Archive for the ‘Social Systems’ Category

Um novo ego, uma nova mente pós-pandemia ou, o segundo e talvez definitivo ceifador

Tuesday, February 2nd, 2021

Pensamento baseado na reportagem:

‘A big issue’: Unemployment aid backlog is dire for millions of Americans

https://www.nbcnews.com/news/us-news/big-issue-unemployment-aid-backlog-dire-millions-americans-n1256358

Milhões de americanos surpreendidos no desespero da pobreza (enquanto crescem as fortunas dos bilionários). Bilhões de pessoas no mundo todo vendo suas posses diminuindo. Pessoas respeitadas como cidadãs e religiosas, estão desempregadas ou falidas em seus comércios, com muitos meses ou ano sem receber um centavo, sendo obrigadas a procurarem os veículos distribuindo caixas de alimentos… A Dona Mary Proffit, com 64 anos, DEMITIDA DO RESTAURANTE ONDE TRABALHAVA, com um filho incapacitado e um pai doente, confessa que como ela, vários amigos começam a pensarem…EM SUICIDIO! Toda a poupança que tinha ajuntado numa vida de trabalho… acabou, faz um ano que não vejo entrar um centavo!

Como analisar estes fenômenos, onde estão suas causas mais profundas? Creio ser obvio que a primeira causa a vir à mente de qualquer racional, sem análise nenhuma, e´: este povo estava vivendo de maneira errada, antes da pandemia. Estiveram errados a vida toda sem o perceber…?!
Isto significa que não possuem as corretas e necessárias informações sobre o mundo real, como funciona esta Natureza que suporta e mantem seus corpos funcionando… O que implica que o tipo de sistema social em que vivem e suportaram, alimentaram, durante sua vida, não é o sistema social sincronizado com o funcionamento deste mundo real.

Então antes de continuar a análise focada no individuo humano, vejo que é preciso ir mais fundo, analisar o que está acontecendo na mente humana que deveria ser o elo entre o humano e esta Natureza. Um elo que entenda que a Natureza tem a força e o poder, portanto, uma mente inteligente buscaria modelar e ajustar o corpo às forças e regras da Natureza, e não o contrário. A doença então está nisto que se deu o nome de “ego”.

Pois não adiantaria analisar o comportamento humano, o sistema social, buscando o que este corpo fez de errado e elaborando a receita para consertar. Fez de errado em relação a que? De onde vem as forças que estão punindo estes corpos, mostrando que as forças diminutas destes corpos estão se movendo contra a verdadeira força que reina aqui? Forças de invisíveis dimensões, de alienígenas, de deuses acreditados por mentes humanas? Não, a punição vem na forma de escassez de recursos materiais naturais, de mecanismos e processos naturais contrários aos mecanismos e processos ocorrendo nos corpos humanos, ou seja, as doenças.

O problema fundamental está no elo, no ponto de conexão entre o humano e sua poderosa autoridade, sua Natureza. Este elo, que é mental humano, está totalmente enganado, ignorante, do que é na realidade e como funciona de fato esta Natureza.
Mas, tenho certeza, o leitor comum que estivesse lendo este texto, a estas alturas estaria incomodado: ” Ora, o autor me vem com um título destes – milhões de americanos, bilhões de terráqueos – que como eu, pensavam ter uma vida segura, de repente se encontram na rua da amargura, no desespero, a ponto de pensarem no suicídio como melhor alternativa. E ao invés de focalizar o problema, que é falta de dinheiro, e apontar uma solução, que tem de ser a provisão deste dinheiro, ele se descamba e cai na filosofia barata que não tem nada a ver “!

E eu responderia. ” Pronto! Você está mostrando como sua mente, esse elo entre seu corpo e o mundo real está totalmente perdida, fora de rumo, diria mesmo, irracional. Ok, então vamos praticar soluções drásticas como inflacionar a economia mandando a maquininha fabricar este dinheiro, ou vamos tomar na marra o dinheiro que está nos bancos e pertencem aos ricos e dar para essa população… Esta seria a solução sensata, inteligente? Claro que não, apenas apressaria uma segunda mortal onda de pobreza, seria apenas adiar a tragedia de agora para uma maior tragedia em breve. A força punitiva que está atuando vem de causas primeiras que a acionaram, e não destas consequências que voce está focalizando, estas são a reação oposta que vem de quem tem o poder, e voce não vai mudar a ação de quem tem o poder.”

Então o que qualquer humano sensato que está preso pelo isolamento sem estar neste desespero passando necessidades e tendo tempo deveria agora fazer imediatamente? Buscar todos os outros em situação igual a sua para uma teleconferência abrangente se consultando como e onde as suas mentes humanas vieram erradas antes da pandemia. Para tentar disciplinar essa mente, para que, pós-pandemia, não fabrique para si outra tragédia breve.

