Posts Tagged ‘sustentabilidade’

Os pregadores da sustentabilidade e salvação da vida estão incentivando o consumismo e a destruição dela, inconscientemente.

segunda-feira, janeiro 14th, 2019

xxxx

Sempre procurando noticias sobre Ciências, cai por acaso num blog intitulado “LIFE SCIENCE EXPLORATION” da escritora cientifica Neah Jain. E lendo um excelente artigo cujo link vai aqui abaixo, não pude resistir a postar no artigo um comentário, que copio a seguir ( esta em inglês, porem estarei traduzindo o comentário e o artigo assim que tiver tempo).

Meu comentário ( não publicado, aguardando moderação). Voltar para ver se ela respondeu:

Louis Charles Morelli | 

Hi, Neah… excuse-me my three cents here.
1) The materialist and nihilist scientific modern world view generated by these modern scientific theories is a culprit, since that it drives the youngers to consumerism. Science does not produces universal theories, like “Big Bang”, abiogenesis, blind evolution, etc.; humans do. And like religions do it, people that are working, thinking and writing about Science are creating a moral code, and this nihilist moral code is against yours definition of “to be sustainable”.
The big secret here is that we can connect all known scientific data in a different way that obeys all known scientific natural laws, getting a total different world view. I did and got it, exposed at my website. But, this different world view drives to a different moral code, a different behavior, just self-educating to be sustainable.
So, sorry my humble opinion, but if you writes supporting these scientific theories you are doing bad, besides personally you are trying to be sustainable, because you are driven lots of people to a wrong way. What do you think?

2) The “Primatas of Park Avenue” ( an interesting book revealing how the most rich people lives at the New York Uptown) reinforces the idea among the 1% that they must buy and consuming all they can, for fostering the economy, for giving back the money to the market and working people. They are the owners of the shares of corporations which is driven people to consumerism. So, they are in the root of this problem. Do you have any idea how to leave yours message for fighting the cause, and not us, the effect? I would appreciate a debate about these issues. Cheers and thanks by the good job.

3) Human consumerism is an effect of non-rational animal genetic inheritance. Larger predators kills all preys in a place, even that they will eat only one or two. Preys has no other purpose in life if not eating all that they can see. So, we will not save humankind if not by exorcising these animals instincts. My world view is a tool for driving people to their self-exorcization. The academic official world view is not. It means that your message is going nowhere. But,… are you going to do different from all that you learned and from what you are getting your surviving?

xxxxx

Copia do artigo para fazer a tradução:

The Art of Sustainable Living

https://lifescienceexplore.wordpress.com/2015/10/27/the-art-of-sustainable-living/comment-page-1/#comment-961

My grandmother passed away a few years ago. She had few possessions: only one suitcase full of clothes and a cabinet of dishes.

Minha mae faleceu a poucos anos atras. Ela tinha poucas posses: somente uma mala cheia de roupas e um armário cheio de pratos.

I thought about how many possessions I had and came to the shocking realization that all my stuff would fill at least five large suitcases. That is when I thought: How many things do I actually use on a daily basis from all the stuff I have? I struggled to think of more than ten items, yet my home is filled to the brim with all kinds of paraphernalia. I felt rather disturbed and guilty when I realized I’ve been hoarding so much stuff for all these years without actually using it.

Eu pensei sobre quantas posses ( quantas coisas, objetos) eu tinha e me veio a chocante conclusão todo meu aparato encheria ao menos cinco grandes malas. Nisto foi quando pensei: Quantas coisas eu realmente uso numa base diária de todas estas coisas que tenho? Eu tive dificuldades em pensar em mais do dez itens, e mesmo assim minha casa esta cheia com toda especie de parafernália. Eu me senti muito perturbada e culpada quando conclui que tenho adquirido tanto bagulho por todos estes anos sem ter usado ele. ( a continuar)…

A Falacia Cultural da Sustentabilidade, pelo Professor Felício e pela Matrix/DNA

quinta-feira, novembro 24th, 2016

xxxx

Prof. Dr. RICARDO AUGUSTO FELÍCIO: “Rebatendo a Ideologia da SUSTENTABILIDADE e da ECONOMIA VERDE.”

https://www.youtube.com/watch?v=UFoGZpcBeg8

xxxx

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – 11/24/2016

Grande, louvável e oportuna função humanista estas exercendo, professor. Grato simplesmente pela sua existência aqui e agora. Não que eu concorde com vários detalhes da sua visão do mundo, nem com as algumas de suas soluções sugeridas para estes detalhes, mas sim por se manter como uma rara antena da especie acordada como auto-critica.

