Posts Tagged ‘planeta’

Os turbilhoes na superfície de Júpiter: Previsão correta e mais uma evidencia para a Matrix/DNA Theory

domingo, setembro 2nd, 2018

xxxxx

Intricate swirls in Jupiter's volatile northern hemisphere are captured in this image from NASA's Juno spacecraft. Bursts of scattered bright-white 'pop-up' clouds appear with some visibly casting shadows on the neighboring cloud layers beneath them.

Aqui estamos realmente assistindo a formação de um pulsar e posteriormente, de uma supernova… segundo meus modelos teóricos compondo a Matrix/DNA Theory. De dentro para fora cresce um germe de estrela, comendo o que resta de nutrientes nas camadas externas através das reações nucleares e a pressão gerada produz gigantescos vulcões com estes turbilhoes na superfície. Quanto mais os nutrientes pesados são processados, maior e mais leve Júpiter fica, e esta leveza o livra da força magnética do núcleo solar ate que ele um dia saia do sistema e vá brilhar como mais uma estrela. Os acadêmicos se riem e acham estranho que eu use metáforas do mundo vivo para descrever fenômenos astronômicos porque eles são misticos duvidando que a Vida foi criada por e dentro de sistemas astronômicos que seriam – segundo eles – não-vivos e por isso precisam de assombrações como o Acaso Magico para explicar origens espontâneas de astros e da vida, o que e’ um absurdo. O tempo com mais informações, sera o juiz de quem esta certo ou errado.

 

Porque no Planeta Terra tem água, Vida e nos outros deste Sistema, não?

sexta-feira, agosto 3rd, 2018

xxxx

??

Video mostrando as maravilhas deste planeta:

https://www.facebook.com/earthescapevids/videos/349180758946573/?t=2

Não da’ para aceitar isso sem mais nem menos. Quando vejo as fotos do Hubble das superfícies de todos os outros planetas, desoladas, estereis, violentas, vazias, e a seguir vejo esta incrível complexidade na superfície deste planeta, tenho que perguntar: “O que aconteceu de tao diferente neste planeta? Qualquer que seja a resposta logo vem a seguinte pergunta: “E porque não nos outros?” E ai vem a Teoria da Matrix/DNA explicar: ” Primeiro, entenda que o Sol tem um campo magnético que começa no seu núcleo e se estende por todo o sistema. Segundo entenda que este campo emite ondas concêntricas. Terceiro, olhe no espectro eletromagnético, veras sete faixas de frequência, sendo a faixa justo no meio, a quarta faixa, o ponto de maior equilíbrio da onda. Justo onde esta a orbita da Terra. No ponto de equilíbrio não dominam nem os estados solido nem o gasoso da matéria, mas sim o estado do meio, o liquido, por isso, a água. Quarto,… entenda que a Vida e’ formada em superfícies onde se encontram os 50% de informações que estão no núcleo do planeta e vem ‘a superfície por vulcões, gases oceânicos, etc., mais 50% das informações sobre estrelas que vem gravadas nos fótons da luz solar, e que vem em condições ótimas de serem expressadas, o que acontece na quarta faixa vibracional. Assim, idade adequada, posição adequada e ótimo casamento de informações só pode irromper numa exuberância de vida… Nenhum outro planeta neste sistema reúne estas condições. Mas em muitos outros sistemas tem planetas iguais. Sera’ mesmo?

Aranhas voam e interagem com campos elétricos através de pêlos sensoriais (ancestral da glândula pineal humana?)

sexta-feira, julho 6th, 2018

xxxx

Tres detalhes de interesse para a Matrix/DNA aqui:

  1. Existe um circuito eletrico imperceptivel pemos sensores humanos na atmosfera terrestre – entre a Terra e a inosfera, a parte da atmosfera superior do planeta que é ionizada pela radiação solar. Sera este um indicio de que a formula sistemica da Matrix/DNA existe na versao eletrica neste planeta? Entao onde estao as outras seis funcoes, ou circuitos? Ou existe apenas um circuito, esferico, eletrico, e nele estao penduradas as sete funcoes? E porque ocorrem “tempestades” nos fluxos destes circuitos?
  2. Aranhas têm pelos sensoriais chamados de tricobótrios, que se movem em resposta a campos elétricosOs cientistas acreditam que são eles que permitem que as aranhas detectem o GPA (gradiente de potencial eletrico atmosferico). Seria os pelos tricobotrios uma variacao primordial da antena dos insectos que se atrofiou como glandula pineal nos humanos e que captariam a dimensao dos campos eletrico/magnetico? (pesquisar ” tricobotrios “)
  3. … mais uma evidencia de que, mesmo com todo nosso moderno potencial cientifico, ainda nao captamos os fenomenos relacionados `as outras seis faixas da onda de luz matricial.

