Posts Tagged ‘Universo’

Tudo veio do Nada! Debate entre os dois mais famosos cientistas de hoje, Krauss e Dawkins, e a critica da Matrix/DNA

domingo, junho 16th, 2019

xxxxx

Debate sobre origens da vida e do Universo. Abaixo está copiado o meu comentario postado no Youtube, sob pseudonimo de Pablo Fonseca

https://www.youtube.com/watch?v=gH9UvnrARf8

Something From Nothing – a conversation w/ Richard dawkins & Lawrence Krauss – ASU Feb 4, 2012

Pablo FonsecaPablo Fonseca – 6/16/19 (primeiro dos dois posts de entrada)
Unbelievable these two intelligent men talking absurdities as “life from non life” and “, “an Universe from nothing”, only because they do not have the correct theoretical cosmological model. Every property from each biological system (mistakenly called ” living thing”) is existent at astronomic and atomic systems, and the formation of this universe was identical to the formation of all systems inside it and produced here. So there is no problem as “how was the origins of life and the universe”. There are no “origins”, everything comes from transformation with evolution. Someone has even saw the “origin” of something? The word “life” is the culprit of this messy confusion and the first cause that makes our mind going out of Reazon towards magical thinking, searching gods or chance operating as magicals. All natural systems has “life” or noone has it. Physics and Biology breaks the Universal Natural History of 13,8 billion years, with a unique continuum evolutionary lineage, into two separated blocks – The History of Cosmological Evolution, till 4 billion years ago, and Biological Evolution, till now. THIS SEPARATION DOES NOT EXIST. Natural universe does not know about that. A non scientist called Morelli found the evolutionary link between this astronomic system and the first cell system merely applying the old method of comparative anatomy between the two system. It was so easy to solve these big mysteries! I can’t believe that humanity do not grasp it!
xxxxx
Pablo FonsecaPablo Fonseca – 6/16/19 (segundo dos dois posts de entrada)
” When has replicating molecules, evolution can takes off”, says Dawkins. He is trying to describe movements of matter as an observer. Like a microscopic microbe inside an ovule would say: ” Since the female chromosome mixed with male chrossoma, evolution took off… and we are watching evolution just here and now, one shape being transformed into a new more complex shape.” We know how these microbes are right describing the scenes, but so much wrong about the meaning, the causes. The microbes can’t see the genome and DNA doing everything, driving evolution based on previous natural non-intelligent design. A design that was transmitted naturally, without applying intelligence, by a couple of a species living outside the ovule that the microbes does not know nothing about. This species that Dawkins can’t see also standing here, which transmitted a kind of DNA and is driving these evolution (which are merely the steps of a reproductive genetic reproduction(process) with big mutation due the new environment) is just this astronomic system that was here before biological systems, in which body life started. But Dawkins can see this species surrounding us, the problem is that cosmologists like Krauss didn’t get the right theoretical astronomic model. Matrix/DNA Theory at least got a model where all life’s properties are localized in this species 10 billions years ago. Evolution did not took off here, it already was cosmological evolution, there is a logical continuum…
xxxxx
Brian Holloway – 6/16/19
Eminent Philosophers. Richard Dawkins Here stated. And I quote. We don’t know how it started. And as yet We cannot started it. That is, A single cell organism that can replicate. And all the engineers of science, And all the laboratories around the world. As yet have not Even come close, To producing A living cell that can replicate from a rock. But when we can do it, We know that Evolution can takes off ” These are supposed to be too intelligent men? This is pure assumption and speculation. Even the greatest Naturalist of all time John Gould, Wrote, Two staggering quotes. One…… At the present rate of erosion, It is a miracle we still have the fossil record, It should have been rubbed out at least eight times. Second…… When we find the missing links we can prove Evolution. I wonder if those two People Here speaking believe in Santa Claus. If you cannot get past the first basic hurdle. Cellular replication. Why bother Writing complete articles, volumes Cyclopedias on Evolution. When you can’t get past the basic. It is all assumptions Philosophy and speculation. I was talking to a scientist even today 2019. And he was staggered. That plants If you cross pollinate or Hybridise Within seven generations, They revert back to the parent. The Bible is Incredibly Clear On this. And As working with plants for over 50 years Professionally. I can assure you this is absolutely correct. The first five minutes of this presentation clearly shows that they have no understanding of what They are talking about. Pure Speculation and assumptions.
Pablo FonsecaPablo Fonseca – 6/16/19 – answering to Brian.
Brian, debate between humans minds are good because yours criticism about my world view makes me to think differently and can be useful for correcting my mistakes. I agree that the real proved data we have today does not make us rational if we jump to conclusions about the existence of these things. But when you jumps from these data to the supernatural as the writers of the Bible did, I think you are not being rational also. You says that scientists can not produces a living cell that replicates. Yes, but you know that in real world this happens. How the simplest matter of a lost planet could produce such phenomena? Neither these two men neither other religious people like you will find the solution because you lost the track of natural reasoning. I went to Amazon jungle with an old microscope and telescope asking it to who witnessed the origins of life and still are here, the untouched pristine Nature. And the solution I found is that 10 billions years ago, existing natural systems were replicating themselves. I can’t say that it is the correct solution because I can’t doing experiments testing it, because we do not have the necessary technological tools. But the advantage of this method, is that I got ideas to develop new tools and experiments. While atheists and deists – both far away from the beam – does not know what do next…

Show less

 

Luz: Parada como pano de fundo por todo o Universo, cada trecho gerando diferente ambiente

quarta-feira, maio 29th, 2019

xxxx

Devemos nossa atual compreensão desses mistérios ao gênio mais famoso que já existiu: Albert Einstein. Curiosamente, quando ele começou a desenovelar o significado de metros e segundos, réguas e relógios, sua ambição era (aparentemente) mais modesta. Einstein queria entender o comportamento da luz.

