Posts Tagged ‘Teoria Nebular’

Montanhas da Criação ou A Placenta Celeste?

terça-feira, agosto 11th, 2009

a-placenta-celeste.jpg

A Placenta Celeste pela Teoria da Matriz/DNA Universal

Continua a controvérsia entre a Teoria da Matriz/DNA e a Teoria Nebular. O Spitzer, um telescópio que navega no espaço sideral nos manda esta foto. Estas massas de gás frio e de poeira cósmica ficam situadas numa região de formação de estrelas designada por W5, na constelação da Cassiopeia. O pessoal da NASA, que conhecem apenas a Teoria Nebular e desconhecem os modelos astronomicos da Teoria da Matriz/DNA, interpretam que estas massas são criadoras de estrelas e por isso deram o nome á foto de “Montanhas da Criação”. Enquanto isso a Teoria da Matriz/DNA interpreta a foto de outra maneira e sugere outro nome: A Placenta Celeste. E explica:

“No Vórtice existente nos nucleos galácticos ou naqueles “buracos brancos” formados pela poeira de estrelas velhas e em decomposição, surgem as esferas chamejantes constituidas principalmente de ferro e quando são expelidas ou abortadas  pelos vórtices estas esferas atravessam o horizonte de eventos que é constituído pela massa de gás, debris, detritos de astros e estrelas desfeitas. Nestas regiões frias o caldo chamejante da esfera se enrijece e seu magnetismo atrai as massas da região, as quais se agregam e cobrem a esfera. Assim, a esfera inicial torna-se nucleo adormecido de uma esfera maior, a qual vai se tornar as camadas geológicas ou crostras de rochas e os oceanos, e nesta fase os astros são por nós humanos denominados como “planetas”. Dormitando como o germe dormita na semente de um grão de milho, o nucleo vai ser despertado quando o planeta cair na órbita de uma estrela, cuja energia vai se infiltrar no solo do planeta e alcançar o germe nuclear. Quando ele é despertado tem inicio as reações nucleares, ou seja ele começa a se alimentar das particulas de energia dos atomos que constituem o seu envoltório. Por isso, assim como em todos os embriões vivos, aquela massa nutritiva vai nutrir a formação do germe e então ela faz o mesmo papel da placenta para os seres vivos. Quando termina a energia contida na placenta, o planeta tem sua superficie coberta por gigantescos vulcões em erupção, tornando-se o que denominamos “pulsar”, e então tôda a atmosfera colapsa-se e o astro desabrocha mil vezes mais crescido e luminoso, na forma de uma estrela supernova, como filha da estrela que a amamentou. Os modelos da Teoria Nebular estão baseados apenas na mecânica celeste Newtoniana, a qual se aplica razoavelmente aos sistemas estelares, porém, quando estes sistemas evoluiram para sistemas galácticos tornaram-se semi-mecânicos/semi-biológicos, e é esta superficial cobertura de Vida que rege o Cosmos que continua despercebida para a astronomia moderna humana.”    

 O Spitzer, ao estar equipado com câmaras de infravermelho, consegue penetrar nestas nuvens escuras e detectar esferas luminosas que eram desconhecidas até agora e com isso interpretam-nas como novas estrelas em formação. Segundo a Matriz, de fato as esferas estão envolvidas no processo da formação de estrelas, mas porém, não são estrelas jovens, como dizem. Estas esferas estão, para as estrelas, assim como aquele germe branco na ponta de um grão de milho está para o envoltótio amarelo e nutritivo do grão de milho.  Ou assim como um feto humano está para um adulto humano. Antes de serem estrelas, elas serão nucleos de planetas e depois, pulsares.

O Sptizer consegue esta façanha porque a luz infravermelha consegue viajar através da poeira, enquanto que a luz visível é bloqueada por ela. Além disso, a própria poeira é aquecida pela luz das estrelas circundantes e emite no infravermelho.

