Archive for the ‘Research by Matrix/DNA Theory’ Category

O normal para a aranha é o caos para a borboleta

Monday, July 13th, 2020

Eu odiei o caos da biosfera amazonica. E seu ainda tinha alguma esperança na existência de um Deus benevolente, e considerava a possibilidade de ter existido um enviado, Jesus Cristo, isto tudo se negativou em definitivo na selva.

A biosfera era a aranha, que montou sua rede, eu era o mosquito, preso nessa rede esperando o momento da aranha vir me matar e comer meu cadáver.

Não é que “era”. Isto é. A realidade é esta, ontem, hoje.

Nos somos filhos do caos, nossos corpos primitivos eram inclusive canibais, heje somos rudes e caoticamente malignos, e não poderia ser diferente. Filhos do caos, caos serão.

Mas isso aí em cima não diz toda a verdade. Nem sobre a biosfera, nem sobre os humanos.

Notei isso na selva naquela noite que cai no meio dos galhos e lamaçal e esperando a morte vi que o facho da minha lanterna incidia sobre uma flor. Filósofos não se corrigem, nem no ultimo estertor deixei de filosofar: ” Como pode essa flor existir aqui neste caos, emergir deste pântano? Como é linda, sinto ate seu perfume, que ser frágil está aqui sem molestar nada nem ninguém, sem consumir nada de ninguém, apenas oferecendo de si a beleza, seu perfume! Não, isso não é caos, essa criatura não pode ter sido produzida pelo caos. É uma forte sugestão de que no meio da matéria deste Universo existe um Principio da Ordem Física, um Principio da Organização da Matéria em Sistemas, Ordeiros, como essa flor. Não tem outra explicação mais racional. Ninguém vai provar e me convencer que o caos fez esta flor. Eu conheço bem o caos, senti-o na pele por sete anos, sei o que ele produz.

E quanto aos humanos? Ora, fui testemunha de centenas, milhares de situações onde humanos não se comportaram como aranhas, nem com semelhantes e nem mesmo com outros animais. O caos não poderia produzir humanos não-aranhas. Novamente a sugestão do Principio da Ordem.

E assim o Principio da Ordem veio causar um caos na minha cabeça de ateu materialista, niilista. Que é a mesma cabeça herdada dos ancestrais animais daquela selva, todos são materialistas. De onde veio, porque existe este Principio, sempre menor no meio do caos, sempre mais frágil, sempre perdendo, como Cristo perdeu? Pior: porque teima tanto em existir, em ser destruído aqui e pipocar ali, como essa flor deve ter vindo de alguma semente de alguma seara nesta selva. ou algum jardim longínquo?

Tudo bem: um dos castigos mais terríveis aos filhos do caos é o morrer na ignorância do que é ser e existir, sempre temporariamente. Desta forma, nunca sera satisfeita a minha desesperada pergunta sobre o que é o Principio da Ordem, de onde veio. Mas o filosofo, mesmo sendo filho do caos e sabendo que vai desaparecer em breve, é teimoso, ele vai fuçar, esmiuçar a natureza, o pântano, procurando a resposta.

Dias depois descobri a cosmovisão da Matrix/DNA. Que explica as procedências dos eventos de caos apos o Big Bang, apesar de não explicar a procedência do caos que veio com o Big Bang. Mas eis uma façanha sensacional: ela encontra e apalpa o Principio da Ordem, ela o vê surgindo no Big Bang, e na forma de um genoma feito de luz e estas informações indicam com considerável nível logico, como é e o que é a fonte criadora deste Principio.

Agora ficou fácil para o humano escapar do reino do caos, transcendendo-o e entrando no reino da ordem. O caminho foi iluminado.

Mas não é bem assim ainda. Nem o Principio da Ordem, nem a cosmovisão, revelou a procedência extra-Big Bang do caos e não explicou como, porque existe.

Não pode ter sido pela mesma fonte criadora, pois não existe informação, registro, do caos, no genoma. E racionalmente nada de fora poderia entrar no território universal gerado pela fonte criadora. Continua a suprema incomoda questão: de onde veio o principio do caos?

Em todos os eventos de origens dos sistemas ordeiros – seja do átomo, da galaxia, daquela flor, nota-se o mesmo padrão: todos emergiram no meio do caos. mas tem um evento de um sistema foge à regra, é uma exceção excepcional: a origem de um sistema corpo-humano. Ele emerge no meio de uma placenta tranquila e envolvida pelo estado de ordem funcional. mesmo que o corpo dessa ordem funcional esteja envolvido pelo caos.