Descoberta incrível: aranhas usam campos elétricos para voar

https://www.youtube.com/watch?time_continue=92&v=JrS0igctMi0

Visto inicialmente no artigo da HypeScience:

https://hypescience.com/descoberta-incrivel-aranhas-usam-campos-eletricos-para-voar/?utm_source=onesignal&utm_medium=push_onesignal&utm_campaign=newpost_onesignal

 

xxxx

Analise do artigo na HypeScience:

” campos elétricos podem não apenas desencadear o balonismo, como também fornecer sustentação para as aranhas no ar, mesmo sem a menor brisa. Esses artrópodes sem asas já foram encontrados a 4 quilômetros de altura no céu, se dispersando centenas de quilômetros” As aranhas viajam tantos quilômetros através do gradiente de potencial elétrico atmosférico (GPA), um circuito elétrico entre a Terra e a ionosfera, a parte da atmosfera superior do planeta que é ionizada pela radiação solar.

As tempestades agem como uma bateria gigante para o GPA, carregando e mantendo tais campos elétricos na atmosfera.

Aranhas têm pelos sensoriais chamados de tricobótrios, que se movem em resposta a campos elétricos. Os cientistas acreditam que são eles que permitem que as aranhas detectem o GPA.

xxxx

E um paper (pdf) sobre este assunto:

https://arxiv.org/pdf/1309.4731v1.pdf

Ballooning Spiders: The Case for Electrostatic Flight

Peter W. Gorham Dept. of Physics and Astronomy, Univ. of Hawaii, Manoa, HI 96822.

We consider general aspects of the physics underlying the flight of Gossamer spiders, also known as ballooning spiders. We show that existing observations and the physics of spider silk in the presence of the Earth’s static atmospheric electric field indicate a potentially important role for electrostatic forces in the flight of Gossamer spiders. A compelling example is analyzed in detail, motivated by the observed “unaccountable rapidity” in the launching of such spiders from H.M.S. Beagle, recorded by Charles Darwin during his famous voyage.

 

Ciência Humana: As bizarrices estão no mundo natural, não nas nossas teorias… Mas qual a função da teoria senão retratar o mundo real?!

sexta-feira, julho 6th, 2018

xxxx

Todos, mas todos mesmos, fenômenos constatados no espaço sideral que não batem com o modelo da teoria astronômica acadêmica, são chamados de ‘estranhos”, “bizarros” e para explicar todos sempre recorrem a um evento nunca provado: colisões cataclísmicas. Ora, a logica do mundo e’ ditada pela Natureza Universal e não pela mente humana. Se existe um fenômeno natural que a mente humana diz ser bizarro, a bizarrice, o erro, esta na mente humana e não na logica natural. Ou vamos mudar toda a Natureza Universal para satisfazer e se adaptar `a mente humana?

 

https://hypescience.com/colisao-bizarrices-urano/

Colisão há bilhões de anos pode explicar bizarrices de Urano

E meu comentário enviado ao artigo ( nunca sai publicado os comentários na hora. Verificar se são retidos pela moderação) 

