Archive for the ‘Humanity and the Great Mission’ Category

A Matrix/DNA transfere o mistério daqui para o antes do Universo mas para as dimensões ao lado também

Friday, December 6th, 2019

A formiga nada sabe do nosso mundo humano, mas ela convive conosco. Então porque não pode acontecer que mesmo nada sabendo do mundo da sétima faixa, ou sétima dimensão, não estejamos no mesmo lugar convivendo com as formas e seres daquela dimensão?

A fórmula que está em mim veio dos meus pais que veio dos avos que veio dos macacos, das amebas, da galaxia, do átomo e … do desconhecido sistema natural que plantou seu genoma antes ou no ato do Big Bang. Podem alegar que o que eu fiz foi igual à Teoria da Panspermia, que transfere a origem da vida para outro astro mas não explica como ela surgiu naquele astro. Mas isto aqui é muito diferente da Panspermia.

E como surgiu o ser natural que expeliu o genoma? Enfim, a minha teoria parece necessitar de uma causa inicial supernatural e talvez magica, ocorrendo antes do Big Bang. Porem, a minha teoria da luz sugere que talvez não. Para explicar isso preciso antes fazer a analogia da formiga.

A formiga não tem a menor noção da existência dos humanos, do ambiente que foi modelado pelos humanos, apesar dela viver juntos conosco no mesmo mundo. Quando ela está subindo na parede, ela pode sentir que está subindo uma montanha, não tem a menor noção que está na casa de humanos. Quando um humano se aproxima da formiga, seus sensores devem informar o que nossos sensores informam quando estamos perto de uma montanha e vem vindo uma rocha ou avalancha de pedras rolando. Sentimos o chão vibrar, como a formiga deve sentir vibração no piso devido aos nossos passos. Vemos um enorme bólido da avalancha e assim a formiga deve visualizar um corpo humano, como uma enorme pedra, sem maiores complexidades. Ela não tem cérebro e sistema nervoso para ser capaz de processar as informações do que é um animal gigantesco centenas ou milhares de vezes o tamanho dela e o qual provavelmente ela nunca vê, apenas capta alguns sinais elétricos ou luminosos. Me parece que você pode chegar na frente dela, aproximar sua mão dela, e ela não se move, ela não esta te vendo. Apenas se toca-la ela se move e sai correndo.

Pois bem. Nos humanos vemos a luz. Mas a luz tem varias formas diferentes acopladas numa só onda. Cada forma tem uma cor quando reflete num prisma ou passa na atmosfera formando o arco-iris. Mas estas cores que vemos não são cores da onda de luz, são cores de apenas uma das formas da luz. A forma que vemos damos o nome de luz visível. As outras seis formas não captamos, nada vemos, mesmo que no espectro geral ela apareça dividida em cores também ( veja a imagem do espectro eletromagnético abaixo). A luz visível esta bem no meio da onda de luz, pois se são sete formas, a luz visível é a quarta forma, deixando três formas de um lado e as outras três do outro lado.

Sugere a Matrix/DNA que uma onda de luz original trouxe a este nosso universo material a formula que cria sistemas naturais e nestes incluindo nos, humanos. E que as sete formas da onda são exatamente as sete formas diferentes de um corpo humano, produzidas pelo ciclo vital. Isto significa que estamos a faixa da onda que vemos, a luz visível, corresponde no humano a sua forma de adulto jovem, recém vindo da juventude.

Cada forma da luz tem um tipo de vibração, uma sequencia, um comprimento de onda, tudo especifico a ela, os quais são diferentes de todas as outras seis faixas de onda. Então a primeira faixa corresponde aos primórdios da onda, da vida, do universo, do ser humano, etc. É a faixa do baby recém nascido, chamada de raios gama, onde sua energia e vibração esta em maior intensidade. A segunda fase corresponde a criança, ou todas as formas infantis dos outros elementos. As três faixas acima da nossa são do adulto amadurecido e vai até os fragmentos do cadaver que corresponde aos fragmentos da luz em fótons.

A formiga nada sabe do nosso mundo humano, mas ela convive conosco. Então porque não pode acontecer que mesmo nada sabendo do mundo da sétima faixa, ou sétima dimensão, não estejamos no mesmo lugar convivendo com as formas e seres daquela dimensão? Não temos sensores para captar o que esta construído acima do mesmo piso que vivemos, não temos cérebro suficiente para processar as elevadas informações, mas vivemos no mesmo mundo, dentro dele. Não existe separação entre nos e eles entre natural e super-natural, pois tudo é natural, como entre nos e a formiga tudo é natural. Tente imaginar que a diferença entre a parte do mundo captada por nós não é apenas temporal e sim, espacial, ou seja, não é o caso de antes ou depois do Universo, como se aquele antes e depois estivessem fora do universo. Talvez, na diferença espacial, devíamos olhar apara os lados, pois talvez, aqui bem próximo a nós, ou no mesmo local que estamos, estão as fronteiras entre a quarta e quinta dimensões, a sexta está logo ali, vizinha à nossa direita, etc. Sei que é difícil processar mentalmente isso, mas a analogia da formiga pode ajudar a iniciar a sentir o x da coisa.

Agora vamos supor que os seres da sexta, da sétima faixa, também se reproduzem. As formigas se reproduzem, quase como nos. Vamos supor ainda que as formigas são nossas ancestrais, estão no tronco da arvore da evolução em que estamos. E que de alguma forma quando estamos sendo formados na embriogênese, em algum momento os genes tem que construir as estruturas básicas da formiga que permanecem em nós, o que significaria que naquele estagio tenhamos quase a mesma forma da formiga. Se isso também acontece com os seres da sétima faixa da onda de luz, em algum momento da embriogênese deles seus genes estão construindo as estruturas básicas do corpo humano, e naquele momento eles tem a forma quase humana.

Mas sendo de sétima geração tudo neles será astronomico para nós, inclusive suas escalas de tempo e espaço. De maneira que se nossa embriogênese demora 9 meses, a deles pode demorar 20 bilhões de anos.

A formula da Matrix/DNA sugere que neste universo esta ocorrendo um mero processo de reprodução genética. Tudo o que aconteceu nestes 14 bilhões de anos foi a mesma sequencia e historia do que acontece nos sete ou oito meses da nossa embriogênese. Portanto, isto indica que a especie humana aqui e agora é a forma do feto – talvez já do embrião – de um ser filho de alguém da sétima dimensão. Como a formula sugere que seres da sétima dimensão possuem o corpo como sistema natural porem cuja substancia é luz, e alem da luz tem a super-consciência cósmica, isto indica que somos o feto de uma super-consciência. De fato, observando nosso primitivo estagio consciente, parece que somos isto mesmo.

Então, mesmo que transferimos a origem do sistema natural universal – que inclui os seres vivos – para antes do Big Bang, não estamos saindo do mundo natural, não estamos sugerindo a existência de um, criador super-natural. Ou os humanos seriam supernaturais para as formigas? Claro que não…

Observe a ínfima faixa ente UV e Infrared: é apenas isso que vemos e captamos do nosso mundo… mas está certo, os fetos nada captam do mundo externo alem do seu universo-bolsa. Se captamos esta faixa toda é graças ao fato que não somos um feto biológico qualquer, somos o feto de uma super-consciência, e assim já podemos captar algo fora dos universos-bolsas, tais como estrelas, galaxias, etc.

Pondo o Sistema Universal dentro do seu corpo, o seu interesse em conhecer os detalhes do seu corpo te conduzem a intuir os detalhes do sistema universal e assim, reducionisticamente, você é levado a conhecer o TODO!

Tuesday, December 3rd, 2019

Abaixo tem uma extensa copia da introdução ao relato de uma investigação cientifica sobre um detalhe do corpo: o mecanismo que faz o diafragma inspirar o ar. Focando uma minuscula parte da medula óssea, os cientistas vão relatando o que constatam e que já foi constatado antes por outros cientistas em varias investigações. Como se trata de um documento cientifico, os autores são obrigados a citar cada documento publicado antes sobre os detalhes, confirmando o que estão observando. Apenas depois disso eles vão mencionar o que descobriram alem do que já se sabe.

