Os humanos estão desprezando a Mestra Natureza para consultarem Oráculos pseudo-naturais

May 8th, 2021

No artigo com link abaixo, se revela como a moderna intelectualidade acadêmica está se perdendo em masturbações mentais infindáveis que os afasta cada vez mais de sua mãe Natureza. Bastaria voltarem sua atenção para a face linda que a natureza nos mostra, nos afaga e nos suporta aqui e agora, e conversarem com ela, pedindo-lhe as explicações sobre nossa existência, mas não preferem transportar suas mentes num barco à deriva num oceano infindável de elocubrações mentais que não vão conduzi-los a lugar algum. Fico indignado e por isso me pronuncio como nos dois posts copiados abaixo…

Artigo publicado na Tecmundo em 05/05/21:

O que existe além do universo? A resposta pode dar dor de cabeça

https://www.tecmundo.com.br/ciencia/216787-existe-universo-resposta-dar-dor-cabeca.

Minha resposta:

Imagem

Louis Charles Morelli • May, 28, 21 • edited

O Universo dos físicos e matemáticos é mágico. Ele cria informações do Nada, por mágica. Por exemplo, no universo dos físicos a vida surgiu depois dos átomos e galaxias, e como as propriedades vitais não existiam nos seus modelos teóricos de átomos e galaxias, só podem ter sido criadas por acaso, propriedades vindas do Nada. Tudo bem, porém não posso aceitar esta teoria. Pois tudo indica que o corpo humano com vida foi produzido por este Universo, e porque ele tinha informações para isso. Mas assim como o corpo humano precisa de uma infraestrutura sólida como o esqueleto ósseo, a vida primordial precisava de uma estrutura solida para iniciar. Sistemas atômicos e astronômicos são o passado estrutural da vida complexa, constituída de sistemas biológicos, e os físicos, com a lógica matemática, estão limitados ã captação das coisas deste esqueleto cósmico estrutural. Porém olho novamente para um corpo humano, vejo que tem esqueleto mais simples coberto pela carne mais complexa e quando estudo a história deste corpo descubro que a carne produz esqueletos e não que esqueletos produzam a carne. Então projeto minha inquirição para o antes do Big Bang produtor deste esqueleto, e somente uma solução é possível: seja lá o que for que deflagrou o Big Bang, que iniciou a construção deste esqueleto fisico-mecanico cósmico, TINHA VIDA! Era algo vivo, ou ao menos, continha as leis e propriedades da Vida!. Isto é aplicar a Navalha de Occam neste mistério, pois a solução se torna simples, tudo o que existe aqui se tornam evidências e nosso Universo não é misticamente mascarado de magico. Ele só pode criar coisas pelo mesmo processo e informações que ele foi criado. No primeiro instante da fecundação de um ovulo ocorre um relâmpago de luz, um micro-big bang como no primeiro instante deste universo. Nunca esse moderno mindset acadêmico dominado por físicos + matemáticos vão conseguir elaborar a Teoria do Tudo, sem a participação dos experts em leis e informações da Vida, como biólogos, neurologistas, etc. O mindset acadêmico se tornou mistico pois inclusive acredita que a evolução que vemos nos sistemas biológicos também foi criada aqui vinda do Nada, pois não procuram o elo evolucionário vindo da evolução cosmológica que dirigiu toda a existência dos nossos ancestrais sistemas astronômicos e atômicos.

O mesmo artigo republicado no facebook – A Ilha do Conhecimento

E minha resposta:

