Archive for the ‘Humanity and the Great Mission’ Category

População, renda per capita, etc: países, densidade demográfica, território, etc

Saturday, May 15th, 2021

https://www.populationpyramid.net/

Um Hino de Louvor e Agradecimento à Humanidade, pela genial obra de sua criatividade: o filme CONTATO, com Jodie Foster.

Tuesday, May 4th, 2021

Nesta madrugada de pandemia vou deitar e dormir maravilhado,… em AWE,… porque assisti duas vezes o filme CONTATO, com Jodie Foster. A tremenda criatividade, a inteligencia, o conhecimento técnico e cientifico, dos autores, me faz concluir que esta humanidade pode sofrer a tragédia que acontecer, que pode ser destruída e desaparecer para sempre, que continua agredindo meus sentimentos ao produzir alguns demônios de carne e osso, que eu posso não ter uma alma e morrer para sempre, mas o simples fato de ter vivido aqui e neste tempo, e no meio dessa humanidade, que me mostrou essa fantastica propriedade mental, capaz de se estender tanto neste Universo, … me faz concluir que valeu, que compensou todas as dores que paguei para ser vivo aqui, que estou pronto para me tornar o nada se este é o destino que me aguarda, porque a ele me entrego com o largo sorriso dos realizados.

No filme, uma inteligencia argumenta que a heroína não deve se preocupar que não poderá provar a ninguém que viajou através das galaxias, porque isso é dado a cada ser em separado, no seu devido estagio evolutivo, uma experiencia individual, com a distancia de milhões ou bilhões de anos entre cada viagem… um presente de uma civilização que neste mundo já conta com bilhões de anos a mais que nós em evolução. Não precisa o filme me revelar isso, basta o que sei deste mundo e a visão que meus olhos tem dessas grandezas no espaço e tempo deste Universo, para ter a certeza que eles existem, em algum lugar.

Outro detalhe que apreciei foi a menção no filme, por duas vezes, da Navalha de Occam. Pois repeti este teorema muitas vezes nos meus cálculos que resultaram na elaboração da cosmovisão da Matrix/DNA, pois é a regra supra-sumo da razão pura tal como construída pela Natureza. Sim,… valeu a pena…

https://www.amazon.com/Contact-Jodie-Foster/dp/B001AH6ZWY

O fio da História e seus inúmeros afluentes penetrando territórios misteriosos

Friday, April 30th, 2021

O Facebook me pergunta o que estou pensando, nesta pandemia. Respondi escrevendo:

Estou experimentando a mesma sensação incomoda que todos os pensadores revolucionários sentiram nos últimos anos de vida. Todos acreditamos que descobrimos e tocamos o fio da meada da Historia que está enrolado num novelo e puxamos a ponta desse fio que é como a fita de um filme e então ficamos assistindo esse filme projetado dentro da nossa mente.

Sim, o fio da História Natural Universal está no novelo da fita do DNA mas a ponta oculta no meio do novelo não acaba quando chegamos nas cenas da origem da vida, não… a fita continua entrando no passado, passando pelas galaxias, pela nebulosa inicial de átomos e chega no Big Bang. Aí sentimos que ela ainda continua no passado, porem nem a vemos, não a tocamos e ela não projeta mais as cenas. Darwin acreditou que esse fio era a evolução natural, Einstein acreditou que era uma onda de luz, Plank afirmou que o fio era composto de quantas, Newton achou que era uma engenharia mecânica manipulada por Deus, etc. Mas todos viram o fio desde a ultima ponta até algum ponto no passado e não conseguiam avançar mais, então ficaram com a mente ricocheteando entre o Big Bang e o contexto geral do presente, indo e voltando em zigue-zague nessa linha, sem captarem seu significado existencial, sua causa inicial, se ela se estende a um infinito ou teve um começo, etc. E assim todos morrem se sentindo fracassados.

