Archive for the ‘Evidences of Matrix/DNA Theory’ Category

Como a reprodução sexual estava programada numa onda de luz

Sunday, March 29th, 2020

Até ontem dividíamo-nos nos que acreditam que essa extraordinária engenharia da reprodução sexual tivesse sido criada com magicas por Deus ou que tivesse sido produto da evolução natural atraves da seleção natural. Agora descobrimos que ela não foi criada na materia deste Universo, pois ela está encriptada na formula natural universal para todos os sistemas naturais. Entendemos agora o que modelou a forma do XX para gerar femeas: é o circuito sistêmico com todas as informações do sistema, que é gerado pela contraparte feminina em F1; e o que modelou Y: é a metade das informações do lado esquerdo que expressa o masculino em F4. Como X contem Y tambem, dias doses de Y torna o aspecto macho dominante ao modelar o baby.

Mas descobrimos tambem que a primeira forma dessa formula que surgiu neste nosso mundo foi na forma de onda de luz. Como aquela emitida no instante do Big Bang. Um genoma vindo de fora e de antes do Universo. Vindo do que ou de quem… ainda não sabemos…

Entidade/software dos sistemas naturais: bactérias e neurônios como evidencias

Thursday, March 19th, 2020

Bactérias se comunicam do mesmo jeito que os nossos neurônios

https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Curiosidades/cerebro_bacteria_neuronio.php

Artigo: A pesquisa foi realizada em biofilmes ou “placas” bacterianas que formam o tártaro – sim, aquele que se aloja nos dentes. A comunicação entre as bactérias é feita por meio de canais iônicos, as mesmas estruturas envolvidas na comunicação entre neurônios.

Matrix/DNA: Bem, aqui, ‘a primeira vista, não estamos falando de presença da entidade de sistemas, pois o tártaro é apenas uma massa de sistemas, não formando um sistema. Mas também a humanidade não è um sistema, no entanto existe comunicação entre seus sistemas, quen são corpos humanos, familias, etc. Penso que quando os humanos criam essa comunicação externa a seus corpos, com seus semelhantes, ele está formando um novo tipo de sistema ao qual vamos denominar de “sistema social”, do qual emerge uma entidade. Então, voltando ao tartaro, se existe essa comunicação entre bactérias e entre suas diferentes zonas, deve ter aí algo parecido com um sistema social.

Artigo: No biofilme, as bactérias são capazes de resolver conflitos dentro da comunidade assim como as sociedades humanas.

Matrix/DNA: Bem… os pesquisadores instruíram a coisa. Vindos por caminhos diferentes, ambos notamos a característica de sociedade humana nos tártaros.

Artigo: Essas oscilações no tamanho do biofilme requerem grande coordenação entre as bactérias periféricas e as centrais, o que levou os pesquisadores a imaginar que essa comunicação era feita de forma eletroquímica.

Matrix/DNA: Isso sugere que a abstrata entidade possui uma força física, pois consegue atuar sobre a matéria física. Essa força se expressa biologicamente através de elementos electroquimicos.

Artigo: Os experimentos revelaram que as oscilações no tamanho da membrana conduziam sinais elétricos de longo alcance dentro do biofilme. Conforme a energia se propagava, a atividade metabólica das bactérias era coordenada. Quando os canais iônicos eram deletados das bactérias, a placa não era capaz de conduzir os sinais elétricos e se desordenava.

Matrix/DNA: Isto sugere que quando se suprimiu o canal ou circuito por onde correm o fluxo de energia/informação, se deletou a entidade do sistema, e sem essa no controle geral, o sistema se desmancha.

Artigo: Gurol Suel, líder do projeto, declarou que “assim como os neurônios do nosso cérebro, descobrimos que as bactérias usam canais iônicos para comunicação entre si, por meio de sinais elétricos. Desse jeito, a comunidade bacteriana dentro dos biofilmes parece funcionar como um ‘cérebro microbiano'”.

Matrix/DNA: Bacterias no tartaro e neuronios no cerebro. Dusa formas de sistemas, derivadas da formula universal dos sistemas naturais. A diferença entre tartaro e cerebro se resume à diferença que as transformações produzem seus diferentes graus evolutivos.

O buraco do vulcão em Marte é mais uma evidencia para o modelo astronomico da Matrix/DNA

Friday, March 6th, 2020

This is intriguing from a geological perspective because it means the void is larger than most caves on Earth, according to the LPL.

