Archive for the ‘The Matrix/DNA Theory’ Category

Os racionalistas que criticam os misticos espiritualistas estão convidados a criticarem a cosmovisão da Matrix/DNA, com fatos.

Wednesday, May 12th, 2021

xxxx

Parabéns pela lógica. Gostaria que você analisasse e criticasse minha teoria, para eu me livrar dela. Reagi com a mesma lógica sua contra a teoria espiritualista, argumentando que ninguém pode se corrigir e evoluir vivendo sob o ciclo da fraqueza e miséria na Terra. Pagar karma? Ora, as prisões não corrigem, tornam-nos mais criminosos.

Porém, apesar de parecer ser puramente lógica, é possível que haja neste mundo e no nosso inconsciente uma lógica diferente e mais logica ainda, que justificaria este nosso nascimento absurdo aqui. Descobri essa possibilidade numa investigação pelo método naturalista, exclusivamente materialista. Trouxe para a mesa todos os fatos e eventos reais conhecidos e comprovados deste Universo e procurei conectá-los sem as místicas e teorias comuns. Quase fechei o quebra-cabeças, mas sobrou apenas um mistério a resolver: o que era aquela onda de luz original no Big Bang? De onde e como veio? Estudando-a no espectro eletromagnético percebi que ela tem uma anatomia, formando um sistema funcional que se expande e se propaga pelo mesmo ciclo vital que faz nossos corpos se propagarem no tempo e espaço. No meu website podes ver como ela se encaixa na função de fórmula criadora de todos os sistemas naturais, de átomos, a galaxias, e inclusive, da unidade de informação do DNA, a qual é em si um sistema funcional. Mas daí tem dois desfechos surpreendentes:

1) As sete faixas ou micro-ondas são como os órgãos do nosso corpo, porém a nível cósmico, estas faixas produzem sete dimensões ou sete realidades porque cada faixa tem todas suas propriedades em um nível deferente das propriedades das outras seis faixas. Um nível de vibração, intensidade energética, comprimento de onda, temperatura, etc., que cria uma realidade que não se mistura com as outras seis, como sendo sete universos paralelos. Isto sugere a possibilidade de que a minha centelha de Matrix/DNA seja “sete-em-um”, cada qual na sua faixa dimensional. Se isto estiver correto, a minha forma biológica tem que fazer o que convém aos sete, que no seu conjunto compõe o Eu, Superior, mesmo que alguma tarefa não me agrade. Por exemplo, se sujei a casa, eu devo limpá-la.

2) No quebra-cabeças apareceu que, quando eu estava na forma de um ancestral remoto, chamado LUCA – the Last Universal Common Ancestor, vivendo longe daqui, usando a dadiva do livre-arbítrio cometi um erro gravíssimo contra as leis naturais e o propósito da existência de qualquer DNA (genoma), me tornando um sistema fechado em si mesmo, o qual se tornou meu inferno, implorando para dele ser libertado ou a morte eterna, porem quem decidiu foram as minhas outras seis partes, que não são culpadas e não querem morrer, e assim decidimos então que eu mesmo consertasse a burrada que fiz. Tenho o modelo teórico, o retrato falado, deste ancestral como sistema fechado, se desfazendo pela entropia cujos fragmentos caíram nas superficies dos planetas criando este tipo de vida no estado de caos e rastejando como sistema aberto, comendo o pão que o diabo amassou, para retornar ao caminho certo. Como fazendo isso seremos libertados, o que é melhor do que a morte eterna, voce nasceu aqui não satisfeito, porém aprovado pelas outras seis partes suas…., pelo seu Eu superior. Aliás esta história foi narrada na forma da parabola do retorno do filho prodigo e depois numa lenda sobre uma tal de queda de um paraíso, porém como não gosto de religiões, desprezei os insights daqueles autores semianalfabetos. Ele não se suicidou no chiqueiro, porque teve enorme saudade de seus pais, então comeu lama e aguentou porque tinha esperança de retornar.