A minha investigação privada apontou uma resposta: Antes e além do que nossos sensores (naturais e artificiais) captam e denominamos Universo existe uma extensão mais complexa dele, no qual existem seres “naturais”, não mágicos, cujos corpos são constituídos de um fluído semelhante a luz e autoconsciência. Estes seres se autorreproduzem por um processo semelhante ao genético/computacional quântico fecundando regiões externas preenchidas com matéria/energia escura em eventos que denominamos Big Bangs. Do Big Bang se expande esse fluido luminífero no qual estão encriptados todas as informações para construir uma placenta e um ser (ou uma ninhada de vários seres) que será seu filho. Todos os trilhões de mínimos detalhes conhecidos deste universo hoje são incontestáveis evidências desta teoria. Alguns exemplos: 1) Nos 9 meses da gestação de um corpo humano uma célula inicial se transforma em várias novas formas que apresentam as mesmas formas do período da evolução cosmológica: filogenia biológica recapitula ontologia cósmica; 2) A unidade fundamental de informação do DNA é composta de seis moléculas (dois açucares nas hastes e 4 bases) cujo conjunto é um sistema e funcional. Este sistema é exata reprodução do sistema mais simples que produz os sistemas astronômicos e veio de outra sua forma mais simples ainda que produz os sistemas atômicos, o qual é a exata forma da onda de luz completa visível como espectro eletromagnético, o que significa que nosso DNA foi emitido do Big Bang como onda de luz contendo um código; 3) No microciclo da gestação de um corpo humano se expressa a autoconsciência vinda de seus pais, enquanto no macro ciclo da gestação deste ser cósmico essa autoconsciência vinda de seus genitores se expressa nos 13,8 bilhões de anos; 4) Um corpo humano surge de uma fonte e se propaga no tempo ( aumentando sua idade) e no espaço ( crescendo em tamanho) pelo processo do ciclo vital que produz as transformações das suas 7 formas notáveis (feto, baby, criança, etc.), na mesma exata sequência constatada na propagação da onda de luz primordial, revelando igualmente a causa como sendo o mecanismo do ciclo vital que transforma as formas, as propriedades gerais como intensidades, frequências, comprimentos de ondas, nas sete faixas do espectro eletromagnético. Portanto, não apenas a vida biológica, mas todos os sistemas naturais, desde aquela onda primordial foram formados e evoluem pela mesma formula vital. Desafio todos os humanos, todos os religiosos, cientistas, materialistas, místicos, ateus, capitalistas ou comunistas, etc., a apresentarem um único fato conhecido e comprovado que derrube esta cosmovisão. Se queres saber o que existia antes do Universo equipe-se com uma sonda e camera com poderosa lente situando-a na região microscópica de um ovulo no instante que ele é fecundado. O “spark” ou clarão de energia no momento da fusão dos dois gametas iluminando todo o universo intraovular será à imagem e semelhança do spark inicial do Big Bang na dimensão macrocósmica… e então olhe para alem do ovulo e veja os dois seres que o produziu… Big Bang na dimensão macrocósmica… e então olhe para além do ovulo e veja os dois seres que o produziu…

Defendendo a vida dos átomos

May 7th, 2021

Questão postada em:

Facebook – I Ilha do Conhecimento

Se os átomos são formados por um núcleo positivo muito pequeno e por elétrons que orbitam este núcleo, os elétrons não poderiam orbitar pois isso faria eles perder energia e ‘cairiam’ no núcleo, destruindo o átomo. Qual das duas afirmativas está certa?”

Minha resposta:

Se você não suporta a “pseudociência dos leigos das ruas” não leia meu post como resposta. Como índio na selva nós interpretamos a natureza diferente, e como índio filosofo estudante autodidata, creio em átomos, porém, o instinto a selva sugere um modelo teórico diferente, do qual emerge uma resposta diferente à sua questão. O que é e qual o significado existencial dos átomos? É um sistema natural cuja forma é ancestral das formas dos sistemas naturais mais complexos que vemos hoje, tais como os sistemas-corpos humanos. Naquela forma ancestral se parece com uma bolha contendo um núcleo com protons e neutrons e nas camadas periféricas tem elétrons moventes. Depois de bilhões de anos de evolução aquele sistema se complexificou tanto que hoje é muito diferente: a bolha adquire a forma de uma casa, proton e neutron se tornaram um casal de adultos juntos num quarto, elétrons se tornaram crianças brincando no quintal. A tal força nuclear forte se tornou a força maior dos adultos, a força fraca se tornou a força menor das crianças. As crianças podem entrar no quarto que não perdem energia nem se colapsam caindo no corpo dos pais, mas os pais querem apreciar sua intimidade e emitem ordens energéticas mandando crianças brincarem no quintal. Vocês na cidade fazem um esforço danado para captar o invisível, medir e calcular o que acontece dentro dos átomos; eu, na selva, assisto os índios ao entardecer se relacionando no centro da aldeia, crianças pulando, e da cena extraio as informações que misturo com as informações que me vem dos cientistas e universidades na civilização e dessa mistura calculo o meu modelo teórico de átomos. Creio que as propriedades vitais dos sistemas atuais existem nas suas formas primordiais nos nossos ancestrais, como os átomos, as estrelas, as galaxias, ora se expressando ou ora como potencial latente, nos meus modelos eles tem vida também. Não acredito que magias do acaso ou de entidades sobrenaturais mudaram o livre fluir dessa matéria que capto com meu limitado complexo sensorial, por isso quando faço perguntas iguais as suas me vem soluções que os humanos rejeitam. Mas tem uns poucos que estão interessados, para eles escrevo.