Vamos pôr na mesa todos os fatos e eventos reais conhecidos sobre o mundo real, principalmente esta Natureza imediata que é essa biosfera, e mais a seguir, este planeta? Como eu fiz quando descobri que existe uma diferente interpretação do mundo que ninguém ainda pensou, a qual denominei de ” cosmovisão da Matrix/DNA”? Vamos reestudar estes fatos, tentando montar o grande quebra-cabeças do quadro geral para ver a real cara desta Natureza? E montando o quadro geral da Sua anatomia, vamos buscar descobrir como tudo funciona? Para, apenas então, colocar na mesa todos os comportamentos humanos, como funcionam os humanos e seus sistemas sociais, para então comparar os dois quadros – humano e Natureza – detectando os pontos de conflito?

Está bem, entendo que pouquíssimos teriam a paciência e a motivação para fazer tudo isso. Então vamos ensaiar a busca da solução começando por um lado mais fácil? Vamos fazer uma lista dos comportamentos humanos conhecidos agora e que sabemos não baterem com o que essa Natureza fez aqui e no Cosmos? Enquanto deixamos o trabalho árduo de buscar as causas primeiras na realidade mais profunda, para os filósofos e cientistas, vamos fazer esta lista e tentar conseguir número para tentar fazer valer novas regras sociais? Isto pode produzir mu danças nos humanos que satisfaria a Natureza por algum tempo, antes que ela dispare um segundo ceifador e acabe com nossa raça definitivamente. Vamos a lista e vou já abri-la sugerindo alguns itens:

1) Impor mesmo um controle da natalidade: nenhum homem e mulher pode ter mais que dois filhos. Se tiver será obrigado a trabalhar duro para pagar o Estado que assumirá a criação das crianças excedentes;
2) Impor boicotes econômicos que evitam as fortunas criadas no nível horizontal, ou seja, que se amplia abocanhando mais territórios e propriedades afins. A riqueza pode ser construída verticalmente, dentro do seu lote de terra, ou seja, desenvolvendo sua tecnologia. A luta gerada pelo desenvolvimento horizontal de riqueza tem sido a causa da maioria das cenas de conflitos entre humanos e de prejuízos a evolução da maioria dos humanos;
3) Conter o consumismo principalmente do supérfluo. 8 bilhões de humanos não podem construir 8 bilhões de mansões e paraísos privados neste limitado planeta, então que se proíba a construção de mansões e seus supérfluos, as quais são buracos negros por onde tem se esvaído os produtos da energia no trabalho humano;
4) …. este, e os seguintes itens, é para vocês.

Os que não encontram justificação na tese de que a humanidade de agora para a frente não poder ser a mesma humanidade de antes da pandemia… que continuem suas vidas, é a liberdade de cada um… Os que se convencerem que tem que ocorrer esta mudança, ao menos, pensando nos seus filhos e próximas gerações, tem que buscar os outros convencidos e iniciar este movimento com toda energia, e rápido. Pois sabem que uma força pequena se movendo ao caso sem rumo e controle dentro de um sistema maior será destruída por esse sistema. Pura termodinâmica natural.

Meritocracia. Como e porque a Natureza produziu este fenômeno?

Saturday, January 30th, 2021

Debate no Instagram: https://www.instagram.com/p/CKpNuzpjxkO/

A meritocracia no tipo produzido pelos humanos tem sua causa em relação a este planeta ( e não em relação ao Cosmos) no fato desta biosfera, aka “vida”, ter sido criada pelo estado de caos, e não o estado de ordem, da Natureza. Deste caos e da selva os humanos saíram divididos entre os instintos de grandes predadores, médios e presas. A meritocracia social moderna é muleta justificadora para a consciência dos ricos predadores na sua manutenção da sua dominância. Para eles é um direito divino, como o leão se acharia no direito de ter o filet porque foi escolhido e feito assim pelo divino. Um planeta onde a vida transcendeu o estado de caos e reina a fraternidade, os méritos são ofertados amavelmente pelos que não se sacrificaram aos que se esforçaram em determinado aspecto do beneficio social.

iorran_io:

@caze.miro Ou algum sistema de “igualdade”. Náo que isso signifique muita coisa, mas sou biologo, e a história evolutiva mostra que as espécies apenas evoluem quando grupos/individuos lutam pelo seu, em nenhum lugar pode-se encontrar espécies multicelulares em que todos os individuos tenham recompensas e chances iguais dentro do ambiente onde habitam. Se fossem todos iguais, sua evolução simplesmente se estagnaria. kkkk

louischarlesmorelli's profile picture

louischarlesmorelli:

Você transpira neste texto o instinto de predador. Por isso o seu “kkkk” e prova disso foi o seu privilégio a universidade. Você descreveu bem a realidade de uma biologia terrestre sob o estado de caos, mas sem a consciência que temos de transformá-la se queremos evoluir. O instinto predador não quer mudar nada, típico dos conservadores. O problema destes biólogos nascidos e doutrinados pelos construtores do curriculum e visão do mundo escolar é que são mantenedores do estado animalesco herdado dos ancestrais irracionais. O que mantem o caos produtor da biosfera prejudicando o levantamento dos fluxos do estado transcendente da ordem. A arrogância destes doutrinados é insuportável, acreditam que sabem tudo com este cérebro tão pequenino e primitivo. Esse kkkkk é a expressão inconsciente e irrefreada da sua crença na sua superioridade dentro do grupo de comentadores aqui.

Anarquismo e liberais: experiência fracassada do Free Town Project

Monday, January 18th, 2021

Baseado no artigo:

Libertarians Took Control of This Small Town. It Didn’t End Well.

A new book shows the troubling consequences of Grafton, New Hampshire’s anti-government experiment.

by Elizabeth Austin

https://washingtonmonthly.com/magazine/september-october-2020/libertarians-took-control-of-this-small-town-it-didnt-end-well/

Tem um grupo que deseja viver numa comunidade que chamam de “livre”. Seria sem governo, principalmente para eliminar os impostos. Ninguém diria a ninguém como viver, o que fazer. Exemplares da classe média de todo o pais se uniram e tentaram montar essa cidade onde havia já um protótipo com 2.000 residentes, Grafton, em New Hampshire. Vestiam-se excentricamente, cabelos de todas as pinturas e formas, etc. Eliminaram a prefeitura e os impostos que era 1,5 milhão de dólares, reduziram para 1 milhão gestado pela comunidade para pagar serviços essenciais, como coleta de lixo, agua, etc.

Mas não deu certo, os liberais e anarquistas v foram voltando para seus antigos lugares, om projeto fracassou. A história foi relatada num artigo ( ) e num livro, A Libertarian Walks Into a Bear , de Matthew Hongoltz-Hetling. .

Como a nossa nova cosmovisão, resumida na Teoria da Matrix/DNA, sugere tambem uma nova forma da humanidade se organizar em sociedade, diferente deste projeto, este experimento nos serve de teste e comparações. A primeira coisa que notamos no projeto que o tornaria inviável a ser implantado em todos os lugares, é a questão da divisão das propriedades, da terra. Neste projeto os exemplares da amostra tinham dinheiro para chegar já sendo dono de terra, mas 90% da humanidade não tem e as terras já estão ocupadas. A outra falha, é que acho que pensaram apenas nos prazeres, nos direitos, e se esqueceram do trabalho duro, dos deveres. Por isso, cada qual desenvolveria seu método para se sustentar, cada um por si, enquanto no projeto da Matrix/DNA todo o consumo seria organizado numa cooperativa e a produção seria trabalhada por todos, desde a produção do alimento, das moradias, do sabonete e das fabricas socializadas de aviões…

Vale a pena registrar aqui os links e nome do livro para responder e indicar nos debates com os anarquistas e liberais que criticam meu modelo, e para buscar lê-los se tempo houver.

Economia: Novas informações e surpreendente insight sobre a psicologia do humano predador

Friday, January 8th, 2021

Segundo este livro e artigo com link abaixo, o Nobel laureate James Buchanan é o principal mentor do 1 %. Ele tem um pensamento muito curioso. Algo como: “os ricos proprietários se veem o tempo todo como presas, vitimas, enquanto a maioria, o povo, é o predador. Todo humano quer lhes tomar os bens materiais e se puderem, se conseguirem força pela sua multidão, de fato eles atacam e nos eliminam para tomar o que temos.” Para evitar isso não pode haver governos fortes, e daí surge a bandeira do moderno liberalismo. I principal propagador e financiador dessa bandeira seriam os irmãos Koch. Vale a pena reler o artigo e ler o livro, pois é uma informação inédita.

Eu já devia ter desconfiado disso, pois ” quem vê o mal onde ele não existe, está projetando nos outros o mal que tem em seu coração”. Quer dizer, o cara é predador, atua como predador, mas ele é inconsciente disso, e inconscientemente projeta o instinto predador sobre o rebanho das presas, ou que estão atuando como presas. Como estes predadores se auto-definem? Como “makers”, empreendedores, e os outros todos são parasitas. Agora entendo muito do que não entendia no comportamento obsessivo contra socialistas, esquerdistas, etc.

