Archive for the ‘Evolution’ Category

Nova Comemoração da Matrix/DNA Theory: fantástica técnica cientifica revela agora configurações neuroniais no cérebro que sugeri há 30 anos atrás!

Thursday, May 13th, 2021

Cientistas descobrem universo multidimensional no cérebro humano

https://tonocosmos.com.br/cientistas-descobrem-universo-multidimensional-no-cerebro-humano

TEXTO QUE ESCREVI COMO PARTE DA TEORIA OU COSMOVISÃO DA MATRIX/DNA EM 1990:

“Pensamentos são e funcionam como seres vivos, eles se apresentam como tendo vida própria. São formados por sinapses (fluxos eletroquímicos) que compõem uma imagem, idêntica à imagem de uma unidade fundamental de informação do DNA, a qual, na verdade é uma fórmula natural com vida própria, que construiu todos os sistemas naturais conhecidos.

Cada pensamento se desenvolve pela mesma força que chamamos de “ciclo ou princípio vital”, esta força que faz seu corpo crescer se transformando em novas formas ao longo da sua vida, desde a forma inicial de uma bolinha (a célula inicial, mórula) até a forma final de um cadaver. Um pensamento também nasce como um ponto minúsculo e vai crescendo, se transformando ao se propagar e por fim chega na sua forma final, enterrado como memória.

Os pensamentos nascem pelo mesmo processo que seu corpo nasceu. Um óvulo recebe do mundo exterior um espermatozoide e funde seu genoma feminino ao masculino; o hipocampo funciona como o óvulo quando recebe um sinal com informação externa fundindo-o com a sua informação interna na forma de memória. Então é um evento de fecundação, que conecta a massa neuronial interna cerebral a um sinal informativo vindo do exterior, seja do seu corpo ou do mundo externo.

Assim começa, assim cria vida cada pensamento dos muitos que você tem durante sua vida. Este evento ocorre no hipocampo, que é a porção central, nuclear, na base do cérebro, logo acima da nuca. O hipocampo é um cone que veio da evolução do nosso ancestral astronômico, representando o “buraco negro” no centro galáctico, onde tem o ninho em que nasce as estrelas. Ali no espiralado hipocampo o sinal externo é movido e misturado com as unidades da memória relacionadas à informação do sinal, e então a substância resultante é emitida para o espaço cerebral que é o atual representante do espaço sideral do Universo. Assim o pensamento vem à luz para um céu estrelado com neurônios cintilantes. O hipocampo, assim como o vórtice no centro galáctico funcionam como um liquidificador onde as frutas são misturadas, batidas, e se tornam um suco. Neste caso, o fluxo do pensamento. No céu, uma estrela baby, no cérebro, um pensamento baby.

Do hipocampo sai o fluxo subindo no meio da massa neuronial, que pode ir para a esquerda (se for muito denso, materialista, prático, animalista) ou para a direita (se for holístico, menos denso, sentimental, artístico, mistico. Essa diferença ocorre também porque a parte esquerda reproduz a face esquerda da fórmula na qual a energia sobe reproduzindo a primeira metade jovem da vida e a direita a energia desce reproduzindo a segunda fase madura da vida). O cérebro tem a forma oval que é dividida em quatro zonas ou regiões com quatro funções diferentes que vem lá do criador de sua anatomia, que foi a unidade do DNA, que é dividida internamente nas quatro bases nitrogenadas, a adenina, citosina, guanina e timina. A forma do criador se projeta na sua criatura, e assim também as funções sistêmicas de suas partes. O criador é um sistema funcional, o cérebro será então um sistema funcional: tal pai, tal filho.

Então em cada zona tem informações registradas especificas que vão se agregando ao fluxo movente do pensamento, como um baby vai tendo a seu corpo agregados os alimentos que o fazem crescer, se tornar criança, depois jovem adolescente, se o pensamento vai pela esquerda, ou como se um ancião moribundo vai tendo agregado de volta os ingredientes vitais que perdeu, se subir pela direita. Na fórmula criadora vemos o fluxo de energia indo up, para cima, crescendo, de um lado, e depois, começa a entropia, e a energia decai, indo para baixo de volta ao ponto de origem.

Mas então acontece a grande tragédia que tornam seres humanos tão errantes, quase irracionais, às vezes cruéis… Ao chegar na parte alta do cérebro o fluxo bate de encontro a uma muralha, um paredão instransponível, e repentinamente cai direto retornando ao hipocampo. O cérebro é um sistema natural individual, por si mesmo, que construiu outro sistema na forma de corpo para se mover e colher coisas do mundo, já que ele está aprisionado dentro da cela craniana. Na verdade, ele foi construído pelo DNA que primeiro construiu o corpo nos bilhões de anos da evolução, no qual formou os princípios da rede nervosa que se tornou a entidade abstrata governante do sistema como existe em todos os sistemas naturais, inclusive os inconscientes termodinâmicos. Mas desde então, a partir dos símios, essa entidade (com um novo sensor capaz de captar substância consciente do espaço mais abstrato) construiu um novo órgão, chamado cortex ou neocortex, para ser sua morada, seu trono real, e colocou esse órgão no topo elevado da cabeça. Mas hove um gravíssimo defeito!