Agora bagunçou mais ainda minha cabeça. Tanto incomoda que neste momento entrego a camisa, me retiro do jogo. Deixo aqui registrado na esperança de alguma nova descoberta, alguma nova informação, dê um empurrãozinho nesta demoníaca questão.

(Obs: Este pensamento surgiu ao ler um texto de ateus questionando a existência de Deus, onde tem a seguinte frase:

Omni-benevolent…: One can be wholly benevolent with respect to the aggregate whole without being equally benevolent to each of its constituent parts. In some situations, benevolence to one deprives another and omni-benevolence (as conventionally understood) could not logically withhold benevolence to one but could not logically deprive the other. Normal for the spider is chaos to the fly.

Evolução Química: Elo entre Evolução Cosmológica e Evolução Biológica

Sunday, May 31st, 2020

https://www.youtube.com/watch?v=mRzxTzKIsp8

Video: 02:47 – Isso levanta a questão: Como a reprodução (habilidade de se reproduzir) surgiu? Para tentar resolver este mistério, muitos cientistas estão olhando para a Evolução Química.

Matrix/DNA: No final o video menciona que eles não resolveram essa questão: 07:23 – Devido a isto, os cientistas criaram a hipótese de que, sob as circunstâncias corretas, a evolução química poderia dar origem a sistemas que são totalmente capazes de reprodução! Quando nós desvendamos a evolução cosmologica e nossos modelos mostram que o processo da reprodução nos sistemas biológicos vieram do já antes existente processo de reprodução de sistemas astronômicos, nós solucionamos essa questão. Como? O modelo referente a sistemas astronômicos retrata estes sistemas como fechados, em si mesmos. Como sistemas fechados, eles se auto-reciclam. Basta proceder a uma fácil operação mental para se perceber que abrindo um sistema fechado, cortando-o em duas metades, pelo meridiano de F5, o que era auto-reciclagem torna-se reprodução, e reprodução sexual! Pois o fluxo do circuito de cada metade, ao continuar captando átomos do ambiente para completar o circuito, reproduz-se duas metades em dois novos sistemas.

Video: 03:47 – … a reprodução, que é necessária para a evolução biológica, pode ser substituída por um processo muito mais simples: produção repetitiva.

Matrix/DNA: A produção repetitiva – ou a acumulação de um tipo de molécula por serem criadas em série, repetitivamente – não foi inventada pela evolução química. Ela veio dos anteriormente existentes sistemas astronômicos, apenas acrescida de uma pequena mutação no ambiente terrestre. Nosso modelo de sistema astronomico mostra como um sistema “se repete”, porem ao invés de usar esta palavra, notei que o processo é na verdade uma auto-reciclagem.

Video: 03:03 Os exemplos podem ser moléculas individuais ou sistemas químicos na sua totalidade.

Matrix/DNA: A falta de conhecimento da formula universal dos sistemas naturais conduzem os acadêmicos a cometerem o erro de nomear como sistemas o que são apenas “processos”, os quais são interações entre duas ou até cindo partes de um sistema. Para ser sistema, mesmo que seja aberto, é preciso que tenham partes executando todas as sete funções sistêmicas, e moléculas químicas não tem estas funções.

Video: 03:29 – Se somente a química deu origem a algo avançado o suficiente para ocorrer a reprodução, deve haver situações em que sistemas químicos podem crescer em complexidade, formar novas estruturas e ganhar novos funções.

Matrix/DNA: Não existem “sistemas” químicos, e funções que aparecem em moléculas com menas funções não são criadas pela química e sim copias de funções jã existentes na Natureza que são agregadas. Acontece que o sistemas astronomico, o qual produziu esta química dentro dele, já possuía todas estas funções, mas a entropia quebra-o em unidades de informação ou pedaços do circuito sistêmico.

Video: 04:18 – Estes eventos ( os ciclos regulares) repetitivamente produzem, ou originam, novas moléculas e sistemas químicos. Esses produtos aumentam ao longo do tempo e muitas vezes desenvolvem novas habilidades enquanto interagem com seu ambiente. Vamos ver um exemplo de como este processo acontece!