Pavonis Mons hole, Mars
An image of the hole on the slopes of Pavonis Mons captured by the Mars Reconnaissance Orbiter.NASA, JPL, U. ARIZONA

Pulsar´s volcanoes? Exemplo de vulcões dos pulsares?

Está sendo sugerido pela Matrix/DNA formula que depois que um planeta começa a se transformar em pulsar, emerge vulcões em toda sua superfície e estes vulcões tendem a se tornarem cada vez maiores, quando então ejectam lavas e magma com tanta força que ultrapassam a órbita planetária e caem no espaço sideral, adotando a forma de cometas. Esta figura sugere como é um dos estagios de crescimento dos vulcões. mais uma evidencia para a Matrix/DNA Theory.

Qual a importância em saber disto? Uma das importâncias é que neste mecanismo está encriptado os primordios do fenomeno biologico a que denominamos reprodução sexual. A imagem mostra como era a forma da genitalia masculina nos sistemas termodinámicos astronómicos, nosso ancestrais. E este conhecimento amplia nossa capacidade para corrigir e curar as anomalias no sistema reprodutor humano.

NASA REVEALS BIZARRE PICTURE OF MYSTERIOUS HOLE ON SLOPES OF MASSIVE MARTIAN VOLCANO

BY ARISTOS GEORGIOU ON 3/4/20 AT 6:45 AM EST

https://www.newsweek.com/nasa-bizarre-mystery-hole-mars-volcano-1490432

NASA has posted an image of an unusual hole on the slopes of a giant Martian volcano known as Pavonis Mons.

In the photo,which was snapped in 2011 by the space agency’s Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), a circular crater can be seen with very steep walls. At the center of this crater is an opening measuring around 115 feet across, which is the entrance to an underground cavern.

Meus comentarios publicados na midia:

https://www.newsweek.com/nasa-bizarre-mystery-hole-mars-volcano-1490432

My theoretical astronomical model has predicted the existence of such big volcanoes at astronomical bodies 30 years ago. When any planet gets older, its surface is populated by volcanoes which becomes bigger thil the point of ejaculating magma to sidereal space. This magma becomes comets. See ” The Universal formula Matrix/DNA for all natural systems” and how the formula predicted it…

Meu astro-baby?!

Thursday, February 27th, 2020

O modelo teórico astronomico da Matrix/DNA sugere um processo de formação dos astros, iniciado no elemento que estiver executando a função de F1 da formula Matrix/DNA, o qual ejeta de si um germe ou semente de um novo astro, que seria F2. Este germe seria constituído de um núcleo escaldante ferroso apenas, contendo em si as informações para toda o desenvolvimento posterior, desde a forma de planeta, pulsar, estrela, etc. No espaço circundando F1 o germe se desenvolve como um feto tendo agregado a si a matéria da nuvem de poeira e rochas e energias das estrelas mortas, e esta matéria agregada vai formando coroas sobre o germe, na forma de camadas geológicas. Devido geralmente o elemento gerador – um vórtice turbilhonar no centro ou núcleo dos sistemas astronômicos – ser circundado por denso horizonte de eventos constituído dessa poeira interestelar, torna-se difícil enxergar ou detectar a existência do germe estelar sugerido pela teoria.

No recente artigo com link abaixo, as primeiras informações correspondem ao que seria previsto na existência do germe, ao qual denominei “astro-baby”:

An artist's depiction of a stellar flare from an L dwarf star.

Tiny star’s violent outburst catches astronomers’ attention — years late

https://www.space.com/tiny-star-with-huge-flare.html

As formas e composições dos planetas coincidem com os estados na sequencia das fases da Luz? Nova intuição a pesquisar

Saturday, February 1st, 2020

Tenho a intuição de que o Sol é uma central energética e fonte de luz do qual a luz se propaga em ondas circulares, formando aureolas desde o Sol até os limites do sistema. Sabendo que uma onda de luz se divide em sete estados principais, cada aureola deveria apresentar as propriedades de cada estado da luz. Assim, cada planeta ocupando uma aureola, ou faixa de orbita, deveria ser modelado pelo estado especifico da luz. A coisa bate quando vemos a composição de asteroides na ultima faixa, que coincide com a fragmentação da luz na ultima faixa. Tambem alguns indícios batem com o fato da Terra distribuir a vida, que é uma propriedade da quarta faixa da onda e parece que a Terra esta justamente na quarta orbita. Os estados gasosos de planetas como Jupiter é outro indicio, pois ocupando galaxias mais distantes indica o processo de enfraquecimento, envelhecimento da onda. E o tamanho maior de Jupiter coincide com as faixas da onda mais distante da fonte, faixas que são maiores por apresentarem maior comprimento de onda.