O que precisa notar aqui é como um minimo pedacinho, talvez microscópico, e apenas da medula óssea, já revelou tantos mecanismos e processos feitos pela Natureza. E nessa experiencia em particular, os cientistas foram descobrir que existe mais um mistério – “Como faz, o que bombeia o inicio da inspiração quando o bombeador normal num corpo saudável foi injuriado e parou de funcionar?! Alguma coisa que não estava funcionando entrou em funcionamento e continuou o bombeamento. Assim foram suspeitar que existe uma invisível ou desconhecida network alem da network normal. Isto vai desencadear uma nova onda de pesquisas encima daquele detalhezinho. E algo mais profundo, ainda nem sequer imaginado, existente na Natureza, será descoberto!

Permita-me agora analisar isto sob a perspectiva da minha cosmovisão construída quando pensei ter descoberto a formula universal de todos os sistemas naturais na selva amazônica. Tudo o que eu disser daqui para a frente, lembre-se, é dedução da minha teoria consultando aquela formula.

” O corpo humano está montado como um sistema, à imagem e semelhança, na sua estrutura ultima, de todos os outros sistemas existentes no Universo. Na verdade todos os outros sistemas nada mais são que copias evolutivas derivadas de um sistema universal que se iniciou nas origens do Universo, talvez com o Big Bang. Assim, sistemas atômicos, astronômicos, como o sistema-corpo de bactérias, são todos nossos ancestrais na nossa linhagem evolucionaria. A formula universal surgiu neste mundo com todas as informações existentes dentro deste Universo. Então tudo o que a Natureza faz é uso e ativação daquelas informações. Para entender isto lembre-se que quando nasce um complexo corpo humano, tudo o que ali está veio de informações contidas no genoma inicial de seus pais. A formula universal é um genoma, vinda do alem deste Universo.

Parece-me ser uma meta suprema desta Natureza Universal conduzir o sistema universal que está crescendo, evoluindo, dentro deste Universo, a aprender e conhecer por completo o que é, como é, como funciona, a formula deste genoma extra-universal. Nestes tempos e aqui na Terra, uma copia deste sistema universal é a especie humana, então ela está sendo conduzida nesta aprendizagem.

Mas a espécie humana é uma forma do sistema universal quase microscópica, limitada a uma ínfima parte do espaço sideral, então como sua inteligencia pode ser conduzida a se desenvolver, sem acesso as informações que estão muito distantes? Simples: todas as informações do Universo estão na formula que esta dentro do corpo humano, expressadas nos mínimos detalhes das carnes, dos ossos, das substancias. Estes detalhes no corpo humano causam mal-estar na inteligencia humana quando estão funcionando mal, com dores, paralisias, disfunções, etc. Então essa inteligencia tem que entrar fundo nestes detalhes buscando conhece-los para ver se os consertam quando estão errados. E assim vamos aprendendo informações em nós mesmos que servem, muitas vezes inconscientemente e por intuições inexplicáveis, para ao mesmo tempo ir-mos montando modelos de galaxias, átomos, coisas distantes de nós nas dimensões do Universo, nos aproximando cada vez mais do conhecimento mais correto do que é este mundo, mesmo estando limitados neste pequenino ponto no espaço-tempo!

Por exemplo, a suspeita dos cientistas nessa investigação de que existe uma network inibida, apenas em estado latente, que eles nunca conseguiram detectar, alem da normal network de músculos e nervos e neurônios que eles detectam, está conduzindo os humanos a uma descoberta fantastica, uma das coisas mais importante neste Universo. Trata-se de que este nosso mundo é feito como os computadores, possui um hardware – o mundo material que captamos – e um software – o mundo dos fótons que são partículas de luz constituindo os circuitos da formula Matrix, dentro de todos os sistemas. Não posso explicar aqui, mas a formula esta sugerindo que estes fótons interconectados com nossa matéria estão no estado de anti- fótons, com energia negativa e talvez opacos, escuros, pois seriam os fragmentos de uma onda de luz original que se fragmenta em fótons e estes tem a tendencia a retornarem pelos caminhos que vieram, reconstruindo a onda de luz original e quando chegam próximo á fonte se tornam novamente fótons positivos ( Como analogia, o genoma dos pais caem num oceano amniotic o e os genes começam a trabalhar para reconstruir o corpo dos pais, nossa conhecida reproduce genética sexual). Por serem quase fantasmagóricos não captamos os fótons e muito menos as networks que formam pois os fios de conexões são mais abstratos que as sinapses. Creio que é esta network que está escondida naquela região da medula espinhal e que os cientistas estão pressentindo, que apenas entrou em ação para salvar uma vida que não poderia viver sem inspirar ar. Quando os cientistas pensam com extrema curiosidade nesta network latente eles estão, sem o saberem, sendo conduzidos a descobrirem o que existe nas mais complexas dimensões deste universo, dentro de átomos, galaxias, etc.

Com isso descobri uma maior utilidade do reducionismo, este método cientifico que eu vinha, sem razão, combatendo porque acho que ele está impedindo o florescimento de um método ainda mais importante, o sistêmico.”

Copiei o pequeno trecho da introdução do paper cientifico apenas para ilustrar como temos que nos reduzir ao tamanho e dimensões de detalhes microscópicos para ir aprendendo o que a Natureza faz e é capaz, pois o que ela faz nas dimensões microscópicas aqui é o que ela aplica nas dimensões macroscópicas universais.

A Latent Propriospinal Network Can Restore Diaphragm Function after High Cervical Spinal Cord Injury: Cell Reports

https://www.cell.com/cell-reports/fulltext/S2211-1247(17)31381-5

Introduction

(Apenas uma observação: para você entender o texto mudei as cores de parágrafos. O texto dos autores esta em negro. Mas a cada citação de outros trabalhos que fazem, interrompi o texto para mostrar os outros trabalhos mencionados nestas citações, assim se tem uma ideia do grande grupo de cientistas e experiencias laboratoriais envolvidos no assunto. Quando retorna o texto dos autores, observe no inicio do paragrafo existe um parêntesis em aberto)

) Inspiration—the act of drawing air into the lungs—is executed primarily by the diaphragm, which contracts ∼20,000 times per day and 108 times over the average human lifespan. The diaphragm is solely innervated by phrenic motor neurons (PMNs), which are anatomically positioned at spinal cord levels C3-5/6. Thus, injury to the cervical spinal cord severely compromises diaphragm function.Excitatory circuits of the pre-Bötzinger complex (preBötC), located in the ventrolateral medulla, generate inspiration and relay inspiratory drive to PMNs via a medullary premotor nucleus termed the rostral ventral respiratory group (rVRG; Smith et al., 1991

  • Smith J.C.
  • Ellenberger H.H.
  • Ballanyi K.
  • Richter D.W.
  • Feldman J.L.

Pre-Bötzinger complex: a brainstem region that may generate respiratory rhythm in mammals.Science.1991; 254: 726-729

). Neurons of the rVRG maintain bulbospinal projections that synapse directly with PMNs (Davies et al., 1985

  • Davies J.G.
  • Kirkwood P.A.
  • Sears T.A.

The detection of monosynaptic connexions from inspiratory bulbospinal neurones to inspiratory motoneurones in the cat.J. Physiol.1985; 368: 33-

Crossref PubMed

Scopus (84)

Google Scholar

, Dobbins and Feldman, 1994

  • Dobbins E.G.
  • Feldman J.L.

Brainstem network controlling descending drive to phrenic motoneurons in rat.J. Comp. Neurol.1994; 347: 64-86

Crossref

PubMed

Scopus (362)

google Scholar

, Duffin and van Alphen, 1995

  • Duffin J.
  • van Alphen J.

Bilateral connections from ventral group inspiratory neurons to phrenic motoneurons in the rat determined by cross-correlation.Brain Res.1995; 694: 55-60

, Ellenberger and Feldman, 1988

  • Ellenberger H.H.
  • Feldman J.L.

Monosynaptic transmission of respiratory drive to phrenic motoneurons from brainstem bulbospinal neurons in rats.J. Comp. Neurol.1988; 269: 47-57

, Ellenberger et al., 1990

  • Ellenberger H.H.
  • Feldman J.L.
  • Goshgarian H.G.

