidos produzidos naquela experiência, segundo tenho lido vários cientistas comentarem, não são vitais. Quais foram os aminoacidos encontrados? 

NASA: “The team had to be sure that the amino acids in the meteorite didn’t come from contamination by life on Earth, and they were able to do so because of the way amino acids are made. Amino acid molecules can be built in two ways that are mirror images of each other, like your hands. Life on Earth uses left-handed amino acids, and they are never mixed with right-handed ones, but the amino acids found in the meteorite had equal amounts of the left and right-handed varieties.” 

Matriz: “ Excelente informação para a Teoria da Matriz, e uma grande indicação favorecendo seus modêlos!… 

“Segundo êstes modêlos, os meteóritos e asteóides devem ter uma unica origem possível: cometas desfeitos. Na teoria da Matriz não existem eventos violentos em astronomia que poderiam produzir choques entre astros e quebrando-se em pedaços menores como meteóritos. E nem explosões de supernovas lançando meteóritos ao espaço. E desde que existem aminoacidos nos meteóritos, estes meteóritos não podem ser restos de estrêlas mortas. Porem, como fragmentos de cometas a existência dos aminoacidos torna-se previsivel. Pois cometas são produzidos pelos vulcões de velhos e gigantes planetas que a Matriz denomina de pulsares, os quais estão a caminho de se tornarem estrêlas. Por outro lado, os modêlos indicam que os ingredientes para a vida vem, 50% do nucleo de planetas novos como a Terra ( cujos 50% devem produzir apenas left-handed aninoacidos) e os outros 50% vem da radiação de estrêlas como o Sol ( cujos 50% produzem os right-handed aminoacidos). Mas o pulsar é o unico astro que – por ser justamente a unica forma intermediaria entre planeta novo e estrêla supernova – contem os dois tipos de aminoácidos.” 

Louis Morelli: “Isto foi previsto a 30 anos atrás! Pelos modêlos da Teoria da Matriz/DNA, unicamente. Basta ver o material apresentado para copyright… 

“ É um grande momento para a Teoria da Matriz/DNA. E para embevecimento e regozijo de todo ser humano, pois indica o enorme potencial da nossa racionalidade. Modêlos teóricos racionais, elaborados segundo a racionalidade humana, mostrando-se capazes de tão complexa e certeira previsão: é motivo de festa na Terra porque êste homen que vinha perdendo toda sua dignidade ao perder o centro da criação, o centro do Universo, tendo a paternalidade divina rebaixada para paternidade do macaco, é repentinamente guindado de novo ás alturas recuperando sua dignidade, por possuir uma capacidade que não esperávamos: a nossa Razão está em perfeita sintonia com a razão da Natureza Cosmológica. Nossa razão caminha de mãos dadas com a Razão Universal. Saltamos abismos e vales profundos de escuridão para o nosso conhecimento, mas lá na frente saímos na mesma estrada e na mesma direção por onde vem caminhando o Universo! 

“Previsões como esta indicam que, se nas formas primitivas nos distanciávamos da forma de nosso criador, com nossa evolução e nosso abnegado esforço estamos nos tornando `a imagem e semelhança de nosso criador. Seja êste o Universo, a Natureza, a Evolução, Deus, ou o que mais possa ser. 

Matriz: “E porque a Vida aqui na Terra, quer dizer, os sistemas biológicos, apenas se utilizam dos aninoacidos left-handed? Porque eles são produtos da primeira metade da Matriz, da parte do fluxo do circuito sistêmico que se inicia na Função 1 e termina na Função 4, que  está codificada na primeira metade do DNA, e que representa a metade esquerda da face da Matriz. Que representa o ciclo vital desde a concepção e nascimento do individuo até o ultimo estagio da juventude. A fase do crecimento, da formação, sem a fase do decaimento, da entropia, da degeneração. Sem o instrumento da morte. Pois a Matriz não estava aqui para fazer o aminoacido apenas e parar aí, o que teria acontecido se a left-handed molecula possuisse o prosseguimento do fluxo alem da ultima fronteira da face esquerda, pois  teria avançado para construir sua metade direita. E assim teria fechado o circuito, decretado seu destino perpétuo. Teria decretado a morte da Vida ali mesmo,  a 3,5 bilhões de anos atrás. 

“ A mitocondria na célula animal, assim como o cloroplasto na célula vegetal, são as organelas que abrem o sistema celular para se conectar com a estrêla Sol.  Ambas perfazem as operacões que finalizam na energia quimica, seja a síntese do ATP ou a fotossíntese. E ambas são as ferramentas construídas pela Função 4. E esta função, que representa o elemento masculuno do sistema, é a que pode quebrar um sistema fechado ao atirar seu espermatozóide na direção contraria à que encontra a função feminina, sua companheira, na posição 1. Graças a essa infidelidade conjugal ocorre a miscigenação das proles e não a eterna reprodução estéril de uma só raça, no caso, apenas de sistema fechado em si mesmo, aniquilando o processo da evolução. É isso o que acontece com a molécula  left-handed quando separada da right handed: o fluxo informacional é lançado ao espaço ao invés de misturar-se aos ingredientes envolventes para construir a face direita ligada a ela. Graças a isso, a esse extraordinario e quase imperceptivel detalhe, os aminoacidos passaram a formarem proteinas e RNA. Só depois, quando a fase  da biótica inorganica estava vencida, e a Matriz precisava se recompor completa para carregar as sendas da Vida. e para tanto precisava se compor como sistema, reortnou o velho mecanismo das estrelas que foi a perdição das galaxias: o RNA, contido no nucleo do sistema, e representando a metade esquerda da face, têve a liberdade de reconstruir a parte direita de sua face. E assim nasceu o DNA! 

