Posts Tagged ‘replicacao’

Replicação do DNA Filmada e Surpreende as Teorias Cientificas

terça-feira, junho 20th, 2017

xxxx

Original paper:

http://www.cell.com/cell/fulltext/S0092-8674(17)30634-7?_returnURL=http%3A%2F%2Flinkinghub.elsevier.com%2Fretrieve%2Fpii%2FS0092867417306347%3Fshowall%3Dtrue

Noticia em Ingles:

http://www.sciencealert.com/dna-replication-has-been-filmed-for-the-first-time-and-it-s-stranger-than-we-thought

Noticia em Portugues:

http://hypescience.com/replicacao-do-dna-foi-filmada-pela-primeira-vez-e-nao-e-bem-como-esperavamos/

Replicação do DNA foi filmada e não é bem como os livros da escola descreviam

Replicação do DNA foi filmada e não é bem como os livros da escola descreviam

xxxx

ENZIMAS DE REPLICAÇÃO DO DNA

Esta materia com video vem do Facebook, Soubiomais:

https://www.facebook.com/Soubiomais/videos/692919990915863/

Enzyme Helicase – e’ quem vem de fora e inicia o processo da replicacao do DNA

 

#BiologiaMolecular

No processo de replicação do DNA várias enzimas estão envolvidas, como a DNA-polimerase, helicases, proteínas SSB, ligases, topoisomerases e primase. Aqui estão algumas.

As helicases são enzimas com função de quebrar as pontes de hidrogênio entre as bases, para que as duas fitas de DNA se separem. Essa separação é essencial para que a forquilha de replicação se movimente.

A primase é a enzima que sintetiza os primers (iniciadores), que são pequenas sequências de RNA, a partir de um molde de DNA. Em eucariotos, a atividade da primase está localizada como componente da DNA-polimerase.

A DNA-polimerase é a enzima que faz a síntese de uma nova fita de DNA. Ela possui a capacidade de adicionar nucleotídeos na extremidade 3’OH de uma região pareada do DNA, fazendo com que a cadeia se estenda no sentido 5’→3’.

A polimerase δ é responsável pela replicação do genoma nuclear, enquanto a polimerase α está envolvida na síntese do primer para o início da replicação e na formação dos Fragmentos de Okazaki. As polimerases β e ε participam dos processos de síntese durante a reparação do DNA. E a polimerase é responsável pela replicação de DNA mitochondrial.

Ver agora a replicacao do RNA, que, Segundo me parece, foi a primeira vez que uma molecula se replicou.

XNA replication

 

  

Auto-Duplicacao do DNA: Como a Natureza inventou isto?

sábado, abril 18th, 2009

dna-replication.png

Imagine que vamos inventar uma piscina mas nao cheia com agua e sim com um liquido viscoso onde tenha todos os tipos e a quantidade suficiente para o plano que vamos realizar. Ai’ voce pode entrar na piscina e um conjunto de raios lazer produzem reacoes no liquido e no final seu corpo foi duplicado! Voce olha para ele… igualsinho a voce. Voce desejaria duplicar seu corpo? Quantas copias? Para que?

Deixando a imaginacao de lado, tem um ” bichinho” na Natureza que faz exatamente isso! Ele esta’ mergulhado num liquido e se auto-duplica constantemente. Assim as celulas sao multiplicadas e gracas a isso nosso corpo cresce desde o tamanho do baby ao tamanho de adulto.

Mas… (sempre lembrando que a Natureza aqui e’ apenas um punhado de elementos quimicos e gazes, ou seja, a sopa primordial onde brotou os fenomenos da Vida) como a Natureza inventou isso? Por que? Para que? Nao me venham dizer que a Natureza tinha um proposito ao fazer isso, ou seja, de aumentar o tamanho dos organismos – quando ela fez o DNA nao existia organismos e nem celulas. Tambem nao me venha dizer que isso aconteceu por acaso na primeira vez: voce vai precisar pegar as mesmas substancias e gazes, fazer aquilo produzir algo como um DNA e fazer ele se replicar.

Como sempre trabalhou a teoria da Matriz, nos saimos a procurar no mundo e no passado a 4 bilhoes de anos atras, onde diabos estava acontecendo isso, ou pelo menos o prototipo disso. Se essa invencao estava determinada a acontecer porque as Leis do Universo teriam estado desde o principio “tuneladas” para que isso acontecesse, fosse `a forca ou fosse pela probabilidade do acaso, nao nos interessa agora: interessa e’ saber quais as forcas da natureza entraram em acao quando  essa “magica” aconteceu.

E os modelos da Matriz nos mostrou que no corpo de LUCA, ainda no espaco sideral, este fenomeno de uma arquitetura se auto-duplicar… nao existia! Engracadinho eu, nao? Bem, a coisa existia e nao existia assim. Vamos ao modelo da Face de LUCA?