Faltou a ti iniciar a palestra expondo a raiz primeira causacional que motiva esta cultura a escolher seus caminhos. Faltou expor e lembrar – embasado na Ciência – a causa da existência da mentalidade por traz desta cultura, a raiz que leva o humano impessoal a entender todo o resto dos detalhes que apresentas. Esta causa e’ a raiz psicológica dos humanos, desenvolvida a partir dos nossos criadores, os nossos ancestrais animais, sendo a psicologia humana a atual forma dos instintos animais, os quais criaram todos os sistemas sociais produzidos ate hoje, seja o feudalismo, o capitalismo, o comunismo, etc.

A pequena maioria de humanos que compreende o grupo dos aristocratas, burocratas, dos países mais desenvolvidos, criam e geram o sistema social baseado nas origens do seu psicológico, por isso, este sistema global imita exatamente as regras das selvas geradas pelas especies de animais. Se na selva temos os grandes predadores, os médios predadores, e as presas, nos sistemas sociais humanos ( todos eles) temos a classe alta ( destes aristocratas globais), a classe media e a classe dos pobres. Então, da mesma forma que os leões ficam preguiçosamente a sombra de arvores espraiando no alto da colina e observando la’ embaixo as ovelhas trabalhando de sol a sol transformando grama em carne suculenta para eles descerem e fazerem a colheita, assim os aristocratas humanos ficam em reuniões sob ar condicionado tramando como manter o povo trabalhando de maneira que lhe ofereça uma colheita mais lucrativa.

A culpa deste absurdo existencial não e’ dos grandes predadores apenas, e sim das três classes, por manterem e resistirem ao exorcismo destes instintos de seus cérebros e buscarem uma nova forma psicológica transcendente, digna de humanos e não para animais. O que estas fazendo e’ chamar a atenção para esta cultura gerada e alimentada nos 10 ou 15 mil anos da cultura transmitida por aqueles leões da colina que podem pensa-la e tramar suas artimanhas para manter seu status quo. Estas a mostrar como ela e’ falsa, como ela interpreta o mundo real de manira totalmente desvirtuada para atender seus interesses de grande predador.

O que estas a fazer e’ uma tentativa de des-construção cultural. O problema e’ que os predadores não querem mudar e vão combate-lo na sua ferocidade mandibular, enquanto as ovelhas humanas também nem sequer vão ouvi-lo porque a sua raiz psicológica vem de uma historia onde as ovelhas não podem se defenderem de leões e esta raiz foi mantida astuciosamente nestas formas de manipulação mental principalmente com a invenção das religiões, pois na condição de humanos, se as ovelhas quisessem, poderiam enfrentar e expulsar os grandes e médios predadores. Começando pelos boicotes em todo tipo de relacionamentos e trocas econômicas. Existe uma outra iniciativa em busca desta desconstrução cultural que esta a publicar diariamente as falacias da cultura e reinterpretando os fenômenos e eventos do mundo real, no website ” A Matriz Universal dos Sistemas Naturais”. Seria bom dares uma olhada ali.

Outro “cientista” neomarxista….não houve um…. um climatologista respeitável em todo mundo que escrevesse uma linha sobre a “ciência” do Prof. Felício….
Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli1 second ago

Não adianta tentar desviar-nos a atenção do tema real usando palavras abstratas que nada significam em nosso dicionario, como ” neomarxista”, capitalista, comunista, etc. Isto são criacoes verborreicas desta cultura predatória milenar e sobre nos não produz mais qualquer efeito. Atenha-se a criticar os fatos reais apontados no video trazendo seus fatos reais. Você demonstra aqui sua tendencia animalescamente instintiva a predador e reage de acordo ignorando que o palestrante mencionou no inicio que ele apresentaria o tema sob a ótica contraria a sua, do ponto de vista dos pobres-presas. Deves ser mais um coxinha, mas aqui ‘e area dos intelectos buscando o exorcismo dos instintos animais de nossos cérebros, portanto aqui não cabem intelectos tendendo a serem nem coxinhas nem mortadelas. Boa, Fagner, continue vigilante e ativo.
Colocar qualquer questionamento com embasamento filosófico como Marxista é ignorância ou inocência demais. Não existe a ciência de fulano ou de ciclano, a ciência é fundamentada através de metodologia, e questionar faz parte, o ceticismo do professor é válido e é saudável no âmbito acadêmico. Refutando o seu argumento só no ano de 2008, cerca de 650 cientistas retiraram o seus respectivos nomes do relatório do IPCC (painel que faz as previsões climáticas.)