A forma e anatomia do cérebro, criado e autoprojetado pela fórmula para sistemas naturais que era emitida pelo DNA, teria que ser a imagem e semelhança e funcionalidade normal dos sistemas naturais. Uma figura idêntica à figura da fórmula. E a fórmula relacionada à nossa dimensão material tem a forma de uma esfera ovalada. Vamos mostrar aqui um esboço simplista da imagem materializada:

Fórmula da Matrix/DNA no aspecto de sistema fechado

Não vamos explicar aqui os milhões de detalhes encriptados em cada ponto desta fórmula, apenas mencionar o que nos interessa relacionado ao cérebro. A imagem da fórmula está indevidamente inclinada, pois quando a sobrepomos sobre o desenho da anatomia interna do cérebro, a figura F1 corresponde ao hipocampo, que está na base oval. No cérebro, o neocortex está situado onde está F4 na fórmula. Vemos que de F4 sai um ramo de fluxo lateral que retorna a F1, porque os sistemas fechados são hermafroditas, e F4 desempenha a função do macho, F5 é o espermatozoide que leva sua informação para a fêmea em F1 e assim o sistema se auto recicla, se reproduzindo. Então na fórmula universal não existe separação física em duas metades, nem no seu aspecto de sistema aberto. Mas quando comparamos a imagem da fórmula perfeita com a imagem interna do cérebro… aparece a notável diferença: de fato, o fluxo de F5 funcionou como uma talhadeira, abrindo uma fenda, dividindo a parte superior do cérebro, mais exatamente o órgão neocortex, em duas metades separadas entre si…

E o sulco aberto foi preenchido com uma massa densa, chamada de corpo caloso. Então é isso que está impedindo a espécie humana de se desenvolver como ser com inteligência natural como deve ser uma criatura produzida pela Natureza para existir em sintonia com ela. Qual a causa desse defeito? Nosso ancestral celeste – como esta galáxia – cometeu o maior erro contra as leis do Universo, tornando-se um sistema fechado? E por isso caiu rastejando neste planeta para reiniciar sua evolução? Ou seriam extraterrestres fazendo experiencias genéticas? Ainda não sabemos.

Quando o fluxo do pensamento chega no neocortex, vindo da direita ou da esquerda, não consegue continuar a trajetória do ciclo vital, do seu circuito energético interno, e despenca de volta no utero que o gerou, tornando-o meio-pensamento, inteligência, ou meia consciência. É muito importante que a humanidade saiba disso, porque nela está o potencial para corrigir este defeito trágico, ela tem que aprender e desenvolver exercitando o esforço de manter elevada energia nos seus fluxos de pensamento para atirá-los com força contra a muralha, pois esta pode ir amolecendo, sendo perfurada, o que permitirá o fluxo passar e realizar a volta completa retornando como outra dimensão de memória a ser registrada no hipocampo. O qual na verdade funciona como o protótipo de um portal, um buraco negro conduzindo a outras dimensões de vibrações das ondas de luz.

Mas outro detalhe importante aqui é que devemos investigar à exaustão as imagens das sinapses que obtemos no MRI dos pensamentos, entendendo que cada pensamento, cada imagem, é uma cópia da fórmula Matrix/DNA. Como são milhões de neurônios, formando uma rede de conexões intrincada muito complexa e ainda confusa nos nossos instrumentos científicos, em que os fluxos se entrelaçam, se interpenetram, se emaranham, e como são plásticos, cada um é um circuito que se moldura, se deforma, tornando nossa investigação mais difícil e confusa do que está sendo a investigação do mapeamento genético no DNA (hoje sabemos que isso foi terminado com o Projeto Genoma.)

Pois bem. Isto foi pensado por um semi-macaco metido a filosofo naturalista que observando o céu magnificamente estrelado do meio da selva amazônica acreditava que aquela visão da Via Láctea, daquele Universo, Não era a realidade, pois era uma imagem trazida pela luz que demorava bilhões de anos para alcançá-lo, então devia ser a imagem da infância do Universo que mais tarde criou e modelou e se autoprojetou na forma interna de seu cérebro. Então ele se imaginava como um micróbio microscópico flutuando dentro de seu cérebro, olhando ao redor, vendo uma profusão de estrelas na forma de neurônios cintilando, e o braço esbranquiçado da Via Láctea era igual a imagem de um fluxo de um pensamento. O cérebro como um velhinho caído e moribundo estendia as mãos suplicantes para o céu pedindo mais visões porque ele estava assistindo os eventos de sua infância.