Louis Morello – julho 07/06/18

Mais uma vez a Mágica Dona Colisão dos Céus vem matar uma inimiga bizarra da Invencível e Eterna Teoria Astronômica dos Homens. Esta teoria virou uma colcha de retalhos tão remendada que se algum não-torcedor dos humanos observá-la, não vai reconhecê-la no modelo original. Mas ao invés de ver que a bizarrice esta no modelo teórico e não nos astros, mantém-no com unhas e dentes. Eu sou torcedor dos humanos e desejaria que nossa visão do mundo esteja próxima da verdade, mas assim não da’. Se houvesse computador e simulação quando a teoria dizia que o Sol roda em volta da Terra, a Mágica Dona Colisão teria mantido integra a crença da Terra fixa no centro com unhas e dentes até aparecer o primeiro satélite.
Será possível que esse pessoal não desperta para perceber que algo na Teoria Nebular sobre a formação dos planetas e sistemas estelares esta’ muito errado? Basta olhar para o que este sistema astronomico produziu aqui, dentro dele, na superfície de um dos seus planetas, e portanto apenas com forças e elementos dele… os sistemas biológicos, aka “Vida”? Então onde estavam estas forças e elementos no estado do mundo a 3,5 bilhões de anos atras? Caíram de outra galaxia por magica? Primeiro de tudo, este sistema astronomico aplicou aqui o chamado processo do ciclo vital. Onde um corpo surge do material existente, cresce transformando-se em varias formas, amadurece, degenera e morre. Os criados sistemas biológicos inventaram este processo do nada? Por mágica ou novamente por uma colisão salvadora? Não: se este processo foi aplicado pelo sistema astronomico e’ porque ele próprio ele foi formado pelo processo. Apliquei esta possibilidade numa estrela leve formada nos primórdios da nebulosa de átomos e vi nos cálculos simuladores a estrela se transformando e tomando as formas dos outros seis tipos de astros conhecidos, de quasares a planetas a pulsares.
Oh… mas usar um fato natural comprovado e conhecido por todos aqui como parâmetro para elaborar um modelo teórico astronomico e’ coisa de louco… o certo e’ imaginar o que nunca se viu ( astros surgindo por acaso e geração espontânea na forma que são, como Deus criou todas as especies na forma que estão), isso e’ racional… Urano, terá’ suas bizarrices explicadas quando aprenderem que existiu dois processos de formação dos sistemas astronômicos e saberem calcular como o primeiro processo evoluiu para o segundo, o que ainda não fiz.
Quando levanto os olhos nus ao céu e vejo o esplendor do estado de ordem, a incrível suavidade e exatidão da mecânica celeste, e não vejo nenhuma colisão, nada que revele o estado de caos desta biosfera a qual o homem projeta ao Cosmos antropomorficamente, e me lembro destas teorias das colisões caóticas, sinto revolta desta heresia contra o gênio da mecânica Newtoniana.

Onda magnetica emitida pelo Polo Sul: anatomia do planeta pela formula da Matrix/DNA?

quarta-feira, julho 4th, 2018

xxxx

What’s Really Going On? Another Huge Wave Anomaly Caught Coming from Antarctica

E’ preciso notar que o autor deste video fez brilhantes predicoes. Em 2017 ele disse que a concentracao e movimento das ondas sobre a America central poderia causar terremotos. E em 2018 houve terremotos nesta regiao e mais ainda, a erupcao de vulcoes.

Ok. Para quem tem a cosmovisao da Matrix/DNA em mente, uma onda emitida por um polo do planeta lembra as ” ondas ” emitidas pelas funcoes 1 e 4 da formula.

Entao a seguir vem uma hipotese: os polos norte e sul do planeta estao para a formula justamente como F1 e F4. Conclusao: os dois polos podem emitir “alguma coisa relacionada as partes do sistema que constituem o planeta”. Mais exaytamente F1 pode emitir o germe de uma nova parte ( ou se as partes estao fixadas, uma nova onda que avancara reafirmando a existencia de todas as partes); e F4 pode emitir o sinal para F1 emitir o germe.

Entao tem que haver uma atencao voltada para esta questao: os polos realmente representam F1 e F4? Se sim, qual e’ F1 e qual F4?

Numa seguinte analise, e perguntando-se o que ou quais seriam as partes do sistema-planeta, surgem duas alternativas: ou podem ser as camadas esfericas a partir do nucleo ( como sao as partes no atomo), ou podem ser os continentes (o numero de continentes bate com o numero de partes, e os continentes se situam em posicoes na superficie do circuito esferico que lembra as posicoes das partes na formula). Essa questao nao foi solucionada ainda.