Este é o rotulo na minha testa que vejo quando olho minha cara no espelho: fracassado! E não tens outra alternativa, vais para o tumulo com a etiqueta de fracassado. Está bem, sendo assim, encho minha geladeira com bolos de chocolate e vou para o tumulo com a boca lambuzada de chocolate…iac… iac…
Mas na pandemia descobri algo a mais que não vi nenhum dos meus semelhantes falar qualquer coisa a respeito. Descobri saliências, protuberâncias, situadas ao longo do fio e então puxei estas saliências e fui vendo que eram fios também, como afluentes saindo do grande rio. Seis destes afluentes passados no projetor mostravam cada qual uma das outras seis faixas invisíveis da onda de luz, e cada qual entrava numa mata espessa na qual fui sendo impedido de avançar por tantos penhascos e obstáculos, e quando insistia até o ultimo esforço me via no alto de um vale do qual se descortinava um abismo de luz tão forte que me cegava, não tinha como seguir em frente. Outro fio revelava cenas de seres estranhos, em planetas surpreendentes, e conclui que era o mundo dos extraterrestres, no qual fui cerceado pelas distâncias invencíveis do espaço sideral. Outro fio mostrava cenas de vultos parecidos com humanos mas virtuais, vivendo em camadas circulares acima ou dentro deste planeta, e quando comecei a remar nesses afluentes ouvia vozes avisando que ali era passagem proibida aos encarnados, e ventos fortes batiam nas velas do barco virando-o ao contrario, me jogando de volta no leito do grande rio.

Raios… fiquei perdido, sem saber agora qual é o fio principal no tronco, pois tem afluentes que se alargam mais do que o fio da Historia Natural Material. Será que, como humano e corpo material estou fora do fio central? Cada afluente leva a outros mundos, totalmente misteriosos, meu conhecimento e instrumentos científicos, as imaginações esotéricas e religiosas, nada me ajudam ao tentar investiga-los. Uma coisa aprendi alem do Darwin, do Penrose, etc.: o nosso fio material natural que podemos ver e segurar na mão, pode revelar tudo o que nosso complexo sensorial capta da realidade, mas esse nosso tudo é quase nada da realidade. E não adianta repetir o que fiz no Rio Tapajós, em busca de conhecimento dessa natureza, navegando numa voadeira dotada de pequeno motor e entrando nos afluentes emaranhados de galhos que paravam o motor e eu tinha que descer na água com revolver dentro de saco impermeável amarrado na mão e faca na boca para enfrentar crocodilos, jiboias e onças. Na Amazônia os afluentes sempre morrem em terra firme, no Universo os fios laterais sempre desembocam em nebulosas esvoacentas sem piso sólido, e algumas pequenas informações obtidas nas entradas não conseguimos processar com este cérebro microscópico e primitivo.

Meu fio da historia mostrou tudo, do Big Bang ao Big Birth, que sei será o fim deste universo quando toda sua matéria será descartada como a placenta. Mas a placa que investi toda minha vida procurando, onde deve estar escrito “O Significado da Existência”, está fora deste fio, existem outros muitos fios emaranhados neste novelo, muitos em outras dimensões e com substancias tão inimagináveis que jamais poderia ser encontrada por um rastejante bípede deste planetinha perdido na imensidão cósmica.

Então que vou fazer destes últimos momentos da a minha vida? Chamar dos túmulos meus infelizes camaradas buscadores para chorar-mos junto nossa debilidade e fracasso, ombro a ombro? Ainda não. Percebi também que estes fios misteriosos não apareceram apenas para mim, tem muita gente que chegaram nas portas de saída destes fios, e voltaram narrando estupefatos as estranhezas que viram e sentiram, outros até conseguiram dar uns passos alem destes umbrais. E o que estão narrando – muitas vezes talvez puro fruto da imaginação de cérebros em estados alterados, outras vezes experiencias reais, que precisam serem investigadas pelo método cientifico com novos instrumentos – vem me ajudando a lapidar meus modelos atômicos, cosmológicos, vitais, etc., com logicas racionais, incríveis. O Youtube está sendo invadido por essa multidão, na maioria pessoas simples, uns relatando retorno de morte clinica, outros relatando visões e até contatos com extraterrestres daquele fio que sai como afluente do fio principal, outros inclusive realizando proezas com olhos que veem como raio-X os nódulos em volta das minhas vértebras!