Ventral respiratory group projections to phrenic motoneurons: electron microscopic evidence for monosynaptic connections.J. Comp. Neurol.1990; 302: 707-714

); therefore, it is well established that rhythmic PMN bursts arise from circuits rostral to the spinomedullary junction. Evidence that rVRG axons make direct synaptic contact with PMNs comes from studies examining cross-correlation between rVRG units and phrenic nerve activity, which exhibit 1- to 2-ms latencies typical of monosynaptic connections (Davies et al., 1985

  • Davies J.G.
  • Kirkwood P.A.
  • Sears T.A.

The detection of monosynaptic connexions from inspiratory bulbospinal neurones to inspiratory motoneurones in the cat.J. Physiol.1985; 368: 33-62

, Duffin and van Alphen, 1995

  • Bilateral connections from ventral group inspiratory neurons to phrenic motoneurons in the rat determined by cross-correlation.Brain Res.1995; 694: 55-60

). Additional evidence comes from anatomical studies demonstrating close apposition of rVRG axons, identified by anterograde labeling, with the dendritic arbors of retrogradely labeled PMNs (Ellenberger and Feldman, 1988

  • Ellenberger H.H.
  • Feldman J.L.

Monosynaptic transmission of respiratory drive to phrenic motoneurons from brainstem bulbospinal neurons in rats.J. Comp. Neurol.1988; 269: 47-57

, Lane et al., 2008

  • Lane M.A.
  • White T.E.
  • Coutts M.A.
  • Jones A.L.
  • Sandhu M.S.
  • Bloom D.C.
  • Bolser D.C.
  • Yates B.J.
  • Fuller D.D.
  • Reier P.J.

Cervical prephrenic interneurons in the normal and lesioned spinal cord of the adult rat.J. Comp. Neurol.2008; 511: 692-709

). Also, synapses between rVRG axon terminals and PMNs have been identified at the ultrastructural level (Ellenberger et al., 1990

  • Ellenberger H.H.
  • Feldman J.L.
  • Goshgarian H.G.

Ventral respiratory group projections to phrenic motoneurons: electron microscopic evidence for monosynaptic connections.J. Comp. Neurol.1990; 302: 707-714

).The simplest model, which is widely accepted, is that PMN bursts are always directly evoked by rVRG input. Nonetheless, there are also data indicating that, in the absence of supraspinal (rVRG) input, PMN activity can be initiated centrally by various pharmacological manipulations (Coglianese et al., 1977

  • Coglianese C.J.
  • Peiss C.N.
  • Wurster R.D.

Rhythmic phrenic nerve activity and respiratory activity in spinal dogs.Respir. Physiol.1977; 29: 247-254

, Ghali and Marchenko, 2016

  • Ghali M.G.Z.
  • Marchenko V.

Patterns of phrenic nerve discharge after complete high cervical spinal cord injury in the decerebrate rat.J. Neurotrauma.2016; 33: 1115-1127

, Reinoso et al., 1996

  • Reinoso M.A.
  • Sieck G.C.
  • Hubmayr R.D.

Respiratory muscle coordination in acute spinal dogs.Respir. Physiol.1996; 104: 29-37

, Viala et al., 1979

  • Viala D.
  • Vidal C.
  • Freton E.

Coordinated rhythmic bursting in respiratory and locomotor muscle nerves in the spinal rabbit.Neurosci. Lett.1979; 11: 155-159

, Zimmer and Goshgarian, 2007

  • Zimmer M.B.
  • Goshgarian H.G.

GABA, not glycine, mediates inhibition of latent respiratory motor pathways after spinal cord injury.Exp. Neurol.2007; 203: 493-501

) or by electrical stimulation (Huang et al., 2016

  • Huang R.
  • Baca S.M.
  • Worrell J.W.
  • Liu X.
  • Seo Y.
  • Leiter J.C.
  • Lu D.C.

Modulation of respiratory output by cervical epidural stimulation in the anesthetized mouse.J. Appl. Physiol.2016; 121: 1272-1281

, Kowalski et al., 2013

  • Kowalski K.E.
  • Hsieh Y.H.
  • Dick T.E.
  • DiMarco A.F.

Diaphragm activation via high frequency spinal cord stimulation in a rodent model of spinal cord injury.Exp. Neurol.2013; 247: 689-693

). Although it has been suggested that this activity might be generated by a spinal analog of the preBötC (Ghali and Marchenko, 2016

  • Ghali M.G.Z.
  • Marchenko V.

Patterns of phrenic nerve discharge after complete high cervical spinal cord injury in the decerebrate rat.J. Neurotrauma.2016; 33: 1115-1127

), the origin of this activity has always been elusive. Indeed, it is largely unclear whether this PMN activity is caused by pharmacologic/electrical action on PMNs themselves or whether these manipulations engage propriospinal neurons, which are also known to synapse with PMNs (Dobbins and Feldman, 1994

  • Dobbins E.G.
  • Feldman J.L.

Brainstem network controlling descending drive to phrenic motoneurons in rat.J. Comp. Neurol.1994; 347: 64-86

, Lane et al., 2008

  • Lane M.A.
  • White T.E.
  • Coutts M.A.
  • Jones A.L.
  • Sandhu M.S.
  • Bloom D.C.
  • Bolser D.C.
  • Yates B.J.
  • Fuller D.D.
  • Reier P.J.

Cervical prephrenic interneurons in the normal and lesioned spinal cord of the adult rat.J. Comp. Neurol.2008; 511: 692-709

, Lipski et al., 1993

  • Lipski J.
  • Duffin J.
  • Kruszewska B.
  • Zhang X.

Upper cervical inspiratory neurons in the rat: an electrophysiological and morphological study.Exp. Brain Res.1993; 95: 477-487

, Lois et al., 2009

  • Lois J.H.
  • Rice C.D.
  • Yates B.J.

Neural circuits controlling diaphragm function in the cat revealed by transneuronal tracing.J. Appl. Physiol.2009; 106: 138-152

). Importantly, there is no existing evidence that, when isolated from the medulla, propriospinal neurons can generate spontaneous PMN burst activity.If there is a population of propriospinal neurons that can generate PMN bursts, then it is important to determine whether these interneurons simply relay inspiratory drive from the preBötC (e.g., preBötC → rVRG → interneuronal burst population → PMNs) or whether these neurons act as part of some other independent system—and what relevance this system might have. In this study, we establish an ex vivo model of spinal cord injury (SCI) and combine this model with pharmacologic and optogenetic perturbations to investigate whether propriospinal circuits are capable of evoking PMN bursts. We identify a recurrent excitatory network that is both sufficient and necessary for PMN bursting in the absence of the medulla and show that activity generated by this network is dissociable from bona fide inspiration. Furthermore, we demonstrate that this network can be used to promote diaphragm function after SCI in adult mice and rats.

O sapo fervido: a ideologia, a ausência de prova cientifica e seus efeitos nas relações entre humanos

Wednesday, November 6th, 2019

xxxx

O texto abaixo é comum em todas as menções a tal “Síndrome do Sapo Fervido”

https://www.cpt.com.br/para-refletir/a-sindrome-do-sapo-fervido

Vários estudos biológicos provaram que um sapo colocado em um recipiente, com a mesma água de sua lagoa, fica estático durante todo o tempo em que aquecemos a água, até que ela ferva. O sapo não reage ao gradual aumento da temperatura (mudanças do ambiente) e morre quando a água ferve. Inchadinho e feliz. No entanto, outro sapo, jogado nesse mesmo recipiente já com água fervendo, salta, imediatamente, para fora, meio chamuscado, porém, vivo!

Existem pessoas que têm comportamento similar ao do SAPO FERVIDO. Não percebem as mudanças, acham que está tudo bem, que vai passar, que é só dar um tempo… e, muitas vezes, fazem um grande estrago em si mesmas, “morrendo” inchadinhas e felizes, sem, ao menos, ter percebido as mudanças.
 
Outras, ao serem confrontadas com as transformações, pulam, saltam, em ações para implementar as mudanças necessárias. Encorajam-se, diante dos desafios, buscam a melhor saída para a solução dos problemas, tomam atitudes.

xxxxxxx

Analise pela Matrix/DNA Theory:

– Em primeiro lugar, o texto não fornece a fonte dos “vários estudos biológicos”. Quem registrou um “paper cientifico” relatando que pôs um sapo numa panela com água sobre o fogo e observou o sapo ate ele morrer? Em relação ao alimento, como este alimento estava na água? Pois sem alimento , por instinto natural, o sapo teria se debatido para sair da panela. E quem pôs um sapo numa panela com água quente e o viu saltar fora?