Bem,… vamos esperar o tempo – que é o maior e unico gabaritado juiz nestes casos – decidir se o nome daquilo será as Montanhas da Criação ou A Placenta Celeste. ( Raios, não consigo engolir aquele nome; voces já viram montanhas onde ocorre criação de alguma coisa?! Eu nunca ví…)

O fato é que a Teoria Nebular, eleita mundialmente na falta de outra melhor na época, e que está sendo ensinada nos bancos escolares formando a cosmovisão de nossos filhos, parece-me eivada de misticismo e destituída de lógica e racionalidade. Nela a Evolução Cosmógica durante 10 bilhões de anos não tem os atributos e propriedades que expliquem o que o Cosmos produziu realmente: o fenômeno dos sistemas biológicos, cognominados de “seres vivos”, nos ultimos 3,7 bilhões de anos. Assim a História Universal está dividida em dois blocos sem conexão racional entre si ( A História Cosmológica e a História Biológica), não se detecta os principios que regem a evolução biológica que existiram na evolução cosmológica e vice-versa, não se identifica e nem se demonstra as forças e elementos fisicos que existiam no estado do mundo nos momentos antes das origens da Vida e que expliquem estas origens. Entre as duas Histórias criou-se um abismo de trevas e para contentar a curiosidade da mente humana ainda infantil criaram estórias fantasiosas de monstros e dragões alados, tais como o hipotético e fantasmagórico buraco negro canibal a devorar mundos inteiros. Por outro lado, os modelos da Teoria da Matriz/DNA Universal foi um ato rebelde mais adulto contra esta mística, forjado sob tortura nos infernos da selva amazônica em nichos jamais tocados pelo homem branco e portanto uma parte da biosfera que permanece ainda virgem e testemunha dos eventos nas origens da Vida, eventos estes que revelam ou sugerem um surpreendente porem racional reino astronomico nos envolvendo, dentro do qual existimos e pelo qual fomos gerados. Nestes modelos a fria mecânica celeste Newtoniana começa a  revelar uma cobertura ainda primitiva e selvagem de leis biológicas, os astros surgem como nossos reais antepassados e adquirem inclusive um principio do ciclo vital, cujas produções eliminam totalmente a crença moderna na geração espontanea e casuística de planetas e estrelas. A Teoria da Evolução Darwiniana descobre-se como a descrição de um mero ciclo micro-evolutivo da macro-evolução universal e suas tres variaveis ou postulados universais conhecidos como Variação, Seleção Natural e Hereditariedade tomam um banho de termodinamica, ganhando mais quatro variáveis para tornar-se a verdadeira Evolução Universal e assim inclusive explicar e preencher as lacunas na teoria darwiniana. O modelo dos building blocks dos sistemas astronomicos são tratados pela Natureza pela técnica da nanotecnologia – assim como ela faz quando transforma um corpo adulto humano numa microscópica célula que reinicia a reprodução de novo corpo – e assim sistemas astronomicos se reproduzem como sistemas microscópicos como são os “nucleotideos”, que são as unbidades fundamentais de informação ou “building blocks” dos sistemas biológicos. E assim nós, humanos, entendemos nnumrelance nossa intima e inquebrantável ligacão com o Cosmos, pois ele adentra nossa carne e nel;a instala sua semente, o DNA, que melhor seria denominado “O Código Cósmico Humano”. Enquanto isto, a descoberta do ancestral de RNA’s e DNA’s e portanto do primeiro ser vivo que moveu-se neste planeta, como sendo um ser astronomico, desloca a idéia de LUCA – the Last Universal Common Ancestral – da superficie da Terra e o situa no Céu, com isso obrigando-nos a mudar drasticamente nosso entendimento sobre nossa existência, inclusive reabrindo as portas do racionalismo materialista lógico para a a possibilidade da existência de Inteligencias Superiores, que parecem ocuparem-se em  criar universos brincando com softwares quanticos, ou então, que tal como nós, se fragmentam em seus bits-informação e se reproduzem como novos universos, o que daria um significado sublime e imortal para nossa existência como auto-consciencias. Mas como disse acima, os modelos estão sob testes e fotos como estas do Spitzer são duras provas pelos quais eles tem que passarem, e a resposta final está com o tempo. 

Astronomia: Foto de Supernova Irregular, Explicada pela Teoria da Matriz

terça-feira, junho 23rd, 2009

 Em   http://chandra.harvard.edu/photo/2009/snr0104/  , no site da NASA sobre “Chandra, X-Ray Laboratory” , sob artigo de nome ” SNR 0104-72.3: Supernova Remnant is an Unusual Suspect”…

esta’ sendo publicada uma foto de uma Supernova com formato estranho, nao previsto pela teoria oficial denominada “Teoria Nebular”, mas que pode ser perfeitamente explicavel pelos modelos da Teoria da Matriz. Voce pode ir ao site, ver o artigo e a enorme confusao que suscitou tantas tentativas de explicacao e ver tambem o seguinte comentario que postei no meio dos comentarios que seguem o artigo: 

