Posts Tagged ‘quasar’

Astronomos Continuam a Mistificar e Antropomorfizar os Céus: Vês Buracos Negros Neste Quadro?!

quarta-feira, fevereiro 25th, 2015

xxxx

A noticia das imagens do maior e mais brilhante nucleo de uma galaxia visto até hoje insiste em falar mais sobre um buraco negro que não é visto na imagem do que na própria imagem em si. Isto tambem acontecia quando antigos viam relampagos e ouviam trovões e ao invés de tentar pensar no fenômeno e tentar elucida-lo racionalmente, imediatamente suas mentes eram desviadas para a fantasia de deuses irados portando chicotes de raios.  Assim, o caos e sua violência reinante na biosfera onde vive e se educou o Homem, é transplantado mentalmente para interpretar imagens tranquilas e harmoniosas de um Cosmos que existe sob o estado de ordem. Isso é antropomorfizar ou seja, projetar o Humano onde ele não existe. Até quando, meu honorável Lorde Pink Unicorn?

Ancient quasar with massive black hole found at cosmic dawn

http://astronomynow.com/2015/02/25/ancient-quasar-at-cosmic-dawn-found-with-massive-black-hole/

Artist's impression of a quasar, a brilliant lighthouse in the early universe with a luminosity trillions of times that of our own Sun powered by a supermassive black hole. Image credit: ESO/M. Kornmesser

Artist’s impression of a quasar. Image credit: ESO/M. Kornmesser

And my comment about:

Sorry, but, there is no black holes and I am waiting the scientific proof. Look to that luminous central sphere… How could someone imagining a black hole inside it ?! In that place there is merely a single spiral vortex created by stellar/galactic dust from dyed galaxies and everything else is explained by the Matrix/DNA astronomical model. Only time will  be the judge about which theory is the right one.

Pesquisadores Descobrem de Onde Veio o Penis na Terra, Mas a Matrix/DNA de Onde Ele Veio do Céu

sexta-feira, dezembro 5th, 2014

xxxx

Mystery solved: Where the penis comes from

http://news.sciencemag.org/biology/2014/11/mystery-solved-where-penis-comes

Tiny buds where legs should be if snakes had legs are the beginning of this snake embryo's paired penises.

Tiny buds where legs should be if snakes had legs are the beginning of this snake embryo’s paired penises.

 

E meus comentarios postados no News Science:

 

Avatar

While you ask: “Exactly how does the penis form?”, we, at Matrix/DNA Theory ask: “What have formed the penis? How and where Nature got the idea for making penis?! Which were the forces, mechanisms and elements, from the non-living word, used by Nature to make penisis?

The answer is in the Matrix/DNA universal formula for natural systems. Biological penis is evolution from giant volcanoes formed at old planets’ surfaces. These volcanoes expels magma from nuclear reactions to the space in shape of comets, which were the ancestors of spermatozoids. Comets carry on inside the bits-information from the astro, which were the ancestors of chromosome Y. Comets are driven by spiral magnetic lines towards the “white hole” at the center of the building block of astronomical systems, which performs the female function of vaginas. These “vaginas” are surrounded by a beautiful and luminous “quasar” ( which are the ancestors of women, flowers, everything that can attract the male chromosome). See at Matrix/DNA website the diagram picturing how X and Y are formed at astronomical dimensions.

Am I wrong? Yes… this extraordinary engineering of sexual reproduction was invented first time by the stupid matter of this lost planet… is it right?  Or you have seen a magical god creating it from nothing? I am telling you: biological evolution is merely a continuous process from cosmological evolution. Everything Nature did here – included pehisis and vaginas – has its simplest ancestor shapes in the sky. But… who or what did the sky… I have no idea…

“Tiny buds where legs should be if snakes had legs are the beginning of this snake embryo’s paired penises.”

This is wrong! The shape of Snakes are copies of the spherical circuit of the universal natural formula for any systems, and the tiny buds are just at the location where works the function that built the male counterpart of its reproduction. Legs are a thing developed later by biological systems from the original structure called flagella and cilia.

“Now that they understand the penis’s origin…”

Here is a big problem prejudicing the human reasoning and going far away of the beam. There are no “origins” of anything, no origins of life, no origins of universes. Everything is product of transformation from something less complex, a slow and gradual process coming since the Big Bang. We never should use this word “origin” because it is the cause producing mystic and magical thought. If there were origins of something, it should meaning that something emerged at the long flow of causes and effects coming outside this flow, by supernatural forces, even that this “supernatural” is believed to be absolute randomness. This word and the concepts behind this word is a science-stopper: these researches never will do what we are doing at matrix/DNA world view: searching the deep roots of “penis” evolution till finding its first manifestations at the Big Bang. There was a kind of program running inside snakes, lizards, that drove the development of penis and clitoris and this program is coming from cosmological evolution as our models shows it.