Se, o Polo Sul for realmente uma funcao da formula e justamente F1, e se F1 planetario emite germes na forma de ondas do campo magnetico, e ainda se estas ondas afetam cada parte onde chegam, a primeira parte a ser atingida e apresentasr efeitos seria F2, em cuja posicao estao a America do Sul e America Central. Em seguida seria afetada F3, America do Norte e Groenlandia. A seguir seria F6, a Europa, ou Eurasia, abarcando os dois porque pertencem ao mesmo continente. E depois Africa, Oceania (F7).

A hipotese ja’ fornece assim algum elemento para ser testada. De fato houve turbulencias em F2, em 2018. Devemos ficar atentos se houver turbulencias em F3, e depois nos demais continentes e nesta mesma sequencia.

Digno de nota aqui e’ como a Historia Humana bate com a formula. A formula funciona formado pelo p;rocesso do ciclo vital, o qual transforma as formas das partes, instalando um circuito sistemico no sentido horario. Pois a Historia Humana e a lovcalizacao dos povos em seus continentes parece repetir exatamente esta sequencia em sentido horario do ciclo vital.

A F2 representa o mais novo, o embriao feito crianca. nesta posicao estao as Americas, que justamente em termos da Historia Humana sao os povos mais “novos”; a funcao 3 representa um grau mais avancado, em que a crianca se torna adolescente e ate jovem adulto iniciando a puberdade: o povo da America do Norte apresenta um nivel mais evoluido, mais Maduro, que as outras duas Americas; F6 reprenta o adulto da puberdade ao inicio da senilidade, a idade da maior atividade e assimilacao da aprendizagem, o que parece exatamente o papel do povo europeu e a mais velha ainda Asia, na Historia; a F7 representa a senilidade ou decadencia do sistema. De fato, o povo do continente africano deveria ser considerado o mais velho do planeta, pois foi la’ a a origem da humanidade e de onde sairam os povos para os outros continentes.

 

 

De planeta a pulsar, como se desenvolvem os vulcoes… e cometas

terça-feira, junho 5th, 2018

xxxx

Predicting How Fast Magma Is Building Below Yellowstone

https://www.msn.com/en-us/weather/topstories/predicting-how-fast-magma-is-building-below-yellowstone/ar-AAyfbJI?li=BBnbfcL&ocid=spartanntp

(varias novas informacoes sobre o que se sabe e novas teorias a respeito do nucleo e sua atividade produzindo magmas. O artigo acima da MSN leva ao paper abaixo:

Direct measurement of advective heat flux from several Yellowstone hot springs, Wyoming, USA

(paper com free PDF em 16 paginas. A minha pesquisa no PDF deve definir os termos tecnicos, etc.)

https://pubs.geoscienceworld.org/gsa/geosphere/article/531475/Direct-measurement-of-advective-heat-flux-from

water next to the ocean

© Provided by IBT Media

Mais uma forte evidencia para o meu modelo teorico astronomico e totalmente fora do modelo academico… A correta previsao de 30 anos atras!

sábado, março 24th, 2018

xxxx

Nunca ninguem antes de mim neste planeta sequer imaginou as palavras abaixo, ditas por um cientista nesta semana, ao analisar dados obtidos no espaco sidereal. No entanto eu registrei os direitos autorais de uma teoria a 30 anos atras onde escrevi estas mesmas exatas palavras. Ninguem poderia imaginar esta ideia ate 10 dias atras porque a visao do mundo, a cosmovisao, a maneira como estao interpretando a natureza universal jamais conduziria um humano a tal ideia. Eu tenho as provas registradas de que eu tenho repetido estas palavras desde a 30 anos, mas isto porque desenvolvi uma visao da natureza universal totalmente diferente de todas as que existiram ou existe. Como estas acertadas previsoes tem-se repetido constantemente nos ultimos 30 anos – `a medida em que as Ciencias em todas as suas disciplinas vai realizando a descoberta de novas informacoes sobre esta natureza –  ninguem pode contestar as provas de que em muitos assuntos do conhecimento humano, dentre os 8 bilhoes vivos hoje e outros bilhoes que aqui viveram, eu cheguei primeiro!