From Louis Morelli:

As said Donis, in the post above, “Listen, you guys are the experts, so my apologies for proposing some explanation for the irregular supernova remnant, that may be completely absurd BUT… Every tentative of explanations are based in the “Nebular Theory”. Since I advocate another astronomic model, The Universal Matrix of Natural Systems and Life’s Cycle, I will try to put the explanation from this theory (sorry the bad English, which can prejudice the explanation) :“ Supernovas are not result of explosion from white dwarf. The Matrix Theory does not suggest that new bodies appear by spontaneous generation as said by Nebular Theory. Astronomic bodies obeys a kind of life cycle, so like human beings, they change shapes while getting older. The new photo about baby stars in the center of the galaxy was designed by Matrix Theory about 25 years ago, and so, every photo from NASA in the last years are proven the models.  The models could be wrong or non complete, of course, but, if you know it, you have new opportunity for your progress.  What should be the object in this photo by Matrix Theory? We need go a little bit further for explain it, which is impossible here. But, resumed it is:“ When a planet is captured in the orbit of a star, the energy from the star reaches the planet’s core, then, it happens the something with a grain of corn: the germ of a star inside the core wake up and begin the nuclear reactions, when it is feeding from the geological plates surrounding it. The core grows from inside to outside, the pression produces volcanoes and billions years later; the volcanoes are so strong that emits matter like iron to the surrounding sky. The tectonic plates becomes tiny till disappearing completely and at this moment everything collapses into the core, which ignites the growing core and it suddenly is opened as a supernova. Everything happens like a seed of corn when grow up.  It is possible that the core “eats” more surrounding matter in the north than in the south ( due the geographic configuration between continents, oceans, gases, etc.) so, it is possible that the initial shape after the ignition be asymmetric, not circular. But, after some million years later, the star becomes circular.If you have some curiosity please see the web-site and models at http://theuniversalmatrix.com     The shape of SNR 0104-72.3 was better predicted by Matrix Theory than the Nebular Theory. I know that Matrix Theory seems an absurdity (it was for me when it resulted from my models), but, if you know and understand the final meanings, it is not absurd, it is the most rational possible. As I said in the post above, the process of formation of celestial bodies are mechanical and primitive process ancestors of the process about the formation of a plant, like corn. Now, I will ask you: who or what invented the process for formation of plants? God?! Prove it! Or do you think the whole process since the formation of a seed till the flourishment of fruits, this extraordinary engineer, is result by chance alone?! It should be more rational to think that not only the forces and the elements, but also the whole process, already was being applied in Nature, before life’s origins. The Nebular Theory has no foundations for life happened in the way it does.      As said Adonis, I am living in America for to stay more closer to advancement of Science and Astronomy specially, so, “ This is one governmental area where I have no problem with my tax dollars being spent. Thanks for all the great work. Have a great day.

CARTA ABERTA DA MATRIZ A TODAS COMUNIDADES ASTRONOMICAS

domingo, março 8th, 2009

Perguntas da Teoria da Matriz Universal para a Comunidade Astronomica:

Considerando-se que A Teoria Nebular ou Hipotese Nebular aceita pela Comunidade Astronomica, enviada aos Governos e aos Meios de Comunicacao, incluida no Curriculum Escolar, eleita como ideal formadora da Visao do Mundo e consequentemente geradora de comportamentos e valores humanos, estabelece que …

O Sol começou a brilhar quando o núcleo atingiu 10 milhões de graus Celsius, temperatura suficiente para iniciar reações de fusão nuclear. A radiação acabou por gerar um vento solar muito forte, conhecido como “onda de choque”, que espalhou o gás e poeira restantes das redondezas da estrela recém-nascida para os planetas que se acabaram de formar a partir de enormes colisões entre os protoplanetas.” (Wikipedia)…

E considerando-se que desconhecemos os fatos e eventos que dao o suporte preferencial da Comunidade Astronomica a esta teoria, solicitamos as informacoes a seguir:   

1) Sobre a Genese dos Astros

a) A Teoria Nebular ou Hipotese Nebular estabelece que a condicao inicial necessaria e suficiente para a formacao dos astros requer apenas um ponto no espaco preenchido por gaz, poeira, debris e outros fragmentos do espaco, regidos pela forca gravitacional.  Satisfeitas estas condicoes um astro pode surgir espontaneamente, nao necessitando de um germe ou semente nem de algum programa pre-estabelecido como o genetico necessario para formacao dos seres vivos. Em outras palavras, a Teoria Nebular defende a “Geracao Espontanea dos Astros”. Esta’ correta esta conclusao? Se errada, porque?

