Posts Tagged ‘Psicologia’

A Psicologia Distanciando-se do Metodo Cientifico, da Natureza e da Matrix/DNA

segunda-feira, junho 26th, 2017

xxxx

Construcionismo social: uma crítica epistemológica

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X2004000100008

A seguir tem esta continuacao:

https://universoracionalista.org/pos-modernismo-e-politica-cientifica-na-psicologia-contemporanea-uma-revisao-critica/

Pós-modernismo e política científica na psicologia contemporânea: uma revisão crítica

(reler e pesquisar)

Conectando Psicologia ( ou a Psique) com a Fisica da Natureza. Dr. Buryl Payne

sábado, maio 6th, 2017

xxxxx

Tive conhecimento da existência do Dr. Buryl Payne por uma sua tese investigativa sobre efeitos dos campos magnéticos dos astros e principalmente da terra e do Sol sobre a vida na Terra e principalmente sua semelhança com as ondas energéticas produzidas pelos processamentos do cérebro humano. registrei aqui um artigo, justo o ultimo antes deste, sob este tema.

Uma busca sobre o autor e deparei com a sua BIO, onde explica que ele e’ PHD em Física e Psicologia. Justamente um dos métodos que estou usando na teoria da Matrix/DNA, na busca de localizar e identificar a formula da Matrix na configuração processual do cérebro. Mas o curriculum de realizações, investigações, inventos e patentes e’ formidável, reforçando minha tese de que falta `a psicologia acadêmica estudar mais os outros campos do conhecimento natural que levou a formação da psique, como a Física. O Dr. Payne prova que quem o faz, encontra uma fonte de insights e criações que ainda permanece inexplorada. Copio aqui a biografia para traduzir e tentar pesquisar cada trabalho do Dr. Payne.

http://www.buryl.com/about_buryl.htm

BIO


Buryl has a Ph.D. in psychology and an M.S. in physics. His real education began as a teacher (by his students) at Goddard College, in Vermont.  He attended seminar-workshops put on by the institute of General Semantics, based on the work of Alfred Korzybski, and also attended lectures and workshops on the work of Georges Gurdjieff, as interpreted by his students and their students. His first book: GETTING THERE WITHOUT DRUGS: THEORIES AND TECHNIQUES OR ALTERING CONSCIOUSNESS, was one of the Esalen series in the late 60’s. It combines the perennial teachings of Zen with teachings of Gurdjieff, Korzybski, and knowledge of modem physics.

From the creativity company, called Synectics, for which he worked for as Director of Training and Research, he learned the technique of teaching creativity.  He loves doing this for peace groups and other social groups. He considers this to be his most valuable skill.

Later, as a professor at Boston University, he learned how to write as he directed a graduate program in science writing. His most important discoveries and writings are listed below in approximate order of importance. Buryl admits to being a workaholic though he spends a lot of time at the beach.

1. Discovered that the nearly regular cycles of international battles, found by previous researchers, is in phase with solar activity. Not being satisfied with a mere correlation, Buryl uncovered the physical mechanism-namely solar influences on the geomagnetic field which, in turn, can disrupt brain waves and produce hormone changes, apparently leading to aggressive warring behavior (mostly in males).

2. He also noticed how to predict most sunspot activity and some geomagnetic activity by taking into account the solar system as a whole and observing the planetary configurations associated with sunspot activity.

3. Performed an experiment, with the help of many other people, showing that enough people (several million) meditating apparently can decrease solar activity. This 31/2 year project, consisting of six meditations a year, was the kind predicted to have an influence on solar activity by Edgar Cayce many years ago. Experimental data showed up to a 30% decrease in solar activity for up to two weeks after the day of the meditations.

4. Rediscovered (by accident) a way to detect and measure a rotational force, named the Biofleld, around the human body and other living things. To measure something is an advancement over just perceiving it, or theorizing its existence

5. Validated Dr. Ron Hruby’s breakthrough experiment, showing that a small group of people at a distance of ten miles could measurably alter the Biofield of a subject by intending to help heal the subject.  Buryl invited 20 healers willing to focus their talents on attempted healing-at-a-distance. It was observed that 16 out of 20 healers produced a measurable change in the Biofield.

7. Developed a measure of organization of patterns based upon generalizing the information theory of Shannon and Weaver and the principles used by Einstein and Heisenberg in developing the special theory of relativity and the quantum theory.

8. Designed, patented, and marketed the first commercial biofeedback instruments (did not originate the idea.) Was lucky enough to get Radio Shack to market one type on a world wide basis.

9. Published a paper deriving principles of Gestalt perception from the well established physics principle of least action.

10. Discovered a way to detect emanations from planets, which alter the taste of water, and when this water is taken internally it sometimes produces psychophysiological effects.

11. Gave General Mills the idea for the Granola Bar, helping to start a trend in developing healthy food snacks.

12. Designed inexpensive Pulsed Magnetic field generators for enhancing healing or stimulating biological activity.

13. Designed a simple electronic instrument to help synchronize brain hemispheres to eliminate jet lag, and enhance telepathy. Made instruments, made for couples and groups, to synchronize brain waves.

14. Developed (based on the work of others) a way to obtain an ordinal scale of harmony between lovers, friends, business associates, or parents and children. To roughly measure something like the ‘force’ of love is a major advance in helping to create harmony between people.

15. Buryl wrote 4 books on magnetism and its effects on living organisms, one on physics and consciousness, and one on biofeedback and hypnosis.

16. Designed an Electronic Muscle Tester for testing the value of foods, vitamins, herbs, etc. for each person.

Buryl is currently writing a book on Fifth Dimensional Consciousness. Buryl admits he doesn’t understand it; that’s why he’s writing the book!

Reprints are available for all of the above topics.

In 1982, in New Zealand, Buryl founded the Academy for Peace Research to help disseminate information about war cycles, how to predict them and possible ways to avoid them. The work has already been done; it only needs helping hands to spread the information around the world.