Em suma, são vários indícios sugerindo que esta intuição praticamente racional merece uma pesquisa mais seria, arrolando tudo o que se sabe sobre cada planeta e todas as interpretações sugeridas pela formula da Matrix/DNA sobre as ondas de luz ( que podem estarem atreladas a qualidades especificas de campos magnéticos). Infelizmente não tenho tempo para isso agora, mas fica aqui registrado para quando o tiver…

A imagem abaixo causa problemas ‘a visão da sequencia das ondas, pois o primeiro cinturão de asteroides parece o final de uma onda, a orbita de Jupiter parece o inicio de outra onda mas em sentido inverso… talvez sejam ondas superpostas, mas o que seria a fonte da outra onda?

Image result for solar system
  • ai vem um gaiato e diz: – ” A fonte da segunda onda está localizada nos limites do sistema solar, é Nibiru, a estrela de neutrons invisível companheira do Sol…”
  • – ” Ora,… tenha a santa paciência… mas… espere aí… e porque não?!”
  • -… inclusive uma estrela de neutrons se desfazendo explicaria a presença da sujeira e asteroides no cinturão… raios…

Suas mãos repetem as formas do seu corpo contando a historia do seu ciclo vital, repete a forma das unidades do seu DNA e inclusive dos astros: porque tudo isto foram feitos pela mesma formula Matrix/DNA

Saturday, February 1st, 2020

A publicação de mais uma surpreendente descoberta das pesquisas cientificas vem mais uma vez reforçar como evidencia meus vários artigos aqui revelando o que tenho descoberto sobre as mãos humanas quando estudo a formula da Matrix/DNA. O estudo percebeu que os tamanhos dos dedos anelar e indicador – que variam entre as pessoas – coincidem com tipos específicos de personalidade humana. Claro, a nossa primeira reação a ler isto sera de incredulidade e ironia. Qual a relação que poderia ter o acaso do tamanho dos dedos com o acaso do tipo de nossas personalidades? Como um determinado tamanho do dedo indicador poderia determinar que eu seja mais afoito e intenso na vida ou mais calmo? Estes cientistas não tem o que fazer e vivem brincando agora.

Mas se você por curiosidade fizer um esforço e continuar lendo o artigo, a coisa começa a ficar séria: o tamanho destes dedos são determinados pela quantidade de sua testosterona – que varia de pessoa em pessoa. E acontece que essa mesma testosterona influi no tipo de personalidade de uma pessoa. Então o que os cientistas encontraram? Que existe um elo informativo entre nossos dedos e a nossa personalidade, que não é nem os dedos nem a personalidade, mas algo que está mais escondidos dentro deles. Então agora que ficastes realmente sério e curioso, vamos ver o artigo? Mas não se esqueça de voltar aqui porque tenho muito mais informações surpreendentes ocultas em suas mãos do que os cientistas informam. Por exemplo, eles não sabem que mais escondido ainda e mais importante, que cria a testosterona e determina todos estes efeitos, está uma formula natural universal que se constrói com o ciclo vital, e por isso a forma, a função, o tamanho de seus dedos revelam a historia da sequencia das mudanças das formas de seu corpo!

Você nunca vai conseguir as respostas certas para suas supremas perguntas como “O que, quem sou eu? Porque estou existindo aqui e agora? Como vou saber qual o certo a fazer da minha vida?”, se você não souber antes o que é esta Natureza Universal, para que Ela está existindo aqui e agora, como Ela faz e cria suas coisas, suas criaturas como eu? E porque Ela fez suas mãos, o método e mecanismos que Ela aplicou nesta criação já revela muito do que precisamos saber sobre Ela.

Os seus dedos podem dizer muito sobre a sua personalidade. Que tipo de dedos você tem?

https://www.conselhosetruques.com/varios/dedos-personalidade/?utm_campaign=PTFdedosWW&utm_source=Taboola&utm_medium=native&utm_term=msn-brazil

O segredo está no seu dedo anelar e dedo indicador. Pode dizer muito sobre que tipo de homem você é. Sim, este teste aplica-se apenas aos homens porque o comprimento destes dedos indica o nível de testosterona nos homens. Existem três tipos: A, B e C.