Mas o macaco sobreviveu, saiu da selva, retornou à civilização, correu a ler os relatos das academias cientificas ligadas a neurologia, percebeu que estavam em outro caminho com outra mentalidade, e então, apenas como dever e desencargo de consciência, escreveu o protótipo de um livro que registrou na Biblioteca Nacional do Brasil e depois na Biblioteca do Congresso nos USA, indo os manuscritos para o porão sem ser lido por ninguém. Mas hoje o filosofo se depara com um material vindo da academia que o faz sentir imensa alegria, pois a natureza está reencaminhando o humano de volta ao seu seio, na sua direção, ajudando-o a desvelar os véus de seus segredos. Vamos agora ver e analisar a grande notícia:

( Cont. pesquisa:…

Egoísmo: suas origens e significado existencial

Wednesday, April 7th, 2021

Vamos analisar o egoísmo `a luz das leis naturais? Existem dois tipos extremos opostos de sistemas naturais: o totalmente aberto e o fechado em si mesmo. E a Natureza não aceita nenhum dos dois, destrói-os. Isso ficou claro na origem da matéria universal quando surgia um ponto na forma de partícula com excesso de energia contida, represada. Para não explodir por excesso, essa partícula fechada se abre em ondas espiraladas e se nada a contem, a onda expele energia ate se desfazer por falta de energia. Na evolução, 13,8 bilhões de anos atrás esse dualismo se tornou, por exemplo, nos humanos, na parafernália bissexual, em que o elemento macho necessita expelir energia que ‘e absorvida pelo elemento fêmea que dela necessita. Se ocorrer uma fusão no momento em que o que esta na metade da perda se liga ao que esta na metade do ganho, os dois se tornam uma terceira forma, uma transcendência. Entenda-se esse nosso passado e se entendera todas as diferenças entre as psicologias ou instintos masculino e feminino. Assim foram surgindo os sistemas atômicos, os astronômicos, os biológicos. E’ objetivo supremo da massa obter o equilíbrio termodinâmico na inercia eterna, a tal zona de conforto. Por outro lado, e’ objetivo supremo da energia girar em spin sobre si mesma na máxima velocidade, o tal orgasmo do prazer. Como os sistemas naturais são compostos de massa e energia, existe este conflito interno entre a inercia extrema e a dinâmica extrema. A matéria conseguiu o máximo desse equilíbrio interno quando se formou como galáxias. Basta ver o template de um building block das galáxias, como os sete tipos de astros se conectam, para ver como funciona uma maquina perfeita que seria eterna não fosse a entropia. Nesse estado um tipo de sistema natural se fechou em si mesmo, o universo foi povoado por elas. Mas… dentro dos sistemas naturais flui um principio vital, que os constrói com um objetivo final: a reprodução genética do sistema criador do Universo, que deflagrou o Big Bang, que nada mais foi que um evento de fecundação cósmica. Se tem esse processo, nenhuma forma material de sistema pode se eternizar como forma provisória de feto ou embrião. Para isso a Natureza dispõe do mecanismo da entropia que desmancha qualquer sistema que se feche. Como somos sistemas feitos de massa mais energia somos tendentes ao máximo egoísmo, nos focar no próprio umbigo e o resto que se exploda. Todo rico sonha com seu reino paradisíaco privado fechado. Mas assim como ocorreu com as galáxias, passado o deslumbramento inicial ele se descobre prisioneiro no que vai se tornando seu inferno. Isto porque dentro dele. o fluido vital que vai se expressando como consciência não pode ser represado naquela forma primitiva. Ele implora por liberdade, como, por analogia com uma lenda, Adão e Eva implorariam para serem libertos daquele paraíso animalesco. Assim ,todo egoísta vai deixar de ser egoísta pelo simples andar da Natureza.

Sensores Humanos: com defeitos, perdidos, faltantes

Tuesday, March 30th, 2021

Migrants birds can even “see” the Earth’s magnetic field via the quantum entanglement of the electrons in their eyes, an evolutionary trick 

https://www.nytimes.com/2021/03/30/books/review/a-world-on-the-wing-scott-weidensaul.html

The New York Times: Why Are Migratory Birds Vanishing Out of the Sky?

As aves podem “ver” (ou sentir) o campo magnético da Terra via o emanharamento quântico dos electrons em seus olhos, um truque evolucionário. Porque o cérebro humano perdeu ou não desenvolveu este sensor?

O clitóris e a anatomia do pênis partilham a mesma origem embriológica e cosmológica

Friday, March 19th, 2021

O clitóris e a anatomia do pênis partilham a mesma origem embriológica.

Pense fora e além da doutrina educadora que doutrina você.

A pergunta racional ao ver isso é: Como e de onde a Natureza tirou a ideia para fazer isso, essa fantástica engenharia?

O procedimento correto é buscar a resposta onde? Ora, claro, na Natureza, e no tempo passado anterior de quando ela criou isso. Como Ela não é magica, os ingredientes e os processos, mecanismos, para criar isso tem que estarem presentes nela mesma no momento e estado do mundo daquela época.

Como estavam estes dois órgãos na primeira célula, hermafrodita? Pelo que sei ninguém buscou porque a doutrina impede raciocinar com a lógica natural, então está aí sua oportunidade de pesquisar como cientista ou apenas filosofo pensador.

Em seguida, quais eram as substâncias, as forças naturais e as arquiteturas naturais existentes a 4 bilhões de anos que já tinham em si todas as informações para criar isso? Tinha um planeta dentro de um sistema solar dentro de uma galáxia. Onde estavam os protótipos do pênis e do clitóris? Ninguém perguntou isso, você terá muito trabalho a fazer.