Como até agora ninguém me apresentou um fato ou evento real conhecido que derrube essa teoria, estou suportando comer lama nesta prisão motivado pelo significado existencial que emerge desta teoria: “Somos 8 bilhões de irmãos genes semiconscientes que juntamente com mais bilhões de outros irmãos espalhados neste Universo estamos construindo um embrião de autoconsciência num corpo de luz para nascer além deste Universo no dia do Big Birth. Assim você é – como qualquer gene – o único portador de uma informação específica, intransferível e indestrutível cuja missão é inseri-la na Grande Obra, e de quebra, tens o desejo de ajudar todos os irmãos genes a cumprirem as suas missões, porque se um apenas não o fizer, nasceremos com um aleijão…

Como você pegou no pé dos espiritualistas com exemplar logica racional, imploro-lhe que busque a falha aqui também e apresente o desejado fato que possa me derrubar, pois o que me interessa é a Verdade.

Homenagem da Matrix/DNA e do Google à Mãe Terra no seu glorioso dia

Thursday, April 22nd, 2021

xxxx

Earth Day 2021 Doodle

https://www.youtube.com/watch?v=hAxqygRdM4g

Estrelas são como mães atarefadas em amamentar seus rebentos planetinhas com seu nectar energético e mantê-los- aquecidos e protegidos sob suas longas asas gravitacionais. Não são as meras e horríveis fornalhas nucleares formadas por acaso em nebulas de gazes gélidos como nos ensinam nas escolas, nem ejetadas de buracos negros canibais como creem os mecanicistas. A vida que flui em nós foi herdada naturalmente de nossa Mãe Terra e nossa avó solar, pois existe vida no Cosmos, vida não vem do barro por magicas ou acasos.

Se a matéria do corpo da Terra nos fez com o fantástico fenômeno de nos reproduzir-mos por sementes como as plantas, é porque os astros assim já se reproduziam gestando dentro de si os germes de novos astros, as sementes de novas estrelas, que surgem como luas-babys, crescem como planetas e se tornam supernovas. Assim a Terra está gestando na forma de seu núcleo incandescente o germe que vem se alimentando nas suas camadas-placentas geológicas para nascer como um novo planeta quando ela, mais leve, crescida e amadurecida como Jupiter, estiver se afastando dessa família para brilhar no espaço como supernova e formar sua propria família.

Sabemos que existem dois métodos para gerar células: a primeira foi por simbiose de organelas, mas numa segunda fase passaram a se auto-reproduzirem. Foi a matéria bruta e estupida que inventou essa fantastica engenharia? Não, receberam esse processo das galaxias cujos astros nos primórdios formaram sistemas estelares por simbiose, mas agora se auto-reproduzem, auto-reciclando-se como sistemas inteiros. Os humanos existem a muito pouco tempo, jamais assistiram os bilhões de anos que os astros demoram para se formarem e se desenvolverem, por isso não sabem que a vida veio com o Big Bang, que foi um evento de fecundação idêntico ao primeiro instante do seu corpo neste mundo, e vem fluindo e evoluindo através dos átomos, dos astros que são tão nossos ancestrais como foi a primeira célula. E por isso não zelamos e protegemos com o carinho que as mães e as gravidas merecem esta mãe celestial que não é apenas o planeta dos homens, mas sim um organismo semi-vivo que se chama Gaia! No seu solo eu me ajoelho e com os olhos úmidos de lagrimas peço perdão pelos meus irmãos, porque eles não sabem o que fazem.

A maior homenagem à Mãe Terra foi pintar o seu retrato na figura acima, pois ele revela sua dignidade celestial. Os humanos viveriam abraçados e beijando o solo da Terra se não tivessem trocado o modelo errado geocêntrico de Ptolomeu pelo modelo também errado de Copérnico e descrito pela frieza calculista de newton que ignorava que a Matematica não pode traduzir por completo a anatomia astronômica porque o céu não é meramente mecanicista, existe uma cobertura biológica influenciando-o, com o princípio vital. Algo dessa influência vital foi detectada por Einstein que a acrescentou ao modelo Newtoniano, mas Einstein ainda não captou tudo por isso acrescentou coisas que não existem. Nós amaríamos mais e protegeríamos nosso planeta dos maus humanos se não fossemos místicos com imaginação infantil elaborando modelos teóricos cosmológicos equivocados. Este misticismo que divide a História da Evolução universal em dois blocos – evolução cosmológica e evolução biológica – sem nenhum elo evolutivo entre eles, e por nos separamos do nosso Cosmos onde não existem separações e ficaram perdidos sem nunca descobrir de onde e como a vida surgiu aqui. Assim como nossos pais não criaram do nada e por magica a vida em nossos corpos, assim também não fez este planeta: a nossa vida veio de dentro e do genoma do nosso sistema astronômico. Da mesma forma acreditam que esta fantastica engenharia do ciclo vital – que faz seu corpo mudar de formas desde a morula até o adulto – e crescer se se desfazer, surgiu do nada nos sistemas biológicos. Não, … esse processo vem do Cosmos e os astros como nossa mãe Terra também nasce, muda de formas, tal como se vê na figura, pois ela é tão nossa genuína ancestral como o são as espécies da nossa ancestralidade longínqua que ainda existem ao nosso redor. Mas vai aqui um alerta: não estamos revelando a Verdade, apenas propondo um novo modelo teórico porque cremos que este tem menos erros e produz no humano um comportamento mais favorável ao nosso planeta.

Frases preferidas pela Matrix/DNA

Sunday, March 28th, 2021

“A primeira condição para modificar a realidade consiste em conhece-la.” – Eduardo Galeano

Justamente o que pensei na juventude quando decidi que não suportaria o que a humanidade fez e estava fazendo de sua existência, então fugi para viver isolado no meio da selva. Lá tive a intuição de que o mundo urbano era artificial e falso, e assim essa mentalidade gerada e crescida nele. Decidi que investiria o que me restava da vida na selva investigando na natureza bruta e virgem a visão ou interpretação do mundo que gerou essa mentalidade. Então na investigação comecei a perceber que as interpretações humanas dos fatos e fenômenos e eventos naturais estavam erradas, fora da realidade. Se consertassem essas interpretações, sincronizando-as com a realidade, deveriam mudar a mentalidade doentia. Então tinha que levantar e provar que novas interpretações eram mais racionais, mais logicas, mais de acordo com as experiências reais humanas, tinha que mostrar os absurdos nas velhas interpretações ( como a inexistente separação dos sistemas naturais em vivos e não-vivos, etc.) , desconstruindo a velha cultura milenar. Assim surgiu e se desenvolveu a cosmovisão da Matrix/DNA. De fato, antes de mudar o mundo humano, e para mudar o mundo humano, é preciso antes conhecer a realidade. Parabéns, Mr. Galeano.

O efeito Dunning-Kruger… e o efeito Kruger-Dunning (ou efeito Matrix/DNA)

Monday, March 22nd, 2021

Geralmente, arrogantes PHDs, ficam abismados com a desinformação do outro que vem de fora do colégio, sem ter conhecimento das informações que o outro tem… (Louis Morelli)

Este tema me foi inspirado numa conversa no Instagram. Um comentador postou o seguinte comentário ( que foi copiado da Wikipedia):”

efeito Dunning-Kruger é um fenômeno que leva indivíduos que possuem pouco conhecimento sobre um assunto a acreditarem saber mais que outros mais bem preparados, fazendo com que tomem decisões erradas e cheguem a resultados indevidos; é a sua incompetência que restringe sua capacidade de reconhecer os próprios erros. Estas pessoas sofrem de superioridade ilusória.

Ele escreveu isso para reforçar uma frase que era assunto do debate, do romancista Willian Golding:

” Eu fico abismado com a facilidade com que pessoas desinformadas chegam a certezas, a opiniões inflamadas quando não tem qualquer base para julgamento”

Bem… isso tudo me levou a lembrar uma situação comum que tenho enfrentado quando falo da cosmovisão da Matrix/DNA. Sei que os acadêmicos e seus estudantes, ao iniciarem a me ouvir, imediatamente julgam que estão na frente de um individuo semianalfabeto, desinformado, sem nenhuma base real para sua crença.