Matrix/DNA: Segundo nossa teoria e modelos isso nunca pode acontecer. Existem os ciclos vitais, muito complexos, e o que eles chamam aqui de ciclos regulares. Entendo por ciclo regular os movimentos de fluxo e refluxo das forças naturais que podem ou não carregarem elementos concretos nestes movimentos. mas são outra maneira de conceituar o mecanismo da ação e reação. A ação de uma força resulta na reação do ambiente fazendo-a retornar. Acho que o primeiro exemplo a surgir no Universo foi a interação entre um próton e um neutro. A famosa cola nuclear acontece quando um próton com excesso de energia emite um píon de energia que encontra um nêutron com falta de energia, e quando o píon é absorvido pelo nêutron este se torna um próton, enquanto o primeiro próton, agora com falta de energia se tornou um nêutron. Mas este ciclo regular repetitivo nunca vai ser alterado criando novos elementos ou forças. No exemplo do núcleo atômico isto nunca aconteceu, pois a matéria nunca teria se firmado como tal. É certo que já no ambiente químico pode ter duas substancias conectadas por um processo de trocas e depois a essa dupla pode ser agregada outras moléculas, mas isso nada mais é que a remontagem do sistema ancestral que produziu esta química e dentro dele próprio. Quando o autor diz “ao longo do tempo” está aplicando a crença de que surgem coisas novas nunca antes existentes pela ocorrência de múltiplas possibilidades em largos períodos de tempo, a chamada doutrina do acaso. Bem… o autor diz que tem um exemplo de que os ciclos regulares podem criar novas funções e sistemas. Mas o exemplo que ele vai apresentar aqui está errado, como vou explicar à frente.

SpaceX, Tesla Motors, Elon Musk, public money: algumas informações

Sunday, May 31st, 2020

Elon Musk’s growing empire is fueled by $4.9 billion in government subsidies

https://www.latimes.com/business/la-fi-hy-musk-subsidies-20150531-story.html?fbclid=IwAR0hD_Oamfcx_xnwfZlynwx387NDmIj7scrlXTUXjmJV65Bh1kr6Hd2AIig.

Isto está certo ou errado? O contribuinte americano pagando por estes presentes ao grupo privado, concorda ou não?

Na minha opinião, eu não vou crer na minha opinião porque não conheço a história toda, certamente. Por um lado, as atividades divulgadas do grupo me parecem benéficas a humanidade, como os painéis solares, o carro elétrico, o desenvolvimento da tecnologia espacial… Como contribuinte, arrisco a concordar e pagar minha parte. Mas nada sei das atividades e interesses não divulgados. Por exemplo, algumas fontes suspeitas estão dizendo que os 5 satélites do projeto HARP ( ou ARP ?) se destinam a lançar ondas que entram nas cabeças de humanos para dominá-los… Outras dizem que Musk seria um agente do governo oculto, tendo feito acordo com os drakonianos e por isso recebendo essa tecnologia… Eu nada sei de nada… porque os humanos a quem eu consigo alcançar e falar e convidar para criar a nossa associação ( que também teria sua espécie de “agencia de informação e inteligencia” tentando investigar o grupo), não pensam como eu e portanto me são pior que inuteis, pois quem não forma associação comigo na certeza está alimentando as mafias que tomam o que me pertence…

Building blocks da galaxia: Genoma nanotecnologicamente miniaturizado na forma de unidade do DNA biológico

Monday, May 18th, 2020

A natureza aplica nanotecnologia quando pega um adulto humano de 20 anos e 75 quilos e o coloca dentro de um saquinho cromossoma, microscópico, na forma de genoma. Pois ali estão todas as informações para reproduzir, ou serja, para construir outro adulto de 20 anos e 75 quilos.

Mas não é apenas essa admirável possibilidade da nanotecnologia explorada pela Natureza. Em outra ocasião, ela pegou o ancestral do DNA, que foi um building block em dimensões astronômicas, de um sistema galáctico, e o miniaturizou dentro de outro genoma, reprodução de genoma em outro genoma, que resultou numa unidade fundamental de informação da Matrix Universal na forma de DNA biológico!