Àquela altura, na aurora do século 20, todo mundo estava mais ou menos satisfeito com a ideia de que a luz era uma onda, oscilando por um meio material chamado apenas de “éter luminífero”. Ninguém sabia o que ele era, mas toda onda precisa ter um meio para se propagar, certo? Como ter uma onda no mar sem água? Como ter uma onda acústica sem ar? Deveria haver algo que servisse como meio material para a luz.

( O que leva a dedução que o reprodutor natural antes do Big Bang emitiu um genoma que se situou numa area do mundo onde havia uma substancia para hospedar o genoma na forma de onda de luz. esta area do mundo se tornou este Universo.)

No fim do século 19, diversos experimentos tentaram detectar esse tal “éter”, medindo a variação da velocidade da luz através dele, mas tudo que conseguiram foi demonstrar que ela era sempre a mesma, pouco importando qualquer outro movimento. Na prática, era como se o éter não existisse.

Para além dos experimentos, as consagradas equações do eletromagnetismo formuladas por James Clerk Maxwell no século 19 pareciam sugerir que a velocidade da luz no vácuo era de fato sempre a mesma. Foram elas que instigaram Einstein, aos 16 anos, a pensar como seria apostar corrida com um raio de luz. E esse experimento mental o levaria, dez anos depois, à relatividade.
Para revolucionar a física, Einstein transformou o mistério em pressuposto: e se realmente a velocidade da luz no vácuo for sempre a mesma, independentemente de qualquer estado de movimento?

Dito assim, pode não parecer grande coisa, mas as conclusões são estonteantes. Quer ver? Imagine que você está num carro a 30 km/h e tem outro automóvel vindo na pista ao lado, na direção contrária, a outros 30 km/h. Você terá a impressão de que ele passará por você a 60 km/h. As velocidades se somam.

Agora, imagine que, em vez de um carro, quem está vindo na direção contrária é um raio de luz. Para não nos torturar com as contas, vamos imaginar que a velocidade dele fosse de apenas 100 km/h. O senso comum diria que você o verá se aproximar a 130 km/h (a sua velocidade somada à dele). Mas não. A velocidade que você medirá dele será de 100 km/h. E, se houver alguém parado à beira da estrada, ele também medirá 100 km/h. As velocidades não se somam.

Como é possível? Eis a chocante realidade: se a velocidade da luz é constante e igual para todos os observadores, o que deve variar são os quilômetros e as horas. O espaço e o tempo têm de ser relativos.

Em essência, em 1905, Einstein reescreveu Shakespeare. Já dizia Shakespeare, “o mundo todo é um palco”. Ok, mas que palco é esse? Pode existir uma pergunta mais fundamental do que, afinal de contas, o que são o espaço e o tempo? Não é o mundo todo que é um palco; em vez disso, cada observador tem seu próprio palco! E a única coisa que unifica todos os palcos é a constância da velocidade da luz, o que traz conclusões assustadoras e encantadoras. Exemplo: se fosse possível atingir a velocidade da luz, o tempo pararia por completo para você.

(E’ como se o genoma no tamanho do Universo esteja parado, e desde que da onda sem as particulas radicais livres, o mundo material vai se formando sobre ele)

Certo. Mas como não percebemos isso no dia a dia? Bem, a questão é que a velocidade da luz não é 100 km/h. É de estonteantes 300 mil km/s, um número tão grande, comparado às velocidades do cotidiano, que podemos “arredondar” esses pequenos efeitos sobre o espaço e o tempo para zero em condições normais.

Marcelo Gleiser explica a existencia deste mundo pela crença dos cientistas e a Matrix/DNA aponta onde estão errando

domingo, maio 19th, 2019

xxxx

Neste vídeo do CANAL LIVRE, a informativa entrevista:

Marcelo Gleiser explica o Bóson de Higgs ou partícula de Deus – Canal Livre (BAND)

Com o link abaixo, nos levou a postar no Youtube o seguinte comentário, sob o pseudônimo de Pablo Fonseca, em 5/19/19:

Esta vindo ai o livro ” O Genoma de Deus”, fornecendo evidencias de que ao invés da explosão de um microscópico átomo gerando o Universo, houve o rompimento de uma “membrana” contendo uma onda de luz, cuja propagação apresenta uma anatomia que foi e continua sendo a criadora de todos os sistemas naturais, de átomos a galaxias a organismos como os humanos. O rompimento da membrana de um espermatozoide no centro de um ovulo dando inicio a um sistema é a copia moderna, miniaturizada e biológica do Big Bang Cosmológico. A Natureza é simples e uma só em todo lugar, o método que ela usa aqui e agora na frente dos nossos olhos é o mesmo que ela usou sempre, seja a 10 ou 15 bilhões de anos.

