Posts Tagged ‘Origens’

Teoria Fisica da Origem da Vida como resultado da Termodinamica,

terça-feira, agosto 1st, 2017

xxxx

O biofísico Jeremy England fez algum estardalhaço em 2013 com uma nova teoria que projeta a ideia de origem da vida como um resultado inevitável da termodinâmica….

Cientista apresenta pela primeira vez uma teoria física para o surgimento da vida

(registrado artigo para voltar a ler e pesquisar)

Lua: Teorias de sua Origem e Teoria da Matrix/DNA

domingo, novembro 27th, 2016

xxxx

https://www.youtube.com/watch?v=BSYgIbInz78

Misterios de la Luna

E meu comentario postado no Youtube:

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – 11/27/2016

O modello cosmologico teorico da Matrix/DNA Theory está sugerindo uma diferente explicação para a origem da Lua. Ela seria um germe de planeta como foram os planetas inicialmente, porem, ao inves dela cair na órbita direta do Sol – como os planetas estão – ela foi capturada na órbita de um planeta e assim, o germe nuclear que ela contém nao se desenvolveu. A Teoria Astronomica Oficial esta cheia de explicacoes teoricas que apelan a violencia no Cosmos, como choques entre grandes corpos, buracos negros canibais, etc. Mas nunca ate agora foi de fato captado algum evento violento. Segundo a Matrix/DNA, a forca gravitacional e a inércia da dark matter nao permite eventos violentos entre grandes astros. apenas existe a violencia de meteoritos porque estes escapam a ação da gravitação. Esta tendência a projetar a violência que faz parte da nossa vida sobre o Cosmos e’ antropomorfismo, porém, o Universo nao foi construído tendo por base o mundo humano, e sim ao contrario. Violencia existe no nosso meio porque somos microscópicos e tambem escapamos as leis da gravitação. Levante seus olhos para o céu e se pergunte: O Cosmos ‘e regulado pelo estado de caos ou pelo estado de ordem? Mais vale sua intuição honesta do que mil teorias tendenciosas… A Teoria da Matrix/DNA, ( google The Universal Matrix of Natural Systems) foi construida com base no raciocínio puro humano e nao com base na invenção da matemática como se esta fosse a linguagem de um Universo mecânico, sem vida…

Ébola! A Fórmula da Matrix/DNA sugere: Procurem um Meteórito na Região do Ébola River

quinta-feira, outubro 9th, 2014

O Ebola é um dos principais assuntos do momento e eu tenho uma teoria a respeito que ninguém mais tem, por isso é bom me ouvirem, experimentarem o que estou sugerindo, antes que possa ser tarde demais. Três recentes artigos ( dois no New York Times e um no Huffington Post) me fizeram lembrar imediatamente da antiga sugestão desde a selva amazônica há 30 anos atras sobre o que é e como se originam os vírus.

O pior é que se minha teoria estiver certa, isto significa que a comunidade cientifica jamais irá ganhar a luta contra vírus, porque ela desconhece a causa fundamental da origem e comportamentos dos vírus, a não ser que tomem conhecimento da sugestão da Matrix/DNA e resolvam investiga-la. O atual entendimento da comunidade cientifica do que é vida, sistemas biológicos como vírus e humanos, está muito distante da realidade e isto afasta-os de descobrir as soluções definitivas. Ficam assim combatendo vírus como quem fica podando os galhos doentes enquanto cada galho podado é substituído por novo galho doente, porque a doença está na raiz da arvore. Enquanto isso milhões de seres humanos continuam sendo torturados e mortos por estes minúsculos facínoras.

Veja abaixo o meu post escrito às pressas e postado no Huffington, tentando chamar atenção e iniciar um dialogo. Mas tal dialogo só pode avançar se ambas as partes se limitarem a apresentar fatos comprovados como base de seus argumentos, e não ficar discutindo teorias e conceitos abstratos que fazem parte importante da cultura e visão de mundo propagada através das universidades.Depois do post puxo para cá a fórmula da Matrix e explico na medida que o tempo agora me permitir, os fundamentos da teoria sobre os vírus como o Ebola.

Ebola: Still No Time to Lose

http://www.huffingtonpost.com/peter-piot/ebola-still-no-time-to-lo_b_5952062.html?utm_hp_ref=tw

Louis Charles Morelli ·  Top Commenter · Works at Self employed
My suggestion: Search around the Ebola River any trace of recently failed meteors. Ask to natives if they saw, read, something about. My suggestion is due the models of Matrix/DNA Theory suggesting that the meanings of viruses existence, origins, and the functions of viruses at any natural system like this biological biosphere, is equal the function of comets/meteors in relation to astronomical systems and equal to RNA in relation to living cellular systems. Some data from this article is suggesting evidences for this theory: like the “shot of energy”applied at that hospital: the origins of virus at this biosphere is related to vibrational states of systems, which means a specific strong frequency at the electromagnetic spectrum. The invisible vibrational state of pregnant woman’s body is altered by the strong vibrational state of the embryo, which synchronizes with the vibrational state of those viruses. So, the strong attraction for those viruses towards pregnant woman or anyone with high dose of calcium gluconate.If this theory could be right, there is a slice of meteor spreading energy that creates spontaneously viruses at Ebola regions. And if these theoretical models are right, those people living at that Russia region recently invaded by a meteor need be investigated urgently.This issue is very complex and only one trained by the knowledge of Matrix/DNA formula have more detailed explanations. By the way, I think that any possible solution that can add for us to fight this global treat must be applied.

xxxx

http://www.nytimes.com/roomfordebate/2014/10/02/how-to-stop-the-spread-of-ebola/much-more-vigorous-government-response-to-ebola-is-needed

Louis Charles Morelli

New York, NY 

Is necessary understanding that the current world view academic model has not been victorious on the war against virus, so, we need a different view and approach. The different world view of Matrix/DNA Theory suggests that virus is the common expression of a systemic universal function at any natural system… like this biosphere and human’s bodies. Virus is the expression of Function 5 that you can see at the matrix formula of natural systems. This function, at the level of cell system, is performed by RNA ( mass level) and ATP ( energetic level). At the level of astronomical systems, this function is performed by comets. I have not detected yet which is the agent of F5 at biosphere systemic level. But, the fact that comets are the carriers for information for producing virus ( and we have found several kind of organic molecules at meteors) and knowing that comets can be fragmented into meteors, which commonly falls at Earth, meteors can be the first source for viruses. The cost for human kind is high, so, any suggestion must be tested. Here our suggestion is: ask to the natives of Ebola River region if they saw something falling from the sky in the last 30 or 50 years. If so, where it fells? maybe the source for Ebola is there, irradiating to any living molecule around it.

xxxxx

Virus: Origens, causa criadora, funções nos sistemas naturais:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Quando comecei a ler assuntos sobre algumas doenças causadas por virus, uma informação era comum: vírus são hibernantes ( como não-vivos), fora de sistemas celulares e se despertam dentro de células, quando então passam a se reproduzirem aceleradamente e assim “explodem” a célula, disseminando-se às células vizinhas. E quando tinha encontrado a formula da Matrix, esta informação imediatamente me lembrou que na fórmula existe algo, uma de suas peças, que faz na formula exatamente o que vírus fazem na célula. Trata-se da F5.  A F5 é a função sistêmica que produz cometas no céu, RNA nas células, e quando trata da inter-conexão entre sistemas, é a responsável pela reprodução dos sistemas.

Desde que essa formula é repetida na unidade fundamental de informação do DNA ( um par lateral de nucleotídeos), e depois repetida num especifico grupo de genes, isto significa que o DNA – se expressar aquele grupo de genes – pode gerar vírus. Ou seja, nós podemos criar vírus dentro do nosso próprio corpo.

Mas para que o DNA expresse tal grupo de genes é preciso um estimulo externo, o qual pode ser um pedido do RNA, ou um especifico estado vibracional de uma onda de energia externa. Vamos então imediatamente trazer para cá tambem a nossa versão do que é na realidade uma onda de luz conforme sugerida por essa formula ( estou com dificuldades técnicas aqui para trazer uma melhor figura. Clique nela talvez melhore.) :

Light - The Electro-Magnetic Spectrum

 

Bem, vemos na figura que F5 corresponde ao trecho entre microwave e infrared. Isto significa, a grosso modo, que o estado vibracional dos vírus como sistemas deriva desta frequência da onda de luz/energia. Por isso estou supondo no post acima que os vírus  são atraídos por quaisquer outros sistemas no mesmo estado vibracional. Acontece que o corpo de uma mulher adulta vibra como F5, na mesma sintonia do vírus,  o corpo do embrião dentro de uma mulher gravida vibra como F1.  Ora F1 é o estado da onda recém  emitida por uma fonte, portanto, uma elevada frequência, alto estado vibracional, assim deve ser o estado da energia de um embrião, um baby. É o estado que abre brechas para origens, porque é relacionado à função feminina criadora da formula. Então não existiria ocasião mais propicia para vírus  ser atraídos e penetrar o sistema todo. O corpo do embrião derruba as defesas do auto-imune sistema do corpo da mulher.

Talvez eu esteja fazendo o carro atropelar os bois devido a pressa pois estou atrasado para ir ao trabalho. Isto merece reflexão mais pausada.