Sem estas informações, o resto do texto deve ser considerado como construção imaginaria, uma teria sobre o que aconteceria se… Não importa que a teoria nos pareça bastante logica, racional, que os efeitos subsequentes as causas estejam bem fundamentados no nosso tipo de logica, pois estamos cansados de observar que muitas vezes surgem elementos não previstos determinando efeitos imprevistos. E isto acontece aqui também, como vamos ver mais a frente.

Suspeito que alguém fortemente crente nessa teoria iria retrucar dizendo que “ninguém vai produzir este tipo de paper porque seria confissão de um crime contra animais, etc.” Mas o interessante é que este experimento é praticado a todo momento em todos os lugares contra seres humanos. As oligarquias predadoras apertam enquanto podem o torque em volta dos empregados escravos para ver ate onde podem sugar suas energias pelo menor custo. Então, contra os outros animais na pode, mas com humanos, estamos permitindo.

Como não foi fornecido o registro de um experimento com sapos, mas temos a nossa disposição a observação deste experimento com humanos, a teoria deveria chamar-se ” A Síndrome do Humano Fervido”. Parece esdrúxulo, paradoxal, mas esta é a realidade dos fatos concretos, dos quais a logica na tem como escapar.

A ideologia predadora (ilusoriamente auto-intitulada de “direita”) fundamentada nesta teoria e reforçada por textos “sagrados” criados por ela própria na forma de “religião”, encontra nesta teoria o argumento-muleta para se auto-justificar na manutenção de seus privilégios. Imediatamente o texto sai do reino dos sapos, extraindo dele um processo natural (teórico) e insere este processo no reino dos humanos. O humano se torna igual ao sapo. E isto é uma aberração, pois humano são muito diferentes de sapos. Este terrível engano da ideologia predadora tem causado desagradáveis surpresas aos predadores quando… ” o sapo pula fora da água fervente e mata quem esta aquecendo a água”. Bons exemplos foi a corte e a família do Rei Luis XV, os Czares da Russia, O Coronel e ditador Muammar Kadhafi do Líbano, etc .

Mas a honesta observação dos fatos reais provam que esse processo teórico entre sapos não se repete com humanos. Apertar o nó do laço que prende os escravos produz os grupos da “esquerda”, os rebeldes, os bandidos de rua, os terroristas, as revoluções populares. O sapo não se mantem inerte ao sentir a água esquentar, ele se debate preferindo enfrentar ou antecipar sua morte.

Em outros eventos ou fatos concretos observa-se que sim, o processo teórico entre sapos se repete como processo real entre humanos. E’ desta forma que os poucos e menores isolados predadores se tornam agrupados em mafias, crescem em força bruta e se tornam monstros invencíveis. Porque um quantidade de escravos separados entre si foram suportando o apero no laço, não reagiram e não tem outro destino senão morrerem “inchadinhos na água fervente”.

Dentro da Matrix/DNA, nos sentimos que temos de mudar estes humanos que não reagem ao esquentar da água. Porque? Bem, primeiro porque nos sentimos muito mal psiquicamente vendo humanos inferiorizados e escravizados, assim como quando vemos humanos indolentes, mentalmente preguiçosos, com instinto das presas. Segundo, e mais importante, porque a nossa visão do mundo em que “somos 8 bilhões de genes semi-conscientes com informações e a missão suprema de gerar uma característica de um embrião super-consciente universal” implica que todos os cérebros humanos tem que estarem livres para se evoluírem e se configurarem adequadamente para executarem suas missões. Portanto não pode haver sapos inertes, seja em águas tranquilas ou águas ferventes. Assim como devem ser combatidas as forças que impedem estes humanos de evoluírem seus cérebros e cumprirem suas missões.

A “lenda” do sapo ferido – sim, por enquanto é uma lenda, enquanto não houver um experimento observado real e relatado cientificamente ou empiricamente disponível a ser reproduzido para qualquer constatação – esta sendo muito divulgada, e para crianças, estudantes, como prova o próprio texto acima como conteúdo de um currículo educacional. Mas não é transmitido como lenda, ou teoria, ou fabula, e sim como verdade absoluta comprovada – por estudos biológicos. E em todos estes textos curriculares, mencionam humanos que se comportam em acordo com o processo descrito na teoria, porem emitem a outra metade da historia, que é o processo real dos humanos que reagem de forma contraria ao processo.

Então, dentro da Matrix/DNA descobrimos mais um foco a entrar a entrar para o rol da “desconstrução da matriz milenar cultural”. Temos que reagir com nossos senões e argumentos toda vez que vemos este falso ou incompleto ensinamento com efeito doutrinário sendo ministrado aos leigos.

Em adição, temos que fazer uma varredura, uma pesquisa ampla sobre as causas criadoras dessa teoria, se existem experimentos científicos, observações empírica, etc. E’ o que faremos a seguir aqui:

xxxxx

PESQUISA pela MATRIX/DNA:

 











The network of biophotons of living systems reflects into the cosmic light wave background?

Thursday, October 24th, 2019

xxxx

https://www.meetup.com/Philosophy-in-Manhattan/events/261143577/

This little thought experiment from Ancient Greece illustrates the philosophical problems: “A man named Theseus has a ship. After a storm rips the main sail, he replaces it. Some time later, a wooden plank on the main deck warps, and is replaced. Pulleys rust and are replaced. None of this happens over night, but occurs gradually. Imagine fifteen years have passed and every piece of the ship, and every bit of tackle, the pitch and tar, the ropes, the rudder, and every other bit of material on the ship has been replaced. The ship now has none of its original components.” The question is this: Is this still Theseus’s Ship? If it is, how is it that all of the substance of a thing can change, and yet it remains the same thing? If it is not Theseus’s ship, at which point did it cease being the same ship? How much change can a thing go through without its identity changing?

This issue is related to an article in PDF, here:

https://www.dropbox.com/s/vama1noev0omp3s/Identity%20and%20Personal%20Identity.pdf?dl=0

My suggestion posted for Justine: (10/19/19)

By the way, as a naturalist philosopher I am long time thinking these questions and elaborated a general theory about, which suggests that the answer lays on systems and its emerging property called identity. Someone could suggest this question to Liam Ryan. Ships are not systems, but human bodies are and the identity of it as natural systems is composed by a network of biophotons. I can show how atoms and galaxies has this network composed not by biophotons, but by photons. If my theory about natural light wave is right, it has an internal anatomy identical to the process of life’s cycles, so, must have a universal cosmic wave background that reflects and absorbs all these biophotons networks. Then
, a natural system can changing entirely from living to nonliving that the network will be kept in the cosmic background. Ok, this need lots of technical details which are at my website.

Raios, havia um meetup neste domingo sobre este assunto na casa da Justine, quando fiquei sabendo não havia mais vagas, ai alguem desistiu, a Justine me avisou no sabado com o post abaixo, e eu nao vi a resposta dela… raios, raios e raios, diabos…

Justine : Louis, a spot has opened up tomorrow if you’d like to sign up.

xxxx

 











Revelado o tipo de pensamento na base do comportamento do predador humano dos humanos

Wednesday, October 23rd, 2019

xxxxx

Esta joia esta num simples comentário de um leitor do Tilt, da UOL:

https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2019/10/23/5-coisas-para-entender-o-que-e-computacao-quantica.htm

MelanciaMaluca2 –  “… devido a esforços de terroristas dos anos 60(da guerra fria) que tomaram o governo por quase 15 anos, ainda estamos tendo que superar essas ideias e ideologias absurdas. pois crianças que estudaram nos anos 2007-2018 acreditam nessas coisas e querem ate lutar por elas ainda. o desejo de pilhar o patrão ainda sobe a cabeça de muita gente 🙂 a ideia que “equidade” é justiça e igualdade de renda gera riqueza e bem estar engana muita gente nesse país. quando é a produção de riqueza que gera bem estar e também diferença social, mas bem estar e mais riqueza a todos. enfim… triste mesmo realmente, que gastemos um mandato só pra esse objetivo e nem assim talvez seja suficiente. estagnados nos anos 50-60.”