Singularity: O Império Galactico Inserindo Sua Religião Final na Terra: Artificial Intelligence

terça-feira, dezembro 9th, 2014

Este artigo tem muitas informações e os nomes dos novos profetas para iniciar estudar o tema:

xxxxx

Enthusiasts and Skeptics Debate Artificial Intelligence

http://www.vanityfair.com/culture/2014/11/artificial-intelligence-singularity-theory

E o meu comentario postado no artigo ( saiu com errado username?):

( My comments-post in VanityFair):

austriak7 – Dec, 09,2014 

Kurt, I can’t understand how works yours brain, modelled by the reductionist method. This whole terrestrial biosphere ( included humans) was produced by a machine, described by Newtonian Mechanics – this solar system. And further by the most perfect machine, the perpetuum motor, which is the building block of this galactic system, as you can see at the Matrix/DNA Theory model. So, the immediate goal of Nature here at Earth’s surface is reproducing itself, doing a machine and not human beings. When human parents want to reproduce, are their final goal getting genes or a human baby? That’s it: we, humans, are merely the genes being used by making the Nature’s offspring, which are “machines”. The pathway through chaos and biological systems are temporary techniques for getting the final ordered and mechanic architecture. Asking what will create these humans but forgetting what has created humans, in the cosmological context, is bad reductionism.

But, the galactic machine is a deviation of Universe’s goal. Our creators, the galaxies, are a discarded species like were the dinosaurs, because they became closed systems. You can see at Matrix/DNA models for light waves emitted at the Big Bang, that human DNA is a mutation going back to the right universal way, then, humans are accessible to ex-machine consciousness, machines are not. For sure we will build here the Admirable New World of Huxley under the rules of the Big Queen, as did bees and aunts, our machines will have artificial identity, but, our knowledge about who is who, which are our ancestors deepest in the Cosmos, will be enough for us keeping our mind free and escaping for our great cosmic adventure.

O Debate Entre os Que Projetam o Homem para Interpretar o Mundo e os que Ignoram o Homem na Mesma Interpretação

terça-feira, novembro 4th, 2014

O brilhante astro-físico Brian Koberlein, em seu website publicou um artigo interessante intitulado “Self- centered”, o que talvez se traduza por “egocêntrico”, como sendo as pessoas comuns que normalmente projetam a personalidade e experiencia de vida humana quando tentam explicar o mundo, o Cosmos desconhecido. Eu penso que no fundo sua intenção foi dar vazão à moda entre os modernos cientistas materialistas de repudiar o pensamento popular, considerado por eles “mistico” e sem fundamentos racionais.

Apesar de eu tambem sentir certo desconforto quando vejo essas crenças populares, não é menor meu desconforto quando vejo as crenças destes materialistas. Pois se o homem comum é egocêntrico – e sabemos que é – o homem não-comum porque está situado no pedestal da intelectualidade moderna, é mais egocêntrico ainda. Diria que é “ego-criador”, pois ele não vê nada de humano no Cosmos, portanto, o humano se auto-criou, a partir da matéria não-orgânica. Para mim, tanto os egocêntricos quanto os ego-criadores estão errados, ao menos é o que está sugerindo meus modelos téoricos deste mundo compilados na Matrix/DNA Theory. Bem… como não podia deixar de ser, imediatamente sentí a necessidade de retrucar ao artigo do Brian, no comentário copiado abaixo, que postei no artigo cujo link é:

Self Centered

https://briankoberlein.com/2014/10/28/self-centered/

BY  · 28 OCTOBER 2014

E meus comentarios postados ( aguardando moderação)

Louis Morelli: 04, November, 2014

To Brian Koberlein, who said: “Of all the ideas in astronomy and cosmology, the anthropic principle is perhaps the most controversial”. My question should be:

“And why is not controversial the common strong anti-anthropic principle among cosmologist and astronomers?!”

What’s the opposite of self-centered? Is it self-created? The title of this article must contains these two kinds of people.

I think ( and I know that my little brain thinks lots of wrong things) that you was educated inside a world view that is biased and like the people making the mistake of anthropic principle has no conscience of their mistake, you too have no conscience of yours mistake. And I will suggest an answer to my question:

The Cosmos is being “scientifically” seen and interpreted by humans whose intellectual formation was dominated by Physics and Math. You know… Copernicus, Galileo, Newton, etc., were biased towards Physics and Math. No Biologists, Chemists, Neurologists, pointed the telescopes to the sky. This fail from our sciences was worst when Darwin ( a naturalist philosopher) forgot the sky for elaborating the evolutionary theory. Supposing that the stupid matter of this lost rock-planet has invented the process of evolution.

Biological systems ( aka, life) like human beings were produced by this galaxy and inside this galaxy. No information came from outside this galaxy, due the distance among them. So, all life’s properties ( like sexual reproduction, metabolism, embryogenesis, digestive apparatus, etc.) must have been in its primitive e less complex shape existent at this galaxy. Thinking that they were not is not rational, it is magical thinking. So, why the theoretical model of galaxies made by the western current academic mindset does not points out where these properties are? Because they does not see the necessity for doing that due their strong anti-anthropic principle.

The modern current cosmology have divided the Universal History of Evolution into two blocks, without connections between them. There are no bridges, no evolutionary links between Cosmological Evolution and Biological Evolution in this theoretical model. But… it is against all that we know about Reason! Reasoning. Logistics. Atoms systems, astronomical systems, are species of natural systems that are ancestors of biological systems, that’s it. Like prokaryotes and reptiles are ours ancestors species. So, there is something anthropic in the sky, ours roots are there.

My big question that have wrapping my mind at night is “what happens with human brains ( by 1.500, or Middle Age) that, suddenly, suffered a mutation and was hard wired by Physics and Math alone?!”

If you could considering the hypothesis that all our modern staff of our modern schools are making a big mistake also, based upon a wrong world view; if you think that still is possible that cosmology is subject for a total revolution like the one when the heliocentric model changed the geocentric model; that Physics and Math, when approaching the human body are able only for seeing the human bone skeleton and its mechanics properties, being blind to the coverture of soft meat and neuronal connections, and so, is the same when Physics and math approaches to the Universe, seeing only its skeleton composed by galaxies… you will be interested in trying totally different astronomical models, calling Biologists, Chemists, Neurologists for participating. You can see a tentative of doing that, it is called “The Universal Matrix/DNA of All Natural Systems and Life’s Cycles”, googling it. Sorry, but, I am coming from other different habitat than the schools that you have – the heart of Amazon jungle – and as a naturalist philosopher asking answers to the virgin and salvage Nature, i am suspecting that a weak anthropic principle is part of the Cosmos, which is the creator of who has anthropic properties.