A Matriz ressuscitada, e aqui na Terra! Agora como sistema aberto. Condenada a se arrastar em busca do seu pão, porem com os caminhos abertos para retornar sua evolução rumo à sua transcendencia, a qual é a forma de auto-consciencia do Universo, que apenas agora começa a se formar ainda fragmentada, com cada parcela de si dentro da cabeça de cada ser humano! 

Louis Morelli: “Ah… pombas… você pode dizer que não acredita nessa teoria, que eu sou im louco, etc. Mas numa coisa tem que concordar: ela é bonita “prá caraio”! É… ou não é?  E o pior: it makes sense… 

E repare na inteligência da Natureza, ou do criador, sei lá… Era preciso recompor um sistema com todos os ingredientes que vieram da evolução dos astros, resumidos em LUCA. Mas não copia ser igual a LUCA, um sistema fechado em si mesmo. Yunha que ser reconstruído um sistema com os mesmos ingredientes porem a forma final tinha que ser diferente: um sistema aberto para a evolução. Como a incrivel inteligência cósmica resolveu isso? Ora… simples! Refez o sistema original, fechado. Na forma de DNA.  Ali, a face esquerda constrói a direita e se completa formosa. Mas a seguir, constrói-se uma muralha em torno dele, aprisionando-o numa cela. Trata-se da membrana nuclear. A seguir recomeça-se a reconstruir o sistema de novo. Quando chega na função 4, tem-se uma mitocondria. Neste momento contrói-se correndo outra muralha agora em volta do segundo sistema que é maior. Trata-se da membrana externa celular. Assim foi interrompido o circuito, que iria começar a construir a face direita pelo cloroplasto. Apenas retira-se a ponte entre uma organela e sua próxima vizinha. Entre Função 4 e 6. O micro-organismo que estava na forma de mitocondria não evolue para a forma de cloroplasto. Então o circuito dêsse sistema só faz a face esquerda e para aí. No problem. O sistema celular necessita das partes que fazem as funções 6 e 7 (estrêla e cadaver estelar no céu, cloroplasto e lisossomo na célula).  Mas a essencia da função 6  que é produzir energia foi desemvolvida a partir da mitocondria que produz os cometas ATP’s. E mais tarde, deixa-se o lisossomo desenvolvido na célula vegetal ser incorporado na celula animal para fazer sua função, que é a de limpeza do sistema. 

“Assim a incrivel inteligencia natural resolveu o problema da vida reabrindo suas portas à  evolução, com a célula animal. O sistema cósmico foi reproduzido na integra como sistema fechado, porem ficou como nucleo, isolado no centro. Na periferia, em torno dele fêz novamente outro sistema, porem aberto…”     

NASA: “The sample had various minerals that only form under high temperatures, indicating it was forged in a violent collision. It’s possible that the amino acids are simply leftovers from one of the original asteroids in the collision.” 

Matriz: “Nope! Sorry, mas aqui vamos descordar. Altas temperaturas em astronomia não existem apenas quando existem violentas colisões. Existe a alta temperatura dos vulcões. Magmas podem ser formadores de metais… porque não?  As amostras não indicam que os aminoacidos foram formados em altas temperaturas, mas apenas que os seus ingredientes o foram. E considerando-se a história a seguir dos aminoacidos que foram usados pela vida, as condicões mais baixas de temperatura que eles precisam para se manterem organizados – como o foram – e para se organizarem em proteínas, seria mais racional pensar que eles nunca estiveram expostos à tal temperatura de 2.000 graus F, como teorizam no artigo. Acho que aqui se repetiu a cena nas origens do Universo quando se formaram as super-partuculas e os sistemas atomicos: enquanto a temperatura era elevada, as particulas agitadas se chocavam, não se firmavam e não se organizavam em compostos maiores. Foi preciso esperar o Universo esfriar para essa organização começar. Justamente isso acontece com os metais expelidos pelos vulcões dos pulsares. Porque os pulsares não produzem a Vida, se possuem 100% dos ingredientes? Faltam as necessárias condições ambientais. A temperatura na superficie é demasiada elevada, pois estão se transformando numa supernova. Mas se os ingredientes são espelidos em cometas para o espaço sideral, e desde que a maioria dos cometas não conseguem seu objetivo que é alcançar o nucleo do sistema e fecundar o buraco negro, e passam a ficar vagando no espaço frio interestelar, a temperatura onde estão estes ingredientes abaixa, torna-se ótima para os processos vitais, e daí… surgiram estes aminoacidos. A cena nas origens do Universo serve de parâmetro lógico para minha teoria.” 