A. O dedo anelar é maior que o dedo indicador

Nós estamos falando de homens bonitos aqui. Eles são encantadores e podem se dar bem com todos. No entanto, eles são um pouco mais agressivos e são rápidos em correr riscos. Isso também significa que essas pessoas geralmente ganham mais dinheiro do que seus colegas com um dedo anelar mais curto.

B. O dedo anelar é mais curto que o dedo indicador

Homens com essas mãos são muito confiantes e podem até ser um pouco narcisistas. Essas pessoas não têm dificuldade em estarem sozinhas com frequência e não podem ser perturbadas. Quando se trata de amor, eles não se aventuram muito por aí. Eles não são os únicos a fazer o primeiro movimento.

C. O dedo anelar e o indicador são do mesmo comprimento

Talvez isso já diga o suficiente. Os homens com essas mãos são bons mediadores, muito leais e amorosos. Tudo está equilibrado com essas pessoas. Eles são calmos e tudo parece funcionar sem problemas, como se eles tivessem tudo organizado.

Então, voltando ao acréscimo de informações que explicam melhor porque a constatação cientifica acima acontece e que apenas nós com a descoberta dessa formula universal podemos saber, vamos lá:

Primeiro precisamos trazer a formula natural para cá, no seu aspecto mais perfeito possível neste mundo material:

The Matrix/DNA as Software of Astronomical Systems's Building Blocks
The Matrix/DNA as Software of Astronomical Systems’s Building Blocks

Agora ponha sua mão assim aberta sobre a formula (pode clicar nela aumentando seu tamanho) de maneira que a palma esteja sobre o cone em F1, o mindinho sobre F2, o dedo médio sobre F4, o indicador em F6 e o polegar sobre F7. Enquanto isso de uma olhada no meu avatar embaixo:

The Matrix/DNA formula as the vital cycle of humans and astronomic bodies

Pois bem. Estando sobre F1, significa que sua palma esta na posição da função geradora dos sistemas, que no meu avatar pode ser a mulher gravida e o vortex astronomico no núcleo das galaxias. Da F! é gerado um rebento que toma o sentido horário, indo para a esquerda, onde esta seu dedo mindinho. É tão mindinho quanto o baby e a semente dos astros no meu avatar. O baby cresce conduzido pela força do ciclo vital agregando matéria em si e se tornando a criança/adolescente do sistema, que é seu dedo anelar. Crescendo mais ele amadurece-se reprodutivamente, sexualmente, e como os sistemas no meu avatar são hermafroditas, vão produzir o pulsar nas galaxias ou o homem jovem adulto, representado pelo seu dedo maior, o médio. A seguir, o jovem adulto se torna maduro adulto, o pai da casa, mais sábio e indicador dos melhores caminhos como o caminho para a luz da sabedoria, por isso coincide com com a transformação do pulsar em estrela luminosa ou o adulto humano no meu avatar, tudo representado pelo dedo indicador. O adulto amadurecido envelhece, seu corpo diminui e se torna encurvado, enquanto no céu a estrela luminosa vai perdendo o brilho. Tudo isto representado pelo seu desajeitado e curvo polegar. Na formula perfeita os fragmentos desses corpos astronômicos retornam ao núcleo onde são reciclados gerando a nova função criadora feminina e o ciclo recomeça. Na sua mão o polegar como que retorna direto a sua palma.

Então porque as variações nos tamanhos entre os dedos anelar e indicador apresentam as diferenças de personalidade indicadas na pesquisa cientifica? Psiu, eles não sabem, porque não conhecem a sagrada formula, que isto fique em segredo entre nós: basta você lembrar todas as peripécias e comportamentos dos jovens adolescentes e comparar com o que dizem do dedo anelar, e comparar toda a calma e sabedoria do seu pai com o que dizem do dedo indicador.

As ciências nos informam que testosterona não tem apenas a função de hormônio masculino pois são asteroides anabólicos também. E anabolismo se refere a metabolismos dentro das células e a aumento de produção de proteínas, tanto para dentro das células como na construção de esqueletos e musculos, ( they are anabolic and increase protein within cells, especially in skeletal muscles), e isto, para quem está habituado com a nossa formula, já diz tudo: a testosterona, por seu aspecto de esteroide anabólico, está envolvida na construção dos musculos e esqueleto que dão a forma às mãos.