Minha pergunta enviada em 10/23/19: ( aguardando moderação)

Melancia, você escreveu: “é a produção de riqueza que gera bem estar e também diferença social, mas bem estar e mais riqueza a todos”.
Muito interessante sua crença. Eu queria saber em que fato real ela esta fundamentada. Você tem alguns exemplos ( ao menos um) de algum lugar ou época numa comunidade todos eram pobres e apenas um ou alguns do grupo iniciaram uma atividade econômica com suas próprias mãos ( sem ser invasão e escravagismo) e geraram riqueza, sem se apropriarem do produto do trabalho de outras pessoas do grupo?
Apenas um exemplo, por favor… preciso disso para comparar com minha crença contraria e ver se estou errando em alguma coisa, pois apenas conheço exemplos contrários.
Alem dessa pergunta, gostaria que me indicasses uma só comunidade, região, pais, onde algum que se tornou rico melhorou as condições de existências de outros alem de seus familiares e capatazes. Mais esse exemplo, por favor.

Bem,… como eu já imaginava, o debatedor não respondeu. A razão fé que ele não tem exemplo real factual algum, tem a mente e ideológica construída por imaginações fantasiosas porque estas lhes são convenientes para manterem seu atual status. A equidade que minha visão de mudo esta sugerindo terá que existir para uma sociedade ideal não me leva a combater apenas o instinto predador, mas também o de presa. O predador esforça-se em busca de soluções para problemas no seu território, e com isso ele empurra a evolução tecnológica. Falta as presas essa motivação para esforçarem o cérebro em busca de mudanças para melhor. A equidade que defendo é aquela em que não apenas a riqueza esteja correlacionada com a produção manual individual e esforço mental mas também relacionada a contribuição igual de todos na produção coletiva.

xxxxx

O seguinte posto do Melancia abaixo revela que estes indivíduos passaram por universidades ( portanto são classe media para cima) e que possuem um elevado grau da arrogância dos que acreditam que conhecem tudo, e tem necessidade de estar se auto-propagando.

MelanciaMaluca2 – 47 minutos atrás

Desculpem.. mas não acredito que funcione com a falacia do entanglement… isso foi um artigo-piada de einstein com o bohr, que depois o hippies usaram como razão de… oh todos estamos ligados… física quântica… depois basearam em testes de aleatoriedade na na verdade provam curvas normais de aleatoriedade… e… ok… um computador pode ser projetado com mais do que 0 e 1, e pode dizer que 2+2=3,99988689651 depois de 93175+10 tentativas simultaneas em centenas de nucleos.. ou mesmo em mais de um estado final de cada transistor… a 5+ ghz a quase zero… ( alias niobio vai valer muito quando isso se massificar) … mas… não acredito que isso seja “quantico” no sentido de “entanglement” acho que é na verdade uma simulação de computador quantico baseado nessas ideias.. pois… não existe isso 🙂

Minha resposta:

O entanglement esta provado por experimentos, ou você contesta? Onde esta a falácia? E o que tem a ver a quântica com os hippies? O que tem de tendencioso em sua psique que você imediatamente buscou um exemplo da crença no ” estamos todos ligados” para verter seu veneno mostrando que sua crença é o “estamos todos separados”? Você expôs humanos num experimento quântico para provar que não existe nada ligando-os? Estamos todos separados e` um instinto tipico herdado dos animais irracionais, incapazes de perceber holismos.  Quantum entanglement has been demonstrated experimentally with photons, neutrinos, electrons, molecules as large as buckyballs, and even small diamonds. On 13 July 2019, scientists from the University of Glasgow reported taking the first ever photo of a strong form of quantum entanglement. The utilization of entanglement in communication and computation… E aprenda que não é falacia. Auto-exorcismo dos instintos seria bom.

xxxxx

E no prosseguimento do debate sobre o computador quântico do Google:

john51 – 3 horas atrás

Como sei programação e trabalhei nisso pelo menos 30 anos, fico imaginando como fariam pra programar um computador quântico pra executar diversas operações ao mesmo tempo, realmente é uma revolução total na forma de programar

Minha resposta em 10/23/19

Talvez uma analogia pode nos ajudar a entender isso. O DNA é constituído de unidades fundamentais de informação, por dois nucleotídeos laterais. Estas unidades se ligam numa enorme pilha de milhões delas. Acontece que cada unidade ( que tem sete variáveis = 4 bases + dois açucares + uracila) é um sistema funcional, executando uma especifica tarefa. E todas as unidades são copias de um sistema original, o primeiro de baixo da pilha, porem, cada unidade tem ao menos uma partícula em posição diferente, tornando-a diferente de todas as outras copias. Quando chega um RNA mensageiro com um problema (uma formula para uma proteína), imediatamente todas as copias são varridas e unidas aquelas que fazem cada elemento da proteína). Então, creio que a técnica deles seja quase essa: fizeram um programa inicial, variam alguma coisa nas copias e inteligam todas pela superposição quântica. Bem, baseio-me na minha teoria do DNA…e não na deles.











Engenharia genética de babies vai nos levar ao estupido Admirável Mundo Novo? Veja a sugestão da Matrix/DNA

Tuesday, October 22nd, 2019

xxxx

Discussão  com video no REDDIT: https://www.reddit.com/r/philosophy/comments/dkqava/genetically_editing_babies/

Meu post:
Matrix/DNA – 10/20/19

Difficult question. Genetic engineering for the body would be good if, in parallel, there was genetic engineering for the ego (psyche). Without ego corrections we will go towards the Brave New World of Huxley, for sure (the perfect body and environment for zumbies, or stupid mind).

I think the physic imperfections is being used by Nature as the unavoidable tool for the exorcism of animal inherited instincts, which still dominates the human ego. It is a painful chirurgy, but for better. Genetic engineering will eliminate this tool, and humans alone can’t make the war against the selfish genes for re-hardwaring their brains towards the evolution of consciousness, so, the Brave New World.

Just this issue have been central in my philosophical activity. I found a new way to interpret this world which has the power to drive humans towards consciousness evolution while we are building a better physical world for us. A new more realistic world view with a new healthier meaning for the existence of our life, this is the unique solution for us, I think, when we are facing the unpredictability of this new uncontrolled technology.











A guerra cosmica entre momotonia e criatividade. TED talks

Tuesday, October 15th, 2019

xxxxx

David Deutsch –  TED – 2019

The cosmic war between monotony and creativity

https://www.ted.com/talks/david_deutsch_after_billions_of_years_of_monotony_the_universe_is_waking_up

Meus comentarios publicados neste talk.

xxxxx

Louis Morelli – 10/15/19

David’s relativistic world view from a modern Physicist perspective in comparison with another world view, the Matrix/DNA Theory:

1 – David: “The monotony of the Cosmos…”

Matrix/DNA: ” It is David and not Science talking here. For Science, there is no such thing as “monotony of the Cosmos”, since that Science can not bring on the Cosmos to a lab’s table. The speed of Cosmos’ movements is a relativistic issue. Think about a bacteria or a particle of our body that has a lifetime of 0,17th of a second. Our body is their Cosmos and it seems static. We are microbes, our speed is very high, our lifetime is very short, we will have thousands of generations while a planetary is in its embryonary formation, so, we can’t know how is a planetary formation. About the Cosmos we have only our theoretical models, and I am sure, the current model is very wrong. My theoretical models are suggesting a Cosmos that has the principles of life, so, it is changing, evolving, with its astronomic scale of time.”

Matrix/DNA: “Right and wrong. What is always done is the process, the mechanisms, that runs the movements in this Universe, because Universal Nature is an unique creator, so, it has a unique method for creating its things. But, Qohelet lifetime was very short, so, he couldn’t perceive that the meaning of things are constantly changing. The meaning of a bacteria’s existence has changing a lot in comparison with its descendants – the meaning of humans’ existence. The first galaxies were assembled by symbioses, today they learned to reproduce themselves by self-recycling, so, the existential meaning of astronomical bodies has changed from free individuals to arrested parts of a system. Again, Qohelet also forgot the relativistic issue.”
xxxxx
Long Y

Posted 4 hours ago

Mr. Deutsch said the 1st novelty was the big bang which created space, time and energy. After some billions of years later, the 2nd novelty was the origin of life.