Meet the Hidden Architect Behind America’s Racist Economics

By Lynn Parramore

MAY 30, 2018 / Institute for New Economic Thinking

https://www.ineteconomics.org/perspectives/blog/meet-the-economist-behind-the-one-percents-stealth-takeover-of-america

Dollar Street: Website nivelando famílias de todos os países, pelo status social. Evidencia da teoria predador/presa da Matrix/DNA

Monday, December 28th, 2020

Website: https://www.gapminder.org/dollar-street

Vídeo de apresentação da obra no próprio site e no TED.

Elogiável humanístico trabalho – iniciado e dirigido pela sueca Anna Rosling Rönnlund – mostrando detalhes da vida de famílias em todos os países, de todos os níveis de renda, leva à conclusão que não são as diferentes mentalidades e culturas dos povos que diferenciam o destino de cada humano, e sim, simplesmente, seus status social. Ou seja, a casa e nível de vida de uma família da Etiópia que tem renda mensal de U$ 6.000 (seis mil dólares) é em tudo igual ao de outra família em qualquer parte do planeta que tem a mesma renda mensal. Assim como as famílias que estão no nível de 200, 400, ou 1.000 dólares mensais. Recebeu o nome de Dollar Street porque o método supõe uma única rua onde moraria todos os tipos de famílias, sendo que á esquerda seria os mais pobres, no meio as classes médias e á direita os mais ricos.

Isto vem provar e reforçar ( ao menos é inegável evidencia) a tese da humanidade ainda se dirigindo pelos instintos determinantes do poder no habitat herdados dos animais irracionais. Culturas, religiões, sistemas sociais como capitalismo ou comunismo, etc, são tudo conversa para boi dormir, nomes e símbolos inventados pela conveniência dos predadores em justificar e manter a divisão de poder nas sociedades.

Registramos aqui esta excelente fonte de informação que serve como argumento para minha teoria e para profundas pesquisas sobre o estado geral da humanidade atual.

Abelhas: robots da Matrix como alerta e lição para a Humanidade

Monday, September 28th, 2020
zangão abelha

Um artigo recente na Socientifica, com link abaixo, revela mais uma propriedade surpreendente das abelhas. E com ela vem um manancial de novas aprendizagens sobre o que é e como funciona este mundo.

Tanto a montagem pelas abelhas, de um sistema social no modelo de uma maquina automática perfeita, quanto cada comportamento inteligente impressionante, conduz um humano a se perguntar como um cérebro quase inexistente consegue tais façanhas. Mas apenas fica sem o entendimento racional sobre as causas de cada detalhe das abelhas e do seu sistema social quem desconhece a cosmovisão da Matrix/DNA. Esta sugere uma formula natural que tem funcionado como “O Principio Organizador da Ordem Física Sobre as Forças e Elementos Naturais no Caos”. Vemos esta formula como o template, a fôrma que modela sistemas astronômicos, sistemas celulares, sistema de informação do DNA, sistemas atômicos e por fim fomos encontra-la encriptada numa onda de luz original emitida junto com o Big Bang. E esta formula explica tudo sobre abelhas, assim como tudo que existe de material neste Universo.

Esta formula vem evoluindo no seu aspecto material, tornando-se cada vez mais complexa à medida que vai transformando um sistema natural inicial construído por aquela onda de luz, mas quando ela montou os sistemas astronômicos, ela pisou na bola. pelo que esta formula tem feito neste Universo não restam duvidas que ela funciona exatamente como o nosso genoma biológico, o qual é apenas outra cópia dela. Então sobre ela recai uma proibição cósmica: jamais construirás um sistema perfeito neste Universo, pois isto a tornará um moto perpetuo fechando suas portas á sua evolução e assim, eternizando uma forma provisória, deixarás de se tornar o ser final a nascer para o reino além deste Universo.

O modelo de sistema perfeito está encriptado na onda de luz inicial, claro: o baby final terá que ser perfeito. Mas nos assistimos a embriogenese de um corpo humano onde tudo começa com formas simples e vai evoluindo das formas de mórula, girino, sapinho, peixe, mamífero quadrupede, e imagine se o corpo for abortado numa destas formas intermediarias simples… Não tem perigo, não vai nascer um peixinho vivo, só nascerá quando o baby estiver pronto.