Mas para que saber disto? Não é cultura inútil? Bem… eu acho que você é como eu, que quando estou só, ou numa crise, que me encolho debaixo das cobertas, ponho a cabeça no travesseiro e as vezes choro em silencio, fico indignado e desesperado porque não encontro as respostas do que sou eu, quem sou eu, o que estou fazendo aqui e agora neste mundo sofrendo estas injustiças e tão fraco perante tão enormes problemas, como vou escolher a melhor decisão e acertar melhor com o futuro? Quem te criou foi esta natureza, então tens que transferir todas estas perguntas para esta Natureza. Ela é externa, maior, dá para investigar melhor suas características. Porque sabendo o que é a Natureza, como ela veio parara aqui, como ela faz as coisas, terás maior sabedoria para decidir os melhores caminhos a seguir, e estarás mais próximo de intuir como pensa o criador da Natureza. E apesar de eu não saber quem é este, como é, sei que Este sim, finalmente deve ter todas as respostas…

xxxxx

Item a investigar aqui: O que é e como pode influir na formação da personalidade e na forma dos dedos a…

TESTOSTERONA (tostesterone):

https://en.wikipedia.org/wiki/Testosterone

Testosterone is the primary male sex hormone and anabolic steroid. In male humans, testosterone plays a key role in the development of male reproductivetissues such as testes and prostate, as well as promoting secondary sexual characteristics such as increased muscle and bone mass, and the growth of body hair.[4] In addition, testosterone is involved in health and well-being,[5] and the prevention of osteoporosis.[6] Insufficient levels of testosterone in men may lead to abnormalities including frailty and bone loss.

anabolic steroid are steroidal androgens that include natural androgens like testosterone as well as synthetic androgens that are structurally related and have similar effects to testosterone. They are anabolic and increase protein within cells, especially in skeletal muscles, and also have varying degrees of androgenic and virilizing effects, including induction of the development and maintenance of masculine secondary sexual characteristics such as the growth of facial and body hair.

( continuar pesquisa…)

GPS no hipocampo, mais evidencia para Matrix/DNA

Friday, January 31st, 2020

Tem sido um mistério para os neurologistas sobre quais celulas neuroniais produzem a imaginação, este fenomeno de aparência tão abstrata, e como o fazem. Um novo estudo adianta pesquisa:

Summary: Study shows how hippocampal cells can represent different hypothetical scenarios consistently and systematically over time. The findings shed new light on how place cells assist in decision making and imagination.

Brain’s ‘GPS system’ toggles between present and possible future paths in real time

Neuroscience NewsJanuary 30, 2020

https://neurosciencenews.com/brain-navigation-imagination-15607/

Claro, para mim sempre fica a duvida se são os neurônios e glândulas que produzem essa desconhecida e invisível imaginação ou se é o sistema cerebral como um todo que obedece a lei dos sistemas naturais dos quais emerge sua identidade própria, holística, localizada no todo, e que faz estas células entrarem em ação para ativar nervos, músculos.

Mas a ainda obscura interpretação do fato constatado ( sinalização intensa de células do hipocampo) sugere-me que parece a coisa ser de duas vias: a identidade do sistema reforça certas células que respondem em feed-back reforçando alguma propriedade da identidade. Pois o fenomeno tem a ver com criar cenas e eventos apenas em imagens, não reais, e projetados no futuro. E então busco na formula da Matrix/DNA, qual das suas propriedades poderiam estar envolvidas nisso. Na formula, existe um ponto que está conhecendo o passado, o presente e o futuro, não do mundo externo, mas do mundo interno ao sistema. É F1. Vamos trazer a formula, no seu aspecto desenhado na selva que melhor explica isso:

Matrix/DNA formula for astronomic building blocks and cell systems

Observe F1 à esquerda, sendo o turbilhão-bateria do sistema. Ele possui as informações para projetar um corpo no futuro até sua morte. Mas quando ocorre a morte, esse corpo de desintegra e suas informações vem para o cone, o que revela o passado do corpo. E faz tudo isso no presente.

Por outro lado, em nosso esforço em identificar cada região ou glândula do cérebro pela sua função com cada F da formula e ter um template total de sua anatomia, já temos certeza que o hipocampo se situa em F1. Estas chamadas “cells place” devem representar as nuvens do material degradado que rodeia o cone. Se as células disparadas estão produzindo uma visão do futuro devem se situarem a esquerda do hipocampo, se sobre o passado, se situam a direita.

Não estou gostando muito da sugestão encoberta nesta situação. Se minha interpretação da formula no tocante a este fenomeno estiver correta, fica a impressão que a formula criou a imaginação e isto só poderia ter sido feito atraves de sua ferramenta no caso, que é o cerebro. E isto daria razão aos pesquisadores em dizer que a imaginação é produzida pelo cérebro. Ou não, pois quem realmente a produz é uma formula que continha em si as propriedades para faze-lo e vem existindo desde o Big Bang, muito antes de existirem cérebros…

O estudo sugere mais uma evidencia para a Matrix/DNA, tem excelentes informações no avanço de nossas pesquisas, portanto fica aqui registrado…

Meu comentario enviado ao NeuroscienceNews ( aguardando moderação e acho que não será publicado porque faço publicidade do meu link), em 31/01/20

By my different theoretical approach, imagination is product of a process of feed-back between places cells and the brain´s systemic identity. For to know the functions and activities of the brain is good to have at hands the template creator of its anatomy, which is the universal Matrix/DNA spherical diagram for all natural systems.

In this formula we see and understand how a system has information of present, past and future, but only for its internal structure. The fact that the intense signals occurs in cells place in the hippocampus is exactly the point where the formula keeps these information, so, it was predicted by the formula. This new evolutionary jump, going to external world, must be self-projection of this old property. For those with curiosity, I wrote an article about this issue with more information, at https://theuniversalmatrix.com/en-us/articles/?p=1411

Novo codigo descoberto no DNA, indica presença da entidade dos sistemas ao longo do DNA

Tuesday, January 21st, 2020

Scientists discover double meaning in genetic code
In 2013, Scientists  discovered a second code hiding within DNA. This second code contains information that changes how scientists read the instructions contained in DNA and interpret mutations to make sense of health and disease.. 

“For over 40 years we have assumed that DNA changes affecting the genetic code solely impact how proteins are made,” said Stamatoyannopoulos. “Now we know that this basic assumption about reading the human genome missed half of the picture. These new findings highlight that DNA is an incredibly powerful information storage device, which nature has fully exploited in unexpected ways.” 2

The genetic code uses a 64-letter alphabet called codons. The UW team discovered that some codons, which they called duons, can have two meanings, one related to protein sequence, and one related to gene control. 

Clearly, making two sequences that satisfy two sets of functional constraints simultaneously is more difficult than constructing a single sequence that must satisfy only one set of such constraints. Thus, the probability of generating such a meaningful message within another meaningful message is vastly smaller than the odds of getting a single message to arise by chance on its own. For this reason, the discovery of dual and overlapping messages in genetic texts—messages essential to function—only complicates the information problem for scenarios that rely on chance and/or natural selection. Indeed, a trial-and-error process seems unlikely to produce nested coding of information, since the probability of error increases with each trial when two or more sets of functional constraints have to be satisfied. And many functional outcomes in the cell depend upon satisfying multiple sets of constraints. 

Further, since self-organizational affinities fail to explain the sequential arrangements of DNA base sequences generally, they do nothing to account for even more sophisticated forms of sequencing (i.e., those involving dual messaging) in the genome. Instead, this form of encryption seems to point decisively to design, because the use of such encryption techniques are, based upon our experience, the sole province of intelligent agents. We know of no other such cause of this effect. The evidence of sophisticated encryption techniques within the genome thus constitutes another distinctive diagnostic—or signature—of intelligence in the cell.

http://reasonandscience.catsboard.com/t2590-origins-what-cause-explains-best-our-existence-and-why

Então o velho conhecido código no DNA que tem a função de fazer proteínas escondia nas mesmas sequencias de letras outro código fazendo outra coisa: controle geral dos genes. Isto é mais uma evidencia para a sugestão da Matrix/DNA de que o DNA é um sistema construído de copias diferenciadas de um único original sistema ( o diagrama da Matrix/DNA) e de que onde tem sistema natural existe a entidade abstrata do sistema que controla o todo interno. O que descobriram foi a presença da entidade dos sistemas codificadas na forma de moléculas orgânicas!

O artigo acima puxa para a ideologia do intelligent designer porque foi escrito por um deles.

Plasma estelar: grande solução para um buraco na Matrix/DNA Theory

Thursday, December 12th, 2019

Tem sido nebulosa a imagem imaginada da poeira vinda de um cadaver estelar formando uma nuvem devido a gravidade mas rodopiando sobre si mesma e formando um cone espiralado. Esta imagem faz parte do processo da auto-reciclagem dos sistemas astronômicos. O que se concentraria tanto naquela nuvem para formar o bico pesado do cone? E como uma poeira dispersa em forma de nuvem com baixíssima densidade material iria elevar sua velocidade de giro?