“They pinpointed the cells destined to become the penis, but those cells differed depending on the species studied…”

Big confusion here. Snakes, birds, lizards are “natural systems”. And natural systems are built by a universal template, a kind of formula. This formula have seven different systemic functions, which models matter building its material tool, used by the function to perform its systemic job. This formula is encrypted at any lateral-pair of nucleotides, the fundamental unit of information of the DNA. Natural closed systems have the bias to be spherical with planned surfaces, but opened systems needs to create extensions from the planned surface for interacting with the external world. Then, this is the job of Function number 4 ( see the formula at Matrix/DNA website) and it will build the right extension for the right needs of the new system. The needs can be tails, legs, hair, or penisis, which will determinate the specific specialization of the cells located at that region. But, the immediate ancestor of all biological systems did not need legs, tails or wings, it had only the ancestor for penisis, because the ancestor was self-replicating. So, the natural bias of these cells is to build penisis, clitoris. While legs, tails, came later modelled by the interactions at the new terrestrial environment.

Beleza Feminina, Iridescência das Pétalas, e Quasares: O que todos tem em comum. Pela Matrix/DNA

quinta-feira, janeiro 10th, 2013

Science Daily – ( Science news)

How Does Your Garden Glow?

Pétalas de Flôres exibem côres luminosas por efeito ótico que apenas insetos polinadores vêem -  Bees see some flowers in multicolour because of previously unknown iridescence of the petals, usually invisible to the human eye, researchers from the University of Cambridge report this week in Science.

Pétalas de Flôres exibem côres luminosas por efeito ótico que apenas insetos polinadores vêem - Bees see some flowers in multicolour because of previously unknown iridescence of the petals, usually invisible to the human eye, researchers from the University of Cambridge report this week in Science.

O fato é que na Terra nós vemos um fenômeno real: existem mulheres e elas são obcecadas com sua beleza fisica tudo fazendo para melhora-la e o intuito final é sobreviver e melhor obtendo o maximo dos machos. Mas foi a Terra que inventou este fenômeno, esta cena que vemos aqui e agora? Antes do tempo de aparecem humanos na Terra haviam as plantas, que produziam flôres belas, aplicando cosmetologia, como a iridiscencia, para atrair os insetos polinadores. Então vamos percebendo que as origens dêste fenômeno remontam a eras mais antigas, antes do aparecimento das mulheres. Mas ainda assim, continua a questão: foi a Terra que inventou êste fenômeno, quando criou os vegetais?

Segindo os modêlos cosmológicos da Matrix/DNA – se êles estiverem mais próximos da verdade que os mod6elos acadêmicos – não! Não foi a Terra que inventou êste fenômeno! Não foi na Terra que emergiu opela primeira vez corpos matrriais dividios entre masculinos e femininos e não foi na Terra que emergiu êste mecanismo das fêmeas se esforçarem para atrair os melhores machos ou ao menos conseguir a gravidez. Esta mesma cena aparece nos modêlos como existindo já no céu, há bilhões de anos, mesmo antes da Terra surgir! para entender isso vamos copiar aqui o mais simpl6es modêlo cosmológico da Matrix/DNA:

A Matrix/DNA UniversalComo Fórmula Natural dos Sistemas e Ciclos Vitais

A Matrix/DNA Universal Como Fórmula Natural dos Sistemas e Ciclos Vitais

E para completar uma visualização da mesma fórmula por outro angulo:

Matrix/DNA: Human and Celestial Primordial Body Life Cycles

Matrix/DNA: Human and Celestial Primordial Body Life Cycles

Pois bem. Talvez terás que clicar nas imagens para vê-las ampliadas. Nas formações das galaxias originais, havia apenas um unico tipo de corpo celeste proveniente da condensação anterior da nebulosa de atomos leves. De alguma maneira êste corpo se assentava numa onda natural de luz, a qual contem sete diferentes tipos de vibrações ( veja neste website o quadro do eletric-magnetic spectrum of light by Matrix/DNA). Rolando sôbre essa onda de luz o corpo se divide em sete diferentes tipos, um tipo de acôrdo com cada tipo de vibração. Acontece que a dinamica da onda de luz é exatamente a mesma que vemos nos corpos vivos, pelo fenômeno conhecido como “ciclo vital” o qual produz sete principais diferentes formas ( feto, bebê, criança, adolescente, etc.). Então, dispondo de muitas cópias daqu6ele corpo inicial e pondo estas cópias a rolarem sob o mecanismo do ciclo vital, a Natureza conseguiu ter multiplas cópias de todas as sete formas e tambem das formas intermediarias, claro.  Ora, misturando estas formas, ocorreu entre elas uma simbiose: cada forma tende a se conectar com as suas duas formas mais próximas, dentro do ciclo vital. Adolescente se dá melhor com crianças (sua forma anterior), e jovens adultos ( sua forma posterior). Qyando os astros nas diferentes formas se conectaram formando o mesmo circuito do ciclo vital, 6esye se fechou nas duas pontas criando uma circunferencia fechada. A poeira resultante da fragmentação da sua forma como cadaver ( (estrêla velha) foi conectada com o vórtice nuclear que produz um astro novo e assim surgiu pela primeira vez no Universo um completo e perfeito sistema natural, o qual contem tôdas as sete funções sistêmicas universais ( as fôrças naturais). Acontece que tal sistema tem um corpo, o pulsar, fazendo exatamente o papel do macho num sistema reprodutivo sexualizado! E tem outro corpo, o quasar, fazendo exatamente o papel de fêemea no mesmo processo reprodutivo.