Louis Morelli:  ”Essa mania de imputar tudo o que não se consegue explicar a eventos que inplicariam violência… No céu não há violência como regra… a astronomia está montada encima do estado de ordem da Natureza.” 

NASA: “However, the team thinks it’s unlikely amino acids could have survived the conditions that created the meteorite, which endured higher temperatures – more than 2,000 degrees Fahrenheit (over 1,100 Celsius) – over a much longer period. “It would be hard to transfer amino acids from an impactor to another body simply because of the high-energy conditions associated with the impact,” said Bada. 

Instead, the team believes there’s an alternate method for making amino acids in space. “Previously, we thought the simplest way to make amino acids in an asteroid was at cooler temperatures in the presence of liquid water. This meteorite suggests there’s another way involving reactions in gases as a very hot asteroid cools down,” said Glavin. The team is planning experiments to test various gas-phase chemical reactions to see if they generate amino acids” 

Matriz: “Não… vocês vão perder tempo. A crença de que os meteoritos são produtos de colisões está levando vocês a caminhos errados. Cometas vagando no espaço sideral interestelar e  passando dentro de sistemas estelares mudam de temperatura, pois são cobertos de gêlo numa região e aquecidos em outras pelo calor de estrelas estes derretem formando estados liquidos da matéria. Os aminoacidos não tem problemas para se formarem e se manterem neles, pois nunca suas superficies tem temperaturas elevadas tanto.” 

NASA: “ Fragments of 2008 TC3 are collectively called “Almahata Sitta” or “Station Six” after the train stop in northern Sudan near the location where pieces were recovered. They are prized because they are Ureilites, a rare type of meteorite. “An interesting possibility is that Ureilites are thought by some researchers to have formed in the solar nebula and thus the findings of amino acids in Almahata Sitta might imply that amino acids were in fact synthesized very early in the history of the solar system,” adds Bada. 

Matriz: “Hummm… great! Vocês estão se tornando melhores defensores e propagadores da minha existência que êsse incompetente e burro velho empregado que tenho chamado Louis! Se as tais Ureilites, os fragmentos do meteórito, se formaram na solar nebula – quer dizer, quando ainda a estrêla sol estava se formando – está comprovada a Teoria da Matriz! Corra a dar uma olhada em LUCA, ou no diagrama da Matriz. Veja na Função 4 o pulsar. Veja que ele se transforma na estrela. Quer dizer, o pulsar existe antes e no momento da solar nebula, no ato da criação do Sol. E o modêlo está dizendo que naquele momento o pulsar emitia cometas. E que este meteórito é fragmento daqueles cometas. E que estes cometas carregavam todos os ingredientes e tiveram todas as temperaturas ideais e necessarias para formarem aminoacidos. O que querem mais?!” 

Louis Morelli: “Meu Deus! Que bomba tenho nas mãos!… Mas o pior: tenho que segura-la e sózinho… ninguem acredita que se trata de uma verdadeira… BOMBA!… E ela ainda me chama de burro velho!…” 

Big Bang:Foi o começo de tudo ou houve um “antes”?

sexta-feira, novembro 19th, 2010
Da entrevista com o cosmologista Sean Carrol:
The universe, and other stuff: Physicist Sean Carroll looks at the nature of time
Published: December 19, 2010

 http://thetimes-tribune.com

– ” My fellow cosmologists have often told people the big bang was the beginning and you can’t ask what happened before that. And I’m trying to be a little bit more honest and open in saying that the truth is we just don’t know. So some people get that and appreciate it very quickly, some people object — they’ve made their peace with the idea that the big bang is the beginning, and they don’t want to see past it. And some people say, “Look, even if it’s true that there was something before the big bang, how would we ever know, so why is it worth talking about?” And I try to make the case that it’s worth understanding, worth trying to interpret the clues that the universe gives us.”

Read more: http://thetimes-tribune.com/news/health-science/the-universe-and-other-stuff-physicist-sean-carroll-looks-at-the-nature-of-time-1.1079637#ixzz18aXXfBiB

Comentário da Matriz/DNA:
Bem… os modêlos da Matriz sugerem que o Big Bang foi apenas o equivalente cosmológico de um ato biológico de concepção, quando o invólucro de um espermatozóide se rompe no centro de um óvulo. Portanto o Big Bang não terá sido o inicio da História, apenas um momento no meio da História. Como na concepção biológica aqui existe todo um mundo antes da concepção de um novo corpo, existe inclusive os pais ou geradores  do novo corpo, o mais lógico é apostar que assim tambem era antes das origens dêste Universo.  Mas nos debates com céticos e ateus quando digo “antes do Big Bang” a maioria reage prontamente contestando e querendo me corrigir. dizendo: “não existe antes, nada havia antes do Big Bang”. A resposta acima de um cosmologista serve para rebater estes estudantes.