Tenho mantido esta questão aberta por 30 anos sempre nela voltando tentando repensa-la e resolve-la.

Mas hoje, sem estar pensando nela, me venho uma intuição. Num debate na Internet alguém dizia que os acadêmicos afirmam que viemos de mera poeira estelar. Então respondi que “o que eles não fazem ideia é que no meio daquela poeira estelar, vinha a “alma das estrelas”, ou seja a formula da Matrix fragmentada em seus fótons, e foram estes fótons que reconstruíram o sistema estelar morto e mais tarde nos fizeram trabalhando os ingredientes fornecidos pelas estrelas. É o mesmo caso de alguém que vê chegar no centro de um ovulo uma geleia informe e depois assiste a montagem de organismo, ele não sabe que no meio da geleia do cromossoma está o DNA. Então devemos considerar a hipótese que das estrelas que morrem não resultam apenas fragmentos de poeira, mas também fragmentos de seu plasma incandescente, que é uma substancia normal das estrelas. Alias, não me esqueço que os vulcões emitem magma, uma espécie de plasma incandescente, e os gigantescos vulcões de pulsares emitem este magma que quando caem no espaço se tornam os cometas…”

E foi aqui que vi a similaridade entre a cena do cromossoma Y chegando no ovulo e porções de plasma estelar estar chegando no meio da nuvem de poeira. Os fótons-bits-informação estariam no plasma! E o plasma seria uma solução para o mecanismo da imagem nebulosa, pois ele seria denso, muito mais pesado que a poeira, por isso seria dirigido ao centro da nuvem, encurvando esse ponto da nuvem para baixo, tornando-se o bico do cone, e por ser denso, entende-se porque aumenta o giro de rotação da nuvem inteira.

Aí está mais uma solução mentalizada, teórica, para um dos detalhes não resolvidos que ainda existem no corpo da teoria geral. Boa solução porque espaldada num parâmetro real conhecido por todos, o cromossoma com sua carga genética. Agora tereis que pesquisar “plasma estelar” e rever todas as fotos do Hubble e etc. para ver se em algum momento foi detectado plasma espacial fora de estrelas ou no meio interestelar…

Célula: Ciclo Vital criado pela Formula Universal

Wednesday, December 11th, 2019

A evolução desde o sistema galáctico para os sistemas biológicos vivos teria que provocar uma drástica mutação nos processos internos do sistema devido aos ambientes e substancias de origens serem muito diferentes. Na comparação ente um sistema galáctico – pelo meu modelo teórico – e a primeira célula viva vemos que o significado geral dos sistemas foi mantido, a dinâmica do ciclo vital que veio com ondas de luz de alguma maneira se impôs. Temos que estudar como um sistema regido pela mecânica astronômica se torna um sistema pelo método biológico de organização da matéria. Não podemos esquecer que entre a mecânica astronômica e a organização biológica teve um elo, que foi a química orgânica. A mutação ocorreu nas formações químicas das moléculas orgânicas primitivas, aqui temos que desvendar como foi essa mutação. E a separação de um todo em pacotes de informações para depois serem juntados estes pacotes reproduzindo o todo permite muitas variações, em ambientes inéditos.

O circuito sistêmico sempre tem o mesmo desenho do ciclo vital, pois é o ciclo que vital que se torna um sistema.

Esta figura quando vista sob a perspectiva da visão de mundo pela Matrix/DNA lembra imediatamente a formula universal do sistema natural universal. Então vamos trazer a formula para cá:

Formula do Sistema Natural Universal

Na figura da célula notamos que o ciclo começa no topo de cima com a célula filha, então temos que inverter o sentido da figura da formula pondo F1 no lugar da célula filha, F2 onde a célula cresce, etc. Quando na Interfase, a célula começa ps preparativos para a bifurcação do circuito que acontecerá em F4 e para isso ela duplica o DNA que é o carregador da informação para um segundo fluxo do circuito de desprender. Ela está fazendo isso entre F2 e F3, por isso ela é dirigida pela formula a crescer ainda mais. Na Profase vemos o processo sexual hermafrodita se solidificar. A cromatina se condensa em cromossomos que é uma forma necessária para constituir os genomas sexuais e o desaparecimento do nucléolo tem que acontecer: até aqui, em F3, se impos a face feminina do processo, com a criação da célula filha pela femea em F1, mas em F4, que é a face masculina, a feminina sai e cede o lugar ao masculino.