Mas a fórmula sugere que meteóritos, resultantes da fragmentação de cometas, tem todo o potencial para carregar as informações químicas para produzir vírus – se o meteórito cair em ambiente que contenha os complementos para a gestação dos vírus. O que deve haver de sobra na ainda primitiva região africana do Ebola River. Portanto é possível que, em algum lugar daquela região exista um ou mais fragmentos de meteoritos irradiando unidades de fotons que, se reunidos dentro de um sistema biológico, como o corpo de um animal, se reunem e recompõe a parte do sistema de onde vieram- este sistema solar e galáctico. Novamente lembro que devo estar sendo precipitado, pois preciso antes rever tudo o que aprendí sobre a fórmula, ondas de luz, fótons, etc. Inclusive procurar neste website o artigo onde escreví esta teoria dos virus.

Como eu disse no post ao Huffington Post, esse assunto do Ebola é demasiado preocupante e toda possibilidade que qualquer humano levantar, por mais esdruxula que pareça à nossa preferida visão de mundo – deve ser considerada e experimentada.

Devo voltar aqui para esmiuçar isto após o trabalho.

Depois da Diversificação da Vida, Agora Ocorre a Diversificação da Auto-Consciência. E a Matrix/DNA Procura na Terra a Fonte da Auto-Consciência

quinta-feira, setembro 11th, 2014

Pensamento do Dia: Porque os Humanos São Diferenciados Pelos Seus Interesses Se os Animais Possuem Um Unico e Mesmo Interesse?!

Um grande segredo do sucesso da espécie humana sobre os outros animais é a impressionante e enorme diversificação dos focos fundamentais de interesses. Todos os indivíduos de uma espécie animal – sejam cavalos, vacas, gatos, etc. – possuem os mesmos poucos e limitados interesses dirigindo seus atos e movimentos, e isto não tem mudado em amplos espaços de tempo. Os animais são bitolados, dirigidos, para uns poucos focos de interesses. Pode acontecer os fenômenos mais estranhos, aparecerem as imagens mais estranhas, que eles não se  interessam e esquecem o fato imediatamente. Pela primeira vez na vida de uma vaca criada numa fazenda, passa um veículo na estrada, e a vaca, indiferente, nem levanta os olhos para vê-lo, não se faz nenhuma pergunta a respeito, não existe a menor curiosidade, focada que está comendo a grama.

Macacos na selva já prestam alguma atenção a um avião passando acima, mas se pegam a espingarda de um caçador, tentam dar-lhe uma dentada para ver se é de comer, e não sendo, dispensam-na para o lado como se fosse um galho seco, sem interesse.

Queres ter uma prova? Veja a figura abaixo, e depois de gozar da nossa classe de filósofos distraídos, responda à pergunta abaixo:

O Cumulo do Distraído

O Cumulo do Distraído – “Desculpe-me senhor… arrrgh… Com licença…Mas o que diabos estás fazendo?!”

Pergunta: “Como o leão vai matar o filósofo distraído? Vai pegar o rifle e dar-lhe uns tiros ou vai morder seu pescoço?”

Claro, o leão, como todos animais nem viu o rifle, pois deste não emana cheiro de alimento, e comida é apenas o que lhes interessa.

Mas dentro da espécie humana houve uma novidade no meio dos seres vivos, que já havia ocorrido antes, nas origens da enorme diversificação das espécies. Uma incrível diversificação de interesses, gerando uma nova diferenciação interna de “personalidades mentais”, e interesses por quaisquer coisas que a Natureza produza, mesmo que este interesse não lhes propicie retorno imediato com algum tipo de recompensa. Ao contrario, em muitos tipos de interesses os indivíduos sacrificam seu bem-estar sem obter nenhuma vantagem imediata, e sem ter certeza de que venha a obter vantagens futuras. É o caso por exemplo do porque humanos consomem tempo e recursos se interessando por astronomia, matemática, geografia de outras terras, doenças que afetam a outros, etc. Eu mesmo tenho um interesse pela suprema busca de conhecimentos, emprego a vida e quase toda energia nesse objetivo, mas até hoje na verdade só colhi desvantagens na luta pela competição com isso, e não tenho a menor ideia se isso algum dia me trará alguma recompensa. No entanto, sem este vico, a vida não me teria sentido. Do ponto de vista biológico, animal, isto não é racional. Então… porque? Qual a causa por trás disso?

A meu ver isto vem a confirmar uma sugestão da Matrix/DNA: dentro de cada ser humano surgiu uma nova forma, uma nova espécie evolutiva do sistema natural universal que vem evoluindo desde o Big Bang, e esta nova forma de sistema, ao qual damos o nome de mente ou auto-consciência, está se diversificando em sub-espécies a ponto de já contar com milhares ou milhões delas. temos que fazer o enorme esforço de visualizar as mentes invisíveis dentro das cabeças humanas como elas são: tão diferentes entre si como existem tantas espécies de animais diferentes entre si. Então deve existir um individuo portando a mente-corvo, outro a mente-elefante, o alentejano de Portugal deve ser quase igual ao baiano do Brasil com uma forma de mente-tartaruga… e assim por diante. Deve ter o mente-hipopótamo, o mente-polvo, o mente-leão… ( Eu, particularmente, que sinto eternamente uma espécie de insustentável leveza do ser desconfio que sou um mente-borboleta. E você?…

Mas estou percebendo agora que esta nova intuição pode nos levar a desfechos fantásticos. Parece-me mesmo que estamos tocando numa nova dimensão do mundo que ainda não a tínhamos percebido, mas que tem enorme influencia na nossa vida no dia a dia.

Tem algumas diferenças entre a diversificação da vida e a da mente, que precisam serem estudadas. A diversificação das espécies biológicas se deu por  grupos distanciando-se entre si no tempo e espaço, e daí cada qual adquirindo uma nova forma, estas foram passadas hereditariamente, mantendo os hábitos dentro dos grupos fechados. No caso da diversificação mental, ela não tem surgido dentro de linhagens e assim canalizadas a se reproduzirem dentro destas linhagens. Uma nova espécie mental surge dentro de famílias, e não é passada hereditariamente, mas esta espécie brota em muitas famílias diferentes, e tendem a se separarem dos focos de suas famílias para se juntarem em seus grupos. É como se a origem da ddiversificaçãodas especies mentais viessem do mesmo processo que produziu a diversificação biológica: seus genes não vem encerrados dentro de uma membrana formando o cromossoma, mas sim vem espalhados no tempo e no espaço. Interessante desenvolver mais isto.

Para desenvolver isto vamos precisar recapitular aqui a teoria da Matrix/DNA sobre como esta galaxia Milk Way gerou dentro dela esta vida biológica. Vamos a um desfecho intrigante. Na geração da vida neste planeta havia uma fonte emissora das partículas bits-informação – que foram os genes semi-vivos na transição entre a matéria inorgânica e o primeiro sistema celular vivo. Sabemos como e porque, ao invés nesta mera reprodução de uma forma existente, ao invés dos “filhotes” nascerem todos na mesma forma e espécie, nasceram em formas muito diferentes entre si. Basta pensar nas sete diferentes organelas da célula, nas mais de 30.000 espécies de proteínas, de enzimas,  ácidos, etc..

Sobre as  origens da vida na Terra já sabemos qual foi a “fonte criadora”. A fonte emissora de todos os bits-informação, foi o “building block dos sistemas astronomicos”, por trás do qual está a fórmula da Matrix, feita com pura luz.

Sabemos que os pensamentos humanos são produzidos nas sinapses entre neurônios, compostas por fluxos sanguíneos e descargas elétricas. O conjunto dos pensamentos de um cérebro é o que denominamos, abstratamente, de “mente”, ou “auto-consciência”. No estado atual da nossa pesquisa estamos suspeitando que essa mente é uma forma fetal, embrionaria, e está sendo modelada na mesma configuração do cérebro, o qual é apenas mais um derivado do sistema natural cuja fórmula modeladora é a Matrix/DNA.Temos a suspeita de que quanto mais pensamentos maiores são as descargas elétricas que produzem relâmpagos numa nuvem plasmática e com o final assentamento destas descargas contínuas se gera um todo luminoso, numa frequência da luz imperceptível aos nossos sentidos. Se a Matrix emerge neste Universo na forma de ondas de luz e vem de uma consciência extra-universal, e se a mente humana está se tornando a mesma forma de luz, vemos então aqui mais um óbvio simples processo de reprodução genética. Então a substancia e os bits e inclusive as estações retransmissoras devem ser compostas de luz num estado imperceptível ainda aos nossos sensores cerebrais. Ou melhor: eles podem ser perceptíveis por alguns sensores – como a glândula pineal – mas não são ainda perceptíveis para o embrião mental.  Me pergunto: não há nada que possamos fazer para acelerar o desenvolvimento deste embrião e nos salvar com sabedoria antes que a espécie humana seja extinta? Eu, ao menos, vou empreender esforços no máximo que a vida e o tempo me permitir, nesta busca de aceleração. ( Óbviamente não vou tentar técnicas arcaicas, como a de enfiar o dedo nos ouvidos tentando tocar a glândula pineal para desperta-la, ou puxar a ponta dela para estica-la e recompô-la como ela era no passado, na forma da antena dos insetos…Tenho ideias mais inteligencias e cientificas para desperta-la, como bater a cabeça com força e insistentemente numa parede, para acorda-la…Mas, brincadeiras sem graça à parte, penso que na meditação dirigida pela fórmula da Matrix, está o segredo)

Sabemos tambem que os “bits” não precisam vir direto da fonte inicial, pois  os “bits-fótons”  que alcançam a superfície da Terra vem de estações retransmissoras daquela fonte, que são as estrelas, e a radiação cósmica trazendo bits de quasares, pulsares, buracos negros, etc. E sabemos tambem que estes bits povoam a atmosfera e camada atômica da superfície terrestre, acessíveis às espécies que os aceitam e às que os buscam.