A Diferença dos Sexos: Darwin Descreveu Certo o Poder Mental Superior Masculino Mas Errou na Causa

quinta-feira, outubro 2nd, 2014

xxxxx

darwin_sexist_asshat

 

Não se trata aqui de discutir o que é inteligencia, intuição, esperteza, etc.,. Trata-se de ler a relação de todas as grandes descobertas, invenções, criações de filosofias, etc., comparar entre os nomes de homens e mulheres e certificar-se que 95% são homens. Em seguida perguntar-se: “Porque esta diferença?”

Talvez a primeira e principal resposta seria: “Porque a força fisica maior do homem o tem colocado como  predador da mulher, mantendo-a como executora das atividades que requer menos exercicio mental. A mulher tem sido condicionada a não pensar, devido a dominação machista. Etc. penso que isto não justifica porque existem muito mais nomes de homens-escravos-presas na lista do que de mulheres ricas e livres, as quais, por sua vez são predadores destes homens-presas.

Bem, Darwin sabia desta lista, convenceu-se que esta lista é evidencia de que o homem tem maior “poder mental” e deu sua opinião de causa: o homem exercitou-se mais na busca de evolução do cérebro e o resto foi pura ação da seleção natural. Esta sua idéia foi escrita no seu livro,  “The Descent of Man”,  e desde então Darwin tem sido tachado de sexista, chauvinista,racista, e esta sua idéia tem sido oportunisticamente usada pelos criacionistas que tentam derrubar sua teoria.(para ver o contexto dessa idéia, veja a discussão no link seguinte e o texto de Darwin copiado no fim deste artigo:

Darwin, sexist asshat

http://scienceblogs.com/pharyngula/2014/10/01/darwin-sexist-asshat/

Posted by PZ Myers on October 1, 2014

Qual seria a causa do efeito que é a maioral presença do homem nos eventos relacionados ao desenvolvimento da Humanidade, segundo o que interpreto estudando a fórmula da matrix/DNA e sua visão do mundo?

A causa transcende a espécia humana, os seres vivos e remonta às origens do Universo, por incrivel que isto possa parecer. Primeiro, todos sabemos que a matéria no Universo existe sempre aos pares de opostos. Se existe o frio tem que existir o quente, se existe o comprido tem que existir o curto, se existe o masculino tem que existir o feminino… Sabemos os opostos possuem sempre o mesmo fenótipo ( frio e quente são derivações da temperatura, comprido e curto são do tamanho, homem e mulher são do ser humano) mas tambem sempre tem tendencias opostas entre si.

Então aqui tem uma novidade que talvez nunca ninguem tem parado para pensar: O homem e a mulher tem, nas suas origens, tendencias opostas entre si. Não há como fugir disso, é lei natural. Se o homem nasce para caminhar para o Sul, a mulher nasce para caminhar para o Norte. Assim como quando a temperatura começa a esquentar tende ir ao extremo calor absoluto e quando começa a esfriar tende a ir ao congelamento total. Isto foi o que a Natureza determinou, para homens e mulheres.

 

Mas a maior constatação dessa diferença de tendenciasse dá quando vemos a fórmula da Matrix/DNA: a fêmea tende a ser um sistema fechado e o macho tende a ser um sistema aberto. Vamos ver isto com detalhes, pois é de extrema importancia pra enteder-mos como a natureza configurou diferente o cérebro macho e femea e entender como funciona a psicologia dos dois. vamos trazer a fórmula para cá:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E para adiantar aos que não estão habituados a pensar esta fórmula, o próximo desenho ajuda já a perceber onde está o macho e a femea:

 

Human and Earth Life Cycle by MatrixDNA

Human and Earth Life Cycle by MatrixDNA

 

Esta é a formula da Matrix no seu aspecto de sistema fechado em si mesmo, sendo que a mesma fórmula no estado de sistema aberto teria uma mais das suas partes (Fs) emitindo setas para fora do circuito, interagindo com o mundo externo. E quando a fórmula está no estado de sistema fechado, é facil perceber que todos os efeitos produzidos pela F1 são iguais aos efeitos produzidos pelo aparato sexual reprodutivo feminino, enquanto os efeitos produzidos por F4 são iguais aos do sexo masculino. A “barriga” da mulher recebe alimento ( a massa fragmentada que vem de F7) mais o espermatozóide ( o cometa que vem de F4) e produz um embrião ( o germe de um novo astro que nasce em F2) sendo que as fases de construção do germe estelar dentro do buraco negro ou vórtice nuclear apresenta imagens igual as fases de mórula, blastula, etc.

Todos sabemos que no dualismo universal, os dois opostos se combatem e durante os combates, o ganhador é dominante e o outro então será recessivo. Se o calor ganhar mais espaço, o frio vai diminuir. E no combate entre as tendencias a ser sistema fechado ou aberto, o dominante se posiciona na chefia do sistema. Se o sistema fosse aberto, F4 tenderia a dirigir seu produto a todas as direções, portanto para fora do sistema tambem, o que tornaria o sistema interagente com algo do mundo externo.  Mas no estado de sistema fechado vemos que o produto de F4, que é F5, só tem uma direção possivel de movimento, que é rumo ao interior do sistema, sempre tendo como meta, apenas F1. sabemos que a mulher tem tendencia à monogamia, enquanto o homem tem tendencia genética a espalhar o maximo possivel seus genes, copulando com diversidade de femeas. Porque quando a a fórmula na Matrix erege a nova forma de sistema denominado “sistema social humano”, o macho prevalece e o sistema se torna aberto.

A tendencia a sistema aberto ou fechado é o corolário de uma série de forças e propriedades fundamentais da Natureza. A tendencia a expansão conduz a sistema aberto, enquanto a sua oposta tendencia à contração, conduz a sistema fechado. No pulsar do coração o ato de expulsar o sangue revela tendencia a sistema aberto, o ato de contrair-se do coração, revela a tendencia a fechar-se. A tendencia a sistema aberto leva ao altruismo, à fechado, leva ao egoismo. Sistema aberto faz o dominante ser viajante, aventureiro, guerreiro, conquistador, dirigido para fora da familia; sistema fechado faz o dominante ser nuclear, doméstico, cercar seu território contendo o seu dominio, inclusive sua familia, seu macho, e enclausurar-se com segurança dentro do seu dominio, cortandointerações com o mundo exterior. Na base disso, nas origens do Universo, quando vemos a matéria iniciando a se manifestar na forma dos vórtices quanticos fantasmagoricos, os tais “balões de Yukawa”, admiramos que os vórtices são divididos em dois grupos: o grupo A, que surge como um ponto e se “enche”de energia, e o grupo B, que nasce como uma bolha e se esvazia em sua energia. Forças centripeta e centrifuga.  Introversão e extroversão. Um grupo já era femea, o outro ja era macho. A causa dessa distinção, portanto, se perde para alem e antes do Universo.