Então a novidade na idéia que me despontou casualmente ( casualmente não, nada vem do nada por acidente, se despontou é porque eu estava pensando no salto evolutivo entre a galaxia e a primeira célula viva que ela criou), é que, até agora, eu tinha teorizado que a natureza deve ter apicado nanotecnologia nesse salto, mas eu pensava no caso animal e vegetal em que somente um organismo passa por estas praticas. Agora me surge esta idéia de que também o próprio genoma pode passar por isto. E isto lembra multidimensões. Ou fractais. Quando um sistema como o genoma pode estar numa dimensão astronômica e numa dimensão microscópica ao mesmo tempo.

Meus modelos teóricos já sugeriram que o nosso minusculo DNA pode existir no nosso corpo em um tamanho muito maior, e o desenho resultante me surpreendeu porque ele se saiu idêntico ao desenho da hipotética aura sugerida pela filosofia oriental. Então em nosso corpo existem bilhões de minúsculos DNAs materializados prestando culto a um gigantesco DNA constituído de luz, imperceptível a nos.. Agora acabei de perceber algo que nunca havia pensado antes: meus modelos sugerem que existe uma outra unidade de DNA no tamanho microscópico. Mas alem do genoma servir para reproduzir sistemas, como os organismos, ele também pode se reproduzir a si mesmo. Isto nunca foi observado, mas está aí uma nova teoria. E como o genoma teria feito isso? Como ele veio da dimensão astronômica para formar a sua dimensão microscópica biológica nos planetas? se desmanchou nos seus bits-informação, estes bits foram transportados para a superfície de planetas, e nesta os bits se recompuseram reconstruindo o sistema de onde vieram… porem agora em tamanho microscópico!

A COVID-19, estaria escrita nas estrelas?! Mediunidade com a extraterrestre Shellyana, sobre a Data Limite de Chico Xavier

Saturday, May 9th, 2020

https://www.youtube.com/watch?v=ACETE2KvO-Q

O que fazer com o tempo livre neste isolamento? Cada um escolhe algo. Quanto a mim, fiquei preocupado com este evento surpreendente, pois minha visão de mundo não tinha previsto esse tipo de crise. Por ela muita coisa, muita tragédia pode acontecer a qualquer momento, mas esta separando e aprisionando os humanos, não era prevista. Assim preocupado com este abalo na minha fonte de previsões, suspeitei que deve haver mais coisas neste mundo do que relatei na minha versão da Historia Universal, que vai do começo ao seu fim. Por isso fui procurar outras visões, o que está pensando outros povos, quem sabe alguém tinha algo mais verídico. E nessa busca caí no video anexo. Fiquei sabendo que à 40 anos atras o medium Chico Xavier narrou uma suposta reunião de extraterrestres onde foi fixada uma data limite para a humanidade, que terminaria em 31 de dezembro de 2019. Se não se dizimassem numa terceira guerra, para cá viriam grupos de trabalhos em várias áreas para mover a humanidade numa renovação. Então entramos em 2020 com esta novidade do COVID-19. Fui comparar o que está acontecendo com o que a médium diz no vídeo e fiquei admirado. Ela disse que para essa renovação eles iam precisar de humanos desencarnados e humanos híbridos que nasceriam como crianças indigo. E em outro vídeo do mesmo canal, a médium Margareth diz que a mesma entidade extraterrestre, SHELLYANA, revelava que para esta renovação teria que se mexer no governo oculto, um grupo que realmente governa a Terra acima dos governos locais. Então: precisam de desencarnados e mexer no governo oculto. E na minha forma de ver, esta tragedia esta exatamente propiciando este plano, até parece que o COVID-19 teria sido planejado nas alturas! Pois o vírus mata na maioria os mais velhos de 80 e que já estavam doentes: isto forneceria os desencarnados que precisam. E a tragedia está atacando prioritariamente a economia, o mundo financeiro, avisando que fortunas e poderes vão mudar de mãos: a mexida no governo oculto… Claro, eu não posso acreditar nisso, como cético que sempre fui. Mas eu não sou um humano normal que acredita, acha, etc.: tenho a forma de raciocinar extremamente limitada à formula da logica formal, ela quem decide, não eu. E consultando essa formula, ela sugeriu que isso tudo é possível. Ou seja, o que acredito nada vale, o resultado do calculo logico prevalece. Na minha cosmovisão eu sempre tratei apenas da historia do lado material, do hardware, nunca entrei nos campos do não-material, do software. De metafísica e o que existe fora da Natureza cientifica, visivel, eu nada sei. Por isso, me congratulo em ser mente aberta que me fez procurar outras mentes para encontrar isso, e terei esse video, o conteúdo que ele contém, como uma pulga atrás da orelha… sempre me chamando a atenção para ver se vejo mais sinais na natureza que aprove ou desaprove essa fantastica possibilidade. Para quem tem o tempo livre, sugiro que invistam um tempo vendo isso, mas antes limpe-se de todas as crenças, opiniões, e lembre-se que nós humanos não podemos saber mais que 1% do que existe neste Universo, não venha com aquela velha postura de julgar previamente o que nada sabe…