Se agora estamos assistindo um repetir daquele evento, ao assistir a diversificação dos tipos mentais, vem imediatamente as intrigantes perguntas:

“QUAL A FONTE EMISSORA DA AUTO-CONSCIÊNCIA,  NO MUNDO ?!

“QUAL A ESTAÇÃO RETRANSMISSORA DE BITS DE AUTO-CONSCIÊNCIA ALCANÇANDO OS SERES HUMANOS?!

” O QUE SÃO OS BITS-INFORMAÇÃO DE AUTO-CONSCIÊNCIAS? COMO SÃO? DE QUE SUBSTANCIA?

” COMO ESTES BITS ESTÃO AFETANDO NOSSAS VIDAS, NOSSOS SISTEMAS SOCIAIS, ECONOMIA, POLITICA, ETC.? INFLUENCIAM NA SAUDE OU NA AUSÊNCIA DELA?” 

” COMO DEVEMOS ATUAR PARA NOS TORNAR-MOS MAIS RECEPTIVOS A CADA VEZ MAIORES QUANTIDADES DESTES BITS DE AUTO-CONSCIÊNCIA? COMO BUSCA-LOS?

“SE A MAIOR QUANTIDADE E DIVERSIDADE DESTES  BITS SIGNIFICA MAIOR INTELIGENCIA E SABEDORIA, EXISTE UMA TÉCNICA A DESENVOLVER ( TALVEZ NO NÍVEL MENTAL), HÁBITOS A OBSERVAR, ETC., PARA ADQUIRIR MAIS BITS?

Bem… com isso estamos abrindo mais um enorme campo de pesquisas dentro os já centenas, ou milhares abertos pela Matrix/DNA. E como sempre temos dado alguns passos nestas pesquisas, neste tambem deveremos em breve descobrir mais algumas novidades…

( Repetir aqui a teoria das origens da vida pela Matrix/DNA, com enfase na maneira como os fótons estelares se juntaram em pacotes-informação, para ter um quadro mais claro deste assunto)

 

A Guerra Entre Dois Cérebros Formados em Dois Mundos Diferentes

quinta-feira, agosto 14th, 2014

The War Between Two Opposite Hard-Wired Brains by Two Different Worlds

Eu não consigo acreditar no que eu produzi e me lembro disso sempre que me deparo com matérias na imprensa como a do artigo com link abaixo.

É tão difícil fazer os 13 pontos na loteria esportiva quanto fazer zero pontos – para lembrar que seria tão difícil errar todos os seus palpites sobre as explicações para os mistérios da sua existência e da existência deste mundo como seria impossível acertar todas.

Acontece que o pensamento intelectual e cientifico moderno construiu uma visão de mundo e eu, no meio da selva amazônica observando a natureza bruta, construí exatamente a oposta, a contraria visão do mundo. As duas opostas cosmovisões podem explicar o mundo desde o Alfa ao Ômega, desde o inicio ao fim, por duas diferentes linhas lógicas, como se dois cérebros estivessem configurados exatamente ao contrario entre si.

O que não consigo decifrar é como e porque meu cérebro saiu assim, para produzir tal surpreendente produção: errar ( ou acertar?) todos os 13 pontos ( tenho uma teoria: entrei na selva carregando um bom conhecimento dos 15.000 anos de cultura acumulada pela civilização humana, mas o inferno da selva e o delírio das malarias mais o veneno dos insetos e dos espinhos fez colapsar todo este conhecimento, na maioria artificial, limpando o cérebro, e a partir daí, o espirito da selva bruta e selvagem da Natureza, reconfigurou-o, segundo suas “verdades”). Aconselha a sabedoria que toda vez que deparamos com uma situação onde dois opostos extremos se conflitam,devemos logo perceber que cada lado está 50% certo e 50% errado, sendo que na metade onde um está errando, cabe como certo a metade onde o outro está acertando, e no final, a alternativa verdadeira é a que resulta deste conflito, um meio-termo mais evoluído que seus dois produtores. Eu me resigno a isso, a aceitar que devo estar 50%  errado, mas eles não, portanto nem querem saber da minha versão. O único juiz habilitado a resolver isto será o tempo.   

E o problema é que nenhum lado tem fatos reais, cientificamente comprovados, para desbancar o outro! Veja qual a diferença, como as explicações aos 5 maiores mistérios do mundo hoje, são exatamente opostas entre si, entre estes dois mundos mentais, resumidamente aqui:

loneliness universe

Top 5 Puzzling Mysteries of the Universe

Read more at: http://www.learning-mind.com/top-5-puzzling-mysteries-of-the-universe/?utm_content=buffer0914c&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer

The article says: “There are a lot of things we have learnt about the universe over the last millennium. But some things are still unknown to us, and these unsolved mysteries seem suspicious to us. Let’s take a quick look at some of the puzzling mysteries we have no knowledge about to this day.”

Applying a new method for cosmological inquiry I have found surprising different explanations for these 5 questions. The method is based principally on calculations of universal evolution by the reverse way, starting here and now with biological organization of matter and going down towards the Big Bang. So, it is adding Biology and Neurology upon the unique method used by modern scientific theoretical models, which had applied only Physics and Math for studying the Universe.

1. What is the universe made of?

Matrix/DNA: Bits-informations coming from the system that generated this Universe, working as genes, like a human body is made off genes/bits-informations from its parents. If a bit is temporary active is energy, if it is inertial, is mass. Each bit emerges as vortex, which is the first shape of a universal natural system, having seven brutes forces/properties ( the universal systemic functions), that evolves into the nowaday seven life’s properties. Those first vortexes propagates as light waves, so, light has the code for functional systems, aka, life ( as suggested by the Matrix/DNA version of the graphic for electromagnetic spectrum of any light wave). All natural systems – from atoms to galaxies to human bodies are merelly evolutionary shapes of a universal Matrix evolving by a process of life’s cycle. So, all natural systems have their own version of DNA, which are identified in the models of matrix/DNA Theory. This universe is merely the fossil of our ancestors, inside which is occurring a process of natural genetic reproduction of the thing that created it.

2. Why do we need these pathetic four percent of ordinary matter,…

Matrix/DNA: As solved by Godel’s theorem, nobody can knows the thru of a system standing inside it. So, these suggestions about four percent or 30% is highly theoretical, as every human conception about the universe. We have seen less ordinary matter than other substances because our scientific power is limited to the universe’s skeleton due our method been Physics+Math. But, like the human body made by this Universe is composed by skeleton, soft biological coverture, plus mind, so, much be the whole Universe. We need developing “biological and neurological cosmology”, for studying this Universe, as we are doing at Matrix/DNA Theory. Only a biological coverture over the nowaday known galactic’s  skeletons could explains life here, as shown by Matrix/DNA galactic model.

3. Are there other universes other than our own?

Matrix/DNA: Thousands of new discovered natural mechanisms and properties by matrix/DNA Theory are in needs of more researches and better understanding because they can improve human life and saving Humanity from extinction. We must study the universe, but stopping at its frontiers, because everything else will be metaphysics, which is scientifically a prejudice. This question makes no sense.

4. Oops. We still need to mention the word “universe” one more time. Are we the only ones in it?

Matrix/DNA: The answer is in the DNA: it is composed by atoms composing active genes intercalated with larger arrays of atoms composing “junk DNA”; so these larger distances between genes represents the larger distances between different life’s forms inside the universe. Evolution of the universal natural system makes that each time the genes are approximating, till all of them meeting in the shape of neurons, a superior natural architecture called brain. I can’t make this mental operation but things are suggesting that the encounter among developed life’s forms happens at a superior natural organization of matter. We are not bacterias limited to the skeleton of a human body, so, we are not limited to the skeleton of the Universe, composed by hard bodies like planets and stars.

5. What is inside a black hole?

Matrix/DNA: The whole modern cosmological model and theory that concluded by the existence of “black holes” is wrong, sorry. See at the Matrix/DNA Theory formula for natural systems what is the real structure inside galactics’ nucleus. As I said before, this galaxy has an invisible coverture where the connections among astronomical bodies and the transformations of these bodies is organized by less evolved life’s, biological properties. Our scientific team has not seen it yet due applying only Physiscs and Math, which does not translate the phenomenology and is not the language of the soft “meat” covering the galactic body.

xxxxxxxx

Comentario postado em: 

LOUIS MORELLI August 14, 2014 at 8:47 pm Your comment is awaiting moderation.

Read more at: http://www.learning-mind.com/top-5-puzzling-mysteries-of-the-universe/comment-page-1/#comment-22722

Imagem dos Tornados Iselle e Julio Lembram as Origens do Universo ! Mera Coincidencia?

quinta-feira, agosto 7th, 2014

xxxxxx

Hurricanes Iselle and Julio Nearing the Hawaiian Islands

Hurricanes Iselle and Julio Nearing the Hawaiian Islands

NASA



In early August 2014, not one but two hurricanes were headed for the Hawaiian Islands. Storms arriving from the east are a relative rarity, and landfalling storms are also pretty infrequent.

On Aug. 5, the Visible Infrared Imaging Radiometer Suite (VIIRS) sensor on the Suomi National Polar-orbiting Partnership (NPP) satellite captured natural-color images of both Iselle and Hurricane Julio en route to Hawaii. This image is a composite of three satellite passes over the tropical Pacific Ocean in the early afternoon. Note that Iselle’s eyewall had grown less distinct; the storm had descreased to category 2 intensity. The bright shading toward the center-left of the image is sunglint, the reflection of sunlight off the water and directly back at the satellite sensor.

