Posts Tagged ‘significado da vida’

TED Talk (Felicidade): Aumento dos Números Econômicos vai diminuindo a Qualidade de Vida do Povo

sábado, abril 27th, 2019

xxxx

A maioria dos humanos foram conduzidos a viver em caixas de cimento sem quintais chamados de apartamentos, enquanto passam os dias nas fabricas sem verem a luz do sol. E isso aconteceu enquanto o esforço nacional era aumentar o PIB. E não a qualidade da vida humana. Esta vida sem sentido promove o consumismo e o maior PIB significa maior exploração dos recursos naturais, cuja diminuição vai diminuir a qualidade de vida.

A meta da humanidade deve ser a busca da maior felicidade de todos os humanos, sem excessao. E o primeiro fator que concede mais felicidade humana ( como confirma o autor desta palestra), é a conexão social do individuo. O engajamento dos indivíduos em associações de quadra, de vila, de cidade, de estado e quica, do planeta, sempre sera incentivado pela Matrix/DNA. E a visão de mundo da Matrix/DNA e a que melhor fundamenta o código moral e incentivo a união humanitária quando diz que somos 8 bilhões de genes. o que teria acontecido se todos os genes que fizeram o nosso corpo estivessem plenamente felizes? teriam feito a mais suntuosa obra, o corpo mais perfeito possível. Assim vamos construir o planeta do amanha.

O mais feliz pais no planeta?

Não é a Suíça, nem Dinamarca.

E’ a Costa Rica. Menos consumo, mais vida comunitária. Cada individuo vive assim mais feliz consumindo apenas um quarto do que consome um individuo americano. O maior índice de longevidade do mundo: 78,9%.  Não tem exercito, ótimo sistema educacional gratuito e sistema de saúde do governo. – ” Ao invés de soldados vamos investir nos melhores estudantes que for possível”.

Estas informações vem da palestra no TED do fundador do Índice de felicidade no planeta

https://www.ted.com/talks/nic_marks_the_happy_planet_index/transcript#t-502389

Robert Kenned, deu a mais eloquente desconstrução do produto nacional bruto que já existiu. E ele terminou sua apresentação com a frase, dizendo que “O produto nacional bruto mede tudo, exceto aquilo que faz a vida valer a pena.” Que loucura é essa? Que a medida do nosso progresso, nossa medida dominante do progresso na sociedade, está medindo tudo exceto aquilo que faz a vida valer a pena?

Temos que ensinar ao povo cristão que não estamos a beira do apocalipse e sim galgando a montanha de onde veremos a Terra Prometida.

A seguir a parte final da mensagem da palestra:

Quais são as 5 ações positivas que você pode fazer para melhorar o bem-estar na sua vida? E o ponto disso é que eles não são completamente, o segredo da felicidade, mas são coisas que eu penso que a felicidade pode fluir dali.

13:32

E a primeira delas é conectar, seus relacionamentos sociais são os conectores mais importantes da sua vida. Você investe seu tempo com as pessoas que você ama que você poderia investir, e energia? Continue investindo.

A segunda é ser ativo. A maneira mais rápida para se livrar do mau humor: saia, vá dar uma caminhada, ligue o rádio e dance. Ser ativo é ótimo para nosso humor positivo.

 A terceira é notar. O quão atento você é às coisas que acontecem pelo mundo, às mudanças de estação, às pessoas ao seu redor? Você percebe o que está borbulhando dentro de você e tentando emergir? Baseado em muitas evidências por atenção, terapia de comportamento cognitivo, [muito] forte para nosso bem estar.

A quarta é continuar aprendendo e manter é importante — aprender durante todo o curso de uma vida. Pessoas mais velhas que continuam aprendendo e são curiosas, elas possuem resultados de saúde muito melhores do que aqueles que começam a se acomodar. Mas não precisa ser educação formal; não é baseado em conhecimento. É mais curiosidade. Pode ser aprender a cozinhar um novo prato, pegar um instrumento que você esqueceu desde a infância. Continuar aprendendo.

E a última é a mais “anti-economia” das atividades, doar. Nossa generosidade, nosso altruismo, nossa compaixão, tudo está interconectado ao mecanismo de recompensa do nosso cérebro. Nos sentimos bem se damos algo. Podemos fazer uma experiência onde você dá a dois grupos de pessoas cem dólares de manhã. Você diz a um grupo que é para gastar com eles mesmos e ao outro para gastar com outras pessoas. Meça a felicidade deles no final do dia, aqueles que saíram e gastaram com outras pessoas estão mais felizes do que aqueles que gastaram consigo.

xxxxxx