Sinto que o conhecimento é um oceano imenso, do tamanho do Cosmos, e que com investigação tecnológica nós humanos começaremos a navegar mais profundamente neste oceano. Então, me deem licença porque tenho agora que voltar ao trabalho que vai ficar comigo até o ultimo momento que eu chegar na frente do caixão que vai levar este corpo para a escuridão… porem onde poderei ver saindo do mesmo corpo outro fio lateral levando minha mente para outro misterioso lugar… É possível,… ou não.

O que pode evitar a crise existencial e necessidade de terapias nesta pandemia.

Thursday, April 22nd, 2021

Celio Augusto – postado em 22/04/21, no link:

https://www.facebook.com/groups/ilhadoconhecimentomarcelogleiser/

10 h  · Atualmente é grande a procura por terapia devido a vários tipos de dificuldades e transtornos, mas e quando a busca por terapia é devido a uma crise existencial?Sei que aqui no grupo tem muitas pessoas ligadas a filosofia, e tenho lido sobre filosofia médica, a minha pergunta é, o quando a filosofia pode ajudar nesta situação?Eu mêsmo faço terapia, tive muitas perdas nos últimos anos, fui obrigado a fazer algo extremamente difícil que é procurar ajuda profissional, sou autista, adulto e tendo que viver sizinho e independente.Uma frase que me marcou da última Live do Marcelo, é que temos que ter um motivo pra viver, para acordar todos os dias. E quando vc precisa encontrar este motivo, a filosofia poderia ajudar?

Resposta da Matrix/DNA:

A autentica Filosofia Naturalista detecta na Natureza as forças naturais que modelam bem ou mal as mentes e corpos sistêmicos, como os dos humanos. Você poderia ter detectado estas forças e adotado as boas para ti se não tivesse sido desviado da Filosofia Naturalista pela cultura absurda do coletivo humano e por certos instintos caóticos herdados dos nossos ancestrais animais irracionais.

Quem está te informando isto aprendeu por si mesmo a ter ótimas saúdes mental e física, e muita energia com muitas ideias para lutar. Mas nada vem de graça, eu era um filosofo acadêmico que caí a viver sete anos no meio da selva amazônica e na Natureza real fui reduzido a semi-macaco para me re-erguer com outra filosofia, outra visão do mundo, que me ajustou muito bem a como funciona este mundo. É minha obrigação e conveniência que os demais humanos tenham conhecimento dessa nova e inédita maneira de interpretar e entender suas existências, para ficarem saudáveis como eu e abraçarem a mesma causa evolutiva, pois estão fazendo tudo errado e isso me prejudica.

Se clicares no meu avatar vais encontrar meu website gratuito e lendo apenas a pagina home em português talvez te dê um estalo, um despertar e se anime a continuar se informando sobre isso. Não sou eu quem diz, e sim a natureza virgem e intocada: suas ciências, suas visões de mundo, seus misticismos e fantasias, esta filosofia acadêmica traidora da mãe Natureza, está tudo tragicamente muito errado. Ter crise existencial e precisar de terapia é um bom sinal porque revela alguém com potencial para descobrir a verdadeira realidade deste mundo.

Ódio: Qual sua origem na psique humana?

Wednesday, March 31st, 2021

Ódio em relação `à psique humana é a manifestação na forma mental das forças destruidoras do Princípio do Caos, opostas às forças do Princípio da Ordem. Agora, saber o porquê este mundo surgiu assim, com essa dualidade, é para mim ainda o mais intragável e odiado mistério, que me obriga a negar qualquer amor supremo criador.