Mas por motivos que ainda não consegui descobrir de forma satisfatória, quando partiu da forma de sistema atômico para se tornar a forma de sistema galáctico, este surgiu como quase… quase perfeito. É uma maquina automática fascinante, inclusive com a capacidade de vencer a morte, pois ela se auto recicla! Ela pode viver 24 horas por dia em êxtase total pois ela mesma produz seu alimento que lhe cai na boca como vindo do céu, ela é hermafrodita e pode ficar o tempo todo se curtindo a si mesma, ela sempre reconstrói qualquer uma de suas partes gastas, é de uma inteligência jamais imitada pela tecnologia humana!

Mas isso foi a causa de todas estas torturas e fragilidades que hoje são as tragédias da vida animal, vegetal, humana. É preciso entender que a “vida” foi produzida dentro desta galáxia e por esta galáxia, ou seja, não veio forças ou interferência de fora, sobrenaturais. isto significa que esta galáxia é nossa ancestral, o que leva a estarrecedora conclusão que nos fomos galáxias na pele de um ancestral! Um ancestral que teve sua evolução interrompida, apenas continuou a crescer e se multiplicar ocupando todo o Universo, e hoje não passa das células de uma placenta no meio da qual o genoma cósmico teve que se reinventar e continuar sua evolução na forma microscópica, como sistema celular biológico.

Quando procuro nos mapas, formulas e modelos, a causa deste erro estupido e não encontro, apenas uma possibilidade quase metafisica surge que pode explica-lo. esta possibilidade está numa frase dita a 5.000 anos atrás por algum sábio chinês: ” A alma dorme no átomo, sonha na galáxia, começa a acordar no vegetal, desperta no animal, e… se levanta no HOMEM!”

Seria como em nossa embriogenese. A consciência não se expressa no ato de fecundação, nem nas formas de mórula, blastula, feto, e talvez comece a se expressar na forma de embrião, mas apenas quando um cérebro foi formado com a aparelhagem adequada. No entanto não foi o embrião que inventou a consciência pela primeira vez no Universo, não foi ele nem seu cérebro que criou a consciência, pois quem esta fora do seu pequeno universo intrauterino esta observando-o e sabendo que aqui fora já existia consciência muito antes dele surgir: ela estava fora, existindo nos seus pais, na espécie humana, sem se expressar, porem como potencial latente, encriptada no seu DNA desde antes de sua fecundação. A consciência dorme na mórula, sonha na blastula, começa a despertar no feto, se levanta no baby!

Agora imagine que você é um tipo de pai ou mãe que quer gerar um filho, uma filha, com a extrema perfeição e extrema felicidade. Não vou aqui me estender muito nesse tão debatido assunto do livre-arbítrio, apenas vamos considerar que para um ser se completar totalmente ele tem que ter total liberdade, ou seja, livre-arbítrio. mas não tem outra maneira de fazer um filho assim se não programar o livre-arbítrio na sua genética, na sua essência elementar, no genoma, antes da fecundação. Seja como for, a fonte geradora que existia antes do Big Bang e que deflagrou o Big Bang emitindo esse código da vida encriptado em seu genoma na forma de onda de luz, inoculou aqui um genoma com previa programação contendo o livre-arbítrio. Talvez essa própria fonte assim procedeu porque ela mesma tem total livre-arbítrio, assim teria que ser seu genoma.

Então surge aqui uma diferença entre os dois paralelos vistos acima ( num caso, a alma dorme no átomo, e no outro, a consciência dorme na célula inicial): no primeiro caso quando ela dorme ela já tem o livre arbítrio inclusive para escolher que tipo de corpo construir para si; no nosso caso biológico, a consciência não tem esse poder. E talvez graças a Deus seja assim, pois vemos que o genoma cósmico aplicando seu livre-arbítrio ainda enquanto sonambulo, cometeu o maior equivoco do universo: construiu seu próprio corpo como um paraíso eterno dentro do qual ele é Adão e Eva ao mesmo tempo vivendo na maior felicidade. E mandou o resto do mundo plantar batatas… mas fazendo isso atirou sua evolução junto com a agua da banheira para o ralo! Não se pode fechar-se em si mesmo. Isto é a extrema expressão do extremo egoísmo! Isto é cavar sua sepultura para a eternidade, mas graça a uma sabedoria inserida neste Universo, que foi detectada como o segundo principio da termodinâmica e chamada de lei de Clausius, o universo desmancha tal maquina prisão com o recurso da entropia, libertando Adão e Eva daquele terrível destino.

Está bem, bonita teoria, mas o que isso tudo tem a ver com as abelhas, seu sistema social e seus comportamentos?

Ora, esta é uma pergunta de quem não entendeu nada da historia acima. A rainha das abelhas é a galáxia encarnada na Terra meu amigo, ela é Adão e Eva vivendo seu paraíso que ela mesma construiu. E como Adão e Eva, daqui ela só tem um destino possível: a Queda, sua extinção. Claro que ela não fez isso tudo conscientemente, seu irrisório cérebro seria incapaz de produzir tamanha engenharia. Acontece que tudo nela, inclusive seu sistema social, estava encriptado na formula cósmica, no seu genoma! Faça-me um favor: coloque na ima foto de uma colmeia de abelhas ao lado da foto da formula que temos na forma de diagrama. Comece a analisar detalhadamente e descobriras que todos os mecanismos, todos os processos, todas as tendências, todos os comportamentos vistos na colmeia estão inseridos na formula! Tudo aquilo foi montado automaticamente num simples processo de reprodução genética do genoma que veio esta galáxia! Mas tens que ser perspicaz. Apenas um exemplo:

Você observa que quando a rainha quer se reproduzir produzindo um exercito de novos súditos ela sai do trono, levanta voo, chega a uns dois metros acima do solo, para, enquanto os machos formam fila para copilarem com ela. E cada macho da fila ao copilar cai diretamente no chão, morto! estes machos são burros, estrupidos? Você mesmo desejando uns minutos de prazer iria faze-lo sabendo que seria sua morte? Porque a rainha não fica no trono comodamente deitada e tem que fazer todo aquele esforço para se aguentar no ar fazendo aquilo? na verdade todos aqueles comportamentos que parecem sumamente inteligentes, são trágicas burrices. Porque? Ora, tanto o sistema social como os comportamentos estão vindo de dentro da abelha programados em seu genoma como estão vindos de fora programados no seu criador… esta galáxia!

Cada mínimo detalhe nas abelhas podemos ver o mecanismo, a causa, na formula que funciona como a fatal “Matrix”. Tudo automático, como a maquina quase perfeita que paira no céu.

E porque volto a escrever isso tudo se já registrei aqui artigos anteriores? Porque no artigo com link acima, fiquei sabendo de mais um detalhe das abelhas que desconhecia. Quando as operarias picam, elas morrem em seguida. Isto porque desde seu abdômen cresce e se estende um ferrão transportador de veneno que quando emerge do corpo para o ambiente exterior, surge curvado… Quando ela pica, o ferrão curvado fica preso no local, de tal maneira que ela não consegue retira-lo e ali morre ou se é arrancado, morre em seguida.

Ora, que outra burrice! Agora também o genoma, a pré-programarão, é estupida? Porque, com tantos milhões ou bilhões de anos de evolução a genética desse bicho não corrigiu isso, produzindo um ferrão reto?!

Vou testar se você aprendeu essa complexa tarefa de ler nas entrelinhas da Matrix. Vou trazer sua face genética, ou melhor, a formula genoma universal para cá:

Ok. Agora pense na abelha, seu abdômen, o ferrão sendo formado, o veneno transportado dentro do ferrão, se tornando curvo após sair do abdômen… e observe a formula. Qual trecho da formula, qual função sistêmica, contem tudo isso que acontece nesta abelha?

Não vistes, certo? Vamos ajudar. Quando num sistema natural uma substancia ou qualquer outra coisa, como um feto por exemplo, é ejetado de um corpo para p meio externo, isso tem que vir de F1 ou F4. F1 é a fêmea do sistema, ela ejeta embriões, F4 é o macho do sistema, ejeta suas informações na forma de F5, que pode ser cometas emitidos por pulsares na galáxia, espermatozoides emitidos por machos humanos, magmas emitidas por vulcões de planetas, etc. Tudo depende do tempo, local, e tipo de material que a formula cósmica tem à sua disposição para construir uma nova forma do sistema universal. Então vamos ver se a abelha neste caso está aplicando todo o processo encriptado em F1. Vemos F1 emitindo de dentro de si uma substancia, então deve ser aqui o abdômen da abelha emitindo veneno. vemos que do corpo de F1 emerge e se estende um circuito, um tipo de canal ou cílio, representado como seta saindo à esquerda no sentido horário. Por este canal vai a semente, a substancia, o feto do baby, para se tornar F2. A seta, a extensão se torna na abelha, o ferrão. mas na formula o circuito é curvo, ele tem que se modelar como esfera. E não tem raios dos diabos que pode mudar isso na formula quando ela constrói células, galáxias ou seres vivos como abelhas. As abelhas podem existir por mais bilhões de anos, podem até se aperfeiçoarem evolutivamente em algum aspecto contido e permitido pela formula, mas jamais vai conseguir um ferrão reto!

Ela morre por picar, assim como os machos encantados e ainda estremecendo de orgasmos depois de “picarem” a rainha, são surpreendidos pela morte. Eu ainda não fui pesquisar como é o órgão genital dos machos, mas sou capaz de apostar que são curvos e aí esta uma das causas de sua morte. Pois toda extensão produzida pelo genoma fresquinho que acabou de chegar da galáxia – e que ainda não foi trabalhado pela substancia de consciência que ainda não se expressa nas espécies até a abelha, terá de ser curva.

Ok… mas para que gastar tento tempo para saber isso, não tem aplicação pratica, isso é cultura inútil!

Amigo, de agora em diante você não maios se fará aquelas perguntas encantado observando uma colmeia. Mas você não perdeu o encantamento, apenas trocou-o, porque aquele encantamento era fundamentado na ignorância, nas trevas, era falso. Agora, sabendo a verdade, relacionando o Cosmos inteiro para explicar a colmeia, outro tipo de encantamento muito maior e prazeroso te acometeu. mas o principal é que agora uma porção de trevas no seu cérebro onde se alojava uma porção de ignorância, foi substituída por uma porção de sabedoria. E aqui está a utilidade insuperável desta cultura “inútil”: ela expandiu sua consciência. Você não usou seu livre-arbítrio para repetir o seu erro quando estava na pele de seu ancestral desprezando o conhecimento do mundo externo e se fechando em si mesmo para toda a eternidade… E ainda mais importante: você não estará se deixando robotizar pela Matrix porque agora você a desmascarou, você entendeu como ela está agindo aqui sobre humanos tentando se reproduzir ao fazer deles as mesmas abelhas zumbis do sistema social mecânico.

Você se abriu mais para o mundo, você abriu a camisa e de peito aberto se lançou no espaço cósmico para continuar sua grande aventura rumo ao retorno á sua fonte suprema geradora, assim como todo genoma lançado pelos pais retorna a eles na forma de um belo baby. E eu investi o meu tempo em meu próprio beneficio pois você talvez não o saiba, mas és um gene do genoma a construir o baby cósmico, o qual serei eu, tu, nos, todos, e preciso que você continue sua missão, e insira aquele bit de informação que só você neste mundo possui, pois se você não cumprir com liberdade e ajuda a sua missão, eu nascerei com algum aleijão, eu aparecerei na frente de meu pai, minha mãe, com vergonha, por estar deformado. Não amigo, eu não tenho comportamentos estrupidos como as abelhas, eu não sou daqueles que escrevem anúncios tomando seu tempo visando te tomar algum dinheirinho para a vida mundana imediata, eu vou além, meus investimento visa obter um muito maior retorno, sou muito mais ambicioso, penso eterno, aqui a consciência já está desperta e no comando… “pero, no mucho”,… pois com esse cerebrozinho ainda em formação não dá para fazer muita coisa…

Baseado no artigo da Socientifica, neste link:

SpaceX, Tesla Motors, Elon Musk, public money: algumas informações

Sunday, May 31st, 2020

Elon Musk’s growing empire is fueled by $4.9 billion in government subsidies

https://www.latimes.com/business/la-fi-hy-musk-subsidies-20150531-story.html?fbclid=IwAR0hD_Oamfcx_xnwfZlynwx387NDmIj7scrlXTUXjmJV65Bh1kr6Hd2AIig.

Isto está certo ou errado? O contribuinte americano pagando por estes presentes ao grupo privado, concorda ou não?

Na minha opinião, eu não vou crer na minha opinião porque não conheço a história toda, certamente. Por um lado, as atividades divulgadas do grupo me parecem benéficas a humanidade, como os painéis solares, o carro elétrico, o desenvolvimento da tecnologia espacial… Como contribuinte, arrisco a concordar e pagar minha parte. Mas nada sei das atividades e interesses não divulgados. Por exemplo, algumas fontes suspeitas estão dizendo que os 5 satélites do projeto HARP ( ou ARP ?) se destinam a lançar ondas que entram nas cabeças de humanos para dominá-los… Outras dizem que Musk seria um agente do governo oculto, tendo feito acordo com os drakonianos e por isso recebendo essa tecnologia… Eu nada sei de nada… porque os humanos a quem eu consigo alcançar e falar e convidar para criar a nossa associação ( que também teria sua espécie de “agencia de informação e inteligencia” tentando investigar o grupo), não pensam como eu e portanto me são pior que inuteis, pois quem não forma associação comigo na certeza está alimentando as mafias que tomam o que me pertence…

