As maravilhas ocultas numa onda de luz natural

May 25th, 2021

Se um cego lhe disser:
“prove-me que a luz que você diz estar vendo, existe!”
O que você diria a ele? – ” Se você está cego, isto será impossivel…”

Ok, mas você também não vê a luz. Muitas coisas não vês nela, como por exemplo: 1) Seu corpo nasce como um pontinho e se propaga no tempo (idade) e no espaço (tamanho). Tal como uma onda de luz. A onda de luz muda sua forma a cada instante. Seu corpo também. O que faz seu corpo mudar suas formas é uma força vital pois não existe em corpos não-vivos. Agora puxe na sua tela uma imagem do espectro eletromagnético, como aqui: https://en.wikipedia.org/wiki/Electromagnetic_spectrum… Note que a intensidade da energia a partir da fonte é a maxima, e depois vai decaindo, até se desfazer fragmentando-se em suas partículas, fótons. Seu corpo tambem, nasce com energia a todo vapor ( como é difícil controlar a energia das crianças!) e depois vai decaindo, até se desfazer no pó. Agora, os estados físicos, mentais, do seu corpo vão sendo alterados desde o feto ao adulto senil; numa onda e luz, as propriedades que afetam seu estado físico são as variações de nível vibratório, frequências, comprimentos de onda, etc. também mudam. Então pergunto: se tudo o que define o que voc6e entende por “vida” tem seu paralelo na mesma imagem e semelhança numa onda de luz, porque dizes que seu corpo é “vivo” e uma onda de luz, não é?! Nem Einstein percebeu estes detalhes na luz e os cientistas diriam que é loucura dizer que pensar numa onda de luz, como a emitida no Big Bang, seja algo “vivo”. Eu sou o primeiro e único humano crendo que estou vendo vida numa onda de luz, me parece que todos os que existiram e hoje existem estão míopes quando olham uma onda de luz. Mas essa minha visão, de mera hipótese se tornou um objeto de pesquisa laboratorial, quando imaginariamente curvei as duas pontas de uma onda de luz, tornando-a um circuito esférico, e a imagem resultante me atordoou! É um sistema funcional natural perfeito como um moto-contínuo eterno! A imagem é exato template de uma unidade de informação do DNA, o que indica que cada unidade é um sistema individual em si mesmo! O código da vida encriptado no DNA nada mais é que a cópia exata da anatomia fisiológica, com todas aquelas faixas se transformando, numa onda de luz! E não para meu atordoamento a cada dia descobrindo algo novo na luz natural. Estes dias vi a filmagem do momento da fusão entre um espermatozoide e o cromossoma feminino no interior de um óvulo… ocorre numa explosão de energia banhando o óvulo inteiro por dentro tal como a teoria do big bang imagina o primeiro instante deste Universo! Então percebi que as luzes naturais que vemos – emitidas por radiação dos objetos desde átomos a estrelas – não são a luz original, são retransmissões de estações naturais retransmissoras, o que decai a qualidade da luz original. Mas ela tem que estar ocupando todo o espaço universal, como não a vemos, nem nossos instrumentos científicos a detectam?! Sugestão: ela é tão forte que cega nossos olhos, assim como o rápido flash de um farol. Não zombe dos cegos, pois estarás zombando de mim, eu sou um cego tambem. Se queres ver a imagem da onda de luz encurvada compondo um sistema vital e funcionando, vá ao meu site e procure por “A fórmula universal de todos os sistemas naturais”. Se souberes de algum fato real desaprovando a teoria por favor traga-o para mim descobrir então que sou o mais míope de todos os humanos de todos os tempos…

Isto visto por instrumentos mecânicos ligados a um cérebro mecânico é isto:

A mesma imagem vista pela mente calculista de um humano vivo vê mais estes detalhes ralcionados à vida:

Frases para Matrix/DNA

May 21st, 2021

1 ) Filosofia de Pitágoras: “As coisas partem de uma Unidade e retornam à Unidade”

Este é o começo, meio e fim do processo genético que mantem a perpetuação da espécie, a manutenção da existência deste mundo por toda infinidade, pelo motor da recriação. Adicione-se a este processo de recriação, o processo da evolução, e temos do infinito a porta aberta para a renovação do Ser pelo Seu potencial de criar de Si um futuro infindável e imprevisível de inovações. E isto é a Matrix/DNA Theory

Marcos Aurélio, nas Meditações: ” A morte de um único ser humano me entristece, porque é um Universo inimitável e irrepetível que deixei de ter contacto.”