Posso escrever minha crença do que é um atomo, sendo não acdemica, porque foi construida pela minha interpretação das coisas da selva amazonica onde vivi? Pois bem: observe uma casa de humanos, o casal adulto dentro de um quarto e as crianças brincando no quintal. Como e porque uma porção da materia com sua natureza veio se transformando em bilhões de anos e hoje se encontra neste estado, reelado nesta ceanteriores que num momento a casa era um atomo, o casal no quarto era uma dupla proton/neutron, e as crianças agitadas no quintal eram eletrons. Naquele atomo existiram todas as propriedades atuais da vida, algumas expressadas, outras apenas em estado potencial latente. Isto siginifica que nossos atuais modelos teóricos dos atomos estão muito incompletos ainda, quase nada sabemos deles. Os corpos das crianças tem suas estruturas proprias, não perdem energia perto dos pais, não caem e não entram nos corpos do pai e da mãe. Reveja suas crencas sobre atomos buscando o modelo de sistema atomico que está encriptado no sistema-corpo de seu pai e desconfie de qualquer teoria cientidica ou relifgiosa que acredita ser outra a origem deles.

Nos preparando para o estrondoso AWE que nos aguarda em nossa aventura espacial

May 4th, 2021

xxxx

À vezes uma frase parece-nos eivada de sabedoria como uma seta dirigida a um humano intelectualmente atrasado. Mas um exame mais cuidadoso pode revelar que também a frase vem de um intelecto ainda sofrível. Como neste exemplo:

Pode ser uma imagem de texto que diz "@UMFATOCONHECIDO "Não acreditar que existe vida fora da Terra é como pegar uma colher de água do oceano e dizer: não existem baleias e tubarões, pois não há nenhum na colher.""

Essa declaração tem um problema, é igualmente arrogante, porque é antropomórfica, ou seja, uma auto-projeção da forma humana superposta ao que o humano desconhece.

Sensatez seria trocar na declaração a palavra “vida” pelo conceito de “sistemas naturais”. Nada de supernatural que teria vindo de fora da galaxia produzindo os sistemas biológicos existentes na Terra foi cientificamente comprovado. Portanto, reza a sensatez preferir em elevado apreço a teoria de que fomos feitos e criados por esta galaxia, dentro dela e com seus ingredientes. E nenhuma informação existe de que esta galaxia seria viva, no sentido entendido pela biologia, não temos razão para crer que o nosso tipo de sistema biológico teria sido criado pela “vida”.

Mas temos milhares de evidencias de que esta galaxia é um sistema, e natural. Ora, um sistema natural pode se reproduzir num imenso leque diversificado de formas e arquiteturas funcionais. A imensa diversidade de ingredientes da galaxia pode gerar trilhões de tipos de sistemas naturais. Basta saber que um sistema possui uma formula natural interna que modela suas partes e circuitos, uma “matrix”, como o DNA é a matrix de todos os sistemas biológicos na Terra. E essa matrix pode se revestir de muitos ingredientes, e estes produtos podem desenvolver a inteligencia, inclusive a autoconsciência.

Podem existirem em outros sistemas estelares desta galaxia seres inteligentes nos quais predominem não o carbono, mas sim o silício, ou o mobilidênio, e centenas de outros. Apenas entre os biológicos vemos 10 milhões de formas diferentes, tão estranhas entre si como são caranguejos e girafas e formigas. Os sistemas naturais reproduzidos a partir do corpo desta galaxia o são pela ação da entropia que a envelhece fragmentando o sistema em seus bits-informação, que se tornam seus genes, que recompostos podem se tornarem sementes de sistemas espalhados e distribuídos em toda a galaxia. Depende da seara, da fertilidade apropriada de um astro para estas sementes florescerem.

Eu não me surpreenderia muito se me deparasse com um movente na forma de disco-voador que viesse tentar dialogar comigo, e estenderia as mãos para cumprimenta-lo e o chamaria de meu irmão universal. Mas um antropomórfico reagiria com animosidade…, tal como um racista. Para nos integrar nas dimensões da inteligencia nas muitas famílias cósmicas devemos nos ver e entender como sistemas naturais.

Um Hino de Louvor e Agradecimento à Humanidade, pela genial obra de sua criatividade: o filme CONTATO, com Jodie Foster.