A humanidade nao vai nunca se sintonizar com o ritmo e propositos dos movimentos das forssas e elementos naturais no seu processo de transformacoes e evolucao, enquanto nao ter ao menos 50% das informacoes corretas sobre as origens, o significado, a razao da existencia deste planeta e da vida que ele produziu. Inteligencia e’ conseguir a melhor qualidade de vida possivel, e isto significa a maior capacidade de adaptacao ao leito natural possivel, e isto significa o maior conhecimento possivel sobre esta morada natural e sobre o fluxo vital que nela se move. Esta falta de inteligencia da humanidade explica porque 90% ou mais de suas unidades vivem abaixo do nivel digno de existencia. Mas quando uma destas “unidades da humanidade” esta ha’ 30 anos mostrando que existe uma nova forma de conhecer a natureza universal, que esta nova visao tem acertado centenas ou milhres de previsoes, que cada destas previsoes acertadas incorreram na queda de uma ou mais previsoes da cosmovisao reinante, esta inteligencia global se mostra incapaz de processar estas informacoes.

Dentro da minha insignificancia social, nada mais posso fazer que continuar a jogar na Internet `as cegas estas previsoes. Muito menos tenho recursos para fazer esta inteligencia global se informar sobre esta cosmovisao. Resta-me a desolada constatacao de que humanos, irmaos de sangue da minha especie, a mais amada manifestacao da natureza universal que conheco, continuam sendo torturados em condicoes de existencias absurdas, quando muito disso poderia ja ter sido facilmente evitado por uma leve correcao na sua cosmovisao. Isto parece irreal, mas de fato esta acontecendo!

Nos nunca vamos eliminar os virus que nos matam, nunca vamos encontrar os recursos que satisfacam as necessidades da humanidade como um todo, enquanto nao conhecer-mos o que e’ a Vida e esta natureza onde vivemos. Para saber o que ‘e a vida, e’ imprescindivel saber as causas da Vida, quem ou quais foram as forssas e elementos que a produziram aqui. E estas causas estao, num nivel imediatista, neste planeta em que vivemos. Num nivel um poiuco mais amplo, estao neste sistema estelar em que existimos, pois dependemos mortalmente da energia e luz que vem desta estrela. E num horizonte mais amplo ainda, estao nesta galaxia chamada Via Lactea. mas nao precisamos mais rodar o planeta todo, vasculhar o sistema solar inteiro, ou viajar a todos os cantos da galaxia para localizer e identificar estas causas. Bastava aplicar a nossa inteligencia sobre os fatos realmente comprovados conhecidos que tinhamos a 30 anos atras.

Nesta noticia os pesquisadores se surprenderam com a informacao intragavel de que um exo-planetaestando numa orbita 10 vezes mais proxima de sua estrela que o nosso Mercurio, o mais proximo vizinho do Sol, tem abundancia de agua! mas como?! Se a temperatura calculada na superficie do planeta chega a 1.470 graus! Como se o modelo teorica academico diz ser isso impossivel, dada a forma como os planetas sao originados, sem agua! Mas, se nao entendemos de planetas, nao podemos entender a Vida.

Nao existe informacao intragavel, absurda, nem motivos para se surprender com esta descoberta. Simplesmente o modelo teorico, o nosso conhecimento academico, esta muito incompleto, para nao dizer, muito equivocado. basta uma leve correcao no modelo, e ainformacao se encaixa como uma luva. Foi o que aconteceu quando a informacao chegou ao modelo teorica da Matrix/DNA. Esta informacao havia ssido prevista a 30 anos atras e estavamos a espera de sua confirmacao.

Acontece que o modelo teorica academico foi elaborado para nao explicar a Vida. Separaram a Historia da Natureza Universal em dois blocos de historias onde uma nada tem a ver com a outra. Assim a Vida nao surgiu pela simples razao do caminhar da Natureza, ela caiu por magica de algum lugar sobrenatural. Entidades magicas imaginaries: ou Deus, ou o Acaso Absoluto. Como nao temos acesso cientifico nem capacidade alguma de scontrole sobre estas duas divindades, nossa inteligencia e capacidade de conhecimento cairam num buraco negro impossivel de sair. E assim nao existe outra altwrnativa de destino: esperar, viver, ate o planeta se transformar e extinguir toda vida de sua superficie.