O corpo de LUCA e’ uma esfera dividida ao meio por um meridiano formado pela trajetoria do cometa. Entao temos a face esquerda e a face direita. Pelo circuito esferico corre o fluxo de informacao. Toda vez que o fluxo chega no nucleo, ele prossegue gerando novo baby, fa’-lo crescer e chega no ponto inicial da maturidade, Funcao 4, pulsar. 

Bem… se o fluxo parasse aqui, teriamos apenas a metade da face do bicho, a esquerda. E seria uma metade parecida com uma lua minguante, nao teria a linha limitrofe interna. Se o fluxo nao se bifurcasse, mas seguisse todo junto com o espermatozoide na direcao da femea, se consolidaria a linha limitrofe e teriamos uma meia-lua. Mas nenhum dos dois casos ocorre.

Quando o fluxo chega no pulsar, temos meia face, mas entao o que ele faz a seguir? “Replica”, “duplica”, faz uma copia da parte esquerda no espaco livre da direita! Entendeu o truque espetacular? Nao parece mesmo que o nosso criador ex-machine de softwares e’ genial? veja como funciona o software, como ele avanca metodicamente passo a passo, sempre criando primeiro as condicoes, as circunstancias certas, os prototipos, para depois entao chegar finalmente na ideia que ele tinha na cabeca desde o inicio! Se e’ que Deus tem cabeca… que “ce” acha?

Se foi planejado ou nao, nao interessa agora, e sim nos interessa saber de onde a Natrureza tirou a ideia para fazer essa “magica” aqui na Terra, esse negocio de uma molecula conseguir se dividir em duas partes iguais, cada parte fazer uma copia de si mesma, de maneira que a partir de uma molecula inicial no fim tenhamos tres moleculas iguaizinhas.

Mas continue a observar o modelo e tenha mais prazeres `a medida que vais descobrindo a genialidade da Natureza. Vimos que a face esquerda faz a direita como uma copia. Mas no DNA o nucleotideo da direita tambem faz uma copia de si mesmo e a poe como nucleotideo da esquerda. Como a Natureza inventou essa agora? Voltemos ao modelo. Quando o fluxo que corre pela direita chega na ultima funcao da direita, no horizonte de eventos ou quasar, ele nao para ai. Quando o fluxo esta na esquerda, apenas ela se expressa, a outra nao existe ainda. E vice-versa. Quando o fluxo chega no quasar, nao tem a face esquerda, entao imediatamente o fluxo comeca a faze-la nos mesmos moldes da direita. Cheque-mate!

Tu tava pensando que a Natureza e’ burra, e’?… 

Mas de onde apareceu o ziper no DNA? Acho que naquela epoca ainda nao havia nascido o Jonatham Sebastian Zipper, o cara que inventou o zipper ( se nao era esse o nome, eu decreto que a partir de hoje o seja). pra, e’ preciso aprender a entender a Matriz, e isso se consegue com um pouco de treino. Em LUCA, a linha limitrofe ou meridiano e’ muito tenue,  metade  da “grossura” da linha lateral. E’ formada abstratamente pelas pegadas ou rastros do cometa que passa ali. Isso foi fielmente copiado no DNA: as hastes sao linhas mais solidas, consistentes, enquanto o zipper, formado por uma cola de atomos de hidrogenio ( um gaz, imagine) e’ uma linha muito fraca. Entao basta uma enzima qualquer ali, um estimulo quimico qualquer e… o ziper se abre todo (tal como a Jennifer Lopes fez com o zipper da calca quando me viu na primeira vez dizendo: “Vem quente que estou fervendo”… – mas justo neste momento o estraga-prazeres do despertador me interrompeu o sonho… ).

Brincadeiras a parte, vimos mais uma vez como este mundo e’ uma arca repleta de surpresas, quantas alegrias o conhecimento ainda nos proporcionara’, mas e’ agora que vamos ter que comecar a trabalhar serio. Vamos ter que ver como e’, de onde vem, o sinal para iniociar uma auto-duplicacao, que enzima constroi as copias, o que e’ essa enzima, qual o significado de sua existencia, onde ela estava no corpo de LUCA. Temos a impressao que nas hastes do DNA corre um fluxo de energia, subindo por um lado e descendo pelo outro, enquanto um segundo fluzxo sempre aparece para fazer a expressao de um gene. E etc., ha’ muito que pesquisar ainda… ate’ que isso produza a medicina correta para corrigirmos todas as doencas e defeitos fisicos que assolam nossa especie.

Eu queria ter a capacidade de auto-duplicacao, pois teria um exercito para fazer tanto trabalho… Cade a piscina magica?