Eu tentei fazer tudo isso e cheguei a surpresas estonteantes. Primeiro, você vai notar que os modelos teóricos astronômicos, as teorias das origens e funções dos astros, etc., ensinadas nas escolas estão todas erradas porque estes modelos não poderiam ter produzido os sistemas biológicos, aka, a vida. É como o modelo geocêntrico nas escolas medievais estava todo errado. A evolução começou com a origem do Universo e não na Terra. Tudo que existe de fenômeno natural veio sendo desenvolvido passo a passo desde o Big Bang.

Resumindo, meus resultados indicaram como protótipos do pênis e do clitóris era um mesmo fenômeno natural (no meu website tem artigos explicando os pormenores): gigantescos vulcões em planetas velhos chamados de pulsares emitindo magmas que continham as informações do astro que se tornavam cometas e depois os espermatozoides. O órgão feminino veio do vórtice nuclear que se forma em toda nebulosa estelar e que gera as sementes dos novos astros, tudo igual nossa embriogênese. E daí por diante, ao se ver a luz clara do mundo com os olhos puramente naturais e a razão pura construída pela Natureza, muda sua mente totalmente. As Ciências Humanas ainda está aí toda para ser corrigida e desenvolvida. Você se habilita?

Vontade, motivação do ser humano: como esta Natureza criou este fenômeno?

Sunday, January 31st, 2021

Albert Einstein disse:

” HÁ UMA FORÇA MOTRIZ MAIS PODEROSA QUE O VAPOR, A ELETRICIDADE E A ENERGIA ATÔMICA: A VONTADE”

E eu não concordei com a palavra “motriz”:

Errado! Motriz é pura força física, que se move ou é movida ao léu, sem propósito, e se construir algo, nada mais será que séries de camadas de coisas simples, nada complexo. A vontade no organismo humano vem da vontade dos genes em construírem este organismo. Essa vontade é Matriz, Matrix, não Motriz. A Matrix avança com um proposito, está programada por um proposito, por isso ela constrói, ondas de complexidades. Foi o que resultou da minha investigação como filosofo naturalista, uma História Universal explicada satisfatoriamente por uma Matrix que é uma fórmula natural geradora do princípio da ordem sobre o caos e de todos os sistemas naturais, como corpos humanos. Uma Matrix que está encriptada na anatomia visível formada pelas ondas de uma luz que se propaga no tempo e no espaço desde o Big Bang. A vontade humana, nada mais é que a auto projeção daquela força que faz a onda de luz se propagar distribuindo suas propriedades físicas. Einstein investigou a luz com afinco, porem sob a tendência mecanicista da Física e da Matemática, por isso ele não percebeu na luz suas propriedades mais importantes que são notadas por outra tendência, a biologia vitalista.

Debate no Instagram (ofilósofo) em:

https://www.instagram.com/p/CKtjk9QDC28/

Apresentação no Facebook:

Apenas procurando conhecer e entender os detalhes do mundo natural, da nossa “Natureza”, vamos obtendo as informações que servem de alimento para expandir a consciência é transcender esta forma meramente animal. Na bíblia, às vezes teve algum escritor sábio que imaginando o que seu Deis diria, escreveu: ” Se queres Me conhecer, saber Quem sou, ou como penso, estude Minha Obra”. Sim, claro, pela obra se revela o caráter e estilo do artista. Irônico é que dizem sermos nós – os agnósticos filósofos naturalistas – como ateus, mas na verdade parece que procuramos e nos aproximamos mais de Deus que os religiosos, que são preguiçosos neste estudo da Sua Obra. Estudamos os efeitos e buscamos as causas longínquas de cada detalhe visto neste mundo natural, e a vontade humana é um destes detalhes. E o que encontramos? Luz!

A malicia nas perguntas de radicais ateus, deístas e ideologistas

Tuesday, January 12th, 2021

Como tenho levado a Matrix/DNA Theory para divulgação apresentando-a nos debates e fóruns, preciso estar atento em protege-la dos venenos à espreita. Como por exemplo:

A imagem pode conter: texto que diz "HIDING ASSERTIONS IN RHETORICAL QUESTIONS Quite often the questions asked in posts are not questions, rather they are assertions that hide and protect themselves in the form of a question so that the assertion becomes immune to critical assessment. The way the question is asked reveals the author's position about the topic and the question itself strengthens it by the way it is composed. Such a question is often asked naively, but even then a reader can assume that the author of the question really wants to argue, not discuss, any alternatives to the predetermined rhetorical question."

Este texto foi inteligentemente apresentado como critica a uma estratégia de “engula a isca”, ou “click bait” , em inglês, ocultada numa pergunta de um radical defensor da teoria darwiniana: Can evolution itself evolve?if not why not?

Suspeito que o autor procura manter alta produção de posts no seu canal e fique maquinando assuntos para os posts. Então ele não está, em primeiro lugar, pedindo ajuda para obter conhecimento pelo conhecimento, e sim, em busca de retornos materiais. Mas creio que isto se justifica e é benéfico porque realmente a questão estimula a expansão da consciência dos leitores. O problema está no “sequitur”: If not why not?