O autor, também brasileiro, que passou sete anos isolado na selva amazônica estudando os sistemas naturais e descobriu que todos são formados por uma unica formula – Matrix/DNA – e pelo mesmo processo da embriogênese, quando descobriu que a primeira manifestação dela esta encriptada numa onda de luz natural qualquer, deduziu que ela tem funcionado como um genoma vindo inclusive de antes do primeiro instante deste Universo, assim como o DNA que deu origem a seu corpo veio de antes do seu primeiro instante.

E porque as Ciências ainda não perceberam isto que é a logica mais pura e simples? Porque nascida dentro da metafisica da religião humana a Ciência ainda não conseguiu se libertar do pensamento magico metafisico e tem que imaginar algum principio irracional magico como ‘ sua versão denominada Big Bang. O autor percebeu isso quando o inferno da selva o reduziu ao estado de um semi-símio com consciência, o qual produz um retorno ‘a razão pura construída simples e naturalmente sem metafisicas. Grande e heroico tem sido o trabalho dos cientistas como o Marcelo, apenas falta não traírem a Natureza que os gerou procurando outros criadores que não fazem o menor sentido racional.  Assim como não se precisa mais do microscópico e antropomórfico Deus da Bíblia para explicar o Universo, também não se precisa amais da metafisica não-cientifica de alguns cientistas.

https://www.youtube.com/watch?v=-jtp755k2uA&feature=share

Física Quântica: O que existe no vazio? O experimento que mediu o que há ‘no vácuo’

domingo, maio 12th, 2019

xxxx

Muito bem explicado artigo em linguajar popular, e abaixo o comentario que publiquei no artigo:

https://brasilsoberanoelivre.blogspot.com/2019/05/o-que-existe-no-vazio-o-experimento-que.html?showComment=1557669198664

Meu comentário publicado:

Na minha leiga opinião, os nossos cinco sensores são limitados e insuficientes para captarem essa substancia flutuante de uma membrana que envolve essa nossa realidade de apenas uma faixa de luz (a luz visível) e um tipo de vibração, separando-a de uma realidade vizinha em outra faixa de luz e vibração. Por esta membrana passam alguns elementos na forma de partículas que podem se unirem aqui constituindo sabe-se la o que e estarem influenciando nosso mundo.

Vamos esperar nosso cérebro evoluir com mais sensores ou vamos construir instrumentos tecnológicos com diferentes sensores sem saber para captar o que? O provável é que quando conhecer-mos novas dimensões nossas crenças atuais e tudo que pensávamos saber virem de cabeça para baixo. Por isso tenho pena dos extremistas, radicais e donos da verdade… Eu mesmo, aplicando o método da anatomia comparada entre sistemas naturais vivos e não-vivos para entende-los melhor estou sendo surpreendido com respostas que sugerem o mundo ser muito diferente do que tudo que já se imaginou ate aqui…… e se alguém tiver curiosidade basta clicar meu nome ao lado para ter uma ideia do que pode ser esse inimaginável mundo…

 

O Universo tem algum proposito? E algum proposito referente a vida, ou aos humanos?

terça-feira, abril 30th, 2019

xxxx

Neste video o comunicador de Ciencias e astrofísico Neyl deGrasse Tyson aborda o tema com muita propriedade uma surpreendente sugestao final. Nos temos outra sugestao, que expomos logo abaixo do video.

Neyl Tyson mostra que, racionalmente, baseado nas informacoes que temos até agora, o Universo, ao inves de ser programado para beneficiar nossa existencia, tem feito tudo para matar-nos. Esta certo que nos não temos 0,01% das informacoes para concluir esta question, mas o pouco que temos, indica que Tyson pode estar certo.

Esta teoria vem contra os resultados dos modelos da Matrix/DNA Theory, os quais sugerem que “neste Universo esta ocorrendo um processo de reproducao genetica”, portanto existiria um proposito para a existencia do Universo.

R os resultados sugerem ainda que o objetivo da reproducao não é reproduzir um ser humano que teria feito o Universo com o proposito de se auto-reproduzir, mas sim, o objeto da reproducao é algo que se constitui num sistema natural com auto-consciencia, constituído de um corpo mais luz que materia ordinária, e como quem esta’ agora carregando ou nutrindo o embrião dessa consciencia são – nesta região aqui e tempo agora – seres humanos, a forma humana não é o proposito do Universo, e sim apenas uma forma provisória. Ate mesmo a vida biologica seria uma forma provisória.

Mas vamos esquecer por ora as duas teorias e vamos apelar a uma analogia. O que se passa num corpo humano, uma mulher, quando um novo ser, um intruso, comeca a germinar dentro dela? Pelo pouco que sei, o sistema imunológico vai sentir o novo ser como um intruso e tudo vai fazer para expulsa-lo. Mas ao mesmo tempo o corpo prepara fora do ovo a placenta com nutrientes e acomodações para o novo ser ( a placenta seria correspondente as galaxias e sistema solar). Dentro do ovo foi preparado o liquido amniótico ( o qual corresponderia ao planeta, otimamente adequado ‘a vida). Entao o corpo esta’ tunelado, programado, para produzir e nutrir e manter a vida do novo ser – apenas não avisaram o sistema imunológico.