b) Onde e em que nivel de detalhes tecnicos esta’ registrada cientificamente o tipo de material formador do nucleo solar e o evento que descreve esta formacao? 

c) Onde esta’ e como esta’ registrada cientificamente o evento ou experiencia comprovada em que um corpo tal como o denominado  “nucleo solar”, ao atingir a temperatura de 10 milhoes de graus Celsius comeca a brilhar e a in iniciar reacoes de fusao nuclear? 

d) Onde esta’ e como esta’ registrado o evento ou experiencia laboratorial onde um corpo denominado “nucleo solar” ( ou outro indicado como paramentro factual) sob a temperatura de 10 milhoes de graus Celsius inicia a emitir radiacao e a observacao de que esta radiacao produz vento solar muito forte (ou outro tipo de vento dentro das circuntancias gravitacionais proximas ao nucleo solar)?

e) Onde esta’ e como esta’ registrado o evento observado ou experiencia laboratorial efetuada que descreve as condicoes fisicas tais como densidade e nivel gravitacional do gaz e poeira colhido nas redondezas do Sol a 5 bilhoes de anos atras (ou de outra estrela semelhante porem recem-nascida) e espalhado sobre corpos denominados proto-planetas (ou outros indicados como parametro factual) e agitando-os para provocar enormes colisoes entre proto-planetas?

f) Onde e como foi observada o evento da formacao de planetas a partir da observacao de choques violentos entre proto-planetas?

h) Onde estao e a que detalhamento de nivel tecnico, registrados cientificamente os eventos observados ou experiencias laboratoriais sobre as origens dos sete principais tipos de astros (planeta, lua, estrela, quasar, pulsar, buraco negro e cometa) que sugerem os mecanismos e processos de geracao espontanea?

 2) DIVERSIDADE DAS ESPECIES  DOS ASTROS

Considerando que:

A Teoria Nebular ou Hipotese Nebular estabelece que cada um dos sete tipos de astros surgem por sua propria conta e risco, separados entre si, sem nenhum elo evolucionario ou transformador que os unissem numa linhagem evolucionaria.  Esta’ correta esta afirmacao? Se errada, porque?

Se correta: A Teoria Nebular elege o acaso regido pela probabilidade dos movimentos naturais como fonte unica responsavel pela criacao ou formacao das especies de astros celestes. Os diferentes tipos de astros surgem a partir sempre de um unico e mesmo elemento porem variavel em seu estado geral: o conjunto de gaz, poeira, debris, fragmentos outros, que compoem um determinado ponto do espaco. O metodo natural que produz a diversidade de especies de astros e’ o da criacao das especies previamente desenhado pelas circuntancias fisicas das substancias constituintes. Portanto a diversidades das especies de astros celestes e’ produzida por uma unica fonte que as gera separadas entre si, uma a uma.

Pergunta-se:

a) Onde estao e a que detalhamento de nivel tecnico, registrados cientificamente, os eventos observados ou experiencias laboratoriais sobre as origens dos sete principais tipos de astros (planeta, lua, estrela, quasar, pulsar, buraco negro e cometa) que sugerem os mecanismos e processos deste metodo produtor da diversificacao das especies?

3) EVOLUCAO COSMOLOGICA  x  EVOLUCAO BIOLOGICA

Considerando-se que:

As Ciencias Biologicas estabelecem que os mecanismos e processos geradores dos Sistemas Biologicos (aka, seres vivos) e responsaveis pela diversificacao das especies destes sistemas sao os pertinentes `as “Teoria da Biogenese” e ” Teoria da Evolucao Neo-Darwiniana”, os quais sao contrarios `as hipoteses da geracao espontanea e `a hipotese biblica da criacao das especies uma a uma separadas entre si.

As Ciencias Astronomicas estabelecem que os mecanismos e processos geradores dos astros e Sistemas Astronomicos e responsaveis pela diversificacao de tipos e formas destes astros e sistemas sao os pertinentes `as “Teoria Nebular” e `a ” Sub-Teoria da Geracao Espontanea dos Astros e Sistemas Celestes”, as quais sao contrarias `a hipotese de tais mecanismos e processos serem ancestrais daqueles deflagradores da Biogenese e `a hipotese de serem ancestrais da Evolucao Nao-Darwiniana.