Ele acrescentou à descrição que a Matrix/DNA faz do ser humano como gene, mais um adendo existencial e poético.

(estas frases foram ditas pela filósofa Lucia Helena Galvão no video da entrevista de Marcelo Gleiser. A Filosofa é professora nos videos de A Nova Acrópole – vê-los por que existe um manancial das melhores e desconhecidas frases da antiga sabedoria grega, oriental…)

Existiria Gaia? E Ela estaria atirando virus microscópicos contra os virus humanos?

May 20th, 2021

Ebola, Vaca Louca, Gripe Suina, Gripe Aviária, COVID-19, SARS,… uma história de bombardeios consecutivos e persistentes contra uma espécie… Um evento que se repetiu uma unica vez não foi produzido pelas forças caóticas do acaso, ele veio de alguma camada invisivel de alhguma faceta da ordem natural. Então qual será o rpincipio natural emitindo raios de sua força que se materializaram na forma destes virus?

Esta pergunta me surgiu quando li um panfleto no seguinte link:

O Filósofo (@ofilosofo_) • Instagram photos and videos

https://www.instagram.com/p/CPEQz7hj0h4/

Claro que este tema deve ser trabalhado pelos filósofos. Como filósofo sendo induzido por este inteligente panfleto a pensar no consumo humano de outros animais e na existência destes virus, e tentando ver os fios invisíveis que tecem esta interação entre estas duas espécies, me vem à mente a teoria de Gaia, do James Lovelock, da Lynn Margulis e do Teilhard du Chardin.

Se este planeta produziu com sua matéria estes sistemas biológicos, organismos com propriedade vital, de onde ele obteve as informações materiais para fazer isto? Sugere a razão que a mais provável hipótese é que ele as obteve de si mesmo, e as propagou pelo processo que ele aplicou que conhecemos hoje, o genético. Mas se foi isso, este planeta é semi-vital, um organismo. E como tal tem uma força vital com um instinto, o qual deve ser um protótipo de subconsciência que se espalha como bolhas na sua atmosfera que aloja sua camada mental condensadas nas cabeças das suas criaturas que perfazem esta biosfera. Isto seria Gaia, tal e qual imaginaram aqueles grandes pensadores.

Isto explicaria este fenômeno de interação mortal entre humanos e virus. O instinto de Gaia não veio de algum instinto fraternal cósmico, pois esta biosfera foi produzida pelas forças do caos, as quais se movem como ondas que crescem e se colapsam se auto-devorando para assim ressurgirem auto-recicladas, como funcionam as marés, pois nisto consiste esta carnificina da cadeia alimentadora ecológica. Mas quando uma de suas espécies se torna muito poderosa extinguindo as demais, Gaia aciona suas micro forças como setas caóticas venenosas e certeiras, assim temos virus dizimando humanos. É como um terremoto na dimensão quântica chacoalhando a sua dimensão macroscópica.

Talvez exista neste mundo várias camadas inferiores de consciências nascentes que se apresentam como as camadas da cebola, constituindo diferentes dimensões, uma delas sendo a camada de Gaia embutida no inconsciente coletivo pensado por Chardin, Jung, e até o grande mistico Pietro Ubaldi com sua teoria das nuvens de nourées… A mente do filósofo é util porque se adianta na escuridão ainda não penetrada pelo método científico e sonda seus arredores elaborando as teorias que abrem caminho para os cientistas… De onde Gaia obteve as informações para dotar suas criaturas com sistema de defesa imunológica, se ela não já possuía um protótipo em si mesma? Agora os virus contra Gaia são humanos e os anticorpos virais produzidos por Gaia é o SARS-COVI? Meras hipóteses, mas com consideráveis fatos arrolados como evidências.