Em seguida me vem na mente uma frase: ” A arrogância de todas as academias de cada época” “

Mas sempre que vou citar a Matrix/DNA faço questão de avisar que não se trata de ciências acadêmicas, que não é uma teoria cientifica tal como entendido na academia, que não tenho certeza da realidade ou comprovação da teoria, portanto não defendo-a com opiniões inflamadas. E a seguir puxo os interlocutores para ter como base do debate apenas os fenômenos reais naturais, limpando-os de teorias e interpretações humanas. Mas ai ocorre que eles respondem fugindo do fato real que aponto e apresentam papers de outros fatos mais distantes, os quais engrossam o cabedal de suas visões do mundo.

Por exemplo, quando mencionei a um acadêmico as sugestões resultantes das formulas da Matrix/DNA explicando porque existem e porque adquiriram a forma que tem hoje, as mãos humanas, eles não ouviram, não prestaram atenção no que dizia e puxaram os papers da biologia evolucionaria trocando o fato “mão” pela palavra abstrata “evolução”, a qual não era no momento representada como fato ou objeto real. Sim, concordei, a evolução explica isso, mas não pelos mecanismos da teoria da evolução darwiniana que trata da evolução biológica apenas se esquecendo da evolução universal. “As mãos são como são devido ao longo processo da evolução… que tenham a mesma forma da unidade de informação do DNA e que na sua forma imita um quadro de uma mulher barriguda dando luz a um baby mindinho, e depois os outros 4 dedos se assemelharem em função com as outras formas do corpo humano , são meras coincidências, baboseiras, nada tem a ver com ciclos vitais, auto projeção genética, etc. Retruco que não entenderam, que de fato a forma das mãos nada tem a ver com o ciclo vital do corpo, mas tanto a mão como o corpo foram feitos pelo mesmo agente, cujo metodo de fazer suas coisas vem de uma formula que constrói as peças como um sistema que é por sua vez construído pelo processo do ciclo vital, e portanto tanto a amo como o corpo estão revelando um criador comum… eles não respondem porque já não estão mais ouvindo. E assim morre o diálogo, eles continuam especializados na certeza de que as espécies criaram s mãos humanas pelo simples adaptar de suas necessidades. Se eu responder que não pode ser isso porque se fosse nossas mãos teria o formato mais eficiente de polvo com tentáculos e não estas mãos… eles não estão mais ouvindo-me.

E eu me pergunto quem realmente é o desinformado aqui? Não será aquele que fica abismado com a desinformação do outro porque esta desinformado sobre quais informações o outro tem? Seguindo este pensamento me veio a lembrança do dualismo natural e postei o seguinte comentário:

” Você está justamente cometendo o erro que críticas, Mr. Golding, julgando as bases de outros sem conhecê-las. Você deve saber que esta Natureza e’ dualística. Então porque não fizeste a pergunta: qual o oposto do efeito Dunning-Kruger? Qual o efeito Kruger-Dunning? Não existem especialistas humanos em fato ou evento natural algum, porque todos se estendem para campos desconhecidos e são afetados por estes campos. Ex: uma pedra e o campo magnético terrestre ou os raios cósmicos. Apenas outro exemplo: os especialistas do sistema geocêntrico ensinando nas escolas medievais começaram a ser questionados por outsidders que sem os recursos dos especialistas perceberam ou intuíram o sistema heliocêntrico tendo por base suas experiências do dia a dia. Devagar com o andor, meu caro,…

Suspeito que quando Darwin apresentou sua teoria aos teólogos logo viram nele o efeito Kruger… Assim deve ter acontecido com Mendell e suas ervilhas, o que fez sua obra ser relegada ao porão de uma biblioteca empoeirado por 60 anos… não será o caso da Matrix/DNA se ela estiver muito errada…

O clitóris e a anatomia do pênis partilham a mesma origem embriológica e cosmológica

Friday, March 19th, 2021

O clitóris e a anatomia do pênis partilham a mesma origem embriológica.

Pense fora e além da doutrina educadora que doutrina você.

A pergunta racional ao ver isso é: Como e de onde a Natureza tirou a ideia para fazer isso, essa fantástica engenharia?

O procedimento correto é buscar a resposta onde? Ora, claro, na Natureza, e no tempo passado anterior de quando ela criou isso. Como Ela não é magica, os ingredientes e os processos, mecanismos, para criar isso tem que estarem presentes nela mesma no momento e estado do mundo daquela época.