Por isso o cérebro do homem nasce com a tendencia  a aventurar-se no desconhecido onde se encontram as descobertas, as invenções, as criações. Por isso a mulher se retrai nestas produções, e seu objetivo supremo é a infindavel ansia de melhorar o seu paraiso doméstico, segurando ali seu homem e suas crias.

Como vemos, as naturezas do cérebro do homem e da mulher são diferentes por motivos que ultrapassam a evolução biológica na Terra, as causas estão alem da existencia humana.

Seria a lista dos maiores, um motivo para homens se julgarem superiores e mulheres recolherem-se a um complexo de inferioridade determinado nas alturas, sem o qual não há como lutar?

Mas a Natureza não para na exibição das origens do dualismo e o combate inicial que sempre ocorrem entre eles. Quando os balões de Yukawa se entrechocavam violentamente, criaram o caos ambiente, e os dois se tornaram moribundos devido a essa caoticidade. O Universo esquentou-se quase ao extremo devido a estes atritos. Mas ao se enfraquecerem enquanto seus movimentos ainda continuavam e produziam encontros, estes eram mais suaves, o que esfriava o universo e assim se fundiram aos pares, e dessa fusão nascia um terceiro elemento. Estava aí o prototipo do primeiro romance, o primeiro acasalamanto, a primeira auto-reprodução, o primeiro passo da evolução, pois o terceiro elemento resultante continha os dois, era mais complexo. Com isso o caos se foi e levantou-se o fluxo da ordem, começando a serem construidos os sistemas atomicos leves, depois os sistemas astronomicos, até que esta nova dualidade “caos e ordem” tambem obedeceu o mesmo roteiro de combate e dominação e a ordem venceu, culminando no sistema galactico, tão ordeiro que é quase eterno.

Mas  quando a ordem venceu, dentro da outra dualidade, macho e femea, quem venceu? A fórmula da Matrix acima mostra: a femea. Eva construiu seu Paraiso. E Adão deixou-se tanto seviciar pelas delicias do paraiso e encantos de Eva que se auto-mutilou em sua natureza aventureira, extrovertida. Importantes lições obtemos daqui, senão quiser-mos repetir como humanos o mesmo roteiro da história que aconteceu com nossos ancestrais sistemas naturais no céu.

Primeiro, que o estado de beligerancia, combate entre os opostos, levam os dois a perder. Isto deteriora as condições de existencia no meaio-ambientee outros efeitos nocivos paralelos. Cada oposto é uma metade, mas justo a metade que o outro não tem e precisa dele, se a suprema meta é a existencia confortavel no estado de equilibrio termodinamico. Onde existe dominante, existe desequilibrio de forças que se auto-complementam, portanto deviriam estarem superpostas, equilibradas. Será melhor para a Humanidade como um todo quando aqulea lista tiver metade de nomes masculinos e metade femininos.

Segundo, que cada oposto deve absorver a metade que não tem e ceder a metade que tem. Em outras palavras é não rejeitar a metade, a tendencia, que o outro representa. Se não fizerem isso, ou vão acabar como sistema fechado ou sistema aberto. Que são outros dois extremos opostos entre si. Já vimos no que deu quando o espirito feminino achou que tinha a f;oermula correta para fazer um mundo para os dois: a Queda. Claro, sistema fechado é fechar às portas à evolução, é tentar eternizar uma forma inferior e provisória, é tentar interromper a gestação do filho daquilo ou daquele que gerou este ovo cosmico chamado Universo. Mas o que aconteceria se o elemento macho tentasse impor sua tendencia achando que ele tem a fórmula melhor para os dois? Assim como o balão cheio se esvazia tornando um ponto e desaparece, tambem o ponto que se enche tornando um balão cheio explode e desaparece. Se os dois não se fundirem antes, e o cheio passar para o que esta esvaziando, a energia que está perdendo, salvando o vazio, e depois o vazio não devolver a energia que começa a sobrar, salvando o cheio… os dois não tem futuro. Assim como era no principio , é agora, aqui na nossa forma humana.  Se o homem der plena vazão aos seus instintos, de aventurar-se cada vez mais longe, sua casa desaparece, sua familia dispersa-se, seu pais cai. O que não siginifica que Eva sinta prazer em constatar isso, pois se ele segui-la fielmente, ela tambem cai.

Como aquela lista vai ficar equiparada? A mulher tem que sair mais de casa para se envolver nas questões sociais e o homem tem que ficar mais em casa para cozinhar e conversar com seus filhos. Isto é o inicio apenas.

O homem está, nesta sociedade moderna, apelando para o bode expiatório da competição pela sobrecvivencia para justificar sua aventura cada vez mais energizada rumo aos mistérios e de lá trazer as novidades que o torna forte, e com isso está conquistando cada vez mais o que Darwin chamou de “poder mental”. E isto é mal, muito mal. Eu o digo por experiencia própria, como um exemplo extremado deste comportamento. Hoje sou um intelecto ambulante distante do mundo ao redor, fisicamente inutil. Totalmente impensavel como pai e marido. Totalmente insensivel aos prazeres que o homem normal dá valor. Minha mente chegou às fronteiras do Universo, deu um passo adiante, mas esqueceu o corpo aqui… sem vida mental. Vegetatitvo. Não vou pensar onde o homem vai chegar com este comportamento, mas sei de antemão que não é este o caminho desejado pela evolução e pela Natureza. Mas tambem sei que a mulher ( não a mulher pobre que nada pode decidir de seu destino) emancipada que está desacelerando sua atividade intelectual e profissional para recolher mais à sua familia e seu casulo paradisiaco, está tentando repetir sua ancestral, a qual foi expulsa do que criou com esse comportamento. Darwin? Coitado. Sem inserir a história da evolução cosmológica na história da evolução dos animais ele jamais poderia atinar com as causas mais profundas…

The quote is from the Descent of Man, and not only is it a sexist comment, he throws in some casual racism, too:

Difference in the Mental Powers of the two Sexes.—With respect to differences of this nature between man and woman, it is probable that sexual selection has played a highly important part. I am aware that some writers doubt whether there is any such inherent difference; but this is at least probable from the analogy of the lower animals which present other secondary sexual characters. No one disputes that the bull differs in disposition from the cow, the wild-boar from the sow, the stallion from the mare, and, as is well known to the keepers of menageries, the males of the larger apes from the females. Woman seems to differ from man in mental disposition, chiefly in her greater tenderness and less selfishness; and this holds good even with savages, as shewn by a well-known passage in Mungo Park’s Travels, and by statements made by many other travellers. Woman, owing to her maternal instincts, displays these qualities towards her infants in an eminent degree; therefore it is likely that she would often extend them towards her fellow-creatures. Man is the rival of other men; he delights in competition, and this leads to ambition which passes too easily into selfishness. These latter qualities seem to be his natural and unfortunate birthright. It is generally admitted that with woman the powers of intuition, of rapid perception, and perhaps of imitation, are more strongly marked than in man; but some, at least, of these faculties are characteristic of the lower races, and therefore of a past and lower state of civilisation.

The chief distinction in the intellectual powers of the two sexes is shewn by man’s attaining to a higher eminence, in whatever he takes up, than can woman—whether requiring deep thought, reason, or imagination, or merely the use of the senses and hands. If two lists were made of the most eminent men and women in poetry, painting, sculpture, music (inclusive both of composition and performance), history, science, and philosophy, with half-a-dozen names under each subject, the two lists would not bear comparison. We may also infer, from the law of the deviation from averages, so well illustrated by Mr. Galton, in his work on ‘Hereditary Genius,’ that if men are capable of a decided pre-eminence over women in many subjects, the average of mental power in man must be above that of woman.

Amongst the half-human progenitors of man, and amongst savages, there have been struggles between the males during many generations for the possession of the females. But mere bodily strength and size would do little for victory, unless associated with courage, perseverance, and determined energy. With social animals, the young males have to pass through many a contest before they win a female, and the older males have to retain their females by renewed battles. They have, also, in the case of mankind, to defend their females, as well as their young, from enemies of all kinds, and to hunt for their joint subsistence. But to avoid enemies or to attack them with success, to capture wild animals, and to fashion weapons, requires the aid of the higher mental faculties, namely, observation, reason, invention, or imagination. These various faculties will thus have been continually put to the test and selected during manhood; they will, moreover, have been strengthened by use during this same period of life. Consequently, in accordance with the principle often alluded to, we might expect that they would at least tend to be transmitted chiefly to the male offspring at the corresponding period of manhood.

FIM

E meu post postado no Pharyngula:

Louis Morelli

New York – USA

October 2, 2014

It is not selection the cause that men occupies the top of mental realizations. The proof will came in the future, when the list will be half and half. The cause are natural laws that comes from beyond biological evolution. We can see at every natural system (from atoms to galaxies) that the tool of a system performing male functions works as opened system and the tool performing female function works as closed system. At human species, man inherited this tendency from inside to outside of opened systems, and woman inherireted the opposite tendency. So, man is more mental power at the external world while woman is mental power at the internal body, sexy, internal house, family, etc. How could Darwin forget the notable dualistic aspect of nature coming since the origins of the Universe? That the natural dualism determines that the opposite are equal about phenotyype, but different about tendency? Darwin wanted that biological systems like human beings could excape from those universal laws?! By the way, there are multiple causes and there are multiple solutions to be observed by men and women about this issue, and you can see it translating the article ” A Diferença dos Sexos: Darwin Descreveu Certo o Poder Mental Superior Masculino Mas Errou na Causa”. Google it.

Cérebro, Alma, Indeterminismo Quantico: Discussão

quarta-feira, outubro 1st, 2014

Neuroscience, quantum indeterminism and the Cartesian soul.

( scientific paper, visto apenas o abstrato)

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24355546

Procurar:   Eccles-Beck model

xxxxx

Quantum Theory Won’t Save The Soul

http://blogs.discovermagazine.com/neuroskeptic/2013/12/22/quantum-theory-wont-save-soul/

– the idea that neuronal function involves quantum coherence  (Ver  http://en.wikipedia.org/wiki/Quantum_decoherence

– This is the foundation of the Penrose-Hameroff theory(not about the ‘soul’ per se, but about consciousness). ( Ver …

Orchestrated objective reduction (http://en.wikipedia.org/wiki/Orchestrated_objective_reduction 

– We consider whether a fluctuation within the limits of Heisenbergian uncertainty could affect the presynaptic calcium concentration by permitting a chemical bond to be modified in an ion channel, as has been proposed… Ver 

Voltage-dependent calcium channel – http://en.wikipedia.org/wiki/Voltage-dependent_calcium_channel

xxxxx

DEEPAK CHOPRA MANGLES QUANTUM MECHANICS – AGAIN

http://www.skepticblog.org/2009/11/16/deepak-chopra-mangles-quantum-mechanics-again/

Depois da Diversificação da Vida, Agora Ocorre a Diversificação da Auto-Consciência. E a Matrix/DNA Procura na Terra a Fonte da Auto-Consciência

quinta-feira, setembro 11th, 2014

Pensamento do Dia: Porque os Humanos São Diferenciados Pelos Seus Interesses Se os Animais Possuem Um Unico e Mesmo Interesse?!

Um grande segredo do sucesso da espécie humana sobre os outros animais é a impressionante e enorme diversificação dos focos fundamentais de interesses. Todos os indivíduos de uma espécie animal – sejam cavalos, vacas, gatos, etc. – possuem os mesmos poucos e limitados interesses dirigindo seus atos e movimentos, e isto não tem mudado em amplos espaços de tempo. Os animais são bitolados, dirigidos, para uns poucos focos de interesses. Pode acontecer os fenômenos mais estranhos, aparecerem as imagens mais estranhas, que eles não se  interessam e esquecem o fato imediatamente. Pela primeira vez na vida de uma vaca criada numa fazenda, passa um veículo na estrada, e a vaca, indiferente, nem levanta os olhos para vê-lo, não se faz nenhuma pergunta a respeito, não existe a menor curiosidade, focada que está comendo a grama.

Macacos na selva já prestam alguma atenção a um avião passando acima, mas se pegam a espingarda de um caçador, tentam dar-lhe uma dentada para ver se é de comer, e não sendo, dispensam-na para o lado como se fosse um galho seco, sem interesse.