Consciousness: The Nonlocal Mind Paradigm

Friday, May 8th, 2020

https://fliphtml5.com/pkir/lysw/basic

JCER Published by Guset User, 2015-07-17 07:00:02 (ler)

Porque existe o encontro entre um vírus assassino e um humano suicida?

Wednesday, April 29th, 2020

Ele morreu com apenas 24 anos, pelo coronavirus. Era incrível sua felicidade a vida toda, nunca foi visto sem estar rindo e brincando. Super saudavel. E devotado suporte de Trump, atuando como militante nas campanhas dele, etc.

COVID-19 victims’ stories: Ben Hirschmann

Robert Hirschmann remembers his son’s last days before he died at home from the coronavirus: “This is a hole in your heart that will never be filled again.”APR 26, 2020

https://www.cbsnews.com/video/covid-19-victims-stories-ben-hirschmann/

Vamos tentar analizar este evento natural:

O vírus é invisível, donde se conclui que o humano é pego de surpresa, traiçoeiramente. Então não teria nexo dizer que o humano que se encontra com o vírus procurou seu suicídio. Mas acontece que humanos procuram suicidios pelo tipo de seus comportamentos anteriores, os quais dirigem humanos ao encontro com o vírus.
Claro, cada pessoa vai interpretar esta história à sua maneira, baseada na sua interpretação geral da natureza real e sua metafisica mistica, todos nos temos isso.
Acho que o ateu não vai se dispor a analizar, saltando imediatamente para a conclusão de que “foi simples acaso, ele foi no lugar e hora errada, e o virus estava lá, o encontro entre os dois obedeceu os simples processos naturais. Sendo a mais bem elaborada e mais complexa arquitetura construída pela sorte, dentre os varios eventos ao acaso, ele aproveitou isso enquanto pode, e se maravilhou pelo que a sorte pode produzir”.

Acho que o religioso, principalmente doutrinado na crença do conteúdo de um livro chamado Bíblia que conta as histórias e mitos dos judeus a milhares de anos atrás, também não vai investir sua mente numa análise profunda de cada detalhe desta historia para ver se aprende algo mais sobre o mundo real. Ele vai repetir o que sua religião diz: ” É… Deus tem suas razões ( para produzir esta historia com virus e humanos sendo torturados e mortos pelos virus) e não somos nós que vamos saber como Deus pensa…”