There was a 3rd novelty, he did not attribute, which was the creation of mind. Mind only exists in a mental world which defies physical laws. It was the mind which asked questions of what, why, and how.

The 3rd novelty still resides inside living organism (made of the 2nd novelty) which are composed of raw materials (made of the 1st novelty).

Maybe the 4th novelty could be mind without physical attachment. It could start with an concept or ideology and eventually becomes omnipresent.


Louis Morelli

Posted 3 hours ago

Are you sure the human mind is a novelty in the Cosmos? Embryology shows that it takes about 6 or 8 months for the complete formation of a brain beginning to express the mind ( or consciousness?). But, you know, it was not your brain that invented the mind first time in this world, there was mind outside your little sac’s universe. My theoretical cosmological models are suggesting that in this our perceived “universe” is occurring a merely process of genetic reproduction – reproduction of the unknown thing that triggered the Big Bang as an event of fecundation. If humans takes 8 months for expressing the mind of its parents, the universal embryo takes 13,8 billion years to do the same thing – expressing a mind that was existing before the Big Bang. Who knows what is the truth? I prefer to believe in what real Nature is showing to me just here and now, than believing in human imaginary theories without any real known parameter, like the theories of “something from nothing” ( have you seen something from nothing?), or a microscopic explosive atom containing all mass and energy of the Universe ( have you seen such atom?), or magical gods creating something from nothing (have you seen any kind of real magics?). We must ask Nature when we does not know the answers, Mother Nature does not plays dice of its creatures. Ok, maybe I am wrong, who knows?

Long Y

Human mind clearly was not the first mind, even on earth. Who knows how many other novelties unknown to human?

You can choose to believe whatever you prefer. But, to be sure, everything you “see” is only perception in your mind. Every word you wrote came from your mind, which even yourself don’t know what or where it is.

Real Nature is showing us nothing. We interpret “Nature”, including the concept and existence of Nature.

Louis Morelli:

” Real Nature is showing us nothing. We interpret “Nature”, including the concept and existence of Nature.” – Long Y

Sorry, Long Y, because I am interpreting you as a magical thinker. The very fact that you bring to the David talks the issue “mind” and suggesting that it “eventually becomes omnipresent’ suggests to me that yours mind does like to ( yours own words ) “defies physical laws”. But, you said “The 3rd novelty – the mind – still resides inside living organism”. This is a contradiction to yours own words: “Mind only exists in a mental world”, I think, but you can correct me if I am wrong.

Is there a rational logistic explanation for a mind existing and bonded to Nature if the goal of mind existence is – yours own words: “the 4th novelty could be mind without physical attachment”? Lets us to apply my method of investigation, asking the question to Nature. ” Yes, she said, and I will show to you my job for you understanding it: when the embryo is born, the placenta is discarded”.

So, the Universe, this agglomerate of galaxies, is the placenta to be discarded, when you get yours full development. But while we are merely a fetus of consciousness, we need mortally the placenta. We are not in direct contact with our mother’s body, we are among the placenta yet. We are not in contact with the 4th novelty which will be us in the future and now could be yours “omnipresent mind”. You are here like human man or woman, in the middle of this Nature, suffering the actions of these physical laws, so, fight as human for your life. We can not be “pure mind” here, we will not survive. Yes, I love Mother Nature and I believe her lessons, I know it is merely the placenta, but throughout the placenta comes the nutrients and informations from my spiritual mother. Do not believe this conspiracy theories that the real world is delusion of mind… maybe mind is a temporary delusion of Nature… like an embryo is a temporary delusion of a placenta… why not?

xxxxx

Chris Anderson

Posted 6 hours ago

This may be one the most profound arguments ever made on the TED Stage. If true, it completely undercuts the familiar scientific stance that what happens on planet earth cannot possibly have broader significance in the universe. We’re no longer just a dot. We’re a dot of unlimited future potential. It’s hard to imagine a more inspiring idea.


Louis Morelli

Posted 2 hours ago

Chris, I would appreciate yours opinion about my opinion (if I can do it in English). The job that a group of genes were doing at the blastula and fetus shape, in embryology times, had broader significance in the later human complete shape? Those genes did not changed the structure of the amniotic ocean which was the structure of the ovulum, but they created a new system, never existed before, in the middle of that structure.

My theoretical cosmological models are suggesting that humans are the big genes inside the “egg-universe” today. With millions of other conscious lifeforms spread in this Universe ( our brothers genes ) we are building a new shape of the universal system that began as atoms, then developed to galaxies, then to cells systems, and now it is developing into consciousness system’s shape. Like your body had the shape of fetus, then embryo, then adult, etc. We are the top of universal evolution just now and here, we are carrying on this evolution on our shoulders.

David said “we are the force of Cosmos for changing…” but, the truth must be more complex than he thinks. We are the force because we have inside us the universal natural formula – the universal Matrix – in shape of biological DNA. I think the “familiar scientific stance” is diminishing the human role in this Universe because they are wrong separating cosmological evolution from biological evolution. There is a unique universal evolution, we are just here and now the top of this universal evolution.

Physics is dealing with the Cosmos as the structural skeleton bone composed by galactic cells, but… you know, evolution makes that the bone skeleton must be covered by more complex organization of matter, like the meat, the brain, etc. Sometimes the skeleton goes outside and becomes the environment covering the meat, like crustaceous… this is the Universe today in relation to humans. Physics and Math can not grasp these more complex organizations. Maybe I am wrong, who knows?

XXXXX
ESTE POST NÃO ENTROU E NAO QUER ENTRAR. TENTAR NOVAMENTE MAIS TARDE, VERIFICAR PORQUE?
Gabby –

Posted a day ago

I would love to see or hear a panel on this subject, of thoughtful, rigorous people. I expect such a discussion occurred in the halls of the TED conference.
For example, I would be happy to read the response of, say, Steven Pinker, Richard Dawkins, and others close enough to science and to history for an interesting and well-informed discourse.

Louis Morelli
in 3 hours
In view of the significance of this case, could TED produce a small volume of debate on this among TED- connected scholars and public intellectuals? – Gabby.

I think this debate would be a great contribution from TED to the benefit of Humanity. Humans are lost about the meaning of their existence and a possible new discovery showing a new world view could reveal a new meaning of our existence, with a new moral code, a new star-guide as motivation for correcting our wrong suicide behavior today. A debate bringing on the table the real proved known natural facts we have today, without priors humans interpretations and theories, theories that led us to absurds like “something from nothing”, “magical gods and magical events by chance creating genetic codes” etc. I did this debate alone with myself, I put everything on the table, every known data, and my conclusion is that we are doing lots of wrong interpretations, the world is very different than we are thinking, but, the good news is that from the table is emerging a great meaning for human existence: we are 8 billion half-conscious genes building our own future body of consciousness shape. You can not mind the transformation in my life’s behavior and meaning this results have produced, now I have all energy applied for human evolution, for cooperating with every human being because they are genes with a unique mission, portable of a unique genetic information, from which my future is mortally dependable… Ok, I am sure that my results are not the final truth, no human limited brain can get it, but the discover that a new analise of the world can bring to us a new healthier moral code, meaning of existence, and lovely interactions among humans and from humans to Nature, is enough for wishing such debate. I should appeal to TED doing it.