Como estavam estes dois órgãos na primeira célula, hermafrodita? Pelo que sei ninguém buscou porque a doutrina impede raciocinar com a lógica natural, então está aí sua oportunidade de pesquisar como cientista ou apenas filosofo pensador.

Em seguida, quais eram as substâncias, as forças naturais e as arquiteturas naturais existentes a 4 bilhões de anos que já tinham em si todas as informações para criar isso? Tinha um planeta dentro de um sistema solar dentro de uma galáxia. Onde estavam os protótipos do pênis e do clitóris? Ninguém perguntou isso, você terá muito trabalho a fazer.

Eu tentei fazer tudo isso e cheguei a surpresas estonteantes. Primeiro, você vai notar que os modelos teóricos astronômicos, as teorias das origens e funções dos astros, etc., ensinadas nas escolas estão todas erradas porque estes modelos não poderiam ter produzido os sistemas biológicos, aka, a vida. É como o modelo geocêntrico nas escolas medievais estava todo errado. A evolução começou com a origem do Universo e não na Terra. Tudo que existe de fenômeno natural veio sendo desenvolvido passo a passo desde o Big Bang.

Resumindo, meus resultados indicaram como protótipos do pênis e do clitóris era um mesmo fenômeno natural (no meu website tem artigos explicando os pormenores): gigantescos vulcões em planetas velhos chamados de pulsares emitindo magmas que continham as informações do astro que se tornavam cometas e depois os espermatozoides. O órgão feminino veio do vórtice nuclear que se forma em toda nebulosa estelar e que gera as sementes dos novos astros, tudo igual nossa embriogênese. E daí por diante, ao se ver a luz clara do mundo com os olhos puramente naturais e a razão pura construída pela Natureza, muda sua mente totalmente. As Ciências Humanas ainda está aí toda para ser corrigida e desenvolvida. Você se habilita?

Uma fração do Grande Pecado Original no DNA de cada ser humano

Wednesday, March 17th, 2021

xxxx

Albert Camus:

“Quando formos todos culpados, será a democracia.”

Louis Charles Morelli:

” Onde todos são culpados, todos forçosamente aprendem a não repetirem o mesmo erro da culpa. E o princípio da autocura. A Humanidade (e esta biosfera inteira) hoje, é o produto de um grande equívoco do seu livre-arbítrio quando existia na pele de um único antepassado bilhões de anos atrás.

Foi o maior erro, a maior transgressão que se pode cometer contra as Leis Naturais deste Universo: o extremo egoísmo tornando o ser num sistema fechado em si mesmo, fechando as portas `a sua própria evolução. Descobri isso ao focalizar a ponta última do DNA de hoje e descer na sua história vendo a evolução ao reverso, e assim cheguei neste ancestral, vi a sua Queda, justo como sistema fechado, e como caiu na superfície deste planeta na forma de micro-organismos.

Hoje cada humano tem uma fração (0,0000001%) do total desta culpa registrada no DNA. Assim todos enfrentam os maus efeitos dos outros 99% do erro que está no resto dos humanos, e ao se indisporem contra cada fração do defeito em outro humano, no fim acabam por odiar o defeito inteiro, e quando isso acontecer, todos serão desinfetados, exorcizados, e assim livres novamente para reencetar sua evolução suprema. Mas também todos tem sua fração do Acerto, da Verdade, que veio da nossa Fonte Geradora. E isso foi descoberto por um método logico, racionalista…

O Fio da História Universal

Sunday, March 7th, 2021

xxxxx

This image has an empty alt attribute; its file name is image-2-1024x390.png

1) Este aglomerado de células galácticas chamado Universo funciona como uma placenta no meio da qual está ocorrendo um processo de reprodução genética de um sistema que deflagrou num evento de fecundação chamado Big Bang;

2 )Tendo como coordenadas o tempo e o espaço, o sistema-filho a ser gerado deve seguir o fio normal da gestação (linha azul), que é a sua evolução. Porem, quis o sistema criador que o filho não fosse mera cópia ou mera projeção submissa de si mesmo, então dotou-o desde seus genes (a Matrix/DNA), com o livre-arbítrio, para modelar sua própria forma e seu mundo;

3) O sistema-filho (linha vermelha) vem evoluindo pelo processo do ciclo vital que o transforma em novas formas, tendo iniciado na forma de sistema atômico numa realidade eletromagnética, depois sistema astronômico numa realidade mecanicista, a qual erroneamente se tornou um sistema fechado em si mesmo e foi salvo pela entropia, caindo na forma de sistema biológico para recomeçar sua evolução. Hoje somos trilhões de genes espalhados em todo o Universo construindo esta nova forma do sistema, a forma autoconsciente. Um sistema natural onde todos os genes se tornam uma só personalidade autoconsciente, com corpo de fluido luminoso nascerá no grande dia do Big Birth..