Image Credit: NASA image by Jeff Schmaltz, LANCE/EOSDIS Rapid Response. Caption Credit: Mike Carlowicz.

Comentário da Matrix/DNA:

Foi bater os olhos nesta imagem e lembrar-me dos desenhos feitos na selva há 30 anos atrás quando iniciava a perceber a existência da Matrix e tentava calcular como ela teria surgido. Não é de todo um descalabro ou desvario mental comparar o que ocorre na atmosfera terrestre com o que ocorreu na atmosfera do Universo primordial, pois a atmosfera de qualquer lugar do Universo hoje é mero produto evolutivo da atmosfera primordial… claro, isto é pura lógica. Não é a tremenda complexidade de hoje resultante das diferentes combinações das partículas-informação originais que vai nos cegar para este imperativo da lógica naturalista.  O fato de fazer-mos mentalmente esta conexão no tempo e espaço tão distantes entre si é fundamental para ver no fenômeno acontecendo na atmosfera terrestre – o qual é de muita importância porque afeta nossas vidas – elementos e fôrças que aqueles que não fazem este exercício mental não estão percebendo. Por exemplo, esta nova maneira de ver os fenômenos naturais está sugerindo que a energia solar tem grande influencia na formação e direção dos tornados, e que existe a possibilidade da Humanidade atuar também influenciando nesse processo, de maneira que lhe convenha.

Como me falta tempo agora para terminar este artigo, apenas copio abaixo o comentário que postei na noticia da NASA. Mas antes, para os que nada entendem da Matrix/DNA:

Os desenhos feitos na selva na época eram baseados em varios assuntos, tais como:

1) A Física do Prêmio Nobel Hideki Yukawa quando teoricamente calculou como seria a cola nuclear que liga prótons e nêutrons no núcleo atômico. Tenho artigos aqui falando dos “balões ou bolhas-rodamoinhos de Yukawa”, pois eles são fundamentais para começar a se entender como esta matéria organizada em sistemas se manifestou e afirmou neste Universo, e sobre de onde estes bits-informação vieram;

2) A intuição de que o Universo é meramente o palco onde está ocorrendo um processo natural de reprodução genética do desconhecido sistema que havia ou ainda há antes dele. A partir desta intuição comecei a calcular como teriam os bits-informações atuados pelos mesmos processos que os genes atuam a partir do “big bang” da fecundação;

3) A transferência do sistema galáctico e/ou solar para a forma de primeira célula biológica, através de fótons vindos de estrelas como o Sol e do núcleo terrestre; etc…

Comentário postado na noticia da NASA: ( para não ser lido por inteiro porque está em sofrível inglês ( preciso de alguém fazendo as revisões), porque leva o leitor a um palavreado e linguagem que parece de outro mundo, porque expressa uma visão de mundo totalmente diferente e contraria ao que o leitor acredita e portanto, para ser apedrejado… mas tenho que ir insistindo em cumprir a minha missão).

Louis Charles Morelli – 2:07 PM – Thirsday, August 7, 2014
Why this image remembers the beginnings of the Universe, where two opposite spinning groups of microscopic quantum tornadoes made off the first material particles?!
What’s the role of sunlight at tornadoes formation and maintenance?
Suggestions from Matrix/DNA Theory are that the Sun is  a kind of station for repetition and re-transmission of the light waves produced by a pulsating Universe. And… “since that the light waves emitted by “big bangs” penetrates inertial dark mater and imprints the process of life’s cycles, they are the creator of primordial natural systems, from atoms to galaxies”. In the Cosmos universal light waves are fragmented into microscopic particles-vortexes called photons; here, at Earth’s surface, Sun’s photons makes the reverse way, creating giants vortexes. (?)

What do you think?  Will be the human control of hurricanes dependable of more knowledge about the role of Sun’s energy?

Origens da Auto-Consciência: Memes Comparados a Genes

quarta-feira, janeiro 8th, 2014

Os modelos da Matrix/DNA estão sugerindo que as sinapses entre neurônios estão formando a “mente”, ou “auto-consciência”, a qual seria uma nova evolucionaria forma do software do sistema natural universal. Se isto for correto, o processo desta formação deve ser o mesmo para todas as formas anteriores, ou seja, o genético. Existe a teoria dos “memes” que interessa a esta nossa pesquisa nesse assunto particular, e vem bem a calhar o artigo com link abaixo, justamente reforçando a nossa hipótese, ao comparar memes com genes e evolução biológica. Apenas para lembrar, a definição de “meme” é: ” Um meme, termo criado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller O Gene Egoísta, é para a memória o análogo do gene na genética, a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros).” – Devemos procurar no estudo dos memes, formular alguns que facilitem a divulgação da cultura da Matrix/DNA. 

Facebook Data Scientists Prove Memes Mutate And Adapt Like DNA

http://techcrunch.com/2014/01/08/facebook-memes/

Richard Dawkins likened memes to genes, but a new study by Facebook shows just how accurate that analogy is. Memes adapt to their surroundings in order to survive, just like organisms. 

Facebook’s findings and my own have signficant implications for marketers or anyone looking to make a message go viral. Once you know memes are naturally inclined to mutate, and that these mutations increase sharing, you can try to purposefully structure your message in a remixable way. By creating and seeding a few variants of your own, you can crystallize how the template works and encourage your audience to make their own remixes.

Meus Comentários publicado no artigo:

Louis Charles Morelli ·  Top Commenter · Queens

Natural evolution drove biological systems from molecules to hominids. Humans learned something about how evolution works at the level of biological systems. Now, personal monetary or ideological interests are trying to kill natural evolution for humans, trying to drove the evolution of humans under their purpose. The problem is: Dawkins, Darwin, and human sciences in general have touching the universal process of evolution only at its biological shape, which is a merely micro-cycle inside the universal process. At Matrix/DNA Theory the models are suggesting that human brains are producing a new shape of a universal natural system, called “consciousness” by the same genetic process, so Dawkins is almost right. But Matrix/DNA models are suggesting that the universal process has a purpose: reproduction of a natural system ex-machine. If Matrix/DNA is right, we will see human kind suffering the effects of a conflict between Nature and these memes fabricated by tech/financial artificialisms. The successful meme, without resistance, will be those in syntony with the purpose of natural evolution, Nature will strongly resists against the Admirable New World under the Big Brother, which are the unconscious purpose of these people now studying viral memes with economics interests.

Richard Boase · Follow ·  Top Commenter

Seems to miss one of the fundamental points about memes though. A conservative meme ought to be diametrically opposed to a liberal meme, and hence if the content or spin is different, and the meaning different, though the structure may be the same, it’s a different meme, because it furthers a differing evolutionary agenda…

Louis Charles Morelli ·  Top Commenter · Queens

Good point! But…accordingly to a new evolutionary theory, called Universal Matrix/DNA, there are two naturals evolutionary agendas acting over evolution of human beings. One is from our real immediate creator, this astronomical system called Milk Way. Its agenda is driving this whole biosphere as its reproduction, which is a perfect machine as closed system. Talking about the social system produced by this agenda we have the ants, the bee social models, and for humans, The Admirable New World under the Big Brother, or the Big Queen. Everybody as happy zombies, stupids as pieces of a machine described by Newtonian mechanics. The other agenda is more complex, deepest in time and space and comes from beyond the Milk Way. Its is trying to drive humans to create an opened social system, while trying to insert here the informations that develops consciousness. Generally, conservative memes are about closed systems and liberal memes about opened systems. You choose what you want: the galaxy or the Universe ( and something behind it). But, as asked by Einstein, is the Universe friendly to us? I think the Universe is too much busy with billions of life’s forms at billions of galaxies and it does not worry: if we will not follow his way, we will be discarded, like dinosaurs, lions, eagles, etc., and Nature will continuing evolution by other humble species… Besides lots of evolutionary agendas trying to get us, we still have the free will and the power of decision. We selects the memes that composes ours communications.

XXXXXXXX

Pesquisa:

1aa) Ver isto na Wired:

Sobre memes

 

Richard Dawkins on the internet’s hijacking of the word ‘meme’

http://www.wired.co.uk/news/archive/2013-06/20/richard-dawkins-memes

1a) Interessante teoria sobre memes:

Holonic structure of the meme: A structure for the unit of culture

http://storyality.wordpress.com/2013/12/12/storyality-100-the-holonic-structure-of-the-meme-the-unit-of-culture/

Holonic structure of the meme - the unit of culture

 

A meme can be an idea, process or product (or combinations thereof.) But all are still: ideas when abstracted

A meme can be an idea, process or product (or combinations thereof.) But all are still ideas when abstracted

Obs. da Matrix/DNA: O estilo usado pelo autor, gerando derivações dos termos como meme>memeplexes, ou holon>holonrchy, lembra o estilo da teoria dos gyros, que provocou enorme celeuma na comunidade acadêmica pouco tempo atrás. Nota-se então que a própria idéia de meme torna-se memerizada, produzindo variações.

The Systems Model  of Creativity – Meme (idea/process/product) selection, variation and transmission.

The Systems Model of Creativity – Meme (idea/process/product) selection, variation and transmission.