PATREON: Campanha visando angariar fundos para desenvolver os trabalhos da Matrix/DNA

Monday, October 14th, 2019

xxxxx

Minha webpage no Patreon:

https://www.patreon.com/user/posts

Esta minha introducao na webpage ( verificar porque nao esta aparecendo):

Hello…

I spent about U$ 300.000,00 from my own money and 30 years of hard work every day ( included seven years in Amazon jungle) in this research because I believe that the knowledge of the thing I am trying to bring to the labs will be great benefit to Humanity. Comparative anatomy between living and non-living natural systems showed a common pattern working as a universal formula for all natural systems (from atoms to galaxies to human bodies) and, later, I discovered that this pattern works as a simple software’s diagram. That’s the secret in Nature by which it organizes mass and energy into working systems. Since we have the formula in its most perfect state, we can fix any abnormality at any natural system and creating new systems as a new powerful technology. The first system to be fixed will be the human body, seeing the primary causes of diseases and eliminating them. But, my money went out and I am old now, with a little retirement that obligates me working outside for paying the little bills. I need better installations for research, I need employing all time everyday testing my results facing each new published scientific paper suggesting to researchers new methods for unraveling their “unknown mechanisms”, I have hundreds of projects going on, I will fight at least for putting everything in books for suggesting to researchers of every field new approaches that they never will mind without knowing this formulas and the new world view suggested by it. You can see my poor  website –  http://theuniversalmatrix.com – ( I need to pay a technician for improving and maintenance of the website, a translator and someone for sending communications to people working in these fields, etc), where there are already about 3.000 evidences as Artigos in Portuguese ( I am American citizen, but was born in Brazil, spent much time in Amazon jungle, so I write without errors in Portuguese) and lots of previous previsions later confirmed by scientific data.
Believe me, this perceivable world is like a living computer, composed by hardware and software working in feed-back: the material bodies improves sending new information to the software which build new more complex hardware and so on, this is what consists the so called “natural selection”. We can not leave this giant work dying with me alone, we need to give it to Humanity, so, if you can do something and think that Humanity deserves it, this is a great opportunity for you. 

xxxxxx

Ensaio do primeiro post a ser postado:

 

If I and you will be dead before this discovery becomes public known and producing something practical, still you can get just now lots of benefit from it.
I will stimulate you to a new hobby that you will find amazing, very profitable and your knowledge/understanding of this world will increase exponentially. Every day, every minute, you will pay attention to millions of natural phenomena around you that you are seeing, but not paying attention to them, knowing how that things exists, where it came from, why it is in the way it is, etc. An example: your own face! Where Nature got the idea for creating it in the way it is?! What about each accessory in our face, like the mouth, the ears, the vision… Do you know that at 10 billion years ago there was an astronomical system with the shape of a human face? You will see the picture: Seven astronomical bodies composing a working system where each body was performing the function of each accessory of human face today. It means that our face was writing in the stars! Why? It is because the same natural formula that built that astronomical system is the formula that built our faces. Knowing the formula, which is easy, you will understand everything by yourself. You will think that If there is a God as creator, He only created the formula as a living software/template… which produced, by evolution, everything here.
Ok, you can ask these first questions here. I will bring pictures, a kind of a map, which is also a simple diagram/logarithm of software, and we will together find all explanations in Nature, in Universal Evolution. When you learn and understand how these formulas works, which are its supreme meaning, you will do it alone, solving all natural puzzles, with great pleasure, like I am getting it. 
You will discover surprising things that will empower your intelligence. But you have a better social status than I have ( everybody has better status than I have, since I invested all life and earnings in this solitaire mission, must time alone in the jungle, I got no family, no friends, nothing at hands to begin with, only hundreds of ideas and projects, and a precious gift to give to my 8 billion human bothers). and you will get your ways to translate the ideas into real things.
A big advantage of knowing these formulas is that the formulas will tech you how to improve your intelligence, when the formula will teach you how to get more things from your brain.   
Have you noticed that the human brain is divided into two parts, the left and right hemispheres? But, here you will learn that the whole brain is a natural system in itself. And when you bring the perfect natural formula for systems, you will locate the functions of each neuronal region and network, because the formula is the template/software that built and is running the brain. But, you will see that there is something wrong with human brains: the formula is a whole sphere, it is not divided into two parts. The cause of this abnormality is a long history but we can resume it: Never Nature built a perfect material system because it would be a kind of eternal perpetuum motor, a closed system in itself, and there is entropy not permitting it. Galaxies almost got this perfection as you will see our astronomic models, they are almost closed system recycling itself, but in the evolution from galaxies to the first biological cell system, the closed system was broken, becoming an opened system, opened again to its own evolution. You will see in the formula that losing the function of self-recycling which performs a meridian inside the sphere, the sphere breaks into two parts… that is our brain just now. The biggest prejudice to us is that we are not able to perform complete thoughts. The signals in the flux of thoughts begins at the hippocampus and goes to left, clockwise, but when arrives to the top where is located the neo-cortex, the synapses falls down towards the hippocampus again. Our thoughts are half thoughts, we are not getting the functions and properties of the right hemisphere. When the formula showed this, I learned that we can practice to drive our flux of thoughts for to transpassing the corpus callosum entering into the right hemisphere, and from that exercises, my understanding of this world increased exponentially. 
A second example: how to get an industrial complex totally automatized producing everything we need and recycling all used material/energy? The natural Matrix/DNA formula has built a biosphere with millions of diversified animals and plants that works by itself. With the formula at hands we learn how it did every detail, and how to mimicking it in technological way.
A third example: Look to your own hands. I am sure you never asked why your hands are in the way they are, where nature got the idea to do this, how evolution works from a initial cellular cylia towards the human hands? Easy question: the shape of the human hands, with the fingers, the palm, etc., is the same shape of a DNA’s fundamental unit of information! You will see the design of this unit of information as the exactly template of your hand. Why? Because the DNA’s unit of information has as template the universal Matrix/DNA formula. But, then, you will be very surprised discovering things about your hands that nobody saw before. The formula builds systems applying the process of life’s cycles. This is another big history that you can ask. So, look to your right hand opened with the palm facing your eyes. Learn how your hand has encrypted your body’s life cycle: the palm is the pregnant woman, the flux of the system goes to left, clockwise, then, the smaller finger is the baby, the next finger is the kid, the next the teenage becoming sexually mature, till the last finger is the old curved shape of the body. Merely coincidences? Or your hands is merely the product of exercises by evolution? yes, my friend, because universal evolution is being driven by the same process of life’s cycle by the same formula. Would be better if we got other accessories into our hand like being spherical and having lots of tentacles as the octopus, but we never will improve our hands because all the resources and the final design from the formula has finished. 
Now, imagine what will happen when the schools will teach the formula to students. We will have a totally different, improved new generations. They deserves it, they are our children, they are our future. We need everybody participating in this mission, we need voluntary works as I am that can help with any knowledge, suggestions, ideas, etc., it will be good for you and everybody, I can not doing it alone and I am very old going to die, please, do not permit that this gift does not reach the hands of our people… 

 











Evolution x Intelligent Design controversy: data of pools in USA

Wednesday, October 9th, 2019

xxxxx

https://whyevolutionistrue.wordpress.com/2013/04/25/science-course-at-ball-state-university-sneaks-in-religion/

Mark Joseph
Posted April 25, 2013 at 7:44 pm | Permalink

“You sound as if you would resolve scientific issues in the court of public opinion, but that isn’t the way science works.”

Ah, but the illustrious William Dembski would disagree with you. Here he is babbling in a ludicrous essay entitled “Skepticism’s Prospects for Unseating Intelligent Design” which is chapter 10 in the book of essays “Science and Religion: Are They Compatible?” edited by Paul Kurtz:

“A few years ago skeptic Michael Shermer wrote a book titled Why People Believe Weird Things. Most of the weird things Shermer discusses in that book are definitely on the fringes, like Holocaust denial, alien encounters, and witch crazes–hardly the sort of stuff that’s going to make it into the public school science curriculum. Intelligent design by contrast is becoming thoroughly mainstream and threatening to do just that.
Gallup poll after Gallup poll confirms that about 90 percent of the U.S. population believes that some sort of design is behind the world. Ohio is currently the epicenter of the evolution-intelligent design controversy. Recent polls conducted by the Cleveland Plain Dealer found that 59 percent of Ohioans want both evolution and intelligent design taught in their public schools. Another 8 percent want only intelligent design taught. And another 15 percent do not want the teaching of intelligent design mandated, but do want to allow evidence against evolution to be presented in public schools. You do the arithmetic.”