Quem não está radicalizado numa ideia, perguntaria: Se sim, ou se não, por favor, explique”. Mas aí ele estaria focalizando como peixes-leitores apenas aqueles que aceitam a evolução, porem, seria um debate curto e cansativo, porque todo evolucionista automaticamente aplica a sua teoria da evolução sobre o hipotético processo natural de evolução. Haveria alguns poucos apontando algumas evidencias para provar este ponto que todos conhecem. Mas quando ele desafia com o “se não…”, ele está incitando os peixes leitores que não aceitam a microevolução, lançando a isca. E qualquer resposta destes, seria mais uma chance do autor reiniciar a longa verborreia dos argumentos prós teoria da evolução darwiniana. Aumentaria sua receita e ele não teria se disposto a debate mas sim a arguir, afirmar sua posição, como sempre.

Nos debates envolvendo a Teoria da Matrix/DNA temos que estar atentos a estas manobras.

Evolution: The fight against the moral values produced by the belief in Darwinian Theory

Friday, December 25th, 2020

xxxx

Question: Am I irrational for not believing in Evolution (common descent), why or why not? (I don’t)

Suggestion from Matrix/DNA Theory: – No, it is not irrational don´t believing in this human theory of evolution. Sure, it is totally incomplete, in the way that prejudices our world view, hence, our behavior. The common descent not lived at Earth: it was the evolutionary link between this astronomic system and the first biological system. There is no separation between Cosmological and Biological Evolution. There is a unique universal natural process of evolution, with seven variables/mechanisms and not only the three variables pointed out by humans (VSI – Variation, Selection, Inheritance… is a poor understand and knowledge of universal evolution). But, the Matrix/DNA Theory is a human production, which discovered these holes in Darwinian Theory and The New Synthesis, it is almost reaching the whole history..

Question from Jason Harris : Could just be ignorant to the overwhelming amount of evidence gathered in its favor over the last 170 years and no competing theory to be seen with greater explanatory power. It would be irrational to know those things and then deny the reality of evolution. Why not?

Matrix/DNA Theory – The explanatory power is great but limited to a few sequences of mechanistic processes, limited to Earth materials and limited to the last millions of years. The theory need to be expanded to the whole Universe, its 13,8 billion years, and searching the effects of those invisible dimensions. With an analogy we can understand the point: Imagine microscopic intelligent microbes living inside a pregnant human, watching the transformations from morulae to fetus, to embryo. he will be able to be describing the mechanistic process inside the chemical processes, but only that. He knows nothing about the leaving human body driving the process, he doesn´t understand the genetic code, etc. We, humans, are microscopic microbes watching a sequence of events of transformations of a universal system that is coming from the Big Bang and we doesn´t know the whole thing producing this process. Atoms are our ancestral like bacteria are, but our theoretical models of atoms does not reveal the biological principles that must be there ( which I think are the responsible for the weirdness of quantum dimensions). The microbe in the womb is deluded, thinking that he is watching evolution, but we, humans knows that it is merely a process of reproduction. So, who are able to tell that this universal process of simplest towards complexity is evolution and not merely reproduction ( of the thing behind the Big Bang, for instance)?

As origens do fenômeno “cadeia alimentar”

Thursday, December 24th, 2020


Pergunta: – “De onde a Natureza obteve o principio para produzir esta biosfera baseada numa cadeia alimentar?”

Matrix/DNA: – “Uma dica: só existe um adulto, se ele comeu uma criança… Duvidas? Onde está o corpo da criança que na minha infância vi brincando na rua e tinha seu nome?

“O mecanismo produtor da cadeia alimentar chama-se “ciclo vital”. Ele tem 13,8 bilhões de anos, pois sua primeira manifestação foi como onda de luz, a qual se propaga no tempo e espaço mudando de formas vibracionais, pelo mesmo processo que seu corpo se propaga no tempo e espaço ( de minúsculo feto crescendo e aumentando a idade). Quando a evolução chegou na forma de galáxia, vemos ( no meu avatar ao lado) os astros de desenvolvendo pelo mesmo processo – planetas se tornam gigantes gasoso como os pulsares que se tornam supernovas, que se tornam vermelhas como o sol, etc. O horror protagonizado na cadeia alimentar terrestre surgiu devido nosso ancestral ter cometido um gravíssimo erro evolucionário, esta biosfera surgiu pelo caos e a transformação dos corpos se tornou esta carnificina entre as espécies…

Abelhas: robots da Matrix como alerta e lição para a Humanidade

Monday, September 28th, 2020
zangão abelha

Um artigo recente na Socientifica, com link abaixo, revela mais uma propriedade surpreendente das abelhas. E com ela vem um manancial de novas aprendizagens sobre o que é e como funciona este mundo.