Agora, eu não acho como um filósofo naturalista vai reagir, porque sou um deles, então tenho certeza de como eles reagem. Enquanto assistem a historia, cada detalhe vai-lhes trazendo ‘a lembrança detalhes de outras histórias reais sobre a natureza real que se assimilam. No final do video, a mente do filósofo esta fervilhando com todos aqueles detalhes, os quais incluem desde o que aconteceu recentemente como o que aconteceu com partículas nas origens do Universo, ou da extinção dos dinossauros. Eu particularmente na primeira menção da palavra vírus minha mente correu na formula da Matrix/DNA para ver o que é, como veio a existir, qual o significado da existência dos vírus, e na fórmula focalizo a Função Sistêmica numero 5 (F5). aem seguida, busco as causas da origem do personagem. Nasceu na classe média americana da Carolina, seu pai era policial, sua mãe advogada. Disto procuro deduzir a vida infantil, a educação, que formou o carater do personagem. Com estas duas criaturas identificadas, vou analisar como e porque vírus e o humano Ben se encontraram num mesmo ponto do espaço tempo e como, porque, neste encontro ocorre o fenômeno em que o virus mata o humano.
Os humanos sabem que virus matam, assim como leões matam, por isso existe falta de logica racional num humano se ele desafiar um leão. Ben não foi surpreendido por um inimigo invisível, ele sabia da pandemia. Ele desafiou o virus. Isto significa que ele tinha problemas no raciocinio: ao inves de raciocinio logico racionalista tal como a natureza fez ao criar este cerebro no mundo real, ele estava desviado para o tipo de raciocinio magico, mais virtual que real. É tipico dos misticos, religiosos, ideologos, etc. Dirigido pelo pensamento mágico seu corpo foi desafiar o leão de mãos vazias. Talvez convencido por outros humanos com pensamento magico: pode ir no meio daqueles indivíduos porque eles não trazem o virus. Ou seja, existe o leão, mas ele esta preso fora, não vai aparecer no encontro. Ninguém poderia afirmar que os indivíduos não levariam o virus, se tivessem o raciocínio lógico, o qual estaria bem informado pelos cientistas, principalmente que pessoas podem estarem com virus, espalhando o virus, sem o saberem.
Sei que ler a descrição do comportamento do filósofo naturalista ( e não dos filósofos acadêmicos do ar condicionado, que são experts em florear e entreter seus discursos sobre abstratos, e nao sobre o real) é maçante, tedioso, mas também o é escrever, e o filosofo naturalista aguenta firme o desconforto escrevendo porque ele quer uma explicação racional. Os religiosos do tipo ateu e deista já teriam chutado o balde desde o inicio, saindo com seu julgamento definitivo.
Ambos, o pai e a mãe de Ben cometeram na vida um infringimento de uma lei natural. A de que: “Comerás o teu pão, dormirás na tuas casa, vestirás suas roupas, e tudo o mais que consumires, pelo suor de seu rosto e calejar de suas mãos. Pois no mundo real nada do que consomes cai do céu gratuitamente. E se consomes algo concreto sem ter produzido algo concreto de igual sacrifício no trabalho para dares em troca, certamente estarás se apropriando do trabalho, tempo, e vida de outro humano.” Advogados e policiais nada produzem de concreto com suas mãos. Eles procuram escaparem dessa maldição da Natureza, se aproveitando de uma falha no sistema social, sempre criado por predadores de humanos. Um sistema social criado por um filósofo naturalista jamais teriam estas brechas, não precisaria de advogados e policia, pois a visão do mundo na base do sistema social teria configurado as operações mentais de todos para não infringirem as normas do sistema e quando um doente mental o fizesse, a função de polícia e de júri seria exercido pela comunidade. Criado nesse lar com esse erro Ben não perceberia por si mesmo o erro e tenderia a ser mais um errado igual. Esse foi um dos desvios da lógica natural que ajudou a conduzir Ben ao encontro com o virus.
Em seguida, o filosofo naturalista nota que Ben imita seu idolo, Trump, desprezando o poder do virus, baseado na auto-segurança erigida pelo estado do pensamento mágico. Esta auto-segurança vem da infância mental da humanidade ( tão fantasista como é a infância dos indivíduos humanos) na forma do representante da psique construída pelo instinto a predador inscrito na genetica dos ancestrais animais habitantes das selvas. O leão nasceu com a maior força do mundo vivo, nada o ameaça, ele é o dono, o rei supremo de seu território e automaticamente com ódio devora e mata suas presas. Para ele aquele estado do mundo é eterno, um leão nunca pensa no futuro e muito menos que possa existir alguma ameaça de que aquele mundo seja mudado. Como esse estado mental se transfere para a recem-criada psique do humano ainda primitivo? Este humano nasce brincalhão, com a psique povoada de fantasias, conversando com amigos fantasmas imaginarios. estes amigos fantasmas foi quem produziu os objetos ‘a sua volta, tudo usado como brinquedos. Então no humano primitivo os amigos fantasmas se tornam deuses, responsáveis pela criação de tudo que existe no mundo. E para o humano cuja psique tem o instinto para predador dominante, ao invés do instinto para presa típico dos escravos conformados, ele nasce privilegiado e deve passar a vida se deleitando nestes privilégios, pois assim Deus o quer. Para Trump é inadmissível que venha um inimigo invisível com poder destruindo suas presas e território, seu Deus subconsciente jamais permitiria isso, isso mudaria um mundo que é imutável.
Ben estava fazendo tudo certinho na infância para se tornar mais um patrão e ele se dirigiu mais para ser um patrão político. Inconscientemente, ele não podia evitar o semblante sorridente quando se aproximava de pessoas, fas parte da função, serão seus futuros eleitores. E não poderia ter evitado se inscrever na militância dentre os políticos, especialmente os republicanos que representam mais o seu caráter.
Vírus é a ferramenta concreta, material de um operador invisível mas que tem uma força material para operar essa ferramenta, assim como nosso pensamento tem a força invisível para mover nosso dedo. Pelo que vejo na formula da Matrix/DNA, virus vem como dois grupos opostos entre si: um pode ser para o bem de certas criaturas, outro para ser o mal. Na formula, virus representa F5 que é o responsável pela perpetuação de um sistema fechado em si mesmo, ou, como o oposto, o responsável pela perpetuação de sistemas abertos. Tudo depende da direção em que F5 é ejetada, se para dentro ou para fora do sistema. Se for para dentro, ele é bom para o sistema e mal para tudo que esteja fora, e vice-versa. O coronavirus é mal para a criatura humana, um sistema aberto. Sei que ele foi produzido por um sistema fechado, com as forças e elementos naturais desta galáxia, que é um sistema fechado. Ele vai definir a criatura humana como uma inimiga, uma intrusa de sistema aberto dentro do seu sistema fechado.
E aqui chego ao pico máximo do mistério, daqui vai surgir uma lição me mostrando o que um humano deve fazer de sua vida para não ser pego por ele e quiçá, o que fazer para vencer a guerra contra ele. Mas aqui todos os dados formam um quadro muito confuso ao observador, pois um personagem do conflito nasce como X dentro de um sistema X para atuar como X contra um personagem que nasce como Y, dentro de um sistema aberto Y… A coisa fica confusa porque Ben era um representante do tipo de sistema fechado, X, porque sua mente revelava o egoismo dos sistemas fechados, mas tinha a anatomia interna de sistema aberto… e isso tudo torna o quadro confuso. Quando chego neste ponto de qualquer meditação pelo metodo filosofico naturalista, já estou muito cansado mentalmente, costuno parar aqui, apenas registrando o que foi escrito, e isso fica no subconsciente voltando ‘as vezes a tona e muitas vezes, sem querer, surge uma resposta racional. Ohhh… espera aí… Ben tinha a psique fechada, o virus representa um sistema fechado, os iguais se auto-identificam, se relacionam festivamente, Ben e o virus se encontraram numa festa do partido republicano… Não,… não, acho que forcei demais, vamos pausar por aqui… prometendo que volto no dia que pintar uma solução racional. Raios, a vida dos religiosos ateus e deistas é muito mais fácil…

Situação atual do conhecimento acadêmico sobre o cérebro

Monday, April 27th, 2020

“O cérebro tem doenças que afetam a alma, te destroem como indivíduo”

Cientista Juan Lerma alerta sobre as dificuldades para compreender o cérebro e os motivos pelos quais é difícil desenvolver remédios contra o Alzheimer

https://brasil.elpais.com/ciencia/2020-02-05/o-cerebro-tem-doencas-que-afetam-a-alma-te-destroem-como-individuo.html?ssm=FB_BR_CM&utm_source=Facebook&fbclid=IwAR2LBzXgbhx3dAfTzfPmpLkhxuTHl1UAyOdYN5QeFBdMByNuk70MGiYMRKg#Echobox=1587862310

A maioria das drogas e outros métodos de tratamento da medicina atual foram não foram descobertas dirigidas por teorias ou raciocínios lógicos, e sim pelo metodo do trial and error, experimentando e observando o efeito das substâncias. Não se sabe porque funcionam.

Meu comentario postado no Facebook do El Pais:

Louis C. Morelli: O cérebro é um sistema natural em si mesmo, o resto do corpo são acessórios para alimentá-lo e transporta-lo. Sistemas tem suas definições, como partes perifericas integradas com um nucleo central, etc. E todos os sistemas naturais foram construídos pela mesma e única formula natural, a qual está em https://theuniversalmatrix.com/. Basta uma rápida olhada na formula para se ver, por exemplo, o que causa Alzheimer: entropia atacando o sistema. Radicais livres que escapam do fluxo sistêmico e não são expulsos formam paredes em volta de neurônios cortando suas comunicações e isolando as suas informações, por isso o esquecimento. Em muito seria acelerado o conhecimento do cérebro se os acadêmicos conhecessem a existencia dessa formula.

Por que amamos?