Imaginação: Muito importante, o que é, de onde vem…

Friday, October 4th, 2019

xxxxx

A imaginação é um fenômeno real que esta sempre se manifestando e afetando nossas vidas. Portanto precisamos tentar saber o que ela é, de fato, apesar de saber-mos ser isso quase impossível, pois ela é invisível, intocável, incontrolável. Mas creio que nada existe neste mundo que com o devido esforço consigamos conhecer por completo, então, mesmo começando tateando no escuro, temos que enfrentar a escuridão e tatear, esse fenômeno é real e nos afeta. Principalmente para os pais será muito mais importante saber algo sobre imaginação, o que passa no interior dos cérebros em formação dos seus filhos, para saber melhor orienta-los desde o berço, para serem mais bem sucedidos na vida. O ideal seria que os adultos já estivessem conscientes dos efeitos de suas próprias imaginações em suas vidas, os efeitos negativos, e tomarem o cuidado para não passarem estas suas imaginações para seus filhos.  Por isso fui a Internet procurar o que os estudiosos e as ciências humanas já aprenderam sobre a imaginação, quais as principais teorias, etc. E lendo uma descrição técnica obtida pela filmagem dos movimentos no cérebro quando indivíduos estão imaginando, minha própria imaginação veio a mente e comecei a imaginar uma cena a qual acho que sera uma boa alegoria para se entender a imaginação. Vou tentar:

Imagine-se passeando no meio de um monte de macacos num parque florestal cercado. Você observa que eles são demasiadamente ativos, agitados, e que seus movimentos são de dois tipos: um tipo de movimentos são meras macacadas, não conduzem a nada, o macaco corre, pula de galho em galho numa direção, chega num ponto, para, nada faz, se vira a correr em outra direção, para nada fazer. O conjunto todo daqueles movimentos parece um caos total. Outro tipo de movimentos fazem mais sentido logico, estes macacos se movem na direção de uma comida, procura um galho mais baixo quando quer descer, etc. Se você mentalmente separa os dois movimentos pelos grupos de macacos observados, você terá a impressão que os movimentos lógicos mostram, ao invés do caos, um principio de ordem.

Pois quando o cérebro humano esta se formando embrionariamente, os neurônios recém-formados se comportam da mesma maneira que os seus macacos no parque. Vamos ver como a Ciência ( link abaixo), explica isso:

https://en.wikipedia.org/wiki/Brain )

“O cérebro se desenvolveu, desde animais inferiores, numa intrincada e orquestrada sequencia de estágios. Ele mudou de formas desde uma simples protuberância parecendo um pequeno tumor na ponta frontal de um feixe de nervos nos seus mais primitivos estados, como nas minhocas, para um complexo arranjo e ordenamento de diferentes áreas e conexões. Neurônios são  criados numa zona especial que contem células-tronco, e então imigram através dos tecidos primários para alcançarem suas definitivas posições. Uma vez que os neurônios tem se posicionado, um grosso cílio desabrocha e se torna longo, ao qual denominamos “axon”, e o cílio navega através do cérebro, se ramificando em vários galhos e se estendendo enquanto avançam, ate que alcançam seus alvos, que pode ser outro grupo ou região de neurônios, e assim formam as conexões sinápticas.

E aqui vem , na minha titubeante opinião, a parte mais importante para entender de onde veio a imaginação humana: ” Num certo numero de partes do sistema nervoso, neurônios e sinapses são produzidos em excessivo numero durante os estágios da formação, a produção de sinapses parece caótica. Mas em seguida vai ocorrendo uma ordenação, neurônios mais agitados são aquietados e se suas sinapses são desnecessárias que nada produzem de útil pra o cérebro, são inibidas ou ate eliminadas.”

Vamos voltar ao parque dos macacos. Enquanto você passeia e observa, entra no parque um grupo de adestradores dizendo que querem ordem entre os macacos. Carregam redes com as quais apanham os macacos agitados desordeiros, e trazem também bananas, dando-as como recompensa apenas aos mais calmos que se movimentam na direção de metas logicas. Agora você nota que a cena que vês é diferente da cena vista quando você entrou, o caos cedeu lugar a ordem. E’ a diferença que veria se pudesses entrar num cérebro infantil e no mesmo cérebro tornado adulto.

Voltemos ao nosso tópico, a imaginação. Quando a criança nasce, seu cérebro é o estado inicial do parque. Parece que a mente da criança tem miragens, pois ela corre numa direção, move um objeto, sem razão logica, depois muda ou joga o objeto. Nestas correrias cai, quebra objetos. Então vem os adultos reprimindo aqueles movimentos, como se os adultos fossem adestradores com redes de apanhar neurônios desordeiros e portando bananas ou elogios para recompensar neurônios que se movem com logicas.

Os adultos aqui representam o mundo real, os duros fatos da vida, que são incômodos, indesejáveis, mas não adianta lutar contra eles, porque caímos, porque quebramos nosso patrimônio, e se não disciplinar-mos nossos movimentos no sentido do trabalho construtivo, vamos morrer de fome, vamos ficar jogados ao sabor das intempéries, etc.

As miragens são tão ilógicas, tao fora da realidade, que ao contrario dos pensamentos normais que se tornam ordenados pela criação da linguagem, as miragens não tem uma ferramenta como a linguagem, o que conecta as miragens são fios virtuais que se desfazem quando afrontam a realidade. Dentre as miragens criadas pela mente as mais notáveis são as que produzem lendas, mitos, deuses imaginários, os quais são prosseguimentos dos fantasmas amigos imaginários que as crianças inventam para conversarem. E certas miragens são tão atraentes, produzem certos confortos e prazeres mentais que as crianças lutam contra os fatos para mante-las, muitas vezes continuam essa luta quando entram na vida adulta, e algumas ate morrem mantendo estas miragens.

Penso que, se certas miragens imaginativas habituais ( como por exemplo a imaginação de que somos heróis com poderes supernaturais atuando no mundo real para ser importante e mudar os fatos desagradáveis, ou que somos escolhidos enquanto os outros não são, por deuses amigos com poderes supernaturais que vão nos proteger se o teto da igreja durante a missa ruir), nos causam estados mentais agradáveis, realmente não faria mal mante-las, desde que sob certo controle e estado de vigilância, apenas para serem curtidas quando estamos bem acomodados em relativa segurança, mas afastadas assim que temos de levantar e enfrentar o mundo real. Muitos são pegos de surpresa em verdadeiras tragedias porque estavam com a cabeça no mundo da lua das miragens, e nem os seus poderes supernaturais, nem os amigos fantasmas com poderes supernaturais aparecem para salva-los. Como conseguir este controle, esta disciplina, de saber separar a hora da meditação agradável desapegada da realidade, da hora de estar no mundo real, é o que vamos procurar.

Outro fator não menos importante é o tal “imaginário social”. precisamos nos lembrar que a Humanidade é um fenômeno bastante recente no mundo, tendo em vista a escala cósmica do tempo. Em relação ao mundo universal a Humanidade surgiu nas ultimas horas. E Humanidade é uma auto-projeção mesclada de cada individuo humano, portanto as mentes individuais são mescladas e criam a mente social. Como a Humanidade nasceu muito recentemente, a mente social ainda esta na sua infância, o que nos poe uma pulga na orelha quando pensamos no tal “senso comum”, ou nas regras sociais. Pode ter certeza que são coisas infantis, carregadas de imaginação sem muita relação com a realidade do planeta, do mundo natural. Assim o amigo fantasma de cada criança se torna o amigo Deus de uma religião, com quem todos os fieis acreditam conversar. Talvez existam outras dimensões nos envolvendo, onde são possíveis existirem entidades supernaturais, quem pode saber? Mas o triste é assistir que mitos inventados com credulidade infantil como se fossem parte do mundo real por antigos analfabetos, perduram no imaginário social o qual funciona como feed-back, retroalimentando os cérebros de cada individuo da seita. os adultos humanos teriam que serem muito bem informados da realidade, da Historia, dos fenômenos naturais, para analisarem impessoalmente quais os efeitos do imaginário social sobre as vidas dos humanos, para separar o joio do trigo, e não passar os efeitos maléficos para seus filhos, os quais vão continuar sofrendo desses efeitos. Muitas vezes uma analise depurada de nossas opiniões mal informadas funcionam como estímulos aos macacos e neurônios que se movem sem metas praticas para sua melhor sobrevivência.

xxxxx

trecho traduzido da Wikipedia:

The brain develops in an intricately orchestrated sequence of stages.[60] It changes in shape from a simple swelling at the front of the nerve cord in the earliest embryonic stages, to a complex array of areas and connections. Neurons are created in special zones that contain stem cells, and then migrate through the tissue to reach their ultimate locations. Once neurons have positioned themselves, their axons sprout and navigate through the brain, branching and extending as they go, until the tips reach their targets and form synaptic connections. In a number of parts of the nervous system, neurons and synapses are produced in excessive numbers during the early stages, and then the unneeded ones are pruned away.