May 4th, 2021

Nesta madrugada de pandemia vou deitar e dormir maravilhado,… em AWE,… porque assisti duas vezes o filme CONTATO, com Jodie Foster. A tremenda criatividade, a inteligencia, o conhecimento técnico e cientifico, dos autores, me faz concluir que esta humanidade pode sofrer a tragédia que acontecer, que pode ser destruída e desaparecer para sempre, que continua agredindo meus sentimentos ao produzir alguns demônios de carne e osso, que eu posso não ter uma alma e morrer para sempre, mas o simples fato de ter vivido aqui e neste tempo, e no meio dessa humanidade, que me mostrou essa fantastica propriedade mental, capaz de se estender tanto neste Universo, … me faz concluir que valeu, que compensou todas as dores que paguei para ser vivo aqui, que estou pronto para me tornar o nada se este é o destino que me aguarda, porque a ele me entrego com o largo sorriso dos realizados.

No filme, uma inteligencia argumenta que a heroína não deve se preocupar que não poderá provar a ninguém que viajou através das galaxias, porque isso é dado a cada ser em separado, no seu devido estagio evolutivo, uma experiencia individual, com a distancia de milhões ou bilhões de anos entre cada viagem… um presente de uma civilização que neste mundo já conta com bilhões de anos a mais que nós em evolução. Não precisa o filme me revelar isso, basta o que sei deste mundo e a visão que meus olhos tem dessas grandezas no espaço e tempo deste Universo, para ter a certeza que eles existem, em algum lugar.

Outro detalhe que apreciei foi a menção no filme, por duas vezes, da Navalha de Occam. Pois repeti este teorema muitas vezes nos meus cálculos que resultaram na elaboração da cosmovisão da Matrix/DNA, pois é a regra supra-sumo da razão pura tal como construída pela Natureza. Sim,… valeu a pena…

https://www.amazon.com/Contact-Jodie-Foster/dp/B001AH6ZWY

O fio da História e seus inúmeros afluentes penetrando territórios misteriosos

April 30th, 2021

O Facebook me pergunta o que estou pensando, nesta pandemia. Respondi escrevendo:

Estou experimentando a mesma sensação incomoda que todos os pensadores revolucionários sentiram nos últimos anos de vida. Todos acreditamos que descobrimos e tocamos o fio da meada da Historia que está enrolado num novelo e puxamos a ponta desse fio que é como a fita de um filme e então ficamos assistindo esse filme projetado dentro da nossa mente.

Sim, o fio da História Natural Universal está no novelo da fita do DNA mas a ponta oculta no meio do novelo não acaba quando chegamos nas cenas da origem da vida, não… a fita continua entrando no passado, passando pelas galaxias, pela nebulosa inicial de átomos e chega no Big Bang. Aí sentimos que ela ainda continua no passado, porem nem a vemos, não a tocamos e ela não projeta mais as cenas. Darwin acreditou que esse fio era a evolução natural, Einstein acreditou que era uma onda de luz, Plank afirmou que o fio era composto de quantas, Newton achou que era uma engenharia mecânica manipulada por Deus, etc. Mas todos viram o fio desde a ultima ponta até algum ponto no passado e não conseguiam avançar mais, então ficaram com a mente ricocheteando entre o Big Bang e o contexto geral do presente, indo e voltando em zigue-zague nessa linha, sem captarem seu significado existencial, sua causa inicial, se ela se estende a um infinito ou teve um começo, etc. E assim todos morrem se sentindo fracassados.

Este é o rotulo na minha testa que vejo quando olho minha cara no espelho: fracassado! E não tens outra alternativa, vais para o tumulo com a etiqueta de fracassado. Está bem, sendo assim, encho minha geladeira com bolos de chocolate e vou para o tumulo com a boca lambuzada de chocolate…iac… iac…
Mas na pandemia descobri algo a mais que não vi nenhum dos meus semelhantes falar qualquer coisa a respeito. Descobri saliências, protuberâncias, situadas ao longo do fio e então puxei estas saliências e fui vendo que eram fios também, como afluentes saindo do grande rio. Seis destes afluentes passados no projetor mostravam cada qual uma das outras seis faixas invisíveis da onda de luz, e cada qual entrava numa mata espessa na qual fui sendo impedido de avançar por tantos penhascos e obstáculos, e quando insistia até o ultimo esforço me via no alto de um vale do qual se descortinava um abismo de luz tão forte que me cegava, não tinha como seguir em frente. Outro fio revelava cenas de seres estranhos, em planetas surpreendentes, e conclui que era o mundo dos extraterrestres, no qual fui cerceado pelas distâncias invencíveis do espaço sideral. Outro fio mostrava cenas de vultos parecidos com humanos mas virtuais, vivendo em camadas circulares acima ou dentro deste planeta, e quando comecei a remar nesses afluentes ouvia vozes avisando que ali era passagem proibida aos encarnados, e ventos fortes batiam nas velas do barco virando-o ao contrario, me jogando de volta no leito do grande rio.