O Fio Da História Universal

Existe alguma lógica na existência deste Universo e nossa existência? Encontrei uma possível, pense nela

Sunday, February 21st, 2021

Na minha opinião de autodidata não acadêmico, existe neste Universo uma lógica, e apenas uma. Ela teria se manifestado no meio do caos pós-Big Bang”, como uma força natural imbuída de um “Princípio da Ordem”, o qual deflagrou a avalancha desta longa cadeia de causas e efeitos (que já conta 13,8 bilhões), interligados, construindo sistemas naturais com interiores ordenados, da qual seu último produto mais complexo nesta nossa região do tempo e o espaço é o sistema cérebro humano. A lógica se revelará quando descobrirmos o processo aplicado nessa evolução dos sistemas ordeiros. No processo sabemos que existe uma lógica (complexificar o simples inicial até que essa complexidade se torne autoconsciente: é o que os fatos reais nos demonstram aqui e agora). Se houver ou não uma inteligência no comando deste processo, vamos deduzir da qualidade da lógica extraída dele. Efetuando minha investigação particular por um método (anatomia comparada entre todos os sistemas naturais conhecidos, de átomos a galáxias a células e cérebros) resultou na indicação de um processo universal: reprodução genética. Ou seja, este Universo de células galácticas está imitando uma placenta cósmica onde está ocorrendo um processo de reprodução genética (também chamado computacional) daquilo desconhecido que deflagrou o Big Bang como um evento de fecundação. Pois existe uma fórmula essencial (como o DNA é para os sistemas biológicos) comum desde átomos a galáxias a vivos que vem evoluindo com as mesmas características dos ciclos vitais, e atuando como um genoma universal. Que a autoconsciência tenha se expressado neste estágio ainda embrionário indica que a coisa desconhecida seja autoconsciente. Que a lógica consiste em construir e complexificar sistemas naturais, deduz-se que a coisa desconhecida seja um sistema natural. E que a reprodução genética não requer nenhuma intervenção de inteligência, sendo um processo puramente natural transmitido entre os corpos dos reprodutores, a coisa desconhecida deve ser natural, um sistema, e autoconsciente. Que se reproduz sem aplicar lógica apesar de que na Natureza o processo de desenvolva sob uma lógica. A esta teoria, desta lógica, nomeei como “Teoria da Formula Universal Matrix/DNA dos Sistemas Naturais e Ciclos Vitais”

( Extraído do post que publiquei em 21/02/2021, no QUORA, no link:

https://pt.quora.com/q/filosofiapura

relativo a questão: O que é a lógica? )

Explicação da existência, forma, funcionalidade, de plantas terrestres, pela Matrix/DNA Theory

Friday, January 22nd, 2021

Nenhuma descrição de foto disponível.
Monotropa uniflora ( cachimbo indiano), Imagem: Foto / Fonte: Nance Noel / Gardening Know How

Cachimbo indiano (Monotropa uniflora) é definitivamente uma das maravilhas estranhas da natureza.

Por não ter clorofila e não depender da fotossíntese, esta planta branca fantasmagórica é capaz de crescer nas florestas mais escuras.

Muitas pessoas se referem a esta planta estranha como fungo de cachimbo indiano, mas ela não é um fungo – apenas se parece com um. Na verdade, esta planta com flores é membro da família do mirtilo.