Queres ter uma prova? Veja a figura abaixo, e depois de gozar da nossa classe de filósofos distraídos, responda à pergunta abaixo:

O Cumulo do Distraído

O Cumulo do Distraído – “Desculpe-me senhor… arrrgh… Com licença…Mas o que diabos estás fazendo?!”

Pergunta: “Como o leão vai matar o filósofo distraído? Vai pegar o rifle e dar-lhe uns tiros ou vai morder seu pescoço?”

Claro, o leão, como todos animais nem viu o rifle, pois deste não emana cheiro de alimento, e comida é apenas o que lhes interessa.

Mas dentro da espécie humana houve uma novidade no meio dos seres vivos, que já havia ocorrido antes, nas origens da enorme diversificação das espécies. Uma incrível diversificação de interesses, gerando uma nova diferenciação interna de “personalidades mentais”, e interesses por quaisquer coisas que a Natureza produza, mesmo que este interesse não lhes propicie retorno imediato com algum tipo de recompensa. Ao contrario, em muitos tipos de interesses os indivíduos sacrificam seu bem-estar sem obter nenhuma vantagem imediata, e sem ter certeza de que venha a obter vantagens futuras. É o caso por exemplo do porque humanos consomem tempo e recursos se interessando por astronomia, matemática, geografia de outras terras, doenças que afetam a outros, etc. Eu mesmo tenho um interesse pela suprema busca de conhecimentos, emprego a vida e quase toda energia nesse objetivo, mas até hoje na verdade só colhi desvantagens na luta pela competição com isso, e não tenho a menor ideia se isso algum dia me trará alguma recompensa. No entanto, sem este vico, a vida não me teria sentido. Do ponto de vista biológico, animal, isto não é racional. Então… porque? Qual a causa por trás disso?

A meu ver isto vem a confirmar uma sugestão da Matrix/DNA: dentro de cada ser humano surgiu uma nova forma, uma nova espécie evolutiva do sistema natural universal que vem evoluindo desde o Big Bang, e esta nova forma de sistema, ao qual damos o nome de mente ou auto-consciência, está se diversificando em sub-espécies a ponto de já contar com milhares ou milhões delas. temos que fazer o enorme esforço de visualizar as mentes invisíveis dentro das cabeças humanas como elas são: tão diferentes entre si como existem tantas espécies de animais diferentes entre si. Então deve existir um individuo portando a mente-corvo, outro a mente-elefante, o alentejano de Portugal deve ser quase igual ao baiano do Brasil com uma forma de mente-tartaruga… e assim por diante. Deve ter o mente-hipopótamo, o mente-polvo, o mente-leão… ( Eu, particularmente, que sinto eternamente uma espécie de insustentável leveza do ser desconfio que sou um mente-borboleta. E você?…

Mas estou percebendo agora que esta nova intuição pode nos levar a desfechos fantásticos. Parece-me mesmo que estamos tocando numa nova dimensão do mundo que ainda não a tínhamos percebido, mas que tem enorme influencia na nossa vida no dia a dia.

Tem algumas diferenças entre a diversificação da vida e a da mente, que precisam serem estudadas. A diversificação das espécies biológicas se deu por  grupos distanciando-se entre si no tempo e espaço, e daí cada qual adquirindo uma nova forma, estas foram passadas hereditariamente, mantendo os hábitos dentro dos grupos fechados. No caso da diversificação mental, ela não tem surgido dentro de linhagens e assim canalizadas a se reproduzirem dentro destas linhagens. Uma nova espécie mental surge dentro de famílias, e não é passada hereditariamente, mas esta espécie brota em muitas famílias diferentes, e tendem a se separarem dos focos de suas famílias para se juntarem em seus grupos. É como se a origem da ddiversificaçãodas especies mentais viessem do mesmo processo que produziu a diversificação biológica: seus genes não vem encerrados dentro de uma membrana formando o cromossoma, mas sim vem espalhados no tempo e no espaço. Interessante desenvolver mais isto.

Para desenvolver isto vamos precisar recapitular aqui a teoria da Matrix/DNA sobre como esta galaxia Milk Way gerou dentro dela esta vida biológica. Vamos a um desfecho intrigante. Na geração da vida neste planeta havia uma fonte emissora das partículas bits-informação – que foram os genes semi-vivos na transição entre a matéria inorgânica e o primeiro sistema celular vivo. Sabemos como e porque, ao invés nesta mera reprodução de uma forma existente, ao invés dos “filhotes” nascerem todos na mesma forma e espécie, nasceram em formas muito diferentes entre si. Basta pensar nas sete diferentes organelas da célula, nas mais de 30.000 espécies de proteínas, de enzimas,  ácidos, etc..

Sobre as  origens da vida na Terra já sabemos qual foi a “fonte criadora”. A fonte emissora de todos os bits-informação, foi o “building block dos sistemas astronomicos”, por trás do qual está a fórmula da Matrix, feita com pura luz.

Sabemos que os pensamentos humanos são produzidos nas sinapses entre neurônios, compostas por fluxos sanguíneos e descargas elétricas. O conjunto dos pensamentos de um cérebro é o que denominamos, abstratamente, de “mente”, ou “auto-consciência”. No estado atual da nossa pesquisa estamos suspeitando que essa mente é uma forma fetal, embrionaria, e está sendo modelada na mesma configuração do cérebro, o qual é apenas mais um derivado do sistema natural cuja fórmula modeladora é a Matrix/DNA.Temos a suspeita de que quanto mais pensamentos maiores são as descargas elétricas que produzem relâmpagos numa nuvem plasmática e com o final assentamento destas descargas contínuas se gera um todo luminoso, numa frequência da luz imperceptível aos nossos sentidos. Se a Matrix emerge neste Universo na forma de ondas de luz e vem de uma consciência extra-universal, e se a mente humana está se tornando a mesma forma de luz, vemos então aqui mais um óbvio simples processo de reprodução genética. Então a substancia e os bits e inclusive as estações retransmissoras devem ser compostas de luz num estado imperceptível ainda aos nossos sensores cerebrais. Ou melhor: eles podem ser perceptíveis por alguns sensores – como a glândula pineal – mas não são ainda perceptíveis para o embrião mental.  Me pergunto: não há nada que possamos fazer para acelerar o desenvolvimento deste embrião e nos salvar com sabedoria antes que a espécie humana seja extinta? Eu, ao menos, vou empreender esforços no máximo que a vida e o tempo me permitir, nesta busca de aceleração. ( Óbviamente não vou tentar técnicas arcaicas, como a de enfiar o dedo nos ouvidos tentando tocar a glândula pineal para desperta-la, ou puxar a ponta dela para estica-la e recompô-la como ela era no passado, na forma da antena dos insetos…Tenho ideias mais inteligencias e cientificas para desperta-la, como bater a cabeça com força e insistentemente numa parede, para acorda-la…Mas, brincadeiras sem graça à parte, penso que na meditação dirigida pela fórmula da Matrix, está o segredo)