Aquele planeta esta tao proximo da estrela e tem toda aquela agua porque ele nao pertence a uma das duas historias, a sua Historia e’ a historia unica, do Universo e da sua continuacao logica, a Vida. A Historia unica mostra outro tipo de formacao e existencia dos planetas, uma existencia em que de fato deve ocorrer situacoes tais como a deste planeta agora. Basta uma rapida olhada no modelo teorico que temos, de uma Historia so’, e pimba!… vemos planetas quase encostados em estrelas mantendo agua abundante. E o modelo mostra que este planeta vai se afastar em tempo de conservar alguma agua ate estabilizar-se numa faixa de onda solar com a qual se identifica seu estado voibratorio. Mas… ja comecei a falar Marciano, segundo ouvidos humanos que sempre apenas ouviram a historia hereticamente dividida em duas metades aleatorias.

Entao vamos ao ue me resta fazer como sempre. Ler o artigo, mexer-se inquieto e desconfortavel na cadeira, se indignar com as interpretacoes equivocadas da nova informacao, intervir obscuramente e atradsado com um obscure comentario abaicxo do artigo, o qual todo leitor ira desistir de ler apos a primeiro frase porque seu julgamento anda na frente da sua razao e inteligencia. Vamos la’:

NASA has identified an exoplanet with large amounts of water

https://www.newstarget.com/2018-03-23-nasa-has-identified-an-exoplanet-with-large-amounts-of-water.html

E um paragrafo da noticia:

” The presence of water points towards an intriguing possibility. Instead of developing near its star, WASP-39b came into being far away. Most likely in a corner of the universe awash with icy materials that fell onto its surface. And, during the course of its migration, it may have even crashed into other celestial objects.” – Hannah Wakeford, the 2017 Giacconi Fellow at Space Telescope Science Institute, has stated that this exciting discovery could help us better grasp the inner workings of our own cluster of planets.”

E meu comentario enviado para moderacao no artigo:

This fact was a prediction from Matrix/DNA Theory’s astronomic model ( see my avatar), 30 years ago. Till now nobody has accepted neither understood that theoretical model but no data in the last 30 years has debunked the model, just the opposite, they has been confirmations. There are two process for planets formation, like there are two processes for biological cells formation: symbioses and system’s self-recycling. This system must belongs to the first process which is described at my avatar: a unique astronomic body under the natural process of life’s cycle changing shapes, from quasars to seeds of stars to planets to pulsars to stars and death. In this model planets arises from the central nuclear vortex of clouds with dust, they are launched to space, crossing the frozen interstellar space where they get frozen dust with water. When they falls into a star’s orbit, it’s warm makes ice into water. The big problem of academic Astronomy is based on a wrong world view, where the Nebula Model could not produce life here. My model was half-alive, like planets under life’s cycles process, so, it can explains everything about life’s origins.

 

Porque a Terra e’ diferente, e tao adequada `a vida biologica

sexta-feira, fevereiro 23rd, 2018

Porque a formula natural que formou o planeta e’ a mesma que forma os sistemas biológicos e a superfície da Terra foi mais bombardeada pela formula, alem do fato de que tanto o planeta como os sistemas biológicos estarem no mesmo nível do espectro eletromagnético.

A Formacao do Planeta e a Origem da Vida

terça-feira, outubro 3rd, 2017

xxxx

(Artigo em construção: rever e anotar novidades)

32:32 – Termal vents (black smoker) resulta da constante movimentacao das placas tectonicas que provocam a penetracao da agua no interior do planeta reagindo com magma e sendo expelida como vapor negro, e nisso traz consigo informacoes matriciais do nucleo da Terra.

33:08 – Sulfite minerals – provindo das aguas profundas misturadas com magma, estes minerais tem a propriedade de catalizar reacoes quimicas que produzem moleculas primordiais da vida, o que confirma a nossa teoria matricial de que  os primeiros 50% da abiogenese foi dirigido por informacoes do nucleo planetario. Mas este fato chama atencao para outro aspecto matricial que estamos tentando desvendar. Parece que os elementos atomicos que formam as primeiras moleculas vitais possuem um estado vibracional/frequencia de onda especifico do espectro da onda de luz (traduzido em energia). Quando estao em ambientes dominados pelas outras seis faixas da onda estao instaveis, e assim nao podem formar mutuas conexoes duradouras entre si. Mas quando estao num ambiente dominado pela mesma faixa que a sua, se estabilizam e formam as conecoes. Entao, catalise seria isto: um elemento do ambiente externo de identidade igual dos elementos reagentes. E nisso vai bater a teoria matricial, pois o sulfite pertence ao nucleo planetario entao a uma das primeiras faixas de onda, enquanto a vida comeca por suas combinacoes iniciais que dizem respeito tambem as primeiras faixas de onda.