Cérebros foram separados em duas metades desde os irracionais

May 19th, 2021

xxxx

Ver mais em:

https://www.brainfacts.org/brain-anatomy-and-function/evolution/2016/image-of-the-week-brains-of-the-animal-kingdom-060616

Insetos e 40 tipos de surpreendentes faces

May 18th, 2021

No link abaixo são mostradas dezenas de faces de insetos

https://www.facebook.com/wildlifealure/photos/pcb.149185757161271/149185060494674

xxxx

Este inseto apareceu numa barbearia em Portugal, sentou na cadeira, deu uma pepita de ouro ao barbeiro e desenrolou uma folha onde estava escrito: “Fazer barba e bigode” … ou é um extraterrestre ou foi mandado por um…

Nenhuma descrição de foto disponível.

xxxx

Pode ser uma imagem de natureza

xxxxx

Pode ser um close-up de natureza

xxxx

Pode ser um close-up de natureza

Qual seria a forma ideal de sistema para uma sociedade humana ideal a todos humanos?

May 16th, 2021

Ensaio inspirado na leitura de um comentario no Facebook – A Ilha do Conhecimento:

Elias Caldas p/ ,Silvana Benatti, exatamente isto: ñ é simples. Se vc comprar carne, arroz, automóvel, celular etc. vc é parte do problema. Vc é parte do “sistema”. Vc alimenta as “elites”. Se vc utiliza as redes sociais para reclamar do estado das coisas, vc está alimentando o “sistema”. Vc existe porque o “sistema” te alimentou, te vacinou, cuidou da sua saúde e te permitiu obter alguma dignidade. Sem o “sistema” somos nada. Se o governo ainda pode conceder auxílio emergencial e pagar as contas, é graças ao “sistema”.

https://www.facebook.com/groups/ilhadoconhecimentomarcelogleiser

Meu pensamento:

Louis Charles Morelli p/,Elias Caldas Você bateu justamente nas minhas chagas abertas que me torturam agora. A causa fundamental dos males dessa sociedade é “o sistema”. Então nosso foco deve ser o fenômeno “sistema”. O que é sistema? É um fenômeno natural, vindo da natureza, ou é manmade? Uma sociedade ideal seria uma organização de humanos se governando sem a configuração de sistema, com assembleias abertas para plebiscitos sobre todas as decisões? Ou existiria outro tipo de sistema ideal para uma sociedade ideal? Nessa investigação nos íntimos mecanismos e processos fluindo no meio da matéria fui descobrir que a origem dos sistemas naturais vem de um sistema inicial lá no Big Bang que foi construído por uma força ou princípio “da ordem” que é o polo oposto ao princípio “do caos”, que reinava. Quando o princípio da ordem se manifestou ele manipulou a matéria organizando-a em sistema, o qual era atacado pela força oposta. Mas as “mãos obreiras” da ordem que construiu o sistema era a onda de luz primordial emitida com o Big Bang e estudando os detalhes da anatomia dessa onda se descobre que ela é um sistema em si mesma, todas suas sete diferentes faixas se materializam como as sete partes que executam as funções dentro do sistema. Ou seja, o princípio criador dos sistemas é uma fórmula natural encriptada numa onda de luz não captável pela nossa visão que se modela com matéria sem luz (a fórmula está no meu website). Todos estes sistemas naturais conhecidos – atômicos, astronômicos, biológicos como é um corpo humano – são as formas evoluídas derivadas do sistema inicial. E nisso entra esta forma que denominamos “sistema social”. Dentro da fórmula existem as propriedades da ordem do bem e da ordem do mal; se a do bem domina, o sistema é aberto para relações com o mundo externo, os seus elementos, cidadãos, são altruístas; se a do mal domina, o sistema tenta se fechar o máximo possível, corta relações com o mundo externo com isso fechando suas portas à sua evolução, as suas partes, como cidadãos são egoístas, individualistas. Um exemplo foi esta biosfera dominada pelos dinossauros, em que hoje se tornam os acionistas das grandes corporações. Lutar contra a tendencia humana a sistema fechado, é a primeira lição aprendida. Mas resta a questão: existiria uma sociedade ideal que tendo de ser um sistema, estaria organizada na forma de sistema aberto, mas sem núcleo, sem poder central? Então entramos na investigação de uma propriedade dos sistemas que beira a metafísica: de todo sistema emerge sua entidade abstrata que resulta da soma de informações de todas suas partes, mais as informações sobre as trocas destas partes com o mundo externo, e mais as informações sobre as interconexões das partes. Esse é o agente do equilíbrio termodinâmico interno que vem dos sistemas não-vivos. E eu não sei como fazer emergir essa entidade abstrata numa sociedade humana. Por curiosidade, uma terrestre dizendo estar recebendo mensagens telepáticas de extraterrestres ( Dra. Monica de Medeiros e Shellyana no Youtube) diz que na sua sociedade de quinta dimensão todos os cidadãos são livres e tem tudo que precisam gratuitamente, mas quando um casal quer ter um filho, é convocado o triunvirato de três anciãos que são amados e respeitados pelo povo, que estudará a situação do casal, da população no planeta e decidirá. Esse triunvirato é uma personificação grosseira da entidade abstrata que governa um sistema natural… ( texto muito longo com muito food for thought, hein? ki ki ki )