Frases preferidas pela Matrix/DNA

Sunday, March 28th, 2021

“A primeira condição para modificar a realidade consiste em conhece-la.” – Eduardo Galeano

Justamente o que pensei na juventude quando decidi que não suportaria o que a humanidade fez e estava fazendo de sua existência, então fugi para viver isolado no meio da selva. Lá tive a intuição de que o mundo urbano era artificial e falso, e assim essa mentalidade gerada e crescida nele. Decidi que investiria o que me restava da vida na selva investigando na natureza bruta e virgem a visão ou interpretação do mundo que gerou essa mentalidade. Então na investigação comecei a perceber que as interpretações humanas dos fatos e fenômenos e eventos naturais estavam erradas, fora da realidade. Se consertassem essas interpretações, sincronizando-as com a realidade, deveriam mudar a mentalidade doentia. Então tinha que levantar e provar que novas interpretações eram mais racionais, mais logicas, mais de acordo com as experiências reais humanas, tinha que mostrar os absurdos nas velhas interpretações ( como a inexistente separação dos sistemas naturais em vivos e não-vivos, etc.) , desconstruindo a velha cultura milenar. Assim surgiu e se desenvolveu a cosmovisão da Matrix/DNA. De fato, antes de mudar o mundo humano, e para mudar o mundo humano, é preciso antes conhecer a realidade. Parabéns, Mr. Galeano.

Como entender a psique dos comerciantes e outros negativistas dessa pandemia

Thursday, March 25th, 2021

xxxx

Assista o vídeo no link e depois leia o texto abaixo.

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1136681863448206&id=100013192092049

Ele explica tudo em três palavras: “Aqui não tem cordeiro”

Tudo é trino, tem a dualidade dos dois opostos e acima desta dimensão tem o transcendente meio-termo, ou superação dos dois opostos. Mas quando se cita um dos dois opostos estamos na dimensão do dualismo inexorável natural. Então qual o oposto de cordeiro?

Predador.

O jeito que ele fala, a agressividade nos seus gestos, a aparência física planejada para se impor pelo tamanho e iludir conquistando pela imagem ao invés da ética , moral e fraternidade, tudo bate com o previsto de como um instinto predador trabalha a genética fazendo o corpo que vai encarnar. O modo como ele falseia a palavra “trabalho”, a atuação na vida como “comerciante”, a cegueira do racional perante uma pandemia, todas características reveladoras de um predador.

Ele acerta descrevendo o contexto de um momento, dizendo: “Não podemos parar, eu vou quebrar, e como os empregados vão comer?”. Jamais vai lhe passar pela cabeça que o contexto sem solução do momento é puro efeito do que ele vem fazendo de errado na vida. E o pior que a maioria das pessoas não vão também atinar com as causas mais profundas que produziram este final doloroso, e os outros predadores jamais vão aceitar as causas verdadeiras. Jamais vão entender nas leis naturais porque a competição leva ao caos e extinção, enquanto apenas a cooperação pode levar `a transcendência. Uma espécie biológica que cria um sistema social como este baseado no “mercado” revela que recém veio dos primatas ancestrais, portanto com a genética que modela a psique ou com caninos abstratos de predadores ou com cornos e orelhas longas abstratas das presas. E essa espécie não consegue se auto-conhecer para entender os efeitos criados pelos seus comportamentos. E mais vai adiar esse autoconhecimento e mais vai continuar sofrendo as dores destes efeitos, enquanto mentirem que ao invés dos macacos e remotos ancestrais erráticos dos céus vieram dos céus como Adao e Eva…

Pobre criatura, mas quebrar no bolso agora pode ensiná-lo algo da realidade que o motive a evitar o inferno amanhã… Aqui se aplicaria aquele velho dizer de que “Deus escreve certo por linhas tortas”. Pois permitir essa pandemia agora sobre estas criaturas tão erráticas é escrever com linhas tortas o presente para que se torne o certo no futuro…

Uma fração do Grande Pecado Original no DNA de cada ser humano

Wednesday, March 17th, 2021

xxxx

Albert Camus:

“Quando formos todos culpados, será a democracia.”

Louis Charles Morelli:

” Onde todos são culpados, todos forçosamente aprendem a não repetirem o mesmo erro da culpa. E o princípio da autocura. A Humanidade (e esta biosfera inteira) hoje, é o produto de um grande equívoco do seu livre-arbítrio quando existia na pele de um único antepassado bilhões de anos atrás.