Raios… fiquei perdido, sem saber agora qual é o fio principal no tronco, pois tem afluentes que se alargam mais do que o fio da Historia Natural Material. Será que, como humano e corpo material estou fora do fio central? Cada afluente leva a outros mundos, totalmente misteriosos, meu conhecimento e instrumentos científicos, as imaginações esotéricas e religiosas, nada me ajudam ao tentar investiga-los. Uma coisa aprendi alem do Darwin, do Penrose, etc.: o nosso fio material natural que podemos ver e segurar na mão, pode revelar tudo o que nosso complexo sensorial capta da realidade, mas esse nosso tudo é quase nada da realidade. E não adianta repetir o que fiz no Rio Tapajós, em busca de conhecimento dessa natureza, navegando numa voadeira dotada de pequeno motor e entrando nos afluentes emaranhados de galhos que paravam o motor e eu tinha que descer na água com revolver dentro de saco impermeável amarrado na mão e faca na boca para enfrentar crocodilos, jiboias e onças. Na Amazônia os afluentes sempre morrem em terra firme, no Universo os fios laterais sempre desembocam em nebulosas esvoacentas sem piso sólido, e algumas pequenas informações obtidas nas entradas não conseguimos processar com este cérebro microscópico e primitivo.

Meu fio da historia mostrou tudo, do Big Bang ao Big Birth, que sei será o fim deste universo quando toda sua matéria será descartada como a placenta. Mas a placa que investi toda minha vida procurando, onde deve estar escrito “O Significado da Existência”, está fora deste fio, existem outros muitos fios emaranhados neste novelo, muitos em outras dimensões e com substancias tão inimagináveis que jamais poderia ser encontrada por um rastejante bípede deste planetinha perdido na imensidão cósmica.

Então que vou fazer destes últimos momentos da a minha vida? Chamar dos túmulos meus infelizes camaradas buscadores para chorar-mos junto nossa debilidade e fracasso, ombro a ombro? Ainda não. Percebi também que estes fios misteriosos não apareceram apenas para mim, tem muita gente que chegaram nas portas de saída destes fios, e voltaram narrando estupefatos as estranhezas que viram e sentiram, outros até conseguiram dar uns passos alem destes umbrais. E o que estão narrando – muitas vezes talvez puro fruto da imaginação de cérebros em estados alterados, outras vezes experiencias reais, que precisam serem investigadas pelo método cientifico com novos instrumentos – vem me ajudando a lapidar meus modelos atômicos, cosmológicos, vitais, etc., com logicas racionais, incríveis. O Youtube está sendo invadido por essa multidão, na maioria pessoas simples, uns relatando retorno de morte clinica, outros relatando visões e até contatos com extraterrestres daquele fio que sai como afluente do fio principal, outros inclusive realizando proezas com olhos que veem como raio-X os nódulos em volta das minhas vértebras!

Sinto que o conhecimento é um oceano imenso, do tamanho do Cosmos, e que com investigação tecnológica nós humanos começaremos a navegar mais profundamente neste oceano. Então, me deem licença porque tenho agora que voltar ao trabalho que vai ficar comigo até o ultimo momento que eu chegar na frente do caixão que vai levar este corpo para a escuridão… porem onde poderei ver saindo do mesmo corpo outro fio lateral levando minha mente para outro misterioso lugar… É possível,… ou não.

0 que existia antes do Big Bang? (Diferenças entre a teoria Acadêmica e a Teoria da Matrix/DNA

April 23rd, 2021

A teoria acadêmica está explicada no artigo com link abaixo:

https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2018/03/stephen-hawking-explica-o-que-existia-antes-do-big-bang.html

Stephen Hawking explica o que existia antes do Big Bang

Tópico foi abordado em entrevista feita pelo astrofísico Neil deGrasse Tyson – 05 Mar 2018

Teoria da Matrix/DNA:

Hawking ignorando duas regras basicas da Filosofia Naturalista: 1) Ninguém pode saber a Verdade de um sistema existindo apenas dentro dele; 2) Para qualquer mistério sobre a Natureza Universal, calcule como a Natureza confecciona tudo o mais aplicando sua navalha de Occam, a qual possibilita a maxima economia de energia e todos os ingredientes e com a maior simplicidade. Quando na selva amazônica me bateu uma enorme vontade de saber de onde e como esta Natureza surgiu, como de costume nestas ocasiões eu me ajoelhava ao seu solo e num buraquinho murmurava minha pergunta, logo me veio uma intuição: peguei meu microscópio atrelado a uma camera e filmei o interior de uma cotia logo que ela terminou um ato sexual. Vi o espermatozoide vencedor chegar ao centro do ovulo, se fundir com o genoma feminino, mas neste momento uma maravilhosa surpresa: um spark de energia muito rápido clareou e se expandiu por dentro de todo o óvulo (para quem não sabe, tem videos no youtube filmando isso acontecer em humanos). Foi como um Big Bang! Microscópico para mim, mas macroscópico para o universo ovular, pois a luz inundou todo seu espaço. Em seguida se formaram grupos de genes como bolinhas que pareciam uma nebulosa de átomos; em seguida vieram as células que me lembraram os aglomerados de galaxias; em seguida um feto começou a se formar passando pela forma de sapinho, peixe, mamífero quadrupede, e um sistema biológico completo e vivo! A ontogenia biológica do resultado final atual do universo recapitulando a filogenia cósmica! Me ajoelhei outra vez no solo da mãe Terra molhando-o com minhas lagrimas e sussurrei bem baixinho no buraquinho: “Obrigado Grande Mestra! Mais uma vez me satisfizestes minha preferência pelas explicações mais lógicas, mais racionais, e menos místicas. Como retorno prometo-lhe que vou evoluir, vamos singrar o Cosmos, e vamos ultrapassar o evento do Big Bang para encontrar que tipo de pais e reino deflagraram aquele flash que criou a cotia e voltarei aqui neste buraquinho, para lhe contar o que vimos e resolver este grande mistério que, bem o sei, também tem feito é seu mistério e tem lhe feito perder noites de sono”……. Cá, entre nós, falando sério agora, a premissa mais logica que pode existir é que esse Universo não é magico, ele não pode criar informações do nada, portanto ele só pode criar criaturas pelo mesmo processo que ele foi criado. Segundo: A Física e a Matematica, quando aplicadas a sistemas biológicos como nossos corpos, são eficazes, mas estão limitadas a captar apenas o que contém o esqueleto ósseo e param nas suas fronteiras. A partir daí começa a carne mole, a complexidade aumenta, e esta termina onde começa a mais complexa região cerebral com sua consciência, reinos distantes dos tentáculos da Física e seu idioma, a Matematica, e sua arte, a mecânica. Aplicada no Universo, ela desvenda tudo do eletromagnetismo dos átomos, da mecânica das galaxias,… mas…, mas…, não é o esqueleto que produziu a carne e a consciência, e sim o contrário. Querem que o esqueleto do Universo tenha criado sua carne e mente, contra toda logica natrual que observamos aqui. Para uma Teoria do Tudo e os mistérios além desse imediato “todo contido neste sistema”, será necessário a contribuição de biólogos, neurologistas e até filósofos reduzidos a semi-macacos que vivem nas selvas murmurando questões nos buraquinhos do solo e elaborando teorias sobre o Big Bang, as quais seriam prontamente queimadas se apresentadas perante a inquisição do peer-review acadêmico… Estudo e respeito essa teoria da turma do Hawking, porém, não entendo porque desprezam a navalha de Occam trocando-a pela mística que acredita em mágicos átomos deuses.

Homenagem da Matrix/DNA e do Google à Mãe Terra no seu glorioso dia

April 22nd, 2021

xxxx

Earth Day 2021 Doodle

https://www.youtube.com/watch?v=hAxqygRdM4g

Estrelas são como mães atarefadas em amamentar seus rebentos planetinhas com seu nectar energético e mantê-los- aquecidos e protegidos sob suas longas asas gravitacionais. Não são as meras e horríveis fornalhas nucleares formadas por acaso em nebulas de gazes gélidos como nos ensinam nas escolas, nem ejetadas de buracos negros canibais como creem os mecanicistas. A vida que flui em nós foi herdada naturalmente de nossa Mãe Terra e nossa avó solar, pois existe vida no Cosmos, vida não vem do barro por magicas ou acasos.

Se a matéria do corpo da Terra nos fez com o fantástico fenômeno de nos reproduzir-mos por sementes como as plantas, é porque os astros assim já se reproduziam gestando dentro de si os germes de novos astros, as sementes de novas estrelas, que surgem como luas-babys, crescem como planetas e se tornam supernovas. Assim a Terra está gestando na forma de seu núcleo incandescente o germe que vem se alimentando nas suas camadas-placentas geológicas para nascer como um novo planeta quando ela, mais leve, crescida e amadurecida como Jupiter, estiver se afastando dessa família para brilhar no espaço como supernova e formar sua propria família.