Obs da Matrix/DNA:

Tem algo inquietante neste esquema, se temos a fórmula da Matrix/DNA em mente. Está faltando elementos no esquema, e criatividade não pode emergir de um sistema fechado como esse, tem que ser um sistema aberto. Recapitulemos a fórmula da Matrix/DNA:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Aí esta a fórmula como sistema fechado. No seu aspecto de sistema aberto todas as partes se relacionam com o exterior, mas principalmente, a F 3 em maior grau, e a F4 em menor grau, se relacionam com um elemento externo que adiciona informações à peça. O principal exemplo vem do nivel astronomico da formula, quando F3, que é planeta, e F4, que é pulsar, entram na órbita de uma F6 (estrela) externa ao circuito. No caso dos átomos esta F6 externa é o elétron de outro átomo que entra na ultima camada permitindo as ligações covalentes entre átomos. No caso do sistema familiar ou dos ciclos vitais, F3 e F4 são os filhos ou jovens, enquanto F6 são os pais ou adultos. Está faltando no modelo de sistema da criatividade acima, o elemento de F6. Ou seja: indivíduos são receptores do conhecimento transmitido pela cultura social existente. Num sistema fechado, este conhecimento modela, condiciona o individuo e o conhecimento se estagna nele. Não existe evolução do conhecimento, variação, criatividade. mas a psique do individuo é um sistema aberto e de alguma maneira ela se conecta com um F6 externo, que ainda não sei o que é, nesta área psíquica. É uma luz, um elemento luminoso, que não deve fazer parte da longa cadeia de causas e efeitos da cultura tradicional. O que será?!

De qualquer maneira – seja o que for que estiver desempenhando a função 6 –  o desenho criativo, o projeto abstrato, surge na mente, após a transformação propiciada por F6. E como por enquanto estamos falando de psique, portanto do software do sistema humano, de alguma maneira, a imagem abstrata do projeto se insere no hardware, conduzindo as mãos do individuo a traduzir a imagem abstrata em produto materializado. O grande mistério é o que será F6, mas vimos aqui que seja o que for, estará relacionado ao aspecto software, e cultural, e não hardware. Se descobrir-mos o que é este elemento misteriosos, todo humano será um Tomas Alva Edison, um Tesla. ( Por curiosidade, a pergunta sobre o que seria F6 e sua conotação com estrelas me faz lembrar das orbs, mas provavelmente não tem nada a ver).

The Feature Film Domain as a System

The Feature Film Domain as a System

Matrix/DNA: Observar que neste esquema o filmmaker não está criando nada, apenas transformando conhecimento registrado num livro para uma fita magnética. Acomprovação da minha teoria acima de que este esquema não produz criatividade esta nas próprias palavras do autor: “Given his formulation of the mechanics of creativity (the Domain, Individual, Field interaction systems model), Csikszentmihalyi can be viewed as “the Charles Darwin of creativity”: his model explains its mechanism via the systems model of creativity.” . Exatamente é um sistema mecânico operado por mecanismos e não um sistema vital operado por processos do ciclo vital, como exige a produção da criatividade.

Importante frase do autor: ” All cultural artefacts, and all domains in culture – as ideas – are also memeplexes in human minds (e.g.: languages, scientific theories, religions, novels, films, songs, etc.). Please note – Ideas (memes/holons) are discrete packets of information. Just as genes – in DNA – are `packets of information’ (i.e.: DNA is a product, and also contains within it: ideas, and processes, i.e. Instructions on how to build amino acids, and instructions for building an organism/phenotype). Genes are self-copying, via DNA in biology, and memes are also self-copying – via minds – in culture. So too, any meme is also `packets of information’ – ideas – and a `whole packet of ideas’ is a holon. Ideas are holons, and are arranged in holarchies, or memeplexes (holarchies of memes/ideas).”

Outra importante frase: ” The question of ontology: Are memes real? Yes. Memes – whether ideas, processes, products – when they become ideas in a mind – are abstractions in the human mind, but nonetheless are indeed real. An idea in a brain is: the real firing of real neurones, which can be filmed.”

Importante frase:  There is no culture without biology. (Matrix/DNA: Certo. Porem seria mais correto dizer que não existe cultura sem auto-consciência, desperta. Isto lembra o modelo da Matrix/DNA que sugere: a auto-consciência (ou universal software dos sistemas naturais) dormia no átomo, sonhava nas galaxias, começou a acordar nos animais e se levantou no homem. Podemos também dizer que existe biologia sem cultura ( das moléculas orgânicas aos macacos), por isso, acho que cultura está mais relacionada com auto-consciência, Foi ela, apesar de ainda sonambula, que criou a biologia.) 

Physico chemico bio psycho socio culturo politico directed evolution

In the diagram above, Directed Evolution refers to memetic enginering: meme-gene directed co-evolution.

Obs. da Matrix/DNA: Aqui o autor se alinha com a Matrix/DNA quando esta diz que quando o homem aprendeu alguns mecanismos da evolução natural, começou a tentar suprimir a ação da evolução natural sobre o homem e substitui-la pela imposição de uma evolução artificial baseada no interesse privado. Ele chama essa pratica de “genetic engineering” ( eu a chamaria de psyche engineering), e evolução artificial de “directed evolution”.  

How Does Cultural Evolution Work?

Garstangs evolutionary spiral

Garstangs evolutionary spiral

(continuar lendo daqui)

1) Verificar este artigo que parece relacionado: 

Native advertising is the new paywall in media economics – but is it here to stay?

http://www.theguardian.com/media/media-blog/2014/jan/05/native-advertising-paywall-transparency?CMP=twt_gu

Frase no artigo: Native advertising is not a new trend for 2014. It is already hotter than a delicious burrito from Chipotle, or a summer cruise on a luxurious Royal Caribbean liner.

2) Wikipedia

( Portugues) = Um meme, termo criado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller O Gene Egoísta, é para a memória o análogo do gene na genética, a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros). No que diz respeito à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se. Os memes podem ser ideias ou partes de ideias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida como unidade autônoma. O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética.

Quando usado num contexto coloquial e não especializado, o termo meme pode significar apenas a transmissão de informação de uma mente para outra. Este uso aproxima o termo da analogia da “linguagem como vírus”, afastando-o do propósito original de Dawkins, que procurava definir os memes como replicadores de comportamentos.

A chave de todo ser humano é seu pensamento. Resistente e desafiante aos olhares, tem oculto um estandarte que obedece, que é a ideia ante a qual todos seus fatos são interpretados. O ser humano pode somente ser reformado mostrando-lhe uma ideia nova que supere a antiga e traga comandos próprios.
Ralph Waldo Emerson

(continuar a ler)

(Ingles) = A meme (/ˈmm/meem)[1] is “an idea, behavior, or style that spreads from person to person within a culture.”[2] A meme acts as a unit for carrying cultural ideas, symbols, or practices that can be transmitted from one mind to another through writing, speech, gestures, rituals, or other imitable phenomena. Supporters of the concept regard memes as cultural analogues to genes in that they self-replicate, mutate, and respond to selective pressures.[3]

The word meme is a shortening (modeled on gene) of mimeme (from Ancient Greek μίμημα Greek pronunciation: [míːmɛːma] mīmēma, “imitated thing”, from μιμεῖσθαι mimeisthai, “to imitate”, from μῖμος mimos “mime”)[4] and it was coined by the British evolutionary biologist Richard Dawkins in The Selfish Gene (1976)[1][5] as a concept for discussion of evolutionary principles in explaining the spread of ideas and cultural phenomena. Examples of memes given in the book included melodies, catch-phrases, fashion, and the technology of building arches.[6]

Proponents theorize that memes may evolve by natural selection in a manner analogous to that of biological evolution. Memes do this through the processes of variationmutationcompetition, and inheritance, each of which influence a meme’s reproductive success. Memes spread through the behavior that they generate in their hosts. Memes that propagate less prolifically may become extinct, while others may survive, spread, and (for better or for worse) mutate. Memes that replicate most effectively enjoy more success, and some may replicate effectively even when they prove to be detrimental to the welfare of their hosts.[7]

A field of study called memetics[8] arose in the 1990s to explore the concepts and transmission of memes in terms of an evolutionary model. Criticism from a variety of fronts has challenged the notion that academic study can examine memesempirically. However, developments in neuroimaging may make empirical study possible.[9] Some commentators in the social sciences question the idea that one can meaningfully categorize culture in terms of discrete units, and are especially critical of the biological nature of the theory’s underpinnings[10] Others, including Dawkins himself, have argued that this usage of the term is the result of a misunderstanding of the original proposal (continuar a ler)

 

 

Decifrando a Evolução Sexual das Plantas pela Fórmula da Matrix/DNA – Veja Debate

domingo, janeiro 5th, 2014

amber fossil

Researchers have stumbled across a 100-million-year old piece of amber, perfectly preserving example of flowering plant life from the Cretaceous Period. It may be the oldest evidence of sexual reproduction in a flowering plant. (Photo : Oregon State University)

Researchers Find Ancient Flowers Amber-Fossilized ‘In The Middle Of Sexual Reproduction’

Jan 05, 2014 01:08 PM EST

http://www.designntrend.com/articles/10017/20140105/researchers-find-ancient-flowers-amber-fossilized-middle-sexual-reproduction.htm

Scientific Paper publicado em:

Journal of the Botanical Institute of Texas – (

MICROPETASOS, A NEW GENUS OF ANGIOSPERMS FROM MID-CRETACEOUS BURMESE AMBER

http://brit.org/webfm_send/455

XXXXXXXX

Comentário postado no artigo pela Matrix/DNA ( The DesignTrend)

TheMatrixDNA  – • 2 days ago

It is wonderful how the creature keeps the face of its creator, no matter that the reproductive process takes million years and occurs in a strange new world. Every shape end elements of this plant remember the shape and elements of a galactic building block, with picture and descriptions at my website.  For beginning, the shape of the flower ( and every tree) is the shape of the galaxy, every element of the flowers mimics the shape and functionality of astronomical bodies like pulsars, black holes, quasars, stars, composing a functional half-mechanical/half biological system in the sky, yet unknown by most of human kind. For understanding it, for knowing that there was no origins of life here, no abiogenesis, but yes, astronomical embryogenesis, you need know the Matrix/DNA formula. If these hard working researches learn about the formula, they will get a big evolutionary jump for our knowledge.