Na prometafase se insere a F5 com seu ramo lateral e interno. Se na galaxia isto acontecia com os cometas retornando no espaço na direçâo onde vai se formar novamente F1, e na reprodução das seccões do DNA entra para isso a uracila, na célula são fabricados os centromeros e em lugar da linha do fluxo de F5 surgem os microtubulos. O que importa na formula é dividir o sistema ao meio, em face esquerda e direita, para que depois cada uma construa sua outra metade. A engenhosidade da formula aqui é extraordinaria, considerando-se que sua unica experiencia anterior era o mecanismo muito mais simples astronomico, mas nem por isso vamos personalizar a formula com inteligencia própria: creio que tudo ocorreu pelo forte impulso do fluxo avançar e obedecendo a formula que determinava a bifurcação. tudo deve ter ocorrido por processos naturais, como quando as águas das montanhas vão forçando a abertura de caminhos na sua descida. Mas ainda não tenho dados para decidir o que foi que realmente realizou o evento que resultou na extraordinária experimentação e confecção de extraordinary novos elementos.

Na fase Mitótica a membrana desaparece e isso não é surpresa pois já vimos acontecer isso nesta mesma posição nas galaxias: quando a femea está desativada, a poeira do horizonte de eventos, ou quasar, desaparece também. Na Metáfase fica uma questão. Qual o mecanismo e porque os cromossomas que estavam dispersos na cromatina se alinham em sequencia? Se logo a seguir eles se separam novamente em cromátides que vão para os dois lados da célula? A pesquisar…

Por fim F5 se torna Myosin II e completa a separação. Daqui a célula velha vai para sua morte, determinada por F6 e F7.

Portanto não foi a matéria simples e burra da superfície deste planetinha que inventou pela primeira vez no Universo esse método de tão extraordinária engenharia, e sim as partículas de luz que se infiltraram com o liquido nessa matéria e simplesmente caminharam como vem caminhando desde o Big Bang quando a onda de luz original caminhou no espaço sideral e se propagando no tempo ao ir montando seus órgãos anatômicos internos – ou suas faixas diferenciadas – na mesma sequencia do ciclo vital. E depois estavam infiltradas nesta estrela Sol de onde vieram recompostas como luz para dirigir os átomos terrestres a se subordinarem ao modelo de sistema que elas constituem.

Mas nem tudo ficou tão fácil de ser compreendido com a fórmula da Matrix/DNA. O ciclo dos centríolos, ou centrômeros, e a própria presença dos centríolos, continua muito complexo, inexplicável. Parece que outra coisa alem da formula estava fazendo as coisas nas origens da célula. Mas ao mesmo tempo os centríolos servem como um alerta e um alento: a formula ainda tem muitos segredos encriptados nela. Um desses segredos que não tenho informações vindas da Ciência é que a formula tem sua camada mais invisível, que é seu campo magnético. As imagens geradas pelo centríolo lembra os fusos do campo magnético do planeta, os seus polos magnéticos, etc. Vejamos a figura abaixo:

File:Centrosome Cycle.svg

Se existe uma camada subliminar da formula de consistência eletromagnética, atrelada a sua substancia de luz, e há já muita evidencia de que de fato existe, os polos norte e sul representam F1 e F4. Mas quem é quem? Qual o polo feminino e o masculino?

Suspeito que a compreensão de como as forças naturais construíram este processo dos centrômeros vai ser encontrada quando desenvolver-mos mais a epigenética. Este não é um processo genético, localizado nos elementos e partindo dos elementos, parece mais um efeito da identidade dos sistemas. Pois os passos na evolução deste ciclo dos centrômeros vão ocorrendo em paralelo aos passos na evolução dos cromossomas no núcleo celular e depois os dois elementos se conectam complementarmente. de onde veio a ideia de dotar um corpo, como o centríolo, de tentáculos, e depois dirigir estes tentáculos exatamente para cada secção dos cromossomas quando alinhados no eixo celular, e ainda mais… dotar os tentáculos de “mãos” moleculares para agarrarem e puxarem uma das hastes do DNA!!!. Isto parece a harmonia de uma orquestra tocando uma sinfonia, e toda orquestra tem que ter um maestro. Neste caso a identidade do sistema, por isso, aposto que a epigenética vai elucidar este mistério.