Sabemos tambem que os “bits” não precisam vir direto da fonte inicial, pois  os “bits-fótons”  que alcançam a superfície da Terra vem de estações retransmissoras daquela fonte, que são as estrelas, e a radiação cósmica trazendo bits de quasares, pulsares, buracos negros, etc. E sabemos tambem que estes bits povoam a atmosfera e camada atômica da superfície terrestre, acessíveis às espécies que os aceitam e às que os buscam.

Se agora estamos assistindo um repetir daquele evento, ao assistir a diversificação dos tipos mentais, vem imediatamente as intrigantes perguntas:

“QUAL A FONTE EMISSORA DA AUTO-CONSCIÊNCIA,  NO MUNDO ?!

“QUAL A ESTAÇÃO RETRANSMISSORA DE BITS DE AUTO-CONSCIÊNCIA ALCANÇANDO OS SERES HUMANOS?!

” O QUE SÃO OS BITS-INFORMAÇÃO DE AUTO-CONSCIÊNCIAS? COMO SÃO? DE QUE SUBSTANCIA?

” COMO ESTES BITS ESTÃO AFETANDO NOSSAS VIDAS, NOSSOS SISTEMAS SOCIAIS, ECONOMIA, POLITICA, ETC.? INFLUENCIAM NA SAUDE OU NA AUSÊNCIA DELA?” 

” COMO DEVEMOS ATUAR PARA NOS TORNAR-MOS MAIS RECEPTIVOS A CADA VEZ MAIORES QUANTIDADES DESTES BITS DE AUTO-CONSCIÊNCIA? COMO BUSCA-LOS?

“SE A MAIOR QUANTIDADE E DIVERSIDADE DESTES  BITS SIGNIFICA MAIOR INTELIGENCIA E SABEDORIA, EXISTE UMA TÉCNICA A DESENVOLVER ( TALVEZ NO NÍVEL MENTAL), HÁBITOS A OBSERVAR, ETC., PARA ADQUIRIR MAIS BITS?

Bem… com isso estamos abrindo mais um enorme campo de pesquisas dentro os já centenas, ou milhares abertos pela Matrix/DNA. E como sempre temos dado alguns passos nestas pesquisas, neste tambem deveremos em breve descobrir mais algumas novidades…

( Repetir aqui a teoria das origens da vida pela Matrix/DNA, com enfase na maneira como os fótons estelares se juntaram em pacotes-informação, para ter um quadro mais claro deste assunto)

 

Vídeo-Aula Excelente Para Atualização Sobre Psicologia Social, Comunicação e Sociologia

quinta-feira, agosto 28th, 2014

xxxxx

Opinião Pública como você nunca viu

http://vimeo.com/65688241

 

Que Tipo de Informação Estamos Buscando na Internet? Como está o seu Filtro de Informações?

sábado, março 8th, 2014

A visão de mundo da Matrix/DNA tem uma sugestiva solução para o problema apontado neste artigo. A Internet nos envolve cada vez mais porque buscamos não sabemos bem o que ( se encontrar-mos paramos de buscar) e nela podem estar as informações que estamos precisando. Com isso vamos ingerindo uma avalanche de informações que é o alimento apreciado pela mente, esta cresce e o corpo definha, na solidão do computador. Depois de dia e noite de busca caímos exaustos e infelizes com a sensação de fracasso, pois perdemos um tempão e não encontramos nada util. Mais ou menos temos um filtro interno que nos dirige ao que buscamos, as informações filtradas ainda são nosso consolo pois sentimos que aumentou nosso conhecimento na direção do nosso caminho, aumentou o nosso potencial.  Mas são tantas atrações apelativas que na manchete prometem conter boas informações. No fim, enchemos o cêsto de nossa mente e memória de informações inuteis. Tudo isso será menos prejudicial quanto melhor for o nosso filtro. Mas como fazer o melhor filtro?

Eu tenho o meu. Minha visão de mundo me sugere que o Universo obedece a um propósito e se queremos viver melhor temos que nos adaptar e nos sincronizar evolutivamente com este propósito. O propósito é o que penso ver a meta final alcançada pelo Universo aqui nestas regiões do Cosmos onde vivo e neste tempo da existencia cósmica em que vivo. É o propósito de desenvolver o cérebro biológico porque este está sendo a placenta dentro da casca dura do ovo-cabeça humana onde está sendo gestada a mais nova e complexa arquitetura natural, chamada “auto-consciencia”, ou “mente”. Ora então tenho que sincronizar meu comportamento com a linha deste propósito. tenho que pautar minha vida como este propósito sendo o meu propósito.

E pelo que penso, mente é uma coisa abstrata aos meus sentidos fisicos que se alimenta de informações – outro elemento abstrato- e opera com informações. Portanto a busca de informações deve ser minha principal meta, e não a busca de dinheiro, de parceira sexual, familia, luxo, etc. Porem aí retorna o problema: existem informações que ao invés de serem benéficas a este propósito são malignas, e outras que são lixo, portanto uml peso a carregar. O grande genio da eletro-magnética, Maxwell, elaborou um mecanismo onde existiam duas camaras separadas por uma parede com um furo no meio por onde atravessavam particulas e disso tudo ele concluiu: é muito mais dificil se desfazer de informações inuteis que obter informações novas e uteis. Quem se interessar procure “o Demon de Maxwell”

Qual seria o tipo de informações ideais para a evolução da mente? Eu penso que na sua atual fase embrionaria a mente esta se formando como projeção do mundo material externo. Então a informação util será toda informação sobre cada detalhe do mundo real, natural. Não importa que vamos morrer pobres devido essa ocupação, e que não vamos em vida obter mais que pequena porcentagem da informação natural necessaria: nos vivemos saudavelmente em sincronia com o fluxo do Universo, da Natureza.