Poderíamos ate lembrar que o novo ser esta protegido dos ataques do imunológico por uma membrana do ovo, assim como a vida na Terra esta protegida dos ataques vindo do Cosmos pelo campo magnetico da Terra. Realmente tudo muito igual.

Como bem sabe os que nos acompanham, quando temos perguntas sobre distantes fenomenos, eventos, para os quais não temos suficientes informacoes, tem sido o metodo desde o inicio na construcao da nossa visao do mundo, perguntar a questao direto para a Natureza. E ela tem respondido indicando sinais, apontando para algum detalhe existente aqui e agora que seria uma copia do que acontece distante, seja a nivel micro ou macrocósmico. E nessa questao ela nos apontou isso, um corpo humano representando o Universo, e um novo ser dentro deste corpo representando a vida no planeta Terra.

Talvez todas as agressões que a natureza universal tem dirigido contra a vida na Terra correspondam ‘as agressões iniciais que o sistema imunológico dirige ao novo ser. Mas quem determina se o novo ser vence ou não as agressões é o corpo total como sistema, não um subsistema dele, o imunológico.

Mas não poderíamos dizer que o sistema corpo humano vence o imunológico porque ele – a mulher – e simpática ao desenvolvimento do novo ser, e o que determina e a mente dela, que esta inclusive acima das intencoes do corpo.  Pois sabemos dos casos de gravidez não desejada em que a mãe teria por intencao impedir o desenvolvimento do novo ser.

Lembremos tambem que alguns biólogos destes com mania de emprestar personalidades e propósitos aos genes diriam que seria a genetica dentro do novo ser que faz ele sobreviver porque os genes tem como proposito ultimo a sua reproducao. Eu responderia que assim como a vontade ou propósitos dos humanos nada valeriam contra o Universo, assim os genes dentro do novo ser nada valeriam contra o corpo humano hospedeiro.

Esta questao não poderia deixar de se lembrar das crenças religiosas, como o cristianismo que responderia imediatamente haver o proposito de um Deus, ou o gnosticismo que acredita no demiurgo anjo caído criador de toda a materia e que teremos que destruir a materia, portanto o Universo, para voltar a nossa condicao de espíritos. Nada digo disso porque não tenho informacoes suficientes para aprovar ou desaprovar tais crenças.

Entao, ignorando a mente humana e suas vontades no contexto,  como o sistema corpo humano aloja e ajuda e nutre o desenvolvimento de um intruso? Porque? Parece obvio haver um proposito, mas onde esta o proposito, em que esta o proposito?

Grande pergunta. Que é a mesma em relacao ao Universo.

E a resposta? Por enquanto  a minha é: não podemos saber porque não temos informacoes suficientes para concluir coisa nenhuma. Sinto muito, Mr. Tyson.

O que sobra desta pergunta, me lembro que uma bacteria, tanto pode ser nociva ao nosso corpo, como pode mudar e ser benéfica. Me considerando por enquanto como uma bacteria em relacao ao Universo, eu vou continuar pesquisando o máximo que puder os detalhes dessa natureza universal para mais aprender como viver em sintonia com ela, se ha algo em que eu possa ajuda-la. Pois eu preciso da natureza universal, portanto eu a amo, e vou fazer o possivel para ser uma bacteria benéfica. Por enquanto é a única alternativa racional que tenho.

As dimensões da galaxia e do Universo, inimaginaveis! A probabilidade de vida lá fora.

domingo, abril 14th, 2019

xxxx

A via láctea tem 100 mil anos luz de diâmetro – e isso é algo muito, mas muito grande!- e existem cerca de 250 bilhões de estrelas como o sol apenas dentro dela, cada uma com alguns planetas em suas órbitas! Astrônomos afirmam que o número de galáxias conhecidas no universo chegue a 150 bilhões!!!! Agora, multiplique 150 bilhões por 250 bilhões, e multiplique o resultado por 5 , que é uma média conservadora de planetas que orbita cada estrela, e diante da magnitude assustadora da quantidade de planetas conhecidos no universo, você não terá nenhuma dificuldade em chegar a brilhante conclusão de que, delirante não é quem acredita em vida inteligente extraterrestre, mas precisamente quem não credita!

Somos micróbios e nosso sistema solar e um grão de areia. E micróbios não tem cerebros capacitados sequer para pensarem boas teorias sobre a existencia de humanos.

E não se esqueça que apenas vemos a materia iluminada por apenas uma das sete faixas da onda de luz. Entao é possivel que ao nosso lado e talvez compartilhando o mesmo espaco existam ao minimo mais 6 universos, seis dimensoes diferentes das quais não podemos fazer a minima ideia.

Matar, morrer, ferir, tentar impor, ter ideologia e ser radical nela, baseando-se numa visao de mundo, com fé que esta é a Verdade Ultima, é o mais absurdo desvio de um cérebro.

