Archive for the ‘Philosophy’ Category

Os humanos estão desprezando a Mestra Natureza para consultarem Oráculos pseudo-naturais

Saturday, May 8th, 2021

No artigo com link abaixo, se revela como a moderna intelectualidade acadêmica está se perdendo em masturbações mentais infindáveis que os afasta cada vez mais de sua mãe Natureza. Bastaria voltarem sua atenção para a face linda que a natureza nos mostra, nos afaga e nos suporta aqui e agora, e conversarem com ela, pedindo-lhe as explicações sobre nossa existência, mas não preferem transportar suas mentes num barco à deriva num oceano infindável de elocubrações mentais que não vão conduzi-los a lugar algum. Fico indignado e por isso me pronuncio como nos dois posts copiados abaixo…

Artigo publicado na Tecmundo em 05/05/21:

O que existe além do universo? A resposta pode dar dor de cabeça

https://www.tecmundo.com.br/ciencia/216787-existe-universo-resposta-dar-dor-cabeca.

Minha resposta:

Imagem

Louis Charles Morelli • May, 28, 21 • edited

O Universo dos físicos e matemáticos é mágico. Ele cria informações do Nada, por mágica. Por exemplo, no universo dos físicos a vida surgiu depois dos átomos e galaxias, e como as propriedades vitais não existiam nos seus modelos teóricos de átomos e galaxias, só podem ter sido criadas por acaso, propriedades vindas do Nada. Tudo bem, porém não posso aceitar esta teoria. Pois tudo indica que o corpo humano com vida foi produzido por este Universo, e porque ele tinha informações para isso. Mas assim como o corpo humano precisa de uma infraestrutura sólida como o esqueleto ósseo, a vida primordial precisava de uma estrutura solida para iniciar. Sistemas atômicos e astronômicos são o passado estrutural da vida complexa, constituída de sistemas biológicos, e os físicos, com a lógica matemática, estão limitados ã captação das coisas deste esqueleto cósmico estrutural. Porém olho novamente para um corpo humano, vejo que tem esqueleto mais simples coberto pela carne mais complexa e quando estudo a história deste corpo descubro que a carne produz esqueletos e não que esqueletos produzam a carne. Então projeto minha inquirição para o antes do Big Bang produtor deste esqueleto, e somente uma solução é possível: seja lá o que for que deflagrou o Big Bang, que iniciou a construção deste esqueleto fisico-mecanico cósmico, TINHA VIDA! Era algo vivo, ou ao menos, continha as leis e propriedades da Vida!. Isto é aplicar a Navalha de Occam neste mistério, pois a solução se torna simples, tudo o que existe aqui se tornam evidências e nosso Universo não é misticamente mascarado de magico. Ele só pode criar coisas pelo mesmo processo e informações que ele foi criado. No primeiro instante da fecundação de um ovulo ocorre um relâmpago de luz, um micro-big bang como no primeiro instante deste universo. Nunca esse moderno mindset acadêmico dominado por físicos + matemáticos vão conseguir elaborar a Teoria do Tudo, sem a participação dos experts em leis e informações da Vida, como biólogos, neurologistas, etc. O mindset acadêmico se tornou mistico pois inclusive acredita que a evolução que vemos nos sistemas biológicos também foi criada aqui vinda do Nada, pois não procuram o elo evolucionário vindo da evolução cosmológica que dirigiu toda a existência dos nossos ancestrais sistemas astronômicos e atômicos.

O mesmo artigo republicado no facebook – A Ilha do Conhecimento

E minha resposta:

A minha investigação privada apontou uma resposta: Antes e além do que nossos sensores (naturais e artificiais) captam e denominamos Universo existe uma extensão mais complexa dele, no qual existem seres “naturais”, não mágicos, cujos corpos são constituídos de um fluído semelhante a luz e autoconsciência. Estes seres se autorreproduzem por um processo semelhante ao genético/computacional quântico fecundando regiões externas preenchidas com matéria/energia escura em eventos que denominamos Big Bangs. Do Big Bang se expande esse fluido luminífero no qual estão encriptados todas as informações para construir uma placenta e um ser (ou uma ninhada de vários seres) que será seu filho. Todos os trilhões de mínimos detalhes conhecidos deste universo hoje são incontestáveis evidências desta teoria. Alguns exemplos: 1) Nos 9 meses da gestação de um corpo humano uma célula inicial se transforma em várias novas formas que apresentam as mesmas formas do período da evolução cosmológica: filogenia biológica recapitula ontologia cósmica; 2) A unidade fundamental de informação do DNA é composta de seis moléculas (dois açucares nas hastes e 4 bases) cujo conjunto é um sistema e funcional. Este sistema é exata reprodução do sistema mais simples que produz os sistemas astronômicos e veio de outra sua forma mais simples ainda que produz os sistemas atômicos, o qual é a exata forma da onda de luz completa visível como espectro eletromagnético, o que significa que nosso DNA foi emitido do Big Bang como onda de luz contendo um código; 3) No microciclo da gestação de um corpo humano se expressa a autoconsciência vinda de seus pais, enquanto no macro ciclo da gestação deste ser cósmico essa autoconsciência vinda de seus genitores se expressa nos 13,8 bilhões de anos; 4) Um corpo humano surge de uma fonte e se propaga no tempo ( aumentando sua idade) e no espaço ( crescendo em tamanho) pelo processo do ciclo vital que produz as transformações das suas 7 formas notáveis (feto, baby, criança, etc.), na mesma exata sequência constatada na propagação da onda de luz primordial, revelando igualmente a causa como sendo o mecanismo do ciclo vital que transforma as formas, as propriedades gerais como intensidades, frequências, comprimentos de ondas, nas sete faixas do espectro eletromagnético. Portanto, não apenas a vida biológica, mas todos os sistemas naturais, desde aquela onda primordial foram formados e evoluem pela mesma formula vital. Desafio todos os humanos, todos os religiosos, cientistas, materialistas, místicos, ateus, capitalistas ou comunistas, etc., a apresentarem um único fato conhecido e comprovado que derrube esta cosmovisão. Se queres saber o que existia antes do Universo equipe-se com uma sonda e camera com poderosa lente situando-a na região microscópica de um ovulo no instante que ele é fecundado. O “spark” ou clarão de energia no momento da fusão dos dois gametas iluminando todo o universo intraovular será à imagem e semelhança do spark inicial do Big Bang na dimensão macrocósmica… e então olhe para alem do ovulo e veja os dois seres que o produziu… Big Bang na dimensão macrocósmica… e então olhe para além do ovulo e veja os dois seres que o produziu…

O fio da História e seus inúmeros afluentes penetrando territórios misteriosos

Friday, April 30th, 2021

O Facebook me pergunta o que estou pensando, nesta pandemia. Respondi escrevendo:

Estou experimentando a mesma sensação incomoda que todos os pensadores revolucionários sentiram nos últimos anos de vida. Todos acreditamos que descobrimos e tocamos o fio da meada da Historia que está enrolado num novelo e puxamos a ponta desse fio que é como a fita de um filme e então ficamos assistindo esse filme projetado dentro da nossa mente.

Sim, o fio da História Natural Universal está no novelo da fita do DNA mas a ponta oculta no meio do novelo não acaba quando chegamos nas cenas da origem da vida, não… a fita continua entrando no passado, passando pelas galaxias, pela nebulosa inicial de átomos e chega no Big Bang. Aí sentimos que ela ainda continua no passado, porem nem a vemos, não a tocamos e ela não projeta mais as cenas. Darwin acreditou que esse fio era a evolução natural, Einstein acreditou que era uma onda de luz, Plank afirmou que o fio era composto de quantas, Newton achou que era uma engenharia mecânica manipulada por Deus, etc. Mas todos viram o fio desde a ultima ponta até algum ponto no passado e não conseguiam avançar mais, então ficaram com a mente ricocheteando entre o Big Bang e o contexto geral do presente, indo e voltando em zigue-zague nessa linha, sem captarem seu significado existencial, sua causa inicial, se ela se estende a um infinito ou teve um começo, etc. E assim todos morrem se sentindo fracassados.

Este é o rotulo na minha testa que vejo quando olho minha cara no espelho: fracassado! E não tens outra alternativa, vais para o tumulo com a etiqueta de fracassado. Está bem, sendo assim, encho minha geladeira com bolos de chocolate e vou para o tumulo com a boca lambuzada de chocolate…iac… iac…
Mas na pandemia descobri algo a mais que não vi nenhum dos meus semelhantes falar qualquer coisa a respeito. Descobri saliências, protuberâncias, situadas ao longo do fio e então puxei estas saliências e fui vendo que eram fios também, como afluentes saindo do grande rio. Seis destes afluentes passados no projetor mostravam cada qual uma das outras seis faixas invisíveis da onda de luz, e cada qual entrava numa mata espessa na qual fui sendo impedido de avançar por tantos penhascos e obstáculos, e quando insistia até o ultimo esforço me via no alto de um vale do qual se descortinava um abismo de luz tão forte que me cegava, não tinha como seguir em frente. Outro fio revelava cenas de seres estranhos, em planetas surpreendentes, e conclui que era o mundo dos extraterrestres, no qual fui cerceado pelas distâncias invencíveis do espaço sideral. Outro fio mostrava cenas de vultos parecidos com humanos mas virtuais, vivendo em camadas circulares acima ou dentro deste planeta, e quando comecei a remar nesses afluentes ouvia vozes avisando que ali era passagem proibida aos encarnados, e ventos fortes batiam nas velas do barco virando-o ao contrario, me jogando de volta no leito do grande rio.

Raios… fiquei perdido, sem saber agora qual é o fio principal no tronco, pois tem afluentes que se alargam mais do que o fio da Historia Natural Material. Será que, como humano e corpo material estou fora do fio central? Cada afluente leva a outros mundos, totalmente misteriosos, meu conhecimento e instrumentos científicos, as imaginações esotéricas e religiosas, nada me ajudam ao tentar investiga-los. Uma coisa aprendi alem do Darwin, do Penrose, etc.: o nosso fio material natural que podemos ver e segurar na mão, pode revelar tudo o que nosso complexo sensorial capta da realidade, mas esse nosso tudo é quase nada da realidade. E não adianta repetir o que fiz no Rio Tapajós, em busca de conhecimento dessa natureza, navegando numa voadeira dotada de pequeno motor e entrando nos afluentes emaranhados de galhos que paravam o motor e eu tinha que descer na água com revolver dentro de saco impermeável amarrado na mão e faca na boca para enfrentar crocodilos, jiboias e onças. Na Amazônia os afluentes sempre morrem em terra firme, no Universo os fios laterais sempre desembocam em nebulosas esvoacentas sem piso sólido, e algumas pequenas informações obtidas nas entradas não conseguimos processar com este cérebro microscópico e primitivo.

Meu fio da historia mostrou tudo, do Big Bang ao Big Birth, que sei será o fim deste universo quando toda sua matéria será descartada como a placenta. Mas a placa que investi toda minha vida procurando, onde deve estar escrito “O Significado da Existência”, está fora deste fio, existem outros muitos fios emaranhados neste novelo, muitos em outras dimensões e com substancias tão inimagináveis que jamais poderia ser encontrada por um rastejante bípede deste planetinha perdido na imensidão cósmica.

Então que vou fazer destes últimos momentos da a minha vida? Chamar dos túmulos meus infelizes camaradas buscadores para chorar-mos junto nossa debilidade e fracasso, ombro a ombro? Ainda não. Percebi também que estes fios misteriosos não apareceram apenas para mim, tem muita gente que chegaram nas portas de saída destes fios, e voltaram narrando estupefatos as estranhezas que viram e sentiram, outros até conseguiram dar uns passos alem destes umbrais. E o que estão narrando – muitas vezes talvez puro fruto da imaginação de cérebros em estados alterados, outras vezes experiencias reais, que precisam serem investigadas pelo método cientifico com novos instrumentos – vem me ajudando a lapidar meus modelos atômicos, cosmológicos, vitais, etc., com logicas racionais, incríveis. O Youtube está sendo invadido por essa multidão, na maioria pessoas simples, uns relatando retorno de morte clinica, outros relatando visões e até contatos com extraterrestres daquele fio que sai como afluente do fio principal, outros inclusive realizando proezas com olhos que veem como raio-X os nódulos em volta das minhas vértebras!

Sinto que o conhecimento é um oceano imenso, do tamanho do Cosmos, e que com investigação tecnológica nós humanos começaremos a navegar mais profundamente neste oceano. Então, me deem licença porque tenho agora que voltar ao trabalho que vai ficar comigo até o ultimo momento que eu chegar na frente do caixão que vai levar este corpo para a escuridão… porem onde poderei ver saindo do mesmo corpo outro fio lateral levando minha mente para outro misterioso lugar… É possível,… ou não.

O que pode evitar a crise existencial e necessidade de terapias nesta pandemia.

Thursday, April 22nd, 2021

Celio Augusto – postado em 22/04/21, no link:

https://www.facebook.com/groups/ilhadoconhecimentomarcelogleiser/

10 h  · Atualmente é grande a procura por terapia devido a vários tipos de dificuldades e transtornos, mas e quando a busca por terapia é devido a uma crise existencial?Sei que aqui no grupo tem muitas pessoas ligadas a filosofia, e tenho lido sobre filosofia médica, a minha pergunta é, o quando a filosofia pode ajudar nesta situação?Eu mêsmo faço terapia, tive muitas perdas nos últimos anos, fui obrigado a fazer algo extremamente difícil que é procurar ajuda profissional, sou autista, adulto e tendo que viver sizinho e independente.Uma frase que me marcou da última Live do Marcelo, é que temos que ter um motivo pra viver, para acordar todos os dias. E quando vc precisa encontrar este motivo, a filosofia poderia ajudar?

Resposta da Matrix/DNA:

A autentica Filosofia Naturalista detecta na Natureza as forças naturais que modelam bem ou mal as mentes e corpos sistêmicos, como os dos humanos. Você poderia ter detectado estas forças e adotado as boas para ti se não tivesse sido desviado da Filosofia Naturalista pela cultura absurda do coletivo humano e por certos instintos caóticos herdados dos nossos ancestrais animais irracionais.

Quem está te informando isto aprendeu por si mesmo a ter ótimas saúdes mental e física, e muita energia com muitas ideias para lutar. Mas nada vem de graça, eu era um filosofo acadêmico que caí a viver sete anos no meio da selva amazônica e na Natureza real fui reduzido a semi-macaco para me re-erguer com outra filosofia, outra visão do mundo, que me ajustou muito bem a como funciona este mundo. É minha obrigação e conveniência que os demais humanos tenham conhecimento dessa nova e inédita maneira de interpretar e entender suas existências, para ficarem saudáveis como eu e abraçarem a mesma causa evolutiva, pois estão fazendo tudo errado e isso me prejudica.

Se clicares no meu avatar vais encontrar meu website gratuito e lendo apenas a pagina home em português talvez te dê um estalo, um despertar e se anime a continuar se informando sobre isso. Não sou eu quem diz, e sim a natureza virgem e intocada: suas ciências, suas visões de mundo, seus misticismos e fantasias, esta filosofia acadêmica traidora da mãe Natureza, está tudo tragicamente muito errado. Ter crise existencial e precisar de terapia é um bom sinal porque revela alguém com potencial para descobrir a verdadeira realidade deste mundo.

O Genoma cosmico e os 5 solidos geometricos: como a onda de luz se expressa nas formas materiais

Thursday, April 15th, 2021

Os 5 solidos geometricos pitagoricos apresentam-se numa sequencia de quantidades de faces: triangulo ( 3 faces ) ; cubo ( 4 faces); pentagono ( 5 faces) ; isosceles ( 6 faces); [ 7 ?); octaedro (8 faces).

E a configuracao sensorial e neuronial destes pensdores a 2.600 anos atras formou um tipo racional que via relacoes entre estas formas materiais com alguns elementos naturais. Assim:

  • O triangulo estava relacionado com o fogo,
  • O cubo com
  • O pentagono com
  • O isosceles com
  • O octaedro com a agua

Quando aprendi isso logo associei com a sequencia das faixas da onda de luz, portanto com o genoma cosmico e isso produz muitas novas questoes. Pr exemplo, a agua apresenta propriedades iguais a onda de luz, ambas se dissolvem, etc.

deixo aqui iniciado este topico para depois continuar uma pesquisa, trazendo as formas geometricas, o espectro da luz, etc.

Naturalismo: Website Principal

Monday, April 12th, 2021

Xxx

https://infidels.org

THESECULARWEB

https://qr.ae/pGT98m

Egoísmo: suas origens e significado existencial

Wednesday, April 7th, 2021

Vamos analisar o egoísmo `a luz das leis naturais? Existem dois tipos extremos opostos de sistemas naturais: o totalmente aberto e o fechado em si mesmo. E a Natureza não aceita nenhum dos dois, destrói-os. Isso ficou claro na origem da matéria universal quando surgia um ponto na forma de partícula com excesso de energia contida, represada. Para não explodir por excesso, essa partícula fechada se abre em ondas espiraladas e se nada a contem, a onda expele energia ate se desfazer por falta de energia. Na evolução, 13,8 bilhões de anos atrás esse dualismo se tornou, por exemplo, nos humanos, na parafernália bissexual, em que o elemento macho necessita expelir energia que ‘e absorvida pelo elemento fêmea que dela necessita. Se ocorrer uma fusão no momento em que o que esta na metade da perda se liga ao que esta na metade do ganho, os dois se tornam uma terceira forma, uma transcendência. Entenda-se esse nosso passado e se entendera todas as diferenças entre as psicologias ou instintos masculino e feminino. Assim foram surgindo os sistemas atômicos, os astronômicos, os biológicos. E’ objetivo supremo da massa obter o equilíbrio termodinâmico na inercia eterna, a tal zona de conforto. Por outro lado, e’ objetivo supremo da energia girar em spin sobre si mesma na máxima velocidade, o tal orgasmo do prazer. Como os sistemas naturais são compostos de massa e energia, existe este conflito interno entre a inercia extrema e a dinâmica extrema. A matéria conseguiu o máximo desse equilíbrio interno quando se formou como galáxias. Basta ver o template de um building block das galáxias, como os sete tipos de astros se conectam, para ver como funciona uma maquina perfeita que seria eterna não fosse a entropia. Nesse estado um tipo de sistema natural se fechou em si mesmo, o universo foi povoado por elas. Mas… dentro dos sistemas naturais flui um principio vital, que os constrói com um objetivo final: a reprodução genética do sistema criador do Universo, que deflagrou o Big Bang, que nada mais foi que um evento de fecundação cósmica. Se tem esse processo, nenhuma forma material de sistema pode se eternizar como forma provisória de feto ou embrião. Para isso a Natureza dispõe do mecanismo da entropia que desmancha qualquer sistema que se feche. Como somos sistemas feitos de massa mais energia somos tendentes ao máximo egoísmo, nos focar no próprio umbigo e o resto que se exploda. Todo rico sonha com seu reino paradisíaco privado fechado. Mas assim como ocorreu com as galáxias, passado o deslumbramento inicial ele se descobre prisioneiro no que vai se tornando seu inferno. Isto porque dentro dele. o fluido vital que vai se expressando como consciência não pode ser represado naquela forma primitiva. Ele implora por liberdade, como, por analogia com uma lenda, Adão e Eva implorariam para serem libertos daquele paraíso animalesco. Assim ,todo egoísta vai deixar de ser egoísta pelo simples andar da Natureza.

O Fio da História

Thursday, April 1st, 2021

A frase abaixo lida ao acaso me alertou sobre mais um detalhe do fio da historia:

“O negacionismo sempre explora os fios desencapados da realidade pra criar um mundo ficcional. Em clima, você faz recorte parcial de dados, explora as incertezas que são inerentes a qualquer atividade científica ou até diz assim: “tá bom, eu acredito, mas isso é muito caro, não vamos trabalhar na solução desse negócio”.

Fio desencapado?

Tenho pensado num fio da historia inteiriço, do qual saem ramificações. Um fio inteiriço seria obrigatório se no Universo existe um propósito existencial, tal como o processo de reprodução cósmica genética. Todas as causalidades produzidas por acidentes ou livre-arbitrios seriam fios laterais , que poderiam secar ou retornar ao fio-tronco. Ou poderiam ser fios-laterais portais comunicando diferentes dimensões do universo entre si. Assim estes fios laterais entrariam nos reinos metafísicos e perderíamos seu rastro, ficando tudo o mais ao sabor de nossas imaginações.

Se o fio for descascado, não teria proposito existencial, tudo iria acontecendo por acaso. Pois os ingredientes dentro do fluxo poderiam ser perdidos e coisas possíveis do meio externo poderiam entrar no fluxo. Nossas imaginações do sobrenatural também nunca conectariam de forma logica nosso mundo com estes sobrenaturais. Que é o que acontece na maioria das religiões.

Na Matrix/DNA os cálculos sugerem que existe sim, um propósito, mas não provamos este proposito, trata-se de teoria, então temos que manter as duas possibilidades.

Ódio: Qual sua origem na psique humana?

Wednesday, March 31st, 2021

Ódio em relação `à psique humana é a manifestação na forma mental das forças destruidoras do Princípio do Caos, opostas às forças do Princípio da Ordem. Agora, saber o porquê este mundo surgiu assim, com essa dualidade, é para mim ainda o mais intragável e odiado mistério, que me obriga a negar qualquer amor supremo criador.

Frases preferidas pela Matrix/DNA

Sunday, March 28th, 2021

“A primeira condição para modificar a realidade consiste em conhece-la.” – Eduardo Galeano

Justamente o que pensei na juventude quando decidi que não suportaria o que a humanidade fez e estava fazendo de sua existência, então fugi para viver isolado no meio da selva. Lá tive a intuição de que o mundo urbano era artificial e falso, e assim essa mentalidade gerada e crescida nele. Decidi que investiria o que me restava da vida na selva investigando na natureza bruta e virgem a visão ou interpretação do mundo que gerou essa mentalidade. Então na investigação comecei a perceber que as interpretações humanas dos fatos e fenômenos e eventos naturais estavam erradas, fora da realidade. Se consertassem essas interpretações, sincronizando-as com a realidade, deveriam mudar a mentalidade doentia. Então tinha que levantar e provar que novas interpretações eram mais racionais, mais logicas, mais de acordo com as experiências reais humanas, tinha que mostrar os absurdos nas velhas interpretações ( como a inexistente separação dos sistemas naturais em vivos e não-vivos, etc.) , desconstruindo a velha cultura milenar. Assim surgiu e se desenvolveu a cosmovisão da Matrix/DNA. De fato, antes de mudar o mundo humano, e para mudar o mundo humano, é preciso antes conhecer a realidade. Parabéns, Mr. Galeano.

Como entender a psique dos comerciantes e outros negativistas dessa pandemia

Thursday, March 25th, 2021

xxxx

Assista o vídeo no link e depois leia o texto abaixo.

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1136681863448206&id=100013192092049

Ele explica tudo em três palavras: “Aqui não tem cordeiro”

Tudo é trino, tem a dualidade dos dois opostos e acima desta dimensão tem o transcendente meio-termo, ou superação dos dois opostos. Mas quando se cita um dos dois opostos estamos na dimensão do dualismo inexorável natural. Então qual o oposto de cordeiro?

Predador.

O jeito que ele fala, a agressividade nos seus gestos, a aparência física planejada para se impor pelo tamanho e iludir conquistando pela imagem ao invés da ética , moral e fraternidade, tudo bate com o previsto de como um instinto predador trabalha a genética fazendo o corpo que vai encarnar. O modo como ele falseia a palavra “trabalho”, a atuação na vida como “comerciante”, a cegueira do racional perante uma pandemia, todas características reveladoras de um predador.

Ele acerta descrevendo o contexto de um momento, dizendo: “Não podemos parar, eu vou quebrar, e como os empregados vão comer?”. Jamais vai lhe passar pela cabeça que o contexto sem solução do momento é puro efeito do que ele vem fazendo de errado na vida. E o pior que a maioria das pessoas não vão também atinar com as causas mais profundas que produziram este final doloroso, e os outros predadores jamais vão aceitar as causas verdadeiras. Jamais vão entender nas leis naturais porque a competição leva ao caos e extinção, enquanto apenas a cooperação pode levar `a transcendência. Uma espécie biológica que cria um sistema social como este baseado no “mercado” revela que recém veio dos primatas ancestrais, portanto com a genética que modela a psique ou com caninos abstratos de predadores ou com cornos e orelhas longas abstratas das presas. E essa espécie não consegue se auto-conhecer para entender os efeitos criados pelos seus comportamentos. E mais vai adiar esse autoconhecimento e mais vai continuar sofrendo as dores destes efeitos, enquanto mentirem que ao invés dos macacos e remotos ancestrais erráticos dos céus vieram dos céus como Adao e Eva…

Pobre criatura, mas quebrar no bolso agora pode ensiná-lo algo da realidade que o motive a evitar o inferno amanhã… Aqui se aplicaria aquele velho dizer de que “Deus escreve certo por linhas tortas”. Pois permitir essa pandemia agora sobre estas criaturas tão erráticas é escrever com linhas tortas o presente para que se torne o certo no futuro…