Sugestão da Matrix/DNA Theory:

Nada mais, nada menos, que a materialização da função sistêmica n.1. Ou alguém acredita que a matéria estupida deste planeta criou isso, e do nada? Neste caso da Monotropa, por ser uma das primeiras formas surgidas como sistema biológico terrestre, ela imita fielmente e geneticamente, as formas do seu ancestral e criador direto, que foi este sistema astronômico (veja a fórmula universal dos sistemas naturais). Neste ancestral a Função 1 é executada no núcleo do sistema, onde tem um vórtice rotacional ( a que teorizam erradamente como buraco negro), envolvido por um quasar. Os nutrientes vêm dos cadáveres estelares e entram no vórtice cônico pela sua base; por isso essa planta necessita apenas dos ingredientes químicos que vem do solo entram pelas suas raízes. O quasar é constituído pela poeira estelar que circunda o vórtice e brilha intensamente devido a luminosidade vinda do vórtice. A planta reproduziu tudo isso fielmente, tornando o quasar em as pétalas do copo, e são brancas imitando a brancura do quasar. Simples reprodução genética com mutação ambiental na passagem da Evolução Cosmológica para a Evolução Biológica…. (Matrix/DNA Theory)

Veja a formula, a F1 entenda:

Formula Universal dos Sistemas Naturais, na forma de diagrama software.

Post no Facebook: Parece cultura inútil, mas sem esse conhecimento não vamos nos livrar da lei do karma. A nossa liberdade virá pela expansão da nossa consciência. mas para expandir a consciência precisa ser alimentada, como alimentamos o estomago. E qual o alimento que a consciência aceita e digere? Ora, ela está aqui para aprender como funciona esta dimensão material, este universo natural. Então ela só aceita e digere informações reais sobre este mundo natural, ela vai transformando estes bits-informação em bits-consciência. os humanos batem os olhos numa planta como essa, admiram sua beleza, sentem a estranheza que emana dela, mas ficam nisso. É preciso saber muito mais sobre ela, de onde veio, como veio, porque foi feita assim, qual o significado de sua existência etc. E não existe método mais indicado para se obter todas estas informações que a consulta ao oraculo fantástico que é a fórmula universal de todos os sistemas naturais…

Evolution: The fight against the moral values produced by the belief in Darwinian Theory

Friday, December 25th, 2020

xxxx

Question: Am I irrational for not believing in Evolution (common descent), why or why not? (I don’t)

Suggestion from Matrix/DNA Theory: – No, it is not irrational don´t believing in this human theory of evolution. Sure, it is totally incomplete, in the way that prejudices our world view, hence, our behavior. The common descent not lived at Earth: it was the evolutionary link between this astronomic system and the first biological system. There is no separation between Cosmological and Biological Evolution. There is a unique universal natural process of evolution, with seven variables/mechanisms and not only the three variables pointed out by humans (VSI – Variation, Selection, Inheritance… is a poor understand and knowledge of universal evolution). But, the Matrix/DNA Theory is a human production, which discovered these holes in Darwinian Theory and The New Synthesis, it is almost reaching the whole history..

Question from Jason Harris : Could just be ignorant to the overwhelming amount of evidence gathered in its favor over the last 170 years and no competing theory to be seen with greater explanatory power. It would be irrational to know those things and then deny the reality of evolution. Why not?

Matrix/DNA Theory – The explanatory power is great but limited to a few sequences of mechanistic processes, limited to Earth materials and limited to the last millions of years. The theory need to be expanded to the whole Universe, its 13,8 billion years, and searching the effects of those invisible dimensions. With an analogy we can understand the point: Imagine microscopic intelligent microbes living inside a pregnant human, watching the transformations from morulae to fetus, to embryo. he will be able to be describing the mechanistic process inside the chemical processes, but only that. He knows nothing about the leaving human body driving the process, he doesn´t understand the genetic code, etc. We, humans, are microscopic microbes watching a sequence of events of transformations of a universal system that is coming from the Big Bang and we doesn´t know the whole thing producing this process. Atoms are our ancestral like bacteria are, but our theoretical models of atoms does not reveal the biological principles that must be there ( which I think are the responsible for the weirdness of quantum dimensions). The microbe in the womb is deluded, thinking that he is watching evolution, but we, humans knows that it is merely a process of reproduction. So, who are able to tell that this universal process of simplest towards complexity is evolution and not merely reproduction ( of the thing behind the Big Bang, for instance)?