Democracia em Vertigem: O vírus na mente brasileira que explica o episodio

Thursday, February 13th, 2020

” A causa da sua ruína – ó pobres de todo o mundo – é seu Deus-Demônio. Sua idolatria une cada homem, cada mulher, com esse Deus-Demônio para manter separados os homens entre si”. Esta a frase que me veio por inspiração no fim de “Democracia em Vertigem” quando Petra lembra que as famílias predadoras se mantem no poder por séculos apesar dos pobres serem em muito maior numero. Os predadores fundadores dessas religiões se aproveitam dessa estrategia maquiavélica do “dividir para reinar”. Muito mais força terão 5 predadores irmanados numa mafia do que 200 milhões de egoístas separados, pois nunca somarão mais que apenas um ao enfrentar os cinco…

O código para entender o ganhador do Oscar, Industria Americana

Wednesday, February 12th, 2020

Vocês nunca vão captar a lição neste filme se não mudarem do pensamento magico para o pensamento realista. Os humanos grande predadores de humanos dos USA não estavam obtendo mais dos humanos presas no seu território de Ohio porque os grandes predadores da China conseguiam obter mais de suas presas. Então os predadores de Americanos mudaram a fabrica para a China ou Mexico onde tem presas mais lucrativas, e os predadores chineses acreditaram que poderiam domesticar as presas americanas ocupando o território. Ao invés da magia de Adão e Eva, os humanos vieram dos animais das selvas e trouxeram seus três instintos: para grande predador ( as aristocracias do 1%), os médios predadores como hienas, lobos ( a classe media) e as presas, como gado e ovelhas. Tenha essa realidade em mente que você entenderá cada detalhe, cada comportamento ou frase, de cada personagem do filme.

https://www.netflix.com/watch/81090071?trackId=14183197&tctx=10%2C10%2Cb6cbaab0-8fa8-485c-90c8-4f3ca0daeee9-106835642%2Cefe1b055-cb53-431e-8936-4239254ef2ba_66064396X28X6839X1581546754694%2Cefe1b055-cb53-431e-8936-4239254ef2ba_ROOT

Debate no Facebook:

https://www.facebook.com/CartaCapital/videos/235467097466707

Indústria Americana: Henry Bugalho desvenda o documentário (sem spoilers!)

"Democracia em Vertigem", da diretora brasileira Petra Costa, não levou o Oscar de melhor documentário: o prêmio foi para "Indústria Americana", longa produzido pelo casal Michelle e Barack Obama que retrata as diferentes visões de mundo e o choque cultural entre trabalhadores norte-americanos e chineses.Assista ao novo vídeo de Henry Bugalho para CartaCapital!

Posted by CartaCapital on Tuesday, February 11, 2020

União de Credito x Bancos Privados: uma questão de predadores x presas

Saturday, February 8th, 2020

Dinheiro não pode produzir dinheiro. A função do dinheiro deve ser a de facilitar a troca de bens econômicos entre humanos. A maquina de fazer dinheiro pertence aos cidadãos do pais, o dinheiro fabricado não pode ir direto para indivíduos ou grupos fazerem negociatas e lucrar com ele. Bancos exercem principalmente a função de agiotagem onde obtêm seu maior lucro. Portanto são predadores. Se existem predadores, é porque existem presas. E a Humanidade não vai alcançar o sistema social ideal para todos enquanto estiver alimentando os instintos para predadores e para presas. As presas tem que se defenderem estabelecendo seus proprios estabelecimentos onde guardam seu dinheiro em conjunto, possam se ajudarem mutuamente quando precisam de ajuda. Existem nos USA os Credit Unions, onde os depositantes são os donos com iguais cotas acionarias e quando ocorre lucro este retorna para os membros depositantes. A seguir vamos ver um link para um artigo explicando as diferenças entre bancos e Credit Unions, alem de links para videos explicativos ( aguardando tradução para português).

Este assunto é relacionado com a cosmovisão da Matrix/DNA, pois interfere diretamente contra seu objetivo maior: o sistema social ideal para a Humanidade, segundo sua cosmovisão.

Bank vs. Credit Union

https://www.diffen.com/difference/Bank_vs_Credit_Union

Veja um exemplo na tabela abaixo. A maioria do povo pobre compra carro usado e não novo. O financiamento por um banco nos USA por um carro usado em 48 meses cobra taxa de 5,48 e o mesmo feito por um Credit Union cobra a taxa de 2,87. Quer dizer, o Credit Union faz calculo da taxa de acréscimo (ou juros) apenas visando cobrar o necessário e suficiente para manter suas despesas, como alugueis, empregados, etc., já que a instituição não visa lucro de seus membros. A diferença entre 5,48 – 2,87 = 2,61, que corresponde ao dobro das despesas do banco, é lucro puro dos banqueiros.

A comparison of average savings and loan rates at credit unions (CUs) and banks, as of March 2014. Source: NCUA.gov.

Video explicativo:

https://www.youtube.com/watch?v=Cqq26JTN8RQ