Tanto a montagem pelas abelhas, de um sistema social no modelo de uma maquina automática perfeita, quanto cada comportamento inteligente impressionante, conduz um humano a se perguntar como um cérebro quase inexistente consegue tais façanhas. Mas apenas fica sem o entendimento racional sobre as causas de cada detalhe das abelhas e do seu sistema social quem desconhece a cosmovisão da Matrix/DNA. Esta sugere uma formula natural que tem funcionado como “O Principio Organizador da Ordem Física Sobre as Forças e Elementos Naturais no Caos”. Vemos esta formula como o template, a fôrma que modela sistemas astronômicos, sistemas celulares, sistema de informação do DNA, sistemas atômicos e por fim fomos encontra-la encriptada numa onda de luz original emitida junto com o Big Bang. E esta formula explica tudo sobre abelhas, assim como tudo que existe de material neste Universo.

Esta formula vem evoluindo no seu aspecto material, tornando-se cada vez mais complexa à medida que vai transformando um sistema natural inicial construído por aquela onda de luz, mas quando ela montou os sistemas astronômicos, ela pisou na bola. pelo que esta formula tem feito neste Universo não restam duvidas que ela funciona exatamente como o nosso genoma biológico, o qual é apenas outra cópia dela. Então sobre ela recai uma proibição cósmica: jamais construirás um sistema perfeito neste Universo, pois isto a tornará um moto perpetuo fechando suas portas á sua evolução e assim, eternizando uma forma provisória, deixarás de se tornar o ser final a nascer para o reino além deste Universo.

O modelo de sistema perfeito está encriptado na onda de luz inicial, claro: o baby final terá que ser perfeito. Mas nos assistimos a embriogenese de um corpo humano onde tudo começa com formas simples e vai evoluindo das formas de mórula, girino, sapinho, peixe, mamífero quadrupede, e imagine se o corpo for abortado numa destas formas intermediarias simples… Não tem perigo, não vai nascer um peixinho vivo, só nascerá quando o baby estiver pronto.

Mas por motivos que ainda não consegui descobrir de forma satisfatória, quando partiu da forma de sistema atômico para se tornar a forma de sistema galáctico, este surgiu como quase… quase perfeito. É uma maquina automática fascinante, inclusive com a capacidade de vencer a morte, pois ela se auto recicla! Ela pode viver 24 horas por dia em êxtase total pois ela mesma produz seu alimento que lhe cai na boca como vindo do céu, ela é hermafrodita e pode ficar o tempo todo se curtindo a si mesma, ela sempre reconstrói qualquer uma de suas partes gastas, é de uma inteligência jamais imitada pela tecnologia humana!

Mas isso foi a causa de todas estas torturas e fragilidades que hoje são as tragédias da vida animal, vegetal, humana. É preciso entender que a “vida” foi produzida dentro desta galáxia e por esta galáxia, ou seja, não veio forças ou interferência de fora, sobrenaturais. isto significa que esta galáxia é nossa ancestral, o que leva a estarrecedora conclusão que nos fomos galáxias na pele de um ancestral! Um ancestral que teve sua evolução interrompida, apenas continuou a crescer e se multiplicar ocupando todo o Universo, e hoje não passa das células de uma placenta no meio da qual o genoma cósmico teve que se reinventar e continuar sua evolução na forma microscópica, como sistema celular biológico.

Quando procuro nos mapas, formulas e modelos, a causa deste erro estupido e não encontro, apenas uma possibilidade quase metafisica surge que pode explica-lo. esta possibilidade está numa frase dita a 5.000 anos atrás por algum sábio chinês: ” A alma dorme no átomo, sonha na galáxia, começa a acordar no vegetal, desperta no animal, e… se levanta no HOMEM!”

Seria como em nossa embriogenese. A consciência não se expressa no ato de fecundação, nem nas formas de mórula, blastula, feto, e talvez comece a se expressar na forma de embrião, mas apenas quando um cérebro foi formado com a aparelhagem adequada. No entanto não foi o embrião que inventou a consciência pela primeira vez no Universo, não foi ele nem seu cérebro que criou a consciência, pois quem esta fora do seu pequeno universo intrauterino esta observando-o e sabendo que aqui fora já existia consciência muito antes dele surgir: ela estava fora, existindo nos seus pais, na espécie humana, sem se expressar, porem como potencial latente, encriptada no seu DNA desde antes de sua fecundação. A consciência dorme na mórula, sonha na blastula, começa a despertar no feto, se levanta no baby!

Agora imagine que você é um tipo de pai ou mãe que quer gerar um filho, uma filha, com a extrema perfeição e extrema felicidade. Não vou aqui me estender muito nesse tão debatido assunto do livre-arbítrio, apenas vamos considerar que para um ser se completar totalmente ele tem que ter total liberdade, ou seja, livre-arbítrio. mas não tem outra maneira de fazer um filho assim se não programar o livre-arbítrio na sua genética, na sua essência elementar, no genoma, antes da fecundação. Seja como for, a fonte geradora que existia antes do Big Bang e que deflagrou o Big Bang emitindo esse código da vida encriptado em seu genoma na forma de onda de luz, inoculou aqui um genoma com previa programação contendo o livre-arbítrio. Talvez essa própria fonte assim procedeu porque ela mesma tem total livre-arbítrio, assim teria que ser seu genoma.