O corpo humano nada mais é que uma maquina. Como é animado a funcionar, como e porque funciona? Como eu surgi dentro dentro desta maquina? Que sou eu?

May 16th, 2021

Vou relembrar as perguntas que me fazia na selva que me conduziram a construir uma resposta teórica universal chamada “Matrix/DNA”. Primeiro as perguntas procurando explicar o meu corpo e eu.

Funciona desconectado do plug da eletricidade na parede, da mangueira de gasolina da bomba, não tem bateria interna, então de onde e como vem sua energia? Vem de bilhões de microscópicas baterias, espalhadas na maquina inteira, chamadas mitocôndrias? Vem também da energia no ar, pela respiração. Mas quando o pulmão está vazio, o que, ou quem, o faz se mover para sugar o ar e se encher? E quem, ou o que, é a força que surge quando o pulmão está cheio mandando-o se esvaziar?

Estou em pé no quarto ao lado de um corpo deitado na cama. Vejo a barriga sendo inflada e encolhida, presumo que a maquina está funcionando. Mas aquela maquina vai ficar inerte se eu não entrar dentro dela, na cabine de comando, e move-la. Mas o que é o “eu” que entra nela? De onde vim? Como apareci neste mundo? Porque não me vejo, não vejo nada do meu corpo, de que substancia ou matéria sou feito? Sou um fantasma, mas como um fantasma tem força para mexer com a matéria, mover esta maquina? O que existe de elo entre o fantasma e a maquina material? Fios?

Maquinas, motores, são ligados e desligados muitas vezes. A maquina humana só é ligada e desligada uma única vez na sua existência! Se ela existir por 80 anos, vai ficar funcionando 80 anos sem parar um minuto!

Na civiliazação lá fora, o mindset dominante é o reducionismo, que diz: ” Everything about the world can be explained by atoms and their interactions.”

Como disse o filósofo Paul Humphreys:
“The world is nothing but spatiotemporal arrangements of fundamental physical objects and properties. You and I, rocks and galaxies, toads and scrambled eggs are just processes, the successive states of which are spatial arrangements of elementary physical objects. These elementary physical objects, arranged in different configurations, account for all the astonishing variety that we encounter in our day-to-day lives.”

Those “fundamental objects” in Humphreys description are the elementary particles of physics: electrons, quarks, etc. So, the idea is that once you have made a list of all those elementary particles and once you know how those particles can interact (i.e., what forces they respond to), you are, in principle, done. Everything that can ever happen, everything that ever will happen is, in principle, encoded in that list of particles and their interactions.

If you know the fundamental entities and their laws, you can, in principle, predict everything that will or can happen. All of future history, all of evolution, is just a rearrangement of those electrons and quarks. In the reductionist view, you, your dog, your love for you dog, and the doggie love it feels for you are all nothing but arrangements and rearrangements of atoms. End of story.

Então peguei um pedaço de carne de capivara que estava secando no varal, numa mão, e na outra peguei um punhado de mistura de terra, pedrinhas, mineris, tudo mohado com agua. E fiquei pensando: “Este material de terra se transformou nesta carne. Tudo o que existe num corpo, numa maquina de carne, existe nesta porção de terra.

Sabe de uma coisa? Aos diabos o que a civilização lá fora acredita… eu não consigo acreditar… e vou procurar o elo entre o inicio nesta porção de matéria e o final neste meu corpo… e neste meu eu fantasma…

Recentemente tem despontado uma nova forma de pensamento, crendo que no meio da matéria e da matéria surgem fenomenos emergentes, que não seria produzidos apenas pelos tijolinhos dosreducionaistas e nem com suas interações.

“Emergence” is the alternative to this view. As philosophers Brigitte Falkenburg and Margaret Morrison put it, “A phenomenon is emergent if it cannot be reduced to, explained or predicted from its constituent parts… emergent phenomena arise out of lower-level entities, but they cannot be reduced to, explained nor predicted from their micro-level base.” From an emergentist view, over the course of the universe’s history, new entities and even new laws governing those entities have appeared. The key is evolution.

Mas então de onde veio esta força, este processo, este fenômeno natural. chamado evolução? Eles não me explicaram.

Então fui observar os nove meses da embriogênese de um corpo humano. Ali se vê a evolução trabalhando. Transformando uma bolinha microscópica inicial numa maquina super complexa. Evolução é um objeto chamado DNA. Certo. Bate com o que encontrei na selva. Porem, DNA é uma projeção materializada com anatomia, funcionamento, vida, tudo idêntico a uma onda de luz. Eles não percebem isso, e nem aceitariam isso. Quando desenho no papel o esboço dessa onda de luz funcionando como uma maquina, um sistema vivo, eu vejo o desenho do DNA e de tudo o que existe na maquina humana.

Não parei aqui, não acredito nas minhas teorias, agora me focalizo na busca de uma maneira de ver, tocar, materializar esta formula. Enquanto continuo de olho no que as outras formas de pensar – o reducionismo, os emergentes, etc – vão descobrindo, teorizando… o que me interessa é encontrar a resposta de como surgi dentro desta maquina, o que sou eu… Já percebi na embriogênese que o eu de todo baby surge aos 6 ou 8 meses vindo de fora do seu pequeno universo intrauterino, vem de seus pais, etc… Desconfio que 8 meses humanos corresponde a 13,8 bilhões de anos para o Universo, que aqui está ocorrendo uma embriogênese universal, cósmica, e isso me acalma um pouco satisfazendo em parte a explicação que busco. Mas preciso de provas…

( continuar este raciocínio. Foi daqui eu saltei do reducionismo para o holismo sistêmico)

Nova onda, novo equívoco: o levante do protesto contra o reducionismo se baseia no mito da emergência mágica

May 16th, 2021

Este movimento “emergentista” está sendo conduzido pelo Marcelo Gleiser e sua equipe se seu Cross-Disciplinary Institute. Interessa muito à Matrix/DNA. Aqui um artigo publicado por eles:

Reductionism vs. emergence: Are you “nothing but” your atoms?

https://bigthink.com/13-8/reductionism-vs-emergence-science-philosophy

( Ver website e novo paradigma liderado por Marcelo Gleiser)

População, renda per capita, etc: países, densidade demográfica, território, etc

May 15th, 2021

https://www.populationpyramid.net/

Vídeo mostrando raios gama (fótons), beta, a olho nu!

May 14th, 2021

Ver no vídeo a transcription com o texto escrito