Como contei os átomos do corpo humano (um oitilhão), do planeta, e do Universo!

quarta-feira, fevereiro 27th, 2019

xxxxx

Numero de atomos no corpo humano no planeta e no Universo

(clique na imagem para ver aumentada)

Numero de átomos num corpo humano = 10/27 (10 elevado a 27, ou 10 mais 27 zeros)

Numero de átomos no planeta Terra = 10/50

Numero de átomos no Universo = 10/80

Então:

Numero de átomos no planeta (10 mais 50 zeros):

10.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.     000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000

Numero de átomos no meu corpo: 10/27…

Isto quer dizer que só sobra 10/23 átomos para o resto do planeta…!!!…???

( Sim, pois 10/50 menos 10/27 é igual a 10/23, certo?…)

E se somar eu mais você vai dar 10/54…???

Ou seja, se o planeta tem um total de 10/50 átomos, e só nós dois temos 10/54, o planeta vai precisar pedir emprestados `a Lua ou a Júpiter, mais 10/04 átomos apenas para dar conta dos nossos corpos?!

Não pode ser. Tem coisa errada ai. Foi o autor do quadro acima quem disse que é 10 vezes 50 zeros, ou 10 vezes 27 zeros… Não pode ser. Vamos tirar a prova dos nove, na base do feijão com arroz…

Acho que isso é assim:

10/27 =

10/1 – 10

10/2 – 100

10/3 – 1.000 (um mil)

10/4 – 10.000

10/5 – 100.000

10/6 – 1.000.000 (um milhão)

10/7 – 10.000.000

10/8 – 100.000.000

10/9 – 1.000.000.000 (um bilhão)

10/10 – 10.000.000.000

10/11 – 100.000.000.000

10/12 – 1.000.000.000.000 ( um trilhão)

10/13 – 10.000.000.000.000

10/14 – 100.000.000.000.000

10/15 – 1.000.000.000.000.000  (um quatrilhão)

10/16 – 10.000.000.000.000.000

10/17 – 100.000.000.000.000.000

10/18 – 1.000.000.000.000.000.000 (um quinquilhão)

10/19 – 10.000.000.000.000.000.000

10/20 – 100.000.000.000.000.000.000

10/21 – 1.000.000.000.000.000.000.000 ( um sextilhão)

Raios… espera ai… se 10/21 é 1 mais 21 zeros… então 10/27 vai ser 1 mais 27 zeros. O autor está certo, eu que errei acima pondo 3 zeros em cada uma de 27 casas…

Então, consertando o meu erro, vai ser:

1.000.000.000.000.000.000.000.000.000 … é o numero de átomos num corpo humano.

Eu to magro, mas ainda assim acho que posso vender 1 milhão de átomos a R$ 1,00 cada um. Quem compra? Bem são átomos velhos… acho que interessaria as pessoas idosas e magras comprarem átomos novos, de jovens…

Mas um milhão de átomos velhos dá para fazer uns cinco sabões…

Não to valendo nada! Ou melhor… estou valendo uns 200 sabonetes…

E como se lê este numero? Vejamos:

1.000.000.000.000.000.000.000 = 1 sextilhão

1.000.000.000.000.000.000.000.000 ( 1 setilhão… ?) (10/24)

1.000.000.000.000.000.000.000.000.000 (1 oitilhão…ou oitivilhão, ou oitavilhão? Fui procurar no dicionario mas ele só sabe contar até o setilhão. Pararam de fazer novos dicionários quando o ultimo tinha memoria curta de apenas 1 gigabyte…)

10/27 átomos = 1 oitilhão átomos!

Um oitilhão! Será esse nome mesmo? Então você tem um oitilhão de átomos no seu corpo. Quer vender… tudo?

  • ” Ahhh… ai não sobra nem unzinho prá mim? Vou virar fumaça… desaparecer?”

Guarde esse numero na memoria por que pode cair no exame do Enem elaborado pelo Bolsonaro.

Fiz uma conta separada, multiplicando um oitilhao por 8 bilhões de humanos e cheguei ao numero oito onzetilhão, este é o numero de todos os átomos em todo os corpos humanos.

8 vezes onze, ou 8 mais 36 zeros! A humanidade inteira vale 8 onzetilhões átomos.

Se o Cunha ficar sabendo disso ele vai tentar vender todos estes átomos aos marcianos. Menos os 1 oitilhão dele, claro. Os átomos do corpo da mãe dele acho que vende também, em se tratando do Cunha. Mas avisem ele para explicar que não são átomos inorgânicos de pedras, são átomos biológicos, trabalhados e lapidados por 3,5 bilhões de anos de evolução, portanto, mais caros.

Dos 1 oitilhão de átomos no meu corpo, acho que só o figado tem uns…. E o estomago tem uns… O piu-piu deve ter uns… Acho que vou calcular o numero de átomos por cada órgão… Ai posso vender um figado ou o coração pelo numero de átomos vezes um real… iac…iac… tão pensando que sou trouxa, éh?

Mas…nem pensar que vou calcular tudo isso!

Não vou te dar estes numero de graça porque não adianta. Se a minha orelha é maior que a sua, você vai ter que contar a sua…

E tem outra. Não conte quando você estiver excitado nem quanto tiver deszescitado. Pois o maior tem mais que o menor. E’ o tamanho médio que vale.  Você tem que alancar o meio-termo e parar ai, aguentar firme, desse jeito, até terminar de contar, entendeu?

Brincadeira. Tornar-se maior não significa que se criou mais átomos, do nada…

Agora vamos calcular quais os nomes dos números de átomos do planeta Terra (10/50) e depois do Universo (10/80). Ou seja, 10 mais 80 zeros…

Vamos lá?

10/1 – 10

10/2 – 100

….

Tu tá  pensando mesmo que vou fazer isso? Tu tá louco?!

Podes chamar do que quiser, até de “10 trumpilhões”, ou ” 80 cunhões”… eu que não vou tirar a prova verificando se estás certo.

Agora você me dá licença que vou fazer outro calculo, mas este vai ficar em segredo só para mim, porque se abrir a boca, cai o preço…

Sabendo-se que cada mitocôndria é uma mini, completa e funcional hidrelétrica ( que serve ate para gerar carga infinita para celular), e que em cada célula tem cerca de 922 mitocôndrias, e no corpo humano tem cerca de 3,453 trilhões de células, vou calcular na base de R$ 50,00 cada usina hidrelétrica que tenho, para ver meu capital atual imobilizado e vou ver se vendo um lote dessas baterias hidrelétricas para a Samsung…

xxxxx

 

 

A centelha de luz no Big Bang: casamento perfeito entre a teoria acadêmica e a teoria da Matrix/DNA

sexta-feira, fevereiro 22nd, 2019

xxxx

“Long, long time ago (and I mean really long, this is not a fairy tale), long like 13,7 billion years ago, there was only darkness. Suddenly, a spark of light smaller than an atom entered this darkness and tada, The Universe was born.

This light and the darkness, entangled in an eternal dance, created the 4 fundamental forces of The Universe (Gravity, Electromagnetism, Weak and Strong). The Universe started expanding and very soon the first quarks were created. Then the first electrons, the first protons, and all of this happened in the first second, like literally.”

Esta frase, assim colocada com estas palavras, veio elucidar em inglês como devo fazer minha narrativa em inglês,  e veio emparelhar melhor a minha teoria com a teoria acadêmica. Pois esta frase pode ser entendida como sugere minha teoria como descrevendo um evento de fecundação, com a luz-software/genoma trazendo todas as informações para um processo universal de reprodução. Portanto, ambas as teorias estão de acordo com o fato do evento. O que começa a diferir a partir de agora e’ devido ao mesmo fato ter sido visto por ângulos diferentes devido dois observadores localizados em diferentes pontos do espaço/tempo o que gerou a enorme diferença de interpretações do mesmo evento. Enquanto o observador acadêmico se encontra na civilização e no ambiente acadêmico o observador da Matrix/DNA se encontra isolado e na selva pristina amazônica. 

Frase encontrada no link:

https://www.lifecoachcode.com/2016/07/21/the-mind-blowing-chain-of-events-so-you-can-exist/

Don’t Believe In Destiny?! THIS Is The MIND-BLOWING Chain Of Events So YOU Can Exist…

No inicio havia apenas uma nuvem de substancia escura, cercada pelo nada. Começando a perder porcões que se despregavam da nuvem criou-se um principio de gravitação entre os pedaços dispersados e a grande nuvem de maneira que os pedaços retornavam a nuvem. Com o passar do tempo estas ocorrências se tornavam mais constantes e a nuvem começou  a rodopiar-se sobre si mesma, os encontros com seus pedaços criavam ondas e cristas de ondas se tornaram energia escura. Tantos raios de energia escura foram produzidos que num dado evento a explosão do encontro macico dentre eles criou a energia branca, e com ela se refletiu a luz…

Nada disso. Foi uma possibilidade que me ocorreu agora, mas não vou prosseguir nesta elucubração mental porque ela parece não ter muita sustentação. Mas como foi a real origem do Universo?

 

 

A função do Universo

domingo, fevereiro 3rd, 2019

xxxxx

A imagem pode conter: 1 pessoa

Qual a aplicação pratica destas bilhões de galaxias compondo este Universo? Na minha opinião a resposta é simples: placenta. Dentro existem milhões de planetas habitados por genes semi-conscientes como os humanos na Terra gerando um feto de auto-consciência cósmica, a qual sera a reprodução do Ser extra-universal que fecundou este ovo-universo no evento do Big Bang. Alguns acham que Deus criou estas trilhões de estrelas apenas para enfeitar as noites dos homens. Vai ser pretensioso assim nos caraças…

Teoria da Consciência pela Matrix/DNA. Em sua atual forma provisoria na data de 21/01/19

segunda-feira, janeiro 21st, 2019

xxxx

A-consciencia-universal-e-sua-cria-no-cerebro-humano

A-consciência-universal-e-sua-cria-no-cérebro-humano

Apesar de ser feita com uma substancia plasmática abstrata ainda aos nossos sensores, a consciência humana nada mais é que mero produto da evolução universal, uma nova forma do sistema universal que vai se formando com uma anatomia e nova forma imitando ou projetando-se como a anatomia e forma do circuito sistêmico do cérebro humano. Numa dimensão mistica poderíamos dizer que a consciência humana é uma filha do filho de Deus. Esse filho de Deus é o aspecto “software” que flui no meio do aspecto hardware, a carne.