Foi o maior erro, a maior transgressão que se pode cometer contra as Leis Naturais deste Universo: o extremo egoísmo tornando o ser num sistema fechado em si mesmo, fechando as portas `a sua própria evolução. Descobri isso ao focalizar a ponta última do DNA de hoje e descer na sua história vendo a evolução ao reverso, e assim cheguei neste ancestral, vi a sua Queda, justo como sistema fechado, e como caiu na superfície deste planeta na forma de micro-organismos.

Hoje cada humano tem uma fração (0,0000001%) do total desta culpa registrada no DNA. Assim todos enfrentam os maus efeitos dos outros 99% do erro que está no resto dos humanos, e ao se indisporem contra cada fração do defeito em outro humano, no fim acabam por odiar o defeito inteiro, e quando isso acontecer, todos serão desinfetados, exorcizados, e assim livres novamente para reencetar sua evolução suprema. Mas também todos tem sua fração do Acerto, da Verdade, que veio da nossa Fonte Geradora. E isso foi descoberto por um método logico, racionalista…

O Fio da História Universal

Sunday, March 7th, 2021

xxxxx

This image has an empty alt attribute; its file name is image-2-1024x390.png

1) Este aglomerado de células galácticas chamado Universo funciona como uma placenta no meio da qual está ocorrendo um processo de reprodução genética de um sistema que deflagrou num evento de fecundação chamado Big Bang;

2 )Tendo como coordenadas o tempo e o espaço, o sistema-filho a ser gerado deve seguir o fio normal da gestação (linha azul), que é a sua evolução. Porem, quis o sistema criador que o filho não fosse mera cópia ou mera projeção submissa de si mesmo, então dotou-o desde seus genes (a Matrix/DNA), com o livre-arbítrio, para modelar sua própria forma e seu mundo;

3) O sistema-filho (linha vermelha) vem evoluindo pelo processo do ciclo vital que o transforma em novas formas, tendo iniciado na forma de sistema atômico numa realidade eletromagnética, depois sistema astronômico numa realidade mecanicista, a qual erroneamente se tornou um sistema fechado em si mesmo e foi salvo pela entropia, caindo na forma de sistema biológico para recomeçar sua evolução. Hoje somos trilhões de genes espalhados em todo o Universo construindo esta nova forma do sistema, a forma autoconsciente. Um sistema natural onde todos os genes se tornam uma só personalidade autoconsciente, com corpo de fluido luminoso nascerá no grande dia do Big Birth..

O Fio Da História Universal

Aliens e a Terra: Armas nucleares é deles e suas intenções reveladas às crianças na escola de Zimbabwe in 1994

Sunday, February 14th, 2021

Durante algumas décadas após as bombas de Hiroxima e Nagasaki houveram relatos de presenças de UFOS e alienígenas. O ponto crucial foi a tomada das centrais nucleares em todos os países e desativação das ogivas pelas naves, por controle remoto ( segundo relato no documentário “The Phenomenon”, com link abaixo. Foi um teste e aviso de que eles se apoderaram destas armas, que elas estão sob o controle deles.

Das ocorrências tornadas publicas, a mais realista foi a ocorrida com as crianças na escola de Zimbabwe ( vídeo com link abaixo).

Das partes governamentais, a ocorrência mais notória foi o vídeo liberado pelo Pentágono em 2017 sobre aviões militares enquadrando UFOS nos radares, conforme reportagem no New York Times:

‘Wow, What Is That?’ Navy Pilots Report Unexplained Flying Objects

https://www.nytimes.com/2019/05/26/us/politics/ufo-sightings-navy-pilots.html

O artigo mais recente sobre a situação atual da procura de vida extraterrestre e a possível visita de aliens a este planeta tem uma longa secção de centenas de comentários onde os leitores apontam todas as possibilidades imaginadas nesse cenário, esta no New York Times, em:

Why aren’t we looking for them?

https://www.nytimes.com/2021/02/11/opinion/aliens-extraterrestrial-life.html?action=click&module=Opinion&pgtype=Homepage#commentsContainer