O pulsar é caracterizado por ter a sua superficie locupleta de gigantes vulcões os quais entram em erupção emitindo magma com tanta violencia que 6eles caem no espaço sideral. desta forma, os vulcões são os ancestrais não-vivos da genitalia masculina, o magma é o ancestral do esperma, e o que estes magmas formam no espaço sideral, os cometas, são os espermatozóides do espaço. O quasar ( devia ser dito “a quasar”) é uma aureóla resplandecente vista circundando o nucleo da galaxia, mais conhecido como “horizonte de eventos”. dentro do quasar está o vórtice nuclear, o qual erroneamente esyá sendo teorizado como sendo um buraco negro, comedor de astros e mundos. Dentro do quasar, e mais exatamente. dentro do vórtice conico, a matéria degradada da ultima estr6ela morta é reciclada, misturada com a energia de cometas e depois de varias fases e processos, é emitido uma esfera incandescente. Veio à luz do mundo mais um bebê de astro sideral! Portanto note-se ali tôda a semelhança com as fêmeas biológicas, inclusive a ancestralidade não-viva de sua genitalia, já escrita, desenhada no céu! E tambem é bom notar que os cometas caem na espiral galáctica dirigindo-se ao vórtice nuclear, os que entram fazem a mesma fecundação de óvulos.

A quasar é f6emea das galáxias, é a mulher no céu, é a flor da planta, é a vaidosa mulher humana na Terra. A quasar se enfeita com todas as luzes das estrêlas, torna-se iridescente, bela, magnifica, provocando arrepios e erupções vulcanicas no pulsar à distancia:  ela só sobrevive se os cometas emitidos pelo pulsar vierem trazer sua dinamica espiralar e sua energia de magma incandescente. O cometa é om polinador!

Áinda é preciso dizer mais? Se fôsse não me seria possível pois nesta hora meus olhos sempre lacrimejam, é-me impossivel evitá-lo.  Êste mundo tem mistérios muito mais profundos do que eu imaginavame à medida que vou aprendendo, me aumentam a admiração por tamanha inteligência que emana desta Natureza Cósmica!

Link para o artigo:

http://www.sciencedaily.com/releases/2013/01/130109124116.htm?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+sciencedaily%2Ftop_news+%28ScienceDaily%3A+Top+News%29&utm_content=FaceBook

XXX

A Matrix/DNA deve se aprofundar na busca de tôdas as informações relacionadas ao fenômeno da iridescência devido estar relacionado com a “LUZ”.

Googlar êste tema e ver tambem êste artigo:

Iridescence enables bees to view flowers in different colours

http://www.cam.ac.uk/research/news/iridescence-enables-bees-to-view-flowers-in-different-colours/

Because most of the petal iridescence measured is at the ultraviolet end of the spectrum, which insects can see but humans cannot, this raises the intriguing possibility that many flowers are actually iridescent although they do not appear so to the human eye.

XXX

WIKIPEDIA:

(Port.) –

Iridescência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Asas de uma Borboleta.

Bolha de sabão.

iridescência é um fenómeno óptico que faz certos tipos de surpefícies reflectirem as cores do arco-íris. A palavra é derivada do grego, Íris na mitologia grega é a personificação do arco-íris e mensageira dos deuses.

A pena do beija-flor, alguns insectos e bolhas de sabão têm essa propriedade.

Materiais iridescentes são popularmente conhecidos como “furta-cor” no Brasil.

Inglês:

xxx: Iridescence (also known as goniochromism) is generally known as the property of certain surfaces that appear to change color as the angle of view or the angle of illumination changes. There are numerous common examples of iridescence; for example, soap bubblesbutterfly wings, and sea shells.

File:CD-ROM.png

Iridescência do disco compacto similar à do disco nuclear galáctico?