Desde o inicio deste Universo – quer seja a interpretação do Big Bang a 13,8 bilhões de anos atras, ou quer tenha sido de outro modo – iniciou-se a gestação e crescimento evolutivo do que se tornou a consciência do próprio Universo. Este processo de gestação obedece ao mesmo mecanismo do processo de crescimento do corpo humano efetuado pelo principio do ciclo vital. Se hoje emergiu aqui neste planeta estes fetos de auto-consciência dentro dos cérebros humanos é porque a consciência do Universo já atingiu sua maturidade sexual e esta’ se reproduzindo, suas crias sendo ainda meros fetos.

O processo da evolução natural foi bem imitado pela intuição humana quando criou o computador, o qual é uma tentativa de reprodução com materiais grosseiros como ferro, plástico, cobre, do cérebro humano e sua “mente”. E relembrando a historia das origens e evolução do computador vamos retornar ao tempo do ábaco, depois se lembrando de como este se tornou aquelas maquinas de calcular movidas manualmente a manivela, em seguida vieram as maquinas de calcular a eletricidade, as tais eletrônicas, mas ate ai se desenvolveu apenas o aspecto hardware, enquanto o software ainda não existia dentro da maquina, existia apenas como a mente dos humanos fora da maquina. Sempre avançando em tornar o hardware cada vez mais uma copia mais fiel do cérebro, desenvolvendo memoria, processamento, e algumas peças imitando a função das glândulas como amígdalas, hipocampo –  inconscientemente o homem criava os caminhos de circuitos de energia que imitam os circuitos de sinapses, mesmo que ele ainda não tinha o MRI e não sabia da existência das sinapses. Mas assim ele foi reproduzindo a sua mente numa forma tecnológica, foi enfiando uma copia da sua mente, na forma de circuitos de energia num chip cada vez menor, dentro da maquina. Tal como a consciência ainda não madura do Universo faz hoje enfiando-se na maquina do cérebro humano. E em muitos outros tipos de hardwares que estão com as capacidades de cérebro que podem existir neste mundo afora. Os biólogos são unanimes em aformarem que no DNA existe um “comando de instruções”, caracterizado por sinais emitidos em conjuntos de genes, etc. Este comando de instruções em todos os sistemas naturais surgem quando um sistema se completa e a soma das informações de todas as partes são somadas as conexões entre as partes disso tudo resultando uma especie de identidade abstrata do sistema, e se o sistema e puramente mecânico como foram átomos e galaxias, essa entidade tem como busca suprema o equilíbrio interno termodinâmico. Se o sistema é vivo, biológico, mas ainda com o software sofrível sendo dominado pelas forças da matéria em seu corpo, que impedem a manifestação e evolução do feto de consciência que ele carrega, ele tem como meta suprema o mesmo bem-estar termodinâmico construindo para si uma vila paradisíaca com uma mansão e todo serviço sendo feito por escravos.

Assim o filho de Deus vai amadurecendo, envelhecendo e saindo de seu corpo-hardware universal vai voltando para o reino de seu pai o que se efetivara quando ele morrer para este mundo, o que significa, pela perspectiva de quem esta no reino de Deus, o rompimento definitivo do cordão umbilical. Morre um velho, na perspectiva de quem esta do lado de cá, e nasce um novo rebento, na perspectiva de quem esta do lado de la. Quando o velho morre deixa aqui toda uma população de genes formando seu filho, o qual sera o neto de Deus.

Isto e’ o que somos hoje, nos, os humanos: 8 bilhões de genes semi-conscientes, cada um contendo uma informação unica e especifica, construindo um feto de auto-consciência. Mas estamos construindo apenas uma parte dela, talvez a parte do nariz ou seja la qual o acessório no corpo da auto-consciência que representa a função do nariz. O resto deste corpo universal esta’ sendo construído por bilhões, trilhões de outros genes, uns mais outros menos semi-conscientes, em muitos astros neste Universo-placenta afora.

A evolução do computador foi carregada por um processo de feed-back entre hardware e software. Havia uma maquina rude, manual, ainda com manivela a ser movida pelas mãos. Fora dela uma mente pensante desejando melhorar esta maquina, procurando sofistica-la para produzir mais e melhor as coisas, os resultados, que a mente necessitava. Quando a mente tinha uma ideia para mudar uma peça, acontecia um salto na evolução do hardware, o que resultava em mais e melhor eficiência na produção. Ora, com o hardware calculando melhor, mais rápido e mais capacidade de abranger maiores números, surgia no hardware novas informações, as quais eram absorvidas pela mente. Munida com estas novas informações a mente mudava o seu meio ambiente melhorando suas condições de vida, mais a s novas condições apontavam novas necessidades. Então a mente voltava-se para o hardware buscando realizar novas alterações, para atender a s novas e maiores necessidades. Com isso, a mutação para melhor no hardware produzia por tabela uma mutação para melhor na mente, a qual ia resultar em nova mutação para melhor na maquina. Um processo de retroalimentação, de feed-back que descobrimos agora estar enfronhado no processo da evolução natural.