Sabemos que existem dois métodos para gerar células: a primeira foi por simbiose de organelas, mas numa segunda fase passaram a se auto-reproduzirem. Foi a matéria bruta e estupida que inventou essa fantastica engenharia? Não, receberam esse processo das galaxias cujos astros nos primórdios formaram sistemas estelares por simbiose, mas agora se auto-reproduzem, auto-reciclando-se como sistemas inteiros. Os humanos existem a muito pouco tempo, jamais assistiram os bilhões de anos que os astros demoram para se formarem e se desenvolverem, por isso não sabem que a vida veio com o Big Bang, que foi um evento de fecundação idêntico ao primeiro instante do seu corpo neste mundo, e vem fluindo e evoluindo através dos átomos, dos astros que são tão nossos ancestrais como foi a primeira célula. E por isso não zelamos e protegemos com o carinho que as mães e as gravidas merecem esta mãe celestial que não é apenas o planeta dos homens, mas sim um organismo semi-vivo que se chama Gaia! No seu solo eu me ajoelho e com os olhos úmidos de lagrimas peço perdão pelos meus irmãos, porque eles não sabem o que fazem.

A maior homenagem à Mãe Terra foi pintar o seu retrato na figura acima, pois ele revela sua dignidade celestial. Os humanos viveriam abraçados e beijando o solo da Terra se não tivessem trocado o modelo errado geocêntrico de Ptolomeu pelo modelo também errado de Copérnico e descrito pela frieza calculista de newton que ignorava que a Matematica não pode traduzir por completo a anatomia astronômica porque o céu não é meramente mecanicista, existe uma cobertura biológica influenciando-o, com o princípio vital. Algo dessa influência vital foi detectada por Einstein que a acrescentou ao modelo Newtoniano, mas Einstein ainda não captou tudo por isso acrescentou coisas que não existem. Nós amaríamos mais e protegeríamos nosso planeta dos maus humanos se não fossemos místicos com imaginação infantil elaborando modelos teóricos cosmológicos equivocados. Este misticismo que divide a História da Evolução universal em dois blocos – evolução cosmológica e evolução biológica – sem nenhum elo evolutivo entre eles, e por nos separamos do nosso Cosmos onde não existem separações e ficaram perdidos sem nunca descobrir de onde e como a vida surgiu aqui. Assim como nossos pais não criaram do nada e por magica a vida em nossos corpos, assim também não fez este planeta: a nossa vida veio de dentro e do genoma do nosso sistema astronômico. Da mesma forma acreditam que esta fantastica engenharia do ciclo vital – que faz seu corpo mudar de formas desde a morula até o adulto – e crescer se se desfazer, surgiu do nada nos sistemas biológicos. Não, … esse processo vem do Cosmos e os astros como nossa mãe Terra também nasce, muda de formas, tal como se vê na figura, pois ela é tão nossa genuína ancestral como o são as espécies da nossa ancestralidade longínqua que ainda existem ao nosso redor. Mas vai aqui um alerta: não estamos revelando a Verdade, apenas propondo um novo modelo teórico porque cremos que este tem menos erros e produz no humano um comportamento mais favorável ao nosso planeta.

O que pode evitar a crise existencial e necessidade de terapias nesta pandemia.

April 22nd, 2021

Celio Augusto – postado em 22/04/21, no link:

https://www.facebook.com/groups/ilhadoconhecimentomarcelogleiser/

10 h  · Atualmente é grande a procura por terapia devido a vários tipos de dificuldades e transtornos, mas e quando a busca por terapia é devido a uma crise existencial?Sei que aqui no grupo tem muitas pessoas ligadas a filosofia, e tenho lido sobre filosofia médica, a minha pergunta é, o quando a filosofia pode ajudar nesta situação?Eu mêsmo faço terapia, tive muitas perdas nos últimos anos, fui obrigado a fazer algo extremamente difícil que é procurar ajuda profissional, sou autista, adulto e tendo que viver sizinho e independente.Uma frase que me marcou da última Live do Marcelo, é que temos que ter um motivo pra viver, para acordar todos os dias. E quando vc precisa encontrar este motivo, a filosofia poderia ajudar?