Mas será mesmo? Aqui existe uma armadilha. A Natureza se apresenta em tres estados: caos, ordem e equilibrio-evolutivo transcendental. Nós estamos circundados pelo estado de caos, esta biosfera que teve inicio como selvagem, é do caos que aprendemos as primeiras informações. Acima de nós vemos o estado de ordem astronomico, tudo funciona com a precisão de um relógio, ao qual quase não temos acesso. Ao mesmo tempo todo humano precisa de algo em que acreditar para move-lo a sobreviver e modelar seu comportamento. Tal como no meu caso, esse algo em que acreditar, que é o significado da existencia, é obtido da nossa interpretação privada da Natureza, do mundo total. Se nos esquecermos que as informações que temos são tendenciosas porque vem dos apenas 33% da face da Natureza ( do estado de caos) e afirmar-mos nosso significado de existencia encima desse conhecimento… com certeza vamos acreditar no mundo errado e no sentido de existencia errado.  Por isso na minha teoria misturo a busca de informação sobre a totalidade da Natureza da Terra com a Natureza do Ciosmos cujas informações chegam agora aos borbotões com nossos satétlites e robots espaciais. Tem que contrabalançar caos e ordem, não se basear em nenhum dos dois, para se obter o equilibtio evolutivo transcendental. Tenho que buscar acima de tudo o significado existencial em que acredito e filtrar as informações tendo ele por base. Aí está o meu filtro, a minha policia da Internet.  Espero que isto o/a ajude a refletir melhor essa questão e se tiveres correções/ sugestões, agradeço. Por enquanto é muito bom ler o artigo com link abaixo:

 What good is information? 

The internet promised to feed our minds with knowledge. What have we learned? That our minds need more than that 

http://aeon.co/magazine/living-together/the-problem-with-too-much-information/

 

O Mundo na Corda Bamba: Internet é Controlada por Sete Códigos em Mãos de 14 Pessoas!

domingo, março 2nd, 2014

Eu nada entendo da tecnologia da Internet mas como a Internet é uma fôrça poderosa no mundo humano este assunto deve interessar aos leigos. Portanto é bom ler o artigo com link abaixo e assistir seus vídeos. Infelizmente me parece que a Internet não é como as nuvens do céu que fluem, se formam e desaparecem sem controle de ninguem, nem mesmo do planeta. A Internet se constitui de circuitos elétricos os quais tem que correrem dentro de cabos e todos os cabos tem que ter uma fonte inicial… e esta fonte sendo algo fixo e imovel pode ser dominada, controlada, por algo ou alguem. E de fato ela existe e está sendo controlada por alguns pouquissimos humanos,… 14 no total ! Quem são estas pessoas?! Que possuem o poder sobre o mundo? A meu ver este controle tinha que ser da ONU, mas ao mesmo tempo sei que a ONU não se garante em manter segredos, os delegados estão sendo sempre substituidos e revelam os segredos tratados na ONU a seus governos… muita gente, portanto.

Como eles podem ter controle sobre o mundo? Vamos imaginar que de repente quisessem destruir a Humanidade. Todas as redes sociais seriam invadidas por uma mensagem: “Atenção, a Russia está atacando os USA com um gas quimico mortal começando pela inteira costa leste e avançando para oeste. Quem quer se salvar agora não perca um minuto, corra para o oeste… até dar tempo dos USA barra-los…”. Ao mesmo tempo o Twitter, Facebook, etç, seriam invadidos por mensagens: “É verdade! Aqui nestas cidades da costa leste que estou deixando para tras estão caindo todos mortos!” De alguma maneira o governo perderia o controle pois os governantes e militares estariam correndo tambem e de alguma maneira acionariam o ataque nuclear…

Claro, nenhuma outra organização no mundo conseguiria tal mobilização na Internet, e se tentassem a coisa seria tão lenta que o governo iria se rir da infantilidade. Alem disso nenhum humano iria querer a destruição da Humanidade levando ele mesmo junto. Mas a organização dos sete que possuem o código total da Internet poderia fazê-lo…?

Na minha cabeça se formou uma imagem metafisica do que é a Internet, e peço a quem possa me informar se estiver errado. Vamos lembrar aquelas imagens nas telas sobre os raios X de cérebros funcionando, com as sinapses aparecendo como raios elétricos pipocando aqui e ali. Em volta daquele foco de raios luminiosos tem a massa cinzenta mas como aquilo produz os pensamentos, que são coisas invisiveis, imagino que o conjunto de todos os pensamentos é como uma nuvem invisivel iluminada pelos raios, a qual denominamos “mente”. Bem, isso ér a mente individual dentro de uma cabeça humana. Mas os humanos conseguem fazer suas mentes se comunicarem entre si, então o conjunto de todas as mentes humanas formariam uma invisivel camada mental coletiva rodeando rente a superficie da Terra.  Vamos chama-la de mente coletiva, e se a entendemos como uma nuvem invisivel iluminada por raios, estes raios seriam os circuitos elétricos carregando os sinais nas comunicações entre humanos, seja por telefones, televisão, etc., mas principalmente pela Internet.

Se isto estiver correto, a evolução está conduzindo o desenvolvimento de uma consciencia unica planetaria como fêz com a primeira célula viva que apareceu no planeta, depois se multiplicou e suas cópias se re-organizaram num só sistema criando os organismos multicelurales. Mas agora, no nivel mental, seria o reverso caminho, ou seja, todas as células diferenciadas se re-organizando como uma unica gigantesca célula… ?!

No controle de todas as células está um unico agente, o DNA. No controle de todas mentes individuais… terá um unico agente? Se sim, qual é?

Não quero influenciar este raciocinio com minhas tendencias e ideologia pessoal, a qual tem uma resposta direta: a Matrix/DNA. Quero ao contrario manter a mente aberta para pensar melhor este fenomeno, mas acontece que ele é tão complexo, como um detonador de mentes. A mente que tentar resolver isto começa a querer explodir, e ao menos no meu caso, sou levado a interromper e fugir do assunto imediatamente, como vou fazer agora… Good-byeeeeeee…..

Link para o artigo:

The Internet Is Actually Controlled By 14 People Who Hold 7 Secret Keys

Read more:  http://www.businessinsider.com/the-internet-is-controlled-by-14-people-2014-3#ixzz2unlek6kC