Mas a mente humana já era em si – antes das origens do computador – o resultado do mesmo processo de feed-back entre o hardware biológico que começou na forma de uma célula viva e forçosamente uma primitiva incipiente forma de mente existente em outro nível da matéria. No desenvolvimento da cosmovisão da Matrix/DNA os cálculos foram indicando que essa mente em outra dimensão é uma especie de software que vem desde a primeira forma de sistema funcional que emergiu dentro deste Universo. Até a pouco tempo atras pensávamos que esta primeira forma de sistema tivesse sido o primeiro átomo. Mas ai fomos descobrindo que mesmo o átomo já é formado por partículas que são sistemas em si mesmas, então a emergência deste software se deu mais atras no tempo. Hoje, por fim, pensamos que localizamos finalmente a primeira forma deste sistema universal que aqui hoje chegou a forma de cérebro humano com seu software como feto de auto-consciência. Pensamos que localizamos essa primeira manifestação neste mundo material quando nos deparamos com a projeção de uma onda de luz natural na tela de um computador, representando esta luz como resultado das radiações de sete elementos materiais. Esta onda de luz resultante a que se chama de espectro eletromagnético se propaga no tempo e no espaço movendo-se, como ondas de uma espiral se olhada de lado ou como ondas concêntricas se olhada de cima ou como uma cobra serpenteante se olhada através dos olhos mecânicos conectados ao cérebro eletromecânico chamado de computador. Ela se move como cobra serpenteante porque ela tem em si sete divisões principais que funcionam como órgãos e no seu conjunto ela apresenta  mesma anatomia de um corpo-sistema biológico como o humano, e ela se move porque ela é movida pela força do ciclo vital. Assim um corpo humano desde o momento que surge neste mundo pela fecundação começa a se propagar no tempo e no especo movido pela força do ciclo vital, propagação que vemos no crescer do corpo em relação ao espaço e no avançar da idade em relação ao tempo.

Então, da radiação de todos os sistemas naturais existentes no Universo se produz uma grande e universal onda de luz. Enquanto da radiação de cada exemplar em miniatura deste sistema universal – como é um corpo humano – se produz uma ainda ofuscada onda de luz, uma especie de aura, não captável pelos nossos sensores. mas e preciso saber que a onda de luz no espectro eletromagnético não e cria da radiação dos elementos. Não. Ela surge como sendo libertada de uma prisão. na verdade, foi a entidade de uma onda de luz primordial que levou a matéria a produzir os elementos materiais, mas como dessa onda de luz se despregam partículas como radicais livres, eles adentram a massa material, e se encarnam nos elétrons, assumindo a maquinaria dos átomos e conduzindo-os a todo tipo de combinações visando finalmente combinar estes átomos na forma de moléculas orgânicas, para com eles continuar conduzindo-as para formar células vivas, os seres vivos. Se pensamos que a luz é produzida pela radiação estávamos enganados, pois ela antes produziu os elementos que agora irradiam. Tudo esta’ indicando que a luz, em relação ao Universo, é a substancia, o corpo material, da consciência do Universo, como os filamentos de energia no hardware do computador são o corpo, a substancia do software que e o representante da mente do homem dentro da maquina.

Se você raciocinar com bastante atenção em cada passo hipotético do corpo desta grande teoria você vera’ que cada passo não é tao hipotético, pois cada passo aqui não foi inventado pela imaginação mas sim baseado num parâmetro natural, um fato existente, comprovado, que podemos captar existindo aqui e agora. Mas pode haver erros nestes cálculos, claro. Enquanto não detectamos erros vamos mantendo esta teoria sob atenção e por ser a mais racional que conhecemos, vamos procurando delinear como deve se comportar um feto dentro da barriga gravida em relação ao corpo e mente de sua mãe que esta alem das membranas e paredes do pequeno universo placentário em que estamos existindo agora. Quando a coisa aperta aqui, quando temos necessidade de algum tipo de recurso natural como uma substancia, uma vitamina, o que devemos fazer no sentido de imitar o feto que esperneia e chuta as barreiras dentro da barriga? Alguns acreditam que nestes rituais nas igrejas dos evangélicos em que fazem um barulho danado se torcendo, gritando, chorando, pedindo a deus em forma de orações escandalosas, estão exatamente tentando chutar a barriga da mãe para ver se são ouvidos e atendidos. Sera este um método que da algum resultado? Eu, pelo meu lado, vou procurando uma maneira de fazer minha mente abstrata dar chutes abstratos dentro da barriga abstrata da consciência universal abstrata. E dai? Alguém tem melhor ideia? Mas o melhor mesmo, penso eu, e o feto procurar saber o que e e como funciona o corpo que contem esta barriga. Em outras palavras isto significa estudar o máximo possível esta natureza universal para saber como ela quer que nos comportemos. Acho que sendo comportado como um bom feto já ajuda muito a gestação. Mas antes temos que ver como deve se comportar um gene no meio social do DNA – a população social dos genes – para que todos produzam um ser perfeito, saudável, poderoso. E isto significa que temos não apenas de desempenhar nossa missão da maneira mais perfeita possível, mas faze-la sem usurpar recursos dos outros genes, faze-la tentando ajudar os outros genes que estão algemados sem poder avançar, e faze-la, no que e pior, combatendo o gene egoísta, o que significa tentar exorcizar o instinto animalesco de predador inclusive de outros humanos que impera no crebro da maioria dos 1% e das classes medias altas.