Resposta da Matrix/DNA:

A autentica Filosofia Naturalista detecta na Natureza as forças naturais que modelam bem ou mal as mentes e corpos sistêmicos, como os dos humanos. Você poderia ter detectado estas forças e adotado as boas para ti se não tivesse sido desviado da Filosofia Naturalista pela cultura absurda do coletivo humano e por certos instintos caóticos herdados dos nossos ancestrais animais irracionais.

Quem está te informando isto aprendeu por si mesmo a ter ótimas saúdes mental e física, e muita energia com muitas ideias para lutar. Mas nada vem de graça, eu era um filosofo acadêmico que caí a viver sete anos no meio da selva amazônica e na Natureza real fui reduzido a semi-macaco para me re-erguer com outra filosofia, outra visão do mundo, que me ajustou muito bem a como funciona este mundo. É minha obrigação e conveniência que os demais humanos tenham conhecimento dessa nova e inédita maneira de interpretar e entender suas existências, para ficarem saudáveis como eu e abraçarem a mesma causa evolutiva, pois estão fazendo tudo errado e isso me prejudica.

Se clicares no meu avatar vais encontrar meu website gratuito e lendo apenas a pagina home em português talvez te dê um estalo, um despertar e se anime a continuar se informando sobre isso. Não sou eu quem diz, e sim a natureza virgem e intocada: suas ciências, suas visões de mundo, seus misticismos e fantasias, esta filosofia acadêmica traidora da mãe Natureza, está tudo tragicamente muito errado. Ter crise existencial e precisar de terapia é um bom sinal porque revela alguém com potencial para descobrir a verdadeira realidade deste mundo.

Sci-hub: Website que permite ler os scientific papers

April 19th, 2021

xxxxx

https://sci-hub.se/

Terei que rever todos os artigos mencionando scientific papers que não pu de ler

Basta copiar o DOI no paper e colar na busca e clicar “open”. Ex:

https://doi.org/10.3389/fpsyg.2018.01475 ( esta copiado inteiro no meu PC, documentos

Gatos matam 10 bilhões de aves e mamíferos apenas nos USA anualmente: na construção do planeta ajardinado fraterno, devemos manter todos os predadores num parque selvagem.

April 16th, 2021

xxxx

Não tem contra-argumento: não aceito um mundo onde tenha violências, torturas, canibalismo biológico contra qualquer das criaturas existentes ( com exceção dos vegetais). Quem defende animais predadores, que seja o primeiro a se oferecer no lugar das outras vitimas. A natureza que produziu esse terror não foi a Natureza Universal e sim as forças do caos em oposição ao Principio da Ordem. E nos cálculos da cosmovisão da Matrix/DNA se revelou a causa, o porque isso aconteceu: na pele de um ancestral, muito remoto, não-biológico, nos cometemos um gravíssimo erro contra a evolução universal, e caímos aqui para recomeçar de baixo, trazendo em nos a malignidade que provocou o erro. Nos teremos que corrigir tudo isso, exorcizar daqui esta malignidade. Não se como vamos obter o planeta fraterno pois teremos que limpa-lo de todo tipo de predador, isso terá que ser muito e cuidadosamente estudado para não torturar/sacrificar os predadores. Para começar, um cientista tem uma boa ideia: ” a properly fitted collar and bell could reduce a cat’s success when hunting by at least a third.”

Artigo popular na BBC News:

Cats are one of the top threats to US wildlife, killing billions of animals each year, a study suggests.

https://www.bbc.com/news/science-environment-21236690

E o scientific paper na Nature:

The impact of free-ranging domestic cats on wildlife of the United States

https://www.nature.com/articles/ncomms2380

The authors estimate they are responsible for the deaths of between 1.4 and 3.7 billion birds and 6.9-20.7 billion mammals annually.

Cat

… they have been blamed for the global extinction of 33 species. …

The authors concluded that more animals are dying at the claws of cats in the United States than in road accidents, collisions with buildings or poisonings. The domestic cat’s killer instinct has been well documented on many islands around the world…. Birds native to the US, such as the American Robin, were most at risk, and mice, shrews, voles, squirrels and rabbits were the mammals most likely to be killed.

… they said pet cats were still killing significant numbers of animals, and that their owners should do more to limit the impact.

Dr Marra said: “We hope that the large amount of wildlife mortality indicated by our research convinces some cat owners to keep their cats indoors and that it alerts policymakers, wildlife managers and scientists to the large magnitude of wildlife mortality caused by cat predation.”

A spokeswoman for the animal welfare charity the RSPCA said that a properly fitted collar and bell could reduce a cat’s success when hunting by at least a third.

( continue lendo no link acima)