11b  – • 2 days ago

“As dinosaurs where still very much the dominant form of life…” Can we all learn to proof read before posting articles online?

 

TheMatrixDNA  to 11b –  2 days ago

The problem is: “if dinosaurs where still very much dominant form of life, why natural selection did not selected them for continuing evolution, making dinosaurs the ancestors of mammals? There were mammals at that time, they came not from dinosaurs, but from smaller reptiles, like the cyanodont. Isn’t the stronger, the most adapted, choosed by natural selection? There are alternative theories, explaining well what the neo-Darwinian theory can not explain, like the Matrix/DNA models. There are hidden but real natural systems acting over biological evolution here, obeying the rules of the hierarchy of systems. This hidden system is the creator of biological systems, because biological systems are merely a continuing evolutionary step from it. This hidden system is the yet unknown building blocks of atomic, astronomical systems, and its anatomy is shown at my website. This astronomical building blocks are encrypted into lateral base-pair of nucleotides, the building blocks of DNA. And as our ancestor, the astronomical system already had the entire apparatus for both, putting eggs out – like reptiles – and keeping eggs in, like mammals. So, the dinosaurs where discarded by evolution just because they got to be to much “strong and smarter”, accommodating at a provisory way of life and stopping its own evolution, while the cynodont, struggling for survival, still was an opened system for evolution working, reproducing what was already existent billion years ago…. in the sky.

John H  to TheMatrixDNA – 9 hours ago

“Isn’t the stronger, the most adapted, choosed by natural selection?”..
Nope…it is the one that will best REPLICATE, that has nothing to do with size, ability, pretty/ugly, simply better at replicating…

Need to go back to class, dude, you missed a bunch of lessons.

TheMatrixDNA  John H –  38 minutes ago

So… the stronger, the most adapted is not the best at replicating, accordingly to you. And rats are the best replicators… I am not seeing natural selection choosing them…No, dude, the school does not have answer to questions that you should have in thinking a little bit… What about the Dawkins’ school? The supreme goal of genes is to get replicated… Genes, merely a bunch of atoms, has no goals… and no purpose in any action…

Postado em outro artigo:

TheMatrixDNA

You have a good point. But, there is the possibility that this is a real scientific fact, the timeline is correct, still was produced by previous design. A question for you: “Why and how the first initial cell was shared into plant cells and animal cells?” There is theoretical models explaining it and accordingly to all possibilities. The model shows the design of an astronomical building block of galaxies. Take out the star from this model and you will see the image of a working animal cell; put in the star again and you will see the image of a working plant cell. The functions of stars are mimicked by the chroplasts
John H to TheMatrixDNA 

The STRONGER may NOT be the best at adapting…when conditions change…dinosaurs are no more…there is no argument they were the biggest and strongest…but mammals won out..Evolution has no goals, it is not to be stronger, prettier whatever, it is simply which is better at replicating…Why would you think differently..?

Avatar
TheMatrixDNA   to  John H 

If they were the biggest and the strongest, the dominants of the land, why not they were the best replicators? I don’t understand what do you think about best replicators. Are you thinking about quantity or quality? If quality, what kind of quality? The one adapted for the environment just here and now or the one better equipped for the next environment that is coming with planetary climate change?

If nature has no goals, why not it obey the natural long chain of causes and effects, where the stron
gest natural forces are dominant when producing new results? Because… the strongest forces are with the stronger and better adapted species.

At Matrix/DNA Theory we have a different theoretical model than that you know about the astronomical system that is the real creator of biological system at this planet. And we can see at that model, that the whole equipment for composing a mammal is merely reproduction of an equipment already existing at that astronomical system. So, the emergence of mammals here was long determined in the stars. So, evolution here was obeying a process of reproduction. It means that evolution here had a goal. But… maybe my astronomical model is wrong,… so, I am not sure about “best replicators” as you are.

ricky spankler 

so does that mean the organism reached a state of “evolutionary perfection” 100 million years ago and have thus remained unchanged all this time ? what determines this, ie; what factor or factors determine this ? does this imply some type of design or blueprint ?or perhaps that the timeline and story that the article puts forth is theory posing and posted as scientific fact?

TheMatrixDNA  to ricky spankler 

It could be a product of previous design, maybe it is. The real creator of biological systems at Earth surface is this planet, inside this stellar system, inside this galaxy. The phenomena present and described here at this plant is an exactly reproduction of a phenomena that composes galaxies. So, this plant has not invented all this machinery, since it was existent billions years ago, before life’s origins, and at its ancestor. Genetic previous design flowing naturally in cosmological evolution.But, as you said, everything here, besides the real fact, is theories. There are two theoretical models of astronomical systems. One, called “Matrix/DNA Theory” and the other, the currently academic theory, which does not shows this mechanism.

XXXXXXXX

Pesquisa: ( a continuar)

Os princípios do fenômeno sexual no nível da química cerebral, explicados pela Matrix/DNA

quinta-feira, dezembro 5th, 2013
Macho & Femea no Nivel Químico

Macho & Femea no Nivel Químico

Esta formula acima penso ser a união entre dopamina e serotonina, hormônios que nos dão a sensação de prazer e felicidade. Mas por trás dessa formula existem segredos são profundos que nossa vã filosofia jamais poderia ter imaginado, apenas descoberto agora quando temos conhecimento da formula da Matrix/DNA. Esse negocio de homem, mulher, e fenômeno sexual não foi inventado aqui na Terra por essa sua matéria simples e não-inteligente, pois suas origens remontam a princípios e mecanismos naturais que surgiram a 13,7 bilhões de anos atras, junto com as origens deste Universo perceptível aos nossos simples cinco sentidos. Quando descobri a formula da Matrix/DNA que a Natureza na sua grandeza universal tem aplicado para transformar a matéria inerte em sistemas naturais e imprimir a dinâmica do ciclo vital que anima e da “Vida” a matéria, passei a tentar entender a Evolução desde as origens do Universo e fui encontrar que o primeiro ato sexual no Universo aconteceu logo apos o Big Bang, quando dois vórtices quânticos, um girando para a direita e o outro girando para a esquerda, se juntaram num só, formando a primeira partícula material (um quark) e produziram um novo filhote, a sua imagem e semelhança. Ora, analisando este evento e seu processo percebemos que isso acontece hoje, aqui e agora entre nos. É o mesmo evento quando se unem um homem e uma mulher produzindo um baby. Então a conclusão é obvia: a primeira forma dos sexos foi a direção de rotação dos vórtices e sua primeira união foi um evento primitivo que mais tarde, nos seres vivos, evoluiu para o fenômeno sexual.

As origens deste fenômeno a que denominamos “orgasmo” tem uma importância e um significado tao profundo que nos parece estar-mos tocando nos segredos mais íntimos da Criação e de Deus, quando o desvendamos. No principio, era o caos, logo apos o Big Bang, porque os vórtices quânticos (que foram as primeiras formas dos genes de hoje) surgiam e desapareciam imediatamente sem conseguirem se firmarem e assim dar inicio a este Universo material. desenhavam trajetórias no espaço como estrelas cadentes e se entrechocavam, gerando um estado de caos e aquecendo o espaço onde hoje esta o Universo. Mas com a expansão o espaço se esfriou, a velocidade das trajetórias foi caindo ate o ponto em que um vórtice a esquerda se juntou lado a lado com um vórtice girando a direita e se uniram. Este foi realmente o primeiro momento da matéria, do Universo a nos perceptível, pois juntos os dois conseguiram se fixarem e terem existência confirmada. Este momento representou a vida, a salvação dos genes primitivos, portanto, o equilíbrio de energia termo-dinâmico que conseguiram lhes deram grande sensação de vitoria e estabilidade. Foi um momento de celebração, de comemoração, e ate hoje esta celebração ecoa pelo Universo toda vez que um macho e uma fêmea são enlevados pelo amos e consagram-no com vitoria. Isto é “orgasmo”. Parece mais a celebração não de simples indivíduos, mas da especie humana inteira, pois assim ela se afirma e se perpetua. Claro, trata-se da minha teoria, extraída da formula e da Historia Universal sugerida quando leio e interpreto os mapas e modelos da teoria que denominei “Matrix/DNA”. Pode ser que esteja errada, mas a meu ver ela faz enorme sentido, todo o sentido do mundo que satisfaz a minha exigência de racionalidade.