Forma real e Feia do Planeta Terra: Mais um Chute no Nosso Ego

domingo, julho 30th, 2017

 

A forma solida real da Terra

xxxx

 

Que monstrengo e’ esse na figura? Pois e’ o nosso planeta real, solido, sem a cobertura da agua, a qual da’ a aparencia ilusoria de esfera quase perfeita. Asssim a cada novo conhecimento cientifico o ego humano vai sendo bombardeado e desfeito. Ja fomos expulsos do centro da Criacao, nosso planeta retirado do centro do Sistema solar e do Universo, depois Darwin nos reduziu a macacos, inclusive Freud derrubou o mito do anjo ao reveler em nos a besta fera.mas o que sugere a minha cosmovisao da Matrix/DNA, sobre tudo isso? Deixa-me consultar o mapa, as formulas, e tentar interpretar o mais certo possivel o que vejo. Deixemos a matrix falar:

Matrix/DNA: ” Ao nascer, todos cantam a beleza do baby humano. Porem, nos meses anteriores, quando estava na forma de uma bolota irregular chamada “morula”, ou depois na forma fetal parecendo um sapinho, o nascido baby nao era nada belo. O mesmo se pode dizer das flores e das estrelas. Planetas carregam em si, como seu nucleo, o germe de uma estrela, que um dia florescera como uma bela supernova. Tambem a consciencia universal passa por estas fases iniciais destituidas de beleza. Quando ainda fetal ou embrionaria, tal como se encontra hoje na fase humana, a consciencia ainda e’ dominada pelo cerebro fisico e suas herancas animalescas, seus instintos forjados no caos  e sua carnificina. mas um dia essa consciencia estara pronta para nascer, quando abrira seus proprios olhos para conhecer a substancia e forma de seu corpo. Todos os exemplos anteriores sao evidencias indicando que o baby ser’a muito mais belo.

Assinado: Matrix/DNA

… bem…, a Matrix esta sempre nos surpreendendo com uma perspectiva que nunca haviamos pensado antes. Quem a conhece pode mandar aos diabos as fantasias misticas que nos venderam falsas ilusoes sem respaldo na realidade e as evidencias que de fato podemos ver. Assim, o ser humilhado, pecador, rebaixado na vida pratica em nome de uma ilustracao fantasiosa de poder e beleza como destinados a serem o centro de tudo, mas somente podendo recolher as recompensas em outro mundo e apos a morte, a Matrix nos recupera um amor proprio jamais experimentado antes e nos proporciona uma indescritivel afirmacao de bem estar aqui e agora, fundamentando seus argumentos nao em fantasias magicas e sobrenaturais, mas em fatos cientificos e provados que podemos ver e conhecer aqui e agora. Nos somos pecadores sim, somos imperfeitos e moralmente feios, porem… ainda nao somos o que viemos para ser, e ja sabemos a beleza do que seremos quando finalmente vier o nosso real nascer.

De acordo com o modelo astronomico sugerido pela Matrix/DNA, a forma dos planetas deveriam mesmo serem irregulars, pois seus nucleos sao forjados na caldeira incandescente do vortices nuclear, e depois que ejetados, abortados, atravessam a zona do horizonte de eventos composta de poeira e rochas estelares, as quais sao agregadas aleatoriamente sobre a esfera nuclear, por isso a acertada previsao de formas futuras irregulares. E’ certo que o longo periodo de orbitas em torno de uma estrela pode lapidar as formas irregulars aproximando-as da forma esferica, porem isto em nada altera a mecanica celeste. Planetas ainda sao estagios embrionarios da estrela a nascer.

Halleluya! Mais um brinde `a Matrix – a carga genetica do nosso criador!

Para quem quiser mais informacoes sobre a figura:

Geóide: o inacreditável formato do planeta Terra

http://imagensdouniverso.blogspot.com/2014/10/geoide-o-inacreditavel-formato-do.html