Então surge aqui uma diferença entre os dois paralelos vistos acima ( num caso, a alma dorme no átomo, e no outro, a consciência dorme na célula inicial): no primeiro caso quando ela dorme ela já tem o livre arbítrio inclusive para escolher que tipo de corpo construir para si; no nosso caso biológico, a consciência não tem esse poder. E talvez graças a Deus seja assim, pois vemos que o genoma cósmico aplicando seu livre-arbítrio ainda enquanto sonambulo, cometeu o maior equivoco do universo: construiu seu próprio corpo como um paraíso eterno dentro do qual ele é Adão e Eva ao mesmo tempo vivendo na maior felicidade. E mandou o resto do mundo plantar batatas… mas fazendo isso atirou sua evolução junto com a agua da banheira para o ralo! Não se pode fechar-se em si mesmo. Isto é a extrema expressão do extremo egoísmo! Isto é cavar sua sepultura para a eternidade, mas graça a uma sabedoria inserida neste Universo, que foi detectada como o segundo principio da termodinâmica e chamada de lei de Clausius, o universo desmancha tal maquina prisão com o recurso da entropia, libertando Adão e Eva daquele terrível destino.

Está bem, bonita teoria, mas o que isso tudo tem a ver com as abelhas, seu sistema social e seus comportamentos?

Ora, esta é uma pergunta de quem não entendeu nada da historia acima. A rainha das abelhas é a galáxia encarnada na Terra meu amigo, ela é Adão e Eva vivendo seu paraíso que ela mesma construiu. E como Adão e Eva, daqui ela só tem um destino possível: a Queda, sua extinção. Claro que ela não fez isso tudo conscientemente, seu irrisório cérebro seria incapaz de produzir tamanha engenharia. Acontece que tudo nela, inclusive seu sistema social, estava encriptado na formula cósmica, no seu genoma! Faça-me um favor: coloque na ima foto de uma colmeia de abelhas ao lado da foto da formula que temos na forma de diagrama. Comece a analisar detalhadamente e descobriras que todos os mecanismos, todos os processos, todas as tendências, todos os comportamentos vistos na colmeia estão inseridos na formula! Tudo aquilo foi montado automaticamente num simples processo de reprodução genética do genoma que veio esta galáxia! Mas tens que ser perspicaz. Apenas um exemplo:

Você observa que quando a rainha quer se reproduzir produzindo um exercito de novos súditos ela sai do trono, levanta voo, chega a uns dois metros acima do solo, para, enquanto os machos formam fila para copilarem com ela. E cada macho da fila ao copilar cai diretamente no chão, morto! estes machos são burros, estrupidos? Você mesmo desejando uns minutos de prazer iria faze-lo sabendo que seria sua morte? Porque a rainha não fica no trono comodamente deitada e tem que fazer todo aquele esforço para se aguentar no ar fazendo aquilo? na verdade todos aqueles comportamentos que parecem sumamente inteligentes, são trágicas burrices. Porque? Ora, tanto o sistema social como os comportamentos estão vindo de dentro da abelha programados em seu genoma como estão vindos de fora programados no seu criador… esta galáxia!

Cada mínimo detalhe nas abelhas podemos ver o mecanismo, a causa, na formula que funciona como a fatal “Matrix”. Tudo automático, como a maquina quase perfeita que paira no céu.

E porque volto a escrever isso tudo se já registrei aqui artigos anteriores? Porque no artigo com link acima, fiquei sabendo de mais um detalhe das abelhas que desconhecia. Quando as operarias picam, elas morrem em seguida. Isto porque desde seu abdômen cresce e se estende um ferrão transportador de veneno que quando emerge do corpo para o ambiente exterior, surge curvado… Quando ela pica, o ferrão curvado fica preso no local, de tal maneira que ela não consegue retira-lo e ali morre ou se é arrancado, morre em seguida.

Ora, que outra burrice! Agora também o genoma, a pré-programarão, é estupida? Porque, com tantos milhões ou bilhões de anos de evolução a genética desse bicho não corrigiu isso, produzindo um ferrão reto?!

Vou testar se você aprendeu essa complexa tarefa de ler nas entrelinhas da Matrix. Vou trazer sua face genética, ou melhor, a formula genoma universal para cá:

Ok. Agora pense na abelha, seu abdômen, o ferrão sendo formado, o veneno transportado dentro do ferrão, se tornando curvo após sair do abdômen… e observe a formula. Qual trecho da formula, qual função sistêmica, contem tudo isso que acontece nesta abelha?

Não vistes, certo? Vamos ajudar. Quando num sistema natural uma substancia ou qualquer outra coisa, como um feto por exemplo, é ejetado de um corpo para p meio externo, isso tem que vir de F1 ou F4. F1 é a fêmea do sistema, ela ejeta embriões, F4 é o macho do sistema, ejeta suas informações na forma de F5, que pode ser cometas emitidos por pulsares na galáxia, espermatozoides emitidos por machos humanos, magmas emitidas por vulcões de planetas, etc. Tudo depende do tempo, local, e tipo de material que a formula cósmica tem à sua disposição para construir uma nova forma do sistema universal. Então vamos ver se a abelha neste caso está aplicando todo o processo encriptado em F1. Vemos F1 emitindo de dentro de si uma substancia, então deve ser aqui o abdômen da abelha emitindo veneno. vemos que do corpo de F1 emerge e se estende um circuito, um tipo de canal ou cílio, representado como seta saindo à esquerda no sentido horário. Por este canal vai a semente, a substancia, o feto do baby, para se tornar F2. A seta, a extensão se torna na abelha, o ferrão. mas na formula o circuito é curvo, ele tem que se modelar como esfera. E não tem raios dos diabos que pode mudar isso na formula quando ela constrói células, galáxias ou seres vivos como abelhas. As abelhas podem existir por mais bilhões de anos, podem até se aperfeiçoarem evolutivamente em algum aspecto contido e permitido pela formula, mas jamais vai conseguir um ferrão reto!

Ela morre por picar, assim como os machos encantados e ainda estremecendo de orgasmos depois de “picarem” a rainha, são surpreendidos pela morte. Eu ainda não fui pesquisar como é o órgão genital dos machos, mas sou capaz de apostar que são curvos e aí esta uma das causas de sua morte. Pois toda extensão produzida pelo genoma fresquinho que acabou de chegar da galáxia – e que ainda não foi trabalhado pela substancia de consciência que ainda não se expressa nas espécies até a abelha, terá de ser curva.

Ok… mas para que gastar tento tempo para saber isso, não tem aplicação pratica, isso é cultura inútil!

Amigo, de agora em diante você não maios se fará aquelas perguntas encantado observando uma colmeia. Mas você não perdeu o encantamento, apenas trocou-o, porque aquele encantamento era fundamentado na ignorância, nas trevas, era falso. Agora, sabendo a verdade, relacionando o Cosmos inteiro para explicar a colmeia, outro tipo de encantamento muito maior e prazeroso te acometeu. mas o principal é que agora uma porção de trevas no seu cérebro onde se alojava uma porção de ignorância, foi substituída por uma porção de sabedoria. E aqui está a utilidade insuperável desta cultura “inútil”: ela expandiu sua consciência. Você não usou seu livre-arbítrio para repetir o seu erro quando estava na pele de seu ancestral desprezando o conhecimento do mundo externo e se fechando em si mesmo para toda a eternidade… E ainda mais importante: você não estará se deixando robotizar pela Matrix porque agora você a desmascarou, você entendeu como ela está agindo aqui sobre humanos tentando se reproduzir ao fazer deles as mesmas abelhas zumbis do sistema social mecânico.

Você se abriu mais para o mundo, você abriu a camisa e de peito aberto se lançou no espaço cósmico para continuar sua grande aventura rumo ao retorno á sua fonte suprema geradora, assim como todo genoma lançado pelos pais retorna a eles na forma de um belo baby. E eu investi o meu tempo em meu próprio beneficio pois você talvez não o saiba, mas és um gene do genoma a construir o baby cósmico, o qual serei eu, tu, nos, todos, e preciso que você continue sua missão, e insira aquele bit de informação que só você neste mundo possui, pois se você não cumprir com liberdade e ajuda a sua missão, eu nascerei com algum aleijão, eu aparecerei na frente de meu pai, minha mãe, com vergonha, por estar deformado. Não amigo, eu não tenho comportamentos estrupidos como as abelhas, eu não sou daqueles que escrevem anúncios tomando seu tempo visando te tomar algum dinheirinho para a vida mundana imediata, eu vou além, meus investimento visa obter um muito maior retorno, sou muito mais ambicioso, penso eterno, aqui a consciência já está desperta e no comando… “pero, no mucho”,… pois com esse cerebrozinho ainda em formação não dá para fazer muita coisa…

Baseado no artigo da Socientifica, neste link:

Linguagem e cooperação não foram inventados pelos humanos: os genes já os praticavam.

Sunday, August 30th, 2020

HOW LANGUAGE TRANSFORMED HUMANITY

My comments posted at TED:

Louis Charles Morelli Posted a few seconds ago

If genes communicates by electric signals and their job is an example of cooperation, I can´t understand some people saying that humans invented inter communication and cooperation. A human organism is merely self-projection of genes for better dealing with external world. it is curious that a set of 30.000 active genes becomes one set among 8 billons of other equal sets. Living together, the genes needed to expand the internal communication of 30.000 different individuals for to be the communication among 8 billions copies of 30.000. So, the logics would be a unique language. The problem is that the copies went to different places, and the genes of one place could not know how the other place was talking.
I think that language was a natural goal of genes since the beginning, since archaea, bacteria, etc. All the intermediates species between bacteria and humans were like the first calculators machines and modern computers, which now can speak. Same technological process under evolution. The problem between us and Neandertals must be that the dispatcher gene FOX2 had Neandertal´s brain like ENIAC and homo sapiens´ brain as a laptop…
Genes determines that will be a unique human society as a unique global country. Like all humans came fragmented from a unique place – Africa – all biological genes ancestors ( astronomic genes) came from a unique place – this galaxy. But, all dispersed genes joining together trying to reproduce the galactic systems in a new environment and they got a first and unique biological system, the cell system. So, it is a natural law that all humans will come together building a new unique conscious system. ( well… this is what is suggesting Matrix/DNA Theory)