Notável é o seguinte comentário:

” The most compelling evidence that aliens has been at Earth was an interview with white children at a boarding school in Zimbabwe in 1994. The film had an interview with the children, there were 60 of them, in 1994, describing their encounter with aliens who had some kind of communication with them. The children then produced drawings that were nearly identical showing the aliens. Even more impressive, the documentary interviewed the same children and their school master 17 years later, in 2011, and they all recounted the alien encounter. No one said it was a figment of their collective imaginations. These and massive number of other reported encounters from all over the world leads me to believe that intelligent aliens exist. Are they here now? Probably.”

https://www.amazon.com/gp/video/ https://www.amazon.com/gp/video/

xxxxx

A seguir, o que a cosmovisão da Matrix/DNA sugere a respeito:

Para iniciar, é preciso diferenciar a busca por vida alienígena da busca por inteligência e/ou autoconsciência alienígena. Uma arquitetura natural que alcança a complexidade necessária para apresentar inteligência ou autoconsciência não precisa ser “viva”, mas sim ser uma das formas de “sistema” natural.

As sementes para desenvolver sistemas naturais complexos são espalhadas ( provavelmente ao acaso) em todas as galáxias. Porque elas são o genoma das galáxias, ou seja, o produto da evolução das galáxias.

A “vida” tal como a conhecemos no único exemplo que temos á mão, é apenas um nome humano dado aos sistemas naturais que tem sua matéria organizada na forma biológica. E é provável que mesmo na forma biológica existam muitas outras formas de vida com suas muitas espécies que sejam bem diferentes da forma de vida terrestre. Basta lembrar que o átomo central na formação da vida terrestre foi o carbono, porque com seus seis elementos ele é a cópia mais fiel do building block das galáxias. Porem percebemos na tabela periódica que a cada 8 elementos, o próximo na escala imita todas as propriedades do primeiro elemento. Então, se para desenvolver uma vida biológica basta ter um átomo central com as propriedades do carbono, torna-se possível que num planeta os corpos biológicos começaram como base o átomo de Silício, que tem 14 elementos, em outro pode ter começado a partir do Titânio 22, e assim por diante. Como serão as formas dos corpos, haverá ou não respiração, reprodução assexuada, etc, será também resolvida conforme o contexto dos meios ambientes diferenciados.

Portanto é possível que nos deparemos e passemos por alguma arquitetura, microscópica ou gigantesca, que seja um sistema biológico sem nos dar conta de que é um ser vivo.

Esta busca se torna mais difícil porque nada nos garante que apenas os sistemas naturais na forma biológica podem desenvolver os requisitos para expressarem inteligência ou autoconsciência. Como vemos no documentário The Phenomenon, os cientistas constataram em material extraterrestre, átomos ou isótopos com propriedades diferentes de todos os átomos terrestres, o que abre o leque de possibilidades de diferentes sistemas naturais funcionais. Além disso não sabemos quantas formas de organização da matéria são possíveis. Conhecemos os sistemas atômicos com suas características eletromagnéticas, os sistemas astronômicos com suas características mecanicistas, os biológicos com essas propriedades vitais, e só.

Mas se os modelos e cálculos da teoria da Matrix/DNA estiverem próximos do correto, devem existir no mínimo mais 4 ordens de organização da matéria que ainda nos são desconhecidas. E as próximas 4 ordens se tornam cada vez mais complexas que compõem um mundo não captável aos nossos sensores naturais. Assim como nós seriamos a ordem de organização no nível 3 ( ou terceira dimensão) e podemos perceber e atuar nas duas ordens anteriores ( atômica e astronômica), não podemos atuar nas 4 mais complexas por não termos sensores para capta-las ( estas sete dimensões são derivadas das sete divisões ou faixas vibratórias da onde de luz original, sendo que existimos na faixa da luz visível). Isto significa que poderemos visitar e até viver em astros habitados por seres destas dimensões mais complexas e portanto, autoconscientes, que nunca notaríamos sua existência.

Isto nos conduz a uma nova ou terceira explicação do porque não encontramos ainda vida fora da Terra, além das duas conhecidas relativas as diferenças universais do tempo e do espaço. Para outras formas de vida, e de outros sistemas naturais inteligentes que estejam no nosso nível três, é nos impossível nos encontrarmos devido nossa constituição física não superar as barreiras do tempo e espaço. Se tem seres vivos biológicos já inteligentes ( não necessariamente autoconscientes) em outros planetas, mesmo que no sistema estelar mais próximo, nunca faremos contato, porque não poderemos ir lá e eles não poderiam vir aqui.

Mas assim como nós conseguimos descer nas dimensões menos complexas e atuar nelas, assim também é possível que os possíveis seres das dimensões mais complexas possam também, não apenas descerem e atuarem no nosso nível atômico, astronômico como no nosso nível biológico. Com a inquietante possibilidade que eles podem atravessarem estas dimensões e se mostrarem a nós ou se ocultarem na invisibilidade não acessível aos nossos sensores. Inclusive sua tecnologia pode produzir equipamentos que possam aparecer e desaparecer à nossa percepção.

Pelos relatos das crianças os alienígenas estabeleceram contato telepático inserindo uma mensagem que indica serem bem intencionados para com nossa espécie. E pelo relato das autoridades, se os alienígenas tomaram o controle das armas nucleares, provavelmente não é porque elas poderiam prejudica-los, então novamente fica o indicio de que sua intenção nos seja beneficial. Mas temos que considerar a probabilidade de que existam um numero quase infinito de espécies alienígenas, que muitas delas podem vir aqui e que podem se diferenciar em suas intenções.

Eu particularmente acompanho com interesse – mas sem decidir se acredito ou não, ainda – as palestras da neurocirurgiã Dra. Monica de Medeiros e da Psicóloga Margarete (D Ávila…?) que se apresentam como médiuns telepatas transmitindo mensagens de uma extraterrestre que se dia estar na Terra a serviço de uma Confederação Galáctica, apenas mantendo um cordão de isolamento e segurança em volta do planeta impedindo a entrada de alienígenas desenvolvidos tecnologicamente mas sem a contrapartida da evolução ética e moral, ou seja, protegendo a vida na Terra. meu interesse maior é porque nestas palestras ocorrem descrições de aspectos naturais como relacionados a detalhes dos átomos, do nosso corpo, das galáxias, etc., totalmente do desconhecimento das nossas ciências e impossíveis de serem imaginados pelos cérebros das duas humanas. Enfim, neste tema em que não temos certezas racionalizadas de nada, a minha postura é a de apoiar no que for possível as pesquisas por qualquer metodo, seja pelo cientifico acadêmico ou outros. Na selva amazônica me relatavam a existência de tribos que jamais fizeram ideia de que existem mais humanos neste mundo além deles, então imagino o que estão perdendo pela falta desse conhecimento. Apesar de não poder concluir se este desconhecimento no final da história é bom ou ruim para eles.

Quando penso nisso me pergunto se não estou sendo irresponsável. Por dois motivos. Primeiro porque essa pesquisa pode nos conduzir a um contato que pode ser bom ou ruim para nos. Se fosse apenas por mim eu correria o risco com determinação. Mas quando penso que essa pesquisa pode conduzir nossas crianças e espécie inteira a ser escravizada, devorada, ou infectada por vírus alienígena, tendo a recuar e condena-la. Segundo porque devo pensar no bem da raça que contatar-mos; se for tecnologicamente menos avançada que nós, será difícil protege-la contra a monstruosidade natural da aristocracia humana. Não o faço porem baseado no seguinte pensamento: por não saber da existência de outros humanos neste planeta, os aborígenes não perceberam a necessidade de se desenvolverem em armas de defesa e por isso foram colhidos de surpresa e dizimados. E quando temos certeza que existem alienígenas, de alguma maneira, nossa pesquisa pode nos levar a desenvolver as armas de defesa para uma pior eventualidade. Afinal, foi o conhecimento da existência de meteoritos que começamos a desenvolver misseis para destrui-los no espaço antes que atinjam a Terra.