Pergunta-se:

1) Onde e em que nivel de detalhamento tecnico esta’ registrado o modelo teorico das condicoes e estado do mundo a 4 bilhoes de anos atras – portanto momentos antes das origens da Vida na Terra – que descreve e indica cada uma das forcas e elementos naturais, o nivel de intensidade de cada forca ou elemento, e as causas direcionadoras destas forcas para convergirem num mesmo tempo astronomico e mesmo ponto espacial e produzirem o acidente que bloqueou e desviou os mecanismos e processos reinantes na Historia da Evolucao Cosmologica a ponto de se transformarem ou cederem a dominancia para os novos e emergentes mecanismos e processos que geraram os Sistemas Biologicos? Que evento acidental ou nao existiu ou existe preenchendo o vacuo entre as duas Historias Evolucionarias de um unico e mesmo Universo?

4) Leis Internacionais que Regulam a Competicao entre Teorias inseridas nos Curriculuns Escolares

Considerando que:

A Comunidade Astronomica elege como metodo preferencial na busca e transmissao do conhecimento sobre o mundo natural o Metodo Cientifico. O Metodo Cientifico se apoia em teorias cientificas como guias internos para novas pesquisas e formulacao de conceitos cientificos emitidos ao publico em geral. A Ciencia nao aprova teorias regidas pela fe’ mas sim aquelas que apresentem maiores evidencias comprovadas,  sejam cientificamente testaveis e apresentem a maior capacidade de acertar  suas previsoes:

Pergunta-se: 

1) Qual organizacao ou pessoa, que criterios foram utilizados, e quando foi eleita a Teoria Nebular?

  2) Novas teorias emergentes, a quem e como se apresentar para desafiar a teoria campea do momento, de maneira que resguardemos a integridade do Metodo Cientifico e a integridade na Ciencia na formacao dos valores humanos ? 

3) Sobre os requisitos a aceitacao de teorias emergentes:

Considerando-se que os fenomenos astronomicos relacionados `as origens dos astros e diversificacao dos tipos de astros situam-se numa dimensao inatingivel pelo complexo sensorial humano, tem sido considerado como fonte de conhecimentos cientificos os dados captados pelos instrumentos cientificos que ampliam a capacidade dos sentidos humanos, e a medicao destes dados pelo raciocinio matematico. Qual a oportunidade democratica que a Comunidade Astronomica confere aos contestadores que afirmam serem estes instrumentos constituintes de um complexo sensorial conectado a um cerebro-eletromecanico de um computador que seleciona, descrimina e descarta informacoes de maneira diferente do cerebro humano, e que a Matematica nao tem provado ser a linguagem do Cosmos, ao mesmo tempo que apresentam modelos teoricos obtidos por medicoes efetuadas pelo metodo da anatomia comparada entre os fenomenos cosmologicos e biologicos, elegendo como linguagem preferencial, a Biologica?    

 Principalmente quando uma nova teoria afirma ter maior numero de evidencias e de previsoes acertadas a seu favor registradas em legalmente oficializados index cientificos, tais como se propoe a Teoria da Matriz Universal dos Sistemas naturais e Ciclos Vitais, que dentre outras apresentam modelos indicando que:

1) Estao plenamente identificadas e descritas as condicoes e estado do mundo a 4 bilhoes de anos atras que geraram os sistemas biologicos e satisfazem plenamente como elo entre a Evolucao Cosmologica e a Evolucao Biologica. As forcas, seus niveis de intensidade, e causas de convergencia sobre um unico ponto no tempo e espaco sao detalhadamente descritas no modelo e sao cientificamente testaveis;

2) Os modelos descrevem processos e mecanismos envolvidos na geracao dos sistemas biologicos que teriam evoluidos de mecanismos e processos primitivos existentes nos sistemas astronomicos e atomicos, eliminando a necessidade de se apresentar um quadro descritivo do acidente que teria rompido a sucessao natural e logistica de causas e efeitos no espaco e tempo entre o estado do mundo antes e depois da origem da Vida:

3) Os modelos descrevem um mecanismo e processo natural capaz de produzir a diversificacao de especies a partir de um unico cepo inicial, perfeitamente possivel de existir dentre os sistemas astronomicos e viavel `a evolucao para os mecanismos e processos que produziram a diversificacao dos seres vivos.

No aguardo de sua preciosa resposta,

Atenciosamente,

Louis Charles Morelli