Ja detectei e expliquei este processo “sexual” em outros artigos, passando evolutivamente no nível dos sistemas astronômicos, nas interações entre astros nas galaxias primordiais, mas para chegar aos seres vivos, essa evolução teve que passar antes pelo nível da química, quando os sistemas dito ( erroneamente) “inanimados”, eram transformados na abiogênese para sistemas biológicos, ditos “animados”. Então onde estavam na era da química na Terra aqueles processos sexuais que vieram do Big Bang? Ja o encontrei no “acasalamento” entre dois nucleotídeos formando o DNA e em vários outros eventos na química orgânica e inorgânica, e hoje, ao bater o olho nesta curiosa tatuagem, encontrei-o também na química interna do cérebro. Essa tatuagem foi postada no Facebook com este link e suscita a questão do porque ela esta por trás das sensações de prazer e bem-estar que sentimos. mas estou aqui registrando isso porque assim que tiver tempo vou pesquisar todos os detalhes dessa formula, sei que aprenderei coisa nova através dela, tendo a formula da Matrix/DNA como luz iluminadora. E a seguir o post que deixei nos comentários:

This is a female&male marriage at chemical level, the primitive ancestors of humans. The group at the top (with NH) is the female and the bottom group (with HO) is the male. The female code contains 100% of informations (50% female and 50% male), then, the two rings, but the female ring is dominant. This situation is transmitted to X chromosome. The male code contains as dominant only 50% of the code, them, the Y chromosome. If you see the Matrix/DNA formula for natural systems, you will understand it.

Tabela Periódica: Os Atomos Foram Criados Pelas Estrelas Sob as Leis do Ciclo Vital – Uma Descoberta na Selva Amazonica!

terça-feira, junho 4th, 2013

Tabela Periódica dos Elementos Químicos

Tabela periódica dos elementos químicos

O mesmo mecanismo que fêz seu corpo mudar da forma de bebê para criança e depois para adulto fêz também o átomo mudar da forma de magnésio para a forma do alumínio e depois para silício… O mecanismo chama-se Ciclo Vital. Se você não ver isso na Tabela Periódica dos Elementos Químicos você nunca vai compreender os maravilhosos mistérios ocultos nela. E se você realmente ama seus descendentes e as nossas próximas gerações, quer deixar para eles uma vida mais digna e melhor que a que tivemos, você procurara uma maneira de fazer o que não posso fazer, tentar tornar isso conhecido por todos que lidam com Ciências e Tecnologia, porque a tecnologia de hoje esta fugindo dos objetivos humanos porque a tecnologia se tornou fria porque ela apenas tem detectado mecanismos e processos nos níveis estáticos sem vida da Natureza, e esta exuberância de Vida que descubro agora por trás da Tabela Periódica tendera a retornar a Ciência para o controle humano e assim produzir uma tecnologia viva realmente adaptada para a melhoria da vida humana.

Mas o que é Ciclo Vital e como ele apareceu no Universo? Ciclo Vital é o fenômeno que um corpo material apresenta ao transformar-se em novas formas por si próprio, obedecendo sempre a sequencia do nascimento, crescimento, maturação, degeneração e morte. Os ciclos Vitais são os produtos manifestados materialmente pela ação das ondas de LUZ naturais que foram ou continuam sendo emitidas pelo evento do Big Bang e subjazem toda a matéria do Universo como um infinito oceano movente com marés  que vão e vem. As ondas de LUZ se ampliam no espaço/tempo transformando suas intensidades de vibrações, apresentando sete principais diferentes tipos de vibrações, e ao penetrarem a matéria ou suportarem-na, transmitem estas vibrações a matéria fazendo-as se transformarem nas formas dos ciclos vitais. E todos os produtos, os efeitos, destes corpos materiais, como consequência de estarem sob as regras dos ciclos vitais, os quais estão sob as regras das ondas de luz, apresentam finalmente a mesma vibração que o corpo tinha quando os produziu, e esta especifica vibração é que lhes dão as suas especificas formas e funções neste mundo. Uma criança tem forma e comportamentos diferentes de um adulto, porque são diferentes períodos do ciclo vital, diferentes intensidades de energia e suas vibrações. E por isso também um átomo de carbono tem diferente estrutura e funções das que tem um átomo de oxigênio, eles foram criados em tempos diferentes das vidas das estrelas. Eu juro que vou provar esta teoria mesmo que seja duzentos anos depois de morto, pelas mãos de algum estudante mais dedicado e curioso que estará rebuscando na Internet todas as publicações relacionadas aos elementos químicos, porque não vejo outra alternativa mais logica que essa para explicar porque a Natureza fez as coisas como estão ai a nossa frente hoje.

Esta foi uma importante descoberta  Mas como e porque a formação dos átomos, que não parecem sistemas vivos, foi dirigida pelo ciclo vital?!

Todo mundo se lembra daquela tabela da qual tanto o professor falou e explicou. Mas até ontem ninguém havia percebido um detalhe fundamental que estava oculto naquela tabela como uma mensagem da Natureza querendo se fazer conhecer para que a Humanidade aprenda o que ela é, aprendendo assim  como viver em sintonia com ela, como acompanha-la em seu ritmo de Evolução  e viver com sabedoria.

Em 1869, um químico russo, Dimitri Mendeleiev, um cara que parecia ter uma antena na cabeça sempre ligada a captar os sinais do mundo, descobriu  que existe um padrão de propriedades dos átomos ( por isso eu, na selva amazônica, botei uma antena de TV na cabeça e saí andando pela selva para ver se captava alguns dêsses sinais e assim descobri o fantasma-software da Matriz/DNA). Para explicar o que Mendeleiev descobriu vamos tentar uma analogia:

Imagine que extraterrestres de um planeta distante consigam ver vultos  na Terra (os quais seriam nós, os humanos), sem enxerga-los muito bem. Assim ficam sabendo que existem tais vultos, da mesma maneira que sabemos existirem os átomos na matéria sem poder vê-los. Tentando entender como são e o que são tais vultos os ets. observam nossos movimentos, calculam com aparelhos de raio-X  nossos pêsos, volume, etc., como o turco da loja tenta enxergar quanto dinheiro você tem no bolso.  Nessa altura sabem que existem vultos com comportamentos específicos diferentes dos demais (chineses andam de bicicleta enquanto índios do Amazonas andam de Cadillac… oh… quer dizer, europeus se movem em automóveis, e o Louis Morelli na selva querendo ser rápido e o primeiro a descobrir as coisas anda nas costas de sua velha amiga tartaruga, a Anastácia, etc.). Japoneses brigam praticando judô, Americanos brigam praticando boxe, baianos brigam com acapoeira e Louis na selva briga com onças dando mordidas no rabo delas. Cada um se sai como pode, cada qual tem um comportamento diferente. Mas como os ets. não conseguem ver mais que vultos, não descobriram ainda que alguns humanos são brancos, outros prêtos, outros amarelos. Pior ainda quando chegarem na Arábia com aquelas mulheres de véu e roupas tampando tudo… Serão brancas? Amarelas? Côr de rosa? Até no outro dia aconteceu um caso engraçado. Os ets. conseguiram emitir uma radiação que cria pequemos tornados aqui e com isso um rodamoinho levantou a saia de uma muçulmana uns dez centímetros e viram algo azul (eram  os sapatos), pensaram que ela tôda fôsse azul e  assim catalogaram a espécie dos azuís. O relatório deles está todo errado, mas vamos lá…

Assim estavam os químicos na época de Mendeleiev em relação aos átomos. As medidas de pêso, volume, já tinham dado algo como a chamada massa atômica, e assim foram separando átomos iguais, dizendo: “Êsse átomo tem massa atômica 1,vai se chamar Hidrogênio, êste outro tem massa 7, vai se chamar spaghetti, ou melhor, Lítio… e por aí afora catalogaram os cêrca de 60 tipos de átomos diferentes conhecidos na época.

MasMendeleiev era curioso demais, sua antena estava sempre vibrando, êle queria ser o primeiro a descobrir mais segrêdos dos átomos. Êle agia como um et. mais curioso chamado Tipomov que lá do seu planeta tentava produzir um vento que destelhasse uma casa e êle pudesse ver como os vultos se comportam dentro das casas ( Hoje êle já conseguiu isso e agora está tentando remover cobertores de camas para ver como humanos se comportam debaixo de “las cubiertas, quando o cara diz assim: que bonito ojos tienes… cuidado!)

Mas os químicos humanos também são assim, tentando penetrar nas cavernas atômicas para ver como as partículas se comportam.

Foi então que Mendeleiev descobriu uma coisa interessantíssima, muito curiosa mesmo. É como se os ets. – observando o comportamento das trocas economicas entre dois americanos – decidissem chamar êsse comportamento de “capitalista”; observando dois chineses viram que tinham outra maneira de fazer suas trocas e chamaram a isso de “comunistas”. Os árabes produziam um tipo de vibração mental se ajoelhando, abanando os braços, enquanto dois brasileiros produziam a mesma vibração em pé e fazendo sinais da cruz com as mãos. Chamaram os dois primeiros de muçulmanos e os outros dois de católicos ( a coincidência de porem nomes iguais aos que pusemos é explicada racionalmente porque muçulmanos tem cara de muçulmanos, ora essa!). Assim, sem poderem adivinhar o que iam descobrir mais tarde, estavam a caminho de descobrir que os vultos na Terra se dividem em mais ou menos sete ou oito raças diferentes, desde esquimós a botucudos africanos.

Mas aí, quando pegaram mais grupos para estudar, foram notando que os novos grupos repetiam a mesma característica de algums dos grupos já observados. Sempre quando apontavam o telescópio para o sul do planeta viam argentinos comendo tortillas, apontando para leste viam vietnamitas comendo grilo assado e formigas no espêto. Ora isso os fêz perceber que as diferenças eram como um ciclo localizado, estavam quase descobrindo a divisão entre continentes, nações e até mesmo entre raças.

Pois Mendeleiev tentava fazer uma tabela com os elementos químicos para facilitar a vida dos pesquisadores e têve a idéia óbvia de por os átomos em filas horizontais começando pelos de menor massa atômica e seguir assim, suscessivamente. Mas numa bela madrugada, lutando com sua tabela, êle notou que o lítio, de massa 7,  tinha as mesmas propriedades que o sódio, de massa 23.  E depois os dois – lítio e sódio – tinham as mesmas propriedades, os mesmos comportamentos, como o ponto de ebulição (quer dizer, quanta pinga um átomo toma para ficar bebado com a mente voando nas nuvens ), o ponto de fusão ( quer dizer, qual o comprimento da mini-saia que uma átomo feminina  usa para conseguir se fundir com um átomo masculino), que o átomo de potássio, K 39!  Assim êle estava como os ets., perto de descobrir que a Humanidade é dividida em raças de amarelos, prêtos, brancos, e os azuís com roupas tampando tudo.

Mas a seguir Mendeleiev parece que se engasgou, caiu da cadeira a tossir e acordou seu cão, Petrobovisky, que acorreu a vir acudir o dono. Mendeleiev disse para Petrobovisky não se preocupar, êle não estava engasgado, acontece que êle acabara de fazer uma nova grande descoberta científica! É o seguinte:

Êle notou que entre o Lítio, n.7, e o Sódio, n.23, haviam apenas sete outros elementos na linha horizontal. Tinha o berilio, n.9, o boro, n.11, depois vinha aquêle gordinho sorridente e sociável que fazia amizade com todo mundo e por isso ajuntou átomos para criar a Vida, que é o Carbono, n.12. E depois o nitrogênio, n. 16, e por fim, o flúor, n.19.  Quando chegava no flúor, o próximo numero, 23, do sódio, não tinha propriedades iguais a nenhum dos seis anteriores. Até aí tudo bem, êle já sabia que os elementos tem propriedades diferentes uns dos outros. Mas quando chegou no sódio…

O sódio tinha as mesmas propriedades do lítio. Tudo igual! Mas não era o mesmo átomo, pois êste tinha massa atômica n.7, e o sódio, 23. Como pode?!

Mas a surprêsa não parou aí. Quando êle foi por o próximo número na tabela, que era o magnésio, 24, notou que êste tinha as mesmíssimas propriedades do… de quem? Do berilio, aquêle safado (na minha escola tinha um tal de Berilo que cantou minha namorada!). Mas justamente o berilio era o segundo da fila. Mendeleiev correu a pegar o próximo, que era o Alumínio, n. 27, e deu uma espiada em suas propriedades. Aí quando viu o que viu, Mendeleiev não aguentou mais e deu uma mordida no rabo de Petrobovisky,como sempre fazia quando descobria uma grande descoberta. O alumínio tinha as mesmíssimas propriedades do… boro, justamente o seguinte do berilio. E assim foi acontecendo com os novos que ía pondo na tabela: silício, fósforo, enxôfre… todos repetiam propriedades dos outros na mesma sequência…

Era como se os ets., que já tinham observado que um vulto localizado na região que chamamos Alemanha anda de automóvel igual a outro vulto na região da Inglaterra tambem anda de automóvel e ia pondo alemães e ingleses no mesmo caminhão, enquanto em outro caminhão ía pondo chineses de bicicleta com coreanos de bicicleta e assim… iam cada vez chegando na descoberta que num caminhão tem a raça dos brancos de olhos verdes, no outro tem os amarelos de olhos apertados, etc.

A grande descoberta de Mendeleiev foi a de que entre os átomos existe um padrão: as propriedades químicas dos átomos, ou elementos quimicos, se repetem… periódicamente. A cada seis diferentes numeros atômicos, termina as diferenças entre eles e os próximos repetem tudo dos anteriores. Está entendendo agora de onde vem o nome “Tabela Periódica”? É como os dias da semana, você sabe que depois da segunda-feira vem a terça-feira porque vai repetir a sequência da semana passada… ( isso por enquanto, pois do jeito que o planeta está ficando maluco, doidão, ninguem sabe se êle não vai começar a trocar as bolas, pondo a sexta-feira depois do domingo… o que seria muito bom pois aí já chegaria o s’sabado e assim trabalhariamos só um dia por semana… iac!).

Mas a química parou aí, desde 1869 até hoje, parece que não surgiu nenhum outro Mendeleiev com antena e um cão chamado Petrobovisky para continuar a ter o rabo mordido tôda vez que nôvo segrêdo é desvelado. Pois essa descoberta nos leva a uma outra grande pergunta:

– “Porque a Natureza criou os átomos desta maneira, nesta sequência periódica?!”

Foi preciso nascer um fã do Mendeleiev na selva amazônica, tão deslumbrado com o gênio do cara que tentou imitá-lo pondo uma antena de TV na cabeça,  e como não tem cachorro na selva, adotou a tartaruga Anastácia. Mas Louis é um Mendeleiev frustrado por que nunca conseguiu dar uma mordida no seu bicho de estimação como fazia Mendeleiev; quando êle vai morder o que está fora da casca de Anastácia, que é a sua cabeça… ela recolhe a cabeça para dentro!

A verdade é que Louis se fêz essa grande pergunta e saiu antena vibrando mata afora procurando a resposta. Êle andou prá burro, não achou nada e quando voltou para a cabana, a resposta estava em cima da sua mesa. Era o mapa como desenho da Matriz/DNA, no seu aspecto de sistema fechado em si mesmo.

Enquanto andava na selva Louis pensava: ” Se o átomo de numero 23 era igual ao de número sete, porque Mendeleiev não pôs o mesmo nome nos dois, assim como nós fazemos quando o dia 7 passado foi chamado de segunda-feira e hoje, dia 15, tambem tem o mesmo nome de segunda-feira? Afinal, a diferença entre duas segundas-feira ( ou é duas “segunda-feiras, ou ainda, segundas-feiras?) está apenas no numero do dia no mês, assim como a diferença entre lítio e sódio deveria estar apenas no numero da massa na tabela. Êpa!… Êpa! Espera aí… – disse Louis para a árvore mais próxima – acho que estou tendo mais uma daquelas sagradas intuições que sempre acabam com uma nova descoberta e comigo tentando morder a Anastácia… A antena vibrou mais forte.

– ” Os dias da semana se repetem periódicamente devido a um ciclo repetitivo mecânico de um astro girando em torno de outro ou sôbre si mesmo. A cada sete dias a coisa se repete como numa máquina a engrenagem repete a mesma operação anterior no eterno vai-e-vem.  Por isso, a posição do astro no primeiro giro depois de sete periodos de 24 horas vai ser exatamente igual à posição do astro no giro anterior. No ciclo periódico mecânico não existe diferenciação de comportamentos em cada ponto da esteira em movimento. Quando então é que existe a mesma repetição periódica, porem, onde em cada ponto do avançar do tempo é mudado as propriedades de um corpo rolando ao sabor da História?  Quando o corpo está sob as leis de um ciclo vital! A Natureza que criou os átomos é Vida, e não uma máquina! O filho repete todos os diferentes comportamentos do pai, quando fôr bebê, criança ou adulto! Repetição Periódica!  Acabei de fazer mais uma grande descoberta! Cadê a Anastácia?…”

Todos os sistemas naturais são feitos com um unico corpo sujeito a um ciclo vital que o faz mudar de forma, e portanto de comportamentos, em seis a sete momentos principais de sua existência. Bebês se tornam crianças, estas se tornam adolescentes, êstes se tornam adultos, que se comportam muito diferente dos bebês.

Os primeiros átomos, os mais leves, gasosos, foram criados nas nebulosas de partículas que constituiam êste Universo a 13 bilhões de anos atrás. Êstes atomos foram agrupados pelo resfriamento do Universo e formaram particulas sólidas, destas formaram astros como as estrêlas. Nestas ocorrem um mundo de reações criativas e assim foram sendo criados os outros átomos mais pesados. Mas acontece que estrêlas são a forma luminosa de adultos maduros do Cosmos, penduradas nos ramos das galáxias como as laranjas amarelas são as frutas maduras penduradas nos galhos das árvores que imitam a mesma forma das galáxias porque as arvores são filhas das galáxias, e as estrêlas vieram da forma dos pulsares que são os adultos-jovens do Cosmos como as laranjas maduras vieram das laranjas verdes. Por seu lado os pulsares vieram da forma dos planetas, que são os adolescentes do Cosmos. Ora quando uma estrêla começa suas reações nucleares criadoras de novos átomos, elas começam de dentro para fora, a partir do nucleo central, onde estão as informações dela quando era uma lua-baby, depois parte para a a camada aureolar seguinte, onde estão as informações dela quando era planeta, mas aqui cria um novo grupo de átomos, com propriedades diferentes dos anteriores. Sacou? Por favor, não vá agora sair no quintal buscando seu cachorro para lhe dar uma mordida no rabo, após esta grande descoberta!

Cada nova descoberta sôbre o átomo nos levou a produzir novas  tecnologias. Algumas não muito boas, como a bomba atômica. Agora deixemos mais essa para os quimicos descobrirem como o conhecimento de que átomos são criados obedecendo a sucessão cronológica de um ciclo vital, pode ser utilizado na prática. Eu estou muito esperançoso que vai ser algo realmente bom para nós porque estamos descobrindo vida onde nem sequer imaginávamos existir e tôda tecnologia que emprega as propriedades da vida é mais adequada à nossa natureza humana.

No próximo artigo, nos encontraremos aqui com mais as novas espetaculares descobertas que estamos fazendo a cada dia graças à fórmula da Matriz/DNA. Solón…good-bye…abraços…