Por um memorial no Brasil aos 130.000 mortos na pandemia

MENSAGEM DA MATRIX/DNA:

( copia do post publicado no Facebook em 12 /set/20:)

NATO - Photo gallery: NATO Secretary General visits the National September  11 Memorial & Museum, New York, 26-Sep.-2018

Construído em memoria e homenagem aos 3.000 mortos das torres gêmeas, a grande caixa negra imitando um caixão funerário exibe os nomes dos mortos em volta na lapide negra. Agora quero ver onde e como vai ser construído no Brasil o memorial para os 130.000 mortos da Covid-19 sob uma grande placa onde se verá escrito: ” As vitimas de um sistema social e um povo incapaz de frear seus apetites e de manter suas pessoas nutridas, protegidas e comportadas, perante qualquer anuncio de qualquer tragedia. Uma sociedade onde os sócios não dão valor e não prezam as vidas dos sócios !!!”..
Claro, toda mensagem válida visa um objetivo prático. O objetivo desta mensagem seria lembrar aos visitantes do memorial que “ESTÁ TUDO ERRADO, ESTAMOS FAZENDO TUDO ERRADO, EU ESTOU ALIMENTANDO UM S!STEMA MONSTRO ERRADO”… e tenho que me mexer procurando como mexer os sócios da família, do bairro, da cidade, do estado, do país, a mudar isso. SISTEMAS foram um mal necessário na matéria para nesta se criar a arquitetura física que iria suportar a geração da auto-consciência. Dos macacos aos humanos do sec.XX foi necessário manter sistemas, como o tipo social. Numa coletividade de auto-consciências não existe mais sistema nenhum. Não existe núcleo e periferia, não existe centro, portanto não existem lideres. Perante qualquer problema, em todas as consciências emerge a mesma e unica solução, não se precisa de lideres, todos sabem o que fazer. E se não tivesse lideres, estes 130 mil mortos ainda estariam conosco, vivos!

No principio era o caos, seja nas origens do Universo ou desta biosfera na Terra. De algum lugar alem do caos uma fonte emitiu uma onda de luz que contem em si, encriptada, todas as informações que mais tarde viriam a construir todas as arquiteturas naturais tais como corpos humanos. isto é repetido hoje toda vez que um genoma humano inicia a construção de um novo corpo-sistema, por isso, podemos denominar aquela onda de luz de “O Genoma da Fonte Geradora”. Porque descobrimos nas ondas de luz que se propagam no tempo e no espaço a mesma força que faz um corpo humano se propagar crescendo no espaço e aumentando seu tempo, ‘a qual denominamos “ciclo vital” percebemos que aquela onda de luz é o protótipo inicial de um ser vivo. E também percebemos que no seu inicio toda onda de luz se curva devido a alta densidade da matéria, e neste encurvamento suas duas extremidades acabam por se encontrarem, se fundirem e assim a onda se torna um SISTEMA, fechado em si mesmo. Apenas temporário, pois na continuidade, assim como “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”, a onda de luz mina a densidade e se torna mais forte, desligando suas extremidades, deixando de ser sistema, e voltando a caminhar nas suas sendas da liberdade rumo ao retorna à fonte criadora, porem agora, não mais apenas luz, e sim, consciência cósmica. A humanidade é um micro-ciclo copia deste macro-ciclo universal, ela teve que se conformar como sistemas, porem está nos tempos de aprender a supera-los. A auto-consciência expandida significa a expansão do conhecimento e nesse estagio ela é o sistema de defesa imunológico mais eficiente de um organismo, nenhum vírus teria a menor chance de causar-lhe danos.

Tags: