Budismo também é contra “origens”

xxxx

Hindu and Buddhist philosophies state that any event is the result of previous events, as reflected in the concept of karma, and as such there is no such thing as a random event or a first event. (wikipedia : https://en.wikipedia.org/wiki/Randomness )

A teoria da Matrix/DNA contesta o conceito e definição humana da palavra “origens”, acrescentando que nunca houve “origens da vida” nem “origem do Universo”. As propriedades da vida vem sendo expressadas gradualmente a medida que evolui o sistema universal, desde o sistema atômico, e quando chega no biológico expressa todas as propriedades juntas. Portanto não existe fronteiras, divisão clara entre o que é um sistema vivo e um sistema não-vivo. Então não teve súbita origem da vida. Alias, tido é produto de transformações de algo que existia antes. E pelo que vejo no texto acima, o Budismo também já defendia esta ideia.

Tenho alertado que estas duas palavras tem causado grande prejuízo a obtenção de conhecimento natural pela humanidade. Por causa desta divisão entre vida e não-vida separaram a Evolução Universal em dois blocos – a Evolução Cosmológica e a Evolução Biológica – e devido a esta separação que cria um abismo evolucionário entre os dois blocos surgem vários misticismos, materialismos metafísicos crendo em acasos mágicos, e religiões, que precisam apelar ao imaginário para explicarem o que aconteceu depois da evolução cosmológica, como a origem da vida. se alguém concordar com minha teoria, deve sempre contestar qualquer fala incluindo os termos “origens da vida” ou origem de qualquer coisa, a bem da humanidade.

 

Tags: , , ,

Comments are closed.