Monday, April 27th, 2020

Emoções é um fenômeno estranho para um filosofo naturalista. Como isso surgiu, se os sistemas naturais ancestrais, não-biológicos, nada tinham de emoções?! Como isso pode ter surgido num animal irracional, iniciando pelo amor maternal?

Bem, o amor fraternal pode ter sido uma evolução de algo que já “estava escrito nas estrelas”. De acordo com a definição pela Matrix/DNA Theory, uma estrela é como uma mãe atarefada em alimentar seus rebentos ( planetas) com seu nectar energetico e mante-los protegidos sob suas longas asas gravitacionais.

Mas as outras emoções nunca foram por mim localizadas nestes principios ancestrais. Por outro lado a teoria indica que emoções são propriedades do ego resultantes de duas influências: de um lado está o cérebro com sua psique e instintos primarios, do outro, está a luz da formula da Matrix banhada em substância da consciência cósmica. O ego seria o elo produzido pelo contacto entre estas duas dimensões.

Por exemplo, como e porque amamos? Da herança recebida da genética animal irracional os instintos animais prevalecem quando o ego tem pouca influência da consciência cósmica. À medida que vai evoluindo, o baixo cérebro vai cedendo influência no ego, e este espaço é ocupado pela substância da consciência cósmica. Dizer que amamos não é verdade, pois quase todas as vezes que alguém diz que ama certa coisa vamos notar que no fundo esse alguém está recebendo algum benefício material por isso. Esse “amor” é um ´prototipo do amor definido como ” desprendimento e dadiva ao objeto amado”. Este seria o estado emocional autentico da conciencia cosmica. Então, como resposta ‘a pergunta “por que amamos?” seria: em relação a humanos´é porque algo da substância cósmica está entrando no espaço do ego.

Mas… em se tratando de algo invisivel, tão abstrato, é possível que eu esteja interpretando a fórmula da Matrix/DNA de forma errada. Portanto é mais um assunto a ser registrado na categoria “research by Matrix/DNA”.

Nanotecnologia baseada no DNA, e Feynman “tiny machines”

Sunday, April 26th, 2020

“There’s plenty of room at the bottom”​: DNA, Dr. Feynman, and learning to ask the right questions

by Anu Thubagere – Hardware Engineer at X, moonshot factory ; Visiting Research Scholar at Caltech

https://www.linkedin.com/pulse/theres-plenty-room-bottom-dna-dr-feynman-learning-ask-anu-thubagere/?trackingId=f%2FeRxOsmTvG5jG%2BnXSXSpg%3D%3D

Meu comentario postado no artigo: ( my cooment.)

Louis C. Morelli

Louis C. Morelli – Independent Research – 26/04/20

Ok, what I have to tell about DNA I think you will not understand – it is a totally different world view with a different approach. The building block o DNA is not a nucleotide, but a lateral base pair of nucleotides. This building block is a workable living system in itself. But you will not understand while you don´t know the universal formula of all natural systems ( from cells to DNA to galaxies to atoms, etc. Yes, DNA is merely the biological shape of a unique universal system that has as ancestors the astronomic and atomic systems, so you have the electromagnetic shape, the mechanicist shape, etc. but then, it is a universal dna/matrix ) ), which I have designed in the shape of a diagram, at my website and called it The Matrix/DNA. So, each building block works like an employee in a factory, but these workers are multitasks, they can work with different teams (genes) for building different things, like proteins. The formula explains what is a perpetual motor: merely the formula as closed system, instead opened system. But can not exists eternal perpetual motor, due excaping particles from the circuit of flow of information, which is measured by entropy. This flow of energy/information connects the pieces of the system mimicking the flow of vital cycle. If you got the exactly replica of the right building blocks,( without knowing it) the unique explanation for yours robot does not need external fuel should be if it is getting external light, like photons from the sun. I think DNA uses the ATP as fuel also, but since the formula came from light waves, it is possible that it works getting light in shape of photons. If you look to the formula, I have identified some DNA´s elements: the two lateral sugars are F1 and F4, the bases are F2, F3, F6 and F7. Uracil, from RNA is F5. Your mind will change your interpretation about what DNA really is… Cheers… and thanks by these important information…

https://www.youtube.com/watch?v=4eRCygdW–c

Richard Feynman “Tiny Machines” Nanotechnology Lecture – aka “There’s Plenty of Room at the Bottom”